FUNCIONÁRIO DA PREFEITURA FLAGRADO NO MOTEL EM HORÁRIO DE EXPEDIENTE







Circula nas redes sociais fotos de um funcionário da Secretária do Meio Ambiente de Colombo, que foi flagrado em um MOTEL de nossa cidade em horário de expediente, com uma mulher que supostamente seria sua amante. Quem tirou as fotos??? Foi sua amante ou tinha uma terceira pessoa?


TCHE mortos e enterrados - advogados da APMC perdem mais uma ação na justiça



Acabou em definitivo para os "tchetchereretcheche".
Os advogados da APMC, que resolveram impugnar a eleição da ASSEMCO, perderam mais esta na justiça.
Tenho vagas lá na roça para os dois, se quiserem abandonar a profissão...
O doutor juiz Wilson Junior, indeferiu em definitivo a tentativa dos "tchetchereretcheche" de avacalhar a eleição da ASSEMCO.

Tudo foi feito lícita e legalmente correto pela Comissão Eleitoral.
Professor Claudinei, presidente da APMC e seus advogados, devem agora se preocupar com a explicação que deverão dar aos profissionais da educação, por conta da interferência na eleição LEGÍTIMA da ASSEMCO.
Estes mesmos advogados não foram demitidos da ASSEMCO?
Veja a decisão final do Juiz:



Ciclista que colocou bicicleta em poste após morte de estudante diz que luta por trânsito mais humano


Por Marina Sequinel e Elizangela Jubanski

bicicleta flagrada por um leitor da Banda B na noite desta quarta-feira (21) tem uma finalidade especial: homenagear os ciclistas que morreram em acidentes de trânsito. Pendurada em um poste e toda pintada de branco, ela chama a atenção de quem passa pela Linha Verde, no bairro Xaxim, em Curitiba.
A iniciativa é do grupo de ciclistas CicloIguaçu, que realizam campanhas na capital para lutar pela paz no trânsito. A bicicleta foi colocada no local sete dias após a morte do estudante Alexander, de 14 anos, que foi atingido por um caminhão no caminho para a escola.
bicicleta-21113-bandab
A iniciativa tem como objetivo chamar a atenção dos motoristas para a tolerância no trânsito. (Foto: Renan Machado)
“Nós queremos que as pessoas olhem aquilo e reflitam sobre as ações que elas têm no trânsito. É preciso mais respeito e menos agressão. O nosso grupo luta por um trânsito mais humano, tanto por parte de motoristas, quanto de pedestres e ciclistas”, explicou um dos organizadores, Josué Valério, de 45 anos, à Banda B.
O grupo também colocou uma bicicleta (dessa vez no chão, em pé) em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, em homenagem ao jovem Marcelo, de 19 anos. Ele morreu em um acidente semelhante ao de Alexander, na Avenida Maringá.
As bicicletas são sempre colocadas no sétimo dia de morte da vítima, com a participação dos familiares, e no local onde o acidente aconteceu. “Logo nós vamos fixar também placas com o nome do ciclista e  com algumas frases. Como, por exemplo, ‘Por que toda essa pressa, motorista?’ e ‘Será que isso vale uma vida?’”, completou Josué.
Além das mensagens de tolerância no trânsito, o grupo também pede para o poder público infraestrutura e mais recursos que possam melhorar o acesso e segurança de quem pedala.

Notícias relacionadas


Prefeitura e 22º Batalhão realizam 1º Passeio Ciclístico


WEBMASTER 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Com 9,5 quilômetros de percurso, passeio irá percorrer as ruas de cinco bairros de Colombo

“Pedalando pela Paz”, este é o tema do 1º Passeio Ciclístico que será realizado neste domingo, dia 24, a partir das 9 horas, uma promoção da Prefeitura Municipal de Colombo em parceria com o 22º Batalhão de Política Militar (BPM). A participação é livre, sem taxa de inscrição e o evento é dedicado para toda a família.
Com 9,5 quilômetros de percurso, o passeio irá percorrer as ruas de cinco bairros da cidade: Vila Liberdade, Guarani, Maracanã, Eucaliptos e Guaraituba. O evento também vai contar com uma animada programação que vai de sorteio de bicicletas, entre outros brindes, até a distribuição de refrigerantes e sorvetes para refrescar os participantes.
De acordo com o relações públicas do Batalhão de Colombo, Heleno Lourival de Oliveira, este primeiro passeio tem como objetivo trazer a comunidade para perto do 22º BPM. “Queremos mostrar que o Batalhão e a Polícia são comunitários e que trabalhamos em parceria com o povo e para ele”, destacou.
O departamento de Esportes com sua equipe técnica de profissionais e a secretária municipal da Saúde com a disponibilidade de uma ambulância darão suporte ao evento que ainda terá viaturas da Guarda Municipal e da Polícia Militar garantindo a segurança dos ciclistas durante todo o trajeto.
A saída e a chegada do 1º Passeio Ciclístico estão marcadas para acontecer na sede do 22º BPM, na rua Madre Maria Avosani, 687 – Palmital. Mais informações 41-3605.2100 / 2105.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Senado aprova minirreforma eleitoral


21 de novembro de 2013
O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (20) a minirreforma eleitoral, que vai à sanção da presidente Dilma Rousseff. O texto libera o uso da internet para campanha nas redes sociais, permite o parcelamento de multas impostas pela Justiça Eleitoral em até 60 vezes, proíbe placas, cavaletes e envelopamento de carros. O projeto impõe modificações que beneficiam candidatos e não alteram de forma significativa as regras das disputas eleitorais -por isso o texto ganhou no Congresso o apelido de “perfumaria”.
De acordo com o projeto, o comício terá que terminar às 2h da madrugada de sexta pra sábado do dia anterior à eleição. O projeto também limita a fiscalização de gastos pela Justiça Eleitoral e fixa teto para gastos com alimentação e aluguel de veículos em campanhas.
A proposta dá ainda maior liberdade a pré-candidatos em período anterior à campanha eleitoral. O texto diz que não será considerada propaganda antecipada a participação de pré-candidatos em entrevistas, programas, encontros e debates no rádio, na televisão e na internet, “inclusive com a exposição de plataformas e projetos político”.
Os senadores recuaram nos dois pontos mais polêmicos da minirreforma. Retiraram do projeto a liberação de doações de concessionários de serviços públicos nas campanhas. A brecha permitiria aos concessionários doar caso não fossem os responsáveis diretos pela doação. A Câmara havia retirado essa possibilidade do projeto, os senadores a retomaram, mas mudaram de ideia na votação no plenário -depois da pressão de um grupo de congressistas.
A legislação eleitoral proíbe esse tipo de doação para evitar que empresas com contratos com o governo federal sejam financiadoras de candidatos governistas.
Outro recuo foi retirar do texto a possibilidade dos partidos usarem recursos dos seus institutos e fundações nas campanhas eleitorais. A versão final prevê a aplicação obrigatória de 20% dos recursos do fundo partidário nas fundações ou institutos partidários, como já estabelecido pela legislação. O fundo representa uma das principais fontes de financiamento das legendas.
Em outro ponto, o projeto permite, no semestre das eleições, transferências do fundo partidário às siglas que tiveram suas contas desaprovadas pela Justiça. O projeto aprovado limita a contratação de cabos eleitorais pelos candidatos. A Câmara havia acabado com a restrição, mas o Senado retomou seu texto original que permite a contratação média de um cabo eleitoral para cada mil eleitores do município.
O número sobre proporcionalmente de acordo com os cargos em disputa. Quem concorrer à Presidência da República ou Senado, cargos que exigem maior número de votos para o candidato, por exemplo, poderá contratar mais cabos eleitorais.
Multas
O projeto permite que o político que receba punição da Justiça Eleitoral possa pagar a multa em até 60 vezes, desde que cada parcela não ultrapasse o limite de 10% de seus rendimentos. Os deputados incluíram a regra, que foi mantida pelo Senado. A Receita Federal já permite o parcelamento de dívidas nesse prazo, mas não há na legislação nenhuma previsão para as multas eleitorais.
Os senadores liberam a realização de carreatas no dia da eleição -hoje isso é crime, com pena de até um ano de prisão, mais multa- e autorizam que o último comício das campanhas termine de madrugada –pelas regras atuais, ele tem que acabar até a meia-noite.
A minirreforma proíbe o uso de bonecos, placas, faixas, bandeiras e pinturas em muro de bens particulares nas campanhas eleitorais. Os cartazes ficam liberados, assim como adesivos nos carros. A proibição é para o chamado “envelopamento” do veículo, em que é coberto integralmente com propaganda do candidato.
Outra mudança é o prazo de 24 horas entre o fim da convenção partidária e a publicação da ata com o seu resultado -que atualmente é de cinco dias. O objetivo é evitar negociações dos partidos com outras siglas, com decisões tomadas depois das convenções que não respeitam o que ficou definido na ata.
A minirreforma autoriza a troca de candidatos até 20 dias antes das eleições. Pela legislação em vigor, até mesmo candidatos impugnados podem fazer campanha até a véspera da eleição -e efetuar a substituição um dia antes da disputa. A única exceção fica para casos de morte do candidato, em que a troca pode ocorrer até 24 horas antes da disputa.
O texto impõe limites à fiscalização financeira dos partidos ao determinar o exame formal dos documentos contábeis e fiscais na análise de suas prestações de contas, mas com a vedação da “análise das atividades político-partidárias ou qualquer interferência” na autonomia das siglas.
Validade
Embora o TSE determine que somente mudanças no sistema eleitoral aprovadas até um ano antes da disputa possam valer nas eleições de 2014, congressistas apostam que as mudanças da minirreforma vão vigorar no ano que vem. Como as normas foram aprovadas depois de 5 de outubro, teoricamente não poderiam ser aplicadas no ano que vem.
Em conversas com senadores, a ex-presidente do TSE Carmen Lúcia sinalizou estar de acordo com a vigência da minirreforma em 2014. Relator da proposta, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) disse que as regras poderão ser aplicadas porque não modificam a estrutura da disputa. “Essas mudanças valem para 2014 porque não mexemos nas regras diretas das eleições. São regras de procedimentos, por isso se aplicam mesmo fora do princípio da anualidade”, disse Jucá. As informações são do O Globo.

Denarc faz operação contra o tráfico de drogas na Grande Curitiba


21 de novembro de 2013
Uma operação contra o tráfico de drogas foi deflagrada hoje e cumpre 31 mandados de prisão e 17 de busca e apreensão em Curitiba, Colombo e Pinhais. Cerca de 80 policiais participam da ação, batizada de América. Até as 9h30, 23 mandados já tinham sido cumpridos. As investigações ocorriam há nove meses. Segundo Guilherme Rangel, titular da Divisão de Narcóticos que comanda a operação a metade da quadrilha é composta por mulheres. Agentes da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, do Comando de Operações Especiais e do Grupo Tigre também atuam no caso.

Maringá está entre as cidades que mais exportaram em 2013


20 de novembro de 2013
Maringá assume novamente a décima quinta posição no ranking nacional de municípios que mais exportaram em 2013. O balanço é do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Desde janeiro até novembro, foram arrecadados dois bilhões e 500 mil reais, cerca de 17% a mais do que no mesmo período do ano passado.Entre os itens mais exportados pelo município está o grão de soja, que rendeu o equivalente a 55% dos itens comercializados com outros países.
Para a economista da FAEP, Gilda Bozza, o crescimento da exportação no município já era esperado em função das características da economia e do uso de tecnologia de ponta na agricultura. 
Na lista dos mais vendidos aparecerem os açúcares de cana, grãos de milho, bagaços e outros resíduos do óleo de soja e o álcool etílico.

Após criticar excesso de ministérios em Brasília, Campos corta pastas em PE


21 de novembro de 2013
Presidente nacional do PSB e possível candidato do partido à Presidência da República, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, anunciou nesta quarta-feira (20) uma reforma administrativa para reduzir os gastos com a manutenção da estrutura do governo estadual.
As mudanças, que começarão a vigorar em janeiro, incluem a redução no número de secretarias –de 28 para 22 em janeiro e para 21 em julho, quando a Secretaria da Copa será extinta após a realização do torneio.
O anúncio chega em meio a críticas do presidenciável Campos em relação ao número de ministérios no governo federal. Em entrevista recente ao “Programa do Jô”, da Rede Globo, Campos disse: “É grave ter 39 ministérios, acho que é demais. Mas mais grave é não ter a política publica definida, é ficar dependendo de quem vai estar lá. A gente precisa ter uma racionalização da máquina pública.”
Segundo o governo de PE, os cortes deverão resultar em economia de R$ 25 milhões até o fim da gestão de Campos. As medidas dão prosseguimento a um processo de redução de custos iniciado há cerca de um mês, quando o pessebista determinou a extinção de 969 cargos comissionados.
Marlene Bergamo/Folhapress
O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, durante entrevista no "Programa do Jô"
O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, durante entrevista no “Programa do Jô”
“Esse é o organograma mais adequado ao momento que estamos vivendo. Caminhamos para o último ano de governo, e é fundamental que, nesse ciclo de conclusão, a gente possa estruturar o organograma do Estado, por temos cumprido etapas que demandaram a existência de estruturas específicas”, afirmou Campos.
MUDANÇAS
Uma das principais alterações da reforma foi a extinção da Secretaria da Assessoria do Governador, ocupada pelo escritor e dramaturgo Ariano Suassuna.
Sem o status de secretário, Suassuna será transferido para a estrutura do gabinete do governador. A relevância da pasta que ocupava, criada em 2007 após a posse de Campos, era questionada pela oposição. A função do órgão abrangia desde “assessorar o governador em assuntos técnicos e políticos” até “apoiar a divulgação da cultura pernambucana”.
A reforma, que precisará ser aprovada pelo Legislativo, também prevê a criação de duas “supersecretarias”. Uma delas é a pasta Governo e Desenvolvimento Social, resultado da fusão das secretarias de Governo, de Articulação Social e Regional e de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.
A outra é a Secretaria de Infraestrutura, que une as atuais secretarias de Transportes e de Recursos Hídricos.
Completam a reforma a anexação da Secretaria de Esportes à pasta da Educação, além da inclusão da Secretaria da Casa Militar ao gabinete do governador.
Uma das mudanças esperadas –o fim da Secretaria de Cultura– não se concretizou. A possibilidade de extinção da pasta havia sido alvo de críticas de artistas em redes sociais.
FONTE: FOLHA DE S.PAULO

As esquisitices do Portal da Transparência da prefeitura de Curitiba parte 2 – a mea-culpa, a função social e os supersalários


20 de novembro de 2013
Deu o que falar a divulgação, primeiro por esse blog, dos salários divulgados no Portal da Transparência da Prefeitura, na verdade alguns SUPERSALÁRIOS. As informações publicadas são do Portal, logo são documentos e para que não houvesse dúvidas os prints das telas foram postados aqui: as esquisitices mostradas no Portal da Transparência de Curitiba. Mas vamos a continuidade da polêmica. Alguns supersalários chamaram a atenção, não pelos valores em si, mas no comparativo da importância da atividade realizada com o valor do dinheiro público que é gasto para tal. E nesse pacote estão a remuneração de um tratador de animais, publicada no Portal como de pouco mais de R$ 8 mil e a do Coordenador de Redes Sociais, Álvaro Borba, publicada como pouco mais de R$16 mil.
Bem, logo depois da divulgação da informação, repito oficial, o Secretário de Comunicação Social da Prefeitura, Gladimir Nascimento informou pelo telefone que o salário do tratador excepcionalmente no mês passado foi de pouco mais de R$ 8 mil, mas que média salarial do servidor é de R$ 1500,00. já do caso do Coordenador de Redes a explicação é de que o salário divulgado na verdade é referente a dois meses, ou seja, a remuneração seria de cerca de R$ 8 mil reais. Muito bem. Então vamos ao que é relevante. A grande pergunta que deve ser feita em tudo isso é: qual é a utilidade do trabalho de cada um desses profissionais para o cidadão de Curitiba que é quem paga a conta?
Então vamos ao mea-culpa. O que faz um tratador de animais? No caso do servidor que teve o salário de R$ 8 mil divulgado pela prefeitura no Portal da “Semi-Transparência” o que chamou a atenção foi o valor e a incompetência da forma de divulgar os dados que gerou a confusão. Mas ainda que fosse esse salário mais alto, o tratador de animais tem a função de alimentar os bichos do zoológico que as crianças adoram visitar. É uma função nobre.
O que faz um Coordenador de Redes Sociais da Prefeitura de Curitiba que recebe R$ 8 mil reais de dinheiro público? Muito bem, essa é fácil. A resposta é: coordena Redes Sociais. Então vamos a próxima pergunta: qual é a utilidade da função para o cidadão de Curitiba que paga a conta? Essa resposta é um pouco mais difícil.
Falando em animais, veja essa capivara.
capivaraBem, parece uma espécie de brincadeira envolvendo o nome da cidade e a imagem de Curitiba. A tal capivara é a grande contribuição do responsável pela Coordenação de Redes para a cidade, segundo o proóprio responsável pela ideia que tem o salário que gerou polêmica O tratador de animais recebe R$ 1500. O que tratou a imagem do animal recebe R$ 8 mil e cada um tem sua função social. Qual será a mais importante? É uma discussão.
Um detalhe. O cuidado com o dinheiro público deve acontecer em todas as esferas, inclusive dentro da comunicação. O corporativismo não pode sobressair os cuidados com a boa aplicação da verba que sai do bolso do contribuinte.

Jovem é alvo de tiros e polícia acredita que ordem possa ter partido de penitenciária


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha

uberaba2-201113-bandab
Foto: Juliano Cunha – Banda B
Um jovem de 19 anos foi assassinado no começo da tarde desta quarta-feira (20) na Rua Waldomiro Daldigan, no bairro Uberaba, em Curitiba. De acordo com o delegado Delegado Danilo Zarlenga, ele tinha envolvimento com drogas e acredita-se até que a ordem do homicídio possa ter partido de dentro de uma penitenciária.
“Ainda é muito cedo para falarmos sobre as causas da morte, é provável que seja uma disputa pelo ponto de tráfico, já que essas pessoas banalizaram a vida e hoje matam por R$ 30, R$ 40”, comentou.
De acordo com Zarlenga, eles acreditam até que a ordem possa ter partido de uma delegacia. “Hoje infelizmente presos conseguem celulares ou até mesmo passam a ordem durante alguma visita, mas esperamos que em breve o autor do crime esteja preso”, disse.
O corpo de Maxwel Gonçalves foi encaminhado ao Instituto Médico Legal. A Delegacia de Homicídios investiga o caso.

Somente 01 chapa disputa a ASSEMCO




As vésperas da eleição da ASSEMCO (Associação dos Servidores Municipais de Colombo), a chapa ASSEMCO FORTE retirou-se da disputa.
A chapa perdeu 05 de seus membros, que desistiram oficialmente, por escrito, faltando menos de 01 semana da eleição e não poderá participar do pleito eleitoral nesta sexta-feira, 22 de novembro.
Com isso, a única chapa na disputa é a chapa 01 – ASSEMCO PATRIMÔNIO DE TODOS.
As eleições transcorrerão normalmente, com locais de votação fixos e itinerantes.
Os locais de votação fixa serão os seguintes:
Restaurante ASSEMCO Sede – das 08:00 às 17:00
Regional Maracanã –  das 08:00 às 17:00
Pátio de Obras - das 08:00 às 17:00
As urnas itinerantes visitarão os postos de trabalho da prefeitura municipal.
Após o término da votação, as urnas serão encaminhadas para o Restaurante da ASSEMCO, na sede de Colombo, aonde ocorrerá a contagem dos votos.
A perspectiva é de que o resultado final da contagem ocorra em poucas horas.
A única chapa concorrente, chapa 01 - ASSEMCO PATRIMÔNIO DE TODOS, tem os seguintes membros:
DIRETORIA EXECUTIVA
Função Nome:

Presidente: IRENE DE FATIMA TOSIN CAMILO
Vice – Presidente: HUMBERTO RAMON B. RODRIGUES
1° Secretario: EDNA CRISTINA B. B. GAZIN
2° Secretario: ANA CAROLINA GUIMARAES
1° Tesoureiro: JORGE FIRMINO
2° Tesoureiro JOSNEY MARQUES DE OLIVEIRA
Diretor Social: IRENE DE ALMEIDA GUIBOR
Diretor Esportes: CELSO LUIZ DE SOUZA CORDEIRO
Relações Publicas: SOLANGE DELLA MURA
Diretor de Patrimônio: VILMAR PEREIRA RIOS
Orador: FABIO SCHUELER PINTO

CONSELHO FISCAL
Função Nome:
Presidente: SILVANA DA R. ZANOLI FIGUEIRO
Secretario: LUZIA GALVAO
Membros: DANIELA S. DOS SANTOS
MARCIO ANDRIGO MARCONDES
MONICA APARECIDA MACIEL
DIRETORIA AUXILIAR
ALCIR PEDRO FURNI
CLAUDEMILSON TEIXEIRA
CLEVERSON ASSUNÇAO
DELURDE BECKER
ELAINE CRISTIINA L. SCANTEMBURLO
CLAUDIO SOUZA DA SILVA
GILBERTO FRANCO
MARIA APARECIDA GONÇALVES
MARIA DE FATIMA L. DE ALMEIDA
ROSALDA THOMAS
SEBASTIAO CRISPIM LOPES
SUZANE M. DE P. S. BELO
VALDETE X. DOS SANTOS FARIA
JUCELIA PEREIRA RODRIGUES