Reunião marca início de novos projetos para a Gruta do Bacaetava


 17 DE OUTUBRO DE 2013

Objetivo é desenvolver um projeto piloto de turismo pedagógico e de valorização do Parque Municipal

Representantes do turismo de Colombo, da Mineropar e da associação Geep-Açungui definem estratégias para valorizar a Gruta do Bacaetava
O Parque Municipal Gruta do Bacaetava, instalado há 13 anos, é referência no turismo de interesse geológico em Curitiba e toda a região. A caverna, de origem kárstica revela uma amostra do patrimônio espeleológico da região, visto as diversas formações em rocha calcária, a extensão da gruta, a fauna e flora que abriga uma exuberante beleza cênica.
A partir disso, a secretaria da Indústria, Comércio e Turismo de Colombo, por meio do departamento de Turismo, está retomando as atividades no Parque buscando firmar convênios com a Mineropar (Minerais do Paraná S.A) e o Geep-Açungui (Grupo de Estudos Espeleológicos do Paraná – Açungui), a fim de desenvolver um projeto piloto de turismo pedagógico e de valorização do Parque.
Estavam presentes na primeira reunião realizada no começo deste mês, o secretário da Indústria, Comércio e Turismo, Antonio Ricardo Milgioransa, acompanhado da equipe técnica do departamento de Turismo e do Parque Municipal Gruta do Bacaetava, a integrante da associação Geep-Açungui, Flavia Fernanda de Lima, e o geólogo da Mineropar, Gil F.Piekarz.
Ficou definido que os primeiros passos previstos são a implantação de novos painéis com informações técnicas sobre a formação da Gruta do Bacaetava, a região kárstica onde está localizada, informações sobre geoconservação e geoturismo. Está previsto também painéis com informações básicas e orientações sobre o Parque. Além disso, estão sendo avaliadas reformas de adequação da infraestrutura para maior acessibilidade dentro do Parque.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK:facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial:www.colombo.pr.gov.br

Lei cria o Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal em Colombo


 17 DE OUTUBRO DE 2013

Regularização pretende beneficiar produtores e consumidores de itens de origem animal, garantindo a segurança dos produtos comercializados

Carne é um dos produtos que será fiscalizado pelo novo Departamento de Agricultura
Já está publicada em Colombo a Lei nº 1307/2013, que cria o Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal – SIM/POA. O regulamento garante a normatização da inspeção de estabelecimentos que produzem, manipulam, industrializam, distribuem e comercializam produtos de origem animal, como: carnes, ovos, mel, leites e derivados.
A fiscalização começará a ser instaurada no município a partir do ano que vem, após a formação de uma equipe, composta por engenheiro responsável pela aprovação de projetos, nutricionista, para acompanhar a manipulação e a rotulagem dos alimentos e também médico veterinário, que irá inspecionar produtos e estabelecimentos.
A secretaria da Agricultura e Abastecimento será a responsável pela fiscalização da Lei no município, que garantirá um selo de qualidade aos produtores que estiverem de acordo com a norma. O responsável pela pasta, secretário Marcio Toniolo, afirma que o principal benefício para os produtores do município em aderir ao regulamento é a possibilidade de comercializar legalmente seus produtos.
Produtos de origem animal receberão selo de qualidade através da inspeção municipal
“O pequeno produtor, por exemplo, que vende seus queijos ou outros produtos de origem animal, poderá expandir sua venda para mercados, açougues e outros estabelecimentos, ajudando a economia de Colombo”, destaca. Além disso, de acordo com o secretário os consumidores terão mais opções de consumo, com segurança e garantia de qualidade.
A partir da instalação do Setor do Serviço de Inspeção Municipal, o trabalho realizado pela Vigilância Sanitária, que já atua na fiscalização das condições sanitárias dos estabelecimentos, terá maior acompanhamento, como conta a engenheira agrônoma do departamento de Agricultura, Daniele Cordeiro.
“Com o novo setor, iremos fiscalizar desde a produção destes produtos, em estabelecimentos, como: frigoríficos, granjas e casas de mel, que já são fiscalizados pela vigilância, mas que agora contarão com o acompanhamento deste novo setor desde o início até a comercialização, intensificando o padrão de qualidade”, explica.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK:facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial:www.colombo.pr.gov.br

Prefeita de Colombo recebe coordenador e diretor da Comec


 17 DE OUTUBRO DE 2013

Reunião tratou sobre as obras que estão em andamento na Rua da Pedreira, no bairro São Gabriel

Representantes do governo do estado e do município liderados pela prefeita Beti Pavin conversam sobre as obras que beneficiam Colombo
A prefeita de Colombo, Beti Pavin recebeu em seu gabinete neste dia 15, o coordenador da Região Metropolitana de Curitiba-Comec, autarquia do Governo do Estado, Rui Hara e o diretor técnico do órgão, Sandro Setim para conversar sobre as obras que estão em andamento no município, em específico a Rua da Pedreira, no bairro São Gabriel.
Integrante do Programa do PAC da Copa, os trabalhos nesta via tiveram início em março último e devem estar concluídos em março de 2014. Para a prefeita, a região onde está sendo feita a obra, vai ter um ganho muito importante. “O bairro estava precisando de obras estruturais para atender a demanda do tráfego e do comércio, e este trabalho veio para atender a comunidade que reside como também a que transita pelo São Gabriel”, destacou Beti Pavin.
O coordenador da RMC, Rui Hara e o diretor técnico da Comec, Sandro Setim repassam informações referente as obras a serem realizadas no município
A obra na Rua da Pedreira contempla um investimento de mais de R$ 26 milhões para a requalificação da via. A obra inicia na ponte do rio Atuba (rua Roaldo Brun), segue pela rua da Pedreira, pela Avenida São Gabriel e vai até a Avenida Santos Dumont.
No encontro também foram tratados dos assuntos referentes as obras do corredor metropolitano que irão passar por Colombo. Participaram da reunião o vice-prefeito Ademir Goulart e a secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Mara Tosin.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK:facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial:www.colombo.pr.gov.br

Tablet e micro-ondas entram na lista do Minha Casa Melhor


16 de outubro de 2013
Nova relação começa a valer nesta quinta-feira, 17, e também inclui móveis para cozinhas, estante e rack; outros itens que integravam programa tiveram preços reajustados
O governo federal ampliou nesta quarta-feira a lista dos produtos que podem ser adquiridos por beneficiários do Minha Casa Minha Vida com juros subsidiados.
Tablet-Sony-SEntram na nova lista do programa: tablet, forno de micro-ondas, móveis para cozinha, estante e rack.
A decisão foi tomada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), em reunião extraordinária, e passa a valer a partir desta quinta-feira.
O preço máximo definido para o tablet é de R$ 800; do micro-ondas, de R$ 350; dos móveis para cozinha, de R$ 600. Estantes ou rack podem custar até R$ 350.
“A inclusão desses itens atende a uma demanda por novos produtos dos beneficiários do programa. A linha de crédito do Minha Casa Melhor, operada pela Caixa Econômica Federal, continua sendo de R$ 5 mil. As demais condições do programa também não serão alteradas, nem o volume total disponível da linha de crédito anunciado inicialmente”, disse o CMN em nota.
Reajustes dos outros itens. Os demais produtos que já faziam parte da lista tiveram seus preços máximos reajustados.
De acordo com o CMN, o aumento tem como objetivo “ampliar as opções disponíveis, especialmente em termos de qualidade, para os beneficiários e também para aumentar a competição entre os fabricantes”.
O preço limite para aquisição de máquina de lavar passou de R$ 850 para R$ 1.100. De cama de solteiro, berço ou cama-box de solteiro, subiu de R$ 320 para R$ 400. Para mesa com cadeira, de R$ 300 para R$ 400; sofás, de R$ 375 para R$ 600; e guarda-roupas, de R$ 380 para R$ 700.
Os preços anteriores haviam sido definidos quando o programa foi lançado, na primeira quinzena de junho. A Caixa Econômica Federal recebeu do governo aporte de recursos para poder fazer os financiamentos de R$ 3 bilhões (dentro de um aporte total de R$ 8 bilhões para capitalizar a instituição).
Os juros do programa são de 5% ao ano. É possível financiar até R$ 5.000 em compras por um prazo de 48 meses.
FONTE: ESTADÃO

Manifestantes deixam plenário da Câmara Municipal de Curitiba


16 de outubro de 2013
Os manifestantes que ocupavam o plenário da Câmara Municipal de Curitiba desde ontem acabam de deixar o local. Isto porque houve um acordo entre os membros do Movimento Frente de Luta pelo Transporte e os vereadores. Agora, os parlamentares devem começar a tramitar o projeto do Passe Livre para estudantes e desempregados, conta Luiz Fischer, que integra o movimento: “a gente tem um mês para fazer alguns estudos de quanto isto custaria aos cofres públicos”, garante.ocupação
O manifestante se queixa do fato deles terem ficado ‘isolados’, sem poder conversar com a imprensa: ”A gente estava com dificuldades porque estávamos sem poder falar com a imprensa. Ninguém podia entrar aqui. Fizemos o acordo para que pudesse acontecer a coletiva de imprensa”, relata Luiz Fischer.
O jovem faz o balanço das 24 horas de protestos: “é um momento histórico que vai ser de extrema importância para o movimento político aqui em Curitiba”, garante.
ASSISTA O MOMENTO EM QUE OS MANIFESTANTES SAÍRAM DA CÂMARA
MOVIMENTO PACÍFICO
O Presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Salamuni garante que a manifestação foi pacífica. Segundo ele, tudo ficou limpo e em ordem no Plenário. Para ele, isso se deve ao fato de: “esta Câmara Municipal tem feito a sua parte, de forma transparente, principalmente no que tange a questão do transporte coletivo”

Detran de Colombo inicia turmas de reciclagem para motoristas


 16 DE OUTUBRO DE 2013

Trata-se de uma importante conquista para condutores de veículos que perderam a carteira de habilitação

A Ciretran Colombo está localizada às margens da Estrada da Ribeira na Rua Nicolau Schleder do Carmo, 300 no Guaraituba.
Com uma frota superior a 104 mil veículos, Colombo tem também, a segunda maior concentração de motoristas entre as cidades da Região Metropolitana de Curitiba e conta com uma das mais movimentadas Ciretrans do Paraná. Somente nos meses de agosto e setembro foram registradas a devolução de 99 e 69 carteiras de habilitação respectivamente. São motoristas que perderam o direito de dirigir, enquanto não fizer um curso de reciclagem.
Na segunda quinzena (dias 18,19 e 20), 25 alunos participarão da primeira turma a realizar o curso em Colombo. Segundo o Diretor do Detran Vanderlei Dalassuana, existe uma grande demanda por vagas nos cursos de reciclagem de motoristas. “Já estamos recebendo inscrições para uma segunda turma do curso que será realizado entre os dias 11 e 20 de novembro. Após a notificação da suspensão, quando realiza a entrega da carteira, o motorista já está apto a pagar a taxa de inscrição e a realizar a matrícula.” Comenta.
A carga horária do curso tem que ser cumprida conforme o cronograma estipulado pelo Detran mediante controle biométrico através dos registros de digitais. Para a inscrição o motorista paga apenas a taxa de inscrição no valor de R$ 92,67 o que é uma vantagem considerável em relação aos cursos realizados nas auto escolas. Quem ministrará o curso, é um servidor do Detran Paraná que já ministrou cursos em outras ciretrans.
O início será na sexta-feira dia 18 entre as 17 e 23 horas. No sábado tem início às oito horas e segue até as 19hs e 30min. O curso tem encerramento no domingo com aulas das oito às 18hs e 30min. Há uma previsão de intervalo para almoço e lanches.
Ainda segundo Dalassuana, há uma necessidade de três turmas por mês para atender a demanda em Colombo e municípios atendidos pela Ciretran. “Há uma grande procura que é motivada pelo baixo custo uma vez que esta iniciativa do Detran contribui com aqueles que muitas vezes não podem pagar o curso em auto escola que tem um valor muito superior. A vantagem aqui é que o motorista paga apenas a taxa de inscrição e a carga horária é a mesma.” Conclui o Diretor.
As inscrições podem ser feitas pela internet no site do Detran Paraná ou pessoalmente na Ciretran Colombo, na Estrada da Ribeira – S/Nº no Guaraituba ou pelos fones 3675-9143 e 3605-1228.