Mãe agarra filha e é atingida por bala perdida em tiroteio na Vila Torres; gangues estão em guerra


Por Luiz Henrique de Oliveira e Roberto Romanowski


Um tiroteio movimentou a Vila Torres, na Rua Chile, no bairro Prado Velho, na noite desta terça-feira (10). É o segundo dia seguido que a Polícia Militar precisa atender uma situação de troca de tiros entre bandidos nesta região de Curitiba. Uma jovem de 19 anos foi vítima de uma bala perdida e levou um tiro no ombro. Ela se abraçou a filha para evitar que a menina fosse atingida.
Segundo o cabo Bezerra, do 12º Batalhão da Polícia Militar, ocupantes de dois veículos, um Siena Cinza e uma Land Rover Preta, começaram a trocar tiros, por volta das 19h00. “Uma mulher identificada como Bruna dos Santos, de 19 anos foi atingida no ombro. A jovem é moradora da região e teria ido buscar a filha de apenas 3 anos na escolinha”, contou o cabo.
Bruna e estava andando pela Rua Chile e se deparou com o tiroteiro. A mulher abraçou a filha, na tentativa de proteger a criança e acabou sendo baleada no ombro. Ela foi encaminhada ao Hospital do Trabalhador e passa bem. A criança nada sofreu.
“Fizemos buscas, mas infelizmente ninguém foi preso. A situação está complicada nessa região. A troca de tiros deve estar relacionada ao tráfico de drogas”, concluiu o cabo.