Dilma confirma salário mínimo de R$ 724 para 2014




A partir de 1º de janeiro, o salário mínimo será de R$ 724. O valor foi confirmado nesta segunda-feira (23) pela presidente Dilma Rousseff, em seu Twitter, e representa um aumento de 6,78% (atualmente o mínimo é de R$678).
Inicialmente, o governo havia previsto um mínimo de R$ 722,90 para o ano que vem, mas o valor foi atualizado na semana passada durante votação da proposta orçamentária pelo Congresso. O valor final, no entanto, ainda dependia de confirmação de um decreto presidencial.
Deputados e senadores revisaram o salário porque o PIB (Produto Interno Bruto) de 2012, que é usado no cálculo do mínimo, foi atualizado. O mínimo é calculado com base na inflação e no PIB de dois anos anteriores, sendo que no caso de 2012 foi revisado de 0,87% para 1,03%.
A ampliação do mínimo trará um custo extra aos cofres públicos de R$ 250 milhões por conta de benefícios previdenciários, assistenciais e seguro-desemprego.
"Assinei decreto que reajusta o Salário Mínimo para R$ 724,00 à partir de janeiro de 2014 –reajuste de 6,78% sobre o valor atual", informou a presidente pelo microblog. Na tarde de hoje, a presidente se reuniu com os ministros Guido Mantega (Fazenda) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil).
Pela manhã, a presidente gravou no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, seu pronunciamento de fim de ano. O material deve ser exibido após o feriado de Natal.
Em sua coluna semanal de rádio, Dilma disse apostar em um 2014 melhor para todos.
"Eu quero desejar, do fundo do coração, um Feliz Natal para todas as famílias brasileiras. Tenho certeza de que 2014 será um ano ainda melhor para todos nós, porque estamos trabalhando junto com vocês, dia e noite, para uma vida melhor no nosso país", disse.

Ministério da Saúde autoriza repasse para hospitais de média e alta complexidade no Paraná


23 de dezembro de 2013



O Ministério da Saúde publicou nesta segunda-feira (23), uma portaria que define o repasse de recursos para hospitais e santas casas em todo o Estado. O auxílio vai beneficiar 58 instituições de saúde com parcelas que somam aproximadamente R$32 milhões mensais. Os recursos destinados aos hospitais integram o Bloco de Atenção de Média e Alta Complexidade ao limite financeiro anual de Média e Alta Complexidade dos Estados e Municípios.
Em Curitiba, seis hospitais de atendimento estão entre as beneficiadas: Hospital Cruz Vermelha, Erasto Gaertner, pequeno príncipe, Nossa Senhora das Graças, Santa Casa e Evangélico. Em Londrina, os recursos vão ajudar no atendimento do Hospital do Câncer, Evangélico e Santa Casa. Já em Ponta Grossa são quatro instituições: o Hospital Bom Jesus, /evangélico, Vicentino e Santa Casa.
Destinada a centros de atendimento em saúde de todo o País, a Portaria do Ministério da Saúde prevê uma quantia de R$ 1.602.639.385,48 que vai ser disponibilizada em três parcelas. A primeira ainda este ano e o restante em 2014. Além dos valores mensais de R$ 1.201.979.539,11, que vai ser incorporado ao limite financeiro anual de Média e Alta Complexidade dos Estados e Municípios, repassado de forma regular e automática.
além do repasse mensal

Eleitor paranaense dá nota 5 para deputados estaduais


23 de dezembro de 2013




Um levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas revelou a visão negativa que os paranaenses ainda tem em relação aos parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado, mesmo três anos depois do maior escândalo da história da Casa. De acordo com a pesquisa, a nota média para os deputados estaduais ficou em 5,05. Na média, os eleitores curitibanos deram uma nota de 4,36 e a média ficou em 5,36 nas demais regiões do Paraná.
As baixas notas dadas aos deputados mostram a ineficiência das medidas tomadas pela gestão de Valdir Rossoni a frente da Assembleia para amenizar a mancha dos escândalos de corrupção, revelados em 2011, com um esquema fraudulento na contratação de funcionários fantasmas e laranjas. Foram desviados pelo menos R$ 250 milhões.
Na última semana, o presidente da Assembleia Legislativa anunciou em cerimônia a devolução de recursos o orçamento da Casa ao Governo do Estado. O valor teria sido economizado durante todo o ano. Com o valor de R$200 milhões devolvidos em 2013, o valor total de devoluções soma R$400 milhões. Porém, as ações não refletiram na percepção dos eleitores, que em sua maioria, nem sabe quem é o presidente da Alep. Na pesquisa realizada pelo instituto, somente 8% das pessoas acertaram quando perguntados sobre quem ocupa o cargo.
Entre os eleitores curitibanos, 48,88% já não lembram em quem votaram para o cargo de vereador na última eleição, enquanto 46,87% ainda recordam. Em Londrina, a pesquisa revelou uma grande diferença. Mais de 58% dos londrinenses afirmaram não lembrar de seu último voto para vereador, enquanto apenas 34,91% se lembra.
E mesmo não se lembrando sobre esta escolha, a avaliação sobre os escolhidos é severa. Na capital, 52,02% dos eleitores desaprova o trabalho realizado pelos vereadores e 37,5% de aprovação.

Renan Calheiros diz que devolverá valor de viagem particular em avião oficial


23 de dezembro de 2013




O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), vai devolver aos cofres públicos o valor referente à sua viagem de Brasília para Recife em avião da Força Aérea Brasileira (FAB) na última quarta-feira, 18, com o objetivo de fazer um implante de cabelo. O valor a ser ressarcido ao Tesouro Nacional, por meio de uma Guia de Recolhimento da União (GRU), ainda será calculado pela FAB, segundo informou nesta segunda-feira, 23, a assessoria de Renan.
A Aeronáutica divulgou nesta segunda uma nota confirmando ter disponibilizado um avião para o transporte do senador atendendo a regras firmadas e abstraindo questões de mérito relacionadas ao motivo da viagem. A mensagem cita que foge à alçada do Comando da Aeronáutica julgar os motivos da viagem. Renan não tinha compromissos oficiais na data.
“Informamos que, em atendimento à solicitação contida em ofício de 17 de dezembro de 2013, da Subchefia de Gabinete da Presidência do Senado Federal, o Comando da Aeronáutica disponibilizou o apoio de aeronave para viagem a serviço, conforme solicitado”, cita a nota divulgada nesta segunda-feira.
O texto destaca, ainda, que “em resposta ao ofício recebido da Presidência do Senado, de 23 de dezembro de 2013, que solicita esclarecimento sobre eventual impropriedade na requisição de aeronave para viagem de Brasília a Recife, no dia 18 de dezembro de 2013, o Comando da Aeronáutica informou que observa fielmente o disposto no Decreto nº 4.244, de 22 de maio de 2002, abstraídas questões de mérito relacionadas ao motivo da viagem o qual, embora declarado na solicitação, foge à alçada deste Comando julgar.”
De acordo com dados do site da FAB, o presidente do Senado saiu de Brasília às 22h15 e chegou a seu destino às 23h30. A aeronave levou outros quatro passageiros, provavelmente convidados de Renan, uma vez que não há registros de que o voo tenha sido compartilhado. O senador informou à FAB que a viagem era “a serviço”. O uso da avião da FAB para fins particulares foi revelado pela coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.
É a segunda vez neste ano que o presidente do Senado utiliza um avião da FAB em compromissos particulares. Em junho, ele pegou carona para ir ao casamento da filha do líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), em Trancoso, Bahia. Após o fato ser revelado pela imprensa, Renan devolveu o dinheiro aos cofres públicos. Em julho, ele anunciou que devolveria R$ 32 mil por essa viagem.
FONTE: ESTADÃO

Rodoviária de Curitiba tem movimento intenso de pessoas que querem passar Natal com a família

Publicado em 23 de dezembro de 2013,10:30

Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Entre as milhares de pessoas que tem passado pela Rodoviária de Curitiba nesses dias que antecedem o Natal, encontramos um objetivo comum em muitas delas: a oportunidade de passar a data do nascimento de Cristo com a família. A Banda B esteve no local na manhã desta segunda-feira (23) e, entre as idas e vindas e confusões provocadas pela reforma, observou o sentimento de satisfação por estar ali. Hoje, de acordo com a previsão, 830 ônibus transportando 25,6 mil pessoas, devem deixar a capital paranaense.
Entre as 128 mil pessoas esperadas nesses dias, 42% tem como destino o interior do Paraná e viajantes de cidades como Londrina e Maringá não são difíceis de encontrar. Aparecido chegava da cidade quando foi abordado pela reportagem. “Vim visitar os meus irmãos, essa é uma data muito especial e temos que passar com a família”, disse.
Rilari, moradora de Piraquara, aguardava os irmãos chegarem do estado de São Paulo e não escondeu a felicidade de aguardar a chegada dos parentes. “Esse é um feriado família, mesmo nesse tumulto é muito bom estar aqui aguardando eles”, comentou.
Na terça-feira (24), véspera de Natal, 48 coletivos devem deixar a cidade com 14,2 mil passageiros.
Comoção
Outro sentimento muito presente na rodoviária na data de hoje foi a comoção pelas vítimas do acidente da Rodovia Régis Bittencourt. A Viação Nossa Senhora da Penha, informou ainda ontem que uma equipe de psicólogos, assistentes sociais e funcionários foram disponibilizados para prestar atendimento aos passageiros e seus familiares nas cidades de Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo.
Trânsito intenso
Nesta segunda, a Rua Conselheiro Laurindo está parcialmente bloqueada entre as avenidas Presidente Getúlio Vargas e Silva Jardim para o tráfego dos ônibus que acessam a Rodoferroviária. Como a ala estadual segue bloqueada por causa de obras.
Embarque e desembarque
Nesse período, todos os desembarques de passageiros serão feitos, exclusivamente no bloco novo que fica ao lado da ala estadual bloqueada para reforma, com oito plataformas, enquanto as 24 plataformas da ala interestadual, da frente, já reformada, serão utilizadas exclusivamente para embarques.
Durante todo o período de movimento – que antecede o Natal e se estende até depois do Ano Novo -, fiscais da Urbs e agentes da Setran orientarão os passageiros e demais usuários, auxiliados por faixas estrategicamente espalhadas nas ruas próximas e em volta do terminal.
Táxis
Até o dia 6 de janeiro, os táxis ocuparão com exclusividade toda a área dos fundos da rodoferroviária (ala estadual em reformas) após a trincheira, para embarque de passageiros. Também haverá táxis disponíveis para embarque de passageiros no ponto do Mercado Municipal.
Ainda na parte dos fundos da rodoferroviária, mas antes da trincheira, os táxis terão uma faixa exclusiva de circulação separada por cones, entre as 17 horas e 2 horas da manhã dos dias 20, 23, 25, 27 e 30 de dezembro e 1º e 5 de janeiro; entre as 5 horas da manhã e meia-noite dos dias 21, 22 e 28 de dezembro; e entre as 5 horas da manhã e meio-dia dos dias 26 de dezembro e 2 e 6 de janeiro.
Os demais veículos não terão acesso à área após a trincheira dos fundos da rodoferroviária, mas poderão circular na região antes da trincheira para desembarque de passageiros, devendo seguir pela passarela para sair do local.
Fotos: Antônio Nascimento – Banda B 

Vinte dias após capotamento, rua que causava dúvida em motoristas é sinalizada


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha
Foto: Juliano Cunha - Banda B
Foto: Juliano Cunha – Banda B

Vinte dias após o capotamento de um pequeno caminhão, ocasionado pela falta de sinalização, o cruzamento das ruas Benedito da Costa Coelho com a Miguel Chapula, no bairro Pinheirinho, em Curitiba, amanheceu diferente nesta segunda-feira (23). Com o asfalto pintado e placas de pare, agora acidentes não acontecerão mais sem culpados.
Enquanto a Banda B esteve no local, chegou a conversar com a vítima que estava no caminhão durante o tombamento. De acordo com Mariano Slobodziam, o carro colidiu contra o baú do seu veículo, o que veio a provocar o acidente. “Foi um susto grande, mas já estou bem. O rapaz que acertou o meu caminhão disse que pagaria o meu prejuízo material, eu agora estou aguardando. Não posso trabalhar devido o ferimento na perna, então só me resta esperar”, disse.
Na ocasião, uma moradora chegou a relatar uma dúvida que era diária na esquina, que se repetiu neste capotamento: a dúvida de qual era a preferencial. “Agora a pintura mostra que eu estava certo, vamos ver o que acontece”, concluiu.

Ceia de natal chegando: aprenda a fazer um delicioso risoto de bacalhau


Chegou a semana do Natal e trouxemos para você uma boa dica de prato para a ceia. Confira agora como preparar um risoto de bacalhau delicioso.
Ingredientes
  • 2 xícaras de arroz branco;
  • 1 xícara de vinho branco seco;
  • 3 colheres de sopa de óleo de soja;
  • 1 unidade de cebola ralada;
  • 2 dentes de  alho;
  • 4 colheres de sopa de salsa inteira;
  • 1 unidade de pimentão vermelho;
  • 10 unidades de azeitonas verdes;
  • 500 gramas de bacalhau dessalgado cozido;
  • 1 litro de água quente;
  • Pimenta a gosto
Modo de preparo
  1. Rale a cebola, pique o pimentão (aproximadamente a metade) e o alho. Reserve em separado.
  2. Cozinhe o bacalhau em 1 litro de água fervente por 5 minutos, retire e deixe esfriar, reserve a água. Após esfriar faça as lascas de bacalhau.
  3. Em uma panela coloque o óleo, refogue a cebola com o alho, e o pimentão, depois o bacalhau, mexendo sempre por mais 2 minutos. Acrescente o arroz, e deixe por mais 3 minutos. Adicione o vinho e deixe por 3 minutos. Acrescente duas conchas da do bacalhau.
  4. Misture bem e acrescente, aos poucos, mais água. Quando o risoto estiver quase pronto, acrescente as azeitonas, o restante do pimentão e a salsa.
  5. Bom apetite.
Risoto de bacalhau

Polícia Militar prende jovens com R$1,4 mil em cédulas falsas no Litoral


23 de dezembro de 2013



Dois jovens foram presos no último sábado com mais de mil e quatrocentos reais em cédulas falsificadas. A apreensão aconteceu no trevo de Praia de Leste, em Pontal do Paraná. Os Policiais Militares encontraram R$462 com um adolescente e R$850 com um rapaz de 18 anos que o acompanhava. Segundo a Polícia Militar, os dois  pretendiam repassar as notas no comércio da região.
Os dois jovens foram levados para a Polícia Federal em Paranaguá.

Polícia vai investigar carga horária de motorista de ônibus acidentado; 16 pessoas morreram neste acidente


23 de dezembro de 2013

A principal suspeita é de que o condutor tenha dormido ao volante; acidente deixou 16 mortos

A Polícia Civil de São Paulo anunciou, nesta segunda-feira, que irá pedir à empresa Nossa Senhora da Penha – responsável pelo ônibus que capotou na rodovia Régis Bittencourt na madrugada de domingo, matando 16 pessoas – o relatório com a carga horária do motorista do veículo.Acidente_BittencourtEm entrevista à rádio CBN, o delegado titular de São Lourenço da Serra (SP), Flávio Luís Teixeira, informou que irá pedir essa e outras informações para prosseguir com as investigações. “Em relação à companhia, vamos aguardar o laudo da perícia no ônibus e vamos também nos aprofundar nessa questão da carga horaria dos motoristas”, disse.
A principal hipótese levantada pela Polícia Civil é de que o condutor tenha dormido ao volante, provocando o acidente. Ontem, o motorista foi ouvido na delegacia de Itapecerica da Serra, também na Grande São Paulo, pelo delegado Renato Gonçalves Coletes. Após o depoimento, o motorista, que não teve o nome divulgado, foi submetido a exame de corpo delito e toxicológico no Instituto Médico Legal (IML) da cidade. Conforme a polícia, ele já havia sido submetido a exame de bafômetro logo após o acidente, sem constatação de que teria ingerido álcool.
O caso agora será conduzido à delegacia da cidade vizinha, que fica na área do acidente.  Segundo o delegado Teixeira, as investigações serão iniciadas na cidade assim que a documentação chegar de Itapecerica. Como a maioria das vítimas mora em outros Estados, os depoimentos serão feitos por carta precatória.
A princípio, o motorista do ônibus será indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar). A acusação só deverá mudar caso os exames toxicológicos apontem alguma alteração.  Os laudos foram pedidos em caráter de urgência e deverão ser entregues em até duas semanas.
O acidente
Pelo menos 16 pessoas morreram após um ônibus da viação Nossa Senhora Aparecida capotar em uma ribanceira na rodovia Régis Bittencourt, em São Lourenço da Serra, na Grande São Paulo. O ônibus havia saído de Curitiba (PR) na noite deste sábado e tinha como destino o Rio de Janeiro.
O acidente aconteceu na região de São Lourenço da Serra (SP) Foto: Reprodução
 
De acordo com a Autopista Régis Bittencourt, concessionária que administra a via, o ônibus saiu da pista, capotou e caiu em uma ribanceira. O acidente ocorreu na altura do quilômetro 300, na pista da direita no sentido São Paulo.
A polícia informou que o ônibus era ocupado por 53 pessoas. Os feridos foram encaminhados para o Hospital Geral de Itapecerica da Serra, o Hospital Geral de Pirajussara e o Pronto Socorro de Embu das Artes, municípios da região.
FONTE: TERRA

Moradores de rua terão Ceia de Natal no Centro; solitários também terão onde comemorar

Por Luiz Henrique de Oliveira





Diversas entidades da região Sul de Curitiba, especificamente dos bairros Ganchinho e Sítio Cercado, planejam uma Ceia de Natal para moradores de rua na Praça Tiradentes. O evento está marcado para as 20h de amanhã, dia 24 de Dezembro, em frente a Catedral. Mais de 20 pessoas já confirmaram que deixarão a família de lado e levarão alegria para aqueles que não tem com quem passar a data mais especial do ano.
Uma das organizadoras da Ceia Solidária, a ouvinte Pedrina Maria dos Santos, afirmou à Banda B que as doações ainda estão abaixo do esperado, mas dá tempo de reverter essa situação. “Os produtos serão entregues amanhã no Colégio Estadual Hasdrubal Bellegard, no bairro Sítio Cercado. O número de doações está pequeno, mas ainda tem como ajudar”, afirmou Pedrina, deixando como contato para dúvidas o seu telefone celular: 9124-9044.
Segundo Pedrina, quem quiser aparecer na Praça Tiradentes está convidado. “Quem não puder ir pode fazer a doação antes como já expliquei, mas quem chegar lá é só levar um refrigerante ou um prato bem gostoso. Eles precisam de nós e não merecem passar essa data sozinho. Só não pode levar pinga”, brincou a ouvinte.
Para garantir que tudo aconteça com tranquilidade, a Guarda Municipal acompanhará a ceia de Natal especial na Praça Tiradentes.
No Mercês
Já no bairro Mercês, em Curitiba, a tradicional celebração de Natal para as pessoas que não têm com quem passar a data acontece a partir das 20h30 de amanhã no Salão Paroquial da Igreja dos Capuchinhos. Quem quiser colocar o nome da lista é só ligar no 33355752.
De acordo com o Frei Pedro, na ceia que aconteceu há nove anos o clima é sempre agradável. “Surgem inúmeras amizades de pessoas que até então estavam sozinhas. Só peço que os interessados se inscrevam gratuitamente na nossa secretaria, para definirmos a quantidade de alimento a ser preparada”, pediu o religioso.
A Igreja dos Capuchinhos está localizada na Av. Manoel Ribas e a expectativa é de mais de 50 pessoas na Ceia de Natal.

Percebendo que golpe ficou “manjado” em SP, mulher se muda e acaba presa ao repetir crime em Curitiba


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Uma mulher de 23 anos foi presa em flagrante no último sábado (21) após ser flagrada aplicando o golpe da “Troca de Cartão” em uma agência bancária da Praça Rui Barbosa, no Centro de Curitiba. De acordo com ela, que é moradora de São Paulo, o golpe teria ficado muito “manjado” na capital paulistana, o que fez com que ela mudasse de cidade.
golpe rui barbosa
Foto: Divulgação Polícia Civil
De acordo com o delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Estelionatos e Desvio de Cargas, ela se passava por funcionária do banco e observava a senha da vítima. “Após esse procedimento, ela chegava a trocar o cartão em meio a distração do cliente. Depois voltava e realizava a transferência”, disse.
Após a prisão, Cintia Leôncio da Silva rasgou a própria roupa e gritava no meio da rua dizendo que estava sendo violentada. Ela então acabou detida por Furto Qualificado, Associação Criminosa, Desacato e Resistência a Prisão.
De acordo com a DEDC, apenas nos últimos dois meses, seis paulistas teriam vindo para Curitiba aplicar este golpe e todos são procurados pela polícia.

Motociclista de 17 anos bate contra carro e fica em estado gravíssimo no Mercês


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento
acidentedentro
Motociclista ficou gravemente ferido (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Um motociclista de 17 anos ficou em estado gravíssimo após bater contra um carro por volta das 9h30 desta segunda-feira (23) no cruzamento da Rua Jacarezinho com a Solimões, no bairro Mercês, em Curitiba. Sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), após colidir contra um Renault Scenic guiado por uma mulher que vinha pela Rua Solimões, o motociclista voou e bateu a cabeça contra uma barra de ferro.
Nenhuma testemunha soube informar à Banda B quem teria furado o semáforo do cruzamento. Segundo o cabo Laaf, do Siate do Corpo de Bombeiros, o estado de saúde do condutor da motocicleta, com placas de Piraquara, é gravíssimo. “Ele está sendo encaminhado às pressas aio Hospital Evangélico. O choque infelizmente foi muito forte”, disse.
O jovem ferido foi identificado como Jefferson Dias de Oliveira.

Professora da PUCPR é uma das vítimas do acidente com ônibus da Penha na BR-116


Da Redação

jimena
Jimena era professora na PUCPR (Foto: Reprodução Facebook)
A professora da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), Jimena Aranda, de 43 anos, é uma das vítimas do acidente que matou 16 pessoas na Rodovia Régis Bittencourt (BR-116)neste domingo (23).
Jimena, além de professora, também era advogada. Ela lecionava, por exemplo, a disciplina de ética para o curso de Comunicação Social Jornalismo na universidade católica. A professora fez parte da formação acadêmica dos jornalistas Luiz Henrique de Oliveira e Elizangela Jubanski, da Rádio/Portal Banda B.
A emissora presta condolências aos familiares da professora.

Motoristas atrasam saída de ônibus em apoio aos que não receberam 13º salário


greve onibus2
Assembleia hoje cedo em frente à empresa Mercês – Foto: Antonio Nascimento/Banda B

Por Denise Mello e Antonio Nascimento

Muitos trabalhadores chegaram atrasado na manhã desta segunda-feira (23). É que a grande maioria dos ônibus de Curitiba e região metropolitana saiu das garagens com uma hora de atraso em uma manifestação de apoio de motoristas e cobradores aos trabalhadores da Viação Mercês, que ainda não receberam a 2ª parcela do 13º salário. A saída dos ônibus, que normalmente acontece a partir das 4 horas, só foi feita a partir das 5 horas.
Já os trabalhadores da empresa Mercês retomaram a paralisação na manhã de hoje. Eles haviam cruzado os braços no sábado, em razão da falta de pagamento do 13º e também do vale mensal, porém, após uma assembleia, decidiram voltar ao trabalho no meio da tarde no mesmo dia. O retorno foi mediante o acordo de retomar a greve nesta segunda-feira.
Segundo o presidente da Urbs, Roberto Gregório, por volta das 7 horas, o Sindimoc conseguiu junto ao Consórcio das Empresas dos sistema de transporte de Curitiba a garantia de que o pagamento será feito hoje para os motoristas e cobradores da empresa Mercês. Assim, até às 8h30 todas as linhas da foram normalizadas. “O Consórcio assumiu o compromisso do pagamento ainda hoje e todas as linhas estão sendo normalizadas”, informou Gregório à Banda B.
A paralisação da empresa Mercês prejudicou cerca de 38 linhas de Curitiba e RMC. O terminal de ônibus mais afetado é o de Santa Felicidade.  A empresa opera as linhas Jardim Botânico, Jardim Itália, Santa Felicidade, São Bernardo, Julio Graf, Canal da Música, Jardim Social/Batel, Interbairros II e IV, ligeirinho Bairro Alto, alimentadores da região de Santa Felicidade, além de trechos em Campo Magro, Campo Largo e alguns ônibus da Linha Turismo.  As demais linhas funcionaram normalmente nesta segunda-feira, apesar do atraso na saída dos ônibus.
A Urbs informou que monitorou toda a situação desde o primeiro momento da manhã, com fiscais nas garagens acompanhando a operação. O Centro de Controle Operacional tentou minimizar o transtorno para o usuário com reforço de outras linhas.
Segundo Gregório, a empresa Mercês deve sofrer sanções. “Eles devem receber multas tanto pelo atraso quanto por não terem liberado os ônibus no sábado para rodar. O que podemos garantir é que todo o repasse de dinheiro por parte da Prefeitura para as empresas foi feito. Se não houve o pagamento por uma empresa aos funcionários foi por uma falha deles”, informou.
Segundo o Sindimoc, na madrugada de sábado, um dos diretores da empresa Mercês avisou que não havia dinheiro para o pagamento e que a família proprietária estaria tentando vender bens para conseguir os recursos. Ainda segundo o sindicato, a própria empresa fechou os portões impedindo a saída dos ônibus com medo da ameaça dos motoristas de rodarem com as catracas liberadas.
Em nota, a Prefeitura de Curitiba informou: “A prefeitura reitera a posição divulgada na sexta-feira, de que não vai tolerar o não atendimento à população, uma vez que qualquer iniciativa das empresas para impedir a circulação dos ônibus será entendida como tentativa de locaute e quebra de contrato. O fato será formalmente comunicado ao Ministério Público”.

Ladrões assaltam casa de Curitiba pela 2ª vez e não poupam nem árvore de Natal; polícia chegou na hora


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento


Dois ladrões, de 50 e 18 anos, foram presos em flagrante pela Polícia Militar (PM) na tarde deste domingo (22) no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Eles estavam dentro de uma casa praticando o segundo furtodo dia no mesmo local.
De acordo com o delegado José Sudário da Silva, de plantão no Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul, para o qual os suspeitos foram encaminhados, os dois já tinham feito a limpa na casa, não poupando nem a árvore de Natal, mas quiseram voltar para o segundo tempo.
“Nesse momento os donos já tinha chegado e a polícia também. Não teve jeito, os dois foram presos em flagrante e está agora à disposição da Justiça”, destacou o delegado em entrevista à Banda B.

“Não ofereci trabalho ao ministro, mas ao presidiário”, diz advogado


21 de dezembro de 2013
O advogado José Gerardo Grossi, que ofereceu emprego em seu escritório ao ex-ministro José Dirceu, disse acreditar que, devido à experiência política do condenado no processo do mensalão, ele será subaproveitado no novo emprego, uma vez que sua missão será tomar conta da biblioteca da banca de advocacia.
dirceu2
Grossi, no entanto, justifica a decisão de encaixar Dirceu nesta função, com salário de R$ 2,1 mil, dizendo que não ofereceu trabalho “ao ministro”, mas a um presidiário que está cumprindo pena. “Hoje ele é um presidiário cumprindo pena. Eu não ofereci trabalho para o ministro, mas para o presidiário. Não tenho dúvida [que ele será subaproveitado], mas eu preciso de alguém para organizar a biblioteca e se ele não der conta vou ter que arrumar outro que faça”, explicou.
Grossi disse que é amigo de Dirceu há quase 30 anos e que nunca lhe fez, e também não recebeu, pedidos de favor. Alguns dias após a prisão do ex-ministro, o advogado foi visitar detento no complexo penitenciário da Papuda e ficou sabendo que ele poderia precisar de um emprego. “Eu o visitei na Papuda poucos dias após a prisão e ele me falou da expectativa de trabalho externo devido ao regime semiaberto. Quando ele disse isso eu falei que o escritório estava às suas ordens”.
Com o oferecimento do emprego, caberá à Vara de Execuções Penais do Distrito Federal analisar a proposta e poderá conceder, ou não, o benefício do trabalho externo.
Réus primários condenados em penas de 4 a 8 anos as cumprem no regime semiaberto, normalmente trabalhando durante o dia dentro do próprio presídio.
Mas, havendo uma proposta fora da unidade prisional, a Justiça pode autorizar o preso a deixar o estabelecimento entre as 8h e 18h para o trabalho. A expectativa é que o pedido de trabalho externo leve pelo menos 15 dias para ser analisado pela Vara de Execuções Penais.
FONTE: FOLHA DE S.PAULO

Dilma faz balanço otimista de 2013 em rede nacional nessa segunda dia 23


22 de dezembro de 2013
Dilma Rousseff fará seu último pronunciamento em rede nacional de rádio e TV amanhã à noite. A presidente fará balanço otimista de 2013, apesar de terminar o ano com aprovação (41%) bem abaixo do pico de março (65%). Vai ressaltar o recorde da menor taxa de desemprego e os cinco pactos propostos após os protestos de junho.
Segundo auxiliares, orientada por pesquisas qualitativas, a petista irá falar do Mais Médicos, o programa mais popular criado em seu governo.
As informações são do Painel da Folha de São Paulo.