Detido por suposto envolvimento em tortura, delegado Silvan é transferido

DR. Silvan Pereira



Silvan Pereira foi levado da carceragem onde estava, no Centro de Triagem I, para a sede do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), no Hauer


O delegado Silvan Pereira, preso por suspeitas de envolvimento na tortura dos quatro acusados iniciais da morte de Tayná da Silva, no final de junho, foi transferido de local no final da tarde da última terça-feira (6), em Curitiba. Pereira, que até então estava no Centro de Triagem 1, no centro da cidade, foi movido para o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), no Hauer.
Pereira foi preso no dia 19 de julho, em rodovia próxima ao município de Laranjeiras do Sul, na região Centro-Sul do estado. O mandado de prisão contra o delegado havia sido emitido dois dias antes, e ele era considerado foragido quando foi localizado.
Além de Pereira, outras 12 pessoas estão detidas por suposta participação na tortura dos quatro acusados. A defesa de todos os policiais deve formalizar um pedido de soltura junto à Justiça nos próximos dias.

Fonte; Gazeta do Povo