Estudante morta em Colombo desapareceu após prova; família diz que namorado é suspeito


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento


A menina de 14 anos encontrada morta na tarde de ontem (19) em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, foi identificada como Lara Daiana Diniz Saraiva. Ela era estudante do Bagozzi, no bairro Portão, em Curitiba, e tinha desaparecido de casa, no bairro Novo Mundo, na última terça-feira (17), após ter saído para realizar uma prova. A família da vítima suspeita que o autor do crime é um jovem de 22 anos, que tinha um relacionamento com a garota.
lara
Nessa foto Lara, de preto, posa com amiga (Foto: Arquivo pessoal)
Segundo Esmeralda Diniz, mãe de Lara, a relação dela com a adolescente era conturbada. “Ela queria liberdade e foi morar por uma ordem judicial em uma casa de abrigo no bairro Boqueirão, onde ficou por dez meses. Nesse período conheceu o rapaz e isso assustou os responsáveis, pois ele é um ex-presidiário e envolvido com o tráfico”, contou à Banda B.
De acordo com a mãe, devido ao relacionamento conturbado com o rapaz a filha chegou a ser transferida para outro abrigo no Santa Cândida. “Um dia uma mulher da Justiça veio me dizer que a Lara precisava ir para Foz do Iguaçu, porque a situação estava complicada demais, só que ela deixou o abrigo porque não queria ir e veio morar de novo comigo”, descreveu.
Esmeralda garantiu que tudo estava indo bem até quando a adolescente foi fazer a prova no colégio e não voltou mais. “Na quinta de manhã ela apareceu aqui com o namorado e não os deixei entrar, porque tenho medo. De tarde foi encontrada morta. O que eu quero agora é a Justiça e a prisão do assassino”, pediu a mãe.
A Polícia Civil de Curitiba é quem investiga o caso. O nome do possível autor já está com as autoridades.