Gaeco deflagra duas operações contra o tráfico; um policial civil e outro militar foram detidos




operacao gaeco1
Duas operações acontecem nesta quarta-feira – Foto: Antonio Nascimento/Banda B

Por Denise Mello e Antonio Nascimento

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco)deflagrou duas operações nesta quarta-feira (18) para prender vários suspeitos de tráfico de drogas que atuam em Curitiba, região metropolitana e litoral do Paraná. A Operação Tatuquara visa cumprir vários mandados de prisão de traficantes, já a Operação Perfídia é mais abrangente e, segundo a assessoria do Ministério Público do Paraná (MP-PR) também tem relação com o tráfico de drogas. A assessoria confirmou, conforme a Banda B adiantou no início da manhã, que um policial civil aposentado há dois anos foi preso na Operação Perfídia. Ele foi detido em casa, no bairro Cajuru. Também está entre os detidos um soldado da Polícia Militar. Ao todo, até às 9 horas, doze pessoas foram presas.
As duas operações têm o apoio da Polícia Militar do Paraná. Cerca de 200 policiais participam das ações para cumprir mandados de prisão e pelo menos 29 mandados de busca e apreensão emitidos pela 12ª Vara da Justiça de Curitiba. Viaturas da ROTAM e da RONE chegam a todo momento à sede do Gaeco no bairro Ahú, em Curitiba.
No local, a Banda B flagrou a chegada de alguns detidos. Entre eles, estava um casal que foi preso com 830 gramas de crack. A prisão aconteceu na casa dos dois, no bairro Xaxim.
A assessoria do MP-PR disse que, por enquanto, são apenas essas informações que podem ser divulgadas.