Ministério Publico denuncia 19 no caso Thayná

Gaeco denuncia 19 por tortura aos presos do caso Tayná

20130801-175859.jpg
O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) denunciou hoje 19 pessoas por tortura. Em alguns casos o crime está relacionado ao crime de caráter sexual, lesão corporal e abuso de autoridade. Do total dos denunciados, 15 são os que foram presos anteriormente pelo órgão nos últimos dias. Completam os denunciados, um preso, um guarda municipal, um ex-policial militar que trabalhava de forma irregular na delegacia do Alto Maracanã e um policial civil que estava afastado. 
Entre os denunciados estão 10 policiais civis e o delegado Silvan Pereira, ex-delegado do Alto Maracanã. Uma pessoa foi denunciada por falso testemunho e uma por lesão corporal. A tortura é considerada crime hediondo, que são aqueles considerados de grande potencial ofensivo. Mais de 60 pessoas foram ouvidas pelo Gaeco para verificar se as torturas realmente ocorreram.
Uma cassetete compatível com as marcas das agressões nos presos foi encontrado na Delegacia de Campo Largo. Uma máquina de choque foi apreendida na casa de um policial civil.
Fonte: Blog da Joice

Nefrologista alerta sobre benefícios da prevenção de doenças renais




Levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Nefrologia aponta que mais de 10 milhões de brasileiros possuem alguma disfunção renal crônica, que na grande maioria desconhece o problema. Atualmente, apenas 100 mil pessoas passam por tratamento. Cerca de 70% dos pacientes em tratamento desconhecem a existência da doença até o aparecimento de sintomas. No entanto, as pessoas só começam a apresentar os primeiros sinais quando já perderam 50% dos rins.
Segundo o nefrologista Francisco Habermann, os rins dependem do bom estado de todo o sistema cardiovascular. “Neste sentido, a prevenção começa desde o combate ao tabagismo, à obesidade, especialmente a hipertensão ou pressão alta, colesterol alto, hiperglicemia ou diabetes e outras variações do estado vascular do organismo como um todo. Os rins são a via final comum das lesões cardiovasculares. Daí a importância da prevenção das doenças cardiovasculares e renais, através do check-up regular. Quem controla a pressão arterial dentro dos limites considerados normais está preservando a função renal”, destaca.
O especialista ressalta que o diagnóstico precoce evita a evolução da doença e reduz a velocidade de progressão da doença, especialmente pelo fato de ser um problema silencioso. “De maneira geral, os pacientes são surpreendidos pelos acometimentos renais, que são subsequentes à ação do diabetes, da hipertensão e do colesterol alto em longo prazo. De modo que a lesão renal é progressiva, lenta e silenciosa. Porém, quando é possível tratar, percebe-se que o tratamento é altamente caro para o país”, completa.
Além disso, manter hábitos saudáveis que previnem o desenvolvimento das doenças renais reduz a chance do paciente precisar de diálise, processo que substitui a função que os rins deixam de realizar. O tratamento é indicado para pacientes que têm em torno de 10% da função renal. A diálise é feita de três a quatro vezes por semana para que seja possível filtrar uma quantidade suficiente de sangue.

Fonte: JM Online – 27/07/2013        

ABCDT pede reajuste no preço da hemodiálise



ABCDT e SBN participaram de reunião com o Ministério da Saúde

E-mailImprimirPDF
A ABCDT representada pelo seu presidente, Dr. Hélio Vida Cassi, e a SBN representada pela diretora do departamento de diálise, Dra. Carmen Tzanno, se reuniram com o diretor do Departamento de Regulação, Acesso e Controle da Secretaria de Assistência à Saúde do Ministério da Saúde – DRAC/SAS/MS, Dr. Fausto Pereira dos Santos na última quarta-feira (24/07/2013) no Ministério da Saúde, em Brasília. A reunião ocorreu em clima de cordialidade.
O DRAC é o departamento da Secretaria de Atenção à Saúde chefiada pelo Dr. Helvécio Miranda Magalhães Júnior, que estuda e avalia o impacto de todos os gastos dentro do Ministério. 
O Dr. Fausto mostrou conhecimento detalhado sobre vários assuntos do Sistema Único de Saúde - SUS.  Entre eles foram discutidos:
1)Aumento para a Diálise: foi exposto as dificuldades das clínicas e solicitado o reajuste urgente no reembolso. O diretor afirmou que em setembro fará uma avaliação completa dos gastos do último ano no MS e acredita que haverá eventuais sobras que poderiam ser direcionadas para o setor diálise, recompondo alguma coisa no preço.
2)Atrasos nos repasses dos pagamentos pelos gestores locais: ele já havia enviado uma carta aos secretários de saúde dos estados e municípios envolvidos, solicitando explicações. As entidades Relataram que essa iniciativa não resolveu o problema. Então ficou definido que o Ministério fará uma nova comunicação, explicando o adiantamento de um mês no repasse já anteriormente acertado, alertando sobre a necessidade de que as regras sejam cumpridas. O Dr. Fausto afirmou ainda que fará parte do documento de contratualização entre o SUS e a clínica,  uma cláusula específica para esse fim, oficializando a obrigação do gestor de repassar o pagamento dentro do prazo. Nesse contrato também haverá uma cláusula de reajuste automático do valor da diálise, de acordo com um dos índices de inflação aceitos hoje no Brasil. 
Esta informação é bastante satisfatória, pois até hoje não havia nenhuma iniciativa nesse sentido, e tendo aumento automático de forma regular, pelo menos as clínicas terão seus ganhos corrigidos conforme a inflação. Isso também as obriga a brigar de forma contundente por melhor remuneração, para que possam sair de um patamar mais justo e, em cima dele, obter os reajustes automáticos prometidos.
3)Tetos e ou cotas nas diálises: Muitos prestadores autorizam as APACS e depois não pagam a diálise alegando falta de teto. O Dr. Fausto liberou para esse mês de julho a importância de R$74.000.000,00 para recompor esses tetos. A ABCDT e a SBN solicitaram que isso fosse feito pelo menos a cada seis meses e houve anuência por parte do Dr. Fausto à respeito. Assim o problema ficaria melhor equacionado.
4)Dívidas das Clínicas: Há uma medida provisória no Congresso Nacional para recompor o valor das dívidas de prestadores filantrópicos. As clínicas de diálise não fazem parte desse movimento. Mas as entidades solicitaram a participação nesse movimento. Também foi solicitado um programa especial de financiamento às clínicas junto ao Banco do Brasil ou a Caixa Econômica Federal para recomposição de capital, pagamento de dívidas anteriores, reformas ou ampliações e compra de equipamentos. O Dr. Fausto afirmou que tratará do assunto junto aos gestores dos Bancos Estatais para ver o que pode ser feito. Mas acredita que possa ajudar as clínicas nesse sentido.
Foi agendada uma nova reunião para o fim de setembro, a fim de continuar essas negociações.
P.S. Ainda não há notícias sobre as consultas públicas da nova RDC 154/04 e do plano de atendimento em rede do Ministério da Saúde para o paciente renal.  Ambas foram prometidas para o mês de julho/2013.  Os documentos estão prontos e quando publicados deverão passar pelo crivo de toda a nefrologia brasileira, e espera-se que toda a classe nefrológica se manifeste intensamente. 
Atenciosamente,
Dr. Hélio Vida Cassi
Presidente da ABCDT

Sobe para 44 o número de mortos pela gripe no PR



Mais seis mortes foram confirmadas no estado desde o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde. Maioria dos casos é causada pelo vírus Influenza A H1N1
Mais seis mortes causadas pela gripe no Paraná foram confirmadas pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Com isso, o número de falecimentos sobe para 44 desde o início do ano. As novas mortes foram registradas entre os dias 11 e 21 de julho nas cidades de Curitiba, Cascavel, Umuarama, Grandes Rios, Terra Boa e Colorado.
Prevenção
E para se manter longe da gripe, a Sesa dá algumas orientações:
- Tomar a vacina contra a gripe
- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão
- Evitar tocar os olhos, boca e nariz
- Não compartilhar objetos de uso pessoal
- Cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou lenço descartável ao tossir ou espirrar
- Manter os ambientes arejados, com portas e janelas abertas.
Foram confirmados 1.069 casos da doença no estado desde janeiro, segundo o boletim divulgado pela Sesa nesta segunda-feira (29). A maioria deles – 479 – foi causada pelo vírus Influenza A H1N1. No balanço anterior, publicado na última segunda-feira (22), o número de ocorrências era de 906.
A maior parte dos casos foi registrada em Curitiba e na Região Metropolitana – que concentraram 16,8% das ocorrências, ou 180 casos. Desse total, 114 foram em Curitiba e 71 foram causados pelo vírus H1N1. A região de Londrina teve 105 casos confirmados e Maringá 102.
De acordo com a série histórica da secretaria, o H1N1 é o vírus da gripe que mais circula desde 2009, ano da pandemia mundial.

Sintomas


A Sesa alerta para que as pessoas procurem um médico assim que apresentarem algum dos sintomas da gripe. São eles: febre repentina, tosse, dor de garganta, dor de cabeça, dores musculares, dores nas articulações, dores nas costas, falta de ar, cansaço e calafrios.

Polícia Civil troca 21 titulares de delegacias e subdivisões


Desde que Riad Braga Farhat assumiu, na última segunda, ele já promoveu a troca de 38 divisões da corporação. Nesta rodada, titulares de delegacias da capital foram trocados
O comandante da Polícia Civil, Riad Braga Farhat, promoveu nesta quinta-feira (1º) a troca de 21 titulares de delegacias da capital e de subdivisões da corporação no interior (veja lista abaixo). Desde que assumiu, na última segunda-feira (29), o novo delegado-geral da PC já promoveu a troca de 38 chefes de delegacias e outras unidades. Desta vez, titulares das delegacias da capital entraram na lista dos nomeados.
No Núcleo de Repressão aos Crimes Econômicos (Nurce) entra agora Robson Cezar da Silva Barreto. Já na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), Cassiano Lourenço Aufiero está à frente dos trabalhos. A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) foi assumida por Francisco Alberto Caricati e a Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC) fica sob o comando de Marcelo Lemos de Oliveira.

No Litoral, a 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá ficará a cargo a partir de agora de Italo Cesar Sega. No Norte, a 17ª Subdivisão Policial de Apucarana terá o comando de José Aparecido Jacovós.
Troca de comando na polícia
O comando oficial da Polícia Civil foi transferido oficialmente para Riad Braga Farhat na manhã da última segunda-feira (29), em Curitiba, em meio à investigação polêmica do caso do assassinato da adolescente de 15 anos Tayná Adriane da Silva. Em uma cerimônia oficial no Canal da Música, o novo delegado-geral assumiu no lugar de Marcus Vinicius Michelotto, que ocupou a função de janeiro de 2011 até esta segunda. Este último disse que colocou o cargo à disposição e que não foi um caso isolado que provocou seu desgaste.
Quando assumiu, Farhat disse que ficou surpreso com a indicação de seu nome para o cargo, já que sempre foi um crítico da instituição. Ele prometeu dar a “cara dele” para a corporação e antecipou que mudanças seriam feitas no rumo da instituição, inclusive com a troca de comando nas delegacias especializadas.
Nomeados nesta quinta (1º)
- Robson Cezar da Silva Barreto – Núcleo de Repressão aos Crimes Econômicos (Nurce)
- Vinícius Augusto de Carvalho – Delegacia de Vigilâncias e Capturas (DVC)
- Araci Carmen Costa Vargas - Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride)
- Itiro Hashitani - Serviço de Polícia Interestadual (Polinter) 
- Italo Cesar Sega - 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá
- José Aparecido Jacovós - 17.ª Subdivisão Policial de Apucarana
- Ernila Paula Tapie Martins - Subdivisão Administrativa Auxiliar (SAA)
- Oswaldo Domingos Lotti - Subdivisão de Transporte e Manutenção (STM)
- Benedito Gonçalves Neto - delegado-adjunto da Divisão de Infraestrutura (DIE)
- Paula Christiane Brisola - delegada-adjunta da Divisão de Polícia Especializada (DPE) e Coordenadoria das Delegacias da Mulher do Paraná (Codem) 
- Daniela Correa Antunes Andrade - Delegacia de Crimes Contra a Economia e Proteção ao Consumidor (Delcon)
- Luciana de Novaes - Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria)
- Renato Bastos Figueiroa - Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA)
- Samia Cristina Coser - Núcleo de Repressão aos Crimes Contra a Saúde (Nucrisa)
- Amarildo José Antunes - Delegacia do Adolescente (DA)
- Marcia Rejane Vieira Marcondes - Delegacia da Mulher (DM)
- Rodrigo Brown de Oliveira - delegado-titular da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran)
- Eric Tutia Guedes - delegado-adjunto da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran)
- Cassiano Lourenço Aufiero - Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV)
- Francisco Alberto Caricati - Delegacia de Furtos e Roubos (DFR)
- Marcelo Lemos de Oliveira - Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC)

Fonte: Gazeta do Povo