Motorista cochila ao volante e deixa mãe e filho feridos após derrubar poste


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha
Um motorista deixou o trânsito complicado na tarde desta terça-feira (21) na Avenida Marechal Otávio Saldanha Mazza após derrubar um poste de iluminação no bairro Capão Raso, em Curitiba. De acordo com o cabo Chaves, do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), a esposa e o filho do motorista ficaram feridos após serem atingidos pelo poste e precisaram ser levados ao Hospital do Trabalhador.
“Foi uma cena forte, o motorista cumpriu o turno da noite de trabalho e cochilou. Ele contou para a gente que nem viu o acidente e só acordou com a batida, então não conseguiu nem frear e provocou essa situação”, disse.
Em entrevista à Banda B, o motorista lamentou o ocorrido e confirmou que não viu nada. “Foi um estrago, nem vi o que aconteceu. Quando olhei já estava lá”, comentou.
Três das quatro vias ficaram interditadas no local e deixaram o trânsito complicado na via rápida. A expectativa é de que o poste seja retirado nas próximas horas.

Polícia flagra assaltantes no momento em que faziam vítimas refém em Colombo


Da Redação

Três pessoas foram presas em flagrante na tarde do último sábado (21) após assaltarem uma loja de roupas de Colombo, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com a Polícia Militar, a perseguição foi iniciada após a viatura encontrar as portas de aço abaixadas na Rua Aleixo Schluga, Vila Zumbi dos Palmares, e encontrar duas pessoas que haviam sido mantidas como reféns.
Os bandidos tentaram fugir e chegaram a trocar tiros com os policiais. Um quarto assaltante conseguiu fugir. As vítimas, um homem e uma mulher, contaram que os quatro bandidos estavam ameaçando ambos de morte. O homem foi agredido na cabeça e a mulher contou que os criminosos falavam o tempo todo que a levaria com eles.
Um dos bandidos, um menor de idade, foi ferido por um tiro de raspão na região das nádegas, tiro este que, de acordo com a PM, teria sido disparado por ele mesmo no momento em que tentava pular o muro. Ele foi liberado do atendimento médico no mesmo dia e apreendido.
Os outros dois presos, um de 18 e outro de 25 anos, foram encaminhados à Delegacia do Alto Maracanã. O jovem de 18 estava foragido desta mesma delegacia, e o de 25 anos possui ficha criminal com diversas passagens por tráfico e roubo. O menor de idade, de 17 anos, também já conta com uma passagem por tráfico.
Recuperação do objeto levado
O único que conseguiu fugir levou com ele a arma utilizada no crime, além do celular da vítima. Como o aparelho continha rastreador, as equipes policiais foram até a Rua Trinta e Três nesta segunda-feira (20) onde encontraram o aparelho e prenderam duas pessoas por receptação. Os jovens, de 24 e 22 anos, bem como o aparelho celular, foram encaminhados à Delegacia do Alto Maracanã.

Jovem que havia acabado de se alistar é atropelado por biarticulado na frente do Exército


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha

biarticuladoexercito
Foto: Juliano Cunha – Banda B
Um jovem de 18 anos ficou gravemente ferido após ser atropelado por um ônibus biarticulado na tarde desta terça-feira (21) na Avenida Marechal Floriano Peixoto, no bairro Boqueirão, em Curitiba.
De acordo com a Polícia Militar, ele havia acabado de se alistar no serviço militar obrigatório e seguia em direção à estação-tubo com um fone de ouvido, que pode ter causado uma distração.
O jovem foi encaminhado em estado grave ao Hospital do Trabalhador.

Medidas de urgência são adotadas e FIFA confirma risco de Curitiba ficar sem Copa


Por Luiz Henrique de Oliveira e Felipe Ribeiro

Medidas de urgência serão adotadas para que a Copa do Mundo de 2014 aconteça em Curitiba. Uma união entre o Governo Estadual, a Prefeitura de Curitiba e o Atlético Paranaense, por meio de um comitê gestor, irá intensificar as obras na Arena da Baixada. O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, afirmou em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (21) que a obra está muito atrasada e a capital paranaense corre risco de ficar sem receber os jogos. “Em três semanas iremos decidir isso”, disse secretário.
(Foto: Divulgação/Atlético)
Foto: Divulgação CAP S/A
“Estou muito preocupado e o atraso é muito grande. Em 18 de fevereiro faremos uma nova visita e se não observarmos avanços, a capital paranaense pode sim ficar fora da Copa, uma vez que sem estádio não podemos ter jogos”, comentou.
Valcke lembrou que vários ingressos para os quatro jogos de Curitiba já foram vendidos e que o cancelamento da sede causaria grandes transtornos para todas as partes envolvidas. “Muitas pessoas esperam vir para cá, a campeã mundial Espanha vem para cá. Então a nossa expectativa é de que as conversas que tivemos ontem com o Governo do Estado e hoje com a Prefeitura de Curitiba gerem resultados para que a cidade não fique fora da Copa”, disse.
Segundo o secretário executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes, o consenso de todas as partes envolvidas é a de que o atraso é responsabilidade de todos, então três medidas serão adotadas para que a data de 18 de fevereiro represente avanço nas obras. “O que vimos aqui é que nesse ritmo, a obra não ficará pronta. De imediato vamos criar o comitê que terá a responsabilidade de verificar e encontrar os melhores caminhos para a intensificação do ritmo, a contratação de novos operários e que seja realizada e que seja realizada uma parte orçamentária final”, explicou.
Segundo o secretário estadual para assuntos da Copa, Mário Celso Cunha, o governador Beto Richa e o prefeito Gustavo Fruet não querem ficar marcados como os governantes que não cumpriram com a palavra. “Agora é hora de muito trabalho e vamos cumprir a palavra”, afirmou. De acordo com ele, o Atlético irá financiar um novo empréstimo junto à Fomento Paraná, que terá como garantia as cotas de televisão da Rede Globo.
Um novo empréstimo junto à Fomento Paraná e a contração de novos operários estão entre as medidas.
Participaram ainda da entrevista coletiva os ex-jogadores Cafu e Bebeto e o secretário municipal para assuntos da Copa, Reginaldo Cordeiro. O Atlético Paranaense não enviou nenhum representante.
Mais informações em breve

Caminhoneiro morre na hora após invadir pista e bater de frente contra Kombi no Orleans


Por Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha
contorno2
Pelo menos uma vítima morreu na hora (Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Um grave acidente entre uma Kombi e um caminhão no Contorno Norte, no bairro Orleans, em Curitiba, deixou uma pessoa morta e outras duas feridas, na tarde desta terça-feira (21). A colisão aconteceu por volta das 15h30. O caminhoneiro, de 49 anos, morreu na hora, e dois ocupantes da Kombi tiveram ferimentos gravíssimos, sendo um deles, de 23 anos, encaminhado ao Hospital do Angelina Caron por meio do helicóptero da Polícia Rodoviária Estadual (PRE).
O cabo Edir, da PRE, afirmou à Banda B, por volta das 16h40, que muito ainda precisa ser feito para que as duas pistas sejam liberadas. “Por enquanto está tudo interditado e vai pelo menos uma hora para a liberação da rodovia”, afirmou o cabo, que confirmou que o caminhão vinha pela pista sentido BR-277 e a Kombi sentido Almirante Tamandaré.
Sobre a dinâmica do acidente, testemunhas afirmaram que o motorista do caminhão invadiu a pista contrária. “Não sei se teve um problema mecânico ou um mal súbito, mas ele foi simplesmente para cima da Kombi”, contou um motorista que estava atrás da Kombi e se identificou apenas como Luiz.
O outro ferido será encaminhado ao Hospital Evangélico. Até o fechamento desta reportagem, ele não tinha sido retirado das ferragens.

“Reunião com a Fifa foi boa e agora todos devem cumprir suas obrigações”, diz Fruet


Da Redação

O prefeito Gustavo Fruet apresentou na manhã desta terça-feira (21) a comitiva da Fifa que visitou Curitiba um balanço dos gastos do município para assegurar a realização da Copa do Mundo na capital paranaense. Através do microblog Twitte, Fruet afirmou que a reunião com a entidade foi boa e que seguiram juntos para a vistoria da Arena da Baixada. “Boa reunião e vamos unificados para o encontro. Agora é hora de toda responsabilidade e serenidade. Cada um tem que cumprir com suas obrigações”, disse.
arenacap
Foto: Divulgação CAP S/A
Segundo a CAP S/A, empresa com fim específico que gerencia a obra no estádio que sediará os quatro jogos da Copa, a obra da Arena chegou a 90% de conclusão. Só para o estádio, a Prefeitura está destinando R$ 219,7 milhões. Desse valor, R$ 143 milhões correspondem a títulos de potencial construtivo destinados às obras de reforma e ampliação da Arena da Baixada. A desapropriação de imóveis no entorno do estádio custará R$ 14,5 milhões. Mais R$ 6,5 milhões vão para a desapropriação do terreno que abrigará a estrutura para transmissão de televisão (Broadcast Compound) e R$ 2 milhões para infraestrutura de Broadcast Compound, da inspeção veicular e rede subterrânea na Rua Madre Maria dos Anjos.
A Prefeitura vai investir ainda R$ 6,5 milhões na revitalização Praça Afonso Botelho, em frente ao estádio. O local abrigará estruturas temporárias durante a Copa.  Após o Mundial, a população da cidade ganhará um espaço de lazer e convivência totalmente renovado.
O Município também aplicará R$ 12,2 milhões em obras de implantação da infraestrutura viária no entorno da Arena e R$ 35 milhões em estruturas complementares na região do estádio. Várias ruas do entorno do estádio Arena da Baixada receberão melhorias, como novas calçadas, asfalto, iluminação, sinalização e acessibilidade.

Ministério da Saúde cria comissão para eliminar sarampo e rubéola


O Povo Online

Uma comissão de especialistas foi criada pelo Ministério da Saúde com o objetivo de eliminar casos de sarampo e rubéola no Brasil. A medida foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira, 20.
A “Comissão Nacional de Especialistas para a Eliminação do Sarampo, da Rubéola e da Síndrome da Rubéola Congênita” deve acompanhar as atividades da Secretaria de Vigilância em Saúde sobre o tema, analisar informações referentes à eliminação de cada doença, propor estudos adicionais caso os dados disponíveis no país sejam insuficientes ou inconsistentes, além de analisar e emitir parecer sobre o relatório nacional que será apresentado à Organização Pan-americana da Saúde (Opas).
A comissão será formada pelos seguintes representantes: Rosane Maria Magalhães Martins Will, que a comandará o grupo; Teresa Cristina Vieira Segatto (secretária), Edson Elias da Silva, Elizabeth David dos Santos e Gloria Regina Silva Sá.
De acordo com o texto, as funções dos representantes não serão remuneradas e o exercício será considerado serviço público relevante. Segundo o Ministério, a comissão deverá se reunir duas vezes ao ano ou sempre que convocada pela presidenta, até a finalização dos trabalhos.
Ceará
No Ceará, após 15 anos sem registros de sarampo, foi confirmado caso em um médico de 27 anos. O jovem teve os sintomas clássicos: febre, manchas no corpo, tosse e conjuntivite.Durante 2013, devido à Copa das Confederações, profissionais ligados ao turismo, como setor hoteleiro, taxistas,além de profissionais da saúde, tiveram esquema vacinal atualizado.
De acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), outros 20 casos suspeitos da doença foram registrados no Estado durante este ano. Destes, quatro são considerados “fortemente suspeitos” (três em Fortaleza). Mais sete aguardam resultados laboratoriais. Oito foram descartados.
Na semana passada, a Sesa e o Ministério da Saúde, resolveram, como medida de precaução, alertar municípios, hospitais, clínicas, unidades de saúde, laboratórios, portos, aeroportos (públicos e privados), municípios limites com outros Estados sobre orientações de detecção, diagnóstico e medidas de prevenção e controle do sarampo.
Fortaleza 
De acordo com o coordenador da Célula de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Antônio Lima, “o sarampo está circulando em Fortaleza”. “É precisio reforçar a vacina e garantir altas coberturas”, disse. Segundo ele, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) discute com o Ministério da Saúde medida para, controlar o sarampo, caso apareçam novos casos.
Ele adianta que na próxima quarta-feira, 22, uma videoconferência está agendada para estudar as ações que devem ser tomadas. “A gente não vai utilizar vacinação em massa. Temos cobertura de 95% de crianças vacinadas em todas as regionais de Fortaleza”, explica.

Contorno de Campo Largo tem 80% dos serviços concluídos; inauguração será em junho




Da AEN-PR
contornodentro
Previsão é de que contorno da BR-277 seja entregue em junho (Foto: AEN-PR)


A obra do Contorno de Campo Largo (BR 277), na região Metropolitana de Curitiba, está com80% dos serviços concluídos. Já estão prontos os 11 quilômetros de duplicação, assim como os viadutos (um novo e outros dois ampliados), os retornos, a ponte e uma trincheira. A segunda trincheira está em construção. A obra é uma parceria do Governo do Paraná com a concessionária RodoNorte, que está investindo R$ 70 milhões. A inauguração e abertura para o tráfego será em junho.
Esta obra estava programada para começar apenas em 2017, segundo o contrato de concessão. “O contorno é aguardado há muito tempo pela população da região. Graças ao diálogo entre o governo estadual e a concessionária, conseguimos antecipar esta grande obra”, disse o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.
Segundo a concessionária, as equipes também estão trabalhando na transposição das pistas antigas para as novas. A previsão é terminar todo o contorno até o final de maio desse ano, para poder liberar o trecho no início de junho.
EMPREGOS E EXPECTATIVA – A construção do contorno criou 1.600 empregos diretos e indiretos, além de gerar expectativa em toda a população da Região Metropolitana de Curitiba. “Estamos esperando há muito tempo pela obra, há dez anos estava prometida. Vai melhorar muito para nós. Acabar com o transtorno que temos aqui”, disse o taxista de Campo Largo, Jobarino Feltrim.
Para o caminhoneiro, Antônio Portes de Góes, que transporta frutas e verduras, o trânsito será bem melhor após a conclusão da obra. “Ficará mais livre para a gente andar. Vamos ganhar tempo e haverá economia, principalmente com combustível. Melhora para toda população, já que dividirá o trânsito pesado do leve”.
O empresário Jorge Valdir de Camargo, de Campo Largo, explica que o contorno vai trazer tranquilidade para a população. “Com essa obra, a cidade vai ter uma vida própria. O pessoal terá vida mais tranquila. A segurança aumentará também”.
A enfermeira do hospital local, Danielle Cequenel, diz que o trânsito ficará dividido, o que agilizará o fluxo de veículos. “O trânsito pesado de caminhão vai sair de dentro da cidade e isso será muito bom, com redução de acidentes e atropelamentos. O fuxo ficará melhor. É uma obra muito importante para todos daqui”, finaliza.
MAIS OBRAS NA RMC – Outra obra já em andamento na Região Metropolitana de Curitiba é a duplicação de 6,5 quilômetros da Rodovia da Uva (PR 417), entre Curitiba e Colombo. Além das pistas duplicadas, serão feitos canteiro central, iluminação, semáforos, calçadas com rampas de acesso e ciclovia. O investimento do governo estadual é de R$ 35 milhões. A duplicação foi iniciada no final de 2013 e a empresa responsável tem 20 meses para concluir a obra.
Até o fim de 2014 serão destinados R$ 420 milhões para a construção de contornos e duplicações na RMC. Entre as obras previstas estão a duplicação da PR 415 (Pinhais/Piraquara); da Rodovia dos Minérios (Curitiba/Rio Branco do Sul) e a pavimentação da PR 092, que liga Cerro Azul e Doutor Ulysses, no Vale do Ribeira.

Governo do Paraná não repassa verba para medicamentos em Curitiba há 6 meses, diz secretário


Por Elizangela Jubanski

O governo do Paraná está há seis meses sem repassar a verba destinada a compras de medicamentos para a capital. Em entrevista ao radialista Luiz Carlos Martins, na manhã desta terça-feira (21), o secretário da saúde de Curitiba, Adriano Massuda, alegou que a uma das causas para a falta de medicamentos nas prateleiras das Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) da capital é o atraso de seis meses nesse repasse estadual para a assistência farmacêutica. “Há seis meses não recebemos repasse do governo do Estado para medicação. Esse valor é de R$ 3 milhões aproximadamente”, calcula.
O último repasse para esse fim teria sido feito, segundo ele, em agosto do ano passado. O secratário também afirmou que durante todo o ano de 2013, Curitiba operou sem um estoque estratégicos de remédios. “A gente assumiu o ano de 2013 sem o chamado estoque estratégico de medicamentos, que é aquele estoque de três meses para a variação de mercado. Sem dinheiro e sem retoque. Passamos o ano comprando medicamentos no mês”, explica.
O repasse de assistência farmacêutica para as cidades é feito com pelos governos federal, estadual, além do aporte municipal. Curitiba trabalha com 192 tipos de medicamentos nas farmácias populares. “Há medicamentos de uso contínuo que são totalmente gratuitos: hipertensão, diabetes, problemas de tireóide. E também temos as farmácias populares credenciadas que vendem medicamentos a 10% do valor real.
Outro lado
A Banda B entrou em contato com a assessoria da Secretaria Estadual da Saúde sobre a declaração da falta de repasses de verbas para assistência farmacêutica à prefeitura de Curitiba e aguarda retorno.

Para não entregar carro da nora, sogro reage e morre em tentativa de assalto no Portão


Por Elizangela Jubanski

Um homem de 60 anos sofreu uma tentativa de assalto na noite desta segunda-feira (20) no bairro Portão, em Curitiba, e morreu após ser baleado na cabeça. Rubens Raul Schlenker estava com o veículo Corsa, que é da nora dele,  voltando de uma sorveteria com a neta de dois anos e meio quando foi abordado por dois assaltantes.
A ação aconteceu por volta das 19h na rua Capiberibe. De acordo com a família da vítima, o portão da residência estava aberto, Rubens estacionou o veículo dentro da garagem, tirou a neta da cadeirinha e a levou para dentro de casa. A nora e a mulher dele estavam em casa. No momento em que a vítima voltava para a garagem, possivelmente para fechar o portão, foi rendido pelos bandidos.
Um dos marginais pediu pela chave do veículo. Rubens se negou em entregar e teria dito que não seria tão fácil assim. O sobrinho da vítima contou à Banda B que, então, um deles atirou contra a cabeça dele. Dois tiros foram disparados, mas apenas um acertou Rubens. Familiares não acionaram o Siate e preferiram levá-lo diretamente ao Hospital do Trabalhador.
Os assaltantes fugiram com o veículo da nora da vítima, mas pararam a cerca de duas quadras depois devido a sistema corta combustível, antifurto. A morte do idoso foi confirmada logo após dar entrada no hospital. Os marginais estão sendo procurados pela polícia.

Pai de quatro filhos é assassinado com dez facadas em lixão da RMC


Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

Nem mesmo o pedido dos quatro filhos fez com que Minto Comin de Souza, de 48 anos, o Caveirinha, largasse o vício das drogas. Na madrugada desta terça-feira (21) a luta dele terminou após tomar dez golpes de faca.
O homicídio aconteceu em um lixão no Jardim Roma, em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, por volta das 3h30. A Delegacia de Almirante Tamandaré investiga o caso e não tem nenhuma informação sobre a autoria e motivação.
O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).

PM evita fuga, apreende 160 munições e até doces dentro da Penitenciária de Piraquara


Da PMPR


Na madrugada desta segunda-feira (20/01) policiais militares do Batalhão de Polícia de Guarda (BPGd), pertencente ao 6º Comando Regional da PM, evitaram que detentos da Penitenciária Estadual de Piraquara, localizada na Região Metropolitana de Curitiba (RMC) fugissem. Durante a ação, suspeitos que tentavam resgatar os presos atiraram contra os policiais. Foram apreendidas 108 munições calibre 225, 34 de calibre 12 e mais algumas de calibre 9 mm, além de uma faca.
Por volta das 3h, o policial que estava na guarita avistou quando alguns detentos fugiram em direção a horta e efetuou disparos de alerta, sendo que sentinelas de outros postos visualizaram alguns presos na laje da segunda galeria.
pep
(Foto: Divulgação PMPR)
“Alguns suspeitos que estavam do lado de fora, para auxiliar os presos na fuga, efetuaram disparos contra as guaritas, iniciando-se um confronto entre os policiais e os envolvidos”, conta o cabo Gilmar Coelho Duarte, auxiliar de comunicação da unidade.
Segundo o cabo Duarte, após a troca de tiros a equipe policial entrou no complexo e localizou seis detentos na parte externa e 30 no interior da galeria, os quais estavam prontos para fugir. “Os detentos resistiram à abordagem, mas acabaram se entregando logo depois, sendo todos remanejados para outras galerias”, explica.
Em seguida os policiais do BPGd iniciaram patrulhamento pelas imediações do complexo penal e encontraram duas mochilas, uma com material de sobrevivência (alimentos e medicação), e outra com 108 munições calibre 225 (usada no fuzil REM), 34 de calibre 12 e mais algumas de calibre 9 mm, faça e lanterna.
De acordo com o cabo Duarte, as duas mochilas apreendidas com os materiais foram entregues na Delegacia de Polícia de Piraquara para serem tomadas as medidas cabíveis ao caso. “Os suspeitos de tentarem auxiliar os presos na fuga ainda não foram localizados”, conta.

Perícia comprova que ciclista foi arrastado por 6,5 km em para-brisa


atropelamento-ciclista-110104-bandabdentro
Ciclista estava morto quando o carro parou – Foto: Roberto Romanowski/Banda B
Redação com assessoria

O motorista, José Adil Simioni, de 58 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Rodoviária Federal. O teste do bafômetro indicou que Simioni apresentava 2 miligramas de álcool por litro de ar – o limite máximo aferido pelo equipamento.O laudo do Instituto de Criminalística do Paraná do acidente que vitimou um ciclista de 31 anos, atropelado no último dia 10, na BR-116, revelou que a distância do local da colisão até o ponto onde o condutor do veículo foi parado era de 6,5 km. O ciclista trafegava pelo acostamento da BR-116, quando foi atropelado por uma caminhonete.
Segundo o perito criminal Márcio Alexandre Tavares, que realizou a perícia do caso, o valor correto do deslocamento do veículo foi possível graças ao trabalho da Criminalística. “Como o acidente ocorreu em uma rodovia de grande movimento, muitos sinais e marcas são deixados na pista. Tivemos que realizar um trabalho minuciosos para descobrirmos exatamente quais deles eram os provocados por essa colisão”, explicou.
O local exato foi descoberto graças à bicicleta da vítima, que foi encontrada após buscas pela região. “Ela estava caída em um barranco, no meio do matagal”, conta Tavares. O perito ainda ressalta que o fato da população não ter mexido na cena do crime auxiliou a Criminalística. “É muito importante para nós essa contribuição. Qualquer adulteração pode modificar o exame e comprometer nossa análise”, completa.
Ainda de acordo com a perícia, ficou comprovado que o condutor e o ciclista trafegavam sentido Curitiba, o primeiro pela pista e o ciclista pelo acostamento, ambos corretamente. Em algum momento a caminhonete invadiu o acostamento e atropelou o ciclista. Não foi encontrada pela perícia nenhuma causa aparente para o desvio, como um obstáculo ou um buraco na rodovia, por exemplo.
O laudo do Instituto de Criminalística será juntado ao inquérito do caso, que está sob comando da Polícia Civil. O presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais e Auxiliares do Paraná (Sinpoapar), Leandro Cerqueira Lima, explica a importância da prova técnica: “O trabalho da perícia é fundamental para a investigação, pois é a prova material que subsidia a Justiça na busca da verdade. Sem ele, os julgamentos dependeriam exclusivamente das provas testemunhais, o que é temerário”, alerta.

Torcedores presos por participação em conflito na Arena Joinville são soltos


20 de janeiro de 2014
Dezessete torcedores do vasco e do Atlético Paranaense presos por envolvimento na briga que aconteceu na Arena Joinville foram soltos na tarde desta segunda-feira (20). A decisão por conceder a liberdade a eles foi expedida pela juíza Karen Reimer, do Fórum de Joinville, em Santa Catarina. Os torcedores receberam mandados de prisão durante a operação intitulada “cartão vermelho”. Entre eles, o ex-vereador de Curitiba Juliano Borghetti também recebeu liberdade.
Sete envolvidos no conflito ainda permanecem detidos e respondem pelos crimes de tentativa de homicídio, dano ao patrimônio, associação criminosa além de outras penalidades previstas no Estatuto do Torcedor.

Prefeitura apresenta à Fifa balanço de gastos para garantir jogos da Copa na cidade


Da SMCS

O prefeito Gustavo Fruet apresenta nesta terça-feira (21) à comitiva da Fifa que visita Curitiba um balanço dos gastos já feitos pelo Município para assegurar a realização da Copa 2014 em Curitiba. São mais de R$ 572 milhões em investimentos da Prefeitura. Só para o estádio que vai sediar os jogos – a Arena do Clube Atlético Paranaense – a Prefeitura está destinando R$ 219,7 milhões.
Desse valor, R$ 143 milhões correspondem a títulos de potencial construtivo destinados às obras de reforma e ampliação da Arena da Baixada. A desapropriação de imóveis no entorno do estádio custará R$ 14,5 milhões. Mais R$ 6,5 milhões vão para a desapropriação do terreno que abrigará a estrutura para transmissão de televisão (Broadcast Compound) e R$ 2 milhões para infraestrutura de Broadcast Compound, da inspeção veicular e rede subterrânea na Rua Madre Maria dos Anjos.
A Prefeitura vai investir ainda R$ 6,5 milhões na revitalização Praça Afonso Botelho, em frente ao estádio. O local abrigará estruturas temporárias durante a Copa. Após o Mundial, a população da cidade ganhará um espaço de lazer e convivência totalmente renovado.
O Município também aplicará R$ 12,2 milhões em obras de implantação da infraestrutura viária no entorno da Arena e R$ 35 milhões em estruturas complementares na região do estádio. Várias ruas do entorno do estádio Arena da Baixada receberão melhorias, como novas calçadas, asfalto, iluminação, sinalização e acessibilidade.
Outras obras
Aproximadamente R$ 312 milhões estão sendo aplicados em obras de mobilidade urbana do PAC da Copa, que ficarão de legado para a cidade após o mundial.
Sairão ainda dos cofres do Município R$ 16,1 milhões para obras de desalinhamento de estações-tubo, entre o Terminal da Santa Cândida e a Avenida Munhoz da Rocha.
Mais de 90% do total de R$ 572 milhões está sendo executado pela atual administração, embora os compromissos tenham sido assumidos pela gestão anterior.
Com estes investimentos, a Prefeitura cumpre todas as suas obrigações no sentido de viabilizar a realização da Copa do Mundo em Curitiba. Entre os principais compromissos assumidos estão o de retomar e concluir as obras de mobilidade financiadas pelo PAC da Copa; revitalização do entorno e desapropriações nos arredores do estádio; implantação das estruturas temporárias para os dias de jogos; apoio ao projeto de mudança das instalações do Exército das proximidades de Arena; licença especial para a utilização das calçadas dos arredores do estádio como canteiro de obras; emissão de títulos de potencial construtivo para financiar parte da obra do futuro estádio da Copa.
Empréstimos
Para retomar obras do PAC da Copa que estavam paradas ou em ritmo lento, a atual administração precisou aprovar na Câmara de Vereadores contratação de empréstimo de R$ 76,3 milhões, junto à Caixa Econômica Federal.
O valor é destinado para o pagamento de contrapartidas de quatro obras financiadas pelo PAC da Copa: a reforma da Rodoferroviária, requalificações do Corredor Aeroporto/Rodoferroviária e Avenida Marechal Floriano Peixoto e a conclusão da Linha Verde Sul.
Investimentos da Prefeitura na Arena do Atlético:
R$ 143 milhões – potencial construtivo com reajuste projetado pelo CUB
R$ 14,5 milhões – desapropriação de 16 terrenos no entorno estádio
R$ 6,5 milhões – desapropriação do terreno p/ Broadcast Compound (estrutura transmissão TV)
R$ 6,5 milhões – revitalização Praça Afonso Botelho
R$ 12,2 milhões – Obras de implantação da infraestrutura viária no entorno da Arena
R$ 2 milhões – Infraestrutura de Broadcast Compound, da Inspeção Veicular, Rede Subterrânea na Rua Madre Maria dos Anjos
R$ 35 milhões – Estruturas complementares para entorno estádio
R$ 219,7 milhões – TOTAL

Da SMCS

O prefeito Gustavo Fruet apresenta nesta terça-feira (21) à comitiva da Fifa que visita Curitiba um balanço dos gastos já feitos pelo Município para assegurar a realização da Copa 2014 em Curitiba. São mais de R$ 572 milhões em investimentos da Prefeitura. Só para o estádio que vai sediar os jogos – a Arena do Clube Atlético Paranaense – a Prefeitura está destinando R$ 219,7 milhões.
Desse valor, R$ 143 milhões correspondem a títulos de potencial construtivo destinados às obras de reforma e ampliação da Arena da Baixada. A desapropriação de imóveis no entorno do estádio custará R$ 14,5 milhões. Mais R$ 6,5 milhões vão para a desapropriação do terreno que abrigará a estrutura para transmissão de televisão (Broadcast Compound) e R$ 2 milhões para infraestrutura de Broadcast Compound, da inspeção veicular e rede subterrânea na Rua Madre Maria dos Anjos.
A Prefeitura vai investir ainda R$ 6,5 milhões na revitalização Praça Afonso Botelho, em frente ao estádio. O local abrigará estruturas temporárias durante a Copa. Após o Mundial, a população da cidade ganhará um espaço de lazer e convivência totalmente renovado.
O Município também aplicará R$ 12,2 milhões em obras de implantação da infraestrutura viária no entorno da Arena e R$ 35 milhões em estruturas complementares na região do estádio. Várias ruas do entorno do estádio Arena da Baixada receberão melhorias, como novas calçadas, asfalto, iluminação, sinalização e acessibilidade.
Outras obras
Aproximadamente R$ 312 milhões estão sendo aplicados em obras de mobilidade urbana do PAC da Copa, que ficarão de legado para a cidade após o mundial.
Sairão ainda dos cofres do Município R$ 16,1 milhões para obras de desalinhamento de estações-tubo, entre o Terminal da Santa Cândida e a Avenida Munhoz da Rocha.
Mais de 90% do total de R$ 572 milhões está sendo executado pela atual administração, embora os compromissos tenham sido assumidos pela gestão anterior.
Com estes investimentos, a Prefeitura cumpre todas as suas obrigações no sentido de viabilizar a realização da Copa do Mundo em Curitiba. Entre os principais compromissos assumidos estão o de retomar e concluir as obras de mobilidade financiadas pelo PAC da Copa; revitalização do entorno e desapropriações nos arredores do estádio; implantação das estruturas temporárias para os dias de jogos; apoio ao projeto de mudança das instalações do Exército das proximidades de Arena; licença especial para a utilização das calçadas dos arredores do estádio como canteiro de obras; emissão de títulos de potencial construtivo para financiar parte da obra do futuro estádio da Copa.
Empréstimos
Para retomar obras do PAC da Copa que estavam paradas ou em ritmo lento, a atual administração precisou aprovar na Câmara de Vereadores contratação de empréstimo de R$ 76,3 milhões, junto à Caixa Econômica Federal.
O valor é destinado para o pagamento de contrapartidas de quatro obras financiadas pelo PAC da Copa: a reforma da Rodoferroviária, requalificações do Corredor Aeroporto/Rodoferroviária e Avenida Marechal Floriano Peixoto e a conclusão da Linha Verde Sul.
Investimentos da Prefeitura na Arena do Atlético:
R$ 143 milhões – potencial construtivo com reajuste projetado pelo CUB
R$ 14,5 milhões – desapropriação de 16 terrenos no entorno estádio
R$ 6,5 milhões – desapropriação do terreno p/ Broadcast Compound (estrutura transmissão TV)
R$ 6,5 milhões – revitalização Praça Afonso Botelho
R$ 12,2 milhões – Obras de implantação da infraestrutura viária no entorno da Arena
R$ 2 milhões – Infraestrutura de Broadcast Compound, da Inspeção Veicular, Rede Subterrânea na Rua Madre Maria dos Anjos
R$ 35 milhões – Estruturas complementares para entorno estádio
R$ 219,7 milhões – TOTAL