Eleição ASSEMCO - 02 chapas liberadas e 01 sob análise



Nesta segunda, 28 de outubro de 2013, 02 chapas regularizaram suas pendências perante a Comissão Eleitoral da ASSEMCO (Associação dos Servidores Municipais de Colombo) e estão aptas a participar da eleição da ASSEMCO para o triênio 2013/2016.
01 chapa ainda não encontra-se regular e aguarda deliberação da Comissão Eleitoral.
As 02 chapas liberadas já podem iniciar normalmente as suas respectivas campanhas, além de já terem cada uma o seu representante junto a Comissão Eleitoral.

As chapas liberadas tem seus nomes de campanha definidos como:

ASSEMCO FORTE

ASSEMCO PATRIMÔNIO DE TODOS

A chapa ASSEMCO FORTE tem como seu candidato a presidente, o Servidor público José Olivio Arcie. E você pode conferir a chapa completa na página da ASSEMCO, acessando este link:
ASSEMCO FORTE

A chapa ASSEMCO PATRIMÔNIO DE TODOS tem como sua candidata a presidente, a Servidora pública Irene de Fátima Tosin Camilo. E você pode conferir a chapa completa na página da ASSEMCO, acessando este link:
ASSEMCO PATRIMÔNIO DE TODOS

A 3º chapa protocolada ainda não foi divulgada, por aguardar a análise de seu protocolo de inscrição.

Plano de Contingência da Defesa Civil começa a ser elaborado em Colombo

 28 DE OUTUBRO DE 2013

Capacitação de Coordenadoria municipal de Defesa Civil foi a primeira ação para instalação de medidas contra danos climáticos e naturais na cidade

Veículos no Corpo de Bombeiros irão auxiliar na ação da Defesa Civil com a minimização dos danos
Para atuar preparando e conscientizando a população sobre os danos que catástrofes climáticas e naturais podem causar na cidade, além de ações que possam prevenir estas situações, foi instaurada em Colombo, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMDEC).
A reunião do grupo de trabalho foi a primeira atividade para o início da incorporação do Plano de Contingência da Defesa Civil, que já tem nos estudos e diagnósticos de áreas vulneráveis e nas obras pontuais que estão resolvendo problemas crônicos em diversos pontos da cidade, sua base de ação.
De acordo com a secretária da Ação Social e Trabalho, Maria da Silva Souza, uma das representantes do poder público na Coordenadoria, as ações para o Plano de Contingência se basearão em três momentos: anterior ao evento climático, com a prevenção, durante o evento, com a agilização e minimização dos danos e posterior quando a reconstrução deverá ser realizada.
A equipe da Coordenadoria é composta por representantes da Prefeitura Municipal, do Corpo de Bombeiros, da Sanepar, e demais pessoas que estão diretamente ligadas às comunidades e aos setores que podem dar respostas às situações críticas em regiões vulneráveis do município, como ONGs (organizações não governamentais) e professores.
Diagnósticos com o mapeamento de regiões afetadas e algumas obras já começaram a ser realizadas, como é o caso do Jardim Ana Rosa
Durantes os meses de setembro e outubro foram realizadas reuniões para serem apresentados os principais pontos, incluindo o mapeamento realizado pela Prefeitura e os esforços que já estão sendo realizados para conter os danos.
De acordo com a secretária Maria, a parceria entre estas diversas instituições só tende a trazer benefícios para a cidade. “Temos uma expectativa muito boa com esta união de pessoas comprometidas com o bem comum”, enfatiza.
Opinião também reafirmada pelo Tenente do Corpo de Bombeiros de Colombo, Nicolas Kaneco Leal, que destaca o papel dos bombeiros na Defesa Civil. “Nós iremos apoiar o município no que for preciso, principalmente orientando a população sobre como agir nestas situações e atuando nestes casos”, explica.
Ações
E este comprometimento refletirá nas várias ações que começarão a ser aplicadas em Colombo, como o trabalho realizado nas principais regiões afetadas pelas chuvas e alagamentos, com a divulgação de folders e palestras informativas.
Questões como cuidados ambientais serão abordados nestas informações, como conta o gestor municipal de Colombo, representante da Sanepar na Coordenadoria, Aldemair de Brito. “Precisamos, primeiramente, mostrar que cuidados simples, como não jogar lixo no chão, ajudam muito na contensão de danos contra enchentes, por exemplo, pois o excesso de resíduos sólidos acaba entupindo galerias de águas pluviais, tornando o escoamento insuficiente”, explica.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br
FOTOS: João Senechal/PMC

REFIS 2013 entra na reta final e prazo encerra neste dia 31/10

REFIS 2013 entra na reta final e prazo encerra neste dia 31

WEBMASTER 28 DE OUTUBRO DE 2013

São os últimos três dias para que contribuinte faça sua adesão ao programa; débitos pagos à vista tem 100% de desconto nos juros e multas e pode ser feito pela internet

O Programa de Recuperação Fiscal – REFIS 2013, lançado pela Prefeitura de Colombo em agosto de 2013, entra na reta final. Os contribuintes que possuem tributos vencidos até 31 de dezembro de 2012 podem quitá-los à vista ou parceladamente, com descontos nos juros e multas. O prazo para a negociação está se esgotando, e vai somente até este dia 31, ou seja, restam apenas três dias.
O secretário da Fazenda, Márcio Strapasson, alerta para o agravante de o contribuinte não reparcelar suas dívidas. “Segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal o município, passado este prazo dado para a negociação, tem a obrigação de realizar o ajuizamento da dívida, o que faz com que o contribuinte acabe perdendo os descontos, que são bem vantajosos, e a oportunidade de estar em dia com o município”, lembra Strapasson.
A iniciativa da Prefeitura de Colombo, através da secretaria da Fazenda, tem como principal objetivo priorizar a quitação dos débitos, facilitando o acesso ao pagamento e garantindo, a quem paga o valor à vista, 100% de desconto. Além disto, o pagamento à vista ainda garante a comodidade da emissão da guia pela internet, no site da Prefeitura em www.colombo.pr.gov.br.
Para emitir o documento o contribuinte deve acessar o menu lateral do site e clicar em Prefeitura 24 horas. Para ter acesso ao ambiente, o internauta deve inserir no campo indicado a sua inscrição municipal e, seguindo o passo a passo do próprio site, ele poderá emitir a guia para a quitação dos débitos de forma prática e rápida.
Quem optar pelo parcelamento da dívida, pode fazer em seis, 12, 24 ou 36 parcelas, com descontos que variam de 80%, para o menor número de parcelas, até 30%, para o parcelamento em 36 vezes. Neste caso o contribuinte deve se dirigir à Prefeitura, sede ou regionais, e apresentar a documentação necessária para realizar o parcelamento dos débitos.
O investimento
A proposta da Prefeitura com o Refis 2013 é promover a regularização do contribuinte e ao mesmo tempo arrecadar fundos para garantir os investimentos na saúde, na educação e na infraestrutura de Colombo. “A intenção é do programa, aliado a estes descontos, é facilitar a vida do contribuinte em relação aos seus débitos perante o município e assim garantir os investimentos e melhores condições de vida”, afirmou o secretário.
Mais informações podem ser obtidas nos seguintes telefones: Sede – 41-3656.8080, Regional Maracanã– 3675.5900, Regional Osasco – 3621.1382, Dívida Ativa – 3656.8098, ISS – 3656.8015 e Contribuição de Melhoria – 3656.8018.
Para ir pessoalmente até a Prefeitura para quitação dos débitos os endereços são: Sede – Rua XV de Novembro, 105 / Regional Maracanã – Rua Dorval Ceccon, 664 / Regional Osasco – Rua Prefeito Pio Alberti, 450.
Confira a tabela com os percentuais de descontos e formas de pagamentos oferecidos pelo REFIS 2013:
Percentual de Desconto
Forma de PagamentoJurosMulta
À Vista100%100%
Em 06 parcelas80%80%
Em 12 parcelas60%60%
Em 24 parcelas40%40%
Em 36 parcelas30%30%
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

“A segurança foi muito eficiente”, comemora Mercadante; 36 candidatos foram eliminados do Enem 2013

27 de outubro de 2013

Dos mais de 7,1 milhões de candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio, cerca de 29% não compareceram às provas. Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, 5,05 milhões de candidatos fizeram o exame. Os dados são do segundo dia de prova e ainda podem ser revisados para cima. O resultado final da prova será divulgado na primeira semana de janeiro.ministro222
As abstenções, segundo Mercadante, têm se mantido constantes desde 2009, quando a taxa chegou a 37,7%. No ano passado, o percentual dos alunos que não fizeram a prova foi 27,9% – dos 5,6 milhões inscritos, 4,17 milhões compareceram. Este ano, número de participantes é recorde, 20% a mais que o de 2012. O crescimento, desde 2009, está em 95%.
Sobre a questão da segurança, o ministro destacou que não houve vazamento. “A segurança foi muito eficiente, não houve qualquer vazamento de qualquer informação, o que é central para garantir a isonomia dos estudantes.”
O MEC informou que 12 candidatos foram eliminados neste domingo (27) por terem usado celulares no local da prova. Eles postaram imagens da prova e do cartão de resposta nas redes sociais. Nos dois dias do Enem, 36 candidatos foram excluídos do exame por esse motivo. A pasta continuará monitorando as redes sociais por tempo indefinido.
O ministro também destacou alguns casos. Um deles é o do candidato Fernando Ximenes, de 26 anos, que morreu em um acidente no município mineiro de Varginha, quando estava a caminho da prova. Fernando estava em uma moto e foi atingido por uma carreta que vinha na contramão. Mercadante falou ainda sobre a estudante que deu à luz ontem (26) em Teresina. Segundo o ministro, a candidata passa bem, assim como a criança, que se chama Luna e pesa 3,5 quilos.
No total, havia 712 candidatas gestantes,, que poderiam entrar em trabalho de parto no local de prova. Neste domingo, uma gestante no Rio de Janeiro começou a sentir as contrações, mas quis ficar no local e terminar a prova, onde foi acompanhada por um especialista.
O ministro também mencionou as fortes chuvas no Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, além de casos de falta de energia em algumas localidades, fatos que, segundo ele, não prejudicaram a realização do exame.
Outro caso que chamou atenção foi o de um radialista da cidade mineira de Unaí, que tirou uma foto da prova no local do exame. De acordo com Mercadante, o objetivo do radialista era prejudicar o exame. Ele foi preso e pode ser enquadrado no Artigo 311-A do Código Penal.
O Enem foi realizado neste final de semana em 1.161 municípios. O gabarito será divulgado no dia 30 de outubro, na internet, no site do Inep.
FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Novos municípios mantêm a baixa qualidade de vida


28 de outubro de 2013
Fernando Falcão (MA) e Amajari (RR) são antigos vilarejos afastados que, após mobilização política, se tornaram cidades há 16 anos. Hoje, próximos à maioridade, continuam quase tão pobres como quando nasceram.
Levantamento feito pela Folha com auxílio do IBGE mostra que a maioria dos 595 municípios brasileiros criados desde 1997 nasceu com baixa qualidade de vida e até hoje se mantém abaixo da média dos Estados
E 570 dessas jovens cidades não evoluíram a ponto de superar o atual Índice de Desenvolvimento Humano de seus Estados -o IDH considera renda, escolaridade e expectativa de vida.
Às vésperas da sanção presidencial das regras para criação de municípios, líderes comunitários citam a distância até a sede como bandeira para a emancipação, enquanto críticos temem os gastos com mais prefeitos e vereadores.
O recorte analisou ainda a evolução as cidades de origem, e 569 não superaram o IDH estadual após perder área e população com o desmembramento.
“NA CIDADE”
A emancipação, em muitos casos, não garantiu independência das origens. A ligação com a sede está impregnada na cultura local, como constatou a Folha ao contatar o prefeito de Amajari, Moacir Bezerra Mota (PR).
“Ele foi para a cidade”, respondeu a funcionária do gabinete. A “cidade” a que ela se refere é Boa Vista, de onde Amajari se separou.
Em Fernando Falcão, a estrada de terra de cem quilômetros até a rodovia federal é o único meio para trazer médicos duas vezes na semana.
O estudo também achou poucos e bons exemplos, como Conquista d’Oeste (MT). Emancipada, tem índices maiores que a cidade-sede.
Segundo o economista da Firjan, Guilherme Mercês, emancipar-se não é garantia de que a verba pública vai ter aplicação eficiente. “É difícil uma cidade pequena ter uma estrutura administrativa eficiente a ponto de planejar boas políticas públicas.”
A Confederação Nacional dos Municípios defende a emancipação em locais afastados da sede, como ocorre no Norte, no extremo Sul ou no Centro-Oeste: trazer estrutura para esses distritos combate o êxodo rural, afirma.
Para o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), autor do projeto de novas cidades, é justamente o rigor de regras, como população mínima e estudo de viabilidade econômica, que impedirá o que chamou de “indústria da emancipação” nos anos 90.
“Naquela época não tinha estudo, era tudo no achômetro, por pressão política.”
Editoria de Arte/Folhapress
FONTE: FOLHA DE S.PAULO

SEDE DA ASSEMCO FOI INVADIDA ESSA MADRUGADA




Sede da  Assemco foi arrombada essa madrugada, a Policia foi acionada para as providências de praxe. Ainda não se sabe se foi ladrões apenas para roubar ou  alguém querendo tumultuar o processo eleitoral que irá acontecer no mês de novembro.

Mais informações no decorrer do dia.

Nossa equipe de reportagem já está em campo para conseguir mais informações aos nossos leitores.

Coritiba vence de goleada o Grêmio


27 de outubro de 2013
Pela 31ª rodada do Brasileirão, o Coritiba venceu há pouco o Grêmio por 4×0. Para o treinador, Péricles Chamusca, esta vitória em casa foi muito importante para o time Alviverde: ”esperávamos a vitória e ela veio. A vitoria contra o Cruzeiro nos deu muita confiança. E hoje ainda mais”, comemorou. 
Foto: divulgação
Foto: divulgação
CONFIRA QUEM MARCOU PARA O COXA:
Pará (Grêmio), Contra - aos 0 minuto(s) do 1º Tempo
Alex (Coritiba) - aos 4 minuto(s) do 1º Tempo
Robinho (Coritiba) - aos 35 minuto(s) do 1º Tempo
Geraldo (Coritiba) - aos 13 minuto(s) do 2º Tempo

Atlético Paranaense fica no empate com o Bahia


27 de outubro de 2013
O Atlético Paranaense ficou no empate em 1 a 1 com o Bahia, no jogo desta tarde, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Com esse resultado, o Furacão chega aos 52 pontos e segue no G4 do Campeonato Brasileiro.
Foto: divulgação Cap
Foto: divulgação Cap