Motorista com sinais de embriaguez perde o controle e bate contra poste no Alto Boqueirão


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha



Um homem de 45 anos bateu forte contra um poste no começo da tarde desta segunda-feira (3) na Rua Cascavel, bairro Alto Boqueirão, em Curitiba. De acordo com a polícia, ele dirigia um veículo Peugeot 206 e perdeu o controle do veículo.
Socorristas do Siate contaram que ele apresentava sinais de embriaguez, mas que não se feriu.
Ele deve agora ser encaminhado para a Delegacia de Delitos de Trânsito de Curitiba para prestar esclarecimentos.

Instituto Paz no Trânsito é arrombado e Cristiane Yared levanta suspeitas


Por Elizangela Jubanski

instituto
Segundo presidente do Instituto, bandido entrou pelas janelas do fundo. Foto: Reprodução Facebook

A sede do Instituto Paz no Trânsito que fica no bairro Cristo Rei, em Curitiba, foi arrombada no fim da tarde deste domingo (2). O bandido ( ou bandidos) teria entrado pelas janelas dos fundos e revirou o escritório. Ninguém foi detido até a manhã de hoje.
De acordo com a presidente do Instituto, Cristiane Yared, o local parecia ‘cena de filme policial’ porque estava todo revirado. Ela publicou na página pessoal do Facebook a foto dos documentos revirados. Na legenda, demonstrou desconfiança. “Chamou-nos a atenção o desinteresse no notebook, na televisão, na máquina fotográfica e em outros equipamentos que estavam sobre a mesa, deixando claro o interesse apenas nos documentos”, descreveu. Cristiane é mãe de Gilmar Yared, morto em maio de 2009, após acidente envolvendo o ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho.
O Instituto Paz no Trânsito atende famílias que perderam pessoas em acidentes de trânsito. A organização funciona como suporte e apoio também para motoristas infratores por meio de projetos sociais e orientações.
Julgamento
Recentemente, o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) decidiu pelo júri popular no julgamento do ex-deputado estadual Ribas Carli Filho, acusado de matar dois jovens nesse acidente de trânsito em maio de 2009, no bairro Mossunguê, em Curitiba. Por meio desta medida, ele deve responder por homicídio de dolo eventual (quando se assume o risco de matar), e não por homicídio culposo (quando não há intenção) pela Vara Comum de Trânsito.
Carli Filho, segundo a acusação, dirigia embriagado e a 173 km/hora. Na ocasião, o Detran informou que o ex-deputado tinha 130 pontos em sua CNH por infrações de trânsito.
Pergunta
No fim da mensagem publicada na rede social, Cristiane pergunta. “Há poucos dias tivemos o julgamento histórico pelo TJPR do caso Carli x Família Yared. A quem interessaria os arquivos?”.
O caso está sendo investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos.

Homem é esfaqueado pela segunda vez e garante que agressão foi sem motivo


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha

Foto: Juliano Cunha - Banda B
Foto: Juliano Cunha – Banda B
Um homem de 30 anos foi esfaqueado pela segunda vez em menos de duas semanas durante a tarde desta segunda-feira (3), na Rua Campos Sales, bairro Juvevê, em Curitiba. De acordo com o socorrista Garrett, do Siate, a vítima contou que havia sido esfaqueada durante um assalto e, agora, teria sido atingida sem motivos no mesmo local.
“Ele teve a orelha quase decepada e nos mostrou os pontos na orelha relativas a tentativa de assalto, mas para nós essa história é estranha, já que ninguém é atingido gratuitamente assim”, comentou.
O homem, que é possuí traços indígenas e mora em Curitiba, foi encaminhado ao Hospital Cajuru.

Esfaqueado por “punk” no Rock Carnival nega ser skinhead e diz que acompanhava filha ao show


Por Felipe Ribeiro



Um dos quatro esfaqueados no show do Curitiba Rock Carnival da noite de ontem, negou na tarde desta segunda-feira (3) ser skinhead, como havia sido investigado inicialmente pela Polícia Civil. Gilson José Pinto, 48 anos, informou através da assessoria de imprensa do Hospital Evangélico que acompanhava a filha de 16 anos ao show, quando o suposto punk teria implicado com tatuagens em seus braços e cometido os golpes.
A situação ocorreu na noite deste domingo (3). Quatro pessoas acabaram esfaqueadas em uma suposta briga entre punks e skinheads. O evento acontecia na Praça Eufrásio Correia quando os dois grupos se enfrentaram. Adriano Souza Martins está detido no 1º Distrito Policial suspeito de esfaquear as vítimas.
De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, um punk estaria sendo agredido por quatro skinheads. Ao receber pedido de socorro, outro punk, armado com uma faca, foi até o local para tentar salvar o amigo fez vários golpes nos agressores e deixou um deles em estado grave: Diego José Batista, 27 anos.
De acordo com a assessoria do Evangélico, Gilson está em estado estável e não corre risco de morte.

Um dos maiores criminosos de Almirante Tamandaré acaba morto em confronto com a polícia


Por Denise Mello e Antonio Nascimento



A população de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, não esquece. No início dos anos 2000, pelo menos 23 mulheres foram mortas em série na cidade. E o principal suspeito, na época, Ananias de Oliveira Camargo, acabou morto nessa madrugada. A morte aconteceu após um confronto com a polícia na frente da casa de outro suspeito, no jardim Bonfim, também em Almirante Tamandaré.
Por volta da 1h30 desta segunda-feira (3), policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) receberam informações de que um roubo estaria sendo planejado dentro de uma residência no jardim Bonfim. No local, a polícia encontrou Adir Araújo, um foragido com mandado de prisão em aberto. No momento da abordagem, estacionou em frente à casa um Peugeot. Ao checar a placa, o Bope descobriu que tratava-se de um carro tomado em assalto na noite de sábado (1º) em Quatro Barras, quando duas mulheres foram tomadas como reféns. Uma delas, inclusive, chegou a se jogar do veículo para fugir. Ela foi encaminhada ao hospital e a outra mulher foi liberada pelos bandidos.
Ao checar que tratava-se de um carro roubado, os policiais deram voz de prisão ao motorista, que revidou atirando com uma pistola 9 mm. Era Ananias, que foi cercado e acabou morrendo no tiroteio. Ele também era foragido da Justiça.
Mortes de mulheres
Ananias foi condenado em 2009 pelo assassinato da empregada doméstica Suzana Moura Gazani no dia 20 de abril de 2002, em Almirante Tamandaré. O caso faz parte de uma série de 23 mortes misteriosas de mulheres em Tamandaré – a maior parte nunca foi desvendada pela polícia. Ananias foi condenado junto com Ozana Dias de Oliveira e Adão Ribeiro pelo homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver.
A promotoria afirmou que o crime foi uma queima de arquivo. Os réus, segundo a acusação, integrariam um grupo de extermínio. Suzana tinha 22 anos quando foi morta. Seu corpo foi encontrado enterrado numa chácara cerca de dois meses e meio depois do crime, em 5 de julho de 2002.
Ananias era acusado de outros homicídios, roubo e por formação de quadrilha.  Logo que foi preso,  em 2007, ele foi reconhecido como o autor da morte de um cabeleireiro na região do Cachoeira, na grande Curitiba.

Quatro skinheads são esfaqueados por punk durante show do Curitiba Rock Carnival


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento



Quatro pessoas foram esfaqueadas em uma briga entre punks e skinheads durante o show do Curitiba Rock Carnival na noite deste domingo (2). O evento acontecia na Praça Eufrásio Correia quando os dois grupos se enfrentaram. Um rapaz de 27 anos está detido no 1º Distrito Policial suspeito de esfaquear as vítimas.
Grupos rivais, um punk estaria apanhando desses quatro skinheads. Ao receber pedido de socorro, outro punk, armado com uma faca, foi até o local para tentar salvar o amigo. De acordo com o delegado  Rubens Recalcatti, Adriano Souza Martins, 27 anos, desferiu vários golpes nos agressores e deixou um deles em estado grave: Diego José Batista, 27 anos. Os três que também estavam na confusão foram esfaqueadas, mas passam bem: Gabriel Silva Oliveira, 26, João Carlos Tocherski, 21, e Gilson José Pinto, 48. Eles foram levados aos Hospitais Evangélico, Trabalhador e Cajuru.
De acordo delegado, nenhum deles tinha antecedentes criminais. “Vamos ouvir os demais envolvidos que estão internados. O suspeito foi preso em flagrante por lesão corporal e tentativa de homicídio”, disse à Banda B.
A Fundação Cultural de Curitiba informou que o show da última banda teve a duração reduzida após a Polícia Militar atender o caso da agressão.

Irmão mais velho mata mais novo com facada no peito durante discussão dentro de casa



Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento



Uma tragédia em família na noite deste domingo (2) no bairro Xaxim, em Curitiba. O irmão mais velho esfaqueou e matou o mais novo depois de uma discussão dentro do terreno da família na rua Tufy Nass Cury. André Luis de Lima, 26 anos, se envolvia em brigas com o irmão mais velho constantemente. Ademir Joel de Lima, 43 anos, disse à polícia que não aguentava apanhar do irmão. Ele foi preso em flagrante, no local do crime.
A família contou aos policiais militares que André chegava em casa alcoolizado e dava início a brigas sem motivos com o irmão mais velho. Ele morava na casa da frente com a mãe e Ademir em uma casa nos fundos, sozinho. Amigos e famílias sabiam das constantes brigas entre os dois.
No fim da tarde de ontem, Ademir contou aos policiais que estava em casa, deitado, assistindo televisão quando o irmão mais velho entrou na casa dele e começou a agredi-lo. Ele contou que as agressões de André eram constantes e, inclusive, teria ido trabalhar algumas vezes com hematomas pelo corpo e também no olho.
Durante a briga, Ademir foi até a cozinha, segundo ele, pegou uma faca e desferiu um golpe na altura do peito do irmão. André chegou a ser socorrido, mas morreu no fim da noite no Hospital Trabalhador. O delegado Daniel Fagundes, que estava de plantão no Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul), contou à Banda B que o irmão esperou a chegada da polícia. “Quando a Polícia Militar chegou para atender o local ele mesmo se identificou como sendo o autor da facada”.
Ademir foi preso em flagrante vai responder por homicídio. A mãe dos irmãos ainda não foi ouvida, mas deve prestar esclarecimentos ainda hoje.

Adolescentes evangélicos morrem afogados durante gincana em retiro de Carnaval


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

retiro
Garoto tentou salvar amigo e também se afogou. Foto: AN/Banda B

Dois adolescentes morreram afogados no início da manhã desta segunda-feira (3) em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Maikon Lislitm, 15 anos, e Franco Michelisa, 16 anos, se afogaram durante uma gincana em um retiro evangélico de Carnaval, que estavam participando.
De acordo o Corpo de Bombeiros, eles participavam de brincadeiras organizadas pelo retiro e, entre elas, precisavam resgatar duas garrafas que estavam próximas a esse lago. No entanto, uma das garrafas se desprendeu das margens e foi levada pelas águas. Na tentativa de pegar a garrafa que se desprendeu, um deles se afogou. O amigo entrou no lago para socorrer o outro, mas também acabou morrendo afogado. A tragédia aconteceu por volta das 6h30.
Os eventos aconteciam dentro de uma chácara chamada Instância Dom Raul. O lago onde os adolescentes se afogaram tem 2 metros de profundidade. Os corpos foram retirados dos lagos e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Em apuração tensa, Mocidade Azul conquista jurados e é a campeã do carnaval de Curitiba


Da Redação

Com o tema “Quero brincar de ser mau!!! Mocidade faz buuu…Neste Carnaval”, a Mocidade Azul foi a grande campeã do carnaval de 2014, em Curitiba. Durante a apuração do desfile das escolas de samba, que teve clima tenso e confusão, um integrante da vice-campeã Embaixadores do Alegria se revoltou com uma nota no quesito mestre sala e porta bandeira e chegou a agredir verbalmente o presidente da Comissão de Carnaval da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), Jociel Teixeira.
carnaval-curitibano
Mocidade Azul também conquistou o público. (Foto: Fundação Cultural de Curitiba)
A Mocidade levou ao desfile bruxas, fantasmas, zumbis e outros personagens para “aterrorizar” e conquistar as arquibancadas. Este é o 23° título da escola que tem sede no bairro Fazendinha.
No grupo B a campeã foi a escola Imperatriz da Liberdade, do bairro Sítio Cercado. O título lhe dá o direito de participar do desfile principal em 2015. A segunda colocada foi a Internautas, de Pinhais.
Desfile
Após 15 anos o desfile das escolas de samba de Curitiba voltou para a Rua Marechal Deodoro e não desapontou. Entre a noite deste sábado (1) e a madrugada de domingo (2) cerca de 10 mil expectadores acompanharam o carnaval da capital paranaense nas arquibancadas e todas as escolas conseguiram cumprir o número mínimo de 230 integrantes e o tempo estipulado pela comissão organizadora. A Rádio Banda B transmitiu o evento das quatro escolas do grupo B e das quatro do grupo A e a apuração na tarde deste domingo.
De acordo com o presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli, o evento foi um sucesso absoluto. “Temos um público maior do que o esperado e a avaliação é de que esta avenida é só alegria”, disse.
As escolas do grupo A foram as últimas a entrar na avenida, começando pela Leões da Mocidade, que apresentou o enredo “Meus tambores anunciam: sorria você está na Bahia”, que destacou e fez uma homenagem os encantos da Bahia.
Com o tema “Sobre nosso olhar e inspiração… A essência dá o tom da folia”, Embaixadores da Alegria mostrou que o carnaval é uma arte que requer trabalho, talento e inspiração.
Por último, a Acadêmicos da Realeza disputa o título com o enredo “E o mundo vem dançar no compasso da Realeza”, encenando os mais variados estilos de dança.

Empresário de pré-moldados de Rio Branco do Sul é morto por homens fortemente armados


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento 



Um empresário de Rio Branco do Sul, na região metropolitana de Curitiba, foi morto por um grupo de homens fortemente armado na noite deste domingo (2). Nestor Francisco da Silva Filho, 54 anos, estava ao lado de outras pessoas durante os disparos, mas eles não foram feridos. Os autores estavam com fuzil 762, espingarda calibre 12 e pistola 9 milímetros.
O crime aconteceu por volta das 20h30 na rua Gertrudes Mangger da Rosa, no bairro Pina, em um bar chamado Barracão, zona rural de Rio Branco do Sul. De acordo com as testemunhas, Filho e os amigos jogavam bilhar quando um veículo Gol de cor preta parou em frente ao local.
A investigação aponta que, pelo menos, quatro homens desceram do carro e iniciaram vários disparos de arma de fogo em direção ao empresário. Houve correria entre as outras pessoas que estavam no bar, mas ninguém foi ferido. A vítima morreu na hora.
Filho era sócio-proprietário de uma empresa de pré-moldados na Rodovia dos Minérios, no bairro Abranches, quase limite de Curitiba com Rio Branco do Sul. A Polícia Civil investiga o crime e há hipótese de o homicídio ter sido motivado por questões comerciais.