PF: doleiro e ex-diretor da Petrobras teriam contas conjuntas


5 de abril de 2014
A Polícia Federal (PF) descobriu indícios de que as relações entre o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Yousseff vão além do suposto pagamento de propina. Novos documentos, em análise na PF, indicam ampla parceria financeira entre os dois, inclusive com contas conjuntas e tentáculos no exterior. Planilha apreendida pela PF faz referência a pagamentos feitos por empresas do doleiro a Costa, entre julho de 2011 e julho de 2012, período em que estava na diretoria da Petrobras.PETROBRÁS
Yousseff e Costa estão presos em Curitiba. Os dois são alvos centrais da Operação Lava-Jato, investigação sobre lavagem, evasão de divisas e corrupção.
“Os documentos retratados na representação sugerem a existência de uma conta corrente dele (Costa) com o doleiro, contas comuns no exterior e a entrega de relatórios mensais da posição dele com o doleiro e com pagamentos em haver para ele e para terceiros, alguns deles também relacionados a negócios envolvendo a Petrobras”, diz um dos relatórios da operação.
As suspeitas sobre a sociedade financeira estão entre os indícios que deram base à decretação da prisão preventiva do ex-diretor, no fim do mês passado. “Alguns documentos indicam que a relação de Paulo Roberto Costa com Alberto Yousseff é bem mais profunda que a alegada consultoria”, diz o relatório. Até o momento, o ex-diretor vinha sustentando que os vínculos se limitavam a uma consultoria.
A consultoria teria sido oferecida a Yousseff no ano passado, quando Costa já não estava mais na Petrobras. Em troca, teria recebido um Land Rover, de R$ 250 mil, um dos carros apreendidos pela PF na operação.
As explicações dadas pelo ex-diretor à polícia não convenceram os investigadores. Costa não apresentou documentos para comprovar a consultoria. A versão de uma consultoria do ex-diretor a um dos maiores doleiros do país sobre mercado futuro foi considerada inverossímil.
As descobertas podem complicar a situação de dirigentes da Camargo Correa, que integra o consórcio responsável por uma obra de R$ 8,9 bilhões, a construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.
Entre os papéis apreendidos pela PF estão uma planilha com indicações de pagamentos das empresas MO Consultoria e GDF Investimentos, controladas por Yousseff, para o ex-diretor da Petrobras. Na planilha há referência ao “consórcio Camargo Correa”. Com base nestas informações e em dados obtidos em escutas telefônicas, a polícia chegou à conclusão de que os pagamentos estão “relacionados ao consórcio Camargo Correa”.
PF investiga venda de refinaria na Argentina
Num dos dois depoimentos que prestou à polícia logo depois de ser preso, Costa disse que a diretoria que comandava era responsável pela “fiscalização de aspectos técnicos da execução da obra” pelo consórcio.
O advogado Fernando Fernandes, que atua na defesa de Costa, negou que ele tenha conta conjunta com Yousseff ou que tenha conta no exterior. Negou que o ex-diretor tenha recebido pagamentos da Camargo Correia por intermédio de empresas de Youssseff.
Segundo ele, a PF fez ilações indevidas a partir da apreensão de documentos no escritório de outro advogado de Yousseff. Nos documentos estão os nomes de duas offshores, criadas por Costa em 2013, quando tinha deixado a Petrobras.
— Ele (Costa) nega que tenha relação profunda com Yousseff, a não ser a consultoria. Os documentos citados foram apreendidos com um advogado, o que é ilegal. O delegado (da PF) não mostrou a tabela com o Paulo — disse Fernandes.
A assessoria de imprensa da Camargo Correa negou qualquer negócio da empresa com Costa. Segundo um assessor, a empresa “não tem qualquer relação comercial com a MO Consultoria ou com a GDF Investimentos”.
A PF abriu inquérito, no início do mês passado, para investigar suposta evasão de divisas na venda da refinaria de San Lorenzo, na Argentina, ao grupo Oil Combustibles S.A. Em outros dois inquéritos, a PF investiga a compra da refinaria de Pasadena, nos Texas, e o suposto pagamento de propina a funcionários da estatal pela SBM, da Holanda.
FONTE: O GLOBO

Incêndio seguido de explosão em casa de madeira assusta moradores do Cajuru


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

Um incêndio assustou os moradores do bairro Cajuru, em Curitiba, no final da tarde deste sábado (5). Uma casa de madeira, localizada às margens da BR-277, pegou fogo e chegou a sofrer uma explosão.
incendio-050414-bandab
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)
A residência fica ao lado de um barracão que serve como garagem de ônibus e de uma distribuidora de gás. O Corpo de Bombeiros foi acionado e trabalha para conter as chamas. Felizmente, ninguém ficou ferido.
Não há informações sobre o que teria iniciado o incêndio. A reportagem da Banda B flagrou o momento em que ocorre a explosão na casa. Assista ao vídeo abaixo:

Empresário “Wagy da Aliança” morre aos 72 anos em Curitiba


Da Redação

O empresário Wagy Wassouf, de 72 anos, morreu por volta das 5h da manhã deste sábado (5), em Curitiba. Fundador de uma das redes de móveis mais famosas da cidade, a Aliança, ele estava internado há alguns dias no Hospital Vita. A causa da morte do empresário não foi divulgada.
wagy-da-alianca
(Foto: Reprodução)
Ele tinha mais de 40 anos de carreira comandando a empresa, que tem sede no bairro Novo Mundo. Wagy era parceiro do deputado estadual Luiz Carlos Martinshá cerca de 25 anos, e ficou conhecido pela capital pelos anúncios das lojas no rádio e na tevê, em que ele próprio aparecia. A frase publicitária mais famosa do empresário é “ninguém vende por menos”.
Wagy deixou quatro filhos. O corpo será velado na Igreja Ortodoxa São Jorge, no bairro Mercês. O sepultamento acontece às 17 horas deste sábado no cemitério Jardim Saudade I, no Centro.

Dilma tem 38%, Aécio,16% e Campos, 10%, diz Datafolha

Em fevereiro, no mesmo cenário, Dilma tinha 44% das intenções de votos.
Aécio Neves tinha 16%, e Eduardo Campos, 9%.
















A pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (5) pelo site do jornal "Folha de S.Paulo" indica que a presidente Dilma Rousseff (PT) teria 38% das intenções de voto e venceria no primeiro turno caso a eleição fosse hoje e ela tivesse como adversários o senador Aécio Neves (PSDB), o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), e incluísse partidos menores.
Nesse cenário, Aécio teria 16% das intenções de voto, e Campos, 10%. Votos em branco ou nulos seriam a opção de 20%. O outros 9% responderam que não saberiam em quem votar.
O Datafolha entrevistou 2.637 pessoas em 162 municípios na quarta (2) e quinta (3), com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Em relação à pesquisa feita em fevereiro e comparando o mesmo cenário, a intenção de votos em Dilma caiu de 44% para 38%. Aécio manteve os mesmos 16% de intenções de voto e Campos tinha 9%.
Cenários
De acordo com a pesquisa Datafolha, em cinco cenários, a única candidata que poderia levar as eleições para presidente para um eventual segundo turno seria Marina da Silva, com 27% das intenções de voto - o que representa uma elevação de 4% em relação ao levantamento de fevereiro deste ano. Neste caso, Dilma teria 39% das intenções de voto, e Aécio, 16%.
Sem os partidos menores, Dilma teria 43% das intenções de voto, Aécio, 18%, e Campos, 14%.
Caso Lula fosse o candidato do PT na disputa para a presidência, ele teria 52% das intenções de voto. Aécio teria 16%, e Campos, 11%.
No cenário com Lula, Marina e Aécio, o candidato do PT teria 48% das intenções de voto, Marina 23%, e Aécio, 14%.
Segundo o levantamento do Datafolha, a queda na aprovação da presidente Dilma Rousseff em relação à última pesquisa está relacionada com a deterioração das expectativas de inflação, com o emprego e com o poder de compra da população. Ao mesmo tempo, a pesquisa também mostra que, hoje, para 63% dos entrevistados, a presidente faz menos pelo país do que eles esperavam - contra 34% há pouco mais de um ano atrás.
Cenário A (com os partidos menores)
- Dilma: 38%
- Aécio: 16%
- Campos: 10%
- Brancos/nulos: 20%
- Não sabe: 9%
Cenário B (sem os partidos menores)
- Dilma: 43%
- Aécio: 18%
- Campos: 14%
- Brancos/nulos: 19%
- Não sabe: 6%
Cenário C
- Dilma: 39%
- Marina: 27%
- Aécio: 16%
- Brancos/nulos: 13%
- Não sabe: 6%
Cenário D
- Lula: 52%
- Aécio: 16%
- Campos: 11%
- Brancos/nulos: 16%
- Não sabe: 5%
Cenário E
- Lula: 48%
- Marina: 23%
- Aécio: 14%
- Brancos/nulos: 11%
- Não sabe: 4%

PREFEITA BETI PAVIN INAUGURA ESCOLA MUNICIPAL DRA ZILDA ARNS NEUMANN NO PARQUE DOS LAGOS


A prefeita Beti Pavi, inaugurou nesse sábado dia 05/04 a Escola Municipal Dra Zilda Arns Neumann, situada na Rua lago Santa Clara, 279  no Bairro Palmital (parque dos lagos)
A escola vai atender 318 alunos do pré ao 5º ano, em 14 salas de aulas, sala de professores, direção, coordenação, sala de informática, biblioteca, refeitório, mais de 30 banheiros, sendo 6 adaptados, cozinha, despensa, bebedouro com água gelada, cisterna com reaproveitamento de água da chuva ( utilizados nos banheiros), departamento de materiais de limpeza, ginásio coberto com quadras poliesportivas, vestiários, monitoramento e ainda e ainda pátio coberto com policarbonato.
Foram investidos  R$ 3.832.520,63 em conjunto com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.




































da, cisterna com reaproveitamento de água da chuva ( utilizados nos banheiros), departamento de materiais de limpeza, ginásio coberto com quadras poliesportivas, vestiários, monitoramento e ainda e ainda pátio coberto com policarbonato.
Foram investidos  R$ 3.832.520,63 em conjunto com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.



CPI DA UVA AINDA VAI DAR MUITO PANO PARA MANGA


EX SECRETÁRIA DA FAZENDA MARIA AMÉLIA


A Festa da Uva de 2011 ainda vai dar muito pano para manga, pois tem muitas perguntas ainda sem resposta.

De acordo com a reportagem da RPC, através do programa PARANÁ TV 2ª Edição,exibido em rede estadual no dia 02/04, Maria Amélia tinha envolvimento romântico com um dos envolvidos no sequestro e junto com ele planejou  a farsa do roubo.

Mas a ex Secretária da Fazenda, irmã do ex prefeito J. Camargo, planejou sozinha o sequestro e roubo da festa da uva, ou tinha mais alguém da administração participando?

Porque o depoimento do meliante sumiu, onde ele dizia que a ex secretária tinha envolvimento?

A verba que foi roubada era DINHEIRO PÚBLICO, porque o processo teve que correr em SEGREDO DE JUSTIÇA?

Porque o delegado Portes em entrevista para a RPC disse que não era um inquérito comum? Se foi apenas um sequestro e roubo de dinheiro público?

Porque o ex prefeito J. Camargo não pediu agilidade e transparência no inquérito por se tratar de dinheiro público?

















Hospital Samaritano realiza tipo de transplante renal inédito no país.


Um procedimento inédito no País e que pode ser uma esperança para pacientes que estão na fila à espera de um transplante de rim foi realizado com sucesso no Hospital Samaritano de São Paulo. Trata-se do transplante conhecido como ABO Incompatível, em que o doador e o receptor não possuem o mesmo tipo sanguíneo. A carência de órgãos para transplante é um problema mundial, o que explica a necessidade de se aumentar o número de doadores possíveis.
A técnica inovadora já é utilizada com sucesso há mais de dez anos no Japão – pioneiro no procedimento – nos Estados Unidos e na Europa. No Brasil, foi a primeira vez que especialistas utilizaram o método sob o comando da médica do Centro de Transplante Renal do Hospital Samaritano, Dra. Maria Cristina Ribeiro de Castro. 
O transplante renal ABO Incompatível foi realizado em uma paciente de 28 anos que esperava por um órgão desde 2008. A paciente fazia hemodiálise três vezes por semana, é do tipo sanguíneo O e recebeu o rim da mãe, de 63 anos, que possui o tipo A.
Dra. Maria Cristina explica que em geral, em transplante renal, a primeira prova realizada é a checagem da compatibilidade do tipo sanguíneo, que utiliza o mesmo princípio da doação de sangue: tipo O pode doar para qualquer pessoa, mas só recebe O; tipo AB recebe de qualquer pessoa; tipo A só recebe A ou O; e tipo B só recebe de B ou O. Estatísticas apontam que 30-40% dos doadores são recusados já nesse primeiro teste, por apresentarem um grupo de sangue incompatível. 
No Japão, o problema era ainda maior porque a morte encefálica não era validada por questões religiosas, e não existia portanto doação de falecidos. Por isso, especialistas japoneses começaram a testar métodos que possibilitassem o transplante renal entre doadores e receptores de tipos sanguíneos diferentes e observaram que é possível se obter resultados semelhantes aos de transplantes ABO compatíveis.
O preparo do transplante ABO incompatível é semelhante ao que já é utilizado em alguns centros brasileiros para pacientes sensibilizados: aqueles que possuem altas taxas de anticorpos contra o sistema HLA. “Toda pessoa tem nas suas células uma série de antígenos que nos identifica. Pacientes que já fizeram outro transplante, ou passaram por transfusões ou gestações, tiveram contato com antígenos de outras pessoas e podem desenvolver anticorpos contra o sistema HLA de potenciais doadores. Essa também é uma condição que impede que o transplante seja feito se esses anticorpos não forem reduzidos”, explica.
Existem basicamente dois tipos de tratamento para essas duas condições: a plasmaferese, que consiste em uma filtragem do plasma, retirando os anticorpos; e o uso de medicamentos biológicos que impedem a produção dos mesmos. 
Na paciente brasileira, os especialistas, com a parceria do Banco de Sangue do Hospital Samaritano de São Paulo, utilizaram o método de plasmaferese, que é realizado somente no receptor. Foram seis sessões antes do transplante e cinco nas primeiras semanas. “É uma medida para deixar um nível seguro de anticorpos até que os imunossupressores possam agir e que ocorra a natural acomodação aos antígenos do doador.”
O transplante foi realizado há três meses. O doador teve alta em três dias e a transplantada em 20 dias. Não ocorreram complicações e a função do rim está excelente. O procedimento integra projeto ligado ao PROADI-SUS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde), do Ministério da Saúde.
Fonte: Hospital Samaritano São Paulo

Carro estacionado pega fogo e assusta moradores do Boqueirão; foto


Da Redação
Foto: Leandro Feitosa
Foto: Leandro Feitosa
Um carro incendiado assustou moradores do bairro Boqueirão durante a manhã desta sexta-feira (4) em Curitiba. De acordo com uma comerciante da região, ninguém na Rua Desembargador Antonio de Paula percebeu o início das chamas, dando a impressão de que o fogo teria começado “do nada”.
Dois caminhões de bombeiros foram acionados para atender a ocorrência. Segundo a comerciante, o primeiro chegou a se envolver em um acidente leve e por isso pediu apoio do segundo veículo.
A Polícia Militar registrou a ocorrência, mas também não soube informar o que teria causado as chamas.

Depois de mãe e padrasto, jovem é preso por tráfico de drogas na CIC


Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo

Uma família inteira está atrás das grades devido ao tráfico de drogas na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). O mais novo integrante, de 18 anos, foi preso na rua José Ferreira de Camargo, na Vila Barigui na noite desta sexta-feira (4).
preso-trafico-050414-bandab
Depois da mãe e do padastro, filho é preso na CIC. (Foto: Danaê Bubalo – Banda B)
Cassemiro Rodrigo Pontes foi abordado durante um patrulhamento dos policiais da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam). Com ele foram encontradas 570 gramas de maconha, 170 gramas de cocaína e uma balança de precisão. Ele não tinha passagens pela polícia, mas tanto a mãe quanto o padastro sim.
Segundo informações da Polícia Militar, a mãe do acusado está presa por tráfico de drogas e o padrasto por latrocínio. Cassemiro foi encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul).

Homens são presos com carga roubada e polícia desvenda esquema na RMC


Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo
dupla-carga-roubada-050414-bandab
Nas imagens, Cleverson e Alexandre, respectivamente. (Foto: Danaê Bubalo – Banda B)

Três homens foram presos na noite desta sexta-feira (4) acusados de roubar uma carga de bobinas de uma empresa em Araucária, na região metropolitana de Curitiba (RMC). O assalto aconteceu na última quinta-feira (3), quando seis homens armados renderam os funcionários e fugiram levando a carga em um caminhão.
carga-roubada-050414-bandabb
(Foto: Danaê Bubalo – Banda B)
Após uma denúncia anônima de que homens estariam se preparando para levar a carga roubada até São José dos Pinhais, também na RMC, a Polícia Militar (PM) formou um cerco para prender os acusados. A informação recebida era de que a carga estaria em uma casa na rua Professor L. Gaspar Pinto, no bairro Tatuquara.
Outra denúncia dava conta de que a carga roubada sairia da Rodovia do Xisto em um caminhão e então seria colocada em um outro veículo fretado pelos criminosos. A abordagem aos suspeitos foi feita e o esquema desvendo pela PM. O que chamou a atenção dos policiais é que dentro da casa foram encontradas duas armas restritas, vasta munição de diversos calibres, balaclavas, cinco computadores, um maçarico e até mesmo um equipamento para quebrar o rastreamento de caminhões.
Foram presos Alexandre Golfe, 36 anos, Cleiton Luiz Camilo, 31 anos e Cleverson Monteiro Ferreira, 25. A polícia agora trabalha na tentativa de identificar e prender o restante da quadrilha.

Ator José Wilker morre aos 66 anos, vítima de infarto fulminante


Da Redação

O ator José Wilker, de 66 anos, morreu na manhã deste sábado (5), no Rio de Janeiro, em casa. Ele deixa as filhas Isabel, Mariana e Madá Wilker. Ainda não há informações oficiais sobre a causa da morte, mas a principal suspeita é de um infarto fulminante.
O último papel de Wilker foi o médico Herbert na novela “Amor à Vida”, em 2013.
jose-wilker
(Foto: Divulgação)
Nascido em Juazeiro do Norte, no Ceará, no dia 20 de agosto de 1947, José Wilker começou sua carreira como locutor de rádio no Ceará. Aos 19 anos, porém, ele se mudou para o Rio de Janeiro, onde começou a atuar.
Com uma extensa carreira, Wilker atuou em 49 filmes, como “Bye Bye Brasil”, “Jango” e “Giovanni Improtta” – baseado em seu famoso personagem da novela “Senhora do Destino”.

Cobrador de ônibus é morto a tiros em suposto assalto, mas polícia acredita em execução


Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo

Um cobrador de ônibus de 24 anos foi morto a tiros no bairro Mercês, em Curitiba, na noite desta sexta-feira (4). O crime aconteceu por volta das 22h30, quando um veículo não identificado teria parado em frente a casa de Rodrigo Ferreira, entrado no local e atirado contra ele.
homicidio-jovem-050414-bandab
(Foto: Danaê Bubalo – Banda B)
De acordo com informações preliminares, há duas versões do caso que precisam ser investigadas e esclarecidas. “Em um primeiro momento, a família informou que o rapaz saiu atender o portão e os autores chegaram, sem conversar nem nada, já efetuando os disparos. Ele fugiu, tentou se esquivar, mas foi atingido nas costas e caiu morto no meio da sala. Nesse caso, o assassino deve conhecer a vítima”, explicou o delegado Dirceu Schactae em entrevista à Banda B.
Uma outra hipótese aponta para um susposto assalto. Um amigo de Rodrigo que estava no carro dele, ouvindo música, teria sido abordado pelos criminosos e teve os pertences levados. A vítima, então, teria corrido para casa na tentativa de se salvar, mas foi perseguido e morto.
O que chamou a atenção da polícia foi o fato de que, dentro do veículo de Rodrigo, havia 100 gramas de maconha e mais um encarte de armas que podem ou não ter relação com o crime. “A droga provavelmente era para consumo próprio, mas tudo isso será checado”, completou o delegado.
O corpo de Rodrigo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e a Delegacia de Homicídios de Curitiba deve investigar o caso.