Em protesto, policiais federais paralisam atividades no Paraná


29 de outubro de 2013
Policiais federais no Paraná prometem cruzar os braços quinta-feira. A paralisação é em protesto contra a falta de estrutura para os agentes no estado. Uma das reclamações é que o efetivo é muito reduzido.
policia_federal2
O sindicato da categoria afirma que são 500 agentes em todo Paraná e o número deveria ser três vezes maior. A informação oficial sobre o número de agentes não é revelada por questão de segurança.
A categoria alega que equipamentos estão parados por falta de efetivo. Os policiais realizam uma mobilização às 9h, na Praça Santos Andrade, em Curitiba.

Famílias de Colombo saem da beira do rio para morar no Jardim Marambaia


WEBMASTER 29 DE OUTUBRO DE 2013

As 66 novas unidades habitacionais são a garantia para uma vida melhor, longe das constantes enchentes e alagamentos

Prefeita anuncia novos equipamentos e parcerias durante a entrega das chaves no Jardim Marambaia
Nesta terça-feira, 29, pela manhã, 66 famílias que viviam às margens do rio Atuba receberam suas chaves para uma vida melhor nas unidades habitacionais do Jardim Marambaia em Colombo. O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) neste local, contempla ao todo 188 moradias em investimentos que ultrapassam R$ 7 milhões.
“Estas pessoas estavam há muito tempo esperando e por isso estamos aqui para entregar as chaves e assim garantir o direito de todos vocês em terem uma moradia digna. Chega de sofrer com as fortes chuvas quando alagava e acabava com tudo”, afirmou a prefeita Beti Pavin.
Durante a entrega das moradias, a prefeita anunciou outras parcerias com a Caixa Econômica Federal (Caixa), Governo do Estado e município para a construção de novas casas. “Estamos fazendo um levantamento em outras áreas para que mais famílias também tenham este mesmo direito”, comentou.
Beti Pavin lembrou que desde que assumiu a prefeitura se deparou com vários pontos de enchentes e alagamentos, e que para isso determinou uma operação para contenção deste problema. “Nos quatro cantos de Colombo estão sendo feitos serviços de limpeza, desassoreamento dos rios para que no próximo verão, período de fortes chuvas, a nossa gente não precise passar pelo que vinha passando”, disse.
As 66 unidades vão abrigar famílias que antes viviam na beiro do rio Atuba e sofriam com as enxurradas
E para o descanso destas famílias, a prefeita Beti Pavin anunciou uma área de lazer no local. “Vocês terão aqui perto, um parque, com academia ao ar livre para poderem se exercitar, e por que não se divertir, aproveitar para conversar com os vizinhos, playground para brincar com os filhos, enfim tudo que se tem direito”, informou.
Para a família de Terezinha Jesus do Espírito Santo, de 49 anos, a mudança para a nova casa no Jardim Marambaia é sinônimo de melhoria de vida, pois antes ela e a família viviam em uma pequena casa na Rua Pedro Gonshi, no bairro Olaria, que sofria com as enchentes do Rio Atuba.
“Muitas vezes perdemos nossos móveis e pertences, pois alagava toda a casa, nessa época de chuvas nem descansávamos com medo”, conta a moradora. Além dela, que irá morar na casa número 21 do conjunto, com o seu marido, ela terá seu filho, o auxiliar de serviços gerais, Cleiton Giovani do Espírito Santo como vizinho, que irá morar na casa 20, com a mulher e a filha pequena.
Ele conta que junto com as enchentes, problemas de lixo e bichos que viam motivados pelos alagamentos incomodavam muito. “Era bem complicado quando alagava, pois além da água acabar com nossos móveis, o lixo caia tudo na nossa casa e existiam ratos e insetos”, explica. O auxiliar de serviços gerais conta que a antiga casa também tinha rachaduras.
Beti Pavin acompanhada de autoridades estaduais e municipais visita as moradias do conjunto habitacional
A questão das chuvas e alagamentos também é citada pelo morador há 34 anos do bairro, Francisco Galvão de Andrade. Ele que irá mora na casa 33 do Jardim Marambaia, residia com a esposa e uma filha nas proximidades da nova residência e explica que a água chegava até os joelhos neste período e com a nova casa, tudo irá ficar melhor.
A qualidade de vida e a alegria com a nova residência é destaque para a moradora Rosaria Maria de Carvalho, de 81 anos, que afirma que os vizinhos são muito bacanas e a casa nova muito bonita.
O diretor de regularização fundiária e relações comunitárias, Nelson Cordeiro Justus, represenando o governador Beto Richa e o diretor presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche, destacou que estas famílias, agora sim, estão em um lugar muito bom para se viver.
“Nesta região tem equipamentos públicos para todos usarem e aproveitarem, por conta da parceria com a prefeitura de Colombo. Todos temos que celebrar por vocês sairem de uma área de risco e estarem em uma área boa como está aqui”, falou Nelson Cordeiro Justus.
Também participaram da entrega das novas casas o vice-prefeito Ademir Goulart, os secretários municipais: de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Tosin; da Administração, Luiz Gilberto Pavin; da Fazenda, Marcio Strapasson; Educação, Cultura e Esporte, Aziolê Cavallari Pavin; Ação Social e Trabalho, Maria da Silva Souza; Obras e Viação, João Maria Rodrigues; Indústria, Comércio e Turismo, Antonio Ricardo Milgioransa; Planejamento, Angelo Betirnardi, os vereadores Alan Henrique da Silva, Clodoaldo Camargo, Eurico Dino, Helio Feitosa, José Aparecido Gotardo, Nivaldo Paris, Sidinei Campos, Givanildo Silva e a comunidade em geral.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Famílias de Colombo saem da beira do rio para morar no Jardim Marambaia


WEBMASTER 29 DE OUTUBRO DE 2013

As 66 novas unidades habitacionais são a garantia para uma vida melhor, longe das constantes enchentes e alagamentos

Prefeita anuncia novos equipamentos e parcerias durante a entrega das chaves no Jardim Marambaia
Nesta terça-feira, 29, pela manhã, 66 famílias que viviam às margens do rio Atuba receberam suas chaves para uma vida melhor nas unidades habitacionais do Jardim Marambaia em Colombo. O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) neste local, contempla ao todo 188 moradias em investimentos que ultrapassam R$ 7 milhões.
“Estas pessoas estavam há muito tempo esperando e por isso estamos aqui para entregar as chaves e assim garantir o direito de todos vocês em terem uma moradia digna. Chega de sofrer com as fortes chuvas quando alagava e acabava com tudo”, afirmou a prefeita Beti Pavin.
Durante a entrega das moradias, a prefeita anunciou outras parcerias com a Caixa Econômica Federal (Caixa), Governo do Estado e município para a construção de novas casas. “Estamos fazendo um levantamento em outras áreas para que mais famílias também tenham este mesmo direito”, comentou.
Beti Pavin lembrou que desde que assumiu a prefeitura se deparou com vários pontos de enchentes e alagamentos, e que para isso determinou uma operação para contenção deste problema. “Nos quatro cantos de Colombo estão sendo feitos serviços de limpeza, desassoreamento dos rios para que no próximo verão, período de fortes chuvas, a nossa gente não precise passar pelo que vinha passando”, disse.
As 66 unidades vão abrigar famílias que antes viviam na beiro do rio Atuba e sofriam com as enxurradas
E para o descanso destas famílias, a prefeita Beti Pavin anunciou uma área de lazer no local. “Vocês terão aqui perto, um parque, com academia ao ar livre para poderem se exercitar, e por que não se divertir, aproveitar para conversar com os vizinhos, playground para brincar com os filhos, enfim tudo que se tem direito”, informou.
Para a família de Terezinha Jesus do Espírito Santo, de 49 anos, a mudança para a nova casa no Jardim Marambaia é sinônimo de melhoria de vida, pois antes ela e a família viviam em uma pequena casa na Rua Pedro Gonshi, no bairro Olaria, que sofria com as enchentes do Rio Atuba.
“Muitas vezes perdemos nossos móveis e pertences, pois alagava toda a casa, nessa época de chuvas nem descansávamos com medo”, conta a moradora. Além dela, que irá morar na casa número 21 do conjunto, com o seu marido, ela terá seu filho, o auxiliar de serviços gerais, Cleiton Giovani do Espírito Santo como vizinho, que irá morar na casa 20, com a mulher e a filha pequena.
Ele conta que junto com as enchentes, problemas de lixo e bichos que viam motivados pelos alagamentos incomodavam muito. “Era bem complicado quando alagava, pois além da água acabar com nossos móveis, o lixo caia tudo na nossa casa e existiam ratos e insetos”, explica. O auxiliar de serviços gerais conta que a antiga casa também tinha rachaduras.
Beti Pavin acompanhada de autoridades estaduais e municipais visita as moradias do conjunto habitacional
A questão das chuvas e alagamentos também é citada pelo morador há 34 anos do bairro, Francisco Galvão de Andrade. Ele que irá mora na casa 33 do Jardim Marambaia, residia com a esposa e uma filha nas proximidades da nova residência e explica que a água chegava até os joelhos neste período e com a nova casa, tudo irá ficar melhor.
A qualidade de vida e a alegria com a nova residência é destaque para a moradora Rosaria Maria de Carvalho, de 81 anos, que afirma que os vizinhos são muito bacanas e a casa nova muito bonita.
O diretor de regularização fundiária e relações comunitárias, Nelson Cordeiro Justus, represenando o governador Beto Richa e o diretor presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche, destacou que estas famílias, agora sim, estão em um lugar muito bom para se viver.
“Nesta região tem equipamentos públicos para todos usarem e aproveitarem, por conta da parceria com a prefeitura de Colombo. Todos temos que celebrar por vocês sairem de uma área de risco e estarem em uma área boa como está aqui”, falou Nelson Cordeiro Justus.
Também participaram da entrega das novas casas o vice-prefeito Ademir Goulart, os secretários municipais: de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Tosin; da Administração, Luiz Gilberto Pavin; da Fazenda, Marcio Strapasson; Educação, Cultura e Esporte, Aziolê Cavallari Pavin; Ação Social e Trabalho, Maria da Silva Souza; Obras e Viação, João Maria Rodrigues; Indústria, Comércio e Turismo, Antonio Ricardo Milgioransa; Planejamento, Angelo Betirnardi, os vereadores Alan Henrique da Silva, Clodoaldo Camargo, Eurico Dino, Helio Feitosa, José Aparecido Gotardo, Nivaldo Paris, Sidinei Campos, Givanildo Silva e a comunidade em geral.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Dia D do Outubro Rosa é realizado na Unidade de Saúde da Mulher


WEBMASTER 29 DE OUTUBRO DE 2013

Maior parte das atividades foi centralizada no mesmo dia e local para que mais mulheres pudessem participar

Equipe da Unidade de Saúde da Mulher orienta moradoras de Colombo sobre prevenção do Câncer de Mama
O Dia D da Campanha Outubro Rosa, foi realizado no dia 25, na Unidade de Saúde da Mulher, no bairro Vila Augusta, e teve como principal objetivo orientar as moradoras de Colombo sobre a prevenção do câncer de mama. Para tanto, foram realizadas ações sobre câncer de mama e de colo de útero, palestras sobre os cuidados, prevenção e tratamento, além de testes rápidos de DSTs e aferição de pressão arterial, com informações sobre cuidados nutricionais e de saúde em geral.
A unidade de saúde foi decorada toda para a comemoração do evento, com bexigas rosas, e as funcionárias e membros da equipe de saúde vestiram a camiseta da Campanha. Também foram distribuídos folders e brindes para os participantes do evento.
O Dia D, realizado pela secretaria Municipal da Saúde, através da Coordenação da Saúde da Mulher, foi a principal data na divulgação da Campanha, que contou com atividades durante todo o mês, nas mais variadas unidades de saúde do município e ações em empresas.
De acordo com a secretária Municipal da Saúde, Dalimar de Lucca Moreira, prestar estes serviços de orientação para os moradores da cidade é de extrema importância. “O desconhecimento sobre a prevenção, cuidados e tratamentos, podem acarretar em problemas graves para estas mulheres, por isso devemos sempre buscar a realização de orientações e dinâmicas”, afirma.
Até o final do mês, Unidades de Saúde do município estarão realizando ações da Campanha, fazendo com que um maior número de mulheres se informe, principalmente, sobre os cuidados com o câncer de mama.
“A questão do auto-exame, por exemplo, deve ser destacado e muitas vezes é desconhecido por muitas mulheres e quando ele é realizado frequentemente ajuda no diagnóstico precoce da doença”, explica a coordenadora da Saúde da Mulher no município, Meire Elen Aparecida da Silva.
Outras Atividades
Mulheres de Colombo participaram de exames e conversas com médicos e enfermeiros sobre cuidados com a saúde
Foram realizadas durante todo este mês diversas ações e atividades em alusão a Campanha Outubro Rosa. No dia, 17, aconteceu na Embrapa Florestas, uma palestra presidida pela coordenadora da Saúde da Mulher de Colombo, Meire Elen Aparecida da Silva sobre a prevenção e cuidados contra o câncer de mama.
Já no dia 18, foi montado um estande de informações em uma empresa do transporte coletivo, no bairro Atuba. E no dia 19, foram proferidas duas palestras na Clínica Acesso Saúde, no bairro Maracanã, presididas pela coordenadora Meire Elen e por uma médica ginecologista da própria clínica.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Prefeitura promove curso de capacitação para profissionais da saúde


WEBMASTER 29 DE OUTUBRO DE 2013

Enfermeiros e farmacêuticos foram qualificados para realizarem testes rápidos para atender melhor a população

Profissionais da saúde do município são capacitados para realizarem testes rápidos
O curso de capacitação para enfermeiros e farmacêuticos da Prefeitura de Colombo por meio da Secretaria da Saúde, que irão executar testes de DSTs, como: HIV, Hepatite B e C e sífilis terminou na última sexta–feira, 25. Participaram do evento 16 profissionais da saúde, membros das Unidades Básicas de Saúde, do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), das Unidades de Estratégia da Saúde da Família e do Hospital Maternidade Alto Maracanã.
O curso, que foi realizado em três dias no CEEBEJA do Bairro Rio Verde, das 9h às 17h, foi organizado pela Secretaria Municipal da Saúde, através do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) em parceria com a Secretaria da Saúde do Estado e teve como principal objetivo capacitar profissionais de diferentes pontos da cidade, contribuindo para a descentralização dos serviços.
“Com o curso queremos expandir os serviços do teste rápido, principalmente em gestantes, para que fique mais acessível o tratamento e a população fique melhor informada, além de prevenir doenças graves”, conta a coordenadora do CTA, Marta Zengo.
Ainda de acordo com a coordenadora os participantes puderam aprender desde o início do tratamento, com o aconselhamento, diagnóstico e a prática do exame. “No primeiro dia os participantes tiveram a parte do aconselhamento, aprendendo a informar sobre as doenças, no segundo dia foram realizadas aulas teóricas sobre as doenças e no último dia foram feitos as práticas dos exames”, explica.
Palestrantes orientam enfermeiros e farmacêuticos sobre diagnóstico e tratamentos de DSTs
A prática do exame, inclusive, foi realizada com a participação dos próprios profissionais, graças às amostras de sangue recolhidas na hora e o resultado obtido em 20 minutos. Esta experiência diferenciada e proveitosa foi citada pela enfermeira Valquiria Plucheg, da Unidade de Saúde Monte Castelo.
“Muitas pessoas vem até a unidade pedindo informações e indicações sobre os exames, e agora com o curso tivemos a prática de como funciona na realidade”, comenta. Atendimentos estes primordiais para a saúde da população de Colombo, como conta a coordenadora do CTA, Marta Zengo.
“Aqui no CTA atendemos 650 pacientes com HIV e 150 com Hepatite B e C, comprovando a necessidade de promovermos capacitações como estas que visem orientar e melhor atender a população”, conclui.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Obras exigem cuidado redobrado do motorista na Rodovia da Uva

Prefeitura orienta e sugere caminhos alternativos; quem passar pelo local enfrentará lentidão e precisará redobrar a atenção


As obras de duplicação da Rodovia da Uva (PR-417) serão realizadas em etapas, e cada bloco terá abrangência média de um quilômetro
Estão acontecendo em Colombo as obras de duplicação na Rodovia da Uva (PR-417), principal acesso ao centro do município, para quem vem de Curitiba e outros municípios da Região Metropolitana. A duplicação é uma reivindicação histórica do município, que contribuirá para seu desenvolvimento econômico e social.
A principal orientação da Prefeitura Municipal neste momento é para que o motorista esteja alerta aos locais de obras, que deixam o trânsito lento e complicado, principalmente em horários de pico. Para o secretário de Planejamento, Angelo Betinardi, a paciência do motorista agora é fundamental. “Obras e melhorias sempre precisam de espaço e tempo para acontecer, e neste caso, como é o acesso principal, o pedido que fazemos a quem passar pelo local é que redobre a atenção. Existem rotas alternativas, mas para quem precisa realmente utilizar a Rodovia, o que pedimos neste momento é a paciência do condutor”, lembrou Betinardi.

O prazo para a execução do projeto de duplicação, realizado pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER) do Estado do Paraná, é de dois anos
A obra está ainda numa primeira fase, e segundo o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) do Estado do Paraná, órgão do Governo do Estado responsável pelo projeto, está acontecendo a mobilização de funcionários e equipamentos, preparação do terreno, levantamento topográfico, demarcações e terraplenagem.
Para reduzir ao mínimo a interferência na rotina das empresas, moradores e motoristas, a duplicação será feita em etapas, e cada bloco de obras terá abrangência média de um quilômetro, sendo que as obras acontecerão em um trecho de cada vez, e ainda, primeiro de um lado da pista e depois do outro.
Outra informação do órgão é que dentro de dois meses, neste local onde foram iniciados os trabalhos, a base e o pavimento comecem a ser colocados. O prazo para a execução do projeto é de dois anos, então a previsão é de que a Rodovia devidamente duplicada seja entregue até setembro de 2015.

A principal rota de desvio sugerida, para evitar os engarrafamentos neste momento das obras, é a que passa pelos bairros Santa Tereza e Ana Rosa, indicada em azul
Rotas alternativas
Para os motoristas que tiverem preferência por não acessar a Rodovia, em horários de pico, a Prefeitura sugere alguns trechos de desvio. Neste momento das obras, o trecho indicado é o desvio do Santa Tereza – Ana Rosa, sinalizado em azul, no mapa. Para o próximo trecho a ser duplicado, o desvio sugerido é aquele em que o motorista utiliza a rota por dentro dos bairros São Gabriel e Jardim Osasco, indicado em verde. No mapa, o motorista também encontra outras rotas alternativas de acesso ao centro do município de Colombo, passando por dentro dos bairros, utilizando a Rodovia do Calcário (em amarelo) ou ainda o Contorno Norte (em roxo).
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG -colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK:facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial:www.colombo.pr.gov.br

Novo cálculo para preços da Petrobras terá ajuste automático


28 de outubro de 2013
A nova metodologia que está sendo elaborada pela Petrobras para ajustar os seus principais combustíveis (gasolina e diesel) trará um ajuste automático de preços cada vez que eles ficarem abaixo do praticado no exterior.petrobras
A perspectiva de alta no preços dos combustíveis faz com que as ações da Petrobras disparem na Bolsa brasileira nesta tarde. Às 15h52 (horário de Brasília), o papel mais negociado da companhia subia 7,03%, a R$ 19,79, enquanto o ordinário, com direito a voto, avançava 8,72%, a R$ 18,81.
Segundo o diretor financeiro da estatal, Almir Barbassa, o novo método será implantado assim que for aprovado pelo Conselho de Administração da companhia, o que pode ocorrer no dia 22 de novembro, e que não há um “plano B” se a proposta for rejeitada.
Ele explicou que até a aprovação da nova fórmula, a atual metodologia está em vigência, portanto não haveria obstáculos para um eventual ajuste de preços nesse período.
Outros derivados produzidos pela companhia, como o querosene de aviação e a nafta, continuarão sendo ajustados como são atualmente.
Editoria de arte/Folhapress
A gasolina e o diesel correspondem a metade da receita da Petrobras. Os preços são controlados pelo governo, que teme a alta da inflação se os preços acompanharem o mercado internacional.
Segundo a própria presidente da Petrobras, Graça Foster, o preço da gasolina está defasado em 6,5% e o do diesel, 19%.
O aumento de importações dos dois produtos, principalmente diesel, fizeram o resultado do terceiro trimestre ficar abaixo do esperado pelo mercado, registrando uma queda de lucro de 39% em relação ao ano passado, para R$ 3,4 bilhões.
De acordo com o diretor de Abastecimento da Petrobras, José Cosenza, no quarto trimestre a tendência é que a importação seja menor.
“No terceiro trimestre na safra demandou muito diesel, o que não vai acontecer no quarto trimestre”, informou Cosenza, que prevê importações entre 150 a 200 mil barris diários dos dois derivados entre outubro e dezembro.
MERCADO
A Petrobras realiza nesta segunda-feira reunião com analistas de mercado para comentar o resultado financeiro da empresa no terceiro trimestre.
Os analistas insistiram para que Barbassa explicasse melhor como funcionará a nova metodologia dos ajustes, mas o executivo argumentou que a divulgação somente ocorrerá após a reunião do Conselho, no dia 22 de novembro.
Perguntado se haveria redução de investimentos se a nova metodologia for rejeitada pelo Conselho, Barbassa disse “que não é hora para se discutir esse assunto” (redução de investimento).
“Já foi aprovada por nós a previsibilidade da geração de caixa, mas uma geração de caixa que leve a uma redução da alavancagem aos níveis confortáveis que a companhia sempre apresentou”, disse.
No terceiro trimestre, a Petrobras ultrapassou a própria meta de alavancagem (35%), que mede a relação do endividamento sobre o capital da empresa. A taxa média ficou em 36% de julho a setembro.
“O que foi solicitado (pelo Conselho) foram os parâmetros dessa política (de ajustes). Percentuais de reajustes, periodicidades desses reajustes. Nesse momento, não é o momento de informação sobre redução do Capex (investimento), o importante é que está aprovada pela diretoria e contempla a previsibilidade de redução de alavancagem”, afirmou.
A Petrobras tem um plano de negócios para o período 2013-2017 da ordem de US$236,5 bilhões, que está em revisão para a formulação do plano 2014-2018.
FONTE: FOLHA DE S.PAULO

Manifestantes bloqueiam Rodovia Fernão Dias e colocam fogo em ônibus e caminhões


28 de outubro de 2013
Protesto bloqueia os dois sentidos da Rodovia Fernão Dias, na altura do quilômetro 86, na zona norte da Capital. Manifestantes saquearam e atearam fogo em quatro caminhões e quatro ônibus. Este é o segundo ato de moradores da Vila Medeiros, que ficaram indignados com a morte de um adolescente de 17 anos por um policial na tarde deste domingo, 27.MANIFESTAÇÃO PELA MORTE DO GAROTO DOUGLAS
Equipes da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal e da Concessionária que administra a Rodovia acompanham o ato, que tem cenas de vandalismo. O protesto começou por volta de 17h30 nas ruas do bairro. Manifestantes saquearam o comércio e se dirigiram à rodovia. O bloqueio total ocorreu por volta de 18h30, quando vândalos pararam os caminhões e os ônibus e iniciaram o incêndio.
A Rodovia Fernão Dias continua bloqueada no sentido Belo Horizonte. Viaturas do Corpo de Bombeiros ainda combatem os incêndios.
Morte. O ato foi convocado por moradores da Vila Medeiros, zona norte da Capital, que ficaram indignados com a morte do adolescente Douglas Martins Rodrigues, de 17 anos, morto após uma abordagem policial no domingo, 27.
A vítima estava acompanhada de um colega e um irmão mais novo de 13 anos. O irmão foi ouvido pela polícia e disse que eles iriam até o pai de um colega avisar que queriam participar de um festival de pipas em Atibaia. Enquanto estavam na Rua Bacurizinho, no Jardim Brasil, conversando com o pai desse garoto, uma viatura passou deu a volta e um PM atirou contra o peito de Douglas, que estava no carona.
Logo após a morte de Douglas, ao menos 300 pessoas participaram de protestos na Vila Medeiros. Os manifestantes bloquearam vias, incendiaram duas lotações, um ônibus e um carro saquearam lojas. A PM interveio com bombas de gás e balas de borracha para a dispersão.
FONTE: ESTADÃO

Policiais acusados de torturar quatro jovens no Caso Tayná têm prisão revogada


28 de outubro de 2013
Apenas o Delegado Silvan Pereira conseguiu pagar a fiança até o momento e deve ganhar liberdade ainda hoje
21 policiais acusados de abuso de autoridade, falso testemunho, tortura, estupro e lesão corporal contra os quatro jovens suspeitos de assassinar a menina Tayná Adriane da Silva, em junho deste ano, tiveram a prisão revogada pela Justiça de Colombo, na grande Curitiba. A expectativa é que eles sejam soltos ainda na tarde desta segunda-feira.
tayná2
A juíza Aline Passos decretou fiança de R$ 10 mil para cada acusado, além de medidas cautelares, como o comparecimento em juízo a cada dois meses e afastamento das funções policiais. Ainda segundo o despacho, os policiais estão proibidos de se aproximarem das supostas vítimas e também de seus familiares.
Tayná Adriane da Silva foi encontrada morta em junho deste ano, num terreno baldio, próximo ao Parque em que os quatro rapazes trabalhavam em Colombo na região metropolitana de Curitiba. Ela foi vítima de estupro e estrangulamento.
soltura