Sem Dilma, PT confirma Padilha como candidato ao governo de SP




Presidente não compareceu por motivos de saúde, segundo o partido. 
Lula esteve no evento realizado na capital paulista.




Ex ministro da Saúde Alexandre Padilha


O ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha foi confirmado na manhã deste domingo (15) como candidato do PT ao governo de São Paulo. A convenção foi realizada no ginásio da Portuguesa, na capital paulista, e teve uma votação simbólica dos presentes para apontar Padilha oficialmente como o escolhido do partido para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes. O nome do vice ainda não foi definido.
O evento teve a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas não contou com  presidente Dilma Rousseff, que cancelou a viagem na tarde de sábado (14) por motivos de saúde, segundo a legenda.

Depois, vários petistas exaltaram a presidente e criticaram o fato de ela ter sido alvo de xingamentos na abertura da Copa do Mundo na Arena Corinthians, em São Paulo. O ex-presidente Lula criticou a postura da torcida e os insultos dirigidos à presidente Dilma.  "Vocês nunca me viram dizer palavrão para nenhum presidente, por mais que ele merecesse. E foi usado palavrão no setor das pessoas que não sabem o que é a palavra 'calo na mão'. Porque aquelas pessoas tinham cara de tudo, menos de trabalhador".
No entanto, a presidente foi lembrada em diversos momentos. Em um vídeo exibido no evento, Dilma falou que os paulistas querem uma chance de mudanças e citou o problema de desabastecimento do Sistema Cantareira, tema que deverá ser bastante explorado por Padilha. "São Paulo não pode mais confiar em volume morto. Você, Padilha, é volume vivo", afirmou a presidente.
 
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, também do PT, disse estar "engasgado". "O mínimo que a política com 'p' maiúsculo tinha que exigir era um gesto de solidariedade e de repúdio ao que aconteceu nas arquibancadas dos candidatos adversários e das pessoas minimamente civilizadas", falou.
Candidatura
Padilha subiu ao palco de mãos dadas com Lula. Em seu discurso, o ex-ministro da Saúde falou sobre compromisso com a saúde e lembrou de seu passado como médico em regiões remotas do país. Abordou bastante também a questão da segurança pública e falou sobre necessidade de mudança. "Em minhas veias, corre o sangue paulista. O sangue daqueles que não se acomodam. Eu não sou conformista", disse.
Também abordou o tema educação: "os governos tucanos transformaram o que se chamava de progressão continuada numa verdadeira aprovação automática. São 20 anos de desserviço", criticou.
A homologação do candidato petista foi feita em convenção estadual com a presença de cerca de 3 mil delegados e militantes no ginásio do Canindé, região Central de São Paulo. O evento contou com cartazes com o rosto do candidato ao lado da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula, além de referências à candidatura de reeleição do senador Eduardo Suplicy. Delegados trouxeram faixas de torcidas organizadas, especialmente do Corinthians, time do Lula. A bateria da escola de samba Gaviões da Fiel tocou no evento, assim como o músico Rappin Hood.
O evento também contou com a presença das ministras Miriam Belchior, Eleonora Menicucci e Marta Suplicy, do líder do PT na Câmara dos Deputados, Vicentinho, e do presidente nacional do PT, Rui Falcão.
O pai de Padilha, seu Antônio Padilha, foi chamado ao palco para apresentar uma homenagem ao seu filho. Durante a convenção, um vídeo com depoimentos de amigos e familiares do agora candidato foi passado.

Seleção do Irã chega a Curitiba para jogo de segunda-feira



A seleção do Irã chegou a Curitiba no início da noite deste sábado (14) para disputar a primeira partida do Mundial na cidade, contra os nigerianos, na segunda-feira (16). Recebidos por dezenas de simpatizantes, os iranianos desembarcaram no aeroporto Afonso Pena sob forte aparato de segurança. Eles estavam em São Paulo, onde treinam durante a estadia no Brasil.
Ao chegarem ao hotel, os jogadores foram surpreendidos pelos torcedores, muitos deles iranianos, que gritaram o nome do país e levantavam bandeiras do Irã. Em respeito a calorosa recepção, os jogadores deixaram as malas no hotel rapidamente e voltaram para saudar os torcedores.
O trânsito na Rua Comendador Araújo, onde estão hospedados, ficou bloqueado durante quase uma hora para que a delegação pudesse entrar no hotel. Apesar do tráfego lento, o ônibus chegou ao hotel uma hora depois de desembarcar no aeroporto Afonso Pena. O Irã fará um treino de reconhecimento no gramado da Arena da Baixada neste domingo, às 14h30.
Recepção
A chegada do Irã a Curitiba trouxe o otimismo e o bom humor dos torcedores. Longe das disputas políticas do oriente médio, eles puderam se expressar mais livremente sobre política e esporte.
O comerciante Vahid Saatsaz, 33 anos, é iraniano, mas mora em Curitiba já há seis meses. Com sotaque carregado e português razoável, ele está otimista com a presença da seleção do Irã na cidade. “Vamos ganhar por 2 a 1”, afirma, carregando sua filha Linda, de dois anos.
Saatsaz está ainda tentando conseguir ingressos para ele e a família. O comerciante não tem boas lembranças do retrospecto iraniano em Copas, mas uma recordação ninguém consegue lhe tirar. “Em 1998, na França, ganhamos dos Estados Unidos. Estou feliz com a seleção aqui, mesmo sem ingressos”, conta, gargalhando.
Ao lado dele, está outro iraniano, Aresh Memari, 44, que mora no México e veio para o Brasil assistir todos os jogos do Irã. Em Guadalajara, torce pelo mexicano Chivas.
“Vou ver todos da primeira fase e vamos passar para as oitavas”, comenta. Orgulhoso, mostra as fotos os ingressos dos jogos do Irã contra Nigéria, Bósnia e Argentina.
“Obama is not coming”
Dezenas de policiais e quase dez viaturas policiais, além de soldados do Exército e agentes da Polícia Federal acompanharam todo trajeto da seleção iraniana, desde o desembarque do Aeroporto Afonso Pena até o Hotel Pestana, na Rua Comendador Araújo, no Batel.
O excesso de zelo em torno dos iranianos acabou motivo de piada entre os torcedores que esperavam. “Obama não está vindo”, ironizou Memari, em inglês, ao ficar surpreso com as barreiras policiais que fecharam a rua e dividiram os torcedores da entrada do hotel.
Palestina e Israel em paz na cidade
Entre as dezenas de torcedores que acompanhavam a chegada da seleção persa em Curitiba estavam muitos árabes, de origem libanesa, palestina e síria. Muitos deles carregavam bandeira pedindo libertação de líderes palestinos presos em Israel.
A manifestação provocou a curiosidade do jornalista israelense Ori Cooper, do diário de Tel Aviv Yedioth Ahronoth, que está em Curitiba acompanhando a seleção da Nigéria e do Irã. Ele conseguiu entrevistar alguns árabes e iranianos depois de algumas caras feias ao dizer seu país de origem. Cooper acabou abordado pelo presidente da Sociedade Árabe Brasileira Moutih Ibrahim, após falar em hebraico durante a reportagem.
“Aqui no Brasil judeus e árabes estão em paz. É o único país do mundo que é assim”, disse Ibrahim a Cooper. Os dois apertaram as mãos cordialmente. “É como se fôssemos primos. Eles são nossos vizinhos. No futebol somos amigos”. Sobre política, os dois foram reticentes, mas Cooper resumiu. “Em política é diferente”, diz.

Fonte; Gazeta do povo

SENADOR REQUIÃO CONCEDE ENTREVISTA EXCLUSIVA AO " MESA REDONDA DOS BLOG'S "








Entrevista exclusiva do programa MESA REDONDA DOS BLOG"S, com o senador Roberto Requião, pré candidato ao governo do Paraná. Requião compareceu na sexta feira dia 13/06 nos estúdios da RADIO MARACANÃ, onde concedeu entrevista aos apresentadores Wilson Vieira e Nilton do Rim, e como entrevistador convidado o blogueiro Esmael Morais. O Senador falou que é oficialmente pré-candidato ao governo do Paraná.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO:


Homem é assassinado com três tiros em frente de casa em Curitiba


No total, Curitiba e região metropolitana já tiveram 13 mortes neste fim de semana



Curitiba e Região Metropolitana tiveram pelo menos 13 mortes entre a noite de sexta-feira (13) e o início da manhã deste domingo (15). Seis foram assassinadas por armas de fogo e uma, em decorrência de agressão física. As informações são do Instituto Médico Legal (IML).
Uma das vítimas tinha 35 anos e foi morta após receber três disparos por arma de fogo no abdômen, tórax e pescoço, segundo a Divisão de Homicídios da Polícia Civil. O homem estaria em casa, na Vila Nossa Senhora da Luz, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), quando alguém o chamou pelo nome na madrugada deste domingo (15). Ao sair, o homem foi assassinado. Ainda não informações sobre a autoria nem a motivação do crime. A polícia acredita que tenham sido dois autores, em uma moto.
Outro homicídio foi registrado perto das 4 horas deste domingo no Jardim Eucaliptos, em Colombo. A polícia do município não soube passar maiores informações.
Sábado
Na madrugada de sábado (14), por volta da 1 hora, uma vítima de 24 anos foi morta por sete disparos de arma de fogo. O jovem estaria em frente a uma praça na Rua Padre João Kominek, Jardim Gabineto, na CIC, quando foi abordado por um grupo e, posteriormente, assassinado.
No mesmo horário, ainda no sábado, um homem de 34 anos foi morto com três tiros na cabeça. O crime aconteceu na Rua Sebastião Leonildo Fontana, no bairro Guatupê, em São José dos Pinhais.
Já às 2 horas, um homem foi encontrado morto às margens do quilômetro 147 da BR-116, em Mandirituba. Segundo a Polícia Militar, a vítima apresentava sinais de agressão e dois cortes no pescoço. A Polícia suspeita que a pessoa tenha sido morta em outro local e, posteriormente, os criminosos teriam tentado ocultar o cadáver próximo da rodovia.
Outro homicídio foi registrado perto das 3 horas de sábado no bairro Campo Pequeno em Colombo. A Polícia Militar informou que um rapaz de 23 anos levou um tiro no tórax em via pública. Ele chegou a ser levado até o Pronto Socorro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto Maracanã, em Curitiba, mas não resistiu ao ferimento.

Circulação ao redor da Arena será restrita nesta segunda-feira; veja que ruas serão bloqueadas


Por SMCS

copa-dentro
Medida que será repetida em todos os dias de jogos em Curitiba. Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (16) será implantado o bloqueio das ruas ao redor da Arena da Baixada, medida que será repetida em todos os dias de jogos em Curitiba. O bloqueio é necessário por motivos de segurança. Para assegurar a livre circulação dos moradores, comerciantes, trabalhadores e clientes de estabelecimentos, foi realizado um cadastramento.
A partir da zero hora do dia de jogo, é proibido estacionar nas ruas do perímetro de bloqueio. A partir das 10 horas, somente carros credenciados entram na área e a prtir do meio-dia será proibida a circulação de veículos no quadrilátero.
Torcedores que têm ingresso para os jogos do Mundial terão acesso à Arena, a pé, a partir das ruas bloqueadas.
O perímetro abrange as seguintes vias:
· Rua Desembargador Westphalen (entre Avenida Silva Jardim e Rua Chile)
· Rua Chile (entre Rua Des. Westphalen e Avenida Água Verde)
· Avenida Água Verde (entre Rua Chile e Rua Bento Viana)
· Rua Bento Viana (entre Avenida Água Verde e Avenida Silva Jardim)
· Avenida Silva Jardim (entre Rua Bento Viana e Rua Des. Westphalen)
Os pontos de verificação de veículos estão localizados nos seguintes cruzamentos: Rua Bento Viana com Rua Brasílio Itiberê; Av. Silva Jardim com ruas Ângelo Sampaio e Buenos Aires; Rua Des. Westphalen com Av. Iguaçu; e Rua Chile com Rua Nunes Machado.
Os pontos de acesso do Ônibus-Arena são as ruas: Engenheiros Rebouças – acesso à Av. Mal Floriano Peixoto; Petit Carneiro – acesso à Av. República Argentina; e Buenos Aires – acesso à Av. Sete de Setembro. Há uma faixa exclusiva para ônibus na Avenida Silva Jardim, entre as ruas Bento Viana e 24 de Maio. Veja mais sobre as linhas de ônibus que levam à Arena Aqui
Os pontos de táxi estão localizados na Rua Nunes Machado, entre as ruas Chile e Brasílio Itiberê. O fluxo dos táxis seguirá pelas ruas Brasílio Itiberê, 24 de Maio e Des. Westphalen.
O acesso aos hospitais da região será feito pela Av. Silva Jardim, com entradas nas ruas Maurício Caillet, Desembargador Motta e Nunes Machado.
A área de desvio de trânsito é formada pela Av. Batel, Rua Dr. Pedrosa, Av. Visconde de Guarapuava, Rua Cons. Laurindo, Rua João Negrão, Rua Cons. Dantas, Av. Pres. Kennedy, Rua D. Pedro I, Rua Álvaro Jorge, Rua Guararapes, Rua Castro Alves, Rua Carneiro Lobo, Rua Guilherme Pugsley e Rua Saint’ Hilaire.
Agentes da Setran e oficiais da Polícia Militar do Paraná e do Exército estarão na região para fazer as orientações necessárias ao público.

Dupla rende gerente de posto de combustível e foge com R$ 23 mil de movimentação de fim de semana



O gerente de um posto de combustível, que fica na BR-277, na altura do bairro Cajuru, em Curitiba, foi rendido por uma dupla de assaltantes na manhã deste domingo (15). Eles conseguiram levar a quantia de R$ 15 mil em notas e R$ 8 mil em cheque. O gerente não ficou ferido e a dupla ainda não foi encontrada pela polícia.
De acordo com testemunhas, um veículo Corsa Classic de cor branca estacionou no pátio do posto de combustível e esperou que o gerente saísse. Em depoimento à polícia, o gerente contou que estava com toda a movimentação do fim de semana em uma bolsa de mão.
Armado, o passageiro do Classic, então, saiu do carro, rendeu o gerente e fugiu com o comparsa, levando todo o dinheiro da movimentação do posto. A Polícia Militar foi acionada, mas ainda não se sabe o paradeiro da dupla.
A suspeita é que a dupla tivesse informações privilegiadas sobre a rotina de administração do posto de combustível. As câmeras de segurança registraram a chegada do Corsa ao posto e podem auxiliar na identificação da placa do veículo usado no assalto. A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) investiga o caso.

Fonte: Banda B

Gangue do Maçarico troca tiros com a polícia e dois deles acabam presos no Novo Mundo


hsbc-novomundo
Agência do HSBC onde a troca de tiros aconteceu. 

Dois integrantes da quadrilha intitulada Gangue do Maçarico foram presos durante a madrugada deste domingo (15) no bairro Novo Mundo, em Curitiba. Eles trocaram tiros com a Polícia Militar e a suspeita é que um terceiro integrante – que conseguiu fugir – esteja ferido. Os detidos não tiveram a identidade confirmada, mas têm 18 e 19 anos e são naturais de Joinville.
Durante a madrugada, o trio invadiu a área do autoatendimento de uma agência do HSBC, localizada na Avenida República Argentina. Moradores viram a ação do grupo e acionaram a polícia. Houve intensa troca de tiros e um deles, o único que estava armado, conseguiu fugir. “Suspeitamos que ele esteja ferido e vamos monitorar hospitais de Curitiba e região”, disse o tenente João Correia do 13º Batalhão da Polícia Militar, que participou da ação.
Os dois detidos são jovens e vieram da cidade catarinense para praticar o assalto. Eles estavam com um Fiat Uno. Testemunhas disseram ter visto o foragido com um veículo Polo de cor prata. A dupla presa foi levada ao Centro de Operações Policias Especiais (COPE).
santander-hc
Tentativa aconteceu no Santander do Alto da XV. Foto: 
Antes
Antes da ação que resultou na prisão, o trio conseguiu cortar um caixa eletrônico do banco Santander, na rua Padre Antônio, próximo ao Hospital das Clínicas, na noite de sábado (14). No entanto, como o cofre não foi atingido e eles fugiram antes da chegada da polícia, decidiram partir para um novo assalto.

Fonte; Banda B

30ª Caminhada de Requião em Londrina, lutando pela candidatura própria.



O Senador Roberto Requião, esteve em Londrina nesse sábado dia 14/06 participando da CAMINHADA  RUMO A CONVENÇÃO ESTADUAL DO PMDB, lutando pela candidatura própria.

Dia 20 junho sexta feira agora a partir das 08 da manhã na Sociedade URCA é o grande dia da CONVENÇÃO ESTADUAL DO PMDB.













Fonte; Blog do Esmael