Holanda se vinga da derrota de 2010 e humilha Espanha com goleada de 5 a 1


13 de junho de 2014

A revanche da final da Copa de 2010 acabou de um jeito surpreendente em Salvador. Aproveitando erros da defesa espanhola e com uma torcida bastante a favor, a Holanda fez 5 a 1 na Arena Fonte Nova e se vingou da melhor maneira de seus algozes na África do Sul.

GloboEsporte.com
GloboEsporte.com
A revanche da final da Copa de 2010 acabou de um jeito surpreendente em Salvador. Aproveitando erros da defesa espanhola e com uma torcida bastante a favor, a Holanda fez 5 a 1 na Arena Fonte Nova e se vingou da melhor maneira de seus algozes na África do Sul. A vitória foi de virada, já que a Espanha abriu o placar com um pênalti duvidoso no primeiro tempo.
O empate saiu logo depois, mas a goleada foi consolidada no segundo tempo quando os espanhóis partiram para cima e deram espaços para Robben e Van Persie se destacarem: cada um fez dois gols. Ao final da partida a torcida vestida de laranja gritava “olé”, em êxtase com esse resultado inesperado.
As fases do jogo: A primeira partida entre as duas seleções após a final da última Copa começou muito pegada, e os holandeses sufocaram os rivais no meio de campo com faltas violentas e marcação dura. Do lado espanhol, o talento de Iniesta e Xavi testava a defesa laranja, inexperiente e insegura. Com o controle da posse de bola, a atual campeã mundial abriu o placar com Xabi Alonso, em pênalti controverso sobre Diego Costa. Mas a partir do final do primeiro tempo, os erros defensivos da Espanha cobraram seu preço. Van Persie acertou uma bela cabeçada por cobertura para empatar ainda na primeira etapa. E a Holanda virou aproveitando bobeadas da defesa rival. Primeiro com Robben que ganhou dividida com dois zagueiros. Depois com De Vrij, que aproveitou saída errada de Casillas. E, por último, com Van Persie, que aproveitou outra falha do goleiro espanhol e transformou a vitória em goleada. No final , Robben ainda fez o quinto em outro deus-nos-acuda na área vermelha.
O melhor: Van Persie. Além do golaço de cabeça, o atacante meteu bola na trave e estava ligado para tirar a bola de Casillas e fazer o quarto gol da Holanda.
O pior: Diego Costa. Escalado como titular, o brasileiro decepcionou ao não conseguir fugir da marcação e aparecer muitas vezes em impedimento. Nulo, foi substituído na metade do segundo tempo e saiu muito vaiado.
A chave do jogo: No final do primeiro tempo, quando a Espanha vencia por 1 a 0, David Silva foi lançado por Iniesta e teve a chance de fazer o segundo e quase encaminhar a vitória. O goleiro holandês fez boa defesa. Nos minutos seguintes, Van Persie empatou o jogo e deu novo ânimo aos holandeses.
Para lembrar: Goleada histórica. No segundo tempo, já perdendo, a Espanha partiu para o ataque e para o desespero. Nos espaços na defesa espanhola, os atacantes holandeses fizeram a festa e transformaram uma vitória normal em uma goleada histórica.
Um golaço de cabeça. O gol mais bonito da Copa 2014 até agora saiu da cabeça de Robin van Persie. O atacante holandês recebeu um lançamento aéreo e, percebendo o goleiro adiantado, tocou de cabeça por cobertura, um semi-peixinho plástico e inteligente.
Diego Costa xingado pela torcida. O brasileiro que preferiu jogar pela Espanha não foi perdoado em Salvador. O anúncio de sua escalação foi vaiado pela torcida e ele foi xingado desde o começo da partida. E parece ter sentido: na primeira vez que recebeu na área, se embananou com a bola; na segunda, a isolou numa tentativa de chute a gol. Mas logo depois, recebeu e sofreu o pênalti que resultou no 1 a 0.
Revanche violenta. A Holanda entrou em campo aparentemente ainda magoada pela derrota na final da Copa de 2010 (apesar de apenas sete jogadores daquela época tenham permanecido no grupo). Os holandeses não aliviaram em divididas e cometeram as faltas mais duras, principalmente com De Jong e Guzmán.
FONTE: UOL.COM.BR

Bandidos rendem funcionários e assaltam agência bancária na República Argentina



hsbc
Foto: Juliano Cunha – 
Cinco bandidos armados invadiram e assaltaram a agência bancária do HSBC, no bairro Novo Mundo, em Curitiba, e fugiram levando uma grande quantia de dinheiro no começo da tarde desta sexta-feira (13).
De acordo com a Polícia Militar, o assalto ocorreu por volta das 13 horas na agência localizada na Avenida República Argentina. Clientes e funcionários foram rendidos e os bandidos fugiram com pertences e dinheiro. Durante a fuga, os assaltantes chegaram a espalhar uma grande quantidade de dinheiro pela rua.
Depois de uma queda no número de assaltos, chama a atenção o fato deste ser o terceiro caso em menos de oito dias em Curitiba, região metropolitana e litoral. No primeiro caso, ocorrido em Pinhais no último dia 5, os bandidos chegaram a manter reféns por cerca de duas horas. O segundo caso ocorreu em Guaratuba. Nesta situação, um cliente, uma funcionária, um sargento e uma soldado da Polícia Militar chegaram a ser baleados.
O Centro de Operações Especiais (Cope) investiga o caso.
Fonte: Banda B

Uma semana após tragédia, previsão de novas chuvas causa preocupação no Paraná


Da Redação

O avanço de uma nova frente fria ao longo desta sexta-feira (13) já causa preocupação uma semana após os alagamentos que afetaram 151 cidades do Paraná durante a última semana. De acordo com o Instituto Meteorológico Simepar, chuvas ocorrem com maior intensidade a partir da noite nas regiões oeste, sudoeste e sul do estado. As três regiões são as com maior número de afetados pelas chuvas das últimas semanas e ainda não possuem perspectiva para retomada das vidas normais.
chuvaparana
Foto: Divulgação Defesa Civil
Segundo o Simepar, precipitações superiores aos 70 mm podem cair sobre o estado entre sexta e sábado. Como deve chover também entre o oeste e centro-oeste catarinense, os níveis de alguns rios e afluentes que fazem parte da bacia hidrográfica da metade sul paranaense também devem subir.
A condição climática é preocupante, já que 32.571 ainda permanecem desalojadas por conta do temporal que ocorreu entre a madrugada de sábado e domingo (8). Mais de 150 municípios foram atingidos pelo temporal do fim de semana, que prejudicou ainda 580.780 pessoas.

Ladrão se arrepende de furto e abandona cavalo de igreja em poste;



Um ladrão se arrependeu de ter furtado um cavalo da sede do Pequeno Cotolengo, emCuritiba, no último domingo (8) e o abandonou amarrado em um poste. O animal foi encontrado nesta quarta-feira (12) no bairro Parolin.
Segundo o Padre Rodiney, o cavalo pertencia à unidade de Equoterapia da instituição, método terapêutico que utiliza o animal para o desenvolvimento psicossocial de pessoas com necessidades especiais. “Justamente por isso, ele era bem dócil. Alguém entrou, cortou a nossa cerca e a do vizinho e o levou facilmente dali”, explicou ele em entrevista ao jornalista Adilson Arantes.
Depois que um apelo foi postado na rede social Facebook, o cavalo foi localizado amarrado em um poste. “Agora ele já voltou para casa. E eu o perdoo pelo pecado que cometeu. Meu coração é muito grande e todo pecador merece uma chance de se redimir. Claro que, no final, cabe a ele avaliar o que fez de errado”, concluiu.
Banda B
.

Escolas rurais de Colombo recebem internet gratuita


WEBMASTER 13 DE JUNHO DE 2014

Cinco instituições vão contar com o serviço: Imbuial da Roseira, Bortolo Cavassin, Maria Antonieta Farani, Tiradentes e João José Gasparin

A prefeita de Colombo, Beti Pavin ao lado do Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo destaca durante a cerimônia a importância do acesso à internet com caráter pedagógico
A prefeita de Colombo, Beti Pavin ao lado do Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo destaca durante a cerimônia a importância do acesso à internet com caráter pedagógico
A Escola Rural Municipal Imbuial da Roseira recebeu oficialmente nesta sexta-feira, 13, o serviço de acesso à internet de forma gratuita. Para a cerimônia de entrega realizada nas depedências da instituição de ensino estavam a prefeita de Colombo, Beti Pavin, o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o presidente da TIM, empresa responsável por instalar o serviço, Rodrigo Abreu, entre outras autoridades.
A prefeita Beti Pavin que recebeu as autoridades na escola Imbuial da Roseira, elogiou o trabalho e o esforço de todos para democratizar a comunicação, principalmente no setor da educação. “Oportunizar o acesso a informação com caráter pedagógico torna-se um grande componente para melhorar a qualidade da educação visto que a internet é tão necessária nos dias de hoje”, destacou Beti Pavin.
No município de Colombo, são cinco escolas que recebem a conexão: Bortolo Cavassin, no bairro Uvaranal, Maria Antonieta Farani, no bairro Capivari, Tiradentes, no bairro Campestre e João José Gasparin, no bairro Poço Negro, além da escola Imbuial da Roseira, local escolhido para a entrega oficial da prestação deste serviço.
A ferramenta complementar ao aprendizado faz parte das obrigações definidas pela Anatel que até 2015 todas as escolas rurais nos estados do Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo e Rio de Janeiro, recebam esta cobertura. Ao todo elas somam mais de 4.500 instituições rurais, sendo aproximadamente 1.400 só no Estado do Paraná.
Da esq p/ dir.: O presidente da TIM, Rodrigo Abreu, a prefeita Beti Pavin, o ministro Paulo Bernardo e o vice-prefeito, Ademir Goulart durante a solenidade de entrega da conexão de internet
Da esq p/ dir.: O presidente da TIM, Rodrigo Abreu, a prefeita Beti Pavin, o ministro Paulo Bernardo e o vice-prefeito, Ademir Goulart durante a solenidade de entrega da conexão de internet
Para o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, esta exigência visa conectar o maior número de pessoas e alunos para terem acesso à informação. “Isto é mais do que importante, é primordial para o governo federal oferecer esta comunicação para que os estudantes tenham a oportunidade de ter a informação”, disse o ministro.
O presidente da TIM, Rodrigo Abreu, afirmou que, “acredita na inclusão digital por meio da tecnologia móvel, por isso, disponibilizar acesso à internet em escolas rurais vai muito além do cumprimento de uma obrigação. Faz parte do compromisso com a sociedade e reforça a importância do setor para o desenvolvimento do país”.
A escola Imbuial da Roseira, que acaba de completar 11 anos, conta hoje com cerca de 400 alunos e não atende apenas a área rural, segundo explicou Beti Pavin. “Embora a escola esteja localizada neste região, atualmente ela recebe alunos de outros bairros que não tem caracaterística rural, como o Monte Castelo, em virtude da expansão e crescimento da nossa cidade”, informou a prefeita. Beti lembrou que na época da sua inauguração, a escola atendia 70 alunos.
A diretora da escola Imbuial da Roseira, Noemi Strapasson recebeu da empresa TIM três tablets para utilização dos professores e suas atividades educacionais junto aos alunos
A diretora da escola Imbuial da Roseira, Noemi Strapasson recebeu da empresa TIM três tablets para utilização dos professores e suas atividades educacionais junto aos alunos
Ao final do evento, a empresa doou para a escola três tablets para utilização dos professores e suas atividades pedagógicas junto aos alunos. Estiveram presentes nesta cerimônia o vice-prefeito, Ademir Goulart e os seguintes secretários municipais: da Educação e Esporte, Aziolê Cavallari Pavin; da Administração, Luiz Gilberto Pavin; do Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Tosin; da Fazenda, Marcio Strapasson; da Ação Social e Trabalho, Maria da Silva Souza; da Saúde, Fernando Aguilera; da Indústria, Comércio, Turismo e Cultura, Antonio Ricardo Milgioransa; da Agricultura e Abastecimento, Marcio Toniolo; de Obras e Viação, João Maria Rodrigues; do Meio Ambiente, José Carlos Moretes do Amaral; do Planejamento, Cezar Bittencourt Junior; o administrador da Regional Maracanã, Angelo Betinardi; o presidente da Câmara de Vereadores, José Renato Strapasson que na mesa de autoridades representou os demais legisladores da casa de leis, entre outros servidores e a população em geral.
Fotos: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG- colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC; no site oficial: www.colombo.pr.gov.br e no Instagram: @colombopmc

SELEÇÃO BRASILEIRA COMEMORA VITÓRIA CONTRA CROÁCIA COM PIZZA

A estreia com pé direito na Copa do Mundo acabou em pizza para a seleção brasileira. Já de volta à Granja Comary após a vitória sobre a Croácia por 3 a 1, quinta-feira na Arena Corinthians, jogadores e comissão técnica do Brasil comemoraram o resultado comendo sortidos sabores da popular iguaria italiana no início da madrugada desta sexta

Seleção, pizza

PMDB desiste de “fatiar” a convenção do Paraná


Encontro para decidir apoio a Richa ou candidatura própria havia sido dividido em duas etapas, estratégia que era vista como tentativa de enfraquecer Requião
João Arruda - PMDB


A direção do PMDB no Pa­raná voltou atrás e decidiu rea­lizar a convenção estadual em um único dia: 20 de junho. Na terça-feira, a cúpula da sigla no estado havia decidido dividir a convenção em dois dias (20 e 29) – estratégia que foi interpretada nos bastidores como uma tentativa de enfraquecer a ala ligada ao senador Roberto Requião, que pretende se lançar candidato ao governo do estado. Ontem, a direção estadual tornou pública a desistência da ideia. O PMDB está dividido entre apoiar a reeleição do governador Beto Richa (PSDB) ou lançar candidato próprio.
“Eu entendo que a jogada era ganhar tempo para articular”, disse o deputado federal João Arruda (PMDB-PR), aliado de Requião. Com a convenção em dois dias, primeiramente seria decidido se o partido lançaria candidato ou se apoiaria Richa (no dia 20). Caso vencesse a tese da candidatura própria, a escolha do candidato – Requião ou o ex-governador Orlando Pessuti – ocorreria nove dias depois.
Deputado reclama de nomeações no Porto de Paranaguá
O deputado federal João Arruda (PMDB), aliado do senador Roberto Requião, anunciou que vai recorrer às executivas nacional e estadual do PMDB pedindo que três delegados do partido não possam votar na convenção estadual que irá escolher se o partido lançará candidato próprio ao governo ou se apoiará a reeleição do governador Beto Richa (PSDB).
Um dos delegados foi nomeado no dia 9 para um cargo no Porto de Paranaguá, órgão do governo estadual. Outros dois são parentes de uma recém-contratada pela administração portuária. Arruda levanta a suspeita de que o porto estaria sendo usado para conquistar votos na convenção do PMDB com o objetivo de favorecer a aliança com Richa.
Para João Arruda, o Minis­tério Público (MP) também tem de olhar atentamente para o caso. “É um desrespeito ao nosso partido, essa intervenção”, disse o deputado.
A Administração dos Portos de Paranaguá e Anto­nina (Appa) informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não irá comentar o assunto. A reportagem da Gazeta do Povo também tentou entrar em contato com o presidente do PMDB no Paraná, o deputado federal Osmar Serraglio, para que ele comentasse o caso. Mas, até o fechamento desta edição, não conseguiu contactá-lo.
Nos bastidores, especula-se que o principal beneficiado seria Pessuti, que teria mais tempo para conquistar os votos dos delegados. Isso aumentaria suas chances diante de Re­quião. Para a ala peemedebista ligada a Beto Richa, a escolha de Pessuti seria mais vantajosa. O senador Requião é visto como um candidato com mais potencial eleitoral do que Pessuti. Ou seja, uma eleição com Requião na disputa pelo Palácio Iguaçu seria mais difícil para o governador.
Arruda explicou que procurou a direção nacional do PMDB para reverter a decisão da cúpula do partido no Paraná. Ele disse que o edital que previa a convenção em ­duas etapas estava confuso e não seguia o estatuto do partido. Isso poderia levar a convenção a ser questionada na Justiça. No final, acabou prevalecendo a antiga regra: a convenção ocorre num único dia.
Decisão
Procurado pela reportagem, Pessuti disse ontem que na próxima segunda-feira fará uma reunião com o seu grupo político para decidir se manterá sua pré-candidatura. Ele não descartou a possibilidade de apoiar a coligação com o PSDB do governador Beto Richa.
A reportagem procurou o deputado federal Osmar Serra­glio, presidente do diretório estadual do PMDB, para comentar a desistência de promover a convenção em dois dias, mas não conseguiu localizá-lo até o fechamento da edição.

FAN FEST DA PEDREIRA FOI SUCESSO NA ABERTURA DA COPA EM CURITIBA


13 de junho de 2014
Mais de 10 mil pessoas, entre brasileiros e gringos, comemoraram a vitória do Brasil na Fan Fest da Pedreira. Apesar da boa estrutura, público reclamou do preço de alimentos e da falta de internet de Curitiba
fan_fest_1_130614
Foto:Antônio More
Adriana Czelusniak/Gazeta do Povo
As mais diversas nacionalidades marcaram presença no primeiro dia de Fan Fest na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba. Grupos de australianos, mexicanos e norte-americanos, entre outros, circularam devidamente vestidos com as cores de suas seleções. Uma mistura que deu certo. De acordo com a Polícia Militar, mais de 10 mil pessoas acompanharam a vitória do Brasil contra a Croácia, sem qualquer registro de confusão dentro da festa.
Apesar das rodinhas de amigos, havia quem aproveitasse o evento sozinho. O empresário Hamid Mesgarzadeh chegou há quatro dias do Irã e pretende acompanhar todos os jogos do torneio nas Fan Fests de Curitiba, Belo Horizonte e Salvador – as três cidades recebem jogo da seleção iraniana. “Gostei muito de Curitiba, das pessoas e da festa. A única dificuldade é encontrar quem fale inglês. Só consegui estar aqui por que conheci uma brasileira no shopping e ela me ajudou”, disse.
O público acompanhou o desempenho dos atletas comandados por Felipão pelo telão de 88 metros quadrados. Entre algumas reclamações sobre o preço de alimentos e problemas técnicos como a falta de internet – que prejudicou o espaço intera­­tivo montado pelo Ministério da Cultura (MinC) –, os torcedores aprovaram a festa oficial.
“Vamos voltar em todos os jogos do Brasil”, garantiu a hoteleira Sílvia Loureiro, que foi acompa­­nhada do pai, o empresário Sérgio. “Moramos perto da Pedreira e ficamos surpresos com a organização. Tudo está excelente, seguro e tranquilo”, disse Sérgio. Assim como parte do público, pai e filha ficaram no local depois do jogo para o show do cantor Dudu Nobre.

Paraná pode pedir até R$ 1 bilhão ao Governo Federal


13 de junho de 2014
Defesa Civil do Estado ainda contabiliza os prejuízos causados pelas chuvas, mas na semana que vem já deve pedir formalmente o auxílio federal
Arnaldo Alves/AEN/Divulgação
Arnaldo Alves/AEN/Divulgação
Kelli Kadanus, Especial para a Gazeta do Povo
Defesa Civil do Paraná estima que os prejuízos causados pelas chuvas que atingiram o estado cheguem a R$ 1 bilhão. Até o momento, mais de R$ 500 milhões em prejuízos já foram confirmados. “Ainda não terminamos o levantamento, porque União da Vitória, por exemplo, ainda está debaixo d’água”, explica o coordenador estadual da Defesa Civil, Coronel Adilson Castilho Casitas.
De acordo com o coronel, a fase de socorro às vítimas já está quase no fim. Depois disso, será feito um levantamento real dos prejuízos. “Nós só não fizemos o pedido de mais recursos ainda porque estamos checando com as prefeituras”, explica Castilho. “Após o encerramento do socorro às vítimas os municípios têm dez dias para apontar os danos causados”, esclarece Castilho. “Os valores devem chegar a R$ 1 bilhão”, afirma.
Segundo ele, no máximo na semana que vem o governo estadual vai pedir formalmente ao governo federal essa ajuda, mesmo que o levantamento não esteja formalmente terminado. Uso dos recursos Os recursos devem ser usados para o conserto de pontes, estradas rurais, rodovias, residências e prédios públicos danificados pela chuva. “Os municípios não vão ter recursos para isso sozinhos”, afirma o coordenador da Defesa Civil. Segundo o coronel, os municípios de GuarapuavaCascavel União da Vitória são os que apresentam situação mais crítica. “O município de União da Vitória está em situação de calamidade pública”, lembra Castilho. Segundo o coordenador da Defesa Civil, o abastecimento de água e energia elétrica já foi 100% reestabelecido em todas as cidades atingidas pelas chuvas. O próximo passo é liberar as vias de acesso.

Lava Jato identifica dinheiro desviado de obra da Petrobrás em contas da Suíça


13 de junho de 2014
A Operação Lava Jato identificou depósitos de empresas investigadas por supostos desvios na Petrobrás em contas na Suíça atribuídas ao doleiro Alberto Youssef – alvo maior da Polícia Federal no combate a sofisticado esquema de lavagem de dinheiro que pode ter alcançado R$ 10 bilhões.
Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão
Alguns repasses foram realizados por uma subcontratada das obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Outros depósitos partiram de empreiteiras, uma delas sediada em Salvador (BA).
No final de maio a Suíça comunicou o Brasil sobre o bloqueio de US$ 5 milhões em contas titularizadas por um “colaborador” de Youssef. Também foi decretado o embargo de outros US$ 23 milhões em 12 contas do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, engenheiro Paulo Roberto Costa.
A Suíça abriu processo penal contra o ex-diretor da Petrobrás por lavagem de dinheiro.
Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão
EX-DIRETOR FOI PRESO NOVAMENTE
A PF suspeita que Costa mantém ativos em instituições financeiras não apenas na Suíça, mas também de outros países. Para a Justiça Federal, “as contas secretas (de Costa em Genebra) podem apenas revelar um padrão de conduta, não se excluindo de antemão a possibilidade da existência de outras contas em outros países, eventualmente de difícil acesso pelas autoridades brasileiras”.
Os extratos das contas de Youssef e de Costa serão solicitados formalmente pelo Brasil às autoridades suíças. Esses documentos poderão revelar a origem e o destino de todos os depósitos em favor do doleiro e do ex-executivo da estatal petrolífera.
A repatriação dos valores depositados nas contas dos investigados só poderá ser requerida quando houver uma sentença criminal definitiva no Brasil – exigência de Berna.
A PF suspeita que Costa e Youssef usaram instituições financeiras de Genebra para ocultar valores desviados de contratos da estatal, desde a época em que o engenheiro dirigiu sua área de abastecimento (2004/2012).
Relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) anexado aos autos da Lava Jato sugere a existência de uma conta corrente de Costa com o doleiro, “além de contas comuns no exterior e a entrega de relatórios mensais da posição dele com o doleiro” e “pagamentos em haver para ele e para terceiros, alguns também relacionados a negócios envolvendo a Petrobrás”.
A PF suspeita que Youssef pagou R$ 7,9 milhões em propinas para o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, entre 2011 e 2012. Os pagamentos, segundo a PF, estavam “relacionados a obras da refinaria Abreu e Lima, licitada pela Petrobrás na qual o investigado (Costa) teve participação”.
A investigação da Suíça contra o ex-diretor da estatal petrolífera foi instalada em 10 de abril, quando a Unidade Financeira de Inteligência daquele País identificou as contas pelas quais transitaram os valores atribuídos a Paulo Roberto Costa e ao doleiro Alberto Youssef.
Luc Leimgruber, procurador federal suíço, informou que entre 2011 e 2012 Costa teria recebido “propinas para a adjudicação das obras no âmbito da construção das refinarias de Abreu e Lima, nos arredores de Recife (Pernambuco)”.
Segundo a Suíça, o dinheiro nas contas de Costa teria origem ainda em “desvio de fundos públicos no âmbito de outra investigação vinculada à compra pela Petrobrás , em 2006, da refinaria americana Pasadena, sediada no Texas”.
A Procuradoria da República vê a Petrobrás como vítima da organização liderada por Youssef e Costa. A estatal juntou petição nos autos da Lava Jato em que se prontifica a colaborar com as investigações.
A Procuradoria da República e a Polícia Federal apontam para o projeto da refinaria Abreu e Lima, orçada na época da contratação em R$ 2,5 bilhões e atualmente com orçamento de R$ 20 bilhões.
A Procuradoria sustenta que o contrato “apresentou indícios de superfaturamento ou sobrepreço na execução e fornecimento de materiais”. Auditoria do Tribunal de Contas da União aponta sobrepreço de R$ 446, 2 milhões.
O projeto inicial da refinaria foi de responsabilidade Paulo Roberto Costa.

Soldado da PM mata homem em rixa antiga de vizinhos e acaba morto com tiros nas costas



Um soldado da Polícia Militar (PM) e um homem de 29 anos foram mortos na noite desta quinta-feira (12) no bairro Francisco Gorski, em Campo Largo na região metropolitana de Curitiba. Eles eram vizinhos e alimentavam uma rixa antiga. O soldado André da Silveira Guazina, 46 anos, teria atirado e matado o vizinho José Carlos Cunianic enquanto outro homem, que viu os disparos, teria assassinado o soldado minutos depois.
O crime aconteceu por volta das 19 horas na Avenida Canadá. Os dois vizinhos, de acordo com moradores, discutiam e brigavam constantemente. O motivo da briga na noite de ontem não foi apurado. Durante a discussão, o policial efetuou um disparo contra José e também atingiu outro homem, João Carlos Cunianic, 27 anos, irmão do alvo, que estava no local. Minutos depois, outro homem, não identificado, surpreendeu o soldado e atirou contra as costas dele.
“Esses dois que discutiram com o policial estavam armados e provavelmente um terceiro o matou pelas costas. Eles não eram vizinhos de muro, o policial morava mais para o fim da rua e o outro mais para o meio”, contou o soldado Biniara
Logo após os disparos, o homem que atirou contra o policial fugiu para um matagal próximo da região. Equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado, mas o policial e o vizinho já estavam mortos. O irmão de José foi encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital Nossa Senhora do Rocio e corre risco de morrer.
A Polícia Militar fez patrulhamento durante toda a noite para tentar localizar o atirador. O soldado que foi morto a tiros era lotado no Batalhão de Polícia de Guarda (BpGb).
Fonte; BandaB

Carro sobe em cima do outro após grave acidente no Rebouças


ACIDENTE DENTRO1
Kia Sorento parou em cima do Kadett 

Um Kia Sorento terminou literalmente sobre um Kadett, por volta das 5h desta sexta-feira (13), no cruzamento da Rua João Negrão com a Av. Getúlio Vargas, no bairro Rebouças, em Curitiba. O motorista do Kadett teve ferimentos e foi encaminhado ao Hospital Cajuru, já o casal que ocupava o Kia Sorento teve apenas arranhões e não precisou ir ao hospital.
ACIDENTE DENTRO2

De acordo com testemunhas, o Kadett, dirigido por um pintor, teria furado o sinal vermelho. Uma moradora da região lamentou o número de acidentes na região. “Aqui no bairro Rebouças de madrugada é roleta russa. Parece que todo mundo vê o problema e ninguém faz nada”, protestou ela.
O Kadett tinha problemas com documentação e por isso foi apreendido. A Delegacia de Delitos de Trânsito de Curitiba deve receber o Boletim de Ocorrência do caso.
Fonte: Banda B

Trabalhador morre ao chegar em casa só porque estava ao lado de alvo do assassino



sitio-cercado
Home tentou pedir ajuda, mas morreu dentro da cozinha de casa. Foto: 

O trabalhador Reginaldo Gomes dos Santos, 36 anos, foi morto a tiros próximo ao terminal de ônibus do bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Santos voltava para casa para levar a família à igreja, como fazia todas as quintas-feiras. Ele foi atingido por um tiro que tinha como alvo outro homem, que também foi morto, baleado na cabeça. Os bandidos fugiram e não tinham sido encontrados até a noite de ontem.
O crime aconteceu às 20h30 na Rua Helse Maria M. Pacheco de Carvalho, esquina com a Rua Clevelândia. O alvo dos bandidos, um homem sem identificação com cerca de 30 anos, também foi baleado e morreu no local. Durante os disparos, o trabalhador, que estava em frente à casa dele, foi atingido. Santos tentou correr para pedir socorro, mas morreu na cozinha.
A Polícia Militar (PM), que esteve no local, confirmou à Banda B que Reginaldo Santos não tinha envolvimento com ilícitos, era trabalhador e foi atingido porque estava próximo ao verdadeiro alvo. A família de Santos ficou em estado de choque.
“A briga era por causa de ponto de tráfico de drogas na região. O rapaz morto na esquina tinha envolvimento com a venda de drogas. Já o outro homem atingido não devia nada e foi morto no portão de casa quando chegava. Infelizmente, ele foi morto na mão de bandidos, sem ter nenhuma ligação”, lamentou o delegado Danilo Zarlenga da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Os atiradores estavam em uma motocicleta e já estão sendo identificados pela polícia. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).