Mulher está presa há três meses acusada de roubar cachaça e refrigerante, denuncia vereador


Da Redação




Uma mulher, mãe de uma criança de seis anos, está presa no Centro de Triagem de Curitibadesde o dia 6 de dezembro, acusada de furtar um litro de cachaça, uma garrafa derefrigerante e R$ 1,75. A denúncia foi feita pelo vereador Jorge Bernardi (PDT) nesta terça-feira (25) na Câmara Municipal de Curitiba.
De acordo com o vereador, ela está sendo defendida, gratuitamente, por dois advogados, que entraram com habeas corpus no Tribunal de Justiça do Paraná. Bernardi informou que, segundo os defensores, ela estava voltando da casa de uma amiga, quando foi abordada por dois conhecidos, que lhe pediram um cigarro.
No momento, uma viatura da Polícia Militar (PM) recebeu a denúncia de um furto em uma mercearia nas proximidades. Como ela estava com os demais acusados, acabou sendo presa. Ao chegar na delegacia, a mulher deu um nome diferente, porque respondia por um processo criminal na Justiça.
Além de ser autuada em flagrante pelo furto da bebida, a mulher teve a prisão preventiva decretada. Com isto, está presa no Centro de Triagem há quase três meses, quando, o próprio poder judiciário, de acordo com o vereador, percebeu o absurdo da prisão, e fez a nomeação dos advogados para defender a réu.

BLOG DA JOICE HASSELMANN É ATACADO POR HACKERS



Joice Hasselmann



QUEREM IMPEDIR OS BLOG'S DE INFORMAR



Pessoal tem uma informação muito importante que eu preciso que vocês saibam. Agora à noite o meu blog, o blogdajoice.com, foi atacado por vários crackers. Os robos foram programados para deletar o meu blog e isso gerou uma pane no sitema. Nossa equipe de informática, por sorte, descobriu a tempo de reforçar a segurança no site. Eu até entendo o descontentamento da canalhada de plantão com as reportagens e comentários que tenho trazido mostrando que os "cordeirinhos" do Paraná são na verdade lobos famintos prontos para devorar o dinheiro público. Aviso a vocês senhores tão preocupados com o conteúdo do blogdajoice.com ao ponto de querer deletá-lo que o site já possui mais de um espelho e que se vocês deletarem um a gente põe o outro no lugar. Entenderam?

Mesmo com decisão garantindo retorno, trabalhadores realizam piquetes em várias empresas


Da Redação



Mesmo com a decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) garantindo o retorno de 40% da frota entre o final da tarde e a noite desta quarta-feira (26), motoristas e cobradores insatisfeitos com a decisão realizam piquetes em várias empresas para impedir que os ônibus saiam da garagem.
Segundo apurado pela Banda B, os pneus dos veículos da empresa Rendentor foram esvaziados e os trabalhadores impedem a troca para evitar a saída dos coletivos. Na Viação Campo Largo alguns ônibus tiveram as janelas destruídas. Piquetes ocorrem ainda na empresa Marechal.
O TRT determinou que 30% da frota de ônibus volte a funcionar imediatamente em Curitiba, e que, nos horários de pico, 40% circulem as ruas. A partir de amanhã, esse número deve subir para 50%. A decisão foi tomada em audiência realizada na tarde desta quarta-feira (26) entre os gestores do transporte público, os trabalhadores e a classe patronal.
Transporte alternativo mantido
A Urbs vai manter o transporte alternativo nesta quinta-feira (27) para reforçar o transporte coletivo que, a ser obedecida a determinação da Justiça do Trabalho. Para segurança de operadores e usuários, com o retorno de parte da frota dos ônibus, os veículos autorizados a fazer o transporte alternativo não poderão circular na canaleta. O cadastramento de veículos continuará a ser feito pelo Urbs, das 6h às 17 horas, mas os veículos já cadastrados não precisam renovar o procedimento.
Nesta quarta-feira (26) foram credenciados 450 veículos, entre eles microônibus, um ônibus e 214 vans. Os interessados em atuar no transporte alternativo podem comparecer diretamente na Urbs, na área do táxi, na ala ferroviária, com acesso pela trincheira que passa embaixo do prédio central da Urbs na Rodoviária.

Todos na mesa de negociação hoje à tarde para tentar acabar com greve de ônibus em Curitiba


sem onibus
Passageiros esperam por ônibus mas nenhum aparece – Foto: Antonio Nascimento/Banda B
Por Denise Mello e  Antonio Nascimento

Uma reunião está marcada para hoje, às 14 horas, na sede da Tribunal Regional do Trabalho, em Curitiba, para tentar um acordo e por fim a greve de ônibus na capital e região metropolitana. Na mesa de negociação estarão representantes da Justiça do Trabalho, da Urbs, sindicato patronal, sindicato dos trabalhadores, além da Comec, representando o governo do estado.  A greve segue em Curitiba com adesão de 100%.
O presidente do  Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e região (Sindimoc), Anderson Teixeira, afirmou nesta manhã  que há uma divergência em relação a decisão judicial expedida nesta terça-feira (25)  pelo Tribunal Regional do trabalho da 9ª Região, sobre a obrigatoriedade de manter frota mínima de 70% nos horários de pico e 40% nos demais horários. “Essa é uma decisão de 1ª instância e há um contraditório se essa decisão seria de competência dessa esfera. Estamos analisando”, informou rapidamente Teixeira, que, na sequência, se reuniu a portas fechadas com a direção do Sindimoc.
O sindicato dos trabalhadores alegava até o início da manhã que não havia sido notificado oficialmente da decisão. No entanto, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) informou que a notificação da decisão foi entregue ao diretor do Sindimoc Adão Faria às 17h15 de ontem.
Confusão
A greve de ônibus provoca grandes congestionamentos de veículos nas principais via de Curitiba e região. Nos terminais e pontos de ônibus, passageiros disputam táxis, que são raros hoje, tamanha a procura.
Não há registro de incidentes nas garagens das empresas, já que nenhum ônibus sequer saiu do pátio.
Pela manhã, a Banda B entrevistou  a dona Maria José, moradora de Telêmaco Borba. Ela veio de lá para visitar o filho em um hospital psiquiátrico em Piraquara. Chegou as 7 horas e até as 11 horas aguardava transporte na rodoviária.  ”Não acho táxi, não acho ônibus. O jeito foi ligar pros parentes que estão vindo lá de Telêmaco Borba pra me levar no hospital porque preciso visitar meu filho. Não imaginei que fosse passar por isso aqui”, contou a dona de casa.

Semana de capacitação reúne profissionais da Rede Municipal de Ensino


WEBMASTER 26 DE FEVEREIRO DE 2014

Entre os dias 24 e 28 de fevereiro os Coordenadores das escolas passarão pela Formação Continuada de 40 horas

Mais de 80 coordenadores e coordenadoras das Escolas Municipais de Colombo passarão a semana no Curso de Capacitação Profissional
Mais de 80 coordenadores e coordenadoras das Escolas Municipais de Colombo passarão a semana no Curso de Capacitação Profissional
Está acontecendo durante esta semana, entre os dias 24 e 28 de fevereiro, o curso de Capacitação Profissional dos Coordenadores das Escolas da Rede Municipal de Ensino. Durante os cinco dias, entre as 8h30 e às 17h, os mais de 80 coordenadores receberão o treinamento que tem como principal objetivo melhorar a qualidade do serviço prestado por cada um deles, além de alinhar a frente de trabalho ao formato de iniciativa adotada pela Secretaria da Educação e Esporte.
Para a secretária à frente da pasta, Aziolê Cavallari Pavin, os treinamentos são importantes para unir a equipe em um só objetivo. “Temos metas traçadas, que tem como principal objetivo a qualidade no ensino. Deste modo os treinamentos, a formação continuada e capacitações, como esta, são de suma importância para que possamos alcançar este objetivo. No que diz respeito à área da coordenação, ainda mais cuidado temos, pois são as gestoras das unidades, que estarão lá, depois, disseminando estes preceitos, então a participação e o comprometimento, tanto de quem está ministrando, quanto de quem veio receber as aulas, é fundamental para o sucesso da ação”, explicou Aziolê.
Planos, projetos e processos
Durante os cinco dias, estão previstas 40 horas de treinamento que irão abordar planos, projetos e processos pertinentes ao cargo
Durante os cinco dias, estão previstas 40 horas de treinamento que irão abordar planos, projetos e processos pertinentes ao cargo
A carga horária total da Formação Continuada é de 40 horas, e ao todo vai conter abordagens referentes à função da coordenação. No primeiro dia foi apresentado o Plano de Ação da secretaria, com discussão sobre a real função dos coordenadores. Na terça-feira (25) a palestrante Maria de Fátima Minetto abordou questões de Currículo Adaptado. O assunto é relevante, pois em Colombo, a maioria das escolas atendem crianças de inclusão, um fator determinante em capacitar os profissionais que estão em contato direto com estes alunos.
No terceiro e quarto dias (26 e 27) o Departamento Pedagógico da Secretaria da Educação irá propor a construção de instrumentos para investigação com o objetivo de identificar a real causa da dificuldade de aprendizagem, apresentadas por algumas crianças, buscando a melhoria de ensino.
Para finalizar, a grade prevê na sexta-feira (28) o repasse de informações sobre os procedimentos padrões para encaminhamento de alunos para o Centro de Atendimento Especializado à Criança, que oferece psicoterapia, fonoaudiologia e psicopedagogia para as crianças, além de esclarecer sobre os procedimentos para encaminhar os alunos para a Avaliação Psicoeducacional.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG -colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK:facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial:www.colombo.pr.gov.br

Escolas e unidades de saúde funcionam normalmente durante greve


SMCS
 A prefeitura de Curitiba informou que as escolas, unidades de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão funcionando nesta quarta-feira (26), mesmo com a falta de parte dos funcionários em função da greve de motoristas e cobradores.

Todas as escolas e centros municipais de educação infantil estão atendendo e as empresas terceirizadas (de limpeza e alimentação) estão transportando seus funcionários.
Nas unidades de saúde e UPAs, apesar da falta de alguns funcionários, profissionais foram remanejados de setores para manter o atendimento, informou a prefeitura.

Gambá é encontrado em condomínio e começa o empurra-empurra; medo era acuá-lo e cheiro piorar


Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique


E não foi a greve no transporte público que mobilizou moradores de um prédio na rua Inácio Lustosa, no bairro Centro, em Curitiba, na manhã desta quarta-feira (26). Um filhote de gambá apareceu na área de lazer do condomínio e causou uma confusão. Acuado, o bicho ficou parado próximo a uma porta que dá acesso à garagem do prédio. Às 11h15 o Batalhão de Polícia Ambiental foi até lá para resgatar o animal.
Moradora há 11 anos no condomínio, Lina Monteiro de Farias, 65 anos, foi quem viu o animal. “Ele andava andando no muro e caiu para dentro. Tem essa área verde aqui nos fundos, ele veio daqui com certeza”, conta. Logo, mais moradores se juntaram para acionar órgãos públicos para fazer o resgate.
“Demorou um pouco, sabe? Um ficava me jogando para o outro. Ligava em um telefone e não era aquele. As pessoas pareciam não querer resolver”, reclama Lina. Mas, com o protocolo em mãos do Batalhão, cerca de 40 minutos depois, dois policiais foram capturar o gambá.
O animal possui glândulas localizadas perto do ânus que secretam um líquido malcheiroso, um tipo de álcool chamado butilmercaptana. Nenhum morador entendia de animais e outros hábitos silvestres, mas todos concordavam em deixá-lo tranquilo durante o resgate, já que qualquer irritação por parte do bicho, todos sentiriam a ‘força’ do pequeno filhote.

Carro de servidor da Prefeitura de Curitiba é encontrado com corpo carbonizado no porta-malas


Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

carro-carbonizado
Polícia não confirma se corpo é do servidor. Foto: BH/Banda B

Um corpo carbonizado foi encontrado dentro de um veículo na manhã desta quarta-feira (26) na zona rural de Campo Magro, na região metropolitana de Curitiba. O veículo é de propriedade de um servidor da Prefeitura de Curitiba. No entanto, a Polícia Militar (PM) não confira se o corpo encontrado no porta-malas é do servidor. A família  informou que ele não teria ido ao trabalho na manhã de hoje, mas não há confirmação oficial da identidade da vítima.
Moradores do Jardim Bom Pastor se surpreenderam com o veículo ainda em chamas por volta das 6h30. O carro é um Vectra, com placas ATW-3141, e está na rua Ana Bienarski, ao lado de um milharal. O local não é de fácil acesso. Vizinhos acionaram a PM, que isolou a área. O Instituto de Criminalística está no local fazendo os primeiros levantamentos.
O tenente Delache da PM contou à Banda B que a família foi contactada. “Eles informaram que o servidor não tinha aparecido no trabalho. Precisamos esperar para confirmarmos tudo isso”. O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba vai recolher o corpo e apenas exames complementares podem confirmar a identidade da vítima.

Vereador quer acabar com “putaria” multando clientes de prostitutas e travestis em Curitiba


Redação

chicarelli
Vereador Chicarelli quer acabar com a “putaria”
O vereador José Carlos Chicarelli (PSDC) – da bancada evangélica da Câmara de Vereadores de Curitiba – quer que a Prefeitura multe os clientes de travestis e prostitutas na capital. A ideia, segundo ele, é reprimir a “putaria” em bairros com grande ocorrência de garotas e garotos de programa como o Boqueirão e o Rebouças.
“Fui nesses dois bairros no início da noite para ver de perto a situação e está um caos. Famílias estão sendo destruídas por essa prática de prostituição e é preciso fazer alguma coisa”, disse o vereador.
O vereador ainda não elaborou um projeto de lei, por isso não sabe como os clientes de prostituição poderiam ser multados, mas sugere que sejam feitas blitze nessas regiões para reprimir a embriaguez no volante, por exemplo, o que iria ajudar a diminuir os “programas” nas ruas. “Homens embriagados acabam sendo enganados por travestis”, disse ele.
O vereador diz que a situação mais crítica acontece da região da Praça Ouvidor Pardinho a invasão de travestis e prostitutas que tomaram a Avenida Iguaçu e a Getúlio Vargas.

Greve de ônibus deixa trânsito em Curitiba ainda pior; táxi só por milagre


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

greve-2014-carros
Rua Viriato Parigot de Souza às 8h05. Foto: AN/Banda B
A greve do transporte público em Curitiba intensificou o trânsito em todos os pontos da cidade na manhã desta quarta-feira (26). Em horário de rush, os motoristas enfrentam pontos de congestionamentos em avenidas e ruas que ligam os bairros ao centro.
A Avenida Sete de Setembro tem pontos de congestionamento na altura do cruzamento com a rua Mariano Torres. A Avenida Visconde de Guarapuava também tem trechos com trânsito intenso. De acordo com o estudante Lucas Amaral, que segue sentido Portão, em 20 minutos o veículo rodou 5 quilômetros. “Que caos”, disse à Banda B.
Na rua Ubaldino do Amaral, na altura do viaduto com a Sete de Setembro, o fluxo de carros também é intenso. A rua Pedro Viriato Parigot de Souza também tem pontos de lentidão, assim como a Avenida Presidente Artur Bernardes, no bairro Santa Quitéria. Um acidente envolvendo um motociclista na rua Francisco Derosso, no bairro Xaxim, bloqueou a rua. O trânsito naquele trecho está congestionado.
Táxi
Todas as centrais de táxi estão congestionadas durante a manhã de hoje. A redação da Banda B tentou contato com quatro grandes centrais e a espera foi de dez minutos para agendar um táxi. “Não podemos garantir, senhora”. Todos os carros de táxi estão circulando na cidade e agendar uma corrida é praticamente impossível. “É melhor pegar um táxi nos pontos das ruas, mesmo”, alerta uma atendente. A frota de táxi em Curitiba é de cerca de 2,2 mil carros.
Foi o que fez o administrador de empresa Gregório Lima, 49 anos, que está na rua Mário Tourinho, no bairro Campina do Siqueira, a espera de um táxi há, pelo menos, 40 minutos. “Liguei já faz um tempo e me disseram que ela melhor eu encontrar um carro na rua porque está bem difícil conseguir um. Está mesmo porque até agora não consegui pegar”, reclama. Ele contou à Banda B que está sem carro há uma semana. “Se soubesse que isso ia acontecer”, lamenta.

TERMINAL DO GUARAITUBA ESTÁ VAZIO, NÃO CIRCULA NENHUM ÔNIBUS




A greve dos motoristas e cobradores de  ônibus está afetando 100% dos moradores do Guaraituba e região. Nossa reportagem percorreu o terminal do Maracanã e do Roça Grande e também constatou que não circula nenhum ônibus, alguns trabalhadores estão disputando os poucos táxis que são vistos circulando por Colombo. O sindicato não está respeitando a decisão da justiça de deixar parte da frota circular. A previsão é que a greve é por tempo indeterminado. Nossas equipes estão na rua e logo mais traremos novas informações. 










Dono de supermercado que vendia arroz de carga desviada é preso na Grande Curitiba


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

proprietário do Supermercado Fort Sul, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (RMC), foi preso nesta segunda-feira (24), por receptação qualificada. José Aparecido Pereira, de 49 anos, vendia arroz de uma carga desviada para os clientes.
supermercado
Dono de supermercado vendia carga desviada para consumidores. (Foto: Reprodução)
No último sábado (22), os policiais apreenderam aproximadamente 15 toneladas do grão na empresa Ópera, localizada em Araucária, também na RMC. A carga era do estabelecimento São Gabriel, de Forquilhinha, em Santa Catarina.
A Ópera emitia pedidos de compras para a empresa catarinense, da qual é representante, atendendo clientes da Grande Curitiba. Por questão de logística, as mercadorias eram primeiramente entregues na sede da distribuidora, para depois serem encaminhadas aos clientes finais. “O proprietário deste estabelecimento ficava com o produto e desviava para outras pessoas, sem a emissão de notas ficais. Os boletos bancários então, começaram a vencer e os títulos dos clientes começaram a questionar a cobrança”, explicou o delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Estelionato e Desvio de Carga de Curitiba (DEDC).
Os reais clientes entraram em contato com a São Gabriel, reclamando que nunca tinham feito pedidos de compras e sequer receberam a mercadoria. Os policiais foram avisados e a investigação teve início. Segundo o delegado, o prejuízo estimado é de R$ 260 mil.
Nesta segunda, na sequência das investigações, os policiais apreenderam mais 1.350 quilos de arroz no supermercado de Pereira. “Já temos diversas pessoas identificadas e estamos trabalhando para localizar mais produtos que foram desviados e prender quem está envolvido em todo o esquema”, disse Laiola.
Pereira foi autuado em flagrante pela prática de receptação dolosa qualificada e, se condenado, poderá pegar até oito anos de prisão. “Ele colocava o preço do arroz lá embaixo para vender bastante e rápido, impedindo que a polícia descobrisse o esquema”, relatou o delegado. A informação é de que o sócio dele, da distribuidora Ópera, passou mal quando soube que estava na mira das investigações. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave.
Confira abaixo o vídeo que mostra o momento em que o dono do supermercado foi preso:

Compartilhe:


Passagem de transporte com carro particular custa R$ 6; liberação na Urbs ainda é lenta


Por Elizangela Jubanski

carros-van-dentro
Até as 7h20, quinze carros foram liberados. Foto: BH/Banda B
Os usuários do transporte coletivo que estão sem ônibus por causa da greve dos motoristas e cobradores, deflagrada na noite desta terça-feira (25), podem usar os carros particulares e vans como transporte. A passagem custa R$ 6 por pessoa. Por volta das 5h50, motoristas faziam fila em frente a Urbs, na Rodoviária de Curitiba, para garantir autorização para transportar passageiros. O maior trecho, que vai do bairro Boqueirão/Centro, não pode custar mais que esse valor estipulado pela Urbs.
Embora a demanda seja muita, agentes da Urbs liberam poucas vans para suprir a alternativa para aqueles que dependem exclusivamente de ônibus. Até as 7h15, quinze vans e carros particulares saíram da sede da Urbs com autorização para transportar passageiros.
Até as 8h30, agentes da Urbs esperam vistoriar vans escolares para garantir outros carros fazendo transporte, já que até esse horário as vans estão trafegando com as crianças.
Vistoria
A Urbs informou que o cadastro básico é para garantir a segurança dos usuários. A vistoria demora cerca de 15 minutos. O cadastramento está sendo feito na área de táxi, na ala ferroviária,da rodoferroviária, com acesso pela trincheira que fica embaixo do prédio da Urbs. De acordo com a Urbs, o acesso será liberado por agentes de trânsito mediante identificação do motorista.
Os carros devem estar em boas condições e os que não têm registro na Urbs passarão por uma vistoria dos técnicos da empresa que também vão conferir a documentação pessoal e do veículo – carteira de motorista, RG e CPF. As vans com autorização podem trafegar pela canaleta.

Polícia prende hóspede acusado de esfaquear chinês dentro de hotel em Curitiba


Da Redação

Policiais da Delegacia de Homicídios elucidaram nesta semana o caso do assassinato de umchinês, esfaqueado dentro de um hotel em Curitiba no último dia 8. O crime aconteceu na rua São Francisco, na região central da cidade.
Segundo as investigações, Sérgio Hing Gin Ruy, de 38 anos, foi morto por um hóspede vizinho, após reclamar do barulho que vinha do quarto. Eles entraram em luta corporal e, durante a briga, o autor pegou uma faca de cozinha e golpeou a vítima na região do fígado. A vítima foi socorrida e levada para o Hospital Evangélico, onde faleceu dois dias depois.
O autor do crime foi identificado como Paulo Roberto da Silva, de 60 anos. Após expedido o mandado de prisão, ele acabou se entregando para a polícia nesta segunda-feira (24).
De acordo com o delegado Fábio Amaro, Paulo será indiciado por homicídio qualificado e, se condenado, pode pegar até 30 anos de prisão.

Grevistas fazem piquetes nas garagens e nenhum ônibus circula em Curitiba e RMC hoje


Por Denise Mello e Antonio Nascimento

piquete
Motoristas e cobradores de braços cruzados hoje de manhã – Foto: Antonio Nascimento/Banda B
Desde as 5 horas da manhã desta quarta-feira (26), a reportagem da Banda B está nas ruas de Curitiba e região metropolitana e não há nenhum ônibus em circulação. Há piquetes de motoristas e cobradores na porta de várias empresas. Os trabalhadores permanecem de braços cruzados nas garagens e, em alguns locais, há veículos particulares bloqueando os portões.
“Estamos aqui e se vier uma determinação que a gente tem que trabalhar, vamos trabalhar, mas nossa ideia é greve mesmo”, disse um dos motoristas da Viação Colombo, ao vivo, na Banda B.
Nenhuma situação de confronto para impedir os ônibus de circular havia sido registrado ate as 6h30 porque não há, até o momento, nenhum trabalhador que queira trabalhar e esteja sendo impedido.
Na Urbs, também até às 6 horas, não havia nenhum cadastramento de vans ou veículos alternativos para o transporte de passageiros.
Nos terminais e pontos de ônibus, passageiros esperam sem saber o que fazer. “Já tentei táxi, mas não aparece nenhum. Não sei o que fazer. Preciso trabalhar”, disse a enfermeira Maria de Fatima Soares, que aguardava em um ponto de Colombo e pretendia vir para Curitiba.
A Banda B acompanha em tempo real toda a greve