Pai escolhe dia errado para visitar filho e pode ter sido assassinado no lugar dele


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento
araucariadentro
Vigia foi assassinado na casa do filho e possivelmente no lugar dele (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

O vigia José Carlos Ribas, de 62 anos, foi assassinado a pedradas na madrugada deste domingo (12) na Rua Francisco de Assis Pereira Padilha, no Jardim Esperança, em Araucária, na região metropolitana de Curitiba. Segundo Isabele Ribas, filha de José Carlos, o pai morreu na casa do caçula da família, que possivelmente era o alvo dos assassinos.
“Ele não mora aqui e possivelmente veio visitar o meu irmão e acabou acontecendo isso. O que eu sei é que o meu irmão teve um desentendimento com a ex-mulher, que está agora saindo com um traficante, e desde então passou a ser perseguido. Acredito que meu pai dormiu aqui depois que veio visitar o meu irmão e não o encontrou, morrendo por estar no lugar errado”, contou Isabele.
Ainda de acordo com a mulher, outro irmão dela, Felipe Ribas, está desaparecido há três meses. “Eu suspeito que seja por culpa destas mesmas pessoas. Meu irmão que mora aqui ainda nem chegou em casa e não sabe o que aconteceu com o pai”, descreveu à Banda B.
No quarto em que José Carlos foi assassinado está escrita a frase bíblica; ‘Tudo posso naquele que me fortalece’. O corpo da vítima foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML). A Delegacia de Araucária investiga o caso.