Irmãos gêmeos, recebem rins de irmãs gêmeas



Fabiano Gomes descobriu que sofria de insuficiência renal semanas depois que seu irmão

A reversão de uma insuficiência renal crônica diagnosticada há dois anos pelos irmãos gêmeos Fábio Gomes da Silva e Fabiano Gomes da Silva, ambos com 35 anos, poderá ser realizada com uma solução dentro de casa. As suas irmãs, as gêmeas, Luciana de São José e Silvana Minatel, ambas com 42 anos, se colocaram à disposição, realizaram os exames necessários e foram consideradas compatíveis com a dupla.
Com isso, elas se transformaram em doadoras de rins (cada uma vai doar um) para os irmãos, que em breve iriam começar a fazer hemodiálise, caso não conseguissem os órgãos.
O primeiro transplante, de Luciane para Fábio, está previsto para acontecer dia 20 deste mês, na Santa de Casa de Maringá. A família mora em Maringá (Noroeste do Paraná) e, segundo Fabiano, que trabalha como auxiliar administrativo, houve muita comoção dentro de casa.
— Quando soubemos dessa possibilidade foi uma emoção muito grande, pois estávamos com a doença adiantada, já tínhamos inclusive todo material para hemodiálise, mas graças a Deus tivemos essa surpresa, foi uma coisa muito positiva.
Fabiano soube que tinha o mesmo problema do irmão algumas semanas depois.
— Não sentíamos nada, não havia algum tipo de sinal, tanto que ao descobrir já estava com mais de 70% dos rins comprometidos. Primeiro foi o Fábio, que descobriu e em seguida eu também resolvi fazer alguns exames que me apontaram o mesmo problema.
Em sua opinião, o fato de conseguir a doação com rapidez também é um fator fundamental para tudo dar certo.
— Estamos sempre indo ao hospital, fazendo exames, contatos, e vemos pessoas que aguardam por 12, 13 anos, uma doação de órgão. Esperamos que elas também tenham a oportunidade que estamos tendo.
Seguindo uma rígida dieta alimentar - sem carnes vermelhas e com alimentos que mantenham regulares os níveis de potássio - a cirurgia de Fabiano deve acontecer alguns dias depois do irmão.
— Caso ele (Fábio) não realizasse agora teria que começar a hemodiálise. Acredito que a minha cirurgia deva acontecer algumas semanas depois dele.
Segundo ele, a escolha das doadoras levou em conta o histórico de brincadeiras da família, quando as irmãs "adotavam" os dois irmãos e brincavam como mães.