Pai vai rezar pela família e morre ao escorregar e bater a cabeça em pedra de cachoeira


Por Luiz Henrique de Oliveira


Pai de quatro filhos, Belchior Alves Miranda, de 36 anos, morreu neste domingo (3)  em uma cachoeira próxima à Represa do Capivari, em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Ele sofreu uma queda e provavelmente bateu a cabeça contra uma pedra. Segundo a família, o homem foi ao local para fazer uma oração pelos parentes.
“Ele mora aqui na região e saiu de carro pela manhã para ir até esta cachoeira. Ao que parece, ele escorregou e bateu a cabeça contra uma pedra. A família foi quem encontrou o corpo e está aqui no local muito triste com tudo o que aconteceu”, contou à Banda B o guarda municipal Édson Batista, que atendeu o local de morte.
O corpo de Bechior foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).

Cerca de 300 mil pessoas passaram pelos cemitérios municipais


3 de novembro de 2013
Pelo menos 300 mil pessoas passaram pelos quatro cemitérios municipais de Curitiba neste sábado (02), Dia de Finados, segundo estimativa da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. O movimento foi intenso durante todo o dia, e a previsão é que muitas pessoas ainda irão aos cemitérios para cultuar os entes queridos no domingo.reza
Os cemitérios tiveram programação especial, com celebrações religiosas. Agentes de combate à dengue da Secretaria Municipal da Saúde aproveitaram para orientar a população sobre os cuidados necessários para evitar a formação de focos do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, nos cemitérios.
A celebração que atraiu o maior número de pessoas aconteceu no cemitério da Água Verde, que iniciou o Dia de Finados com uma missa presidida pelo arcebispo de Curitiba, Dom Moacyr José Vitti, com a participação do padre Reginaldo Manzotti. O prefeito Gustavo Fruet e a presidente da Fundação de Ação Social, Márcia Oleskovicz Fruet, assistiram à celebração.
O cemitério da Água Verde é o segundo mais antigo da cidade, fundado em 1.888, e tem área de 97.827metros quadrados. É também o que tem o  maior número de jazigos entre os quatro cemitérios municipais: 12.0310. No local foram realizados até outubro 96.969 sepultamentos.
Com o tempo bom, o movimento também foi grande nos cemitérios do Boqueirão, de Santa Cândida e no Cemitério Municipal São Francisco de Paula, conhecido como Cemitério Municipal – o mais antigo da cidade. Fundado em 1854, tem área de 51.414 metros quadrados e 5.745 jazigos e 74.745 sepultamentos realizados até outubro deste ano.

Estudantes chegam acompanhados das famílias ao vestibular UFPR; candidatos têm até às 19h para terminarem as provas


3 de novembro de 2013
blogdajoice.com em parceria com o Colégio Santa Maria publica a partir das 19h30 o resultado comentado da primeira fase da UFPR
Os portões fecharam às 14h deste domingo e cerca de 53 mil estudantes realizam as provas da Universidade Federal do Paraná. No campus Agrárias da UFPR, muitos pais acompanhavam os filhos para esta empreitada. Como o casal que veio de Missal, na região oeste do Estado. Pai, mãe e irmão vieram para acompanhar um dos filhos e a namorada do outro. “Meu filho Paulo veio prestar para medicina e a futura nora para Odontologia. A gente veio. 500 quilômetros de Curitiba”, comenta o pai, Genésio Merência. A mãe, Marli Merência conta que eles vieram equipados para enfrentar tantos quilômetros de estrada. Segundo ela, eles devem ficar o dia todo nas proximidades do local de prova. Ela garante: “o coração está batendo forte”.DSC_1102
E teve até cachorrinha na porta do local de prova para dar boa sorte “a gente veio da Lapa trazer uma prima. Ela vai prestar Odonto e a gente trouxe a ‘Neguinha’ para desejar boa sorte para ela”, garante Daniel dos Santos.
DSC_1098
A avó se emocionou ao contar que veio acompanhar a neta para prestar o vestibular: “eu posso colaborar com orações e conselhos. Eu não pude acompanhar neste momentos de outros netos que fizeram prova longe, mas hoje eu estou acompanhando a minha neta e estou muito feliz”, relatou Rute Speltz.
DSC_1110
Os alunos devem realizar nesta primeira fase do vestibular da UFPR 80 questões de múltipla escolha. A segunda fase está marcada para dezembro.


Dilma usará slogan “fez, faz e fará” para se reeleger



Estratégia de comunicação para garantir a vitória da presidente já está sendo colocada em prática. Reunião ministerial deste sábado faz parte do plano
A campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff usará como mote a ideia de que o governo do PT “fez, faz e fará” o Brasil avançar. O slogan já apareceu no programa petista que foi ao ar na televisão no fim de setembro. E a estratégia para consolidar essa percepção no eleitorado já vem sendo executada. O objetivo é recuperar a imagem de gestora de Dilma, desgastada desde os protestos de junho.
Na semana que passou, o governo celebrou os dez anos do Bolsa Família, numa ação para relembrar o “sucesso” do que já foi feito. O resgate de outros legados do PT na Presidência – o Prouni e o financiamento estudantil, por exemplo – deve ser reforçado na comunicação do governo e do partido.
Tucanos
PSDB vai centrar forças nas críticas à economia
O PSDB também já traça sua estratégia de comunicação para se mostrar ao eleitorado como alternativa melhor do que o PT para conduzir o país. Em dezembro, o partido lançará as diretrizes de um possível governo tucano. A economia deve ser o eixo do plano. Haverá fortes críticas à presidente Dilma Rousseff pela forma como ela conduz a economia. O PSDB tentará mostrar as deficiências do “Estado assistencialista” ou “Estado grande” defendido pelo PT. Uma das preocupações é adotar uma linguagem adequada, para não alimentar o discurso dos petistas de que os tucanos querem tirar benefícios dos mais pobres. Para vacinar o partido contra essas possíveis críticas, o pré-candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves, apresentou na semana passada um projeto de lei que torna permanente o Bolsa Família. O plano tucano ainda pretende propor um novo pacto federativo, com mais autonomia para estados e municípios.
Presente
Na área do que está sendo realizado, entram ações e programas como o Mais Médicos, a liberação expressiva de verba para obras de mobilidade urbana, a destinação dos royalties do pré-sal para a saúde e educação, a modernização de portos e aeroportos e a intensificação dos investimentos em infraestrutura. A aceleração das obras, por sinal, foi o assunto da reunião ministerial convocada por Dilma para este sábado pela manhã – uma reunião estrategicamente marcada para um feriado, numa mostra de que o governo está trabalhando.
Dilma também reforçou a agenda de viagens e vai agora visitar mais o Nordeste – região do governador de Pernambuco e pré-candidato à Presidência pelo PSB, Eduardo Campos. Em meados deste mês, ela visitará as atrasadas obras de transposição do Rio São Francisco para mostrar que elas estão andando.
Futuro
O objetivo dessas ações é mostrar ao eleitor que quem fez e está fazendo continuará a promover melhorias na vida da população. Também estão sendo “gestados” novos programas para a estratégia do “fará”. Isso porque, em pesquisas de opinião encomendadas pelo PT, o brasileiro médio costuma elogiar ações do governo, mas questiona: “Além disso, tem mais o quê?”. Uma das propostas para dar esse algo a mais ao eleitor já está em estudo no governo: a ampliação da escola em tempo integral.
O Planalto e o PT estão cientes, porém, que a estratégia da reeleição pode não funcionar se a economia desandar. Por isso estão sendo estudadas medidas para estimular a atividade produtiva sem aumentar a inflação.

Retorno à RMC tem fluxo acima da média e chuva


BR-277 tem movimento quatro vezes acima do normal, com mais de 2,5 mil veículos por hora. BR-376 tem mais de 1,8 carros/hora. Há neblina forte nos trechos da Serra do Mar
O movimento nas principais rodovias que ligam Curitiba ao Litoral está acima do normal devido ao retorno de moradores da capital e das cidades metropolitanas que foram aproveitar o feriado de Finadosnas praias do Paraná e de Santa Catarina. Na BR-277, ligação com o litoral paranaense, não há interdição de pista, mas o fluxo de carros está o mais de quatro vezes acima do normal, com mais de 2,5 mil veículos por hora subindo a Serra do Mar, segundo a Ecovia - concessionária da estrada. Já naBR-376, caminho para as praias catarinenses, o fluxo é de 1,8 mil carros por hora, bem acima da média de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O motorista que trafega pelas duas estradas encontra chuva em vários trechos e muita neblina na região de serra.
A quantidade de carros circulando na BR-116, entre Curitiba e o interior de Santa Catarina, também é alta na região de Fazenda Rio Grande. Há lentidão em aproximadamente um quilômetro no sentido Curitiba na região de Rio Negro (PR) devido ao tráfego intenso. Na pista Sul (sentido Rio Grande do Sul), o fluxo segue sem restrições. Não há acidentes graves nem interdição da pista. Há chuva em alguns pontos, de acordo com a Autopista Planalto Sul. Já na BR-116, entre a capital paranaense e o estado de São Paulo, o fluxo é tranquilo, sem interdições. Há quatro quilômetros de lentidão na Serra do Cafezal, já no estado de São Paulo. As informações são da concessionária Autopista Régis Bittencourt.
Na ligação com o interior do Paraná, pela BR-277, o tráfego é normal e sem bloqueios, segundo aEconorte, concessionária que administra a rodovia. A expectativa, porém, é de que o movimento aumente e fique acima do normal no fim da tarde e durante a noite.
Estradas

Atlético muda foco e encara ‘velho conhecido’ Inter para se manter firme no G4


Por João Pedro Alves
Se por um lado realizar uma boa temporada coloca o Atlético na briga por grandes objetivos em duas competições nacionais, também obriga que tenha que se revezar e mudar o foco a todo momento. O da noite deste domingo (3) na Vila Capanema é se manter no G4 da Série A do Brasileirão e continuar encaminhando a classificação para a Libertadores. Para isso, precisa vencer um “velho conhecido” de que tem boas lembranças: o Internacional.
Este será o quarto encontro entre paranaenses e gaúchos nesta temporada. No primeiro turno do Brasileirão, houve um empate em 2 a 2 no estádio do Vale, em Novo Hamburgo-RS. Mais recentemente, pelas quartas de fina da Copa do Brasil, um empate em 1 a 1 no Rio Grande do Sul e um 0 a 0 na Vila Capanema fizeram o Furacão avançar na competição nacional.
Último encontro entre as equipes garantiu rubro-negros nas semis da Copa do Brasil (Foto: Divulgação/Atlético)
Ocupando a quarta colocação com 52 pontos, o time rubro-negro precisa a todo custo conquistar a vitória para seguir tranquilo no G4. Isso porque, olhando para trás na tabela, vê o Goiás e o Vitória muito próximos, a três e cinco pontos respectivamente e tem o posto ameaçado.
Para vencer o adversário pela primeira vez no ano e manter o bom retrospecto, o Atlético não tem uma escalação definida. Por ter uma decisão contra o Grêmio na quarta-feira (6) nas semis da Copa, existe a possibilidade de um ou outro titular ser poupado – casos de Léo e Zezinho, por exemplo. O desfalque certo fica por conta do suspenso Bruno Silva, expulso na última rodada.
Mas como a partida frente ao Colorado também é uma decisão, mais uma na trajetória rumo à Libertadores via Série A, o técnico Vagner Mancini não deve fazer mais alterações a não ser a possível entrada de Jonas na lateral e João Paulo na contenção.
A provável escalação do Atlético para o jogo que tem início às 19h30 na Vila Capanema é formada por Weverton; Léo (Jonas), Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, Zezinho (João Paulo), Everton e Paulo Baier; Dellatorre e Ederson.
FICHA TÉCNICAATLÉTICO X INTERNACIONAL
Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR).
Data: 3 de novembro de 2013.
Horário: 19h30.
Atlético: Weverton; Léo (Jonas), Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, Zezinho (João Paulo), Everton e Paulo Baier; Dellatorre e Ederson.
Técnico: Vagner Mancini.
Internacional: Muriel; Gabriel, Jackson, Alan e Kleber; Airton, Willians, Alex, Jorge Henrique e D’Alessandro; Scocco.
Técnico: Clemer.

“Está na hora de o governo fazer as entregas”, garante Gleisi após reunião com Dilma


3 de novembro de 2013
A Presidente Dlma Rousseff se reuniu ontem por cerca de seis horas com quinze ministros de governo. A Ministra-Chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, disse que a presidente fez um balanço detalhado das ações nas áreas social e de infraestrutura e perguntou sobre o andamento e as condições dos programas: “temos agenda de entrega de várias obras que vão ser executadas principalmente neste final de ano. É uma prestação de contas à população. Afinal, a presidenta lançou uma série de programas, fez compromissos e está na hora de o governo fazer as entregas. Um governo é eleito, organiza seus programas, faz um compromisso com a população e tem de prestar contas. Estamos em um momento de prestação de contas e de entrega”, afirmou Gleisi.gleisinha
De acordo com a ministra da Casa Civil, com base nas informações dos ministros, o governo elaborará um cronograma de conclusão de obras e apresentação de resultados de ações sociais. “As agendas vão ser organizadas de acordo com as entregas. Isso [o cronograma] vai ser divulgado em um momento futuro”, explicou.
O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo negou que a reunião tenha resultado em mudança de estratégia do governo: “a presidenta não mudou nada do que tem de planejado. Ela só quer que as coisas aconteçam e está preocupada com os resultados. Ela perguntou especificamente de determinados programas, como o Mais Médicos. O encontro foi nessa linha”, relatou.

Homem dirige em alta velocidade, bate e deixa uma mulher grávida morta na BR-277; nove pessoas ficaram feridas


3 de novembro de 2013
O motorista de uma BMW, de 21 anos, que supostamente estaria a mais de 160Km/h, teria provocado um grave acidente há pouco na BR-277, na altura do Km 73, sentido Curitiba. Ele se perdeu, bateu em dois carros e depois capotou o veículo. De acordo com os médicos do Siate, o jovem teve ferimentos gravíssimos na cabeça.
Fotos: Lucas Sarzi/Difusora
Fotos: Lucas Sarzi/Difusora
acidente_grave_lucas
Uma mulher grávida de cinco meses, que estava em uma caminhonete com outra mulher grávida e três crianças, à caminho da Igreja, teve o carro atingido, foi ejetada do veículo e morreu na hora.
Um terceiro veículo também se envolveu no acidente. Ao todo nove pessoas ficaram feridas, entre elas, duas crianças. Todos foram encaminhados a Hospitais de Curitiba.
COM INFORMAÇÕES DE LUCAS SARZI, RÁDIO DIFUSORA

Último eclipse solar de 2013 ocorrerá neste domingo


2 de novembro de 2013
Algumas localidades do Brasil assistirão amanhã (3) ao último eclipse solar  de 2013. “Só que no Brasil, ele não é um eclipse total”, disse hoje (2) à Agência Brasil a astrônoma do Observatório Nacional (ON), Josina Nascimento.  Isso significa que os brasileiros assistirão à cobertura apenas parcial pela Lua.
110148_ext_arquivo
O eclipse solar total será observado somente  em uma faixa da África e no Oceano Atlântico.  Ele é chamado de eclipse solar híbrido, porque pode ser visto de forma parcial em algumas áreas.
O fenômeno poderá ser acompanhado em todo o Nordeste, na maioria dos estados  da Região Norte e em parte do Centro-Oeste e do Sudeste. O eclipse não será observado na Região Sul, informou a pesquisadora do ON.
No Rio de Janeiro, o fenômeno vai começar às 8 h de Brasília, lembrando que é horário de verão, com a escuridão máxima do Sol sendo atingida por volta de 8h20. Pelos cálculos de Josina, às 9h39,  o Sol estará totalmente descoberto. Já em Belém, que não tem horário de verão, o eclipse terá início às 7h27, horário local.
Há no fenômeno uma coincidência interessante, destacou a pesquisadora, que é o fato de o diâmetro aparente da Lua, visto da Terra, ser idêntico ao do Sol. “Se não fosse isso, nunca iria encobrir totalmente [o Sol]”. As informações são da Agência Brasil.

Urbs reforça linhas de ônibus para vestibular da UFPR


3 de novembro de 2013
A Urbs vai reforçar diversas linhas de ônibus para atender os candidatos que participarão daqui a pouco da primeira fase do vestibular  da Universidade Federal do Paraná. A prova será realizada da 14h às 19 horas, em 27 endereços. Os portões serão fechados às 13h30.
onibus-curitibaOs candidatos contarão também com nove linhas especiais de atendimento que foram programadas para a operação de ida. Essas linhas especiais começam o atendimento entre 10h e 10h30, e há reforços previstos de algumas linhas principais entre 10h e 11 horas.
Duas linhas que tradicionalmente não funcionam aos domingos – Centro Politécnico e Universidade Positivo – terão programação especial no domingo. Outra linha, Campina do Siqueira/Batel, não funcionará nesse dia, mas uma linha especial fará atendimento ao Colégio Paranaense, com saídas do Terminal Campina do Siqueira, a partir das 10h10, até o término das provas.
A operação de ida do transporte coletivo inicia entre 10h e 11 horas, e vai até o início das provas, previsto para as 13h30. A operação volta se dá a partir da 15 horas, até o término do horário das provas. Em ambos os casos, a liberação dos ônibus será feita pelos fiscais da Urbs, de acordo com a demanda.
Apesar do reforço de linhas de ônibus, é importante que os candidatos saiam de casa mais cedo para chegarem aos locais de prova até 30 minutos antes do fechamento dos portões. Também devem verificar os horários de ônibus, levando em conta a ocorrência de congestionamento nas proximidades dos locais de provas.
LINHAS ESPECIAIS – Além das linhas de ônibus normais que passam pelos locais de provas, confira as linhas especiais que atenderão os endereços de maior demanda:
· ESPECIAL COLÉGIO MARISTA PARANAENSE - (no Terminal Campina do Siqueira, o ponto de embarque é o da linha Campina do Siqueira/Batel)
Saídas do Terminal Campina do Siqueira:  10h10; 10h40; 11h10; 11h40; 12h10; 12h40; 13h; 13h40; 14h20; 14h50; 15h25; 1h25; 16h55; 17h15; 17h45; 18h15; 18h45 e 19h15.
Saídas do Colégio Paranaense: 10h20; 10h50; 11h20; 11h40; 12h20; 12h50; 13h10; 14h10; 14h40; 15h15; 15h45; 16h15; 16h45; 17h15; 17h45; 18h15; 18h45 e 19h15.
· ESPECIAL JOSÉ LOUREIRO/PUC  - para os que farão provas ma Pontifícia Universidade Católica do Paraná, que fica na rua Imaculada Conceição, 1155 – Prado Velho; e  nas Faculdades Curitiba (Unicuritiba – Sede Rebouças), que ficam na rua Desembargador Westphalen, esquina com rua Chile – a partir das 10h30, saída dos ônibus que fazem a linha especial da rua José Loureiro, no trecho entre a alameda Doutor Muricy e a rua Desembargador Westphalen, com embarque no ponto da linha convencional Raquel Prado/PUC. A liberação desses ônibus é definida pelos fiscais da Urbs, de acordo com a demanda.
· ESPECIAL LINHA DIRETA PUC  - atende os candidatos que farão provas na PUC, no Prado Velho.Ônibus ligeirinhos saem da estação-tubo Centro Cívico nos seguintes horários: 10h20; 10h50; 11h15; 11h40; 11h55; 12h20; 12h45 e 13h05. No percurso, coletivos também acolhem candidatos nas estações-tubo Prefeitura Círculo Militar e Rodoferroviária (este tubo fica na avenida Sete de Setembro, quase esquina com a rua Mariano Torres, e não defronte ao terminal rodoviário, que fica na avenida Presidente Affonso Camargo).
· LINHA DIRETA ESPECIAL CENTRO POLITÉCNICO – atende candidatos que farão prova no Centro Politécnico da Universidade Federal do Paraná, que fica no Jardim das Américas. E também em outros dois endereços da UFPR: os setores de Ciências da Saúde e de Ciências Sociais Aplicadas, ambas com sede no bairro Jardim Botânico. Ônibus ligeirinhos especiais têm saídas da estação-tubo Círculo Militar, no Centro, nos seguintes horários: 10h; 10h18; 10h36; 10h54; 11h12; 11h30; 11h48; 12h06; 12h24; 12h42; 13h e 13h18.
· ESPECIAL RUI BARBOSA/UNIANDRADE – CIDADE UNIVERSITÁRIA SANTA QUITÉRIA -  linha atende a partir das 10h, com saídas da praça Rui Barbosa e embarques no ponto da linha convencional Vila Velha. A liberação dos ônibus fica a cargo dos fiscais da Urbs, de acordo com a demanda.
· ESPECIAL FAZENDINHA/UNIANDRADE – CIDADE UNIVERSITÁRIA SANTA QUITÉRIA – linha disponível a partir das 10h, do Terminal Fazendinha, com liberação pelos fiscais de acordo com a demanda. Embarque no ponto da linha Cotolengo.
· ESPECIAL UNIVERSIDADE POSITIVO - A partir das 10h, saídas, de acordo com a demanda, do Terminal Campo Comprido.

Confira os demais endereços de provas e principais pontos de embarque, no centro ou terminais, de linhas que atendem os respectivos locais:
Universidade Positivo (Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Campo Comprido) – 5.924 candidatos

Colégio Estadual do Paraná (Avenida João Gualberto, 250 – Alto da Glória) – 1.496 candidatos -acesso com os ônibus biarticulados da linha expressa – Santa Cândida/Capão Raso: terminais Santa Cândida, Boa Vista, Cabral, Estação Central (Correio Velho, na rua Presidente Faria), Portão e Capão Raso. Descer na estação-tubo Passeio Público – provisório, que fica defronte ao colégio -, ou a estação-tubo Maria Clara, cerca de 300 metros adiante, na direção Santa Cândida.

Colégio Estadual Doutor Xavier da Silva (Avenida Silva Jardim, 613 – Rebouças) – 763 candidatos - nas imediações do endereço passam as linhas expressas Santa Cândida/Capão Raso; Centenário/Campo Comprido; Pinhais/Rui Barbosa; Boqueirão e Pinheirinho.
· Santa Cândida/Capão Raso: terminais Santa Cândida, Boa Vista, Cabral, Estação Central (Correio Velho, na rua Presidente Faria), Portão e Capão Raso.
· Centenário/Campo Comprido – no centro, praça Rui Barbosa; terminais Capão da Imbuia, Centenário, Oficinas, Campo Comprido e Campina do Siqueira.
· Pinhais/Rui Barbosa – no centro, praça Rui Barbosa; terminais Pinhais e Capão da Imbuia.
· Boqueirão – no centro, praça Carlos Gomes; terminais Boqueirão, Carmo e Hauer.
· Pinheirinho – no centro, praça Rui Barbosa; terminais Portão, Capão Raso e Pinheirinho.

Colégio Estadual Leôncio Correia (Rua Costa Rica, 233 – Bacacheri) – 851 candidatos - Santa Cândida/Capão Raso: terminais Santa Cândida, Boa Vista, Cabral, Estação Central (Correio Velho, na rua Presidente Faria), Portão e Capão Raso. Recomenda-se descer na estação-tubo Holanda.

Colégio Estadual Julia Wanderley (Avenida Vicente Machado, 1643 – Batel) – 592 candidatos - A praça Zacarias, no centro, é ponto de embarque das linhas Detran/Vicente Machado e Itupava/Hospital Militar, que passam defronte à escola. Outra opção, para quem mora nos bairros, é a linha circular Interbairros I.

Colégio Estadual Professor Loureiro Fernandes (Rua Marechal Mallet, 540 – Juvevê) – 630 candidatos - da Travessa Moreira Garcez, no centro, partem as linhas Laranjeiras, Fernando de Noronha, Paineiras e Santa Gema. O embarque na linha Ahú/Los Angeles (sentido Los Angeles) pode ser feito na avenida Marechal Floriano, no trecho entre as ruas Marechal Deodoro e XV de Novembro, ou na praça Tiradentes.

Colégio Estadual Paulo Leminski (Rua Coronel Augusto de Almeida Garret, 135 – Tarumã) – 1.125 candidatos - da praça Carlos Gomes sai a linha Tarumã; dos terminais Capão da Imbuia, Cabral, Campina do Siqueira, Portão, Capão Raso e Hauer, a Linha Direta Inter 2; dos mesmos terminais exceto o do Portão, a linha Interbairros II. Embarques na linha Detran/Vicente Machado (sentido Detran), podem ser feitos nas praças Osório, Tiradentes ou Santos Andrade. Os ligeirinhos da linha Bairro Alto/Santa Felicidade têm embarques nos dois respectivos terminais e, no centro, na praça Tiradentes.

Colégio Estadual Pedro Macedo (Avenida República Argentina, 2376 – Portão) 955 candidatos -acesso com os expressos Pinheirinho e Santa Cândida/Capão Raso. No primeiro caso, embarque nos terminais  Praça Rui Barbosa, no centro; e terminais Portão, Capão Raso e Pinheirinho. No segundo caso – terminais Santa Cândida, Boa Vista, Cabral, Estação Central (Correio Velho, na rua Presidente Faria), Portão e Capão Raso.

Colégio Marista Paranaense (Rua Bispo Dom José, 2674 – Seminário) – 1.344 candidatos -  além dos diversos horários da linha especial, os candidatos dispõem ainda das linhas ua XV/Barigui e Jardim Social/Batel, que no centro passam pela praça Zacarias; e Vila Sandra e Tramotnina, ambos saindo da praça Rui Barbosa.

Colégio Padre Bagozzi (Rua João Bettega, 1 – Portão) – 900 candidatos - Expresso Santa Cândida/Capão Raso – embarques nos terminais Santa Cândida, Boa Vista, Cabral, Estação Central (Correio Velho, na rua Presidente Faria), Portão e Capão Raso. Expresso Pinheirinho – sai da praça Rui Barbosa, mas embarques podem ser feitos nos terminais Portão, Capão Raso e Pinheirinho

Faculdade Padre Bagozzi (Rua Caetano Marchesini, 952 – Portão) – 1.386 candidatos -  da praça Rui Barbos sai a linha Nossa Senhora da Luz; do Terminal em Araucária e a alameda Doutor Muricy (quase esquina com a avenida Visconde de Guarapuava), a linha troncal Curitiba/Araucária; dos terminais Portão e Araucária, a linha Araucária/Portão; e dos terminais Fazendinha, Portão e Oficinas, a linha Interbairros V.

Faculdade Padre Bagozzi – Unidade Xaxim (Rua Francisco Derosso, 1016 – Xaxim) – 636 candidatos - duas alternativas de acesso:  linha convencional Itamarati, que sai do Terminal Hauer; e a Alto Boqueirão, com saída do terminal Capão Raso.

Faculdades Curitiba (Unicuritiba – Setor Rebouças)  (Rua Chile, 1678 – Rebouças) -  Além da linha especial José Loureiro/PUC, as opções de acesso ao local incluem o Expresso Boqueirão, com embarques na praça Carlos Gomes e terminais Boqueirão, Carmo e Hauer. Desembarque recomendado na estação-tubo Almirante Gonçalves; Cabral/Portão, com embarques nos dois terminais; a linha circular Interbairros I, com embarques em vários pontos da cidade; Interbairros V – Terminais Fazendinha, Portão e Oficinas; e Bom Retiro/PUC e Raquel Prado/PUC, com saídas, no centro, na rua José Loureiro, entre a alameda Doutor Muricy e a rua Desembargador Westphalen.

Fundação de Estudos Sociais do Paraná (FESP) (Rua Doutor Faivre, 141 – Centro) – 1.667 candidatos;

Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Edifício D. Pedro I e Edifício D. Pedro II (Reitoria)(Rua General Carneiro, 460 – Centro) – 1.177 candidatos;

UFPR – Hospital de Clínicas – localizadas no centro, são acessadas pelas inúmeras linhas que cruzam a cidade, com pontos de parada em praças próximas.

Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) – (Rua Imaculada Conceição, 1155 – Prado Velho) – 10.957 candidatos - além das linhas especiais de reforço, também estão disponíveis as seguintes linhas regulares: Bom Retiro/PUC e Raquel Prado/PUC, com embarque, no centro, na rua José Loureiro, entre a alameda Doutor Muricy e a rua Desembargador Westphalen; Uberaba, com saída da praça Rui Barbosa; Interbairros I, linha circular com passagem em vários bairros; Linha Direta Aeroporto, com embarques nas estações-tubo Centro Cívico, Prefeitura, Círculo Militar Rodoferroviária, Paiol, PUC, Salgado Filho e Aeroporto Afonso Pena. E ainda: Cabral/Portão, com acesso pelos terminais Portão e Cabral; Interbairros V – com embarques nos terminais Fazendinha, Portão e Oficinas. E a Linha Direta Curitiba/Fazenda Rio Grande. O embarque é nas estações-tubo da rua Lourenço Pinto, no centro, entre a rua André de Barros e a avenida Visconde de Guarapuava; e tubos Rodoferroviária, Paiol, PUC e Terminal Fazenda Rio Grande.

Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Centro Politécnico - (Rua Coronel Francisco Heráclito dos Santos, s/nº – Jardim das Américas) – 3.472 candidatos - além das linhas especiais, há as seguintes alternativas: Santa Bárbara e Petrópolis – embarques na praça Rui Barbosa; Estudantes – saída da praça 19 de Dezembro. A linha Interbairros II permite embarques nos terminais Campina do Siqueira, Portão, Capão Raso, Hauer, Capão da Imbuia e Cabral. A Interbairros V, nos terminais Fazendinha, Portão e Oficinas. E a Linha Direta (ligeirinho) Inter 2, nos terminais Campina do Siqueira, Capão da Imbuia, Capão Raso, Hauer e Cabral.

Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Setor de Ciências de Saúde; Setor de Ciências Sociais Aplicadas (ambas com sede no Jardim Botânico) - ( Avenida Prefeito Lothário Meissner, 632) – 2.165 candidatos -  No centro, as linhas convencionais Petrópolis e Santa Bárbara saem da praça Rui Barbosa, e a linha Solitude, da praça Carlos Gomes. Já a linha Cabral/Portão permite embarques nos dois terminais homônimos.

Uniandrade  Campus Cidade Universitária – Santa Quitéria - (Rua João Scussiato, 1 – Santa Quitéria) – 2.851 candidatos - No centro, duas linhas partem da praça Rui Barbosa: Vila Velha e Cotolengo.  No bairro, embarques na linha Cotolengo são no Terminal Fazendinha.

Unibrasil - (Rua Konrad Adenauer, 442 – Tarumã) – 4.298 candidatos
Acesso com ajuda de duas linhas convencionais: Sagrado Coração, com saídas da praça Santos Andrade; e Alto Tarumã – embarques na praça Carlos Gomes ou Terminal Bairro Alto. E ainda: linha Interbairros II permite embarques nos terminais Campina do Siqueira, Portão, Capão Raso, Hauer, Capão da Imbuia e Cabral. Linha Direta (Ligeirinho) Inter 2, nos terminais Campina do Siqueira, Capão da Imbuia, Capão Raso, Hauer e Cabral. Além da Linha Direta Bairro/Alto/Santa Felicidade, com embarques nos dois terminais ou, no centro, estações-tubo Tiradentes (sentido Bairro Alto) e Nestor de Castro (sentido Santa Felicidade – atrás da Catedral).

Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Unidade Ecoville - (Rua Deputado Heitor Alencar Furtado, 490 – Bigorrilho) – 1.062 candidatos - São José/Dona fina; Santa Ângela; Rebouças; Campo Largo; Campo Comprido/CIC – todas as linhas saem do Terminal Campo Comprido.

Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)  Centro (Rua Desembargador Westphalen, 817 – Centro) – 2.135 candidatos - Expressos Santa Cândida/Capão Raso (embarques nos terminais Santa Cândida, Boa Vista, Cabral, Estação Central – ao lado do Correio Velho -, Portão e Capão Raso; Centenário/Campo Comprido (praça Rui Barbosa e terminais Capão da Imbuia, Oficinas, Centenário, Campina do Siqueira e Campo Comprido) e Pinhais/Rui Barbosa (praça Rui Barbosa e Terminal Pinhais) – o ponto recomendado para desembarque e mais próximo do local de provas é a praça Eufrásio Correia, defronte à antiga estação ferroviária.

Usuários do Expresso Boqueirão (parador e Ligeirão), embarcam nos terminais Boqueirão, Carmo e Hauer. No centro, o ponto inicial da linha é na praça Carlos Gomes. O desembarque para realização da prova é no ponto Universidade Tecnológica, que fica na esquina das avenidas Marechal Floriano e Sete de Setembro. É onde também desembarcam candidatos vindos no Expresso Ligeirão Pinheirinho/Carlos Gomes, cujo ponto inicial, no centro, fica na rua Lourenço Pinto.
Quem usa o Expresso Pinheirinho, com embarques nos terminais Pinheirinho, Portão e Capão Raso, tem ponto final, no centro, na praça Rui Barbosa, de onde pode seguir a pé ao local da prova, ou, mediante pagamento de nova tarifa, embarcar na mesma praça nas linhas Pinhais/Rui Barbosa ou Centenário/Campo Comprido (sentido Centenário).