BETI PAVIN, PREFEITA DE FATO E DE DIREITO


Nilton Parceiros do Rim e a prefeita Beti Pavin




A nossa prefeita Beti Pavin acaba de ser julgada pelo TRE - PR e por 6 x 0 confirma a decisão do Ministro Marco Aurélio de Mello do TSE. A partir de agora acaba todas as duvidas jurídicas.    Nossa cidade  voltará ao crescimento que todos esperam,  a COLOMBO QUE QUEREMOS




RECURSO CONTRA EXPEDIÇÃO DE DIPLOMA Nº 40-25.2013.6.16.0049

PROCEDÊNCIA: COLOMBO-PR (49ª ZONA ELEITORAL - COLOMBO)


RELATOR: DR. JOSAFÁ ANTONIO LEMES


REVISOR: DR. JEAN CARLO LEECK


SÚMULA:
RECURSO CONTRA EXPEDIÇÃO DE DIPLOMA - INELEGIBILIDADE - REJEIÇÃO DE CONTAS PÚBLICAS - ART. 1,º, I, 'G', LC N.º 64/90 - PEDIDO DE CASSAÇÃO DE DIPLOMA

RECORRENTE(S)
: PARTIDO SOCIAL CRISTÃO - PSC, (Diretório Municipal de Colombo - Pr.)
Advogado
: Guilherme de Salles Gonçalves
Advogado
: Luiz Eduardo Peccinin
Advogado
: Cassio Prudente Vieira Leite
Advogada
: Carolina Puglia Freo
RECORRENTE(S)
: JOSÉ VICENTE DE LIMA
Advogado
: Paulo Cezar de Cristo
RECORRIDO(S)
: IZABETE CRISTINA PAVIN
RECORRIDO(S)
: ADEMIR GOULART
Advogado
: Fernando Gustavo Knoerr
Advogada
: Viviane Coêlho de Séllos Knoerr
Advogado
: Nildo José Lubke
Advogada
: Mariane Yuri Shiohara

(O julgamento destes autos foi adiado para esta data em razão de deferimento de pedidos de preferências formulados pelos Drs. Cassio Prudente Vieira Leite e Fernando Gustavo Knoerr, na sessão do dia 10/09/2013)





Agosto registra aumento de 98% no número de trabalhadores colocados no mercado de trabalho em Colombo


Acréscimo foi verificado pelas Agências do Trabalhador e é resultado de projetos municipais e de parcerias com o governo estadual e empresas

Agosto registra aumento de 98% no número de trabalhadores empregados
Todos os meses a secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Turismo, através das duas unidades da Agência do Trabalhador, atua afim de facilitar a inserção de moradores de Colombo no mercado de trabalho. No último levantamento, realizado em agosto, foi registrado um aumento de 98% de trabalhadores que foram colocados e direcionados para as vagas disponíveis. Estes dados representam um comparativo realizado em relação ao mesmo período do ano passado.
No último mês de agosto, foram abertas 251 vagas em Colombo, e destas, 173 saíram empregados. Já no mês de agosto de 2012, foram disponibilizadas 246 oportunidades e colocados apenas 88 trabalhadores no mercado. Um dos fatores para este aumento do número de trabalhadores colocados nas vagas de empregos é resultado das parcerias que o município vem fazendo com o objetivo de atrair empresas e indústrias para Colombo, como explica o secretário da Indústria, Comércio e Turismo, Antônio Ricardo Milgioransa.
“Firmamos parcerias com empresas para que possam ampliar as vagas de emprego, facilitando também a instalação de novas indústrias no município, além de contar com o apoio do governo do Paraná”, disse. Além disso, os programas ofertados pelas Agências do Trabalhador da cidade tem papel fundamental na ampliação do número de trabalhadores recolocados nas vagas de emprego, conforme esclarece o gerente da Agência do Trabalhador, Leandro Maschio.
“Trabalhamos para informar e orientar os trabalhadores, com projetos e iniciativas que garantam maior abrangência na oferta de vagas e oportunidades, como é o caso do Programa de Intermediação de Mão de Obra realizado entre empresas e trabalhadores”, declara.
Agências do Trabalhador fornecem auxílio e informações para trabalhadores e empresas
Moradores de Colombo que estão buscando uma oportunidade no mercado de trabalho, seja para o primeiro emprego ou recolocação profissional, podem ir até uma das agências e fazer o cadastro, para terem acesso às vagas disponíveis. É possível visualizar as vagas disponíveis para cada perfil pela internet, bastando fazer a atualização e habilitação do cadastro na Agência do Trabalhador, de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.
Serviço:
Agência do Trabalhador – Maracanã – Rua Durval Ceccon, 664, Park Shopping Colombo. Telefone: 3666-6066
• Agência do Trabalhador – Sede – Rua Venâncio Trevisan, 111. Telefone: 3656-5001.
Fotos: Bruno do Carmo/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Funcionário da Copel morre eletrocutado durante manutenção no Santa Felicidade



Um funcionário da Copel morreu eletrocutado no começo da tarde desta quinta-feira (12) enquanto fazia um trabalho de manutenção na rede elétrica do bairro Santa Felicidade, na região noroeste de Curitiba. De acordo com o cabo Trindade, do Corpo de Bombeiros, Lauro Madalena Leffel, 50 anos, os funcionários estavam trabalhando com a rede ligada a uma voltagem de 13.480 wolts.
“Assim que chegamos ao local verificamos que ele até utilizava a proteção individual, mas devido ao choque no pescoço ele ainda acabou arremessado a uma altura de pelo menos dez metros”, comentou.
Outro funcionário, Nereu Marcelo Romano Paes, de 39 anos, também sofreu ferimentos leves, mas afirmou que sofreu um mal súbito ao ver a queda do amigo. O acidente de trabalho aconteceu na Avenida Manoel Ribas.
A Banda B entrou em contato com a assessoria de Copel que informou que lamenta profundamente o acidente. O profissional foi prontamente socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu. Técnicos da área de segurança do trabalho da Companhia estão no local e será instaurado um procedimento administrativo interno para apurar as causas do acidente.
A Companhia se solidariza à família e está prestando toda a assistência necessária. O eletricista fazia uma manutenção de rotina no momento do acidente. Era um profissional reconhecidamente capacitado e com grande experiência na tarefa que executava.
Segunda morte
Loesel foi à segunda vítima fatal de acidente de trabalho nesta quinta-feira. Pela manhã um operário teve uma queda de 5 metros em Piraquara, na região metropolitana. Felino dos Santos, 33 anos, também foi esmagado por uma estrutura metálica, não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

Fonte: Banda B

Secretaria de Meio Ambiente de Colombo intensifica fiscalização na região rural


Ação visa frear as vendas de propriedades subdivididas com frações a menor que o permitido e com impactos ambientais

A preservação do meio ambiente passa necessariamente pelo controle da ocupação desenfreada no meio rural
Para fazer frente à pressão do crescimento urbano sobre o meio rural cada vez maior no município, no entorno dos grandes centros. Este é o grande desafio no Planejamento e Gestão das Cidades. Atraídos pelo menor valor dos imóveis no meio rural, pessoas se tornam alvos fáceis quando adquirem áreas próximas aos ao perímetro urbano, sem as necessárias informações sobre as regras de ocupação de solo em área rural.
Justamente por isso, o trabalho de orientação e fiscalização vem sendo intensificada para evitar esta, que tem sido uma prática crescente no município de Colombo, ganhe proporções ainda maiores e a Prefeitura mantém em alerta seus setores, para reduzir os atos que são principalmente danosos ao meio ambiente. Segundo a Engenheira Ambiental e Diretora do Departamento de Meio Ambiente Daniele Costacurta Gasparin, alguns cuidados são importantes serem observados quando da compra destes imóveis. “A primeira questão é sempre pedir o registro de imóveis do terreno para saber qual é a área total deste terreno e saber se é possível comprar uma parte deste terreno que tem que ser no módulo de no mínimo 20 mil metros quadrados porque esta é a fração mínima de um lote no meio rural. Qualquer compra fora dos limites da legalidade, vai trazer muitos transtornos. O ideal é que antes de adquirir qualquer imóvel a pessoa deve procurar o Cartório do Registro de Imóveis, e a Prefeitura para ter todos os esclarecimentos necessários”. Disse.
Para o Secretário de Meio Ambiente José Carlos Moretti do Amaral, o alerta é necessário e o combate à estas ações tem sido diário tanto pela prefeitura quanto por outros órgãos de fiscalização, inclusive pelo Ministério Público.
Foto: João Le Senechal

Programa ajuda empresas e pessoas na busca pela vaga de emprego


Intermediação é feita através das duas agências do trabalhador de Colombo; projeto pretende facilitar o recrutamento e seleção de candidatos

Promover o encontro entre pessoas que estão em busca de um emprego e empresas à procura de mão de obra é o principal objetivo do Programa de Intermédio de Mão de Obra, projeto disponível nas duas agências do Trabalhador de Colombo, por meio da Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Turismo.
O projeto, desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária (SETS), é gratuito e contribui para que serviços de recrutamento, seleção e convocação sejam feitos de maneira mais fácil e descomplicada, auxiliando empregadores e futuros contratados.
São oferecidos serviços que vão desde o cadastro do empregador no sistema, abertura de vagas no perfil desejado pelo empregador, convocação de candidatos, encaminhamento de candidatos com o perfil estabelecido pelo empregador, infraestrutura para entrevistas e seleção no espaço das Agências do Trabalhador.
De acordo com o secretário da Indústria, Comércio e Turismo, Antônio Ricardo Milgioransa, o benefício da implantação desse programa na cidade é visível na produtividade das Agências do Trabalhador de Colombo. “Mensalmente notamos o resultado positivo do intermédio entre as empresas e as pessoas que buscam emprego. Até o mês de agosto deste ano, por exemplo, aumentamos 98% o número de trabalhadores colocados no mercado de trabalho em relação ao mesmo período do ano passado”, expõe Milgioransa.
Para se cadastrarem no programa os empregadores devem apresentar os seguintes documentos, caso sejam registrados na pessoa jurídica: cartão do CNPJ da empresa ou CEI (Cadastro Especial do INSS), efetuando a consulta junto à Receita Federal na internet no site: www.receita.fazenda.gov.br, onde será verificado se o CNPJ informado pelo empresário está ativo/válido. Caso o empregador seja pessoa física deverá levar uma cópia do RG e CPF.
O cadastro deve ser feito de duas formas, ou pessoalmente, nas duas agências do trabalhador ou pelo telefone. Após isso, o empregador pode ofertar as vagas existentes, especificando as necessidades de cada uma, para que fique disponível no sistema para os interessados.
• Agência do Trabalhador – Maracanã – Rua Durval Ceccon, 664, Park Shopping Colombo. Telefone: 3666-6066
• Agência do Trabalhador – Sede – Rua Venâncio Trevisan, 111. Telefone: 3656-5001.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br