Jovem que matou namorada da irmã se entrega à polícia e diz que não aguentava vê-la apanhar; foto


Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

johnny-suspeito
Suspeito confessou crime. Foto: PC
O principal suspeito de ter assassinado a namorada da irmã Jennifer Rodrigues da Penha, no bairro Cajuru, em Curitiba, se apresentou na Delegacia de Homicídios (DH). Johnny Everton de Souza, 26 anos, está detido na carceragem da DH desde a tarde de ontem (20). Ele se apresentou na companhia de um advogado.
O crime aconteceu em agosto do ano passado. A vítima mantinha um relacionamento com a irmã de Souza, que não gostava do namoro entre elas. Logo após o crime ele teria ido morar na região metropolitana para fugir da prisão.
Em depoimento à DH, ele confessou o crime e alegou que estava bêbado. “Ele disse que cometeu o crime porque não aguentava ver a irmã apanhar da namorada”, contou o delegado Fabio Amaro.
jenifer
Vítima namorava há cerca de um ano com irmã do suspeito. Foto: PC
De acordo com as investigações, o relacionamento entre as garotas durou cerca de um ano. Ao notar que o namoro se estendia por meses, Souza teria começado a implicar com o relacionamento da irmã. No dia 28 de agosto, depois de uma discussão, ele teria sacado um revólver calibre 38 e atirado contra a namorada da irmã. Testemunhas afirmaram que Souza atirou em Jennifer e saiu correndo logo depois.
Não há informações sobre a família dos irmãos, nem se os pais também implicavam com o relacionamento. Jennifer foi socorrida ao Hospital Cajuru, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo em seguida. Investigadores da DH receberam informações de que o suspeito estaria em uma chácara em Mandirituba, na região metropolitana de Curitiba.