Serviço de Desassoreamento contribui com a contenção de enchentes


WEBMASTER 7 DE NOVEMBRO DE 2013

Limpeza de acúmulos nos rios e córregos é uma das etapas de prevenção dos danos causados pelos alagamentos em Colombo

Obras de desassoreamento tem como objetivo limpar entulhos dos córregos e rios
Desde o início de outubro, a Prefeitura Municipal de Colombo, através da Secretaria de Administração, da Secretaria de Obras e Viação e da Secretaria de Meio Ambiente iniciou efetivamente os trabalhos para a contenção das enchentes, que ocorrem com maior intensidade nos primeiros meses do ano, devido ao maior volume de chuvas.
E para contribuir com este importante serviço, que começou com o estudo das áreas com maior incidência de alagamentos através das ocorrências registradas pela Defesa Civil, serão realizados até o final do ano o desassoreamento de doze regiões da cidade, são elas: São Gabriel, Águas Fervidas (na área rural), Jardim Ana Rosa, Centro, Florença, Jardim Cesár Augusto, Jardim João Paulo II, Jardim Osasco, Jardim Paloma, Rio Verde, Parque do Embu, Jardim Paraná.
O desassoreamento é a limpeza realizada nos córregos e rios para tirar materiais, como: folhas, terra, galho, e que foram se acumulando com o passar do tempo. E esses detritos dificultavam a passagem das águas pluviais (vindas da chuva) e acabavam ocasionando tais alagamentos.
A importância desse trabalho é destacada pelo Secretário de Meio Ambiente, José Carlos Moretes do Amaral. “Vimos a necessidade de intensificar a drenagem, principalmente nestes locais que mais sofrem com as enchentes, para que os estragos e danos sejam minimizados”, afirma o Secretário.
Este benefício é citado pela moradora Terezinha Santos Fortes, que reside no bairro Rio Verde há 50 anos. “Já perdi muitas coisas pelas chuvas, como móveis e eletrodomésticos, mas agora com estas obras temos a esperança que as coisas melhorem”, defende a moradora.
Localidades com maior número de ocorrências de enchentes foram os primeiros a serem atendidos
Hoje, cerca de 30% dos trabalhos de desassoreamento, que começaram em outubro, já foram concluídos, como conta o diretor de Meio Ambiente e responsável pelo projeto de Desassoreamento, João Novacki. “Estamos fazendo obras em quatro localidades por vez, e a previsão é de que até o início de dezembro todas estejam concluídas”, explica.
Estão disponibilizados para estes trabalhos três equipamentos para cada localidade atendida: uma máquina escavadeira, um caminhão e uma retro escavadeira. Uma delas, inclusive, é uma escavadeira anfíbia que evita que danos ambientais aconteçam por retirar os entulhos dentro da água.
A previsão é de que conforme estas áreas sejam concluídas, mais localidades sejam atendidas.
Fotos: Camila Toppel/PMC
Mais informações sobre a prefeitura em:
BLOG- colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo:
TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Ruas de antipó começam a ser restauradas em Colombo pela Prefeitura


WEBMASTER 7 DE NOVEMBRO DE 2013

Operação conhecida como tapa buracos pretende recuperar o pavimento de vias do município

Emulsão asfáltica é colocada para aderir material que cobrirá buracos das ruas
A primeira semana de novembro marcou o início da ação da Prefeitura Municipal de Colombo, através da Secretaria de Obras e Viação, que vai reestruturar as ruas de antipó da cidade, dentro da operação tapa buracos. Foram escolhidos, através de estudos e planejamentos, três bairros para serem os primeiros a receberem os trabalhos, como explica o Secretario de Obras e Viação, João Maria Rodrigues.
“Vimos a necessidade de começarmos de recuperar o pavimento em muitos pontos da cidade, mas inicialmente a operação acontecerá em localidades mais críticas, como o Jardim Osasco, Maria do Rosário e Jardim Eucalitpo, para depois ser expandida para outros locais”, explica.
A restauração é dividida em três etapas. Primeiro é depositado nos buracos um material reciclado, composto por restos de construção civil, adicionado ao cimento. Após encher os buracos, o trabalho de cobertura com emulsão asfáltica é realizado, garantindo a aderência do material ao solo. Para finalizar aplica-se uma camada de pó, para proteger a nova pavimentação.
De acordo com o fiscal da ação realizada pela Secretaria de Obras e Viação, Mario Luiz Prodo, o principal benefício que os moradores poderão perceber com estas obras é a maior comodidade na passagem por estes locais. “Tanto o trânsito de carros, quanto a passagem dos pedestres será melhorada com essa recuperação das vias”, conta.
Comerciantes e moradores das regiões atendidas serão principais beneficiados
Essa também é a opinião do vendedor Fabiano Servidore, que trabalha em um estabelecimento comercial localizado numa das primeiras ruas beneficiadas do Jardim Osasco. “Aqui víamos muito buracos, que causavam transtornos, até mesmo acidentes, mas agora com a rua arrumada essa situação será diminuída”, destaca o vendedor.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre a prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Colombo vai ganhar o novo CMEI São José


WEBMASTER 7 DE NOVEMBRO DE 2013

A nova unidade vai atender às Vilas São José e Guaraituba com mais de 80 novas vagas

Obras já alcançam 60% de conclusão e a previsão de entrega é para janeiro de 2014
Colombo se prepara para ganhar mais um Centro Municipal de Educação Infantil, o CMEI São José, que vai atender às Vilas São José e Guaraituba. A estrutura vai oferecer mais de 80 novas vagas para crianças destas comunidades, cujos pais lutam pela oportunidade de ter onde deixar seus filhos, há muito tempo. Para a prefeita Beti Pavin, esta nova unidade é só o começo de outras, que serão implantadas em Colombo. “Sabemos da necessidade destes pais e mães, que trabalham e precisam de um lugar de confiança, para deixarem seus filhos, que cuide deles com carinho e atenção, com boa estrutura e com segurança. Neste, são 80 vagas, é o começo de um trabalho que estamos realizando sem medir esforços para atender à toda a demanda do município”, ressaltou Beti.
O CMEI é uma realização da Prefeitura de Colombo em parceria com o Governo Federal, por meio do Programa ProInfância, que fornece de forma suplementar uma assistência financeira, ao Distrito Federal e aos municípios que, segundo o Ministério da Educação, “efetuaram o Termo de Adesão ao Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação e elaboraram o Plano de Ações Articuladas (PAR)”. Os recursos do Programa são destinados à construção e aquisição de equipamentos e mobiliário para as creches e pré-escolas da rede pública de educação infantil. A Prefeitura garantiu um terreno para a instalação do CMEI e a contrapartida para a realização da obra.
Investimentos na infância
A construção do CMEI São José vai receber ao todo um investimento de mais de R$ 770 mil. A construção, segundo o diretor municipal de Planejamento, Evandro Busato, passou por alguns desencontros, mas depois de todo o esforço empregado, em breve poderá ser entregue. “Pegamos o processo com algumas inconformidades, mas tudo foi corrigido em tempo hábil, com esforços unificados tanto da secretaria de Planejamento, quanto de Obras e Viação e até de Educação, Cultura e Esporte, para que a obra chegasse onde está agora, e para que logo possa beneficiar os maiores interessados, que são as crianças”, destacou Busato.
Mais de 80 vagas serão oferecidas e as crianças terão uma estrutura de qualidade para seu dia a dia
A estrutura do CMEI vai conter sala multiuso (Informática), sala de tecnologia e informação, copa, cozinha, área de circulação, refeitório, área de administração, sala dos professores, almoxarifado, lactário (onde se preparam mamadeiras e sopas), lavanderia, vestiários, fraldário e quatro salas de aula. Além disto as crianças desfrutarão de dois ambientes comuns, sendo um ao ar livre e outro coberto, de integração entre as faixas etárias, com playground e bebedouro. A obra já está em estágio avançado de realização, ultrapassando os 60% de conclusão, e a previsão de entrega é para janeiro de 2014.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre a prefeitura em:
BLOG- colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo:
TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Nilton Parceiros do Rim é eleito vice presidente da FENAPAR - Federação Nacional das Associações de Pacientes Renais do Brasil




Nilton Parceiros do Rim é eleito vice presidente da FENAPAR - Federação Nacional das Associações de Pacientes Renais do Brasil em reunião realizada agora  tarde na cidade de Teresina - PI.

Em breve mais novidades.

Parte dos brasileiros desconhece alimentos com alto teor de sal


Da Agência Brasil

Mesmo com uma intensa publicidade nos meios de comunicação e nos próprios consultórios médicos, muitas pessoas desconhecem os perigos que o consumo excessivo de sal pode causar à saúde. Outras, por sua vez, sabem dos riscos à saúde mas ignoram os alimentosque têm alto valor de sal ou sódio, como os embutidos – presunto, mortadela e mortadela de frango –, macarrão instantâneo e maionese, por exemplo.
Tabela da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) mostra que o queijo parmesão ralado, tão utilizado pelas famílias brasileiras nas macarronadas de fim de semana, lidera os alimentos com maior teor de sal em sua composição. Ontem (5), o Ministério da Saúde e a Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação assinaram o quarto acordo para diminuir a quantidade de sal nos produtos que vão à mesa dos brasileiros.
O médico cardiologista Geniberto Paiva Campos, ex-presidente da Sociedade de Cardiologia do Distrito Federal (SBC-DF) e atualparmesao-061113-bandabmente coordenador do Observatório da Saúde do Distrito Federal disse à Agência Brasil que o sal é o grande responsável por problemas como o infarto, a diabetes e a hipertensão, esta última de difícil diagnóstico que se tornou um problema de saúde pública. “O excesso de sal é ruim, traz problemas para o coração, para os rins, eleva a pressão arterial e está diretamente ligado as causas de infarto”, destacou o cardiologista.
Segundo ele, todo esse impacto na saúde do brasileiro torna o consumo excessivo de sal e de sódio um problema de saúde pública e, por isso, torna-se necessária a redução do uso do sódio nos alimentos. Ele reconheceu que a tradição da culinária brasileira é um dos pontos que mais dificultam o processo de convencimento do cidadão. Geniberto citou, por exemplo, o tradicional churrasco gaúcho. Uma forma de driblar a quantidade de sal colocada na carne, segundo ele, é descartar a capa da carne, onde o produto se concentra. “Agora, vai dizer isso para o gaúcho”, brincou.
Apesar de o consumo excessivo fazer mal a saúde, o sal é necessário para o corpo humano e, ao mesmo tempo, a redução da quantidade ingerida é facilmente aceita pelo organismo. O segredo é diminuir gradativamente o consumo e não tentar cortá-lo da dieta de uma vez.
A nutricionista e professora da Universidade de Brasília (UnB), Raquel Botelho, deu dicas para controlar o consumo de sal. “Nós temos que incentivar a população a usar temperos a base de ervas, até mesmo pimentas, porque não contêm sódio”. Outro produto que pode ajudar no processo de redução do consumo de sal é o alho, tempero que é benéfico à saúde que contribui no tratamento de infecções patogênicas e previne doenças como o câncer e problemas cardiovasculares.
A professora explicou que o cidadão tem que tomar cuidado com os temperos industrializados. “Cada tablete de tempero contém mais de 1 mil miligramas de sódio”. Segundo ela, o brasileiro consome três vezes mais sal do que deveria.

Parque Barigui terá fiscalização com Módulo Móvel da Guarda Municipal


SMCS

modulo
Foto: Everson Bressan/SMCS

Durante os próximos 15 dias, a Guarda Municipal estará monitorando o Parque Barigüi com a operação Módulo Móvel Itinerante (MMI). A ação atende à solicitação dos moradores da região.
“Estamos trabalhando para coibir as aglomerações noturnas, o desrespeito para com o patrimônio público e privado e a poluição sonora, que ocorre principalmente no final de semana”, disse o Inspetor Cláudio Frederico de Carvalho, diretor da Guarda Municipal.
A operação “Paz no Parque” está alternando o monitoramento em diversos parques da cidade para promover o sossego e a utilização correta das áreas verdes.
O diretor informou que a maior queixa dos moradores da região do Barigüi e dos usuários do parque é o uso de bebida alcoólica e drogas, perturbação do sossego, estacionamento irregular e direção perigosa. “No último monitoramento, em parceria com a Setran e o Meio Ambiente, há 15 dias, foram recolhidos 14 veículos e aplicadas 48 multas, sendo dez por poluição sonora e 38 por estacionamento irregular, falta de documentação do veículo ou do condutor, uso do celular e não utilização do cinto de segurança”, disse o diretor.
Para Nataniel Gomes de Oliveira, conselheiro da Associação dos Moradores e Amigos do Parque Barigui (Amaparque), o monitoramento da Guarda Municipal é muito bem-vindo. “São quase 2 mil pessoas que moram nos arredores do parque e vêm sofrendo com o desrespeito de alguns. Queremos sossego e o módulo vai ajudar a coibir os extremos”, afirmou.
O Módulo Móvel Itinerante ficará fixo, porém alternado em três pontos: no Centro de Atividades Físicas (ao lado da chaminé) e nos estacionamentos da Cândido Hartmann e da BR-277.

Dilma diz que rádios AM terão som com a qualidade de FM: “Estamos fazendo justiça”


Por Luiz Henrique de Oliveira


“Estamos fazendo justiça”. Foi com essa frase que a presidente Dilma Rousseff, do PT, assinou o decreto que permite a migração das emissoras de rádio AM para a faixa FM. A cerimônia aconteceu no Palácio do Planalto na manhã desta quinta-feira (7) e contou com a presença de diversos ministros e também de radialistas. A Banda B esteve lá representada pelo diretor-executivo Michel Micheleto.
DILMA
Banda B esteve representada no decreto (Foto: Michel Micheleto)
No discurso, Dilma afirmou que as rádios AM terão som com a qualidade de FM. “É feito justiça com diversos radialistas que prestam serviço à população. Em muitas pequenas localidades do país são essas as rádios que são os instrumentos de conexão entre as pessoas”, iniciou.
“O decreto vai sem dúvida mudar a qualidade da transmissão, diminuindo ruídos e interferências. Toda essa mudança também vai proporcionar melhores capacidades técnicas para a transmissão via tablets e celulares”, completou a presidente.
Para Michel Micheleto, um problema que não era causado pela emissora será solucionado com a migração. “Estou muito feliz, porque nós da Rádio AM tivemos problemas com ruídos e a assinatura deste decreto conserta algo que não era culpa da emissora. Com isso, volta a qualidade do som, porque conteúdo nunca nos preocupou”, afirmou.
Quem também comemorou essa mudança foi o radialista e diretor-geral da Rádio Banda B, o deputado estadual Luiz Carlos Martins. “A presidenta está fazendo justiça com o rádio AM. Atitude corajosa. A Banda B vai fazer a migração da AM para a faixa FM, sempre pensando na melhor qualidade para o ouvinte” , garantiu.
O deputado federal e vice-presidente da Câmara de Deputados, André Vargas, destacou a data escolhida para a assinatura do decreto. “Foi no dia do radialista e, em especial, para aquele que está mais próximo do cidadão, o radialista da rádio AM, que abre espaço para ele em sua programação. É uma homenagem a essas emissoras que resistiram durante os anos e agora recebem essa boa notícia”, afirmou.
Por sua vez, o ministro das Comunicações, Paulo Bernado, explicou de que forma a migração vai acontecer. “Com a digitalização da TV, nós temos os canais 5 e 6 [liberados], onde cabem muitas rádios. Nós estamos fazendo uma solução que é importante, que é autorizar rádio AM para a faixa de FM”, detalhou, deixando claro que o pedido de migração poderá ser feito pelas emissoras a partir de janeiro.

REUNIÃO DE LIDERANÇAS DO MOVIMENTO RENAL BRASILEIRO




Hoje quinta feira dia 07 de novembro as 11.00 hrs reuniu-se no salão do Hotel Formula Flat as lideranças do MOVIMENTO RENAL BRASILEIRO, onde D. Isoldi  explanou desde sua chegada em Teresina, onde visitou várias clinicas de hemodiálise, e também concedeu várias entrevistas aos veículos de mídia locais, como rádio , televisão e jornais. Gilson , presidente da Adreterj do Rio de Janeiro disse da importância do nosso movimento para melhorar o tratamento dos pacientes renais do Brasil. Neci Gomes e Renato Padilha organizadores do I Fórum disseram que temos que sair daqui do Piauí com uma nova federação eleita. Nilton da Parceiros do Rim também concorda que temos que sair daqui com tudo resolvido, para fortalecer o nosso movimento.

I FÓRUM NACIONAL DOS PACIENTES RENAIS - TERESINA PI

Renato Padilha


Nosso companheiro Renato Padilha, ( Coordenador Nacional da Comissão do MOVIMENTO RENAL BRASILEIRO) participou do programa Bom dia Piauí da afiliada da Rede Globo aqui em Teresina, onde falou do I Fórum Nacional dos Pacientes que inicia hoje as 18.00 hrs. Disse dos desafios que o Comissão esta desencadeando a nível nacional para a melhora da qualidade de vida dos renais.


Relatório final da CPI do Transporte será entregue em 26 de novembro


Da CMC

relatório final da CPI do Transporte Coletivo da Câmara Municipal será apresentado no dia26 de novembro. A data foi sugerida nesta quarta-feira (6) pelo relator da comissão, Bruno Pessuti (PSC), durante reunião administrativa da CPI. “Antes da entrega do relatório, vou me reunir com os demais vereadores para discutir o conteúdo do documento”, adiantou Pessuti. Em reuniões anteriores, 20 de novembro teria sido a data cogitada para entrega do relatório.
CPI-transporte-061113-bandab
(Foto: Anderson Tozato)
Para o presidente da CPI, Jorge Bernardi (PDT), o resultado deste relatório é o que fará a “diferença” entre os aspectos analisados pela comissão. “A atenção da população está em cima de todos nós. Por isso, quero pedir esforços para que este relatório reflita o que de fato foi investigado. Agora precisamos demonstrar nossa força”, declarou.
Para o vereador Valdemir Soares (PRB), o conteúdo dessa CPI já alcançou a mídia e toda sociedade. “Essa CPI foi diferente e histórica na nossa cidade. Quero assinar na íntegra o relatório. Temos uma bússola estampada na sociedade em relação a este relatório”. A opinião também foi compartilhada por Chico do Uberaba (PMN), para quem o resultado da CPI vai honrar a resposta que a Câmara deve dar à sociedade.

Deputado quer que Copel diga quanto arrecada com aluguel de postes no Paraná


Da Redação

O deputado Luiz Carlos Martins (PSD) foi à tribuna da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (6) para pedir clareza da Companhia Paranaense de Energia (Copel) em relação ao faturamento obtido pelo aluguel de postes para as operadoras em geral. Nesta semana, o deputado recebeu da companhia a resposta ao requerimento aprovado em plenário, que questiona detalhes do compartilhamento. As respostas, segundo o deputado, foram insuficientes e burocráticas.
luiz-carlos-martins-061113-bandab
Foto: Sandro Nascimento (Alep)
“Mas afinal, qual o valor arrecadado pela Copel com o aluguel dos postes? No requerimento, a companhia respondeu apenas dados gerais e informou que 90% do valor arrecadado são usados para a modicidade da tarifa de energia. A palavra é bonita – modicidade – mas isso reduz a tarifa em quanto?”, questionou Martins na tribuna.
A Copel informou que o compartilhamento dos postes com operadoras de telefonia fixa, celular, TVs a cabo e comunicação multimídia, entre outras, segue as regras da Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel. Ao todo, segundo a empresa, são compartilhados pouco mais de 1 milhão de postes no estado entre 104 operadoras. O preço deste serviço varia de R$ 2,43 a R$ 4,43 por ponto de fixação, de acordo com a região, informou a empresa.
“A Copel deu os valores, mas não informou se isso é cobrado por dia, semana, mês, ano… Fala-se tanto que falta dinheiro nos cofres do estado e, se fizermos uma conta cega, por baixo, temos cerca de R$ 200 milhões arrecadados com este aluguel. Mas será isso mesmo? E de que forma é aplicado este dinheiro?”, afirmou o deputado do PSD.
Martins disse que aguarda um novo posicionamento da Copel sobre o tema. “Que negócio é esse que envolve Copel, prefeituras e operadoras?”, completou.
“Ninhos de urubus”
A questão do uso dos postes da Copel pelas operadoras vem à tona no momento em que a prefeitura de Curitiba reage contra os chamados “ninhos de urubus” no alto dos postes. Emaranhados de fios das operadoras que, além de prejudicar a paisagem, colocam em risco a população.
“Aqui em Curitiba, finalmente, a prefeitura está reagindo. Decidiu adotar uma medida drástica para resolver o problema: vai arrancar todos os fios que não estiverem identificados por placas dizendo a qual empresa pertencem. E deu prazo até domingo para que todos façam a regularização. Vamos aguardar para ver se este problema, de fato, será solucionado”, disse Martins.
A prefeitura de Curitiba estuda ainda duas alternativas para as ruas Visconde de Guarapuava e Carlos de Carvalho, na região central: instalar um cabo único que carregaria todos os fios ou finalmente enterrá-los. Ainda não há definição sobre o tema.

Cães de rua recebem tratamento em terminais de ônibus de Curitiba


Da SMCS

Nos últimos meses, mais de 40 cães de rua que vivem nos terminais de ônibus de Curitibaforam identificados com microchips, castrados e vacinados pela Rede de Proteção Animal. Por meio do projeto Cães Comunitários, cada um deles tem agora um mantenedor voluntário e é monitorado pelos técnicos da Rede.
“Este projeto é maravilhoso, a melhor coisa que já aconteceu por aqui”, diz a dona de casa Ireni de Fátima Pereira da Rosa, que mora em frente ao Terminal de ônibus do Pinheirinho e é mantenedora de quatro cães.
caes-terminais-061113-bandab
(Foto: Cesar Brustolin/SMCS)
Há 21 anos moradora na região, a dona de casa conta que há pelo menos uma década ela e a filha Geisa cuidam e alimentam os animais que vivem no terminal. “Esta é a primeira vez que a Prefeitura está fazendo algo por eles, agora ficou muito mais fácil para nós”, diz. “Ficamos surpresos e muito felizes com esta iniciativa”.
Segundo a Rede de Proteção Animal, 41 cães de dez terminais de ônibus de Curitiba já fazem parte do projeto. Destes, nove foram oficialmente adotados por famílias e os outros recebem atendimento diário. O mantenedor é responsável pelo fornecimento de água e alimentação e também por informar aos veterinários da Rede sobre qualquer problema de saúde do animal.
Com recursos de R$ 200 mil, aprovados pela Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FAP), o projeto Cães Comunitários é uma parceria entre a Prefeitura de Curitiba e a Universidade Federal do Paraná (UFPR).
A meta é incluir no projeto todos os cães que moram nos 22 terminais de ônibus da cidade, geralmente alimentados e mantidos por funcionários e usuários dos equipamentos ou pela comunidade local.
O diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação de Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Alexander Biondo, informa que em várias cidades no mundo os cães e gatos comunitários são atendidos pelo poder público. “Eles passam a fazem parte da fauna urbana e contam com a ajuda e simpatia da população e dos turistas”, explica.

Apostador de Mauá (SP) leva sozinho prêmio de R$ 80 milhões da Mega-Sena


Redação com CEF

O maior prêmio do ano, até agora, da Mega-Sena, saiu para um único apostador, de Mauá, em São Paulo.
O novo milionário brasileiro vai receber, de acordo com informações no site da Caixa Econômica Federal, R$ 80.499.108,16. Caso o ganhador aplique todo o valor na poupança, poderá ter uma renda de mais de R$ 380 mil mensais, o equivalente a R$ 12.600 por dia.
Se o sortudo preferir investir todo o valor do prêmio em bens, pode comprar 80 imóveis de R$ 1 milhão cada, ou uma frota de 625 carros de luxo, ou ainda, uma frota de 120 iates de luxo.
As seis dezenas sorteadas nesta quarta-feira (6) são: 04 – 06 – 11 – 24 – 45 – 48.
Os 680 acertadores da quina vão levar, cada um, R$ 13.845,79.
Já a quadra vai pagar R$ 296,19 para cada um dos 45.410 apostadores que acertaram quatro dezenas.
A arrecadação total para este prêmio foi de R$ 160.817.482,00.

30% dos brasileiros confiam no trabalho da polícia, afirma pesquisa


5 de novembro de 2013
Sete em cada dez pessoas no Brasil dizem não confiar na polícia. É o que mostra uma pesquisa feita pela Faculdade de Direito da FGV em São Paulo apresentado nesta terça-feira (5).Gov. Beto Richa na formatura dos soldados da Policia Militar
O estudo faz parte da sétima edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. O levantamento ouviu 1.650 pessoas por trimestre durante um ano, entre 2012 e este ano.
O levantamento diz ainda que a confiança do brasileiro com a polícia é próxima da verificada com os partidos políticos, que apresentou a reprovação de 95% dos entrevistados.
“Não dá para tapar o sol com a peneira. Esses números mostram uma falência total do modelo de política de segurança pública”, disse Renato Sérgio de Lima, coordenador do Anuário Brasileiro de Segurança Pública.
A pesquisa aponta que as Forças Armadas são a instituição de segurança que os brasileiros julgam mais confiável. No total, 34% dos entrevistados não confiam no Exército, na Aeronáutica e na Marinha.
A pesquisa tem uma margem de erro de 2,5% para mais ou para menos.
DELEGADOS
Conforme antecipou a Folha na edição de hoje, o Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostrou também que apesar de ter o maior número de delegados de polícia do país, com mais de 3.000 na ativa, São Paulo foi o Estado que pior remunerou o profissional em início de carreira em 2012.
Enquanto um delegado em Mato Grosso recebeu, em 2012, R$ 18.837,00, o mesmo profissional em São Paulo ganhou quase um terço disso, R$ 6.709,32 –entre salário bruto e gratificações.
Os números que compõem o documento foram recolhidos de bases de dados da Secretaria de Segurança Nacional, do Ministério da Justiça. As informações são da Folha de São Paulo.

STF declara voto impresso inconstitucional


6 de novembro de 2013
O Supremo Tribunal Federal (STF) acabou nesta quarta-feira (6) definitivamente com as chances de voto impresso a partir da eleição do próximo ano. Os ministros do STF declararam inconstitucional um dispositivo legal de 2009 que previa essa possibilidade com o objetivo de conferir o resultado da eleição.
stf
A impressão do voto chegou a ser testada na eleição de 2002 no Distrito Federal, no Estado de Sergipe e em mais 73 municípios brasileiros. Mas foi descontinuada após ter provocado atrasos na votação e suspeitas de quebra de sigilo do voto.
Durante o julgamento desta quarta, os integrantes do STF reafirmaram que a urna eletrônica é segura. A ministra Cármen Lúcia, que preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disse que o sistema eletrônico de votação adotado pelo Brasil é confiável e serve de inspiração para outros países. Segundo ela, todos os meses o TSE recebe pedidos de visita de pessoas de várias partes do mundo que querem conhecer o método.
O plenário do STF julgou uma ação na qual o procurador-geral da República sustentou que apesar de a norma pretender buscar o aperfeiçoamento das eleições, as medidas poderiam propiciar condições para quebra de sigilo do voto. Pela norma, o voto seria depositado de forma automática, sem contato manual, em local previamente lacrado. Posteriormente, 2% das urnas de cada zona eleitoral seriam sorteados para recontagem.
Em outubro de 2011, o plenário do STF já havia determinado a suspensão liminar do dispositivo que previa a impressão do voto a partir das eleições de 2014. Na ocasião, os ministros concluíram que a novidade poderia comprometer o sigilo e a inviolabilidade do voto, que são garantidos pela Constituição Federal. Nesta quarta, o plenário julgou o mérito da ação.
Depois da experiência mal sucedida do voto impresso em 2002, uma lei de 2003 instituiu o registro digital da votação. De acordo com informações do TSE, os votos passaram a ser armazenados digitalmente da forma como foram dados pelo eleitor, permitindo uma eventual recontagem automatizada sem comprometer o sigilo. Além disso, a legislação prevê a possibilidade de auditoria no sistema eletrônico antes, durante e depois do processo. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

Justin Bieber é autuado por pichação no Rio de Janeiro


6 de novembro de 2013
O cantor canadense Justin Bieber, 19, foi autuado por pichação, informou a Polícia Civil do Rio de Janeiro, por meio de nota publicada em seu site. Segundo o comunicado, a 15ª DP (Gávea) autuou o artista pelo crime previsto no artigo 65, da Lei nº. 9.065: pichar ou por outro meio conspurcar edificação ou monumento urbano.
596701126006660535
Por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo, o caso será encaminhado ao Jecrim (Juizado Especial Criminal).
A pena para esse tipo delito varia entre três meses e um ano, além de multa.
Bieber havia recebido autorização da prefeitura do Rio para realizar um grafite no muro da Vila Olímpica, no Morro do Vidigal, mas por questões de segurança, a equipe do cantor não achou viável o cantor grafitar naquele local. A autorização dada pela Prefeitura não se estendia a outros locais.
O astro teen grafitou um muro do antigo hotel Nacional, em São Conrado, na zona sul carioca, ontem. No local, seguranças do artista teriam agredido paparazzi que fotografavam Justin Bieber.
O comando do 23º batalhão, no Leblon (zona sul do Rio), abriu uma sindicância para apurar porque a polícia, que estava presente na hora da pichação, não interferiu.
Justin Bieber chegou a comentar nas redes sociais as confusões em que se meteu. “Eu sou louco, sim é o que o jogo fez comigo. Eu talvez precise substituir essas caretas e talvez precise me afastar das pessoas que não me deixam ser eu mesmo, mas eu sempre vou lembrar quem eu sou”, escreveu no Instagram.
Ele foi embora do Rio hoje, seguindo para o Paraguai, onde continuará sua turnê.
No Twitter, se despediu do Brasil. “Obrigado Brazil!!! Paraguay is next. #BelieveTour”, escreveu. As informações são da Folha de São Paulo.

Atlético faz história e está na final da Copa do Brasil


6 de novembro de 2013
20131106-234347.jpg
O Atlético está na final da Copa do Brasil pela primeira vez na sua história. Essa é a terceira vez seguida que um clube paranaense é finalista do torneio. Em um jogo dramático o Furacão empatou em 0 a 0 com o Grêmio em Porto Alegre com direito a gol gaúcho anulado e bola salva em cima da linha.

“Tendência é Osmar Dias disputar o Senado e PDT apoiar Gleisi”, diz Lupi


6 de novembro de 2013
O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi disse hoje em visita a Assembleia Legislativa que a tendência é Osmar Dias disputar o Senado e o PDT apoiar a candidatura da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, ao governo do Paraná.Segundo ele, a candidatura de Osmar Dias e de Álvaro Dias ao Senado é uma questão que deve ser acertada entre eles. “Osmar é o candidato do PDT ao Senado pelo Paraná”, garantiu.
download
Lupi também rechaçou qualquer possibilidade de Osmar Dias sair como vice de Gleisi em uma possível chapa para o governo do estado.