Cerca de 30 mil pessoas foram afetadas por incêndio na Electrolux


Estimativa é da Defesa Civil. Bombeiros orientam cidadãos que frequentam locais em um raio de até 3 km do depósito incendiado a evitar a região por causa da fumaça tóxica

O incêndio que destruiu totalmente o depósito da fabricante de eletrodomésticos Electrolux nesta terça-feira (17), na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), afetou cerca de 30 mil pessoas, segundo estimativa da Defesa Civil. Entre elas estão moradores, trabalhadores e alunos de escolas da região. Segundo o Corpo de Bombeiros, quem frequenta regiões que ficam dentro de um raio de três quilômetros do local do incêndio deve se afastar para não inalar a a fumaça tóxica que foi dispersada pelo vento e contribuiu para o aumento do número de afetados.
Médicos temem pneumonia química
Os médicos Rodrigo Schurt e Alexandro Ziliotto, da US Moradias da Ordem, informaram à reportagem que não receberam nenhuma informação sobre o tipo de material que está queimando no depósito. Eles disseram que nesse exato momento não é tão importante saber, já que todos os atendimentos seguem um procedimento-padrão. Mas a partir de amanhã, segundo eles, esse dado será necessário para o melhor tratamento dos atingidos pela fumaça.
Uma fuligem preta começou a se acumular nas casas e poças de água da região. Os médicos alertam que a inalação deste material é perigoso e eles acreditam que pessoas vão comparecer nas unidades de saúde a partir desta quarta com sintomas de pneumonia química. Ambos alertam que os moradores da região que têm as casas afetadas pela fumaça e que insistem em ficar nas residências têm mais chance de desenvolver o problema.
Até o final da tarde desta terça-feira (17), quarenta e seis bombeiros continuavam no local trabalhando para conter as chamas, que só devem ser extintas totalmente na quarta-feira (18). Ainda não há previsão de quando será seguro para os moradores retornarem às suas casas, já que o vento instável não ajuda a dissipar a fumaça. Segundo a Tenente Tamires, dos Bombeiros, se voltar a chover na quarta-feira (18), pode ser que a situação melhore. De acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, no entanto, não há previsão de chuva até o fim desta semana.
Das 30 mil pessoas afetadas, apenas 42 haviam se dirigido ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Santa Rita até as 18h, de onde saíram ônibus que as levariam a dois abrigos. “Muitos moradores não querem sair de suas casas, mas, caso alguém mude de ideia, a Defesa Civil estará de prontidão para conduzi-los aos abrigos”, informou o inspetor João Batista dos Santos, coordenador técnico da Defesa Civil. A assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM) garantiu que, para manter a segurança das casas e evitar supostos saques, há reforço do policiamento na região.
A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) reforça a orientação dos Bombeiros para que os moradores deixem suas residências temporariamente, considerando que os sintomas da inalação da fumaça tóxica podem durar até uma semana depois que ela for aspirada. Desde a manhã desta terça, 109 pessoas foram atendidas nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e nas Unidades de Saúde (US) do Pinheirinho. A US Moradias da Ordem, no bairro Tatuquara, foi fechada por determinação da Defesa Civil para não expor os funcionários à fumaça tóxica. Os hospitais do Trabalhador, do Idoso e Evangélico estão prontos para oferecer atendimento a quem necessitar.
O incêndio
O fogo começou por volta das 4h da madrugada desta terça e começou bem no meio do barracão de 40 mil metros quadrados que era usado para o depósito de refrigeradores, segundo o major Edson Manassés, coordenador do trabalho de combate ao incêndio. Oitenta funcionários trabalhavam no local quando o fogo começou, mas todos conseguiram sair sem ferimentos.
A equipe de 12 brigadistas da empresa Electrolux tentou conter as chamas no início e oito deles foram encaminhados para serem examinados no Hospital Santa Cruz. Desses, cinco precisaram de atendimento especial por causa da quantidade de fumaça inalada.
Ainda não se sabe o que causou o incêndio, mas as causas devem começar a ser investigadas assim que as chamas forem totalmente contidas.
Resposta da empresa


Procurada pela reportagem, a Electrolux informou que trabalha em conjunto com a Defesa Civil e os Bombeiros para conter a situação e minimizar os impactos na região. A empresa informa que “está disponibilizando unidades de saúde e assistência social”.

Funcionários dos Correios entram em greve no PR a partir da meia-noite



Servidores no estado segue movimento de outros seis sindicatos e paralisam atividades a partir desta quarta-feira. Decisão foi tomada em assembleias realizadas nesta terça-feira (17)

Assembleias do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná (Sintcom-PR) realizadas nas cidades de Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Foz do Iguaçu e Cascavel na noite desta terça-feira (17) decidiram que os servidores da categoria vão entrar em greve a partir da meia-noite de quarta-feira (18).
Neste ano, os grevistas decidiram adotar uma postura diferente em relação às paralisações de anos anteriores. “Vamos fazer piquetes em frente aos CDDs (Centros de Distribuição Domiciliária) durante a manhã para convencer os trabalhadores a se juntarem ao movimento”, informou o diretor-executivo do Sintcom-PR, Luiz Henrique Ferreira. Em Curitiba, há CDDs nos bairros Novo Mundo, Portão, Santa Cândida e Bacacheri.
À tarde, acontece uma assembleia no prédio central dos Correios na capital, que fica na Rua João Negrão, para determinar os próximos passos a serem adotados pela categoria.
Movimento nacional
A decisão do Paraná segue a adotada por outros seis sindicatos em Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Sul, Tocantins, São José dos Campos (SP) e Vale do Paraíba (SP). A reunião feita entre a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafo (ECT) nesta terça-feira (17) terminou sem acordo. A Fentect, que representa trabalhadores dos Correios em algumas regiões do Brasil, rejeitou a proposta da ECT.
O encontro aconteceu no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Em nota, o órgão informou que o vice-presidente do tribunal, ministro Antônio José de Barros Levenhagen - que presidiu a audiência - encerrou os trabalhos após as partes não chegarem a um entendimento, devido à resistência da federação de trabalhadores. O ministro Levenhagen apresentou uma proposta para que a categoria não entrasse em greve antes de uma tentativa de acordo no TST.
O TST informa também que a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Correios (Findect) não compareceu à audiência e encaminhou petição informando que os sindicatos filiados a ela já haviam celebrado acordo com a estatal. Os trabalhadores dos Correios das bases de São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru, Tocantins, Rio Grande do Norte e Rondônia, ligados à Findect, aceitaram na sexta-feira (13) a proposta feita pela ECT, e por consequência, o fim da greve.
Segundo os Correios, o ministro do tribunal chegou a ressaltar que proposta econômica feita pela ECT era satisfatória. A empresa ofereceu reajuste de 8% nos salários (o que, segundo a ECT, repõe integralmente a inflação do período, de 6,27%, e garante ganho real de 1,7%); de 6,27% nos benefícios; pagamento de vale extra no valor de R$ 650,65, a ser creditado em dezembro; e Vale Cultura, dentro das regras de adesão ao programa implementado pelo governo federal.

Fonte: Gazeta do Povo

Empresários e trabalhadores do ramo alimentício terão curso em Colombo


Licença Sanitária e Boas Práticas na Manipulação de Alimentos é tema de curso ofertado pela Prefeitura aos comerciantes da cidade

Com o objetivo de orientar para evitar a necessidade de punir a Prefeitura de Colombo, através da Vigilância Sanitária está realizando mais uma edição do curso “normas e boas práticas na manipulação de alimentos RDC nº216/2004 – ANVISA” que será realizada no dia 24 de Setembro às 09 horas no auditório da Regional Maracanã no Colombo Park Shopping.
O evento vai reunir proprietários, gerentes e funcionários de panificadoras, supermercados, sorveterias, pizzarias, bares, lanchonetes, restaurantes e comércio de alimentos em geral. A preocupação é oferecer informações sobre os cuidados essenciais na manipulação de alimentos, a fim de diminuir o índice no município de intoxicação causada por ingestão de alimentos contaminados. Outro assunto, que vai chamar a atenção dos comerciantes presentes, será a orientação sobre os procedimentos e documentação necessária para obter a licença sanitária de funcionamento. Aspectos sobre a renovação anual da licença sanitária que não é automática e totalmente necessária para o funcionamento legal do estabelecimento evitando as infrações.
As vagas são limitadas e para garantir a inscrição os interessados devem enviar e-mail alimentos.visa@colombo.pr.gov.br ou vigilanciasanitaria@colombo.pr.gov.br até o dia 20/09, ofertando nome completo, RG, telefone, nome do estabelecimento e CNPJ. Quem desejar maiores informações poderá ligar para a vigilância Sanitária através dos telefones 3656-3606 ou 3656-3697.

EXPOSIÇÃO NO COLOMBO PARK SHOPPING

ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “AGRADECENDO A GENTE”, com pinturas de Mônica Priori

ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “AGRADECENDO A GENTE”, com pinturas de Mônica Priori
17 de setembro, a partir das 14h
Galeria de Arte do Sesc Colombo (2º piso do Colombo Park Shopping – Rua Dorval Ceccon, 664 – Jd. Fátima – Colombo)
Período expositivo: 17 de setembro a 15 de novembro
2ª a 6ª das 9h às 18h
Informações e agendamentos para visitação de grupos: 3621-8901
ENTRADA GRATUITA

Trabalho social realizado em Colombo ganha apoio do governo estadual


Durante o encontro foram discutidos os trabalhos desenvolvidos na cidade e a parceria que pode ser desenvolvida entre Estado e município

Durante a reunião foram apresentadas para a secretária da Família e do Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, as ações desenvolvidas pela Secretaria da Ação Social e Trabalho de Colombo
Aconteceu nesta terça-feira (17) a reunião que tratou do apoio que a Secretaria da Família e Desenvolvimento Social está disposta a dar aos trabalhos desenvolvidos pela Secretaria da Ação Social e Trabalho, em Colombo. Participaram a prefeita, Beti Pavin, e as secretárias Maria da Silva Souza, municipal, e Fernanda Richa, estadual.
A prefeita explicou que a reunião teve como principal objetivo expor todos os trabalhos desenvolvidos e buscar uma parceria que possa auxiliar no desempenho de todas as ações. “Realizamos este encontro com o intuito de fortalecer o processo da gestão da assistência social em Colombo, tanto na esfera estadual quanto municipal. Nós queremos o apoio técnico, logístico e financeiro da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, representada pela Fernanda, e, através disso, melhorar de forma considerável o trabalho realizado nos Centros de Convivência, nos Cras e no Creas, em Colombo”, disse Beti Pavin.
É nos 25 Centros de Convivência, nos seis Cras (Centros de Referência de Assistência Social) e no Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), em Colombo, que acontecem as principais ações desenvolvidas pela secretaria e o apoio pretende implementar todas estas iniciativas na rede do Sistema Único de Assistência Social (Suas). O fomento à capacitação profissional e de geração de renda também é alvo desta parceria. Mais de 1000 pessoas foram capacitadas nas mais diversas áreas profissionais no primeiro semestre de 2013 e outras mil devem receber a capacitação no segundo semestre. O resultado é uma maior geração de renda para as famílias e desenvolvimento econômico para o município.
O trabalho desenvolvido
O resultado da reunião é uma parceria, cujo apoio técnico, logístico e financeiro do governo estadual, vai melhorar de forma considerável o trabalho realizado nos Cras, Creas e Centros de Convivência
A Secretaria da Ação Social e Trabalho atende desde crianças e adolescentes, de seis a 15 anos, até os idosos colombenses. O trabalho mantém a política de atendimento, priorizando o Programa de Atendimento Integral às Famílias (PAIF), nos Cras, que já atendeu mais de mil famílias, além de implantar o Programa Família Paranaense, ampliando ainda mais este número.
A secretária municipal, Maria da Silva Souza, conta quais são as principais metas para esta parceria que as secretarias pretendem firmar. “A principal política de trabalho é desenvolver ações de prevenção e de atendimento às vítimas de todas as formas de violência – mulher, criança, idoso – e minimizar os danos que esta violência ou abandono dos menos favorecidos causam em âmbito psicológico, financeiro e social. Para isso temos que desenvolver uma política preventiva e protetiva,” explica Maria.
Diversos projetos funcionam hoje no município, entre eles o Projeto Atitude e o Projeto Nosso Jovem que promovem principalmente o desenvolvimento global da criança e do adolescente nos aspectos culturais e sociológicos. Além disto, mais de 1200 idosos participam de atividades nos Centros de Convivência. “O apoio recebido por nós, do estado, vai fazer com que todo este trabalho seja otimizado. Este esforço aumenta a qualidade de vida para a população que realmente precisa de governo,” finaliza a prefeita Beti Pavin.
Fotos: Bruno do Carmo/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA CHAPAS INTERESSADAS EM DISPUTAR ELEIÇÕES DA ASSEMCO






Senhores(as) Associados(as):

Os interessados em apresentar Chapa para concorrer ao pleito do triênio 2013/2016 para eleição da nova diretoria da ASSEMCO, devem baixar o Regimento Eleitoral, as fichas de inscrição e apresentá-las devidamente preenchidas na Secretaria da Associação até as 17h00min do dia 21 de outubro de 2013.

Conforme Regimento Eleitoral, após a data e hora estipuladas não serão mais aceitas inscrições para o referido pleito.

Irene de Fatima Tosin

Presidente – ASSEMCO