Osmar Serraglio entra firme na campanha para Vice de Beto Richa

O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,sul-tem-temperatura-abaixo-de-0c-e-geada,1514823




O deputado federal Osmar Serraglio definiu de vez: é candidato a Vice Governador. Fez campanha ontem na Assembléia e esteve em audiência com Beto Richa. Segundo ele, está procurando mostrar aos convencionais do PMDB que tem condições de ser um grande Vice, por seu histórico de luta contra a corrupção quando investigou o Mensalão, como Relator da famosa CPI dos Correios e porque tem experiência em administração, pois estiveram sob sua gestão mais de Sete Bilhões de Reais na Câmara Federal, quando foi Primeiro Secretário.
O cargo é o segundo mais disputado da Mesa porque corresponde a ser Prefeito da Câmara, ou seja, o administrador do pessoal e do patrimônio daquela Casa. Serraglio foi eleito em votação secreta que envolveu os 513 deputados. A curiosidade é que durante 50 anos, nenhum deputado paranaense alcançou tal posição. O último tinha sido Bento Munhoz da Rocha Neto que, depois de ter sido Governador, elegeu-se deputado federal e lá foi Primeiro Secretário.O deputado Serraglio afirma que tem o apoio dos deputados federais, caso vença a opção pela Coligação na convenção de amanhã. Os convencionais do PMDB votarão amanhã, depois das 13hs, para Vice Governador, depois de ser proclamado o resultado da votação da manhã, em que os delegados dirão se preferem Richa ou Requião.

ULTRALEVE CAI DENTRO DE GINÁSIO DE ESPORTES E DUAS PESSOAS MORREM


No momento da queda no ginásio, time feminino cobrava escanteio.
Acidente aconteceu nesta quinta (19) em Lontras e dois morreram.


Peritos da polícia analisaram o ultraleve e isolaram o local do acidente (Foto: Giácomo Miranda/Diário Alto Vale/Divulgação)
Peritos da polícia analisaram o ultraleve e isolaram o local do acidente (Foto: Giácomo Miranda/Diário Alto Vale/Divulgação)
A Polícia Civil informou que a queda do ultraleve no município de Lontras, no Vale do Itajaí, aconteceu perto da trave oposta de onde adolescentes cobravam um escanteio, ou seja, os jogadores estavam aglomerados no canto da quadra contrário ao acidente. Testemunhas disseram à polícia que o motor da aeronave parou cerca de 100 metros da pista de aviação.
Monomotor caiu perto da trave oposta de onde adolescentes cobravam um escanteio (Foto: Giácomo Miranda/Diário Alto Vale/Divulgação)Monomotor caiu perto da trave oposta de onde
adolescentes cobravam um escanteio
(Foto: Giácomo Miranda/Diário Alto Vale/Divulgação)
O ultraleve caiu por volta das 15h30 desta quinta-feira (19), dentro do ginásio de esportes que fica ao lado do Aeroclube de Lontras. O equipamento quebrou a cobertura da estrutura e parou próximo a uma trave de futebol, na quadra. Segundo a polícia, o instrutor Venício Cristofoli, de 50 anos, e Gabriela Zonta, de 15 anos, estavam no monomotor. Os dois morreram no local.
O inquérito para apurar as circunstâncias do acidente está sob responsabilidade da polícia de Rio do Sul, cidade vizinha. Na quadra onde o ultraleve caiu, ocorria uma competição estadual denominada de 'Joguinhos Abertos de Santa Catarina'. No momento do acidente, dois times de futsal feminino - com atletas entre 13 e 17 anos - disputavam uma partida de futsal. Como todos estavam do outro lado da quadra, ninguém ficou ferido.
A polícia informou que o local da queda está isolado. Nesta quinta (19), só foi possível fazer um levantamento preliminar, porque já era noite. Os técnicos voltarão ao local na sexta (20) para continuar os procedimentos de coleta de indícios. A hipótese cogitada pelos investigadores, com base no relato das pessoas que estavam no ginásio, é que tenha ocorrido uma falha mecânica.
Dezenas de pessoas se aglomeraram em torno do ginásio para ver de perto o ocorrido (Foto: Giácomo Miranda/Diário Alto Vale/Divulgação)Dezenas de pessoas se aglomeraram em torno do
ginásio para ver de perto o ocorrido
(Foto: Giácomo Miranda/Diário Alto Vale/Divulgação)
De acordo com os agentes, testemunhas devem começar a prestar depoimentos na Delegacia de Polícia de Rio do Sul, a partir desta sexta (20). Além de árbitros que apitavam o jogo, foram convocados profissionais ligados ao aeroclube e que presenciaram o acidente.
Equipes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estiveram no local para auxiliar no atendimento às vítimas. Dezenas de pessoas se aglomeraram em torno do ginásio para ver de perto o que tinha acontecido.
Os dois corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Rio do Sul e devem ser liberados ainda na noite de quinta. Segundo a PM, é comum haver voos panorâmicos e treinamentos no aeroclube em fins de semana e feriados.

Nota da Fesporte
Em nota, a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) lamentou o ocorrido e informou que a programação de jogos no Ginásio Municipal de Lontras foi cancelada. Segundo a entidade, a competição foi transferida para a cidade de Rio do Sul.

Homem é morto a tiros por causa de cerca em zona rural da RMC


corpo
Corpo foi encontrado próximo a cerca, ‘pivô’ do crime. 

Um homem de aproximadamente 35 anos foi assassinado na zona rural de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, na tarde desta quinta-feira (19). O caso aconteceu próximo a uma chácara, localizada no bairro Balsa Nova.
corpo2
Segundo o soldado Marinho da Polícia Militar (PM), uma testemunha afirmou que ouviu barulho de tiros e viu uma Mitsubishi verde sair rápido do local. “Ele disse que, há uma semana, o mesmo veículo esteve ali e que houve um desentendimento por causa de uma cerca erguida no local”, explicou o soldado.
A vítima, identificada apenas como “Jacaré”, teria defendido a construção da cerca para proteger os cavalos dele que estavam no local. Já os ocupantes do automóvel brigaram com ele para derrubar a estrutura, já que se tratava de uma área particular. “Nós acreditamos que o homem não quis destruir a cerca e acabou sendo morto por causa disso. O corpo foi encontrado ao lado do ‘pivô’ do crime”, completou o soldado.
A vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) e a Delegacia da cidade deve investigar o caso.

fONTE bANDA  B

Chilenos que invadiram Maracanã não poderão voltar ao Brasil até o fim da Copa


Da Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) informou hoje (19) que o grupo de 85 chilenos presos ontem depois de invadirem o Centro de Mídia do Maracanã, zona norte do Rio de Janeiro, não poderão voltar ao Brasil até o fim da Copa do Mundo. Os dados colhidos foram lançados no sistema de imigração da PF, para impedir que os envolvidos entrem em território nacional durante o Mundial de futebol, caso algum deles tente retornar ao Brasil.
chilenos
(Foto: AP)
Os torcedores chilenos foram liberados pela Polícia Civil ontem (18) à noite e tem até sábado para deixarem o país se não quiserem ser deportados. Ainda segundo a corporação, havia um menor de idade entre os detidos que participou da invasão ao estádio com o pai, também notificado. O grupo foi autuado com base no Estatuto do Torcedor e o caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim). Os estrangeiros se reservaram o direito de só falar em juízo.
Nos passaportes e tarjetas (cartões de entrada) dos chilenos consta a notificação de saída e prazo de entrada. Por acordo internacional, paraguaios, argentinos, chilenos e uruguaios podem entrar no Brasil apenas com suas identidades. Ao ingressarem, recebem um documento chamado de tarjeta, que obrigatoriamente deve ser apresentado às autoridades brasileiras durante o deslocamento pelo Brasil e que comprova a entrada regular no país, bem como o prazo de estada. Para quem apresenta passaporte no ingresso no território nacional, como foi o caso de dois chilenos, essas informações são inseridas no documento de viagem. Caso algum dos detidos tente voltar ao Brasil e seja identificado por agente público, será encaminhado a uma unidade da PF para deportação sumária.
.

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA DE COLOMBO SOBRE AS MORTES NO P.A. MARACANANÃ






Foi noticiado hoje na mídia que ocorreram 2 óbitos no P. A. do Alto Maracanã e para  esclarecer a população a prefeitura  veiculou NOTA DE ESCLARECIMENTO:




“- No caso da criança Diego Junior de um mês: o bebê chegou na UPA na madrugada de hoje, roxo, em parada cardiorrespiratória avançada, onde foram realizados todos os procedimentos de reanimação, mas infelizmente a criança veio a óbito;
- No caso da senhora Maria da Luz , de 66 anos: a paciente chegou para consulta nesta quarta-feira à tarde, seguindo para exame de tomografia em Campo Largo, onde foi constatado uma mancha no cérebro. A partir deste diagnóstico, os profissionais da Unidade cadastraram a paciente na Central de Leitos. Neste período, ela ficou em observação na sala de Alto Risco, onde sofreu uma parada cardiorrespiratória, neste momento foram realizados todos os procedimentos médicos de reanimação, mas sem sucesso;
- No caso do senhor Gerson Bressan – 48 anos: o paciente veio no dia 18 a tarde, do hospital psiquiátrico San Julian em parada cardiorrespiratória, com ventilação mecânica, e foi reanimado. O caso é de infecção generalizada e neste momento ele encontra-se na Sala de Alto Risco da UPA, está medicado aguardando uma vaga na Central de Leitos;
- A Central de Leitos é gerenciada pelo Estado e pela Prefeitura de Curitiba, e assim que tenha vaga disponível esta prefeitura imediatamente encaminha os pacientes.
Sendo o que tínhamos a informar, nos colocamos ao inteiro dispor para eventuais outros esclarecimentos que se fizerem necessários.”

Diretor da Fifa diz que pessoas em pé na área de cadeirantes serão retiradas


"Isso é uma trapaça", diz Thierry Weil sobre pessoas que usam lugares reservados para deficientes. Entidade afirma que torcedores têm que comprovar o direito



Cadeirante em pé no Castelão durante Brasil x México (Foto: Reprodução/Instagram)A foto que gerou polêmica nas redes sociais: cadeirante em pé no Castelão durante Brasil x México (Foto: Reprodução/Instagram)
A foto de uma torcedora em pé, em frente a uma cadeira de rodas em local reservado a deficientes físicos durante Brasil x México no Castelão, tem gerado polêmica nas redes sociais. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, afirmou que torcedores flagrados em situações desse tipo serão retirados dos estádios da Copa do Mundo.
- Se você tem um adesivo no carro dizendo que é deficiente, pode estacionar numa vaga especial. Usamos o mesmo critério que nos foi dado pelo governo brasileiro. Se alguém vem de cadeira de rodas, e começa a levantar e comemorar, não sei se houve um milagre. Mas iremos na pessoa e retiraremos, com a cadeira de rodas. Isso é trapaça - afirmou.
Porém, há casos de pessoas que usam cadeiras de roda e conseguem ficar em pé, o que foi ignorado pelo dirigente em sua declaração. Em um comunicado oficial, a Fifa diz que "os clientes que solicitaram e compraram ingressos para pessoas com deficiência devem obrigatoriamente comprovar o direito a tais ingressos no momento da retirada e na entrada do estádio. Se o cliente não puder fazer essa comprovação, poderá ter o ingresso cancelado".
Além de cadeirantes - com direito a acompanhante -, pessoas obesas e com mobilidade reduzida também podem comprar assentos especiais. Na hora da compra dos bilhetes, a Fifa pede que os torcedores "forneçam detalhes sobre a sua deficiência ou necessidades de acesso na seção de observações da sua solicitação de ingresso". 

Policial militar e falso policial civil são presos com arma raspada e documentos falsos


Um policial militar e um homem que se passava por policial civil foram presos por volta das 20 horas desta quarta-feira (18) no bairro de Santa Felicidade, em Curitiba. A prisão foi feita por policiais militares do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar, BOPE.
Os dois foram abordados na Rua Fredolin Wolf com um veículo Gol de cor cinza que seria, a princípio, uma viatura clonada da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba. Dentro do carro foram localizadas duas armas, pistolas .40 e .45, além de dois coletes, sendo um deles da Divisão Estadual e Narcóticos (DENARC) e outro da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos ( DFRV).
Segundo a Polícia Militar, a abordagem a dupla aconteceu  em razão de atitude suspeita do veículo e foi verificado que o homem que se apresentou como policial civil estava com a pistola .40 sem a devida documentação. Já o policial militar estava com a pistola .45 com a numeração raspada.
O suposto policial civil e policial militar foram encaminhados até o Centro de Operações Especiais da Polícia Civil  (COPE) para prestar esclarecimentos.  No COPE  foi verificado que a documentação apresentada por Maurício Sidnei do Rosário era falsa e que na verdade ele não era um policial civil e que o Soldado Vaudeci Mendes da Silva, lotado no 22º batalhão, estava afastado da Polícia Militar. Os dois foram presos em flagrantes e o caso será investigado pelos policiais do COPE.
.

Pesquisa CNI/Ibope aponta aumento de rejeição de Aécio e Dilma


Pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta-feira, 19, mostra leve queda nas intenções de voto para a reeleição da presidente Dilma Rousseff. Dilma tem 39%, ante 38% na pesquisa anterior, divulgada em 10 de junho pelo Ibope. A variação ocorreu dentro da margem de erro da pesquisa, mas aponta para um segundo turno nas eleições de outubro.

Ainda de acordo com a pesquisa, a taxa de rejeição dos três principais presidenciáveis aumentou. A de Dilma subiu de 38% para 43%, a de Aécio foi de 18% para 43% e a de Campos, de 13% para 33%.

O candidato do PSDB, Aécio Neves, também oscilou de 22% há uma semana para 21%. Já o pré-candidato do PSB, Eduardo Campos, que tinha 13% das intenções de voto, agora tem 10%. A pesquisa anterior divulgada pelo Ibope no dia 10 de junho foi contratada pela União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvesp).

No mesmo cenário, o pastor Everaldo (PSC) manteve os 3% das intenções de voto. Magno Malta (PR) tem 2% e José Maria (PSTU), 1%. Os demais candidatos com menos de 1 ponto porcentual chegam a 3% somados. Brancos e nulos são 13% e indecisos, 8%. No levantamento da semana passada, brancos e nulos somavam 13% e indecisos, 7%.

A pesquisa aponta para um segundo turno, porque as intenções de voto de todos os candidatos superaram somados a de Dilma sozinha. Eles tiveram 41% contra 39% da candidata à reeleição.

O levantamento foi realizado entre os dias 13 e 15 deste mês, com 2.002 pessoas em 142 municípios. O levantamento tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. (Fonte: Radar Político).

PMDB segue dividido para convenção amanhã


Apoio de Pessuti à aliança com o PSDB repercute na Assembleia Legislativa e gera bate-boca entre correligionários

Sandro Nascimento/Alep
"Trata-se de um candidato (Requião) com 30% de intenção de votos nas pesquisas", defendeu Kielse, em apoio à candidatura própria
Curitiba - A poucas horas da convenção que decidirá os rumos da legenda e, provavelmente, das eleições de outubro no Paraná, o PMDB segue dividido. De um lado, parlamentares que defendem a candidatura própria, no caso de Roberto Requião (PMDB), dizem ser importante "resgatar a história do partido". De outro, entusiastas da coligação com o governador Beto Richa (PSDB), acusam o senador de falta de diálogo com as bases. A votação começa às 8 horas de amanhã, no Clube Urca, em Curitiba, devendo se estender até o final da tarde.

Ontem, na última sessão da semana na Assembleia Legislativa (AL), deputados de ambos os lados acabaram se exaltando ao defender seus pontos de vista. Únicos dos 13 integrantes da bancada a apoiar publicamente o nome de Requião, Cleiton Kielse e Anibelli Neto criticaram o anúncio do ex-governador Orlando Pessuti (PMDB), que no dia anterior desistiu da candidatura própria para engrossar a lista de "adesistas". Ele pode ser tanto candidato avulso ao Senado, disputando votos com Alvaro Dias (PSDB), como a vice-governador. Os discursos dos parlamentares foram seguidos de réplicas dos líderes do governo, Ademar Traiano (PSDB), e do DEM, Elio Rusch.

"O governante não tem de ser amigo de ninguém, e sim da população", disse Kielse, ao se referir a Requião. "Trata-se de um candidato com 30% de intenção de votos nas pesquisas", continuou. A favor da coligação, Stephanes Jr. chegou a fazer um sinal para que o deputado Douglas Fabrício (PPS), que no momento presidia a plenária, cortasse o microfone do colega, entretanto, não foi atendido. "Eu o respeito e ele deve me respeitar", prosseguiu o orador. "Sou do PMDB e não do PSDB. Teremos uma grande vitória, que irá resgatar o caráter e a decência deste partido", completou Anibelli, em um aparte.

Para Traiano, Cleiton Kielse não tem condição nem história para condenar os peemedebistas que optam pela coligação. "Fico estarrecido com a fala do deputado, se mostrando o único com conduta ética. Quem não lembra que ele já foi do PFL e verticalmente contra a candidatura do Requião?", questionou, ao subir à tribuna. Aliado de Beto Richa, Rusch foi na mesma linha, dizendo serem incoerentes as posições do peemedebista, que "votou pela privatização do Banestado (Banco do Estado do Paraná)".

Votação
De acordo com o presidente estadual do PMDB, Osmar Serraglio, a convenção será dividida em vários momentos. Das 8h às 11h30, votam os delegados titulares e, das 11h30 até por volta de 15h, os suplentes. Caso a opção seja pela coligação com o PSDB, haverá ainda uma segunda votação, no período da tarde, que definirá o candidato a vice-governador. Cerca de 500 convencionais de todo o Estado devem participar.

"Na cédula, eles vão primeiro responder a uma primeira questão, se são a favor da coligação ou da candidatura própria. Depois, apresentaremos a lista da eleição proporcional, que não está fechada, porque depende das negociações com outros partidos que podem integrar o ‘chapão’. E então eles dirão se entregam à comissão executiva a responsabilidade de negociar essa lista, no sentido de acrescentar ou retirar nomes", explicou.

Pela primeira vez desde que seu nome foi especulado para integrar a chapa de Beto, Serraglio se apresentou ontem como "candidato a candidato a vice". "Vou disputar a vice-governadoria, desde que seja vencedora evidentemente a coligação. O (Orlando) Pessuti tem dito que se eu admitisse que sou vice, ele retiraria a dele. Então imagino que deva ser eu e o Caíto (Quintana, deputado estadual), por enquanto."

Bandidos rendem família em chácara em Colombo, mas são presos horas depois



assalto chacara1
Produtos levados da chácara foram recuperados – Foto: Danaê Bubalo/

Um assalto em Bocaiúva do Sul, na localidade de Santo Antônio, terminou com quatro homens e uma mulher presa na noite desta quarta-feira (18). Segundo informações da Polícia Militar, dois homens armados invadiram uma chácara por volta das 17 horas e renderam a família que mora no local. A dupla fugiu levando o veículo das vítimas e diversos produtos avaliados em mais de R$ 20 mil.
Dois homens armados entraram na residência e renderam toda a família. Bastante violentos, eles reuniram o grupo em um dos cômodos e começaram a recolher diversos objetos. Na sequência, fugiram com o carro da família.
Já no período da noite, por volta das 21h30, equipes da ROTAN do 22º batalhão encontraram o veículo roubado em frente a uma residência na Rua das Orquídeas, no bairro Monte Castelo, município de Colombo, na região metropolitana de Curitiba. Dentro do carro estavam quatro homens. Eles não reagiram e, ao serem questionados, levaram os policiais até uma casa próxima. Na casa, uma mulher cuidava de todo material que havia sido roubado. Na estante, uma granada estava exposta como enfeite e foi recolhida pelos policiais.
Os quatro homens e a mulher foram presos em flagrante e encaminhados até a delegacia do Alto Maracanã. Os indivíduos não foram identificados, mas segundo a polícia já são conhecidos do sistema prisional. “Pelo menos um já tem passagem pela polícia. Dois dos quatro homens foram reconhecidos pelas vítimas, mas acreditamos que os outros dois davam cobertura ao assalto”, informou o Tenente Lima.
A família vítima do assalto esteve na delegacia e, além de reconhecer dois dos quatro presos, também recuperou os produtos que haviam sido levados, entre eles televisores e máquinas de cortar grama. Alguns produtos não foram reconhecidos e, por isso, a polícia acredita que o grupo já tinha feito outros roubos. “Vários produtos estão na delegacia do Alto Maracanã e por isso pedimos que pessoas que tenham sido vítimas de assaltos na região venham até aqui para verificar se são donas de alguns desses objetos”, disse o tenente.

Fonte; Banda b
.

Ladrão se atrapalha ao dirigir caminhão, arrebenta muro e ainda é atropelado pelo dono do veículo



caminhao dentro
Caminhão destruiu o muro de uma residência – 

Um ladrão atrapalhado acabou tendo uma madrugada inesquecível nesta quinta-feira (19) em Curitiba. William Gonçalves do Santos, de 25 anos, furtou um caminhão no bairro Ganchinho por volta das 5 horas, mas não levou em conta o fato de não saber dirigir direito o veículo. Ele arrebentou o muro de uma residência e ainda foi atropelado pela vítima que estava atrás, o seguindo.
Santos decidiu levar o caminhão que estava estacionado em frente à casa do proprietário. Como fez barulho, acabou acordando o caminhoneiro. Rapidamente, a vítima pegou seu carro, um Fiesta prata, e começou a seguir o bandido. De repente, ao se atrapalhar com as marchas, Santos perdeu o controle do caminhão e bateu contra o muro de uma casa na Rua Regina de Jesus Siqueira, no mesmo bairro.
O dono do caminhão, que seguia atrás, viu tudo e, assim que o ladrão atrapalhado saiu da cabine jogou o veículo em cima dele. Santos fraturou as duas pernas e teve uma lesão no quadril. Deitado no chão e ferido o ladrão quase foi linchado pela população. Só quando a polícia chegou que os ânimos se acalmaram.
O jovem, que é morador de Colombo, na região metropolitana de Curitiba, foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador e será autuado por furto. O dono do veículo lamentava o prejuízo no veículo e a dona da casa perguntava quem vai pagar pelo estrago no muro.

Banda B

COLOMBO perde um GUERREIRO João da Moto

Prefeita Beti Pavin e João da Moto



Com pesar que anunciamos  o falecimento nessa madrugada dia 19/06 do nosso amigo JOÃO DA MOTO, líder comunitário  e afiliado ao PMDB, que estava internado na UTI do hospital Angelina Caron, devido a uma queda.  João da Moto era muito conhecido em nossa cidade por ter saído candidato a vereador em várias oportunidades, atuava no ramo de serralharia e era líder em seu  bairro no Jd Adriana.

O velório irá acontecer na Capela Mortuária do jd Adriana no Maracanã a partir das 14.00 hrs.


Onze detidos pelo ato de 2.ª-feira são libertados


Cinco deles foram autuados, entre outros crimes, por dano ao patrimônio público. Grupo diz que não pretende ir às ruas nesta sexta-feira




Os 11 manifestantes detidos por depredações de agências bancárias durante o ato contra a Copa do Mundo na tarde de segunda-feira, em Curitiba, foram liberados ontem. Nove deles são defendidos pelo defensor público Maurício Faria Júnior, os outros dois contrataram advogados particulares. Os pedidos de liberdade provisória foram aceitos pelos juízes titulares da 6.ª, 8.ª e 14.ª Varas Criminais, mediante o pagamento de fiança no valor de um salário mínimo e do comparecimento em juízo todo mês e recolhimento domiciliar durante o período da noite enquanto o processo estiver tramitando.
De acordo com Faria Júnior, a Defensoria Pública alegou inexistência de motivos para sustentar a prisão preventiva e ilegalidade na prisão em flagrante, em função da fundamentação insuficiente da autoridade policial para não arbitrar fiança no momento da detenção.
Relato
Integrante nega participação do grupo em depredações
De acordo com um dos manifestantes, que preferiu não se identificar por medo de represálias, 10 dos 11 detidos foram embora do protesto de segunda-feira antes ou durante os atos de vandalismo, e um deles estava apenas acompanhando um grupo de manifestantes. Sobre a ação da polícia, ele questiona o fato de não ter sido arbitrada fiança no dia da prisão e a falta de informações. “Não nos passaram informação nenhuma até sermos transferidos para o 3.° DP [ontem]. Alguns policiais disseram que a gente ia servir de exemplo, independente de ter culpa ou não. Fizeram tortura psicológica”, contou.
Quebra-quebra
Em relação às depredações, o manifestante explicou que participa de vários movimentos sociais, como o Não vai ter Copa, o Contra Corrupção e o Anonymous e que acredita que, em algumas situações, há uma causa por trás das depredações. “Quem vai quebrar, tem um motivo, não é aleatório. Nesse protesto contra a Copa, havia muita intimidação, a raiva de uma galera explodiu. Eu não participo dos atos de violência, mas não condeno quem faz. Só acho que não é um momento político bom para isso”, disse.
Sobre os protestos marcados para os próximos jogos em Curitiba, ele contou que o grupo entrou em consenso e decidiu não participar por medo de represálias.
Quanto à atuação da Defensoria Pública no caso, o defensor Fernando Rodrigues esclarece que o órgão apoia o direito à manifestação e atua pela garantia desse direito. “Nós não apoiamos qualquer ato de violência ou violação do direito alheio”, explicou Rodrigues. Ele também explicou que cabe aos defensores públicos assumir a defesa de qualquer pessoa, independente de haver ou não provas da participação em atos de depredação e violência.
Polícia
Em declarações à imprensa, a delegada responsável pela autuação, Mônica Meister, afirmou que a polícia possui imagens que comprovam o envolvimento dos autuados nos atos de violência registrados durante a manifestação e que optou por não arbitrar fiança pelo “bem da população”, pois, com mais três jogos da Copa marcados em Curitiba, “liberar o grupo seria arriscado”.
Segundo informações da Polícia Civil, cinco dos adultos detidos pela depredação da última segunda-feira foram autuados por resistência, desobediência e dano ao patrimônio público e privado. Outros cinco estão sendo responsabilizados apenas pelo crime de dano. Uma jovem detida foi atuada por associação criminosa, ameaça e dano.
Além dos adultos, dois adolescentes também foram apreendidos na segunda-feira e encaminhados à Delegacia do Adolescente, também por danos.

PARANÁ MANTÉM O MESMO NUMERO DE DEPUTADOS FEDERAIS



Além da maioria votar pela derrubada da resolução, os ministros também entenderam que uma lei de 1993, que fixa em 513 o número de deputados no país, não é válida

Sete ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) votaram nesta quarta-feira (18) para que permaneça inalterado o número de deputados que cada estado tem direito na Câmara Federal.
A maioria foi formada durante o julgamento em que uma resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que redistribuiu as 513 vagas da Câmara para as próximas eleições, foi questionada.
Além da maioria votar pela derrubada da resolução, os ministros também entenderam que uma lei de 1993, que fixa em 513 o número de deputados no país, não é válida.
De acordo os sete ministros, a lei diz que a divisão de cadeiras na Câmara será feita com base em dados populacionais do IBGE, mas não explicita o número exato que cada Estado deve ter, o que a torna inconstitucional.
Devido à derrubada não só da resolução, mas também da lei, o julgamento foi interrompido e os ministros irão discutir, na próxima semana, um prazo para que o Congresso edite nova legislação sobre o tema. Assim, para as próximas eleições, a atual distribuição seguirá em vigor.
A resolução que deu início ao processo julgado nesta quarta foi editada pelo TSE em abril do ano passado.
Com base na lei de 1993, a corte eleitoral entendeu que cabia a ela, a partir de dados populacionais do IBGE, fixar o número de cadeiras que cada Estado tem direito no Legislativo.
De acordo com a resolução, a partir do ano que vem, Pernambuco, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul e Alagoas deveriam perder, cada um, uma cadeira na Câmara, enquanto Paraíba e Piauí deveriam perder duas vagas cada.
Os wstados do Amazonas e Santa Catarina ganhariam uma cadeira a mais, Ceará e Minas Gerais teriam mais duas vagas extras e o Pará seria reforçado com mais quatro novos deputados.
Após editar a resolução, o TSE foi alvo de críticas do Congresso Nacional, que em dezembro passado aprovou decreto legislativo derrubando a resolução da Justiça Eleitoral.
O caso, no entanto, voltou à tona em maio, quando o TSE contrariou o Congresso e referendou sua antiga resolução dizendo que o número de cadeiras do Legislativo deveria ser alterado a partir do ano que vem.
A ratificação da resolução foi classificada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), como "bullying institucional", ao recorrer ao STF para manter válido decreto legislativo. Segundo Renan, cabe somente ao Congresso, por meio de lei, alterar o número de cadeiras a que cada Estado terá direito.
A resolução do TSE ainda foi alvo dos Estados que perderam cadeiras em suas assembleias legislativas, uma vez que, havendo alterações na divisão das bancadas na Câmara, haveria reflexo nos legislativos estaduais.
Na votação desta quarta, os ministros Teori Zavascki, Rosa Weber, Luiz Fux, Marco Aurélio Mello, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Joaquim Barbosa concordaram com a tese de Renan e entenderam que somente o Congresso pode definir a divisão das 513 vagas da Câmara entre os Estados. "[Permitir que o TSE defina o número de deputados] contraria o princípio da divisão dos Poderes", disse Fux.
Quando votou, Barbosa concordou com o colega dizendo que "a lei é clara e não delegou poderes ao TSE".
Os ministros Gilmar Mendes, Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli, por outro lado, entenderam que, no momento em que uma lei complementar, editada pelo próprio Congresso, diz que as bancadas devem ser definidas de acordo com dados populacionais do IBGE, cabe à Justiça Eleitoral fazer os cálculos antes de cada eleição.
De acordo com eles, a isenção do Congresso em definir a divisão de bancadas é questionável, uma vez que cálculos podem ser feitos não de acordo com a matemática, mas em razão da conveniência política da maioria no parlamento.
"O Congresso autorizou o TSE e, de acordo com resultados não condizentes com a vontade da maioria, edita decreto para suspender a decisão do TSE. (...) Com certeza essa gente não está inspirada na melhor prática do constitucionalismo mundial, pode estar olhando para o mundo bolivariano, para o que acontece na Venezuela e vizinhança", pontuou Mendes.
Com a retomada do julgamento, na semana que vem, a ministra Cármen Lúcia, que não participou da sessão desta quarta, poderá dar seu voto no processo.

Taxistas reclamam do baixo movimento durante a Copa


19 de junho de 2014
Os ônibus gratuitos oferecidos pela prefeitura aos turistas e os pacotes com traslado das agências de viagem são os principais “concorrentes” do ramo
Foto:(Cesar Machado/ Gazeta do Povo)
Foto:(Cesar Machado/ Gazeta do Povo)
Lucas Gabriel Marins, especial para a Gazeta do Povo
Até o fim da Copa do Mundo, Curitiba deve receber mais de 160 mil turistas, segundo projeções do Ministério do Turismo (MTur). Apesar da expectativa, os taxistas da capital têm reclamado. De acordo com o Sindicato dos Taxistas do Paraná, o movimentou caiu 30% desde que o evento começou. “Graças a Deus vai durar menos de um mês”, diz o presidente da entidade, Abimael Mardegan.
Ele conta que o setor tem vários “vilões”. As agências de turismo são os primeiros. “Quando o turista fecha pacote, já reserva van, ônibus e passeios pela cidade. Então não sobra nada para a gente”. Na OneTur, empresa de turismo localizada em Curitiba, por exemplo, os visitantes, quando fecham pacotes, já têm transporte para estádio e parques. Na Serra Verde Express, eles podem ter transporte para bares, restaurantes e passeios para o Litoral.
A linha especial Circular Copa, criada pela prefeitura para atender os turistas em dias de jogos na capital, também foi apontada como uma vilã do momento. O transporte, gratuito, passa por vários trechos da cidade, além da Arena da Baixada e o Aeroporto Internacional Afonso Pena. “Isso está tirando todos os nossos turistas. Meu faturamento caiu em 40% desde que o evento começou”, reclama João Luiz Medeiros, que trabalha na capital há 20 anos.
A Urbs afirma, via assessoria de imprensa, que o objetivo do Circular Copa é dar a todos a oportunidade de assistir aos jogos. “O transporte coletivo é essencial em um momento como esse, em que há um grande número de pessoas concentrado no centro da cidade”. Na última segunda-feira, dia em que Nigéria e Irã jogaram na Baixada, o Circular Copa passou a cada 4 minutos por alguns pontos da cidade.
Habilitados
A quantidade de táxis na capital paranaense – 3.002 carros –, segundo os taxistas ouvidos pela reportagem, é outro fator que afeta o segmento.
O taxista Emerson Luiz Saldanha, que costuma pegar passageiros na Praça Carlos Gomes, também acha que a capital está saturada de carros. “Com a incorporação de novas placas, meu faturamento caiu bastante”, conta.
Reivindicação
Apesar das queixas dos profissionais, a falta de táxi em Curitiba era uma reivindicação antiga da população. De acordo com levantamento do Paraná Pesquisas, feito entre 12 e 15 de abril deste ano a pedido da Gazeta do Povo, oito entre dez curitibanos acham que é a quantidade de táxis na cidade é insuficiente.
Até meados do ano passado havia 2.252 veículos em Curitiba, mesmo número de 1970. Hoje, o total é de 2.682 carros, graças a uma licitação aberta pela prefeitura. Ainda neste ano, mais 320 táxis devem começar a circular pela cidade, o que deixará a frota com 3.002 veículos. Esses ainda não foram incluídos porque estão em fase de cadastramento, segundo a Urbs.

Em Colombo adolescente louco de ciúmes esfaqueia namorada, mãe e irmãos e volta para trocar de roupa



Quatro pessoas, sendo três da mesma família, foram esfaqueadas por um adolescente de 17 anos na madrugada desta quinta-feira (19) em uma CSA de Colombo, região metropolitana de Curitiba. As vítimas são a namorada, a mãe, o irmão e a irmã do agressor, que fugiu de moto usando só cuecas e voltou para trocar de roupa enquanto os socorristas atendiam os feridos. O rapaz, aparentemente, teria usado drogas e, segundo a própria família, começou o ataque em razão do ciúme da companheira de 16 anos, que dormia na casa.
O ataque aconteceu por volta das 3h30 em uma casa da Travessa Hudson, no Jardim Campo Alto. Transtornado, o menor chegou em casa dizendo que havia sido traído pela namorada . Ele pegou uma faca e a golpeou várias vezes. A mãe do jovem, Sabrine Lisboa, de 45 anos, tentou intervir e levou duas facadas na coxa. A irmã e o irmão do agressor também tentaram contê-lo e foram esfaqueados. Charles Lisboa, de 23 anos, foi golpeado nas costas, e a irmã, Bruna Lisboa, de 19 anos, recebeu uma facada na nuca. O adolescente ainda tentou acertar a sobrinha de 3 anos, mas não conseguiu. Após os golpes, ele fugiu de moto, apenas de cueca.
Socorristas do Siate foram até a casa e prestaram os primeiros atendimentos. Enquanto eles ainda estavam no local, o agressor voltou, trocou de roupa e pegou o capacete. Os policiais militares já haviam sido acionados, mas não chegaram a tempo de apreendê-lo.
A mãe e os dois irmãos do menor foram encaminhados ao Hospital Cajuru sem risco de morte, segundo os socorristas. A namorada do rapaz foi socorrida pelo próprio pai e levada até o Pronto Atendimento do Alto Maracanã. Não há informações sobre o estado de saúde dela.
O caso está sendo investigado pela Delegacia do Alto Maracanã.