Módulo da Guarda Municipal é instalado na Praça do Gaúcho


Da SMCS

Moradores, comerciantes e skatistas que frequentam a Praça do Redentor, conhecida como Praça do Gaúcho, no bairro São Francisco, ganharam reforço na segurança do local a partir desta quinta-feira (26). O Módulo Móvel Itinerante (MMI) da Guarda Municipal de Curitiba foi instalado na praça, onde ficará até o fim de janeiro.
praça-do-gaucho-261213-bandab
Foto: SMCS
Outra novidade na região é a implantação de um ponto-base da Guarda Municipal em frente ao Cemitério Municipal São Francisco de Paula. Uma viatura e três guardas fazem parte desta operação, que irá vigorar por tempo indeterminado, reforçando a segurança das capelas e do cemitério.
“Esta é uma região que terá cada vez mais a nossa atenção, seja com operações itinerantes, fixas ou rondas frequentes”, disse o diretor da Guarda Municipal de Curitiba, inspetor Cláudio Frederico de Carvalho. Ele explicou que o principal objetivo da Operação MMI, que percorreu dezenas de praças em toda a cidade durante o ano de 2013 e agora chegou à Praça do Redentor, é aproximar a corporação da população, reforçando o papel de guarda cidadã.
São Francisco
O módulo itinerante permanecerá diariamente em frente à pista de skate até 27 de janeiro, no horário das 8h às 18 horas, com a presença constante de guardas. À noite, duas viaturas irão reforçar a segurança no local. Em um raio de um quilômetro serão feitas, ainda, rondas 24 horas, com viaturas e motos da Guarda Municipal. Após a transferência do módulo para um novo ponto, a região continua com o reforço das rondas e ações diárias.
“Teremos mais tranquilidade para curtir a praça durante as férias escolares”, comentou a aposentada Marli Ribeiro, moradora no bairro e que acompanhava os netos Caio e Lucas, de 13 e três anos, na pista. “Há dez anos trago o meu neto mais velho aqui para andar de skate, mas sempre preferimos o horário da manhã, por motivos de segurança”, informou. “Agora poderemos vir também à tarde”.
O proprietário da lotérica localizada em frente à praça, João Carlos Pinto, disse que os comerciantes estão satisfeitos com a chegada do módulo da guarda. “Fizemos uma reunião entre nós, solicitamos o reforço e fomos atendidos”, conta.
A dona da mercearia ao lado, Cecília Salvato, que tem o comércio há dez anos, confirmou que havia necessidade no reforço da segurança. “Fomos atendidos e vamos começar o ano com mais tranquilidade por aqui”, afirmou.
Assim como os comerciantes, os moradores do bairro também comemoraram. O especialista em informática Átila Cagliari, que mora desde 1974 em frente à praça, elogiou a ação. “Temos tido respostas da Guarda Municipal”, disse. “Agora, com a chegada da operação temos a expectativa de dias mais sossegados”.
O bairro São Francisco, na região central da cidade, é um dos mais antigos de Curitiba e conta com aproximadamente 6 mil habitantes.

Cantora Sandy anuncia gravidez em rede social: “Três meses”


Da Redação

sandy2A cantora Sandy, que por muitos anos se apresentou ao lado do irmão Júnior e há alguns anos segue a carreira solo, anunciou na tarde desta quinta-feira (26) que está grávida. O pai é o marido da cantora, Lucas Lima.
“Hoje é um dia muito feliz pra mim e pro Lucas. Vim aqui pra dividir com vocês a linda notícia de que estamos esperando nosso 1º bebê! Estou com 3 meses de gestação, me sentindo muito bem e saudável, o que é ótimo, já que pretendo trabalhar até um pouquinho antes de o bebê nascer. Não sabemos se é menino ou menina, mas, também não importa, queremos é que venha com muita saúde e cercado de boas energias!”, disse a cantora.
Ainda na rede social, Sandy agradeceu o carinho e a compreensão de todos para manter essa etapa o mais íntima possível.

Loja é furtada pela 2ª vez em menos de dez dias e comerciantes do Centro pedem segurança


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento



Uma loja de motocicletas da Avenida Visconde de Guarapuava, no Centro de Curitiba, foi furtada pela segunda vez em menos de dez dias e nesta quinta-feira (26) moradores da região pediram segurança. De acordo com o dono da loja, o primeiro caso aconteceu na madrugada do dia 15 para o dia 16 e o outro aconteceu na noite de ontem, noite de Natal.
“Eles escalam o telhado, pulam os muros da Fundação de Ação Social ou do Instituto Médico Legal e entram sem problemas, nós queremos segurança. Dessa vez o meu prejuízo foi de R$ 3,5 mil em produtos”, comentou.
Durante o tempo que a reportagem esteve no local, um comerciante vizinho relatou que já foi furtado várias vezes e que sente uma ausência do poder público. “A gente paga imposto, vive passando por fiscalização e qualquer pequena irregularidade que a gente comete, como vender algo sem nota fiscal, já levamos uma multa. Mas não temos a contra partida de ter o nosso patrimônio preservado”, reclamou.
No segundo caso do arrombamento a loja de motocicletas, um jovem disse ter visto a ação e ligado para a PM, que teria demorado mais de uma hora para chegar ao estabelecimento.
A Banda B entrou em contato com a Polícia Militar e aguarda retorno.

Presos iniciam rebelião em Complexo Penal da RMC; dois agentes são mantidos reféns


Por Felipe Ribeiro, Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha



Presos do Complexo Médico-Penal (CMP) do Paraná iniciaram uma rebelião por volta das 15h30 desta quinta-feira (26) em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Funcionários do complexo confirmaram a movimentação dos presos e informaram que pelo menos duas pessoas estariam sendo mantidas como reféns, mas não quiseram entrar em maiores detalhes. Apenas na tarde de hoje, três princípios de rebelião aconteceram na Grande Curitiba.
Várias viaturas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM se encaminharam até o local e tentam negociar com os presos.
O CMP é um estabelecimento penal de regime fechado, destinado tanto a mulheres quanto a homens, condenados por medida de segurança e que necessitam de tratamento psiquiátrico e ambulatorial.
Essa é a segunda rebelião na Grande Curitiba apenas nesta quinta-feira (26). No início da tarde cerca de 10 detentos do 12° Distrito da capital se rebelaram, mas o movimento foi rapidamente contido pelos policiais. Uma terceira rebelião ainda foi registrada no 9° Distrito Policial, no bairro Vila Izabel, no final da tarde de hoje. Policiais negociam com os presos neste momento para tentar conter a ação.

Menina enviou carta ao Papai Noel uma semana antes de ser morta


Voluntária encontrou pedidos enviados aos Correios e doou itens à família.
Iasmin, 8 anos, foi violentada e assassinada a pauladas, em Catalão, GO.




Uma semana antes de ser morta de forma brutal, a menina Iasmin Martins de Souza Silva, de 8 anos, havia escrito ao Papai Noel dos Correios pedindo presentes para ela e a família. Ao ler a carta, uma administradora de empresas, que não quis se identificar, percebeu que tratava-se da garota que foi assassinada a pauladas após ser estuprada em Catalão, região sudeste de Goiás. Mesmo assim, a voluntária atendeu aos pedidos e fez as doações à mãe e aos irmãos da criança.
Na carta, a menina pede itens como roupas, sapatos e cesta básica e fala com carinho da mãe, Leidiane Martins. “Meu nome é Iasmim. Tenho 8 anos, preciso de sapatos e roupas para mim e meus irmãos. Quem tiver para doar também mochilas e brinquedos, também aceito. Queria pedir uma cesta [de alimentos] para minha mãe, pois ela é muito especial e cuida de nós sozinha. Quem ler essa carta, e puder ajudar, ficarei abençoado (sic) e agradeço a Deus. Desejo um feliz Natal para quem tiver roupas para doar para minha mamãe. Fico agradecida. Feliz Natal”, diz a garota na carta.
Ao encontrar o pedido nos Correios, a voluntária diz que se emocionou a perceber que se tratava dos desejos da garota assassinada. Ela decidiu procurar os familiares de Iasmin para entregar os presentes e realizar os sonhos da criança.

Mesmo feliz em receber os presentes, Leidiane diz que o que mais queria era ter a presença da filha. “É muita saudade, pois eu pensei que este ano passaria o Natal com ela. O vazio é muito grande”.
“A família inteira ganhou. Chegaram roupas e brinquedos para o irmãozinho pequeno. Também ganhamos a cesta que ela pediu. Ela [Iasmin] pensava em todo mundo”, disse a mãe da garota.
O crime
Iasmin foi encontrada morta no último dia 9, em uma obra de Catalão, um dia após ter saído da casa da avó para ir até a feira onde a mãe estava trabalhando. No entanto, a menina não chegou ao destino. Após o sumiço, familiares e policiais chegaram a procurá-la, mas não a encontraram.
Na manhã seguinte, o pedreiro Luizmar Bernardes achou o corpo da menina na obra onde trabalha, no Bairro Paineiras. Ele lembra com tristeza do momento em que a viu: "Cheguei e nós [outros colegas] trabalhamos um pouquinho. Quando olhei lá dentro, me deparei com a criança morta lá e chamei outro colega meu para olhar. É triste de ver. A cena é lamentável".
Iasmin Martins de Souza Silva menina morta em Catalão, Goiás (Foto: Thiago Silva/Diante do Fato)Iasmin foi encontrada morta em uma obra de
Catalão (Foto: Reprodução/TV Anhanguera
O padrasto da vítima, Roberto de Sá Silva, contou que soube da morte por telefone. "Um tio meu estava ouvindo rádio e me ligou avisando que haviam encontrado uma menina morta. Fui para o local com minha esposa e, infelizmente, era ela".
As investigações sobre o assassinato de Iasmin continuam e o inquérito policial ainda não foi concluído. Um dia após o corpo ser encontrado, com base em depoimentos de testemunhas, a Polícia Civil conseguiu chegar a um suspeito, um pedreiro de 37 anos, que acabou preso porque tinha um mandado de prisão contra ele em aberto.
Em depoimento, o homem negou a autoria do crime e, segundo a delegada, disse que Iasmin era amiga de sua filha. A transferência do suspeito para o presídio local causou um princípio de rebelião. Após o incidente, ele está preso em uma cela especial da cadeia de Catalão.

Acesso a direitos de pacientes renais crônicos é tema de palestra de defensor público federal em São Paulo


doencasrenaisO evento “Diálogo Social em Doenças Renais Crônicas”, realizado em São Paulo (SP), contou no último sábado (7) com a participação da Defensoria Pública da União (DPU). Convidado pela organização, o defensor público federal Gabriel Faria Oliveira palestrou sobre os processos vinculados à saúde da população que ocorrem nos três Poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário – e os caminhos possíveis para a garantia dos direitos dos pacientes.
O evento reuniu, de 6 a 8 de dezembro, associações ligadas à prevenção e ao tratamento de doenças renais. Segundo o defensor, os representantes das entidades relataram, durante a palestra, problemas comuns aos pacientes, como dificuldades para realização do procedimento de hemodiálise e falta de leitos.
“Esses temas são matérias de trabalho da Defensoria Pública da União. Será possível debater estratégias para ampliar a assistência à saúde de portadores de doenças renais crônicas, tanto na prevenção quanto no tratamento”, disse Oliveira, planejando ações na área a partir da unidade de Florianópolis (SC) da DPU, onde atua.
O presidente da Associação dos Pacientes Renais de Santa Catarina, Humberto Floriano Mendes, afirmou que a palestra do defensor esclareceu o funcionamento dos órgãos de Justiça, além de apresentar uma outra perspectiva de trabalho no momento em que a associação nacional é reformulada. “A palestra nos empoderou. Tivemos uma nova visão da DPU e de que a atuação pode ser coletiva a partir de uma demanda”, contou.

Arrombador entra em prédio da Sesp PR, foge com computador e também leva enfeite de Papai Noel


Da Redação
sespdentro
Detalhe da janela que foi arrombada (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

A Polícia Militar (PM) atendeu na manhã desta quinta-feira (26) uma situação de uma janela quebrada no prédio Caetano Munhoz da Rocha, onde está localizado a Secretaria de Segurança Pública do Paraná (SespPR). Embora o secretário Cid Vasques tenha afirmado em entrevista àBanda B que pode ter sido um ato de vandalismo, a reportagem apurou que um homem teria entrado no setor de Recursos Humanos e praticado o furto.
sespdentro2
No local da ocorrência (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)
A informação apurada pela Banda B é de que o suspeito levou um computador e um monitor. Uma funcionária que não quis se identificar garantiu que até mesmo um enfeite de Papai Noel foi levado pelo marginal.
Várias viaturas da Polícia Militar (PM) atenderam a ocorrência, mas ninguém quis falar do caso. A Polícia Civil investiga o caso e deve solicitar imagens de câmeras de segurança.

Governo do Maranhão pede 15 dias para responder à Procuradoria sobre o caos carcerário



Venceu nesta terça-feira o prazo de três dias concedido pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que o governo do Maranhão desse explicações sobre o caos que se estabeleceu no sistema prisional do Estado, em especial no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. As informações requisitadas pelo chefe do Ministério Público Federal não vieram.
A governadora Roseana Sarney e sua equipe alegam que precisarão de pelo menos duas semanas para preparar a resposta. Em nota, o governo maranhense informou que “apresentará levantamento completo das obras e ações realizadas na área da Justiça e administração penitenciária ao CNMP [órgão presidido por Janot] e CNJ [presidido por Joaquim Barbosa] nos próximos 15 dias.”
Repetindo: Roseana Sarney pede 15 dias para tentar esclarecer por que sua autoridade foi revogada no pedaço do mapa da capital maranhense onde está assentado o cadeião de Pedrinhas. O problema é que os dias no presídio maranhense são contados em cadáveres. Desde janeiro, foram executados 59 presos, sete deles apenas na última semana.
A realidade demonstra que, no interior de Pedrinhas, mandam os chefes das facções criminosas, não a governadora. Conforme noticiado aqui, chegou-se a um ponto em que os chefões do crime organizado obrigam presos a cederem suas mulheres e irmãs para serem estupradas por eles. Do contrário, morrem.
O procurador-geral cogita requerer ao STF a intervenção federal no Estado de Roseana. Não se sabe, por ora, se ele dará à governadora o prazo que ela quer. Suspenso desde a véspera do Natal, o expediente da Procuradoria só será retomado nesta quinta (26).

Carroceiro que ganhou Camaro na Bahia deixava de pagar as contas para comprar cartela de sorteio

  • Anderson Oliveira/Blog do Anderson
    O carroceiro Gilvan Silva, 39, morador de Vitória da Conquista (a 516 km de Salvador), ganhou um Camaro amarelo como prêmio de um título de capitalização. O carro foi entregue na tarde de segunda-feira (23)
    O carroceiro Gilvan Silva, 39, morador de Vitória da Conquista (a 516 km de Salvador), ganhou um Camaro amarelo como prêmio de um título de capitalização. O carro foi entregue na tarde de segunda-feira (23)
O sonho de ter uma vida melhor fez o carroceiro Gilvan Silva, 39, arriscar metade do dinheiro que recebe por semana, cerca de R$ 40,00, para comprar duas cartelas, ao preço de R$ 10 cada uma, do sorteio que o fez faturar um Camaro amarelo, no último domingo (22), em Vitória da Conquista (a 516 km de Salvador). O carro foi entregue na tarde da segunda-feira (23).

CARROCEIRO QUE GANHOU CAMARO EM SORTEIO QUER VIAJAR

Silva trabalhava na lavoura na colheita de café, mas ficou desempregado e vive fazendo bico com frete numa velha carroça. Ele contou que deixou de pagar contas de energia e água para arriscar na sorte e concorrer ao Camaro.
"Sempre que eu tinha dinheiro eu comprava uma cartela. Minha mulher reclamava porque ficava devendo conta de luz e água, mas dessa vez deu certo. Comprei duas e fiquei com metade do dinheiro que recebi na semana passada", relatou Silva, em entrevista ao UOL nesta quarta-feira (25).
O carroceiro disse que não sabe dirigir e nem tem interesse em tirar carteira de habilitação para possuir um carro. "Não quero carro não, quero uma carroça amarela para trabalhar. Sou um homem trabalhador e meu cavalo está muito cansado puxando essa carroça velha. Vamos melhorar de vida e o bichinho também", contou. Ele é casado e tem três filhos.
O sortudo disse que já recebeu propostas de vender o carro, mas só vai resolver a venda em janeiro. "Agora tenho planos de comprar um terreno, construir uma casa e uma carroça nova e ainda guardar um pouco para render na poupança. Quero também passar uns dois meses viajando, visitando a família", contou Silva, que é de Pernambuco.

Espírito Santo pede mais remédios ao Ministério da Saúde



A Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo reforçou o pedido feito ao governo federal para o envio de mais kits de medicamentos para a população dos municípios capixabas atingidos pela chuva.


TIROU FOTO DAS CHUVAS NO ES? MANDE PARA O UOL

  • Julio Santos/Colatina Hoje/Facebook
Dez kits foram entregues pelo Ministério da Saúde nesta semana, mas a secretaria estadual solicita mais 25.
Parte dos kits fornecidos foi enviada hoje, por helicóptero, às cidades de Baixo Guandu e Santa Leopoldina.
Ontem, os municípios de Barra de São Francisco, Vila Velha, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá e São Domingos do Norte também receberam remédios.
Os kits são formados por medicamentos como antibióticos, anti-inflamatórios e antitérmicos, além de insumos como sais para reidratação, ataduras, cateter, compressa de gaze, seringas e luvas.

DOAÇÕES

Interessados em ajudar as vítimas podem fazer depósitos em nome do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo em três contas bancárias:

Banco do Brasil
Agência 3665-x
Conta corrente: 150.000 ? 7

Caixa Econômica Federal
Agência 0167-8
Operação 06
Conta corrente: 10.004

Banestes
Agência 0271
Conta corrente: 23.765.589


Cada kit possui material suficiente para atender 500 pessoas pelo período de três meses.

Doenças

A contaminação da água e de alimentos provocada pelas enchentes causa doenças como leptospirose e hepatite A.
Quem teve contato com água das enchentes deve ficar atento ao aparecimento de sintomas como febre, dor de cabeça, dor muscular, dificuldade de urinar e icterícia (cor amarelada da pele, mucosas e olhos).
Chega a 48.601 o número de pessoas que estão fora de casa no Espírito Santo, entre desabrigadas e desalojadas.
Desse total, 4.565 foram levadas para abrigos municipais e 44.036 estão desalojadas (foram para casas de parentes e amigos).
O número de mortes em consequência dos estragos provocados pela chuva subiu para 21.
A previsão é de mais chuva nos próximos dias no Estado.

Chuvas no Espírito Santo - 9 vídeos

Homem leva dois tiros na cabeça e é socorrido com vida na RMC


Por Roberto Romanowski


Um homem identificado como Dinarte Oliveira, de 29 anos, foi baleado, por volta das 21h30 na Rua Constância Ruteliones, no bairro São Judas Tadeu, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.
Segundo a polícia, o homem seria morador do Jardim Independência e foi atingido por pelo menos dois tiros na cabeça e caiu no meio da rua. Uma ambulância do Samu que estava em outra ocorrência nas proximidades o atendeu até a chegada do Siate, que encaminhou o homem em estado grave e, com risco de morte, ao Hospital Evangélico em Curitiba.
sjp
Homem foi ecanminhado com risco de morte ao Evangélico (Foto: Roberto Romanowski – Banda B)
No local, ninguém quis comentar nada; nem sobre a vítima, nem sobre o atirador. Uma mulher que não quis revelar o nome, mas se dizia irmã do baleado, estava muito nervosa e tentava a todo o momento impedir o trabalho da imprensa, inclusive se colocando em frente às câmeras pra impedir a captação de imagens.
O caso agora será investigado pela Delegacia da Polícia Cívil de São José dos Pinhais.

Padre pede espiritualidade e pegunta: “Que criança não traz alegria para uma família?”


Por Luiz Henrique de Oliveira


Dia 25 de dezembro. Segundo os relatos da bíblia há 2013 anos nascia em Jerusalém o menino Jesus. Ele veio ao mundo e como qualquer criança trouxe alegria para uma família. Só que essa família não era formada por dez ou cem pessoas, mas por milhões. Para o padre Primo, da Igreja do Perpétuo Socorro, em Curitiba, as pessoas precisam lembrar do que ele fez por nós e ter mais espiritualidade no Natal.
“Infelizmente para muitos essa data é só o comércio e veja que eu não acho que a troca de presentes e ceia devem ser deixadas de lado, só que não precisa exagerar e se endividar. Um simples bolo que simbolize o aniversário de Jesus, o nosso xodó, o nosso menino, já é o suficiente, porque é isso que aquele que se sacrificou por nós quer”, inciou o padre em entrevista à Banda B, na qual também destacou o que os religiosos esperam para essa época. “Que os tristes se alegrem e os angustiados estejam felizes”, complementou.
natal
(Foto: Divulgação Perpétuo Socorro)
Ao ser questionado pelo jornalista Adilson Arantes sobre o Natal ao longo dos últimos 2013 anos, padre Primo destacou que ao longo do tempo a data foi comemorada de diferentes formas. “Na história da humanidade existem anos em que se fez mais festas e outros em que se fez menos. O que acontece é que às vezes é celebrado errado, pensando só no comércio e não no nascimento do Jesus”, disse.
O que enche o padre de alegria e mantém a esperança nesta época e a solidariedade que se cria. “As pessoas ficam mais solidárias e justas. O clima do Natal e a liturgia parece que nos envolvem a sermos diferente e termos um coração menos rancoroso. Espero sempre que muitas pessoas possam refletir e melhorar como pessoa, mas não só neste dia”, pediu
Por fim, o padre fez uma reflexão. “Dia 25 de Dezembro é o dia do nascimento de Jesus. Qual nascimento de uma criança que não traz alegria para uma família? Eu repito: Jesus é nosso xodó e não temos como nos separar disso. Aproveitem esta época e estejam todos pertinho dele”, concluiu.

Número de mortos pela chuva em MG e no ES passa dos 30


Da Agência Brasil




Menino de sete anos de idade foi incluído na lista de mortos em razão das chuvas que atingem vários municípios de Minas Gerais: desaparecido desde 17 de dezembro, a criança é a 17ª vítima incluída em relatório, divulgado (25), da Defesa Civil do estado.
A casa do menino, na zona rural de Sardoá, foi soterrada pelo deslizamento de uma encosta. Morreram mais cinco pessoas da família. Sardoá tem 5.718 habitantes e fica na região do Rio Doce, próximo a Governador Valadares, a 326 quilômetros de Belo Horizonte.
Os dados mostram que 24 municípios mineiros decretaram estado de emergência em decorrência das chuvas que vêm causando alagamentos, inundações e deslizamentos de terra. Segundo a Defesa Civil, mais 53 cidades foram atingidas pelas chuvas, totalizando 77 municípios afetados.
A quantidade de pessoas desalojadas subiu para 3.410 e o de desabrigados, 744. Os dois números superam em cinco vezes os registrados no boletim da manhã de ontem. Mais de 6 mil casas foram danificadas e 67 destruídas, assim como 41 obras de infraestrutura.
Na manhã de ontem, um comerciante de 48 anos morreu ao ser soterrado após o deslizamento de um barranco, em Itabira, na região central de Minas, a 111 quilômetros (km) de Belo Horizonte. De acordo com a Defesa Civil, Joel Rosário da Silva foi soterrado dentro do restaurante de sua propriedade pela terra que desceu de um barranco.
Espiríto Santo
A morte de um homem, em Colatina (ES), nesta quarta-feira (25), elevou para 15 o número de vítimas das chuvas que castigam o Espírito Santo desde o começo de dezembro. Há informações de que mais dois corpos foram encontrados esta manhã e que outros três moradores de Colatina estão desaparecidos, mas a Defesa Civil Estadual ainda não confirmou os dados. O governo estadual decretou situação de emergência ou estado de calamidade em 48 das 78 cidades capixabas.
A maioria das mortes (8) ocorreu em Itaguaçu onde, ontem (24), a Defesa Civil estadual chegou a comunicar indevidamente um óbito a mais – informação corrigida ao longo do dia. Três vítimas fatais são de Colatina; duas de Baixo Guandu; uma de Nova Venécia e uma de Domingos Martins.