Campos Gerais recebe valores até 50% menores em repasses de emendas federais


19 de janeiro de 2014
Ponta Grossa e a região dos Campos Gerais receberam R$ 14 milhões em emendas parlamentares no ano passado, um valor mais de 50% abaixo dos recursos recebidos por outros municípios, como na região de Maringá, Londrina e Cascavel, para onde foram destinados R$ 40 milhões do Orçamento da União para serem aplicados em obras nas cidades.
Os dados, registrados pelo portal da Câmara dos Deputados, revelam que, dos R$ 14 milhões recebidos pela região dos Campos Gerais, R$ 6 milhões foram destinados ao contorno rodoviário na BR-376, que contou com 75% de valores da bancada paranaense.

Curitiba terá dois novos hospitais até 2016; eles ficarão no Tarumã e no Sítio Cercado


Redação

saude-dentro
Investimento é de R$ 87 milhões na área da saúde. Foto: SMCS


Curitiba terá dois novos hospitais até 2016. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, aqui na capital na manhã deste sábado (18). Eles anunciaram a liberação do dinheiro para a construção desses dois novos hospitais.
A solenidade foi realizada às 9h30 na Maternidade do Bairro Novo, no bairro Sítio Cercado. De acordo com o anúncio, os hospitais deve ser inaugurados em 2016.
Além disso, juntamente com o prefeito Gustavo Fruet e do secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda, foram anunciados investimentos na atenção primária com o funcionamento do Telessaúde, ampliação no horário de atendimento das Unidades Básicas, funcionamento das residências terapêuticas, construção de Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e aumento nas ofertas das consultas especializadas no SUS Curitiba. O secretário estadual da Saúde, Michelle Caputto, estará representando o governador Beto Richa.
Governo Federal
A assinatura significam um investimento de mais R$ 87 milhões em Curitiba. As construções dos dois hospitais: Hospital da Zona Norte, no bairro Tarumã, e Instituto da Mulher, no Sítio Cercado, devem começar no fim desse ano.
Solenidade
“Quero agradecer ao Gustavo Fruet pela prioridade à saúde em sua gestão”, disse o ministro Alexandre Padilha, pouco antes de assinar o convênio. “Estou feliz por estar aqui e poder agradecer pessoalmente a cada um de vocês pelo trabalho e comprometimento com este trabalho, por que saúde não é só equipamento, é também garantir um atendimento mais humano, mais próximo, mais solidário”, afirmou.
Também a ministra Gleisi Hofmann destacou os avanços registrados na área da saúde em Curitiba. “É uma alegria estar aqui e parabenizo a cidade pelo reforço à saúde, pela recuperação das unidades básicas, pelo investimento na saúde da mulher, pelos CAPS (Centros de Atendimento Psicosocial) que funcionam 24 horas e pelo carinho com que a comunidade recebeu os profissionais do programa Mais Médicos, cinco deles aqui mesmo no Bairro Novo.
A ministra fez questão de destacar que Curitiba é a cidade com o maior número de Centros de Atenção Psicossocial funcionando 24 horas. São, até aqui, quatro unidades, com horário ampliado em 2013. Na próxima semana, anunciou o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda, também o Centro Boa Vista passará a atender 24 horas. Até 2012 apenas o Centro Vida recebia pacientes para acolhimento noturno.  Agora já serão seis unidades com atendimento especializado dia e noite.
Mais investimentos
Ao agradecer aos ministros pelo apoio que a cidade vem recebendo do governo federal, o prefeito Gustavo Fruet destacou que a Prefeitura de Curitiba destinou, em 2013, mais de R$ 1,4 bilhão para a área da saúde, o que representa um aumento de 23% se comparado a 2012, que fechou o ano com pouco mais de R$ 1,1 bilhão.
Fruet disse que não poderia haver local mais indicado do que a Maternidade Bairro Novo para a solenidade de assinatura dos convênios. “A maternidade estava praticamente fechando e numa ação rápida, que teve apoio da Fundação de Atenção à Saúde, conseguimos reverter a situação e em menos de um ano, já registramos quase dois mil nascimentos nesta maternidade”.
Só na noite desta sexta-feira até a manhã de sábado, informou o secretário municipal, oito bebês nasceram na Maternidade Bairro Novo. Gustavo também comemorou a redução da mortalidade infantil que chegou em 2013 ao menor índice da história da cidade e lembrou que Curitiba ampliou nesse ano de 38% para 51% o atendimento nas unidades de atenção básica, passando a contar com dez unidades básicas com atendimento até 22h.
O prefeito contou que quando em reunião em Brasília, no início do mandato, que contou com a presença da ministra Gleisi Hofmann, a presidenta Dilma Roussef disse que o governo federal apoiaria quem tivesse projeto e vontade de trabalhar. “Imediatamente elaboramos projetos e apresentamos ideias e propostas, sempre com muita vontade e disposição para o trabalho, contando sempre com o apoio do governo federal e também fazendo parcerias com o governo estadual”, disse o prefeito. A construção do Hospital Zona Norte será uma parceria envolvendo governo federal, estadual e Prefeitura de Curitiba.
Instituto da Mulher
Para o Instituto da Mulher, que será construído no Sítio Cercado, Região Sul de Curitiba, o governo federal está destinando R$ 26,4 milhões. O projeto está sendo elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc).
O Instituto da Mulher de Curitiba será uma unidade de referência ao atendimento à mulher e à criança, oferecendo serviços nas áreas materno-infantil de média e baixa complexidade, e ginecológica, com implementação de atenção humanizada de maneira articulada com a Rede Municipal de Saúde, a partir do incentivo ao aleitamento materno e outras práticas preconizadas pelas diretrizes do Ministério da Saúde.
A proposta apresentada ao Ministério da Saúde segue as exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Serão 46 leitos adultos para internação, sendo 28 para alojamento conjunto da mãe e do bebê e outros 18 destinados a atendimentos ginecológicos, além de quartos de isolamento.
Também está prevista a construção de um centro de parto normal, com sala de acolhimento, cinco quartos PPP (puerpério, parto e pós-parto) – que são ambientes com capacidade para um leito e banheiro anexo, destinado à assistência à mulher durante o trabalho de parto –, sala de atendimento ao recém-nascido, entre outros espaços.
Também fazem parte do projeto a construção de cinco salas cirúrgicas, Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (UCINCo), com dez leitos, e Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa), com cinco leitos. A área de apoio do Instituto contará com lactário, acupuntura, aromaterapia, além das dependências administrativas.
Hospital da Zona Norte
O Hospital da Zona Norte, que deve ficar pronto em 2016, será localizado no bairro do Tarumã – em frente ao Detran – e deve beneficiar mais de 3 milhões de pessoas de Curitiba e Região Metropolitana.
A unidade hospitalar terá cerca de 23 mil metros quadrados de área construída, dez centros cirúrgicos (entre eles um destinado à hemodinâmica), 170 leitos de internamento, 30 leitos de UTI, 27 leitos de emergência (5 na sala vermelha adulto, 2 na sala vermelha pediátrica, 10 para sala amarela, 10 para sala laranja), 56 leitos de urgência (50 adultos e 6 pediátricos) e 20 consultórios ambulatoriais. O setor de imagem terá duas salas para raio-x, duas para tomografia e ressonância magnética, três para ultrassonografia, duas para endoscopia e colonoscopia, uma para teste de esforço e uma para eletrocardiograma. Além disso, o hospital terá auditório, capela, biblioteca, sala de aula, lanchonete e o complexo administrativo.
O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, lembrou, na solenidade de assinatura dos convênios a importância do hospital também para a região sul da cidade e os municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Também o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda, destacou a necessidade do Hospital da Zona Norte tanto para Curitiba quanto para municípios vizinhos. “Curitiba já não se pensa sozinha. É preciso pensar também nos municípios da Região Metropolitana”, disse ele
Participação
Além da comunidade local, líderes e representantes comunitários, também participaram da solenidade secretários municipais e estaduais, entre eles a secretário municipal da Mulher, Roseli Isidoro; representantes da classe médica, administradores regionais, os deputados federais Dr. Rosinha e Angelo Vanhoni, a diretora da Maternidade Bairro Novo, Tereza Kindra;o diretor da Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba, Gustavo Schulz; o administrador da Regional Bairro Novo, Pedro Pelanda; O superintendente regional e o gerente de negócios da Caixa Econômica Federal, Fabio Carnelós e Wilton Cabral; e os vereadores Paulo Salamuni, presidente da Câmara; Julieta Reis, Cacá Pereira, Pedro Paulo, Rogério Campos e Beto Moraes.

Seguranças de shopping abordam jovens e ameaçam com multa


Da Agência Brasil


Seguranças do Shopping Center Norte de São Paulo abordaram neste sábado (19) dez jovens que pretendiam fazer um “rolezinho” no centro comercial e os comunicaram, ainda no estacionamento, que poderiam ser multados, caso causassem problemas, ou fizessem algazarra. Os adolescentes desistiram de entrar no shopping. Eles foram os únicos que compareceram para um programado rolezinho no local.
De acordo com a assessoria de imprensa do Center Norte, o estabelecimento obteve na Justiça uma liminar que permite a abordagem de participantes dos “rolezinhos” e o aviso sobre a multa – que não teve o valor divulgado.
Segundo o shopping, quando um rolezinho é marcado para ocorrer no estabelecimento, oficiais de Justiça vão ao local e, com auxílio de informações do setor de inteligência da polícia, identificam organizadores e demais participantes. Eles indicam as pessoas para os seguranças fazerem a abordagem.
O Center Norte ressalta que os jovens não seriam impedidos de entrar. No local, segundo a assessoria, é recorrente o encontro de dezenas de jovens que utilizam o estacionamento do estabelecimento para se divertir.
O shopping informou que buscou a Justiça para se prevenir. De acordo com a assessoria de imprensa, para o estabelecimento os “rolezinhos” são um movimento ainda desconhecido, e “a mídia tem mostrado que pode haver grupos infiltrados, roubos e demais irregularidades”. A polícia informou que não foi acionada ontem para nenhuma ocorrência relacionada a “rolezinhos”.

Estudante de Pato Branco é aprovado em seis vestibulares para medicina




O adolescente Cezar Henrique Lorenzi, 17 anos, de Pato Branco, foi aprovado em seis universidades para o curso de medicina. Ele prestou vestibular pela primeira vez e foi aprovado em três universidades federais, uma estadual e duas particulares.
“Meu objetivo era passar na UFRGS ou na UFPR. Como acabei passando nas duas, agora ainda estou indeciso sobre qual cursar”, comentou.
CATVETV
(Foto: Reprodução Catve.tv)
Lorenzi foi aprovado para o curso de Medicina na Universidade Positivo (UP); na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR); na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), na Universidade Federal do Paraná (UFPR); e na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Ele ainda aguarda o resultado da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
O garoto diz que após concluir o curso de medicina, quer ser neurocirurgião.

Homem é assassinado enquanto se divertia em pesque-pague na RMC


Por Luiz Henrique de Oliveira


Um homem de 30 anos, identificado apenas como Nill, foi executado a tiros dentro de um pesque-pague na Rua Francisco Rocha, em Bocaiúva do Sul, na região metropolitana de Curitiba. O assassinato aconteceu no final da tarde deste sábado (18).
Segundos as informações da Polícia Civil de Bocaiúva, o caso é tratado como um acerto de contas. A vítima se divertia no pesque-pague quando o assassino chegou, disparou e fugiu sem ser localizado.
O corpo da vítima foi recolhido ao Instituto Médico Legal e Curitiba (IML).

Jovem é detido após roubar dinheiro para entrar em casa noturna


Do Portal Catve.tv


Um jovem foi detido por policais do setor Morumbi na madrugada deste domingo (19), em Cascavel. Ele foi abordado no bairro Alvorada, em uma casa noturna.
LOIRO
(Foto: Portal Catve.tv)
De acordo com informações, Bruno Fabricio dos Santos teria dado voz de assalto a um homem em um posto de combustíveis, levando a carteira da vítima. Ele roubou R$ 15 e abandonou a carteira logo em seguida. Bruno disse que pegou o dinheiro para entrar em um baile. Os seguranças o retiraram do estabelecimento e a Polícia Militar efetuou a prisão.
Ele foi encaminhado para o Batalhão e responderá por roubo.

Aposentado que não renovar senha e comprovar que está vivo pode ficar sem receber


Da Agência Brasil


Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem procurar a agência bancária onde recebem o benefício para comprovar que estão vivos e renovar senha. Quem não fizer, terá o benefício bloqueado pela Previdência Social.
Os bancos tem até o dia 28 de fevereiro de 2014 para finalizar o processo de comprovação de vida e renovação de senha dos beneficiários que recebem por meio de conta-corrente, poupança ou cartão magnético.
Em agosto, o INSS prorrogou o prazo, pois, dos 30,7 milhões de beneficiários, 9,4 milhões ainda não tinham atendido à convocação para renovar a senha. O número caiu, porém 4,7 milhões ainda precisam fazer a renovação nas próximas semanas.
inss
(Foto: Agência Brasil)
As mudanças estão sendo implementadas pelas instituições financeiras pagadoras de benefícios desde maio de 2012. Segundo o INSS, ao ser convocado, o beneficiário deve ir até a agência bancária levando um documento de identificação oficial com foto e de fé pública (carteira de identidade, Carteira de Trabalho, carteira de habilitação).
Caso esteja impedido de ir à agência bancária, o segurado pode fazer a prova de vida por procuração, desde que o procurador seja devidamente cadastrado no INSS. Os segurados que residem no exterior também podem apresentar a comprovação por meio de um procurador cadastrado no INSS ou documento emitido por consulado, informou o instituto. As dúvidas, segundo o INSS, podem ser esclarecidas pelo telefone 135.
A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) lembra que a prova de vida tem o objetivo de combatet fraudes e inconsistências no pagamento de benefícios. A federação garante que os bancos investiram para que o processo transcorra de forma organizada, sem causar transtornos à população, e as instituições que dispõem de tecnologia para fazer a identificação biométrica poderão utilizá-la.

Polícia prende vendedor e cliente envolvidos no comércio de armas em Pinhais


Da Polícia Civil

Policiais do Centro de Operações Policiais Especias (Cope) prenderam uma dupla envolvida nocomércio ilegal de armas e munições no Jardim Weisópolis, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. No endereço da denúncia, Livercino Rodrigues da Silva foi apreendido com munição, empunhadura de armas e acessórios para recarga de munições.
Segundo o homem, ele aguardava a chegada de Vanderlei Ferreira, que lhe venderia duas armas. Minutos após, ele chegou com duas pistolas (uma Taurus calibre 380ACP e outra Browning calibre .380) na cintura. Ele foi abordado e relatou que em tinha outra arma em guardada em casa. Na residência, foi encontrada outra pistola marca Beretta calibre 635 com 8 munições, um carregador de calibre 380ACP e uma cartucheira para munição calibre 38.
Os dois foram levados ao Cope e autuados em flagrante.

Menino de 14 anos é encontrado morto com tiro na cabeça na CIC


Por Luiz Henrique de Oliveira


A Delegacia de Homicídios de Curitiba investiga um possível assassinato que aconteceu na madrugada deste domingo (19) na Rua Ulisses Aurélio Vizinoni, na Cidade Industrial de Curitiba. Um menino de 14 anos foi encontrado morto com um tiro na cabeça.
Segundo informações apuradas pela Banda B junto à Polícia Militar (PM), o menino estava sozinho no local, já que ninguém ficou para contar o que pode ter acontecido. O crime é tratado como um mistério.

Irmãos resolvem fumar baseado na beira do mar e terminam presos


Da Polícia Civil


O que parecia ser uma simples detenção por posse de drogas, na tarde da última quinta-feira (16) no balneário de Ipanema, acabou com a identificação e cumprimento de mandados de prisão contra os irmãos Damião da Silva, 20 anos, e Gabriel da Silva Lima, 19 anos.
Damião havia sido conduzido à Delegacia de Ipanema pela Polícia Militar por estar fumando um cigarro de maconha na praia. “Ele estava sem documentos e se apresentou com um nome falso”, explica o delegado Eduardo Marcelo Castella, designado para a Operação Verão Paraná 2013-2014 na Delegacia de Ipanema e que conduziu as investigações.
irmaos
(Foto: Divulgação Polícia Civil)
Os policiais civis de Ipanema que atenderam a ocorrência desconfiaram do rapaz e iniciaram investigação pela qual foi possível chegar a sua verdadeira identidade. Foi verificado que o mesmo tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas expedido pelo Estado de São Paulo e por isso mentia seu nome.
Durante a investigação, os investigadores ainda descobriram que Damião tinha um irmão também procurado pela Justiça. Gabriel, irmão mais novo de Damião, tinha um mandado de prisão por roubo expedido pela 10 .ª Vara Criminal de Curitiba.
Suspeitando que Gabriel poderia de igual modo estar se escondendo no litoral, foi iniciada uma busca pela região, vindo a localizá-lo num bar próximo ao local onde os dois viviam.
O delegado Alcimar de Almeida Garrett, coordenador da Operação Verão Paraná 2014, ressalta a agilidade de toda a ação que culminou com a prisão dos dois procurados. “O reforço de efetivo durante a Operação Verão Paraná, permite aos policiais dar uma maior atenção a cada caso que têm diante de si. O que parecia ser uma ocorrência simples terminou com a prisão de dois criminosos”, explicou.
Os irmãos encontram-se custodiados na Delegacia de Pontal do Sul, à disposição da Justiça.

Leitor registra tombamento que interditou BR-277 por duas horas


Da Redação
tombamentodentro
André registrou o acidente e enviou ao jornalismo@radiobandab.com.br (Foto: Arquivo pessoal)

O leitor do Portal da Banda B, André Luiz Andrigueto, registrou o acidente que aconteceu na tarde de ontem na BR-277, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Um caminhão carregado de adubo tombou na altura do KM 66, interditando os dois sentidos da rodovia, gerando um grande congestionamento.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, duas pessoas tiveram ferimentos leves e uma precisou ser encaminhada a um hospital de Curitiba. O acidente aconteceu porque um carro teria batido contra a lateral do caminhão, que veio a tombar.
A pista no sentido Curitiba foi liberada por volta das 20h30 e para o Litoral às 22h.

Shopping fecha as portas e participantes de ‘rolezinhos’ fazem BO por racismo


Da Agência Brasil


Dez manifestantes que participaram de um ato a favor dos “rolezinhos” e contra o racismo, comandado pela União de Núcleos de Educação Popular para Negras/os e Classe Trabalhadora (Uneafro), registram boletim de ocorrência na 96ª Delegacia de Polícia em São Paulo depois de terem sido impedidos de entrar no Shopping JK Iguatemi em São Paulo.
O shopping funcionava normalmente até o momento em que os manifestantes chegaram à frente do estabelecimento. Após isso, os acessos foram bloqueados. Alguns ativistas, que não portavam bandeiras nem instrumentos musicais, chegaram a formar uma fila na porta do shopping e pediram aos seguranças autorização para entrar, o que foi negado.
“Alegamos que houve um crime de constrangimento ilegal e o crime de racismo por parte do shopping. O shopping estava aberto. Depois do ato, as pessoas tentaram entrar individualmente no shopping e foram impedidas de entrar. Majoritariamente, os manifestantes são negros e da periferia. Está caracterizado crime de racismo”, disse o advogado Eliseu Soares Lopez que defende o movimento.
“Eles não fecharam as portas para a manifestação e para todo mundo. Quando fecharam as portas aqui, eu estava no interior do shopping. E eu pude presenciar com várias pessoas que as pessoas que estavam entrando pela garagem, em seus carros, eles não eram impedidos de entrar”, acrescentou o advogado.
A manifestação teve apoio de diversos movimentos sociais. De acordo com Lopez, as entidades vão entrar na Justiça com um mandado de segurança contra decisões judiciais que proíbem pessoas de participarem dos rolezinhos, e uma ação contra o Shopping JK.
“Presenciei várias manifestações aqui em São Paulo e eu não vi os shoppings fecharem. Presenciei manifestação dos médicos, todos vestidos de brancos, eu presenciei manifestação diversas próximas a shoppings e não vi fechando”, destacou o advogado.
Em nota, o Shopping Center JK Iguatemi informa que o estabelecimento não comporta manifestações em seu interior. O centro comercial disse também que respeita manifestações democráticas. “O espaço físico e a operação de um shopping não são planejados para receber qualquer tipo de manifestação. Com o compromisso de garantir a segurança de seus clientes, lojistas e colaboradores, e de acordo com procedimento padrão utilizado em situações semelhantes, o empreendimento interrompeu temporariamente suas atividades neste sábado.”

Perseguição pela contramão de rua no Rebouças termina com casal de ladrões preso


Por Luiz Henrique de Oliveira e Roberto Romanowski
CARRO
Ladrões só pararam depois de bater contra um poste (Foto: Roberto Romanowki – Banda B)


Uma perseguição policial após um carro ser roubado no bairro Prado Velho, em Curitiba, na manhã deste domingo (19), terminou com um casal preso. Eles assaltaram uma idosa que tinha ido a uma feira e bateram o carro na fuga, após serem perseguidos por policiais militares.
suspeita
Mulher e companheiro foram presos em flagrante (Foto: Roberto Romanowski – Banda B)
Os policiais estavam em uma viatura quando viram trafegando em alta velocidade na Rua Almirante Gonçalves o Honda Civic roubado.  Em determinado momento da perseguição, o ladrão entrou na Rua Alferes Poli pela contramão até que perdeu o controle e bateu contra um poste.
O casal tentou fugir a pé, mas foi preso pelos policiais. Com eles foi encontrada uma tesoura usada para assaltar a idosa. Os dois foram encaminhados à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba (DFRV). Nenhum policial quis falar sobre o caso.

Marta Suplicy é condenada por improbidade administrativa e perde direitos políticos


Agência Brasil

A ministra da Cultura Marta Suplicy foi condenada por improbidade administrativa pela Justiça de São Paulo e perdeu seus direitos políticos por três anos. Ela também terá que pagar uma multa no valor de cinco vezes o valor do salário que a ministra recebia quando era prefeita de São Paulo (2001-2005), valor que deve ser atualizado até a data de pagamento. A decisão foi tomada pelo juiz Alexandre Jorge Carneiro da Cunha Filho, da 1ª Vara da Fazenda Pública.
Segundo a decisão, Marta também foi “proibida de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócia majoritária. A proibição também tem validade de três anos”.
A decisão foi tomada no último dia 9 de janeiro e publicada no Diário da Justiça do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo do dia 10 de janeiro.
O juiz acatou uma denúncia do Ministério Público que moveu um ação de improbidade administrativa com a justificativa de que houve direcionamento para a contratação do Grupo de Trabalho e Pesquisa em Orientação Sexual (GTPOS), que foi contratado sem licitação.
Também foi condenada Maria Aparecida Perez, que era secretaria de Educação de Marta Suplicy na prefeitura de São Paulo. Maria Aparecida recebeu as mesmas penas que a ministra da Cultura.
O GTPOS foi condenado a pagar multa civil de 10% do contrato original firmado com a prefeitura de São Paulo (R$ 373.119,19, em 2002), valor que deve ser atualizado e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais por três anos.

Ex-jogador de futebol convocado à Seleção Brasileira é assassinado no PR




arquivo
(Foto: Reprodução Catve)
Na noite de sexta-feira (17), foi morto a tiros durante uma briga em Coronel Freitas (SC) o representante comercial Tiago Antonini, 27 anos, natural de Santa Catarina, que residia em Francisco Beltrão e estava visitando familiares em Santa Catarina. Ele se envolveu em uma briga durante uma festa onde estava com amigos e acabou sendo atingido por seis disparos de arma de fogo.
Tiago Antonini, era ex-jogador de futebol, jogou pelo Francisco Beltrão FC em 2008, após ser revelado pela base do Internacional, onde foi campeão mundial sub-15. Com 17 anos foi convocado pela Seleção Brasileira da categoria. Na carreira ele chegou a jogar duas edições da copa São Paulo de Juniores, pelo Internacional e pelo Juventude e posteriormente jogou na Tailândia, na Âustria e em 2008 no Francisco Beltrão FC. No último campeonato municipal em Francisco Beltrão, ele foi campeão pelo Pinheiros Beltronense.
As informações são da Catve.tv.

Famoso traficante de Colombo morre em confronto com policiais militares


Por Luiz Henrique de Oliveira


Um jovem de 22 anos, conhecido como Leandrinho pelos moradores do bairro Campo Pequeno, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, morreu após confronto com policiais militares. A situação aconteceu no final da madrugada deste domingo (19) na Rua da Pedreira, esquina com a Av. São Gabriel.
Segundo o apurado pela Banda B junto à Delegacia do Alto Maracanã, o suspeito resistiu a uma abordagem por parte de policiais militares do 22° Batalhão. Houve uma troca de tiros e Leandrinho levou a pior. O suspeito tem várias passagens pela polícia e era procurado por ser um dos maiores traficantes da região.
O corpo do rapaz foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).

Prefeitura planeja o fim da Vila Capanema



Projeto municipal prevê acordo com o Paraná: clube desiste do Durival Britto e ganha novo estádio no Boqueirão
De sede de jogos da Copa de 1950, casa dos extintos Ferroviário e Colorado, hoje estádio do Paraná, a Vila Capanema tem tudo para se transformar no Centro Administrativo da prefeitura de Curitiba.
Os gestores do município aguardam para os próximos dias o “sim” da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para oficializar a negociação com o Tricolor.
Entenda o caso
Veja a trajetória jurídica do Durival Britto:
1. A ação – em 1971, o Ferroviário se funde com o Britânia e o Palestra Itália. Nasce o Colorado. Os engenheiros da Rede Ferroviária Federal contestam a fusão na Justiça.
2. A posse – em 1978, a Justiça reconhece a fusão e a Rede ingressa com uma ação reivindicando a reintegração da posse do terreno.
3. A vitória – em 2003, a Justiça Estadual do Paraná julga improcedente a ação da Rede e declara que o Paraná possuía o domínio e a posse da área.
4. A reviravolta – a RFFSA entra em liquidação e o presidente Lula decide, via medida provisória, integrar todo o patrimônio da Rede à União.
5. A derrota – em março desde 2012, a Justiça Federal decide que o estádio é patrimônio da União e determina a desocupação do imóvel. O clube recorre com recurso no Tribunal Regional Federal.
6. A alternativa – a prefeitura de Curitiba negocia com a União a cessão do terreno da Vila ao município. Caso o Ministério do Planejamento concorde, a prefeitura se dispõe a dar em contrapartida ao Tricolor a construção de um novo estádio, em troca da desistência do recurso no TRF.
A área de 55,3 mil m² é alvo de uma briga nos tribunais que já dura 41 anos. Em março de 2012, o imóvel foi incorporado ao patrimônio da União, mas os paranistas, detentores da posse, têm como recorrer da decisão.
Pela ideia inicial do município, toda formatada em planilhas com gráficos, após receber a praça esportiva do governo federal, o poder público oferece uma espécie de indenização ao Paraná: levanta um novo estádio, na Vila Olímpica do Boqueirão, e o clube abre mão de brigar na Justiça pelo terreno onde está o Durival Britto e Silva. O acordo leva em conta, entre outras coisas, o valor afetivo e histórico da Vila.
Assim a gestão Gustavo Fruet viu a possibilidade de resolver um problema próprio: centralizar todos os órgãos do Executivo, hoje espalhados em sedes locadas pela cidade.
“Estudamos as possibilidades jurídicas há quase um ano. Tivemos reuniões com o Paraná e com a Advocacia Geral da União (AGU). No campo jurídico, está tudo encaminhado”, diz o secretário municipal de governo, Ricardo Mac Donald Ghisi, que articula as negociações com apoio do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.
Os dirigentes do Tricolor, porém, negam que os contatos tenham acontecido. “Não há uma proposta formal a respeito desse assunto. Isso só poderá acontecer quando a prefeitura for dona da área. Agora, se me perguntassem se o Paraná seria suscetível a conversar com quem quer que seja – município, estado, União – a respeito do terreno, é lógico que sim”, afirmou o presidente do Conselho Deliberativo do clube, o procurador da AGU Benedito Gomes Barboza.
O centro da prefeitura teria um edifício de dez pavimentos em uma área construída de 100 mil m². Além do terreno da Vila Capanema, o projeto aglutinaria onze imóveis ao lado, que somam 19,7 mil m², hoje administrados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e que serão cedidos à prefeitura.
A proposta prevê ainda a construção de uma nova Câmara de Vereadores, hoje localizada em um prédio histórico no Centro da cidade. “Com a economia que fizemos em 2013, em torno de R$ 28 milhões, poderíamos fazer o pagamento da construção da nova Câmara”, diz o presidente da entidade, o vereador Paulo Salamuni.
O valor total do Centro Administrativo é estimado entre R$ 350 milhões e R$ 450 milhões e seria pago com a economia feita em alugueis, taxas e serviços de condomínios que deixariam de ser gastos nos prédios que hoje a prefeitura usa para abrigar suas estruturas administrativas, explica Ghisi.
“Hoje gastamos R$ 40 milhões com esses custos. Va­­mos fazer uma parceria público-privada (PPP) e a empresa contratada para construir o Centro Admi­nistrativo, a nova Câmara e o novo estádio receberá o pagamento par­­celado com o valor economizado nos anos seguintes à entrega das chaves”, diz o secretário.
Se o projeto do novo Cen­­tro já ganhou o primeiro esboço, feito pelo Ippuc – que inclui um Museu do Futebol – e as tratativas políticas estão adiantadas, na parte administrativa ainda há muito o que fazer: não há nada alinhavado sobre as especificações do que seria o novo estádio paranista.
O Tricolor planeja ter uma nova praça esportiva até 2017, mas o clube ainda não se articulou para colocar o projeto no papel. “O Paraná tem outras questões estruturais que precisam ser realizadas com certa urgência. Se não conseguirmos isso até 2017, será um prejuízo muito grande, porque temos verificado que, especialmente depois da Copa, quem não tiver condições de oferecer conforto e praticidade para seu torcedor vai penar muito”, afirma Barboza.

Apreendido com cocaína, helicóptero dos Perrella deverá ser confiscado


Helicóptero que pertence à empresa do deputado mineiro Gustavo Perrella foi apreendido com mais de 400 quilos de cocaína no Espírito Santo Foto: Polícia Militar do ES / Divulgação
Helicóptero que pertence à empresa do deputado mineiro Gustavo Perrella foi apreendido com mais de 400 quilos de cocaína no Espírito Santo
Foto: Polícia Militar do ES / Divulgação
O helicóptero modelo Robinson R66, registrado em nome da família do senador Zezé Perrella (PDT-MG) deverá ser confiscado pela Justiça após ter sido apreendido ao transportar 445 quilos de cocaína pura em novembro de 2013. Segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo, apesar de a Polícia Federal ter afastado o envolvimento da família do senador no crime de tráfico, o clã deverá amargar o prejuízo de R$ 3 milhões, valor aproximado da aeronave.
O helicóptero deve ser mantido à disposição do governo do Espírito Santo. A decisão do juiz Marcus Vinícius Figueiredo, no entanto, não é definitiva. Segundo a decisão, a aeronave "evidentemente interessa ao processo enquanto não estiverem ultimadas as fases de investigação policial e instrução criminal". Ele ressaltou ainda que, "não está devidamente comprovado" que a aeronave tenha sido integralmente periciada.
Quatro pessoas foram presas em flagrante por causa do transporte da droga no município de Afonso Cláudio, no Espírito Santo, incluindo o piloto Rogério Almeida Antunes, então funcionário da empresa dos Perrella e da Assembleia Legislativa de Minas, indicado pelo filho do senador, o deputado estadual Gustavo Perrella (SDD). Logo após ser preso, Rogério declarou que a família não tinha relação com a droga apreendida.
A polícia ainda tenta identificar o homem que, antes da apreensão, pagou R$ 500 mil pela propriedade - avaliada em R$ 100 mil-, onde a aeronave deveria aterrissar.