PM decreta luto oficial de três dias por morte de cabo no Prado Velho

Da PMPR


Em duas ocorrências que aconteceram na segunda-feira (07/04), policiais militares que estavam à paisana demonstraram todo o seu comprometimento com a segurança da população, respondendo prontamente às situações de roubo que aconteceram fora de seus horários de serviços, causando, inclusive a morte de um deles, o cabo Vilson Aparecido Amaral, às 6h30 desta terça-feira (08/04). Devido a este falecimento, a Polícia Militar do Paraná (PMPR) decretou luto oficial de três dias.
O policial militar cabo Vilson Aparecido Amaral, pertencia à Companhia Independente de Polícia Militar (CIAInd), onde dedicou 15 dos seus 24,5 anos de serviço. A morte dele aconteceu por volta das 6h30 desta terça. O PM foi baleado quando estava à paisana, seguia pela Rua João Negrão (em frente ao tubo de ônibus Paiol), e foi surpreendido por dois homens numa tentativa de roubo. Ele tentou cumprir seu dever e acabou ferido por arma de fogo, gravemente.
“Está enganado aquele que acha que o PM só é PM quando está fardado. Parte das ações da polícia militar são feitas quando nossos integrantes estão à paisana. Neste caso, o policial militar poderia ter ido embora e preservado sua vida, mas a sua vocação e consciência do dever fez com que ele interviesse na tentativa de roubo, e foi atingido”, ressalta o coronel Péricles de Matos, Subcomandante Geral da Polícia Militar do Paraná, que assinou o decreto de luto. “Este PM, ao ser baleado, mostra o grau de comprometimento com a profissão e com o dever, sendo ferido, o que posteriormente o fez perder a vida”, enaltece o coronel Péricles.
O caso aconteceu no Prado Velho, na capital paranaense, por volta das 13h30, e os assaltantes acabaram fugindo. O policial militar foi encaminhado em estado grave ao Hospital do Cajuru onde passou por uma cirurgia ainda na segunda-feira, mas veio a falecer no início da manhã desta terça-feira (08/04), por volta das 6h.
Ainda na manhã de segunda-feira, por volta das 10h45, o cabo Elieser, do 13º Batalhão de Polícia Militar (13ºBPM), pertencente ao 1º Comando Regional de Polícia Militar (1ºCRPM), em seu momento de folga, levou seu carro para um conserto em uma oficina mecânica na rua Nicola Pelanda, no bairro Umbará, em Curitiba, quando foi surpreendido por três suspeitos enquanto conversava com o proprietário do comércio.
Na ocasião, o policial militar que estava à paisana, foi ameaçado, assim como o dono da oficina, por um dos homens, armado, fazendo com que o cabo Elieser, devidamente preparado para situações como essa, tentasse uma abordagem para evitar o crime. “Novamente ele poderia não ter feito nada, já que estava de folga, mas preferiu agir”, disse Péricles.
Durante a tentativa de abordagem os outros dois suspeitos fugiram. O terceiro, que apontou a arma para o policial, foi atingido, pois diante do perigo, o militar revidou. Em seguida, o SIATE (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência) foi acionado, mas o suspeito não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no local. O revólver, de calibre 38, que estava em posse do assaltante, foi apreendido.
“Pinçamos aqui dois fatos da capital, mas isso mostra uma realidade no estado, já que no interior isso também ocorre, mostrando a consciência apurada do profissional mesmo quando o policial militar não está fardado”, completa o Subcomandante Geral da PM, coronel Péricles de Matos.

Trabalhadores em greve da Arena fecham avenida e exigem pagamento dos salários


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha
Fotos: Juliano Cunha – Banda B
Cerca de 50 operários da Arena da Baixada fecharam a Avenida Presidente Getúlio Vargas na tarde desta quarta-feira (9) para protestar contra a falta de pagamento por parte dos patrões. Os trabalhadores são em sua maioria haitianos e prestam serviço à empresa A.A. Camargo, empresa terceirizada que realiza os trabalhos de instalação elétrica do estádio que será sede da Copa do Mundo.
A empresa que realiza os pagamentos alega que não recebeu o repasse da CAP S/A, empresa de responsabilidade do Atlético Paranaense. Já a diretoria do Furacão, diz que o problema está nos repasses por parte da Fomento Paraná. A empresa do governo do estado, porém, nega qualquer problema nos repasses.
Um trabalhador que não quis se identificar reclamou das demoras nos pagamentos, já que todos os lados possuem responsabilidades a serem cumpridas. “Sempre estoura no lado mais fraco que é o dos trabalhadores. É uma incompetência já que fizeram a copa vir para cá e agora ficam nesse empurra para um empurra para o outro. O trabalhador não merece isso, nós também temos compromissos com a nossa família”, disse.
Atualmente, são 1,3 mil operários trabalhando na obra. No ano passado, em dezembro, também ocorreu uma paralisação, que foi maior. Na ocasião, cerca de 250 trabalhadores pararam suas atividades por três dias. Ao todo, o Atlético precisa de R$ 6 milhões para sanar os débitos de emergência e colocar as contas em dia. Esse número foi repassado para a Fomento Paraná, que corre para conseguir recursos com o governo do estado até sexta-feira.

Após ser apontada como ponto de drogas, Praça da Espanha passará por reforma


Da Redação com SMCS

A Praça da Espanha, no bairro Bigorrilho, passará por uma revitalização, com reforma no piso, mudança no calçamento, aumento do palco, além de melhorias na Casa da Leitura Miguel de Cervantes e dos outros equipamentos do local. Nos últimos meses, os moradores e comerciantes da região relataram o aumento significativo da violência e do número de usuários de drogas na praça. A reforma deve contribuir para resolver a situação.
O edital de licitação foi publicado no Diário Oficial do Município na segunda-feira (7) e a abertura dos envelopes das propostas será no dia 9 de maio. A reforma será feita em duas etapas, uma antes da Copa do Mundo e outra após o evento. A obra será executada em parceria entre o Município e o governo federal, através do Ministério do Turismo.
A primeira fase da intervenção tem um prazo de execução de 30 dias. “Nesta etapa serão feitas a pintura externa dos equipamentos da praça e obras de infraestrutura elétrica”, disse o diretor do departamento, João Carlos Fontoura.
praca-da-espanha-090414-bandab
(Foto: Jaelson Lucas/SMCS)
Após o mundial de futebol, terá início a segunda fase da obra, com previsão de durar quatro meses. Durante este período, a praça ficará fechada por tapumes. Entre outras benfeitorias, haverá reforma do piso central, que será ampliado de 978 m² para 1,3 mil m² e ganhará piso de cimento alisado, com iluminação embutida.
Na Casa da Leitura Miguel de Cervantes haverá reforma nas esquadrias, obras de acessibilidade nos sanitários, melhorias nas instalações elétricas, hidrossanitárias, prevenção de incêndio e ar-condicionado.
O projeto prevê ainda que a área do pergolado e do palco receba manutenção e ganhe um deque de madeira como revestimento de piso. Acima do palco, será instalada uma cobertura metálica. “Em frente ao palco, o gramado ganhará recortes em diferentes níveis, o que o transformará numa arquibancada natural”, explicou Fontoura.
Outros equipamentos da praça, como o chafariz, o parquinho e o paisagismo em geral, também irão receber manutenção. Haverá substituição das calçadas externas por paver e a praça ganhará novas rampas de acessibilidade. O acesso pela Alameda Carlos de Carvalho receberá nova calçada e paisagismo com Palmeiras. Toda a praça terá nova iluminação.
O custo total da obra é de R$ 2,2 milhões, dos quais R$ 175 mil serão financiados como contrapartida do Município e o valor restante será pago pelo governo federal, em ação de infraestrutura turística pública.
“Muito mais do que uma benfeitoria que visa a Copa do Mundo, essa obra será um bem duradouro para o Município e que irá beneficiar em especial a população que mora e trabalha naquela região”, disse o secretário municipal do Meio Ambiente, Renato Lima.
Mais informações sobre a abertura do processo licitatório podem ser obtidas no site da Prefeitura de Curitiba, no banner – Acompanhe as licitações da Prefeitura.

De volta à ativa, delegado baleado em confronto coloca cinco atrás das grades


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

delegado Leonardo Carneiro do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), baleado no final de janeiro deste ano em um confronto, já voltou à ativa e, na última semana, coordenou a prisão de cinco homens por receptação de veículo roubado. Segundo ele, mesmo após ter levado três tiros (no peito, no braço e na perna), ele jamais pensou em desistir da profissão.
delegado-090414-bandab
Delegado foi atingido por três tiros no final de janeiro após confronto policial. (Foto: Juliano Cunha – Banda B)
“Infelizmente, esse é um risco que nós corremos. Mas eu posso dizer que nunca pensei em parar de exercer a minha função”, relatou à Banda B em entrevista nesta quarta-feira (9). Neste último caso bem sucedido, foram presos: Irisandro Schneckemberg, de 36 anos, Marlon Alves, 26, Maykon Garcia de Campos, 28, Vinícius Eduardo Santos da Silva, 21, e Joarez Machado Neto, 20. Todos eles já tinham condenações por roubo a bancos e estavam cumprindo penas em regime semi-aberto.
Durante a operação do Cope também foram apreendidos quatro veículos com alerta de furto ou roubo, dois veículos sem alertas, quatro TVs, cinco notebooks, um revólver e documentos das vítimas.
De acordo com o delegado, na tarde do último dia 2, policiais receberam denúncias anônimas sobre dois homens que iriam buscar um Citröen C3 prata, roubado no dia anterior, no terminal do Fazendinha, em Curitiba. “Quando Schneckemberg e Alves foram buscar o veículo, usando um Peugeot 307, foram abordados. Logo após a identificação, constatamos que Alves também buscaria um Fluence furtado na manhã do mesmo dia”, contou o delegado.
Quando a equipe do Cope chegou ao local combinado, abordou um Siena e identificou o motorista, Campos, e o passageiro, Silva, que estavam com a chave do Fluence furtado, localizado a algumas quadras do local.
Em seguida, a equipe verificou que o carro tinha sido furtado durante um assalto a uma residência. Os cinco foram autuados e vem responder por receptação e adulteração de sinal identificador de veículos.
Baleado
O delegado Leonardo Carneiro, o investigador Roberto Batista Soares e pelo menos outros dois policiais foram baleados no dia 29 de janeiro, durante um tiroteio com um criminoso em Campo Magro, na região metropolitana de Curitiba. Os primeiros dois feridos foram encaminhados ao Hospital Evangélico pelo Siate do Corpo de Bombeiros em estado grave.  O suspeito morreu após três trocas de tiros com policiais.

Bandidos em carro roubado atropelam e deixam duas crianças feridas em Curitiba


Por Luiz Henrique de Oliveira



Dois bandidos em fuga da Polícia Militar (PM) deixaram uma menina de 13 anos e um garoto de 9 feridos em um atropelamento, no final da manhã desta quarta-feira, na Rua Francisco Kochinski, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Eles estavam em um Kia Soul que havia sido roubado instantes antes no bairro Xaxim.
De acordo com a Polícia Militar (PM), após o atropelamento os bandidos largaram o carro e fugiram. Até o fechamento desta reportagem, policiais ainda realizavam buscas, mas sem êxito na prisão dos suspeitos.
Ainda segundo a PM, as crianças feridas foram encaminhadas ao Hospital do Trabalhador, sem ferimentos mais graves. A informação é que o menino teve um osso da perna quebrado.

Caso Tayná, perita afirma que a menina não foi estrupada

Há quase sete meses, a mãe da menina Tayná Adriane da Silva, de 14 anos, morta em junho do ano passado, busca respostas para o crime. Cleusa Cadoná conversou com o nosso reporter e disse estar no ‘limite’ da paciência porque o inquérito não é concluído.
— Quem fez o que fez com a minha filha está em liberdade e ela nunca mais voltará. Tenho vontade de ir todos os dias tirar satisfação na delegacia, mas não posso atrapalhar as investigações. Estou cansada. Preciso que o Estado dê uma resposta.
Cleusa afirmou que ainda não se convenceu de que os quatro funcionários presos inicialmente não têm nenhuma participação.
— Havia evidências de que eles participaram, por isso foram presos, mas depois a Comissão dos Direitos Humanos entrou na coisa e eles foram soltos. O caso teve tanta mentira, que eu percebo um medo da verdade agora. Ninguém mais quer arriscar a cabeça.
O caso sofreu uma reviravolta após denúncias de torturas policiais para que quatro jovens confessassem o crime e resultou no afastamento de 16 militares. Os suspeitos foram soltos após a divulgação de um exame que comprovou que o sêmen encontrado no corpo de Tayná não pertencia a nenhum deles. Os militares detidos também foram liberados.
A reportagem tentou contato com o delegado que cuida atualmente do caso, o quarto, mas não conseguiu. A Polícia Civil afirmou que pediu mais de quatro vezes o aumento do prazo para concluir o inquérito porque ainda não conseguiu chegar até o verdadeiro assassino.
A perita Jussara diz que tudo leva a crer que Tayná não foi estrupada.
.

Portal R7

Prefeitura realiza distribuição dos carnês do IPTU 2014


WEBMASTER 8 DE ABRIL DE 2014

O contribuinte pode parcelar em até cinco vezes ou garantir o desconto de 7% realizando o pagamento da parcela única

Pagamento do IPTU 2014 com parcela única tem desconto de 7% e vencimento para o dia 25 de abril
Pagamento do IPTU 2014 com parcela única tem desconto de 7% e vencimento para o dia 25 de abril
Os contribuintes do município de Colombo já começaram a receber os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), postados pela Prefeitura do Município no final do mês de março. Segundo o secretário da Fazenda, Márcio Strapasson, o serviço dos Correios deve finalizar as entregas até o próximo dia 15. “A previsão é de que todos os moradores e proprietários de imóveis ou terrenos em Colombo recebam os carnês até o dia 15 de abril. Se isto não acontecer, o contribuinte já tem no site da prefeitura a opção de emissão de segunda via do boleto”, explicou. A segunda via também pode ser retirada direto na Sede ou nas regionais Maracanã e Osasco.
Para emitir o boleto online este ano o internauta terá duas opções: acessar o endereço portal.colombo.pr.gov.br ou o www.seuiptu.com.br. O boleto será disponibilizado através da apresentação do número da inscrição municipal. Em 2014 foram emitidos mais de 56600 carnês e a data fixada para o vencimento da parcela única é dia 25 de abril, que garante 7% de desconto no total do tributo. O pagamento à vista ainda poderá ser efetuado em outra data, até o dia 11 de maio, porém com desconto de 5%. O reajuste aplicado para o IPTU 2014 foi feito com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA acumulado, equivalente a 5,77%.
Vantagens
A diretora do Departamento de Receita Tributária da secretaria da Fazenda, Célia Bontorin, ressalta as vantagens do pagamento à vista. “Com o pagamento à vista ganha o contribuinte e ganha o município, pois quem paga recebe o desconto e garante a sua permanência na legalidade fiscal. E para Colombo, quanto antes a arrecadação estiver nos cofres públicos, antes ela poderá ser investida em educação, saúde, infraestrutura e tantos outros setores”, lembrou.
E em Colombo, há a isenção do IPTU 2014. Tem direito os que são aposentados ou pensionistas, que recebam até um salário mínimo e meio (R$ 1.086,00), que possuam somente um imóvel com área de até 1500 m² e construção com até 100 m², e ainda, residam no local. Para requerer o benefício, o interessado deve apresentar os documentos, comprovantes dos requisitos acima, na Prefeitura de Colombo até o próximo dia 12 de maio.
Tabela de vencimentos IPTU 2014
Desconto 7%  | 25/04
Desconto 5% |  11/05
01/05 | 11/05
02/05 | 11/06
03/05 | 11/07
04/05 | 11/08
05/05 | 11/09
Serviço:
Prefeitura Municipal de Colombo
Rua XV de Novembro, 105 – Centro – Telefones: 41 3656-8080 / 41 3656-8000
Regional Maracanã
Rua Dorval Ceccon, 664 | Telefone: 41 3675-5900
Regional Roça Grande / Osasco
Rua Prefeito Pio Alberti, 450 | Telefone: 41 3621-1382
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC, INSTAGRAM: @colombopmc e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Uniforme Escolar completo é distribuído para os alunos de Colombo


WEBMASTER 8 DE ABRIL DE 2014

Mais de 50 instituições já receberam os itens que são compostos por: tênis e meias, camisetas, calça e jaqueta

Os mais de 26 mil alunos estão recebendo os uniformes escolares com tênis e meias; na foto a prefeita e o vice fazem a entrega
Os mais de 26 mil alunos estão recebendo os uniformes escolares com tênis e meias; na foto a prefeita e o vice fazem a entrega
A Prefeitura Municipal de Colombo está realizando, para os mais de 26 mil alunos das escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) do município, a entrega dos novos uniformes escolares. Com peças de melhor qualidade e com as cores renovadas, os itens são um auxílio para a identificação dos alunos durante o período de aulas.
Para a prefeita Beti Pavin o uniforme é um incentivo a mais para as crianças. “Nós valorizamos o nosso aluno desde o treinamento dos professores até o reajuste salarial da categoria, mas para que o aluno se sinta realmente valorizado, é importante fornecer o uniforme, com as meias e com o tênis. Esta é também uma forma de fazer com que ele se sinta parte da sua escola, parte importante do seu município, onde ele mora e estuda”, destacou Beti.
A entrega está sendo feita em sala de aula e os alunos estão recebendo um par de tênis e dois pares de meias, duas camisetas, uma calça e uma jaqueta. A secretária da Educação e Esporte, Aziolê Cavallari Pavin, explicou a dinâmica das entregas. “O município foi dividido em dez grandes regiões para agilizar a entrega e todos os alunos dos 39 Cmeis e das 45 escolas terão direito ao kit completo, assim como também tiveram direito ao Kit de Material Escolar, que já foi entregue no início deste ano letivo”, explicou Aziolê.
A previsão é de que até o próximo dia 15 de abril as crianças das 45 escolas e 39 Cmeis tenham recebido os uniformes
A previsão é de que até o próximo dia 15 de abril as crianças das 45 escolas e 39 Cmeis tenham recebido os uniformes
Para garantir a distribuição dos uniformes a Prefeitura de Colombo investiu aproximadamente de R$ 3,5 milhões na compra dos itens que compõem o kit do uniforme, por meio de uma parceria com o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A principal diferença é a qualidade do material em que as peças foram fabricadas, que se apresenta superior. “Como houve mais tempo hábil para a realização da licitação e a programação da compra, tendo este investimento previsto com antecedência no orçamento, nós conseguimos trazer para os nossos alunos um uniforme mais bonito e muito melhor”, finalizou Aziolê. A previsão é de que até o dia 15 de abril todas as crianças recebam o material.
Kit Escolar
O kit de uniforme é composto por duas camisetas, uma calça, uma jaqueta um par de tênis e dois pares de meias
O kit de uniforme é composto por duas camisetas, uma calça, uma jaqueta um par de tênis e dois pares de meias
Os uniformes, junto dos tênis e meias, representam, segundo a equipe pedagógica que está realizando a entrega, muito mais dignidade para o aluno. Para Teresinha Trancoso, responsável pela distribuição, não tem como descrever a emoção de ver a alegria no rosto da criança que está recebendo. “No momento da entrega nós percebemos a satisfação e a alegria de cada um. Agora eles estarão na escola em pé de igualdade e ninguém vai reparar na sua roupa ou calçado, então a dedicação aos assuntos da escola será muito maior, fazendo com que eles cresçam inseridos em um ambiente sem constrangimentos e a gratidão que se vê nos olhos de cada um deles não tem dinheiro que pague”, descreveu Teresinha.
As escolas e Cmeis, que iniciaram o ano letivo de 2014 no dia 10 de fevereiro, começaram a receber ainda antes dos uniformes, o kit escolar, distribuído no dia 17 daquele mês. Para tanto a Prefeitura Municipal de Colombo investiu, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), mais de R$ 1.132.203,50.
O kit que já foi entregue para todos os alunos contém: apontador, seis cadernos, cola, lápis, lápis de cor, pasta plástica, régua, massa de modelar, tinta guache, pincel escolar, papel sulfite, giz de cera, tesouras e três canetas. As mochilas e estojos estão sendo entregues juntamente dos uniformes e tênis.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC, INSTAGRAM: @colombopmc e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Carro cruza Rodovia dos Minérios e motociclista de Kawasaki morre na hora em acidente


Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

moto-rodovia
Motociclista morreu na hora. Foto: DB/Banda B

O motociclista José Ricardo Brandt Pinto Ferro, 32 anos, morreu na hora ao colidir a moto que pilotova contra um veículo no início da noite desta terça-feira (8) na Rodovia dos Minérios, em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba.
moto-rodovia-dentro
Motorista da Saveiro não estava embriagado. Foto: DB/Banda B
O acidente aconteceu por volta das 18h30 Rodovia dos Minérios na entrada para o Morro Azul, no Bairro Tranqueira. A motocicleta Kawasaki 800 cilindradas, com placas de Itaperuçu, bateu na lateral de uma Saveiro de Almirante Tamandaré. De acordo com testemunhas, o veículo cruzou a rodovia. “A Saveiro atravessou a rodovia e a moto bateu de lado. Não tem marcas de frenagem, então, tudo tem que ser checado. O motorista não estava alcoolizado e vai  prestar esclarecimento”, disse o cabo Mansilha.
Uma ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionada, mas a vítima não resistiu e morreu. O motorista da Saveiro, Sauvilino Pedro Soares, 52 anos, não ficou ferido e foi encaminhado até o posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) para prestar esclarecimentos sobre o acidente. Ele fez o teste do bafômetro, que deu negativo. O corpo do garoto foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Vargas resiste à pressão do próprio PT e diz em mensagem que não vai renunciar


Redação com G1 e Folha



O deputado federal do PT do Paraná, André Vargas vai ou não renunciar ao mandato nesta quarta-feira (9)? De acordo com o Blog de Gilberto Camarotti, do G1, essa hipótese estaria descartada. De acordo com Camarotti, numa mensagem de celular enviada ontem à noite para um interlocutor, o deputado licenciado André Vargas, vice-presidente da Câmara, disse que mantém a disposição de não renunciar.
“Não mudarei de posição”, escreveu Vargas em mensagem à qual o Blog teve acesso.
Durante o dia, o deputado petista foi pressionado a renunciar para evitar constrangimentos ao partido em razão da denúncia de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal, acusado de lavagem de dinheiro.
Até o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a dizer, em entrevista a blogueiros, que o PT é que “paga o pato” e disse que Vargas deve explicar os fatos.
Já o colunista da Folha, Fernando Rodrigues, contraria todas as previsões e diz que a data para Vargas renunciar teria acabado ontem e não hoje, às 14 horas, como todos imaginam. Se acordo com Rodrigues, em razão da Lei da Ficha Limpa, o prazo se esgota na apresentação do pedido de abertura de processo, o que já aconteceu. Hoje, Vargas já não teria benefícios em caso de renúncia.
“No passado, um deputado ou senador podia apresentar seu ato de renúncia até o minuto anterior à abertura formal do processo no Conselho de Ética. Depois da Lei da Ficha Limpa, o prazo passou a se encerrar no momento em que é apresentado o pedido de abertura de processo de investigação. Ou seja, André Vargas não ganha nada se renunciar agora: fica inelegível do mesmo jeito”, afirma o colunista da Folha.
Enquanto isso, o presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PSD-SP), já marcou reunião para instaurar o processo e definir o relator do caso. Na Câmara, a interpretação é que a partir da abertura do processo, não há como interromper as investigações, que irão até a conclusão do caso em até 90 dias. A expectativa é que o parecer seja apresentado antes do prazo final para que, em plenário e por voto aberto, os outros deputados votem a favor ou contra a decisão do colegiado. Ricardo Izar espera concluir o processo antes do recesso parlamentar de julho.
A escolha do relator do caso será feita pelo presidente entre três nomes sorteados entre os 21 membros do Conselho. A função poderá ser assumida por qualquer dos parlamentares, desde que não estejam ligados ao PT, por ser o partido do acusado, ou às legendas PSDB, DEM e PPS, que apresentaram as representações contra Vargas.
André Vargas pode ser investigado também pela Corregedoria da Câmara que recebeu, na noite de segunda-feira, uma representação encaminhada pelo PSOL. Caso opte pela investigação, o corregedor, deputado Átila Lins (PSD-AM), pode notificar Vargas e outras testemunhas para apresentar esclarecimentos em cinco dias. Depois, Lins terá 45 dias para concluir o processo e encaminhar parecer para o Conselho de Ética.

Empresário bebe demais, dorme no volante em semáforo da Silva Jardim e é acordado pela Polícia


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento


Um empresário de 39 anos bebeu tanto, mais tanto, que quando o semáforo abriu para ele na Av. Silva Jardim, no bairro Água Verde, em Curitiba, por volta das 3h30 desta quarta-feira (9), o sono já tinha vindo. Foram dez minutos parado na movimentada via sem ser incomodado, até a chegada das autoridades de trânsito.
empresario
Empresário estava embriagado e não superou o sono (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)
Agentes da Setran e da Polícia Militar (PM) fizeram, para acordar o empresário, uma operação de guerra que levou mais de 25 minutos. Assim que ele voltou ao ‘planeta Terra’, os policiais o submeteram ao teste de bafômetro. Dito e feito: o aparelho acusou 0,80 mg/l de álcool no sangue.
Devido ao flagrante, o empresário foi encaminhado, acompanhado de seu carro de luxo, até a Delegacia de Delitos de Trânsito. Lá, ele será ouvido e deverá responder, em liberdade, por embriaguez ao volante. Pelo sono fora de hora, o motorista não deverá ser punido.

Bandidos invadem sala de aula e rendem 80 alunos de curso preparatório de Curitiba


Por Luiz Henrique de Oliveira


Bandidos armados fizeram um arrastão dentro do Evidente Cursos Preparatórios, na rua Pedro Gusso, na Cidade Industrial de Curitiba, na noite desta terça-feira (8). No momento da ação, havia cerca de 80 alunos, que fazem as aulas preparatórias para concursos públicos, como o da Polícia Militar (PM). Foram momentos de pavor e tensão.
Pelo menos duas estudantes do curso procuraram a Banda B, na manhã de hoje, para relatar o que aconteceu. Além delas, a mãe de uma aluna, que não quis se identificar, afirmou que sua filha está até agora abalada. “Eles chegaram, trancaram todo mundo e pediram para que fossem colocando os celulares em uma sacola. Ficaram lá por alguns minutos, com a arma apontada para a cabeça de alguns estudantes”, afirmou.
Segundo ela, além dos celulares dos estudantes, os marginais, em um carro, fugiram com computadores do curso e dinheiro de mensalidades. “Falta segurança nessa região de Curitiba. Eles fizeram tudo isso e ainda não temos a informação de que foram pegos”, disse a mãe.
Banda B entrou em contato com o curso Evidente. Uma funcionária confirmou a ação e disse que, antes do assalto ao local, os marginais já tinham roubado uma pizzaria.
Retorno
O gerente do Curso Emerson Torres entrou em contato com a Banda B e informou que todo o apoio foi dado aos alunos logo após o assalto. “Imediatamente todas as medidas foram tomadas e orientações foram dadas aos nossos alunos.  A Polícia Militar e a Guarda Municipal estiveram presentes e os procedimentos foram feitos. A ação foi rápida e tudo que a gente puder para auxiliar a polícia, vamos fazer”, finalizou.