Negociação entre manifestantes e PRF garante volta da cobrança de pedágio na BR-277


Da Redação


Um grupo de cerca de cinquenta pessoas, que estaria armado com facões, tomou a Praça de Pedágio da BR-277, em São Luiz do Purunã, principal ligação de Curitiba ao interior do Paraná. A movimentação começou às 11h e a Concessionária Rodonorte, que administra o trecho, não consegue definir a intenção dos manifestantes. Por volta das 14h, as cancelas estavam liberadas e a cobrança de pedágio não acontecia. Às 16h30 todas as cancelas foram fechadas e havia cobrança apenas em duas cabines no sentido norte e em uma no sentido Curitiba, que geram congestionamento e uma grande fila em ambos os sentidos.
De acordo com a Rodonorte, quando a ação começou os manifestantes retiraram os funcionários das cabines e passaram a cobrar o pedágio, além de também levarem dinheiro da carteira de quem passava pela rodovia, em uma espécie de arrastão. Em seguida, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada e os manifestantes pararam de fazer a cobrança e liberaram a passagem de veículos, levantando as cancelas.
Por volta das 17h15, a PRF conseguiu um acordo e os manifestantes deixaram as cabines. De acordo com a Rodonorte, eles não foram chamados para a conversa, já que os manifestantes não possuíam nenhuma reivindicação concreta.
A Rodonorte busca na Justiça um meio de novamente reaver o controle da Praça de Pedágio com a ação da PRF. Não se sabe o que os manifestantes querem e a assessoria da concessionária lamenta a forma truculenta com que eles agiram.