Gangue do Maçarico faz esquema bem organizado e corta três caixas sem levantar suspeitas


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

Adicionar legenda
Um esquema de filme. A Gangue do Maçarico invadiu uma agência bancária do centro da Lapa, na região metropolitana de Curitiba, e cortou três caixas eletrônicos. A ação durou cerca de uma hora, nenhum alarme acionou e eles fugiram antes da Polícia Militar (PM) ser acionada.
Por volta das 5 horas, de acordo com as investigações, a quadrilha invadiu o banco para cortar os caixas. Nas portas, usaram pinos anti-trava, cortaram fios das câmeras de segurança, cobriram o sensor de movimento que soa o alarme e, com a ajuda de uma lona, cobriram as portas de vidro. A ação durou cerca de uma hora.
Lá dentro, a quadrilha cortou três dos cinco caixas eletrônicos do Banco do Brasil. O perito do Instituto da Polícia Científica, Eumir Machado, disse que o grupo agiu com organização. “Estudaram e fizeram um ‘trabalho’ minucioso”, disse.
Os bandidos fugiram com o dinheiro e a polícia ainda não sabe o paradeiro deles. O município investiga com o auxílio do Cope.

Jovem é morto a facadas na frente da esposa depois de discutir com ‘colega’


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

jovem-facada
Discussão e agressões antecederam o crime. Foto: AN/Banda B

Um jovem de 26 anos foi esfaqueado e morto no fim da madrugada deste domingo (9) no bairro Capão da Imbuia, em Curitiba. Alexsander Cobertine Leite tentou correr para dentro de casa na tentativa de se armar contra o assassino, mas acabou sendo ferido por vários golpes e morreu em frente de casa. A esposa dele viu toda a violência.
O crime aconteceu na rua Agamenon Magalhães. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima bebia com outras três pessoas próximo de casa quando uma confusão com um integrante desse grupo começou. Testemunhas disseram que os integrantes do grupo eram colegas. Eles bateram boca e se agrediram. A esposa da vítima estava em casa e contou para a polícia que viu o marido entrando em casa correndo e perguntando sobre uma arma.
Ela contou à polícia que o autor invadiu a casa da família e começou a golpeá-lo na frente dela. Leite caiu morto em frente à residência e o autor do crime fugiu a pé. A vítima trabalhava como auxiliar de produção. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e a Delegacia de Homicídios (DH) investiga

Médico é baleado na tentativa de salvar aluna de assalto no Bom Retiro


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

reboucas-dentro
Bandidos conseguiram levar carro de aluna. Foto: AN/Banda B

Um médico foi baleado no início da tarde deste domingo (9) no bairro Bom Retiro, em Curitiba. Javier Gamarra, 71 anos, foi ferido na perna e levou uma coronhada na cabeça de dois bandidos por volta das 12h30, na rua Carlos Pioli. Ele tentou salvar uma aluna de um assalto ao veículo dela. Os bandidos conseguiram o carro e ainda não foram encontrados. O médico foi levado ao Hospital Evangélico e o estado de saúde é estável.
reboucas
Confusão aconteceu por volta das 12h30. Foto: AN/Banda B
A garota saia do Centro Médico Homeopático, onde acontece cursos de especialidade de medicina, para pegar o carro dela, um Corola, que estava estacionado ao lado do Centro, quando foi abordada por dois bandidos. O médico viu a ação dos bandidos e interveio na situação. Ele levou uma coronhada na cabeça e antes de fugirem um dos bandidos atirou contra a perna dele. A garota prestou os primeiros socorros à vítima e acionou uma ambulância do Serviço Intregrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate).
Durante a confusão, os bandidos deixaram cair duas pistas importantes para a captura deles: um boné e um óculos de sol. A Delegacia de Furtos de Roubos de Veículos (DFRV) já foi acionada. A Polícia Militar faz rondas e patrulhamentos nas principais saídas da capital. O estado de saúde do médico é estável e ele não corre risco de morte.

Adolescentes suspeitos de matar policial militar são apreendidos; mandante viu crime para se certificar


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

montagem-BandaB
Primeiro adolescente apreendido e arma usada no crime. Foto: Portal Banda B

Dois adolescentes foram apreendidos na noite deste sábado (8) em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, suspeitos de terem atirado contra o policial militar Antônio Edvilson Silva, 45 anos, dentro de um bar no bairro Pilarzinho, em Curitiba. O crime aconteceu por volta das 2 horas na rua José Ribeiro de Cristo. O mandante do assassinato contra o PM, conhecido como Juca, estava dentro do estabelecimento no momento dos disparos, segundo os adolescentes.
O policial mora próximo ao bar onde o crime aconteceu e costumava frequentar o local, de acordo com a Polícia Militar (PM). A ação dos atiradores foi rápida e eles fugiram a pé até uma quadra próxima. O corpo do policial foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML). Peritos constataram que ele foi morto com um tiro nas costas por uma espingarda calibre 12.
Já na noite de sábado um adolescente foi apreendido na Vila Marta, por volta das 19h30. Ele estava com a arma do crime e foi encaminhado para a Delegacia do Adolescente, em Curitiba. Cerca de 2 horas depois, o segundo adolescente foi apreendido. As versões dos dois apontam que o mandante seria um traficante na região conhecido como Juca. E que, inclusive, ele estava no bar no momento do crime para se certificar da morte do policial.
Nota
A Polícia Militar lamenta a morte do Soldado Antônio Edvilson Silva, de 45 anos, atingido por um disparo de arma de fogo nas costas na madrugada deste sábado (08), no bairro Pilarzinho, em Curitiba. “Ele sempre foi um bom policial, por isso prestamos a ele nossa homenagem e as condolências à sua família”, disse o tenente-coronel Guilherme Teider Rocha, Comandante do 12º Batalhão da PM, unidade a qual o PM pertencia.
Enterro
O sepultamento do corpo do policial será as 10h deste domingo (09) no cemitério de São Marcos, no Pilarzinho. O velório também será no mesmo local a partir das 16h de hoje.

Moradores protestam e fecham BR-116, no PR, por mais de 2 horas

Moradores interditaram parcialmente a BR-116, no bairro Tatuquara, emCuritiba, por mais de duas horas na manhã desta sexta-feira (7) para protestar com faixas e cartazes por melhorias na rodovia. Entre as reivindicações do grupo estão a falta de acesso aos bairros próximos e da falta de opções de retorno. Eles também exigem a instalação de uma trincheira e de um semáforo. Parte da obra de duplicação da rodovia foi concluída recentemente pela concessionária Autopista Planalto Sul.


Protesto foi pacífico e causou congestionamento na rodovia, no Tatuquara. 
Entre as reivindicações dos moradores está a instalação de uma trincheira.






De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o protesto foi pacífico e o congestionamento passou de dois quilômetros em ambos os sentidos.
Ao G1, a concessionária informou que o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e a Coordenação da Região Metropolitana (Comec) assinaram um protocolo de intenções com a concessionária , em que se comprometeram a executar uma trincheira na Rua Vereador Ângelo Burbelo, km 119, e um trevo em desnível nas proximidades da Rua Jorge Tortato no km 122, mas que não foi cumprido.
O Ippuc foi procurado pela reportagem por telefone, mas não tinha atendido as ligações até a publicação. Já a Comec, responsável pelo trecho de obras na Rua Jorge Torquato, informou que o projeto está pronto, mas que depende de recursos financeiros para ser concluído.

Ladrões armados invadem hotel e levam objetos e dinheiro, em Curitiba



A ação dos criminosos aconteceu na madrugada deste sábado (8).
Entre os cinco suspeitos, havia uma mulher; assalto foi no bairro Uberaba.




Um hotel no bairro Uberaba, em Curitiba, foi assaltado por volta das 2h20 deste sábado (8). De acordo com a Polícia Militar, cinco pessoas invadiram a recepção e levaram dinheiro e objetos. A quantia não foi revelada.
Das cinco pessoas, uma era mulher e duas delas estavam armadas. Ainda de acordo com a PM, ninguém ficou ferido na ação.
Os ladrões fugiram em um carro preto, em direção ao bairro Boqueirão. Até as 10h45, ninguém havia sido preso.
A reportagem tentou contato com o hotel, mas o gerente não foi localizado para comentar o assalto

Confusão generalizada entre jovens vai parar dentro de posto no Seminário; três foram para o hospital


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento



Uma grande confusão no fim da madrugada desta sexta-feira (7) foi registrada pela Polícia Militar (PM) no bairro Seminário, em Curitiba. Um grupo de jovens estava reunido na rua Mário Tourinho esquina com a Av. Vicente Machado, em frente a um posto de gasolina. Após algumas bebidas, houve agressão e quebra-quebra.
De acordo com a PM, o grupo conversava e ingeria bebida alcoólica quando uma confusão generalizada tomou conta. Metade do grupo correu para dentro da loja de conveniência do posto em frente para tentar fugir das agressões. No entanto, os outros também correram para dentro do estabelecimento e o confronto aconteceu novamente. Desta vez, dentro do posto.
Moradores acionaram a polícia para conter a confusão. Socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) também foram até o local. Três foram encaminhados ao Hospital Evangélico com ferimentos generalizados e quatro foram levados para a 4ª Companhia da Polícia Militar. Eles assinaram Termo Circunstanciado e foram liberados.

PSDB questiona no TSE reunião de Dilma e Lula no Alvorada


Da Redação

PSDB protocolou nesta sexta-feira (7) uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na qual questiona a reunião da presidente Dilma Rousseff com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e integrantes do PT, no Palácio da Alvorada, ocorrida na quarta-feira (5) à tarde. Para o partido, houve um encontro político para debater a campanha à reeleição da presidenta Dilma, o que configuraria crime eleitoral.
Também estavam no encontro o presidente nacional do PT, Rui Falcão; o marqueteiro João Santana; o ex-ministro da Comunicação Social, Franklin Martins; o presidente do PT-SP, Edinho Silva; além do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e do chefe de gabinete da Presidência, Giles Azevedo.
dilma-lula-080314-bandab
(Foto: Divulgação/EBC)
O anúncio da representação foi feito na quinta (6) pelo deputado Carlos Sampaio (SP). Nela, o PSDB questiona o uso da residência oficial, em horário de expediente, para o que o partido define como reunião eleitoral. O PSDB pede medida cautelar para impedir a “reiteração do uso da residência oficial da Presidência da República para atos de campanha eleitoral, de caráter público, até o julgamento final da presente ação” e o pagamento de multa de R$ 100 mil.
Segundo a representação, houve desrespeito ao Artigo 73 da Lei 9.504, de 1997 (Lei Eleitoral), segundo o qual é proibido aos agentes públicos, servidores ou não, “ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios”. De acordo com o partido, a presença da presidenta Dilma, do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e do chefe de Gabinete da Presidência da República, Giles Azevedo, no horário de expediente, desrespeita a legislação.

Churrasco é interrompido por homens armados e termina com jovem morto e dois baleados na RMC


Por Marina Sequinel e Roberto Romanowski

Um churrasco em uma distribuidora de bebidas foi interrompido por homens armados emPinhais, na região metropolitana de Curitiba (RMC), na noite desta sexta-feira (7). O caso aconteceu na rua Gélcio Gonçalves, no Jardim Cláudia.
churrasco-pinhais-080314-bandab
Homens armados entraram e atiraram contra os jovens. (Foto: Roberto Romanowski – Banda B)
A informação é de que os criminosos chegaram na festa e dispararam diretamente contra os jovens que estavam lá. Alex Boni, de 34 anos, dono da distribuidora, morreu ainda no local. André Luiz Pereira Miranda, 23, conhecido como “Guinho”, foi atingido na barriga e no braço. O primeiro tiro teria transfixiado e saído pelas costas do rapaz. Outra vítima, identificada apenas como Rodrigo, também foi baleado. Os dois foram levados para o Hospital Cajuru em estado grave.
Segundo testemunhas, os três eram amigos e faziam parte de uma equipe de Som. A polícia investiga a causa do crime e quem seriam os autores. O corpo de Alex foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).
Ex-presidiário executado
Em Colombo, também na RMC, a noite de sexta-feira foi marcada pela morte de Ariel Godoi, de 23 anos. Ele foi morto a tiros, por volta das 22h30, em um bar na rua Odonis Bighi, no Jardim Osasco.
crime-elastico-080314-bandab
Ariel tinha passagem pela polícia por homicídio. (Foto: Roberto Romanowski – Banda B)
Testemunhas disseram que dois homens entraram no estabelecimento e foram direto até Ariel, atirando pelo menos quatro vezes contra a cabeça dele. Os criminosos fugiram a pé e, em seguida, embarcaram em um carro que não foi identificado.
De acordo com a polícia, a vítima seria um ex-presidiário, que foi condenado por homicídio e estava em liberdade há cerca de sete meses. A Delegacia da cidade investiga o crime.