Polícia Civil esclarece roubo ocorrido na Festa da Uva em Colombo - MATÉRIA 29/04/2011



 O roubo ocorrido após a realização da Festa da Uva, no município de Colombo, Região Metropolitana de Curitiba, no dia 14 de fevereiro, está esclarecido pela Polícia Civil. A informação foi prestada ontem pelo prefeito J. Camargo durante entrevista coletiva com a participação do delegado Irineu Portes, que comandou a investigação. Os assaltantes que sequestraram três funcionários da Prefeitura e roubaram cerca de R$ 230 mil, referentes à venda dos ingressos da festa, foram identificados e deverão ser presos nos próximos dias.
O delegado Irineu Portes disse que o roubo foi uma ação planejada
Foto: Ademar Marques
O roubo ocorrido após a realização da Festa da Uva, no município de Colombo, Região Metropolitana de Curitiba, no dia 14 de fevereiro, está esclarecido pela Polícia Civil. A informação foi prestada ontem pelo prefeito J. Camargo durante entrevista coletiva com a participação do delegado Irineu Portes, que comandou a investigação. Os assaltantes que sequestraram três funcionários da Prefeitura e roubaram cerca de R$ 230 mil, referentes à venda dos ingressos da festa, foram identificados e deverão ser presos nos próximos dias.


Segundo a polícia, a ação criminosa ocorreu por volta de 1h30 quando as servidoras municipais Maria Amélia Camargo Taques e Rita de Cássia Camargo Gonçalves, acompanhadas do funcionário Raimundo de Freitas Lourenço, foram dominadas por três homens armados que ocupavam um veículo Fiat Stilo, de cor preta, e exigiram que Maria Amélia os levasse até a sede da prefeitura e abrisse o cofre, caso contrário matariam a segunda vítima. Depois de aterrorizar as mulheres, os bandidos roubaram o dinheiro e empreenderam fuga tomando rumo ignorado.

O delegado titular da delegacia de Colombo, Irineu Portes, que participou de uma entrevista coletiva ao lado do prefeito J. Camargo, na tarde de ontem (28), disse que chegou aos nomes dos envolvidos através de denúncias anônimas e descobriu que os três são elementos conhecidos da Justiça pela prática de diversos crimes na região. De acordo com Portes, estão sendo procurados Leandro Crepita de Paula, foragido do sistema prisional, Antônio Josmar de Ceni Campos e Jeismir Marcondes de Souza, que tiveram suas imagens reconhecidas pelas vítimas e testemunhas.

“Sabemos que foi uma ação planejada e que contou com informações privilegiadas para acontecer. Os assaltantes sabiam exatamente quem tinha acesso ao dinheiro e ao cofre. Além disso, se valeram de pressão psicológica conseguir que o cofre fosse aberto para roubar o dinheiro”, explicou o delegado. Segundo ele, os três já estão com mandados de prisão decretados pela Justiça e estão sendo procurados. “A prisão dos três é só uma questão de tempo”, disse Portes.

O veículo
No dia seguinte ao roubo, a Polícia Civil de Colombo iniciou as diligências e descobriu que o veículo Fiat Stilo, usado no sequestro das vítimas, havia sido retirado de um estacionamento no bairro Cabral, em Curitiba. De acordo com a polícia, o veículo teria sido roubado no dia 4 de fevereiro, no bairro Batel, e teve as placas clonadas em seguida. As originais eram ARL-6460 e os assaltantes a substituíram por ARF-1653, pertencentes a um veículo idêntico que estava em uma revenda de automóveis no bairro Xaxim, na capital. Trafegando com este veículo, estavam Duchan Eduardo Fernandes, Leandro Fernandes e André Luiz de Souza, que foram presos e levados à delegacia onde foram reconhecidos por funcionários públicos e testemunhas.

Em depoimento, eles negaram que o carro fosse roubado e afirmaram tê-lo adquirido de um rapaz chamado Jhonatan por R$ 8 mil. Para o delegado, este foi um argumento falso já que foi comprovado que se tratava de um carro roubado e com placas clonadas. “Eles foram ouvidos, mas não conseguimos estabelecer uma relação deles com o sequestro e o roubo do dinheiro. Mesmo assim, serão responsabilizados por crime de receptação”, esclareceu Portes. 

Durante a entrevista coletiva, o prefeito J. Camargo disse que acredita no trabalho da polícia e que o caso está praticamente esclarecido com a identificação dos envolvidos. “Sabemos que o dinheiro dificilmente será recuperado, mas estamos confiantes no trabalho policial. Se o dinheiro foi usado na aquisição de objetos ou bens imóveis, a Justiça poderá confiscá-los e revertê-los aos cofres públicos, já que a municipalidade teve que arcar com as despesas da festa que seriam pagas com o dinheiro levado pelos assaltantes”, disse o prefeito. 

A ação criminosa
No início da madrugada do dia 14 de fevereiro deste ano, as servidoras municipais Maria Amélia e Rita Camargo foram rendidas por três homens. Elas foram abordadas, cada uma em sua camionete a uma distância de aproximadamente três quilômetros do Parque da Uva, por um veículo Fiat Stilo preto, ocupado por três homens encapuzados. Feita refém, Maria Amélia, juntamente com outro servidor municipal, foi obrigada a ir até a prefeitura enquanto outro marginal permaneceu com Rita mantendo contato com os comparsas via celular. 

Quando chegaram à prefeitura, o vigia foi dominado e Maria Amélia obrigada a abrir o cofre. Depois, saíram com as vítimas e foram ao encontro de Rita e todos foram abandonados no trevo do Atuba, próximo à BR-116, onde o veículo de uma das mulheres também foi abandonado. O outro veículo foi encontrado mais tarde no Jardim Cezar Augusto. Em depoimento na delegacia, as duas irmãs contaram que não sofreram agressões físicas. A partir daí, a Polícia Civil passou a investigar o caso. Os R$ 230 mil foram arrecadados com a venda dos ingressos durante a Festa da Uva que aconteceu nos dias 11, 12 e 13 de fevereiro. 

fonte: JORNAL METRÓPOLE

Ladrão foragido da RMC é preso em shopping na região central de Curitiba


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

Um homem de 29 anos foi preso em um shopping na região central de Curitiba na tarde desta quarta-feira (2). Gilson dos Santos Leal era foragido da Delegacia de Campo Largo, na região metropolitana, desde setembro do ano passado. A fuga aconteceu no dia 9 de março.
foragido-campo-largo-020414-bandab
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)
Ele é acusado de roubar um litro de batida de um restaurante, após deixar uma pessoa ferida, segundo a versão do próprio criminoso. Na ocasião, ele foi condenado a seis anos de prisão.
Gilson foi reencaminhado para a Delegacia de Campo Largo.

Polícia já sabe quem atirou contra menino de três anos em Campo Largo


Por Luiz Henrique de Oliveira


A Delegacia de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, já sabe quem atirou contra Celso Ricardo de Melo, de 56 anos, e atingiu, sem querer, a nuca do enteado dele, de três anos,na noite desta terça-feira (1). A informação inicial era de que apenas o menino tinha se ferido, mas o superintendente Job de Freitas, de Campo largo, confirmou à Banda B que o verdadeiro alvo foi atingido por dois tiros.
“Foram dois homens que chegaram em uma motocicleta. Os dois estavam armados e um deles foi identificado. O Celso, que era o único alvo, é alguém com duas passagens por homicídio e está internado no hospital com ferimento no abdômen. Já o menino atingido, que está em uma situação muito grave, levou os tiros porque foi ao portão com um cachorro na hora do tiroteio”, descreveu o superintendente.
Freitas apontou a motivação para a tentativa de homicídio. “A princípio tinha um comentário de ser um rolo com um veículo, mas no decorrer das investigações descobrimos  que é algo relacionado ao tráfico de droga”, concluiu.

Recursos do FUNREBOM garantem melhorias aos Bombeiros em Colombo


WEBMASTER 2 DE ABRIL DE 2014

Com a arrecadação das taxas para o Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros estão melhores as condições de trabalho

Com as obras melhoram as condições na de funcionamento do 3º Subgrupamento de Bombeiros sediado em Colombo
Com as obras melhoram as condições na de funcionamento do 3º Subgrupamento de Bombeiros sediado em Colombo
No próximo dia 12 de abril a corporação Corpo de Bombeiros em Colombo, tem muito a comemorar. Será o terceiro aniversário da militarização dos Bombeiros na cidade. Antes, o posto atendia em um sistema de Bombeiro Comunitário e a partir de 2011, o governo do Estado assumiu o comando e as responsabilidades sobre o funcionamento da unidade que passou a ser oficialmente o 3º Subgrupamento de Bombeiros do 7º Grupamento de Bombeiros.
Uma série de melhorias está sendo implantada na sede do 3º Subgrupamento. São obras de ampliação e manutenção do aquartelamento com a cobertura da rampa de viaturas, aplicação de pisos e novos equipamentos. Recentemente foi adquirido um veículo com recursos do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros e as obras que estão sendo finalizadas foram pagas com estes recursos.
Segundo o Comandante em Colombo, Capitão Murilo Cezar Nascimento, um dia antes do aniversário, 11/04, às 08 horas, estarão reunidos no Subgrupamento para evento comemorativo do aniversário, autoridades civis e militares do município e do Estado. Na oportunidade, o Capitão fez questão destacar a importância do evento para demonstrar como esta sendo aplicados os recursos do FUNREBOM.
Hoje a Unidade de Bombeiros em Colombo conta com 13 viaturas, sendo: três caminhões para combate a incêndio, duas caminhonetes operacionais, duas ambulâncias para atendimento do SIATE, seis veículos leves utilizados na administração e fiscalização.
Foto: João Le Senechal
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC, INSTAGRAM: @colombopmc e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

SEGUNDO RPC, ROUBO DO DINHEIRO DA FESTA DA UVA FOI ARMADO PELA IRMÃ DO EX PREFEITO J.CAMARGO



Maria Amélia Camargo, irmã do ex prefeito J. Camargo


Segundo reportagem da RPC no programa PARANÁ TV, o roubo da FESTA DA UVA de 2011, foi armado pela ex Secretária Municipal da Fazenda, Maria Amélia Camargo, que tinha um relacionamento amoroso com um dos bandidos que foi preso. Na ocasião de seu depoimento , o mesmo relatou ao delegado que presidia o inquérito, que em um de seus momentos íntimos  a ex secretária perguntou a ele se queria obter uma grana fácil, já que ela como integrante da COMISSÃO ORGANIZADORA DA FESTA DA UVA, tinha acesso ao dinheiro arrecado nas bilheterias do bosque da uva.

TODA MOVIMENTAÇÃO DA CPI DA UVA SERÁ DIVULGADO TODOS OS DIAS EM NOSSO BLOG



VEJA VÍDEO DA RPC SOBRE O ROUBO DO DINHEIRO DA FESTA DA UVA

Polícia já sabe quem atirou contra menino de três anos em Campo Largo


Por Luiz Henrique de Oliveira


A Delegacia de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, já sabe quem atirou contra Celso Ricardo de Melo, de 56 anos, e atingiu, sem querer, a nuca do enteado dele, de três anos,na noite desta terça-feira (1). A informação inicial era de que apenas o menino tinha se ferido, mas o superintendente Job de Freitas, de Campo largo, confirmou à Banda B que o verdadeiro alvo foi atingido por dois tiros.
“Foram dois homens que chegaram em uma motocicleta. Os dois estavam armados e um deles foi identificado. O Celso, que era o único alvo, é alguém com duas passagens por homicídio e está internado no hospital com ferimento no abdômen. Já o menino atingido, que está em uma situação muito grave, levou os tiros porque foi ao portão com um cachorro na hora do tiroteio”, descreveu o superintendente.
Freitas apontou a motivação para a tentativa de homicídio. “A princípio tinha um comentário de ser um rolo com um veículo, mas no decorrer das investigações descobrimos  que é algo relacionado ao tráfico de droga”, concluiu.
A expectativa é que nas próximas horas o suspeito identificado seja preso.

Homem com tatuagem de facção criminosa é encontrado morto; é a 2ª morte com a marca do ‘palhaço’


Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

tatuagem-palhaco
Homem foi morto com pedradas na cabeça. Foto: BH/Banda B
Um homem ainda sem identificação oficial foi encontrado morto na localidade do Passaúna, no Jardim Tropical, em Araucária, na região metropolitana de Curitiba. O corpo foi encontrado na manhã desta quarta-feira (2) em uma cavas próximo a rua Sandro Fiala. Há marcas de pedradas na cabeça da vítima. A vítima tem uma tatuagem de palhaço, que indica envolvimento com facção criminosa responsável por assassinar policiais. Nos últimos 15 dias, esta é a segunda morte na região de Curitiba de pessoas com tatuagem de palhaço.
Um pescador encontrou o corpo do homem por volta das 9h quando se preparava para pescar nas cavas. A Polícia Militar (PM) foi acionada e o Instituto de Criminalística identificou que a vítima foi morto com golpes de concretos e pedras. Testemunhas disseram que viram um carro preto saindo em alta velocidade.
Outra morte
O primeiro com tatuagem de palhaço a aparecer morto foi um jovem de aparentemente 20 anos, encontrado no dia 19 de março na localidade de Palmital, também em Araucária, na região metropolitana de Curitiba. Ele estava na Estrada do Tietê e vestia bermuda nylon e camiseta vermelha. O jovem foi morto com disparos de arma de fogo na cabeça. A vítima também tinha uma tatuagem de palhaço na panturrilha.

Dupla é presa em flagrante furtando fios de cobre de obra de revitalização no Água Verde


Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

fios de cobre
Moradores viram e ligaram para a PM. Foto: DB/Banda B
Moradores da rua Coronel Dulcídio no bairro Água Verde, em Curitiba, acionaram a Polícia Militar (PM) na noite desta terça-feira (1º) depois de observarem dois homens furtando fios de energia de uma obra de revitalização na região que está sendo realizada pela Prefeitura de Curitiba.
Como o local tem pouca iluminação, os bandidos aproveitaram o período da noite para cometer o furto. Não deu certo. Moradores viram e ligaram para a polícia. Acássio Gonçalves Nery, 24 anos, e Edmar Rodrigues Martins, 42, foram presos em flagrante por uma equipe do 12º Batalhão da Polícia Militar. “Abordamos os dois escondidos, em um local escuro, com muito fio de luz. Provavelmente eles iam derreter o plástico e vender o cobre”, contou o cabo Bezerra.
Eles foram encaminhados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul) onde podem responder por dano ao patrimônio público.

PF faz operação contra quadrilha internacional no Paraná e em outros quatro estados


Da Agência Brasil


A Polícia Federal desencadeou na manhã hoje (2) uma operação, em cinco estados, para desarticular uma quadrilha especializada em tráfico internacional de drogas. Cerca de 100 agentes cumprem 12 mandados de prisão e também de busca e apreensão em 21 endereços, em dez cidades distribuídas nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, do Paraná e da Bahia.
federal
(Foto: Divulgação Agência Brasil)
A operação dá prosseguimento às investigações iniciadas em novembro do ano passado, após a morte do policial federal Fábio Ricardo Paiva Luciano durante ação da quadrilha. Na ocasião, foi deflagrada uma operação que resultou na apreensão de drogas nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, do Paraná e da Bahia, que totalizaram cerca de 400 quilos de cocaína, além de 13 pessoas presas em flagrantes.
De acordo com a Polícia Federal, a Justiça Federal de Jaú (SP) determinou o bloqueio de dezenas de contas bancárias e o sequestro de dezenas de imóveis e veículos pertencentes à organização criminosa, incluindo lancha, avião e postos de gasolina.
Os investigados serão indiciados e responderão pelos crimes de integrar organização criminosa, emprego de armas de uso restrito, tráfico internacional de drogas, resistência e participação em homicídio.em sepultamento em lugar completamente diferente do desejado, em detrimento dos consumidores”.

Motociclista é baleado em assalto no Centro e pedestre também acaba atingido por tiro


Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

baleados-centro2
Vítimas passam bem. Foto: DB/Banda B
Duas pessoas foram baleadas no centro de Curitiba na noite desta terça-feira (1º). Joaquim Rodrigues, 27 anos, foi atingido quando descia da motocicleta na Rua Monsenhor Celso, perto da Praça Carlos Gomes. Um assaltante o abordou e efetuou dois disparos em direção a ele, que acertaram a perna e o braço. Outro jovem que passava pela rua, Wesley Fernandes da Silva, 21 anos, foi vítima de um dos disparos. Eles passam bem.
Os tiros foram disparados por volta das 23 horas e assustou pedestres que passavam pelos locais. A Polícia Militar (PM) foi acionada logo após a confusão. Segundo informações, Rodrigues foi surpreendido por um assaltante e correu por três quadras para pedir ajuda, abandonando a moto. “O motociclista baleado correu por três quadras para pedir ajuda. O amigo dele veio pegar a moto e, então, soubemos onde ele estava”, contou o soldado Fernandes.
Silva cbaleados-centroontou à polícia que passava no local quando o assalto aconteceu. Os dois foram socorridos pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e encaminhados a hospitais de Curitiba. Eles passam bem e não correm risco de morte.

AÚDIO DOPROGRAMA MESA REDONDA DOS BLOG'S DA RADIO MARACANÃ DE TERÇA FEIRA DIA 01/04

SEGUE ABAIXO O ÁUDIO DO PROGRAMA MESA REDONDA DOS BLOG'S DE TERÇA FEIRA DIA 01/04





LEI 1.178 QUE EQUIPARA O PACIENTE RENAL CRÔNICO AOS PACIENTES COM DEFICIÊNCIA ACA DE SER APROVADA NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA




Acaba de ser aprovada na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados em Brasilia  a Lei 1.178 de 2011 do Deputado Jesus Rodrigues do PT do Piauí que  equipara os pacientes renais crônicos com os mesmos direitos das pessoas com deficiência. A deputada Carmem Zanotto é relatora do projeto

Agora o projeto vai direto para as seguinte comissões:
Comissão de Finanças e Tributação   ( CFT )-
Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania   ( CCJC )


COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA 

SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI Nº 1.178, DE 2011 



Reconhece aos pacientes Renais Crônicos, a 
partir da paralisia total dos rins nativos em 
hemodiálise e diálise peritoneal e da 
constatação do comprometimento de sua 
funcionalidade o mesmo tratamento legal e os 
mesmos direitos garantidos às pessoas com deficiência

Jovem absolvido pelo assassinato de Wilson Bueno deve sair da cadeia hoje; MP pede novo julgamento


Por Denise Mello

cleverson
Cleverson deve sair da cadeia após 4 anos preso – Foto: PC/PR
O promotor do Ministério Público do Paraná (MP-PR) Luiz Carlos Hallvass Filho entrou com um recurso nesta nesta terça-feira (1.º) contra a absolvição de Cleverson Petreceli Schmitt, inocentado da morte do escritor Wilson Bueno pelo Tribunal do Júri na mesma madrugada. O réu foi inocentando por 4 votos a 3 pelo júri popular e deve deixar a Penitenciária Central do Estado nesta quarta-feira (2). Ele está preso desde o crime, em maio de 2010.
O promotor baseou o pedido de revisão do júri baseado na convicção que a maioria dos jurados demonstrou de que Cleverson de fato matou o escritor. O corpo de jurados ficou em dúvida sobre a condenação e optou pela absolvição. A defesa do réu desqualificou as provas colhidas para comprovar a autoria do crime.
Apesar do acusado ter confessado o crime na ocasião da prisão, a defesa, formada pelos advogados Matheus Gabriel Rodrigues de Almeida e Maurício Zampieri de Freitas, colocou dúvidas se o jovem foi mesmo o responsável pelo crime. Entre os argumentos utilizados está a apresentação de uma foto em que o advogado do réu na época do assassinato aparecia segurando uma das alças do caixão de Bueno, o que indicaria que ele seria amigo da vítima. Os advogados também colocaram em dúvida se houve tortura do suspeito para que ele confessasse citando que o delegado do caso foi Silvan Pereira, hoje investigado pelo crime de tortura de quatro suspeitos da morte da garota Tainá, em Colombo.
O resultado do julgamento deixou a família do escritor perplexa. “O que é isso, meu Deus? Jurados imaturos absolveram um réu confesso. Estamos caminhando para um país sem Poder Judiciário. E fica a pergunta: quem então matou Wilson Bueno se o réu confesso foi absolvido? Quem vai pagar por esse crime”, desabafou ao vivo na Banda B o irmão de criação do escritor, João Santana, ontem de madrugada.
bueno fora
Wilson Bueno foi morto em 2010
O irmão de Bueno chorou na entrevista à Banda B e disse estar arrasado com o resultado do julgamento. “Ninguém consegue entender. Palmas para a defesa que fez um show digno de Hollywood no Tribunal. Qualquer um que viu a frieza desse assassino durante todo o processo ficou indignado. Ele passou só quatro anos preso e agora está livre?”, desabafou o irmão da vítima. Cleverson foi julgado e absolvido pelo crime de homicídio, agravado por motivo fútil. O julgamento, que começou às 15h30 desta segunda-feira (31) e só terminou às 4h30.
O crime
O crime aconteceu em Curitiba em maio de 2010. Quando confessou o crime, Cleverson afirmou que matou o escritor após tê-lo conhecido em uma sauna. Nesta ocasião, segundo ele, recebeu uma proposta de Bueno, que teria oferecido R$ 130,00 para manter relações sexuais com Schimitt. O acusado teria recebido um cheque que acabou trocando antes do prazo, provocando cancelamento por parte de Bueno. Foi então que ele retornou a casa do escritor e cometeu o crime. Segundo o réu, a discussão começou depois que ele insinuou que a vítima estivesse consumindo drogas.
“Foi um crime muito brutal, porque meu irmão foi morto pelas costas e a casa estava toda revirada. Ele queria achar a chave do carro e fugir com todos os objetos. São por essas e outras que o país está passando por essa fase tão ruim”, afirmou Santana

Menina de três anos é atingida por bala perdida enquanto brincava no quintal; alvo seria o vizinho




Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento




Uma menina de três anos foi atingida por uma bala perdida e foi internada em estado grave na noite desta terça-feira (1) no Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. A situação lamentável aconteceu no bairro Itaqui de Cima.
De acordo com o soldado Mandu, da Polícia Militar (PM), a menina morava nos fundos de uma residência, brincava no quintal e, ao ouvir palmas, foi em direção ao portão. “Ela foi ver o que o motivo do barulho e levou um tiro na nuca”, contou à Banda B.
Ela foi levada pela mãe ao hospital. “Agora a criança deve passar por cirurgia, porque a bala ficou alojada. Uma situação bastante complicada e lamentável”, disse o soldado.
Por fim, o policial confirmou que os atiradores estariam atrás de um vizinho. “Só que não temos informação nenhuma de outra pessoa baleada. Até agora apenas a menina deu entrada no hospital. A investigação fica a cargo da Polícia Civil”, descreveu.