NESSA QUARTA FEIRA TEREMOS VÁRIOS DEPOIMENTOS IMPORTANTES NA CPI DA UVA




Nessa quarta feira dia 28 de maio a CPI que investiga o roubo da FESTA DA UVA de 2011 e  rombo de outras festas, irá ouvir várias testemunhas importantes para se chegar a verdade    de quanto  foi o roubo da festa de 2011. Na época dos fatos vários valores foram divulgados pela mídia, mas  só no final das investigações se chegará o valor exato. 

A comissão da Festa da UVA que é presidida pelo vereador Gil Gera e tendo como relator o vereador Waldirlei Bueno, não pode ser ouvida pela nossa equipe de reportagem e não conseguimos a informação dos nomes que irão depor amanhã.

Sabe- se que o ex prefeito J. Camargo, suas irmãs Maria Rita e Maria Amélia e o seu filho Gustavo Camargo foram convidados pela segunda vez para prestarem depoimento a comissão, pois da primeira vez se ausentaram por motivos diversos.


A vereadora Maria Micheli Mocelin também foi convidada para depor  para prestar esclarecimentos, pois na administração passada fazia parte da Comissão Organizadora das festas.

Um dos depoimentos mais esperado pela Comissão é do tal de Jamis que segundo a reportagem da RPC TV era o namorado da irmã do ex prefeito, a ex secretária da fazenda Maria Amélia. Como o mesmo está preso e por ser  muito importante nos esclarecimento do suposto sequestro será armado forte esquema de segurança para o seu depoimento.

As manobras de Paulo Roberto Costa para enganar a Receita Federal


27 de maio de 2014

Documentos apreendidos pela PF mostram manobras para justificar aquisição de bens. Paulo Roberto Costa e a mulher continuam com 2,6 milhões de reais bloqueados pela Justiça

Daniel Haidar/Veja
-Paulo-Roberto-Costa-size-598
A Polícia Federal encontrou, em documentos armazenados pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, indícios de sonegação fiscal. Costa é, de acordo com a PF, um dos pivôs do esquema de lavagem de 10 bilhões de reais investigado pela operação Lava-Jato, paralisada desde o último dia 18, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O ex-diretor envolveu a família – suas duas filhas e dois genros – no mecanismo de ocultação de ganhos ilícitos, de acordo com investigadores do caso. A julgar pelos documentos apreendidos e pelas declarações de bens apresentadas à Receita Federal, o ex-diretor, a mulher Marici Costa, as filhas Arianna e Shanni Bachmann e os genros Márcio Lewkowicz e Humberto Mesquita gastaram, nos últimos cinco anos, mais de 10 milhões de reais em imóveis e em uma lancha de alto padrão.
No notebook de Arianna os policiais federais encontraram documentos que detalham orientações sobre como escapar da mira do Fisco com justificativas para gastos elevados, como a compra de um apartamento. Em arquivo de nome IR2013, Arianna anota que, na aquisição de um imóvel, pagou 580.000 reais “por fora” e outros 100.000 reais procedentes de contas bancárias. Pelo valor total de 680.000 reais, registrado em cartório, ela adquiriu um apartamento de 107 metros quadrados no edifício Saint Martin, na Península, região da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O valor causou estranheza a corretores de imóveis, porque foi exatamente o mesmo pago pela antiga proprietária um ano antes – o imóvel vale, atualmente, 1,3 milhão de reais, como revelou reportagem do site de VEJA. “Preciso fazer caixa desse valor restante”, diz o texto.
Investigadores do caso entrevistados pelo site de VEJA explicaram que o termo “fazer caixa” é usado por sonegadores para se referir à prática de originar rendimentos com aparência lícita. O objetivo é justificar despesas para as quais o contribuinte não conseguiria apresentar fonte de custeio apenas com o patrimônio que tinha declarado à Receita Federal. No caso de Arianna, ela mencionava que uma das estratégias seria aumentar seu salário na Costa Global, a consultoria do pai, para 20.000 reais – ou seja, para “fazer caixa”. A preocupação tinha motivo. Quando um contribuinte demonstra despesas maiores do que o patrimônio financeiro disponível em determinado ano, a Receita Federal costuma lavrar multa por “acréscimo patrimonial a descoberto”. Esse tipo de autuação ocorre quando o auditor do Fisco constata que o contribuinte omitiu rendimentos tributáveis e, por isso, conseguiu arcar com tais despesas. A punição também pode ocorrer na esfera criminal, em processo por sonegação fiscal.
Mesmo com as investigações paralisadas, Costa e a esposa Marici continuam com ativos financeiros bloqueados pela Justiça. Ele foi proibido de movimentar 1,3 milhão de reais nas contas bancárias que possui no Brasil. Ela teve direito a utilizar apenas a conta onde recebe uma pensão de aposentadoria da Petrobras, mas ficou com 1,3 milhão de reais bloqueados por ordem judicial.
Arianna não era a única preocupada com a declaração de bens à Receita Federal. Nos documentos enviados ao Fisco nos últimos anos, diversos familiares declararam ter recebido empréstimos de terceiros, de forma a turbinar os rendimentos, de acordo com fontes que atuaram na investigação. É um expediente que também costuma ser adotado para “fazer caixa” e cometer sonegação fiscal, segundo os investigadores. Os sinais de riqueza da família de Costa ficaram mais evidentes nos últimos cinco anos. Levantamento do site de VEJA mostra que, nesse período, a família declarou gastos de 6,4 milhões de reais em imóveis somente na capital do Rio de Janeiro.
O ex-diretor também fez compras de alto padrão em áreas de elevado interesse turístico no entorno do Rio. Ele gastou parte do patrimônio na expansão de uma mansão em Petrópolis, no condomínio Quinta do Lago, avaliada na declaração de bens de 2012 em 1,4 milhão de reais, e na compra de um terreno de 11,49 hectares em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, com valor estipulado em 300.000 reais. A última grande aquisição custou 3,2 milhões de reais no ano passado: um lote no condomínio Porto Belíssimo, de frente para a Praia do Cação, em Mangaratiba, Sul Fluminense. A compra aparece registrada no notebook de Arianna e foi feita pela Sunset Global Investimento e Participações, uma das empresas da família.
Lancha – A família também comprou uma lancha Intermarine 42 pés por 999.618,25 reais, de acordo com laudo da Polícia Federal. A embarcação está registrada em nome da Sunset Global Investimento e Participações. No site da fabricante, é ressaltado que o produto é vendido como uma embarcação luxuosa com “ambientes requintados”.
A operação Lava-Jato foi paralisada depois que o ministro do STF Teori Zavascki concedeu habeas corpus requisitado pelo advogado Fernando Fernandes, que defende o ex-diretor. Pelo argumento do defensor, apenas o STF poderia julgar os crimes descobertos na Lava-Jato porque parlamentares apareceram ligados à quadrilha – os deputados Luiz Argôlo (SDD-BA), André Vargas (sem partido-PR) e Cândido Vaccarezza (PT-SP).

Cope prende casal que faz parte de quadrilha

Ana Carolina Lima da Silva


Após meses de investigações, policiais civis do Grupo de Diligencias Especiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) conseguiram localizar e prender, na última terça-feira (20), Ana Carolina Lima da Silva, 19 anos, e Nikon Martins Carvalho, 25 anos, no Bairro Alto, em Curitiba.

Após localizarem o Vectra GT prata roubado, que era utilizado para a prática de roubos a residências, a dupla fugiu e houve perseguição e troca de tiros pelas ruas do Bairro Alto. Ana Carolina desceu do veículo, mas a perseguição continuou até a divisa de Pinhais. Lá, três homens armados saíram do carro em direção ao matagal, momento em houve nova troca de tiros. Em seguida, foi feito cerco policial na região com apoio da Polícia Militar, Guarda Municipal de Pinhais e diversas equipes da Polícia Civil. Após o cerco, foi localizado um dos homens envolvidos, que no momento da abordagem apresentou documento falso e posteriormente foi identificado como Naikon Martins Carvalho. Ainda com apoio dos policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) e da Delegacia Colombo-Sede, Ana Carolina foi presa em casa.

Carvalho e Ana Carolina foram conduzidos ao Cope e autuados em flagrante pelos crimes de formação de quadrilha, receptação, uso de documento falso e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.
Ele já possui passagens por tráfico de drogas e roubo, dois mandados de prisão contra si e também era foragido da Colônia Penal Agrícola (CPA).

Permanecem foragidos Briann Half Dias e Ubirajara Arcanjo de Assis, o “Bira” ,que no momento da fuga foi baleado.

Ginásio Rio Verde atende mais de 500 pessoas por mês com atividades variadas


WEBMASTER 27 DE MAIO DE 2014

Primeira, de uma série de reportagens da Prefeitura de Colombo, apresenta algumas atividades oferecidas pelo Departamento de Esportes

Além de esportes como vôlei, basquete, futsal e muay thai, também são oferecidas atividades físicas para mais de 80 idosos
Além de esportes como vôlei, basquete, futsal e muay thai, também são oferecidas atividades físicas para mais de 80 idosos
Em Colombo, o Ginásio do Rio Verde atinge a marca de mais de 500 pessoas beneficiadas todo mês pelas atividades desenvolvidas em um trabalho promovido pela Prefeitura de Colombo, por meio do Departamento de Esportes. Esta é a primeira, de uma série de reportagens que vai mostrar as atividades realizadas neste e em todos os demais campos de futebol e ginásios municipais, espalhados pela cidade.
No Rio Verde, o espaço é disponibilizado para o uso compartilhado de crianças e adolescentes matriculados nas escolas da região, além de adultos que utilizam a quadra no período da noite. O coordenador do Ginásio, Alexandre de Souza, explica os objetivos do trabalho desenvolvido. “Aqui no nosso ginásio temos diversas modalidades e o nosso objetivo maior é trazer o jovem, a criança e o adulto para o esporte, afastando-os de qualquer outra prática que possa vir a prejudicar ele depois”, lembrou o coordenador.
No espaço são desenvolvidas atividades físicas com idosos, contando com um público de mais de 80 participantes, além da realização de treinos e jogos nas modalidades de vôlei, futebol, muay thai e basquete, que reúnem mais de 370 crianças e adolesces durante o dia. À noite a quadra é dos adultos moradores da região, que vão ao local para jogar futsal. Segundo o coordenador, que também é mais conhecido como Tachinha, a movimentação mensal dentro do ginásio é de mais de 500 pessoas por mês, e todos ganham lanche após as atividades. “Os nossos alunos que praticam esporte aqui já estão acostumados, pois sempre ao final de cada treino ou jogo, nós oferecemos para eles um lanche com suco e uma porção de biscoitos para repor as energias gastas. E isto é feito com auxílio das doações feitas pela comunidade, que utiliza o espaço no turno da noite, então vira uma cooperação em prol da saúde e do esporte”, explicou.
Educação, esporte e sustentabilidade
Mais de 500 pessoas por mês utilizam o ginásio do Rio Verde para a prática de esportes e atividades físicas
Mais de 500 pessoas por mês utilizam o ginásio do Rio Verde para a prática de esportes e atividades físicas
Para a utilização do Ginásio do Rio Verde não há nenhum tipo de custo, mas o chefe de modalidades do Departamento de Esportes, Rodrigo Coradin, explica a importância das boas notas do aluno na escola. “Todos os alunos matriculados nas escolas da região podem participar das atividades oferecidas. Não tem mensalidade, mas nós sempre avisamos no começo que a nossa prática aqui é ‘pegar no pé’ com relação às suas notas. Tem ir bem no esporte, mas tem que ir bem principalmente na escola, e a intenção do nosso coordenador Tachinha é incentivar cada vez mais esta dedicação na escola”, lembrou Coradin.
Também no Ginásio está se desenvolvendo o projeto Horta Comunitária, onde o coordenador vai realizar, junto dos alunos, o plantio de temperos, hortaliças e flores para o uso da própria comunidade. A realização deste projeto é uma parceria do Departamento de Esportes com a Secretaria Municipal da Agricultura, com o objetivo de otimizar o espaço externo do ginásio, além de oferecer qualidade de vida para a comunidade, promovendo a sustentabilidade. Quem quiser conhecer mais sobre o espaço ou participar de alguma das atividades pode ir até o ginásio mais próximo ou entrar em contato com o Departamento de Esportes pelo telefone 3656 4960.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em: BLOG colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC, INSTAGRAM: @colombopmc e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Delegacia de Curitiba faz segunda maior apreensão de ‘droga baladeira’ na história do país


Da Redação

A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) de Curitiba apreendeu, na última segunda-feira (26), cerca de 80 mil comprimidos de ecstasy, droga constante nas baladas. De acordo com a Polícia Civil, esta é a maior apreensão desse tipo de droga sintética na história do Paraná e a segunda no Brasil. Segundo o delegado Marcelo Magalhães, a DFR investigava uma quadrilha de roubos a comércios que costumava agir na região do bairro Alto Boqueirão.
apreensão ecstasy
Foto: Juliano Cunha – Banda B
“Nós descobrimos que essa quadrilha costumava trocar objetos roubados e furtados por drogas, com traficantes da região”, contou Magalhães.
O delegado explicou que os policiais então receberam a informação que traficantes agiam em duas casas na região. “Na primeira casa, na Rua Maestro Carlos Frank, prendemos o proprietário, Bruno Murilo dos Santos, 26 anos, e Juliano Vinícius Sanches, 32 anos, por volta das 17h. Nesta casa encontramos 4 mil comprimidos, cem munições e uma pistola Taurus com mira a laser”, contou Magalhães.
Já na delegacia, os policiais tiveram a informação de que um Fox prata repleto de drogas estaria na casa de Sanches. “Fomos até lá, já com apoio de policiais da Denarc, e realmente encontramos a droga. Cerca de 76 mil comprimidos de ecstasy estavam escondidos no fundo falso do painel do carro”, contou o delegado Rodrigo Souza, da DFR.
Cocaína
Também na tarde de segunda-feira, o Núcleo de Londrina da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) apreendeu, no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-376, 108 quilos de cocaína e 8 quilos de crack.
A equipe do Núcleo de Londrina da Denarc, chefiada pelo delegado Lanevilton Theodoro Moreira, prendeu, por volta das 13h da última segunda-feira (26), Aislan Franklin, 30 anos, e José Maria Pereira, 27 anos, moradores de Umuarama. “Eles foram capturados no posto da PRF, na BR-376, quando traziam em suas caminhonetes, 108 quilos de cocaína e 8 quilos de crack. A droga estava escondida em fundos falsos nos bancos”, contou o delegado-titular da Denarc, Alan Flore.
A droga apreendida em Londrina vinha sendo trazida para Curitiba e está avaliada em cerca de R$ 3,5 milhões.

Felipão chega a Porto Alegre para enterro do cunhado e evita a imprensa


Técnico da seleção brasileira passou pelo saguão principal do aeroporto antes de ir até o cemitério onde o corpo de Nei Canabarro Maia será velado

Por Porto Alegre
O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, chegou a Porto Alegre na manhã desta terça-feira para acompanhar o enterro do seu cunhado. De óculos escuros e semblante fechado, Felipão passou pelo saguão principal do aeroporto Salgado Filho e evitou o contato com torcedores e com a imprensa. Ele deixou a Granja Comary na manhã desta terça.
Felipão chegou a Porto Alegre no início da tarde desta terça-feira (Foto: Caetanno Freitas/G1)Felipão chegou a Porto Alegre no início da tarde desta terça-feira (Foto: Caetanno Freitas/GloboEsporte.com)

O avião que conduziu o técnico da seleção pousou em Porto Alegre por volta das 12h25m. Sozinho, ele entrou em uma caminhonete branca e deixou o aeroporto rumo ao velório de Nei Canabarro Maia, que faleceu na segunda-feira. O corpo está sendo velado no cemitério São Vicente, na cidade de Canoas, Região Metropolitana de Porto Alegre. Já o sepultamento será realizado no cemitério Santo Antônio, às 16h. Ainda não há informações sobre a causa da morte.
Felipão está no RS para enterro do cunhado (Foto: Caetanno Freitas/G1)Felipão desembarca em Porto Alegre para ir ao
velório (Foto: Caetanno Freitas/GloboEsporte.com)
Felipão chegou ao cemitério por volta das 13h, entrou de carro no local e não falou com a imprensa. Os jornalistas não tiveram acesso ao interior do local.
Ele volta para Teresópolis, ainda nesta terça-feira durante a noite. Este é o segundo dia de trabalho da seleção brasileira reunida em Teresópolis. Hoje os jogadores serão submetidos a mais exames, e só na quarta-feira começam a trabalhar com bola.
A equipe faz dois amistosos antes da estreia no Mundial: dia 3 de junho, contra o Panamá, no Serra Dourada, em Goiânia, e contra a Sérvia, dia 6 de junho, no Morumbi. 
A equipe estreia no Mundial contra a Croácia no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo. Além do duelo com os europeus, a Seleção encara na primeira fase o México, no dia 17, no Castelão, em Fortaleza, e Camarões, no dia 23, no Mané Garrincha, em Brasília.

Em Colombo homem pula de carro após dar soco em bandido ‘naquele lugar’; na fuga um suspeito morreu


Por Luiz Henrique de Oliveira e Danaê Bubalo
COLOMBODENTRO1
Carro caiu em valeta e um dos bandidos morreu (Foto: Danaê Bubalo – Banda B)
Um homem morreu e outro foi preso na noite desta segunda-feira (26) em Colombo na região metropolitana de Curitiba, após o roubo de um carro no bairro Guaraituba. Eles capotaram o veículo na fuga, um Voyage, na Rua Astorga, caindo em uma valeta. Um dos bandidos, não identificado, morreu após o acidente. Já Gilmar Bonfim, de 19 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar (PM).
COLOMBODENTRO2
Gilmar foi preso em flagrante (Foto: Danaê Bubalo – Banda B)
O fato começou por volta das 20h30, no momento em que a vítima foi abordada por bandidos ao chegar em um colégio, na Rua Bom Sucesso,  para pegar sua esposa que saia do trabalho. Ele conseguiu se livrar dos marginais e pulou do carro em movimento, após dar um golpe certeiro em um deles. “Quando fui fechar as portas eles me jogaram no banco dos passageiros, dizendo que eu ia morrer. Peguei e dei um soco naquele lugar de um deles e consegui fugir, pulando do carro”, explicou à Banda B. (Ouça a sonora no ícone de áudio acima)
Após a abordagem à vítima, uma equipe da ROTAM do 22º Batalhão da Polícia Militar que passava pelo local, e viu o crime, iniciou uma perseguição. Na Rua Astorga, o carro roubado caiu em uma valeta e um dos bandidos morreu, conforme explicou à Banda B o soldado Flávio. “Nós percebemos a ação e fomos na cola deles. A fuga durou cerca de 2km, até quando o carro caiu em uma valeta”, explicou.
O soldado comentou a reação por parte da vítima. “Nós vimos ele pulando do carro, só que isso também foi um erro, porque, nesse caso, os bandidos não tinham arma, mas se tivessem a situação poderia ser muito pior para a vítima. Nunca se deve reagir”, orientou.
Gilmar, o suspeito preso, já tem diversas passagens pela polícia. Ele foi encaminhado à Delegacia de Colombo.

Dono de salão de beleza morto no São Braz estava nu e polícia suspeita do namorado da vítima


Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique




O cabeleireiro morto a facadas no salão de beleza do qual era proprietário no bairro São Braz, em Curitiba, na manhã do último sábado (24), estava nu dentro do estabelecimento, de acordo com a Delegacia de Homicídios de Curitiba. O crime aconteceu na Avenida Vereador Toaldo Túlio e a suspeita é que um namorado de Silvio Tomás de Oliveira, de 35 anos, tenha sido oautor do crime.
De acordo com o delegado Dirceu Shaktae, da Divisão de Homicídios de Curitiba, responsável pela investigação do caso, a suspeita é que Sílvio estacionou o carro Honda Civic em frente ao estabelecimento e entrou acompanhado, o que contrária a primeira hipótese de que alguém o esperava dentro do salão.
“Eles podem ter mantido relação e acontecido alguma confusão. O que nos chama a atenção é que ele tinha vários relacionamentos, o que dificulta a identificação do suspeito. Qualquer informação de alguém que se encontrou com Sílvio no dia do crime pode ser passada aqui à delegacia, de maneira anônima, no telefone: 33601400 ”, descreveu o delegado.

Adolescente posta foto no facebook contra Guarda Municipal e minutos depois pede desculpas


Da Redação


Um adolescente morador em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, quer esquecer a manhã desta terça-feira (27). Ele postou uma foto na rede social facebook em que mostra o dedo do meio para uma viatura da Guarda Municipal do município. Imediatamente, ele foi identificado pela corporação e repreendido pelos internautas, precisando se desculpar na rede social. Ele disse ter vergonha da atitude que tomou.
Além do gesto obsceno, o adolescente tinha escrito na legenda da foto: ‘Fuck Police’. A postagem foi apagada para, em seguida, o menor escrever um pedido de desculpas à corporação, dizendo estar arrependido:
“Gostaria de publicamente pedir sinceras DESCULPAS a Grandiosa Corporação que é nossa querida Guarda Municipal de São José dos Pinhais, gostaria de dizer que minha atitude e de meu amigo foi impensada, e prometo nunca mais brincar com instituição nenhuma. Quero dizer também que estou profundamente arrependido e valorizo muito esses homens que defendem nossa sociedade”.
Alguns minutos depois, ele postou novamente uma mensagem:
Quero pedir desculpas pela burrada, pelo desacato a autoridade. Prometo nunca mais fazer isso. Sinceramente arrependido. Fui moleque nessa história.To com vergonha da minha atitude.
Confira um printt da primeira postagem dele e da segunda, disponibilizado no facebook pelo Giro 190:
GUARDADENTRO
(Foto: Reprodução Giro 190)

TSE dá 5 dias para Vargas se manifestar sobre ação do PT


27 de maio de 2014
A ministra Luciana Lóssio, do TSE, deu prazo de cinco dias para que o deputado federal André Vargas (ex-PT) se manifeste sobre o pedido do PT para que o tribunal decrete a perda de seu mandato por desfiliação partidária. Após o parlamentar apresentar sua defesa por escrito, a ministra vai julgar o pedido liminar feito pelo partido.andre-vargas
No dia 25 de abril, Vargas desligou-se do PT, após 24 anos de filiação à legenda. O deputado responde a processo de cassação no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, por envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato.
Segundo o PT, Vargas não prestou, de acordo com a lei, as justificativas para sua desfiliação. “Resta caracterizado, a toda evidência, o desligamento voluntário da agremiação e exposição de motivos pessoais alheios ao programa partidário ou que denotem discriminação.”, argumentou o advogado do partido.
Em 2007, a Resolução 22.610 do TSE definiu quatro hipóteses em que parlamentares podem mudar de partido sem perda do mandato. De acordo com o tribunal, é justa causa para desfiliação partidária a criação de partido, bem como a incorporação ou fusão de partido, mudança ou desvio do programa partidário e discriminação pessoal.

Marido vai preso e mulher acerta suborno para policiais o liberarem, mas plano dá errado…


Por Denise Mello e Danaê Bubalo

Cinco pessoas foram presas na noite desta segunda-feira (26) em Curitiba, sendo três acusadas de roubo e duas por corrupção ativa. As primeiras prisões foram feitas por policiais militares do 22º Batalhão da Polícia Militar em Piraquara, região metropolitana de Curitiba. Três homens foram detidos logo após um assalto à loja Pernambucanas no centro da cidade.
suborno roubo
Dinheiro apreendido com o trio – Foto: Danaê Bubalo
Segundo a PM, o assalto aconteceu durante a manhã. Três homens armados deram voz de assalto e renderam os funcionários da loja. O trio fugiu em um veículo Golf, com placas de Curitiba, e com mais de 70 celulares novos e R$ 15 mil em espécie do caixa da Pernambucanas. Logo que foi avisada, a PM começou a patrulhar a região na tentativa de localizar os bandidos. Os três que participaram do assalto foram abordados no bairro Bacacheri, em Curitiba, com o veículo usado no crime. Dentro do carro foram encontrados dois celulares e mais R$ 1.950, possivelmente produtos do roubo.
Foram presos Luan dos Santos, que já tem passagem por roubo, Anderson Oliveira, que também tem passagem por roubo, e Wesley Oliveira, que é irmão de Anderson e estava  no regime semi aberto. Wesley deveria voltar durante a tarde para o sistema, mas como estava devendo para traficantes resolveu assaltar antes de voltar para o presídio.
Os três presos estavam sendo encaminhados ao 5º distrito policial quando o celular do Wesley tocou e a esposa dele  informou que pagaria R$ 5 mil aos policiais, caso eles soltassem o marido que foi preso. Os policiais então marcaram um encontro com a mulher na Rua José de Oliveira Franco, no Bairro Alto. A mulher de 26 anos estava na companhia do pai dos presos, um homem de 45 anos, e carregava os R$ 5 mil para pagar aos policiais. Na hora da entrega do dinheiro, o pai e a esposa foram presos em flagrante por corrupção ativa.
Eles foram encaminhados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão e liberados horas depois para responder ao processo em liberdade. No total, a polícia recuperou dois dos 70 celulares levados da loja, mais R$ 6.950.

Tiroteio esquenta madrugada no Cajuru, mas só carro ‘baleado’ é encontrado


Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique
corsadentro
Carro foi levado à DFRV (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

Um tiroteio esquentou a madrugada fria desta terça-feira (27) na Rua Iolanda Maria José Frederico, no bairro Cajuru, em Curitiba. Moradores ouviram tiros e pela manhã foram verificar o que aconteceu. Encontraram apenas um Corsa prata cheio de marcas de tiros, mas ninguém para contar história.
A soldado Josimar, da Polícia Militar, falou sobre o caso à Banda B. “Este carro tem alerta de roubo do dia 24 no bairro Cajuru. Foram vários tiros que quebraram o vidro traseiro e um tiro ainda atingiu o painel. Testemunhas dizem que viram pelo menos uma pessoa correndo, mas ninguém foi encontrado”, descreveu.
A PM realiza buscas em pronto socorros de Curitiba e região para tentar desvendar o mistério e encontrar as possíveis vítimas deste intenso tiroteio. O carro foi recolhido à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba (DFRV).

Polícia está na “caça” de adolescentes que participaram de estupro coletivo a duas jovens


Por Denise Mello, Luiz Henrique Oliveira e Bruno Henrique

A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) está na “caça” de quatro acusados de participarem de um estupro coletivo a duas jovens na madrugada de sábado (24), em Curitiba. Dos procurados, três são adolescentes, um de 17 e outros dois de 16 anos. Eles já foram identificados. Falta saber quem é o quinto acusado. Todos podem ser presos nas próximas horas. Um quinto envolvido foi detido no dia do crime. Alexandre Fernandes Mendes Batista, 19 anos, não tinha passagem pela polícia. Já os adolescentes procurados têm registro de ocorrências policiais.
SUSPEITO PRESO
Alexandre Batista foi preso ainda no dia do crime – Foto: Bruno Henrique/Banda B
Os três menores seriam moradores da Cidade Industrial de Curitiba (CIC) e já foram reconhecidos pelas vítimas. Batista será autuado por corrupção de menores, formação de quadrilha, roubo agravado e estupro.
O crime chocou a todos. Cinco assaltantes armados renderam duas jovens, de 18 e 20 anos, que voltavam de uma balada com os namorados na madrugada de sábado (24) e, além de levarem o carro, um Fiat Punto, praticaram estupro coletivo contra as duas, uma delas grávida de dois meses.
O assalto começou na Cidade Industrial de Curitiba, quando dois casais voltavam de uma balada e pararam em frente a uma residência, para que uma das jovens descesse. “Os bandidos chegaram armados em um Celta e em uma Montana, ambos roubados, pediram para os dois homens descerem e mantiveram as mulheres dentro do Punto. Dois criminosos foram no carro com as vítimas e outros três ficaram divididos nos outros dois veículos”, descreveu à Banda B o delegado Cassiano Aufíero, da DFRV, responsável pela investigação do caso.
De acordo com o delegado, após isso, as jovens foram levadas até a Represa do Passaúna, na região de Araucária. Lá, em uma rua deserta, os marginais se revezaram em um estupro coletivo que durou cerca de quatro horas. “Elas só foram liberadas às 6h, deixadas ali na região mesmo. As duas já reconheceram o suspeito detido, que agiu com extrema crueldade. Nós chegamos até ele após informação de que o Punto estava circulando na região do Fazendinha”, contou o delegado.
Ainda segundo Aufíero, os assaltantes tinham como principal intenção cometer o abuso sexual contra mulheres. “Eles tinham roubado um Celta na Rua Arthur Bernardes e, nessa situação, um casal também foi vítima. Os namorados foram liberados, mas já nessa ocasião o preso aqui na delegacia tinha passado a mão por debaixo da saia dessa mulher. O que eles queriam era cometer abusos, segundo nossas investigações”, explicou.
Os três veículos roubados foram recuperados na prisão de Batista. “Agora faremos o que tiver em nosso alcance para localizar os outros envolvidos. Uma situação lamentável”, concluiu o delegado.