REDE GLOBO FAZ REPORTAGEM SOBRE SUMIÇO DO DINHEIRO DA FESTA DA UVA DE 2011 EM COLOMBO










A RPC emissora da afiliada da Rede Globo esteve essa tarde dia 25 na CÂMARA MUNICIPAL DE COLOMBO, entrevistando alguns vereadores sobre  a CPI da que foi instaurada nessa casa de leis para investigar as irregularidades das FESTAS DA UVA DE 2009 A 2012, principalmente a FESTA de 2011 onde o dinheiro das bilheterias foram roubados do cofre da prefeitura depois de alguns meliantes sequestrarem as irmãs do ex prefeito J. Camargo que na época ocupavam cargos  de secretárias no município. Na entrevista o vereador Waldirlei Bueno citou algumas irregularidade de  arrecadação de um ano para o outro, que vocês podem ouvir no link abaixo.

Câmara aprova Marco Civil da Internet


Texto manteve 'neutralidade' e desobrigou guarda de dados no Brasil. Prioritário para o Planalto, projeto seguirá agora para análise do Senado.




Após meses de intensas negociações, a Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (25), por votação simbólica, a criação do Marco Civil da Internet, projeto considerado uma espécie de constituição da rede mundial de computadores. Após concessões do governo em pontos antes considerados "cruciais" pelo Planalto, partidos aliados e da oposição retiraram todas as 12 propostas de alteração ao texto que haviam sido apresentadas em plenário.
Até o PMDB, maior crítico ao relatório do deputado Alessandro Molon (PT-RJ), cedeu e se absteve de defender quaisquer modificações na redação. A proposta, que estabelece direitos e deveres de usuários e provedores de rede, seguirá agora para análise no Senado antes de ir à sanção presidencial.
Considerado "prioridade" pelo governo, o Marco Civil da Internet impedia a deliberação de outros projetos de lei no plenário desde outubro do ano passado, já que tramitava em regime de urgência.

O texto original previa que a neutralidade fosse regulamentada por meio de decreto presidencial.
Neutralidade

Um dos pilares do projeto, a neutralidade de rede, sofreu algumas alterações no texto, mas foi mantido. Por esse princípio, os provedores não podem ofertar conexões diferenciadas, por exemplo, para acesso somente a emails, vídeos ou redes sociais. O principal entrave estava na regulamentação do princípio pelo Poder Executivo, principalmente em relação às exceções à norma.
Partidos da oposição e da base aliada, sobretudo o PMDB, temiam que assim o presidente da República fizesse alterações significativas sem ouvir o Congresso. Para obter acordo, Molon especificou que o tema seria regulamentado "para fiel execução desta lei", sem autonomia para grande modificação por parte do presidente.
O objetivo é destacar que a regulamentação serve exclusivamente para viabilizar a aplicação da Lei do Marco Civil da Internet. Além disso, o relator incluiu ainda a obrigatoriedade de o presidente ouvir a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e o Comitê Gestor da Internet (CGI) antes de formular o decreto.
De acordo com o relator do texto, as exceções servirão para garantir prioridade a "serviços de emergência" e a qualidade de algumas transmissões, como vídeos ao vivo. Assim, a transmissão de e-mails, por exemplo, pode ter menor prioridade no tráfego de dados em prol de outros serviços.
Críticos da neutralidade dizem que o princípio restringe a liberdade dos provedores para oferecer conexões diferenciadas conforme demandas específicas de clientes e que sua aplicação obrigatória pode encarecer o serviço para todos indistintamente. A proposta não impede a oferta de pacotes com velocidade diferenciada.
O relator do Marco Civil da Internet, Alessandro Molon (PT-RJ), entrega relatório ao presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN) (Foto: Gustavo Lima/Câmara)O relator do projeto, Alessandro Molon,
entrega relatório ao presidente da Câmara,
Henrique Alves (Foto: Gustavo Lima)
Armazenamento de dados
Para viabilizar a aprovação da proposta, o governo também abriu mão do armazenamento no Brasil de dados de usuários brasileiros, com a instalação de data centers no país de empresas de internet, como o Google e o Facebook.
A medida tinha o objetivo de garantir a privacidade dos internautas e de dados do próprio governo brasileiro diante das denúncias de que os Estados Unidos teriam espionado comunicações da presidente Dilma Rousseff com ministros e assessores.
No entanto, parlamentares da base aliada se opunham à proposta argumentando que a exigência iria encarecer o acesso na internet. Para obter acordo, o relator da proposta, Alessandro Molon (PT-RJ), retirou esse trecho do projeto, com o aval do Planalto, mas reforçou que empresas internacionais precisam respeitar a legislação brasileira no tocante a transmissões de rede ocorridas no país.
"Em qualquer operação de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros, dados pessoais ou de comunicações por provedores de conexão e de aplicações de internet em que pelo menos um desses atos ocorram em território nacional, deverá ser obrigatoriamente respeitada a legislação brasileira, os direitos à privacidade, à proteção dos dados pessoais e ao sigilo das comunicações privadas e dos registros", diz artigo do projeto do Marco Civil.
Com o intuito de assegurar a liberdade de expressão e impedir a censura, o provedor de aplicações de internet somente poderá ser responsabilizado civilmente por danos decorrentes de conteúdo gerado por terceiros se, após ordem judicial específica, não tomar as providências para, no âmbito e nos limites técnicos do seu serviço e dentro do prazo assinalado, tornar indisponível o conteúdo apontado como infringente"
Art. 19 do Marco Civil da Internet,
em trecho referente à liberdade de expressão
Retirada de conteúdo
De acordo com o projeto, provedores de conexão à web e aplicações na internet não serão responsabilizados pelo uso que os internautas fizerem da rede e por publicações feitas por terceiros.
Atualmente não há regras específicas sobre o caso e as decisões judiciais variam - alguns juízes punem sites como o Facebook e Google por páginas ofensivas criadas por usuários, enquanto outros magistrados optam por penalizar apenas o responsável pelo conteúdo.
De acordo com a nova legislação, as entidades que oferecem conteúdo e aplicações só serão responsabilizadas por danos gerados por terceiros se não acatarem ordem judicial exigindo a retirada dessas publicações. O objetivo da norma, segundo Molon, é fortalecer a liberdade de expressão na web e acabar com o que chama de "censura privada".
O trecho era alvo de polêmica, sobretudo entre parlamentares do PMDB. Para o partido, esse artigo ajuda os provedores, mas prejudicará pessoas que eventualmente se sintam constrangidas por algum conteúdo publicado que seja evidentemente ilegal. Isto porque os provedores poderão não se sentir obrigados a retirar o conteúdo após a mera notificação do usuário, já que eles terão a garantia de que só serão responsabilizados se descumprirem ordem judicial exigindo a indisponibilidade da publicação.
Fim do marketing dirigido
Pelo texto aprovado, as empresas de acesso não poderão "espiar" o conteúdo das informações trocadas pelos usuários na rede. Há interesse em fazer isso com fins comerciais, como para publicidade, nos moldes do que Facebook e Google fazem para enviar anúncios aos seus usuários de acordo com as mensagens que trocam.
Essas normas não permitirão, por exemplo, a formação de bases de clientes para marketing dirigido, segundo Molon. Será proibido monitorar, filtrar, analisar ou fiscalizar o conteúdo dos pacotes, salvo em hipóteses previstas por lei.

Sigilo e privacidade
O sigilo das comunicações dos usuários da internet não pode ser violado. Provedores de acesso à internet serão obrigados a guardar os registros das horas de acesso e do fim da conexão dos usuários pelo prazo de seis meses, mas isso deve ser feito em ambiente controlado.
A responsabilidade por esse controle não deverá ser delegada a outras empresas.

Não fica autorizado o registro das páginas e do conteúdo acessado pelo internauta. A coleta, o uso e o armazenamento de dados pessoais pelas empresas só poderão ocorrer desde que especificados nos contratos e caso não sejam vedados pela legislação.
Relator e líder do governo defendem projeto
Após a aprovação, o relator disse acreditar que a Câmara melhorou a proposta do governo. Para Alessandro Molon, apesar das alterações e concessões, ficaram garantidos os princípios que ele considera pilares do Marco Civil da Internet: a neutralidade na rede, a privacidade e a liberdade de expressão.
Hoje nada impede que a navegação do usuário seja gravada, identificada e vendida, violando a privacidade do usuário. Com o Marco Civil isso não poderá acontecer"
Alessandro Molon (PT-RJ),
relator do Marco Civil da Internet
"Hoje nada impede que a navegação do usuário seja gravada, identificada e vendida, violando a privacidade do usuário. Com o Marco Civil isso não poderá acontecer. Também não existe lei que garanta que não haverá cobrança para uso diferenciado do acesso à internet, para quem quiser baixar música, assistir vídeo. O marco proíbe isso e coloca em lei essa proibição, algo que nos Estados Unidos caiu no Judiciário, mas ainda não tem lei", explicou.
O líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), agradeceu pela aprovação e disse que os deputados superaram preocupações de cunho político e ideológico. Ele negou que a lei seja uma forma de o governo intervir na liberdade da internet.

Homem não reage a tentativa de assalto e, mesmo assim, é baleado no Cajuru


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha 




Um homem de 41 anos levou um tiro no ombro após uma tentativa de assalto no bairro Cajuru, em Curitiba, na tarde desta terça-feira (25). O vendedor Moisés Alves dos Santos estava dirigindo quando uma dupla armada chegou e deu voz de assalto.
Eles tentaram roubar o veículo Celta da vítima. A informação é de que Moisés não teria reagido mas, mesmo assim, dispararam contra ele e fugiram. A própria vítima foi dirigindo para a Unidade de Saúde Centenário.
Após os primeiros atendimentos, ele foi encaminhado para o Hospital Cajuru. A polícia realiza buscas para localizar os assaltantes.

Secretaria da Saúde de Colombo quer ampliar parceria com a UFPR


WEBMASTER 24 DE MARÇO DE 2014

Atualmente Colombo conta com residentes em quatro áreas: Nutrição, Farmácia, Enfermagem e Odontologia, com previsão de inclusão da Terapia Ocupacional

Secretário da Saúde, Fernando Aguilera (à dir) se reúne com representantes do departamento de Saúde Comunitário da UFPR, (à esq) para aumentar convênio com a instituição
Secretário da Saúde, Fernando Aguilera (à dir) se reúne com representantes do departamento de Saúde Comunitário da UFPR, (à esq) para aumentar convênio com a instituição
O secretário Municipal da Saúde de Colombo, Fernando Aguilera reuniu-se na última semana com representantes do departamento de Saúde Comunitário da Universidade Federal do Paraná-UFPR, para discutir questões de ampliação para a Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Projeto Pet-Pró Saúde desenvolvidos no município.
A Residência Multiprofissional de Saúde da Família conta com profissionais residentes de quatro áreas: Nutrição, Farmácia, Enfermagem e Odontologia, com previsão de inclusão da Terapia Ocupacional. “O nosso objetivo é manter e ampliar este convênio para a promoção da reorganização do modelo de atenção em saúde no município e também o para o aprimoramento da formação profissional destes alunos”, informou Aguilera.
Na cidade, as Unidades Básicas de Saúde que contam com a Residência são a Liberdade, a Nossa Senhora de Fátima e a Alexandre Nadolny. Nestes locais os alunos realizam treinamento em serviço prestando atendimento à população, sob a forma de curso de especialização e são acompanhados por profissionais de saúde do município que acompanham as atividades na rotina diária.
De acordo com o secretário, o vínculo com a Universidade Federal do Paraná tem possibilitado ao município, uma troca importante de experiências. “A presença destes profissionais com treinamento em serviço e em processo de especialização tem possibilitado um constante diálogo com a instituição de ensino, favorecendo o aprimorando destes processos e fluxos nas Unidades”, explicou.
Aguilera acrescentou ainda que, “além disso, esta iniciativa tem trazido para o município uma série de projetos de pesquisa e estudos sobre os programas relacionados ao Sistema Único de Saúde com o objetivo de monitorá-los e aprimorar os processos de trabalho”, completou.
No encontro com o secretário da Saúde, Fernando Aguilera, participaram o professor doutor Rafael Gomes Ditterich, coordenador da Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Mirilene da Cruz Magalhães Buffon, coordenadora do Projeto PET-Pró Saúde, ambos da UFPR.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br
Fotos: João Senechal/PMC

Prefeitura realiza evento em comemoração ao Dia Mundial da Água


WEBMASTER 24 DE MARÇO DE 2014

Comemoração vai contar com o lançamento do projeto Sustentabilidade “Da Escola ao Rio” que será desenvolvido em parceria com a Sanepar

A Prefeitura Municipal de Colombo por meio da Secretaria de Meio Ambiente em parceria com a Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar irá realizar nesta quarta-feira, 26, um evento em alusão ao Dia Mundial da Água/Semana da Água, comemorado em 22 de março.
A partir das 14h, alunos, professores e funcionários do Colégio Estadual Guaraituba irão visitar estandes com questões relativas ao meio ambiente, irão participar de apresentação cultural e exposição de trabalhos sobre este tema.
Na mesma ocasião acontecerá o lançamento do Projeto Sustentabilidade “da Escola ao Rio” que será desenvolvido pelos alunos da região da Bacia do Rio Palmital. A iniciativa terá o objetivo de mobilizar professores e alunos, para o desenvolvimento de ações de educação socioambiental na Bacia do Rio Palmital, na qual a escola esta localizada.
Serviço:
Evento comemorativo ao Dia Mundial da Água/Semana da Água
Data: 26/03 – Horário: 14h
Local: Colégio Estadual Guaraituba – Rua Alberto Dugoski, 76.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Pavimentação da rua Mário Muller, no São Sebastião, está concluída


WEBMASTER 24 DE MARÇO DE 2014

Além do asfalto, a obra contempla meio fio, calçada, sinalização e caixas de captação para drenagem

Rua Mário Muller está concluída e agora aguarda a sinalização horizontal e o paisagismo
Rua Mário Muller está concluída e agora aguarda a sinalização horizontal e o paisagismo
Pouco mais de dois meses. Este foi o tempo que a obra de pavimentação da Rua Mário Muller, no bairro São Sebastião, levou para ser concluída pela Prefeitura de Colombo, através do Programa Asfalto Comunitário. A finalização da benfeitoria aconteceu na segunda-feira (24) e além desta, outras 14 ruas já estão em processo de execução.
Para a prefeita Beti Pavin, oferecer o Programa aos moradores da cidade é uma prioridade. “Estamos conseguindo, aos poucos, ir atendendo à esta necessidade que é um ponto bastante valorizado por nós. Sabemos desta demanda já reprimida, e agora estamos conseguindo realizar as melhorias de que Colombo tanto precisa”, lembrou Beti.
O secretário de Obras e Viação, João Maria Rodrigues, explica que a obra oferecerá estrutura completa para os moradores. “As vias estão sendo pavimentadas com um projeto completo e com massa asfáltica de qualidade. Então é uma obra completa, com calçada, meio fio, sinalização e principalmente com estrutura de drenagem, evitando as enchentes. A previsão é de que tenha uma grande durabilidade”, destacou o secretário. O próximo passo agora é finalizar a sinalização horizontal e o paisagismo no local.
O serralheiro Maurílio de Oliveira mora na Rua Mário Muller há mais de 20 anos, e sofria com sua bronquite. Cada vez que um carro passava em frente à sua casa, a poeira agravava a sua situação. Para ele, a melhoria transformou a vida da família. “Os moradores da rua se reuniram e juntos nós conseguimos a melhoria através do programa. Então o que posso dizer com certeza para os outros moradores de Colombo é que vale a pena, pois a vida agora vai ser muito melhor do que era antes, sem poeira, sem barro e sem doença”, ressaltou Oliveira.
As ruas
Obra faz parte do Programa Asfalto Comunitário; outras 14 ruas estão sendo pavimentadas
Obra faz parte do Programa Asfalto Comunitário; outras 14 ruas estão sendo pavimentadas
As outras vias que já estão em processo de pavimentação, além da Mário Muller, são as ruas Judith Schluga, Amália Strapasson de Souza, Paulo Pereira, Antônio Amilton Baggio e Shirlei Boeira Souto, no bairro Centro Industrial Mauá. No bairro Jardim Paraná será pavimentada a rua Natálio Canestrano. As ruas Arlindo Andretta, Padre Durval Sechi e Vergínia Betinardi Dalprá, do bairro São Gabriel, também serão contempladas Maria Tereza Graboski do Jardim Guarujá, Dos Abacateiros no Jardim das Graças, Uruguai no Rio Verde e rua Gustavo Nass, no Jardim César Augusto.
A previsão é de que até o final de 2014, além deste primeiro lote, outras 20 ruas também sejam asfaltadas. Ao todo, as obras implantarão mais de 11 quilômetros de pavimentação em Colombo. Além disto, outras ruas já receberam benfeitorias, como a Rua Kelvin, no bairro Alto Maracanã, e a Rua João Couto, no bairro São Gabriel.
O valor total aproximado que está sendo investido nas 14 primeiras ruas é de R$ 4,8 milhões, e o prazo médio para finalização de todas as obras é de 180 dias, ou seja, em junho de 2014 as ruas citadas devem estar prontas. Para saber mais sobre o Programa de Pavimentação Comunitária e a forma de adesão ligue 3656.8080.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Prefeitura firma convênio com Tribunal Regional do Trabalho


WEBMASTER 25 DE MARÇO DE 2014

Termo de cessão de uso irá proporcionar a ampliação da área física do TRT em Colombo

Da esq p/ dir.: A secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Tosin, o presidente do TRTPR, Altino Pedrozo dos Santos e a Prefeita Beti Pavin firmam parceria
Da esq p/ dir.: A secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Tosin, o presidente do TRTPR, Altino Pedrozo dos Santos e a Prefeita Beti Pavin firmam parceria
A Prefeitura Municipal de Colombo e o Tribunal Regional do Trabalho-TRT do Paraná da 9ª Região, firmaram nesta segunda-feira, 24, uma parceria por meio de um termo de cessão de uso do imóvel público do município para utilização e atendimento da população por parte do Tribunal.
“O atual espaço do TRT já estava comprometido e eles precisavam de uma área maior, então cedemos provisoriamente este local que passará por benfeitorias para ampliar a área física do Tribunal para uma melhor prestação de serviço à comunidade”, explicou a prefeita Beti Pavin.
Na ocasião, a secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Mara Tosin, informou que o imóvel público, que está localizado na Sede do município, será reformado pelo órgão. Também estava presente o presidente do TRT, desembargador Altino Pedrozo dos Santos.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Corpo carbonizado é encontrado em bairro nobre de Curitiba


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha
corpo-carbonizado-250314-bandab
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Um corpo carbonizado foi encontrado em um matagal no bairro Cabral, em Curitiba, na tarde desta terça-feira (25). Segundo o Instituto de Criminalística, a vítima é um adolescente que aparenta ter, no máximo, 15 anos.
Um homem resolveu ir até o local, na rua São Luiz, para urinar quando se deparou com a cena. “Eu fiquei muito assustado, foi uma cena horrível. Não consegui identificar se era adulto ou criança. Só percebi que era uma pessoa baixa”, explicou à Banda B.
Pelas condições do corpo, pode-se dizer que o crime aconteceu há cerca de 16 horas. De acordo com o Instituto, a vítima tem entre 1,50 e 1,55 m de altura. Ela usava uma camiseta vermelha e uma calça marrom.
A polícia trabalha com a hipótese de que os autores do crime teriam ateado fogo ao corpo para dificultar a identificação. A investigação vai levar em consideração o fato de que o local é ponto de usuários de drogas. O corpo da vítima deve ser encaminhado ao Instituto Médico Legal e a Delegacia de Homicídios vai cuidar do caso.

Dona de único comércio aberto na Graciosa diz que tem moradores passando fome


Por Luiz Henrique de Oliveira

(Fotos: Antônio Nascimento – Banda B)

Uma estrada fechada devido a uma queda de barreira e a solução prevista só para daqui acinco meses. Enquanto isso, aqueles que tem comércios em São João da Graciosa, localizado em Morretes, no Litoral do Paraná, já sofrem por não terem como tirar o ganha pão. A Banda Besteve na manhã desta terça-feira (25) nas cidades de Morretes e Antonina, afetadas diretamente pelo bloqueio da Estrada da Graciosa, que aconteceu no último dia 13, e pôde conferir o clima de preocupação.
iolanda
Dona Iolanda diz que tem gente passando fome (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)
Todos querem uma solução mais rápida do que a proposta pelo Governo do Paraná, responsável pela obra. Em São João da Graciosa, bem onde fica a estrada, apenas o comércio de Iolanda Barbosa da Costa, de 85 anos, estava aberto na manhã de hoje. “Só estou aqui para os produtos não mofarem, porque nenhum carro passa. Estamos abandonados”, afirmou à Banda B. (Ouça a entrevista com a comerciante no ícone de áudio acima)
Ainda de acordo com a idosa, moradores da região não sabem o que fazer, já que vivem exclusivamente do Turismo. “Aqui não tem indústria nenhuma e tem gente já passando fome. Só vivemos do comércio e não passa ninguém. Precisamos de uma solução com urgência das autoridades. Tem gente falando que só vai ficar pronta a estrada no ano que vem”, reclamou.
200 famílias dependem da Estrada da Graciosa
Quem também falou à Banda B e lamentou a situação vivida na região foi Gilton Dias, presidente da Associação dos Comerciantes de São João da Graciosa. “A situação é bem delicada, porque a previsão de 6 meses a um ano é muito grande. A sobrevivência das 200 famílias que moram nesta região está nessa estrada”, disse. (Ouça o áudio no ícone acima)
eakikenos
Está difícil fazer festa no Litoral (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)
Segundo ele, não só os donos de comércios são afetados. “Quem trabalha nestes locais, nas lanchonete, nas pousadas e até quem planta os produtos, como por exemplo a mandioca, está desempregado. A situação é lamentável e talvez nunca vista antes”, afirmou, também lembrando a dificuldade dos moradores em irem ao Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul. “O pessoal aqui não está recebendo, vai ter que desviar 60 km e pagar pedágio para ir ao hospital”, contou.
Por fim, o representante dos comerciantes fez um apelo ao Governo do Paraná. “Queremos que o governo nos socorra, com uma ponte provisória ou algo nesse gênero. Tem gente que não vai pagar o pedágio e podemos dizer que a região está isolada”, argumentou.
Matéria completa
O repórter Antônio Nascimento, que passou o dia no Litoral, irá preparar uma reportagem completa sobre o que viu, e já adiantou: “Estão todos preocupados com os próximos meses e questionam porque outras obras tem uma solução mais rápida”.
Não perca, amanhã, uma reportagem especial com o que foi colhido pela reportagem da Banda B. Enquanto isso, relembre as principais notícias sobre a Estrada da Graciosa e sua reconstrução nos links abaixos:

VEREADOR GIL GERA PRESIDIRÁ A CPI DA UVA



Em reunião essa tarde ficou acertado que o vereador Gil Gera do PSDB ficará como presidente da CPI da UVA e o vereador Waldirlei Bueno do SOLIDARIEDADE como relator, e os demais vereadores como membros.







Vídeo de tortura a poodle mobiliza internautas de Curitiba a identificar psicopata


Por Luiz Henrique de Oliveira
torturafora
Printt do vídeo com a imagem do torturador (Foto: Divulgação SpaCuritiba)

Um vídeo, que estava até a madrugada desta terça-feira (25) hospedado no site decompartilhamento Youtube, mobiliza internautas de Curitiba a identificar um homem já considerado um psicopata por torturar cachorros de pequeno porte. A denúncia foi feita pela Sociedade Protetora de Animais de Curitiba (SpaCuritiba), que recebeu um e-mail anônimo com o relato do vídeo.
Segundo Soraya Simon, presidente da SpaCuritiba, a denúncia veio de uma pessoa que diz ter tido contato com o torturador. “A gente não sabe se esse psicopata é morador em Curitiba, mas procurando pela internet localizamos informações de que ele é aqui do país. Esse rapaz tem que parar, porque o que ele faz é algo muito cruel. O vídeo é muito chocante”, afirmou à Banda B.
tortura dentro
Poodle foi torturado no vídeo (Foto: Divulgação)
O vídeo foi retirado do youtube, mas Soraya explicou aos ouvintes, que tiveram a sorte de não ver, o que acontecia nele. “Aparece ele mostrando a cara no vídeo, você vê a sala e um corredor. O rapaz sai e quando volta aparece com um poodle branco, assustado e sem poder se mover. Ele pisa no animal e faz o poodle gritar por várias vezes”, descreveu.
Soraya pede que denúncias sejam feitas à Delegacia do Meio Ambiente de Curitiba, no telefone: 3356-7047. “Eles estão cientes do caso. O rapaz tem um perfil de psicopata e uma mente distorcida. Conversei com as duas delegacias e a forma mais rápida de encontrar seria publicar a imagem dele, por isso contamos com a ajuda de vocês”, concluiu.

Briga de gangue foi a razão de triplo homicídio em Araucária; vítima já tinha escapado de outro atentado


Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

A Delegacia de Araucária investiga o triplo homicídio que aconteceu na noite desta sexta-feira (21) no bairro Capela Velha. Dois homens e uma mulher foram mortos a tiros em uma quadra esportiva de uma escola estadual do município, na rua Flamingo. O crime tem relação a uma briga de gangues rivais que acontece há meses na região e teria se intensificado depois da morte de Wesley Canedo Prachedes, 20 anos, baleado em um confronto com inimigos em fevereiro.
O crime de sexta-feira aconteceu ao lado de uma quadra e é aberto à comunidade. No entanto, alguns moradores disseram que o local é frequentado por usuários de drogas. Os corpos de Juliana da Silva, 30 anos, e Willian Araújo da Silva, 18 anos, foram encontrados horas depois, mas Ivan Aires da Silva, 20 anos, foi encontrado morto na manhã de sábado. O último estava com Wesley no dia 23 de fevereiro e se fingiu de morto para escapar do confronto.
De acordo com o delegado Amadeu Trevisan, os suspeitos de estarem envolvidos no crime já estão identificados. “Já temos informações privilegiadas e sabemos que tudo isso é briga entre grupos rivais aqui da cidade. Outras mortes podem acontecer nas próximas horas por causa desse triplo homicídio”, conta à Banda B.
Ainda, segundo as investigações, a rixa antiga teria começado por causa de pontos de drogas. Depois disso, vingança pode ter acarretado nas mortes que aconteceram em seguida.

Ladrões de estepe são presos no Cristo Rei e ‘Cavalo Louco’ no Cabral


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento


A madrugada desta terça-feira (25) foi de muito trabalho para a Guarda Municipal (GM) e a Polícia Militar (PM) nos bairros de Curitiba. Aconteceram três situações de flagrante: ladrões de estepe no bairro Cristo Rei, ladrão ‘Cavalo Louco’ no Cabral e traficante no Centro.
Cristo Rei
O jovem Guilherme Carvalho Assunção, de 22 anos, e seu amigo, Murilo Adams, de 28, foram presos em flagrante pela PM durante a madrugada, após serem flagrados furtando o estepe de um Fiat Uno, no bairro Cristo Rei. A dupla foi autuada em flagrante no Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul, no bairro Portão.
Cabral
No bairro Cabral, também de madrugada, Mateus da Costa Correia foi preso em flagrante pela PM. Ele foi flagrado após derrubar uma vítima nas proximidades de Terminal de Cabral, para roubar o celular dela, no chamado crime do ‘Cavalo Louco’. O suspeito também foi encaminhado ao Ciac-Sul.
Centro
crack
Pedras de crack encontradas com o suspeito (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)
Já no fim da madrugada, no Centro de Curitiba, a prisão foi de David Cordeiro dos Santos, de 27 anos. Ele foi abordado pela Guarda Municipal na Rua Cruz Machado e, em sua posse, foram encontradas 80 pedras de crack.
“Aqui no Centro de Curitiba cada enxadada é uma minhoca. Os traficantes insistem e tentam fazer a correria, mas a guarda está em cima”, afirmou o supervisor Aparecido, da GM. “Esse suspeito não tinha passagens pela polícia. Até hoje”, concluiu.
O suspeito foi encaminhado ao 1° Distrito Policial, ficando à disposição da Justiça.