Atletas do ciclismo colombense se destacam em Campeonato Metropolitano


WEBMASTER 3 DE ABRIL DE 2014

A 3ª etapa do CMMTB aconteceu no último final de semana e reuniu mais de 800 atletas em Morretes

Uma delegação com 20 atletas colombenses participou no último domingo da 3ª Etapa do Campeonato Metropolitatano de Mountain Bike 2014, em Morretes
Uma delegação com 20 atletas colombenses participou no último domingo da 3ª Etapa do Campeonato Metropolitatano de Mountain Bike 2014, em Morretes
Uma equipe com 20 atletas do ciclismo colombense alcançou posições de destaque durante a 3ª Etapa do Campeonato Metropolitano de Mountain Bike (CMMTB) 2014, realizada em Morretes no último domingo (30). Com percurso duro, pedras soltas na estrada, subidas íngremes e descidas que exigiam técnica e habilidade dos competidores, o CMMTB bateu seu próprio recorde de inscrições, colocando mais de 800 atletas na disputa, que manteve no trajeto a tradicional travessia de rio.
Para o chefe de modalidades do Departamento de Esportes da Prefeitura de Colombo, Rodrigo Coradin, o destaque dos atletas colombenses no maior campeonato do sul do Brasil desta categoria é motivo de orgulho. “Ficamos muito felizes com as boas colocações e pelo ótimo desempenho geral dos nossos atletas inscritos, pois tudo isto é resultado do bom trabalho que estamos conseguindo desenvolver no departamento, apoiando e incentivando a prática de esportes e dos hábitos saudáveis entre a população”, ressaltou Coradin.
Colocações
Além dos ciclistas de Colombo, a etapa reuniu 800 inscritos, vindos de 60 diferentes cidades dos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro
Além dos ciclistas de Colombo, a etapa reuniu 800 inscritos, vindos de 60 diferentes cidades dos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro
Entre as colocações de destaque dos atletas colombenses estavam Alexandre Quintino, que ficou com o 5° lugar na categoria Elite, Emerson Santana Bernardo que faturou o 1° lugar da categoria Sub 35, Oziel de Souza que garantiu o 4° lugar da Sub 40 e o atleta João Afonso Fracarro, que além de ficar em 1º lugar na categoria Sub 30 ainda se classificou como 3º lugar na geral entre os mais de 800 inscritos, vindos de cerca de 60 diferentes cidades dos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro.
As categorias reservaram trechos que variaram de 28 a 45 quilômetros, cuja elevação também oscilou entre 320 e 890 metros. Uma das vantagens para os competidores foi a chegada do outono, já que este tipo de competição, quando realizada em dias de verão, com altas temperaturas, exige muito mais dos atletas, expondo-os a situações de esforço extremo.
Fotos: Divulgação/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC, INSTAGRAM: @colombopmc e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Duplo homicídio sob encomenda em Colombo; mulher foi poupada


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento




Dois jovens, identificados como Joel Camargo dos Santos, de 21 anos, e Deivid Nelson dos Santos, de 26, foram assassinados com um tiro na cabeça na madrugada desta quarta-feira (2). Eles foram rendidos por atiradores no quintal de uma residência na Rua Antônio Francisco Lisboa, na Vila Guarani, em Colombo, região metropolitana de Curitiba.
Segundo o tenente Verner, da Polícia Militar (PM), poucas informações foram repassadas sobre o caso. “Chegando no local já encontramos dois rapazes mortos com tiro no crânio. Testemunhas falaram indivíduos chegaram armados, mataram e saíram, características de uma execução. Ainda não dá para precisar se eles moravam na residência”, afirmou à Banda B.
De acordo com o tenente, uma mulher que estava dentro da casa foi poupada. “Ou eles não perceberam sua presença, ou só queriam matar os dois, não dá para saber”, disse.
A Polícia Civil de Colombo investiga o caso. Os corpos foram recolhidos ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).

Bairro de Colombo registra 3ª morte em 24 horas; jovem morreu ao lado da namorada


Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

vila-guarani
Jovem foi morto a tiros. Foto: DB/Banda B
A Polícia Militar (PM) atendeu a terceira ocorrência de  morte em 24 horas na Vila Guarani, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. Na noite de ontem, um jovem de 19 anos foi morto ao lado da namorada na rua Abel Scussiato. Luan Sagáz dos Santos foi morto a tiros e a polícia investiga se os crimes têm relação.
O crime aconteceu por volta das 21 horas dentro da casa da namorada, que fica nos fundos de um bar. Luan estava com a namorada, uma jovem e mais dois rapazes quando uma dupla armada invadiu a residência e atirou na vítima. “Temos poucas informações. Aqui parece um cortiço porque são vários quartos. Os atiradores vieram para executar mesmo e a família não soube dar nenhuma informação que auxilie, por enquanto”, contou o sargento Cordeiro.
Nenhuma testemunha soube dizer quem seriam os atiradores ou o motivo para terem cometido o crime. Na madrugada de ontem, dois jovens foram mortos muito próximo do local onde Santos foi assassinado. A delegacia do município vai investigar o crime e a relação com o crime da noite 

Centros de Convivência de Colombo recebem Programa Paraná Alfabetizado


WEBMASTER 3 DE ABRIL DE 2014

O lançamento aconteceu na Regional Maracanã e reuniu equipes da Ação Social e da Educação

Professores e coordenadores dos Centros de Convivência se reuniram para prestigiar o lançamento do Programa Paraná Alfabetizado em Colombo
Professores e coordenadores dos Centros de Convivência se reuniram para prestigiar o lançamento do Programa Paraná Alfabetizado em Colombo
A Prefeitura de Colombo, através das secretarias da Ação Social e Trabalho, e, Educação e Esporte, em parceria com o Governo do Estado e o Ministério da Educação, lançou nesta quarta-feira (02) o Programa Paraná Alfabetizado, que irá atender, neste primeiro momento, os idosos frequentadores dos Centros de Convivência do município. Para a secretária da Ação Social e Trabalho, Maria da Silva Souza, a alfabetização na melhor idade representa liberdade. “Nunca é tarde para aprender a ler e a escrever, e a implantação deste Programa nos Centros de Convivência de Colombo representa a conquista da sua liberdade, de uma melhor qualidade de vida, fazendo com que o município eleve os índices gerais de desenvolvimento humano”, lembrou Maria.
Nesta primeira fase, de implantação do Programa na cidade, serão oferecidas dez turmas, divididas entre os centros de convivência Lírio do Vale, São Sebastião, Girassol, Meu Cantinho, Georgina, Vó Elisa e São José, a ONG Renascer e a Comunidade Hermón. Para a Secretária da Educação e Esporte, Aziolê Cavallari Pavin, a principal vantagem é a facilidade no acesso. “O fator que mais nos deixa feliz é perceber que, mesmo já oferecendo a EJA, que é a educação para jovens e adultos, agora os idosos também terão o acesso à alfabetização também durante o dia, na sua própria comunidade, sem precisar sair à noite, o que garante mais conforto e segurança nesta etapa de crescimento intelectual”, comemorou Aziolê.
Parceria
Ao todo, 140 idosos em 10 turmas receberão aulas durante o ano de 2014 contando com o material didático fornecido especialmente para o curso, realizado durante o dia
Ao todo, 140 idosos em 10 turmas receberão aulas durante o ano de 2014 contando com o material didático fornecido especialmente para o curso, realizado durante o dia
Ao todo, o Programa espera atender anualmente, em média, 140 idosos, nas dez turmas abertas neste início de ano. Os professores são profissionais voluntários que se inscreveram através da Secretaria da Educação do Estado e foram redirecionados para realizar o trabalho nas instituições de cada município. Em Colombo, para a realização das aulas, os alunos da melhor idade receberam os livros didáticos, repassados pelo Governo do Estado, e o restante do material, como cadernos, lápis, canetas e borrachas, foram fornecidos pela equipe de Ação Social.
Além das secretárias municipais, estiveram presentes no evento o vice prefeito Ademir Goulart, a diretora do Departamento de Assistência Básica da Secretaria de Ação Social e Trabalho, Maria Helena Oliveira Mendes, a coordenadora geral dos Centros de Convivência de Colombo, Clair Rodrigues Amaro, o coordenador do Programa Paraná Alfabetizado em Colombo, Paulo César Reua e a Chefe do Núcleo Regional da Educação Curitiba, Sheila Marize Toledo Pereira, além de coordenadoras e professoras dos Centros de Convivência de Colombo.
Fotos: João Pinto/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC, INSTAGRAM: @colombopmc e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Operação entre policiais civis e militares termina com seis prisões na Lapa

30 de março de 2014



Uma ação integrada entre policiais civis da 9.ª Delegacia Regional da Lapa e policiais militares, em conjunto com o Poder Judiciário e o Ministério Público, foi deflagrada para atuar no combate ao tráfico de drogas, homicídios e porte ilegal de armas de fogo. Durante a operação, coordenada pelo delegado Nagib Nassif Palma, 16 pessoas foram detidas e conduzidas até a delegacia, resultando na prisão em flagrante de quatro pessoas, duas por tráfico de drogas e duas por porte ilegal de arma de fogo e munição.
Além disso, foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva por homicídio qualificado e 11 mandados de busca e apreensão em residências. Durante as buscas, foram apreendidos um revólver calibre 32, uma balança de precisão, 124 gramas de cocaína, 123 gramas de maconha, 97 gramas de crack, 10 celulares e R$ 305 em dinheiro.
A operação contou ainda com apoio de policiais de outras unidades, como o Canil do Batalhão da PM de Ponta Grossa.

Mãe aproveita distração, denuncia filho à PM e ele morre em confronto


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

Um homem de 31 anos morreu após um confronto com a polícia no bairro Tatuquara, emCuritiba, na tarde desta quinta-feira (3). O caso aconteceu na Rua da Paz, localizada na Vila Terra Santa.
confronto-policial-030414-bandab
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)
De acordo com os policiais, José Carlos Ferreira Domingos estava foragido por crime de homicídio. Essa não seria a primeira vez que ele fugiu da prisão. Desta vez, ele foi para a casa da família, no Tatuquara, e teria ameaçado a própria mãe armado com uma pistola.
Quando ele deu uma ‘trégua’, a mãe ligou para a Polícia Militar (PM) para entregar o filho. Ela disse para a PM que não aguentava mais o estado de medo em que vivia. José teria, então, resistido à voz de prisão e começado a atirar contra os policiais, que, em seguida, dispararam contra ele. O criminoso foi baleado e socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo antes de chegar no hospital.
O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.

Mesmo sem reagir, funcionária de farmácia é baleada durante assalto no Lindóia


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha

assaltofarmacia
Foto: Juliano Cunha – Banda B
Mesmo sem reagir à voz de assalto, uma mulher de 61 anos foi baleada no começo da tarde desta quinta-feira (3) no bairro Lindóia, em Curitiba. De acordo com o cabo Vanderlei, três homens chegaram em um veículo Pálio Branco pela Rua Aleixo Bettega e fugiram com cerca de R$ 400.
“Eles agiram com muita violência, já que ela não reagiu e já estava entregando o dinheiro, foi extremamente desnecessário o tiro na perna”, disse.
Segundo o cabo, o local não possuí câmera de segurança e cinco viaturas fazem patrulha para tentar localizar o veículo. A vítima baleada foi encaminhada ao Hospital do Trabalhador, mas passa bem.

ÁUDIO - EXTRA MESA REDONDA DA CPI DA UVA - CASO MARIA AMÉLIA CAMARGO, IRMÃ DO J.CAMARGO



‘Fui imprudente’, diz Vargas sobre avião de Yousseff


2 de abril de 2014
Em um discurso de aproximadamente dez minutos no plenário da Câmara dos Deputados, o vice-presidente da Casa, André Vargas (PT-PR), admitiu que cometeu um “equívoco” ao utilizar umaaeronave emprestada pelo doleiro Alberto Yousseff. Alegando que homem público tem obrigação de “dar justificativa” à sociedade e que a melhor estratégia não é o ataque, mas sim a defesa, o petista disse que foi “imprudente”. “Em relação ao avião, eu reconheço: fui imprudente, foi um equívoco. Deveria ter exigido contrato, deveria ter quitado, não deveria ter exposto minha família. É o que me machuca nessa hora”, declarou.Andre Vargas
O deputado disse que conheceu Yousseff há 20 anos em Londrina e que o doleiro é proprietário do maior hotel de sua cidade. “Não conhecia até duas semanas o motivo pelo qual ele estava sendo investigado”, afirmou. Vargas disse que só procurou Yousseff porque ele também era dono de um hangar na cidade e que poderia ajudá-lo a encontrar um avião para sua viagem de fim de ano.O petista negou que tenha ido ao Ministério da Saúde para discutir interesses de um empresário de sua cidade, apesar de recebê-lo em seu gabinete e de apenas dar orientações. O deputado reclamou sofrer “interpretações errôneas” por suas relações pessoais. “Tenho orgulho de fazer política no Brasil, apesar das mazelas, do nível de exposição, de interpretações errôneas que somos submetidos muitas vezes por aspectos que não estão regulamentados das nossas relações, seja com prefeitos, empresários, sindicatos, ou demandas que acontecem e movimentam a nossa nação”, disse.Reportagem do jornal Folha de S. Paulo revelou que no início do ano André Vargas pegou emprestado o avião de Yousseff para viajar de Londrina (PR) a João Pessoa (PB). O doleiro está preso por envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões. “Se equívoco cometi, foi por iniciar uma relação de 20 anos de uma pessoa na minha cidade, que trabalhava até então com tranquilidade na minha cidade, e que fui surpreendido com as notícias e investigações”, finalizou. Vargas deixou o plenário sem falar com os jornalistas.
FONTE: ESTADÃO