Deu errada a MANOBRA de Israel e Ricardinho


Israel Sebastião da Silva e Ricardo Alonso da Silva



Hoje dia 14/07 as 19.00 hrs fui ao Juizado Especial Cível e Criminal de Colombo no Colombo Park Shopping para participar de audiência  onde fui intimado para comparecer e prestar esclarecimentos sobre matéria que publiquei em nosso blog. Dois funcionários concursados da Prefeitura de Colombo, os senhores Ricardo Alonso da Silva e Israel Sebastião da Silva ingressaram nesse juizado pedindo indenização por nosso blog ter postado algumas verdades na época do pleito eleitoral para eleger nova diretoria da ASSEMCO - Associação dos Servidores Municipais de Colombo. Como nosso blog publica apenas matérias sérias e verdadeiras os dois indivíduos, sabendo que não iriam obter nenhum tipo de vantagem financeira, não compareceram a referida audiência e nossos advogados, pediram a imediata suspensão da ação pelo não comparecimento dos autores da referida denuncia.  Qual seria a manobra desses dois cidadãos? Seria por motivos políticos? Pois os mesmos são ligados ao ex prefeito J. Camargo.






Urbs já emitiu 842 novos cartões transporte no primeiro dia de novos postos


Da SMCS

Os postos da Urbs emitiram nesta segunda-feira (14), até as 17 horas, 842 cartões transporte. O número é mais do que o dobro da média registrada em maio, de 356 cartões usuário por dia. Do total de cartões emitidos nesta segunda-feira, 144 foram feitos nos três postos volantes que a Urbs instalou nos terminais Cabral e Santa Felicidade e na Travessa Nestor de Castro, e cujo horário de atendimento vai das 7 às 19 horas.
urbs
Foto: SMCS
A comparação é feita com o mês de maio porque os dados de junho ainda estão sendo consolidados. O aumento na procura por cartão transporte é resultado da divulgação, na semana passada, do processo de modernização do sistema e do uso exclusivo do cartão para pagamento da passagem em 62 linhas de ônibus a partir de 1º de agosto. São linhas operadas por micro-ônibus e sem cobrador e que fazem a ligação entre bairros sem passar por terminais (ônibus amarelos), e de bairros a terminais (ônibus cor laranja).
Nesta segunda-feira a Urbs iniciou uma campanha de alerta aos usuários, que inclui a distribuição de 30 mil folhetos com a relação das 62 linhas e locais e horários para fazer o cartão transporte. Também estão sendo colocado 200 cartazes em ônibus. A informação também está sendo veiculada no sistema de mídia embarcada hoje existente em 150 ônibus dos sistemas Ligeirão e Linha Direta (Ligeirinhos).
A orientação aos usuários é veiculada ainda nos 694 painéis eletrônicos de informação de horário de ônibus instalados nas estações tubo e pontos de parada de ônibus nos terminais. O mesmo recado também será veiculado nos letreiros internos dos ônibus, nos quais são colocados avisos de próxima parada, prioridade a idosos e pessoas com deficiências, portas de embarque e desembarque e cuidados com pertences dentro do ônibus.
No total, estas 62 linhas transportam 70 mil passageiros por dia e a maioria deles (60%) já utiliza cartão transporte. O usuário que já possui cartão não precisa fazer um novo, porque não há alteração no cartão. A partir do dia 1º de agosto, serão disponibilizados cartões avulsos que terão a mesma função dos cartões atuais, à exceção da possibilidade de bloqueio e uso para integração temporal.
Segurança
Na manhã desta segunda-feira, diversos funcionários de uma grande rede de supermercados foram à unidade volante da Travessa Nestor de Castro para providenciar a confecção do cartão-transporte. “O objetivo é que todo o quadro funcional tenha o cartão. Assim, tantos nossos funcionários quanto o motorista e cobrador terão maior segurança, evitando o manuseio desnecessário de dinheiro, principalmente nas horas de maior movimento, quando o risco de assalto é maior”, disse o chefe de segurança da rede, Carlos Gomes.
Silvia Josélia Santos Alano, que trabalha no supermercado e mora em Piraquara, diariamente faz até quatro deslocamentos entre sua residência e o local de trabalho, no Tarumã. Orientada por Carlos Gomes, Silvia providenciou o cartão, em poucos minutos, depois de apresentar um documento oficial com foto e o CPF. “Agora não preciso mais carregar muito dinheiro na carteira. O cartão-transporte é prático, nominal e muito seguro”, disse.
Ricardo Francisco do Rosário, que está prestes a assinar contrato de trabalho com uma empresa de segurança, se antecipou à exigência do cartão-transporte pelo futuro empregador, retirando o dispositivo na unidade volante. “Hoje em dia, além de uma série de documentos exigidos pelos empregadores, o cartão faz parte desse rol, e é por isso que vim providenciá-lo já”, disse Rosário.
Habituada a fazer quatro deslocamentos em ônibus em média, por dia, e até agora pagando a tarifa em dinheiro, a cozinheira Idazima Werneck viu no posto volante a oportunidade de finalmente fazer o cartão. “Sempre tive e vontade de fazer o cartão, mas como nem sempre estou perto da sede da Urbs ou de uma Rua da Cidadania, essa unidade volante, bem no centro da cidade, veio a calhar”, disse.
No Terminal Santa Felicidade, a retirada do cartão pode ser feita na área externa do equipamento urbano, na guarita de fiscalização. “Se for preciso eu posso bloquear o cartão e informar previamente quantas vezes vou usá-lo todos os dias. Isso é uma garantia de maior segurança, porque já não preciso circular com tanto dinheiro na bolsa”, diz a dona de casa Alice Alves de Assunção.
Ao fazer o cartão, a pessoa define previamente o número de vezes em que o dispositivo será utilizado diariamente. Assim, o cartão será bloqueado ao atingir a quantidade indicada pelo usuário, e fica protegido em caso de roubo.
“O cartão agiliza os embarques, reduz as filas nos terminais e estações e é muito mais seguro”, diz o diretor de Transporte da Urbs, Rodrigo Grevetti.
Novidades
O pagamento de passagem exclusivamente com cartão transporte nas linhas convencionais e alimentadoras que operam com micro-ônibus e sem cobrador é uma das novidades do processo de modernização do cartão transporte e atende determinação da Justiça que proíbe o motorista de receber o dinheiro da passagem mesmo com o veículo parado.
Além de atender à decisão judicial, as alterações no cartão transporte serão um incentivo para reduzir o volume de dinheiro circulante no sistema, o que representa segurança para passageiros e usuários. Outra vantagem do cartão é o conforto do usuário, que não precisa se preocupar com dinheiro ou troco na hora do embarque e é beneficiado também na medida em que esta prática agiliza a operação do sistema.
A partir do próximo dia 1º já será possível fazer a carga de créditos do cartão transporte em mais 23 endereços – bancas de jornais e revistas localizadas na região central e nos bairros. Nestas mesmas bancas também será possível comprar cartão avulso que pode ser carregado ali mesmo até o limite de 25 créditos. Tanto o cartão tradicional, que é feito sem custo nos postos da Urbs, quanto o cartão avulso vão permitir o pagamento da tarifa especial de domingo que, até aqui, só é possível para pagamento em dinheiro.
Como fazer
O cartão transporte é feito na hora, sem custo para o usuário (1ª via), em nove endereços da cidade. Três deles entraram em funcionamento nesta segunda-feira (14). Para fazer o cartão basta comparecer, munido de documento de identidade original com foto e CPF em um dos endereços e horários abaixo:
Nos dias úteis das 7h às 19 e aos sábados das 8h30 ao meio-dia, num dos seguintes postos volantes:
Terminal Santa Felicidade – Na guarita da fiscalização, dentro do terminal
Terminal Cabral – Na guarita da fiscalização dentro do terminal
Travessa Nestor de Castro – Posto móvel da Urbs (Kombi caracterizada)
Nos dias úteis das 8h30 às 17h e aos sábados das 8h30 ao meio-dia:
Na Urbs, na ala ferroviária da Rodoferroviária e nas Ruas da Cidadania da Matriz (na Praça Rui Barbosa), Boa Vista (perto da Unidade de Saúde 24 Horas), Boqueirão (no Terminal do Carmo), Pinheirinho (Terminal Pinheirinho) e Portão/Fazendinha (no Terminal Fazendinha).
• Não é preciso morar em Curitiba para fazer o cartão transporte.
• Documentos exigidos: documento pessoal, oficial, com foto (identidade, carteira de habilitação etc) e CPF;
• A primeira via é gratuita. Em caso de extravio, a seunda via custa o equivalente a cinco passagens de ônibus (tarifa de R$ 2,70). Cada cartão usuário pode ser carregado até o limite, por vez, de 220 créditos.
• O cartão avulso custa R$ 3. Pode ser carregado na própria banca onde foi comprado, mas até o limite de apenas 25 créditos. Atenção: o cartão avulso, ao contrário do do usuário, não pode ser bloqueado.
.

Enfermeira acusada de maltratar adolescente com paralisia cerebral é presa em Colombo


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

A técnica de enfermagem acusada de maltratar um adolescente de 16 anos com paralisia cerebral foi presa em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, na tarde desta segunda-feira (14). Orotildes de Fátima Lara Vaz, de 52 anos, foi flagrada por câmeras de segurança, em abril deste ano, agredindo o garoto, que não consegue se mexer.
Ela compareceu a uma audiência no Fórum de Colombo na tarde de hoje e, como já estava com um mandado de prisão em aberto, foi detida e deve ser encaminhada para a Delegacia do Alto Maracanã. A mãe da vítima, Maria Aparecida de Souza, prestou depoimento na frente da acusada.
“Eu fiz questão de falar na cara dela e ainda falei que, se ela quisesse, poderia me desmentir ou ser humana uma vez na vida e admitir o que fez. Mas ela ficou calada, do começo ao fim, não disse nem por que fez aquilo”, disse a mãe, em entrevista à Banda B.
maltrata
(Foto: Reprodução/RPC TV)
Orotildes trabalhava para a família há um ano quando o caso foi descoberto. “O meu filho aparecia com um arranhão, um roxo no braço e os sinais de agressão foram aumentando. Nós começamos a desconfiar e descobrimos, a partir das câmeras, que ela machucava ele com frequência, puxava a orelha, batia e chegou a abusar dele sexualmente”, completou Maria Aparecida.
A técnica de enfermagem foi encaminhada para a Delegacia do Alto Maracanã.
Entenda o caso
A família do adolescente, que mora em Colombo, acusou a técnica de enfermagem de maltratá-lo enquanto estava na casa para cuidar dele. Para comprovar as agressões, uma câmera de segurança foi instalada, que flagrou o momento em que ela puxa o cabelo e dá tapas no rosto do adolescente, que não reage e passa o tempo todo na cama por causa da paralisia cerebral.
“Quando assisti não conseguia parar de chorar”, disse Maria Aparecida de Souza, mãe do menino, em entrevista à Banda B na época da denúncia.. Ela contou que começou a desconfiar devido a machucados que apareceram no corpo de seu filho. “Eram em locais em que só podia ter sido uma agressão. Nós gravamos e comprovamos que ela estava machucando o nosso menino”, contou.
Ainda de acordo com a mãe, o menino era atendido por três enfermeiras indicadas por um plano de saúde. “As agressões aconteciam apenas por essa. Eu espero que ela seja punida”, concluiu.
O vídeo pode ser conferido abaixo:






Chefe do tráfico no Rio é transferido para presídio federal no Paraná


Da Redação com Portal Uol

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) transferiu na manhã desta segunda-feira (14), Marcelo Santos das Dores, o Menor P, para o presídio federal de segurança máxima de Catanduvas, no Paraná. Ele saiu do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, no Rio de Janeiro.
Menor P é suspeito de chefiar o tráfico de drogas em 11 locais do Complexo da Maré, na zona norte do Rio. Ele foi preso por agentes da Polícia Federal em abril, no apartamento onde morava em Jacarepaguá.
menor-p
(Foto: Divulgação/Disque Denúncia)
As investigações começaram há aproximadamente um ano. Para chegar ao traficante, os agentes usaram um Veículo Aéreio Não Tripulado (Vant) para mapear o local.
Além dele, Fabiano Santos de Jesus, o Zangado, Celso Luiz Rodrigues, o Celsinho da Vila Vintém, e Amabílio Gomes Filho, o MB, foram encaminhados para a penitenciária de Catanduvas. Os presos foram escoltados por 25 agentes. De lá, seguiram em um avião da Polícia Federal com destino a Catanduvas.

Homem oferece curso “grátis” e tenta estuprar menina de dez anos em faculdade do Centro


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Um homem de 34 anos foi preso em flagrante na tarde desta segunda-feira (14) após tentar estuprar uma menina de 10 anos em uma faculdade do Centro de Curitiba. De acordo com o guarda municipal Thiago Santos, a menina vendia doces próximo a Praça Tiradentes, quando ele ofereceu o pagamento de um curso de informática, a levando para dentro da faculdade.
“Já dentro do prédio, ele tentou prendê-la no banheiro, o que causou a reação imediata dela. Quem estava próximo correu para ajudá-la e conseguiu segurar o suspeito até a nossa chegada no local”, comentou.
Segundo o guarda Santos, ele se aproveitou da ingenuidade da menina para tentar o crime. “Por sorte ela conseguiu pedir socorro e ser ajudada. Nesse momento ela está meio chocada, mas é importante que ela conte para a Polícia Civil o que aconteceu”, concluiu.
O suspeito foi encaminhado ao Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria).

Assaltante entra em posto de combustível, mas não contava com presença de policial




Um assaltante se deu mal na noite deste domingo (13) ao tentar assaltar um posto de combustível no bairro Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Ademir Borges Policeno, 36 anos, foi flagrado por um policial militar que estava de folga esperando a esposa sair do trabalho, na loja de conveniência. Houve confronto e o suspeito foi atingido por um disparo de arma de fogo.
De acordo com testemunhas, o assaltante invadiu o posto com uma arma nas mãos. O policial estava dentro de um carro e notou a movimentação. Quando o suspeito saiu houve o confronto, já que o assaltante não acatou a voz de prisão.
Policeno foi atingido por um disparo, socorrido pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate)e encaminhado ao Hospital do Trabalhador. Ninguém se feriu na ação. “Ele foi levado em estado grave, mas o importante é que ninguém mais se feriu na ação”, finalizou a tenente Tonelli do 17º BPM.
.

Falta de anestesistas prejudica cirurgias no HC, denuncia funcionária


Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento

Uma funcionária do Hospital de Clínicas de Curitiba (HC) entrou em contato com a reportagem nesta segunda-feira (14) para denunciar a falta de anestesistas para a realização de cirurgias no local. Segundo ela, desde que o contrato com a cooperativa médica responsável venceu, no dia 28 de maio, apenas processos emergenciais são feitos. A casa hospitalar é vinculada à Universidade Federal do Paraná (UFPR).
hospital-de-clinicas
(Foto: Divulgação)
“Nós não temos mais anestesistas no Centro Cirúrgico e faz mais de um mês que nós só fazemos cirurgias emergenciais. Antes, a média era de 30 a 35 procedimentos por dia e hoje só chegamos a cinco, seis. Temos relatórios provando tudo isso”, afirmou a funcionária, que preferiu não se identificar, em entrevista à reportagem.
O contrato foi encerrado, segundo ela, no dia 28 de maio e, até agora, nada foi feito. Outra trabalhadora, do Centro Cirúrgico, também confirmou a situação. “Como um hospital desse tamanho vai ficar sem anestesistas? É absurdo”, afirmou.
Por telefone, a assessoria do HC informou que a cooperativa responsável por fornecer os profissionais não conseguiu renovar o contrato no prazo necessário. De acordo com a instituição, um novo contrato foi realizado de maneira emergencial e o trabalho dos anestesistas começou na manhã desta segunda-feira.
.

Alemães doam hotel onde ficaram hospedados durante a Copa no Brasil para que seja transformado em escola


 12/07/2014
Para hospedar com exclusividade os seus atletas, a Seleção Alemã construiu um hotel em Santa Cruz Cabrália, próximo a Porto Seguro, no estado da Bahia.  E, para chamar a atenção, só contratou as pessoas mais humildes do lugar para trabalhar com eles.
Para surpresa do Brasil e do mundo, os alemães anunciam que após a Copa, irão doar o hotel, para que no local seja implantada uma escola de referência para os pobres. Esses já são campeões, antes de erguer a taça.

Van com pacientes que iriam fazer hemodiálise capota e mata sete no interior de São Paulo


Veículo seguia para o hospital quando motorista perdeu o controle e houve o acidente, que deixou ainda sete feridos em Araraquara









FRANCA - Uma van que transportava pacientes e acompanhantes capotou na madrugada desta segunda-feira, 14, na Rodovia Washington Luís (SP 310), entre os municípios de Araraquara e Matão, no interior paulista, matando sete pessoas e deixando outras sete feridas. O motorista perdeu o controle do veículo, que atravessou o canteiro central que divide as pistas e veio a tombar seguidas vezes.
A van pertence à Prefeitura de Taquaritinga, local de origem de todas as vítimas. Os pacientes eram transportados para sessões de hemodiálise e quimioterapia em Araraquara. Os mortos têm entre 26 e 74 anos, e os corpos ainda não haviam sido liberados até por volta das 11h.
O socorro aos acidentados foi feito por unidades de resgate do Corpo de Bombeiros e do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), com o apoio da Polícia Rodoviária, que registrou o acidente.
Das vítimas fatais, seis morreram no próprio local e uma logo após chegar à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Araraquara.
O acidente ocorreu perto de uma praça de pedágio, no quilômetro 284 da rodovia. Dos passageiros da van, nove eram pacientes e os demais acompanhantes. Os feridos foram transferidos para o Hospital Carlos Fernando Malzoni, de Matão, e para a Santa Casa de Araraquara.
Peritos estiveram no local do desastre. As causas serão apuradas em inquérito a ser aberto pela Polícia Civil.

Felipão não é mais técnico da Seleção Brasileira


CBF deve confirmar nesta segunda-feira a saída do treinador e da comissão técnica


Felipão não é mais técnico da Seleção Brasileira Jefferson Botega/Agencia RBS
Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS
Depois do fiasco diante dos holandeses no Mané Garrincha, na noite de sábado, Felipão, como prometeu, entregou o cargo de técnico da Seleção. A CBF oficializará a saída do treinador e de toda a comissão técnica nesta segunda-feira. A informação foi publicada pela TV Globo na noite deste domingo.

O anúncio ocorre após dois vexames consecutivos da Seleção na Copa. Na semifinal, levou 7 a 1 da Alemanha, no Mineirão. E na disputa de terceiro lugar, contra a Holanda, também foi goleada por 3 a 0.
Felipão voltou ao comando da Seleção em 2012, substituindo Mano Menezes. No ano seguinte, foi o técnico do tetra na Copa das Confederações, quando derrotou a Espanha por 3 a 0 no Maracanã. Em seu retrospecto desde que retornou ao cargo, Felipão acumulou 29 jogos, 19 vitórias, seis empates e quatro derrotas.
Se sair logo, a CBF pode recorrer a Alexandre Gallo, observador da Seleção e técnico da equipe sub-20. Gallo teria ainda a desculpa do projeto da Olimpíada de 2016, no Rio, competição em que o Brasil jamais venceu e jamais levantou o ouro.

Presos mantêm três reféns em rebelião na cadeia de TB

 

Pelotão de Choque, Cope e Bope de Curitiba estão em Telêmaco para negociar com os detentos / FOTO: JEFFERSON ABREU/REPÓRTER TB
Pelotão de Choque, Cope e Bope de Curitiba estão em Telêmaco para negociar com os detentos / FOTO: JEFFERSON ABREU/REPÓRTER TB
 | 14/07/2014 às 05:48h   | 
Cerca de 110 presos da Cadeia Pública de Telêmaco Borba já estão rebelados há mais de 12 horas e mantém três agentes carcerários reféns. De acordo com informações do portal Repórter TB, o motim teve início após uma tentativa de fuga frustrada por um agente, que percebeu a ação dos detentos e chamou a polícia. Ao mesmo tempo em que os presos davam início à rebelião, uma viatura da PM que estava em uma oficina no centro da cidade foi incendiada.
Dentro da cadeia, presos colocaram fogo em colchões e tentaram quebrar uma das paredes que dá acesso ao pátio da carceragem. Foram acionados policiais do Grupo Tigre, Cope, Bope e Pelotão de Choque para negociar com os detentos, que mantém os reféns sob seu poder desde as 18 horas de ontem. Ainda não há informações sobre quais são as reivindicações dos presos.
Mais informações em breve
.

Casal escolhe não andar na grama e é atropelado por ônibus; um deles morreu


Por Denise Mello e Bruno Henrique

atropelamento onibus1
Casal caminhava pela rua quando foi atingido pelo ônibus – 

Uma tragédia anunciada. Um casal, que sempre seguia para o trabalho por uma rua com grama na calçada no bairro Boqueirão, em Curitiba, foi atropelado por um ônibus por volta das 6 horas desta segunda-feira (14). A mulher sobreviveu, mas o marido, atingido na cabeça, morreu minutos depois de ser atingido.
O acidente aconteceu na Rua Januário Alves de Souza, a poucos metros do terminal do Boqueirão. Aguimario Lemes dos Santos, 45 anos, e Marlene Machado da Silva, 46, caminhavam pelo lado direito da rua, com calçada de grama, quando foram atingidos pelo ônibus da Linha Pantanal/Érico Veríssimo. Estava escuro no momento do impacto e o motorista afirmou aos passageiros que não viu o casal.
Santos foi atingido na cabeça e morreu minutos depois, nos braços da esposa, que chorava muito e reclamava bastante de dor. Antes de ser levada para o Hospital do trabalhador, contou para uma passageira do ônibus que havia alertado o marido.
“Consegui conversar com ela enquanto o socorro não chegava e ela me disse que tinha insistido para o marido para caminharem sobre a grama, com medo de algum atropelado, mas ele não quis. Daí o ônibus veio e pegou os dois. Ela reclamava muito de dor no braço”, contou a passageira Alcione de Oliveira Rodrigues, à Banda B. O casal poderia também ter feito o trajeto do outro lado da rua, onde há um trecho de passeio na calçada.
Alcione reclamou também das péssimas condições de conservação das ruas no bairro. “Aqui falta tudo. Não tem iluminação, não tem calçada, o mato toma conta de tudo. O Brasil só pensa em Copa”, desabafou a testemunha. Ninguém no ônibus ficou ferido.
Marlene foi encaminhada ao Hospital do Trabalhador e o corpo do marido foi recolhido ao Instituto Médico Legal.
.

Novo hospital com heliponto e 1,2 mil leitos para o SUS começa a atender em setembro


Por Denise Mello e Marina Sequinel*

rocio3
Ilustração do hospital ainda em fase de projeto – Divulgação da assessoria

Com uma estrutura de 53 mil metros quadrados, construído em uma área de 4 alqueires, o novo Hospital do Rocio, situado em Campo Largo/PR terá o maior número de leitos de UTI – Unidade de Terapia Intensiva em um único hospital. Toda a operação da instituição será voltada 97% para atendimento ao SUS – Sistema Único de Saúde. O atendimento deve começar de forma integral a partir de 1º de setembro.
“Todo o atendimento de média e alta complexidade será voltado para os pacientes do SUS. Essa é a nossa bandeira e não vamos priorizar os planos de saúde”, explicou o diretor do hospital, Luiz Ernesto Wendler, em entrevista à Banda B.
Hospital Nossa Senhora do Rocio
Fachada do hospital prestes a inaugurar
O hospital, que hoje já recebe pacientes de todas as regiões do país, ampliará sua atuação, disponibilizando ao SUS seus 1.200 leitos. Serão 856 quartos de enfermaria com dois leitos cada e 39 suítes. Ainda, 200 leitos de UTI adulto e 105 neonatal. O Hospital do Rocio já é, atualmente, referência em atendimento de gestação de risco e cirurgia cardíaca pediátrica e neurocirurgia. O diretor acredita que a nova UTI neonatal vai solucionar os problemas de falta de leito de UTI para crianças no estado. “Essa quantidade de leitos de UTI neonatal não é vista em nenhum hospital sozinho no Brasil. Acredito que vai solucionar os problemas de atendimento de neonatologia e pediatria no Paraná”.
Prazos
A transição do antigo hospital, no centro de Campo Largo, para o novo, no terreno ao lado, começará no dia 6 de agosto e deve seguir até o dia 20 do mesmo mês. Em seguida, a ala antiga deverá ser desativada. O atendimento no novo hospital deverá começar de forma integral no dia 1º de setembro.
A estrutura contempla ainda auditório, centro médico, heliponto, estacionamento com 1.000 vagas e ampla área de acesso como corredores e salas de espera, com assentos, sanitários e lanchonete para visitantes e acompanhantes.
De acordo com o dr. Wendler, o heliponto, a 10 metros do hospital, deverá agilizar o atendimento de emergências principalmente nas rodovias cobertas pela concessionária Rodonorte, como a BR-277. “O governo do Paraná já reservou duas aeronaves para o atendimento simultâneo de emergências com a possibilidade de até 50 pousos por dia tanto para acidentes na região quanto para gestantes de alta complexidade e outros casos complexos. É um grande salto para agilizar o atendimento de emergência no estado”, afirma o diretor.
Hospital Nossa Senhora do Rocio
Diretores Dr. Luiz Ernesto Wendler e Dr. Carlos Müller
Ainda com relação às emergências, o novo hospital deve desafogar o atendimento de pronto-socorro de hospitais de Curitiba como Cajuru, Evangélico e Trabalhador, além do Hospital Angeliina Caron, em Quatro Barras, que também têm atendimento voltado ao SUS.
Parceria
O Hospital do Rocio contará também com um espaço acadêmico. Através da parceria com a Universidade Positivo, a instituição já recebe estudantes dos cursos de medicina, enfermagem e fisioterapia. Também do curso de pós-graduação em cirurgia bucomaxilofacial, de odontologia. Já estão sendo elaborados programadas para os cursos de psicologia, biomedicina e nutrição. Com isso, a presença de professores e estudantes será constante e crescente. O espaço acadêmico na nova estrutura conta com salas de aula, reuniões e acesso à biblioteca da Universidade Positivo.
À frente do empreendimento, os médicos e diretores do hospital Dr. Luiz Ernesto Wendler e Dr. Carlos Müller. O investimento é de R$ 170 milhões, advindos de financiamentos realizados pela Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. O corpo clínico será formado por cerca de 500 médicos e profissionais multidisciplinares, além de equipe técnica e administrativa. O processo seletivo já está em andamento e as contratações sendo realizadas.
* com informações da assessoria do Hospital do Rocio

Dona de imobiliária é encontrada morta e amordaçada dentro de casa



idosa
Vizinhos viram porta aberta e idosa caída. 

Uma idosa de 72 anos foi encontrada morta e amordaçada dentro de casa na rua Leopoldo Belczak, no bairro Capão da Imbuia, em Curitiba, no início da manhã desta segunda-feira (14). Maria Idarcy Mesquita não apresentava ferimentos aparentes, mas pode ter sido morta por asfixia. A casa ficou completamente revirada e o veículo da idosa, um Renault Logan, foi encontrado há pouco em Pinhais, na região metropolitana. Idalina era dona de uma imobiliária no bairro, mas a polícia não sabe se o assassinato tem ligação com o negócio da família.
A porta da casa da idosa estava aberta e, assim que passaram em frente, vizinhos conseguiram ver a mulher caída no chão da sala. A Polícia Militar (PM) e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados. Guarda-roupa, gavetas da cozinha, estantes e até mesmo o banheiro estavam revirados. Não há sinais de arrombamento.
De acordo com o perito do Instituto de Criminalística, a morte da mulher aconteceu há, pelo menos, 8 horas. Ela foi encontrada deitada, de barriga para baixo e o único ferimento aparente é no nariz. Ela estava amordaçada com um pano.
Os vizinhos contaram que a idosa morava sozinha e tinha um veículo. “Os netos vieram até o local e confirmaram essas informações. É um caso violento de latrocínio. Essa mulher era dona de uma imobiliária em Curitiba”, disse o tenente Kretschmer da PM. A família revelou à Banda B que, recentemente, a idosa teria caído no golpe do bilhete premiado e, inclusive, chegou a dar uma grande quantia de dinheiro aos bandidos.
O carro dela foi encontrado agora pela manhã na avenida Maringá, em Pinhais. O caso será investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos e o corpo encaminhado ao IML de Curitiba.

Motociclista bate contra carro que estava sendo empurrado na Kenedy e morre na hora


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

carro-kenedy
Motociclista morreu na hora e garupa ficou em estado grave. 

O motociclista André Ricardo Alves Watanabe, 38 anos, morreu na hora ao colidir contra a traseira de um veículo no fim da tarde deste domingo (13), na avenida Presidente Kennedy, no bairro Guaíra, em Curitiba. A vítima foi arremessada junto com a moto e morreu na hora.
O acidente aconteceu por volta das 17h50 em frente à igreja ucraniana. Algumas pessoas empurravam o veículo Volkswagen Logus, que estava com problemas mecânicos, quando o motociclista colidiu violentamente na traseira desse carro.
Com o impacto, o carro capotou e a moto foi arremessada. O piloto morreu na hora e a garupa, uma jovem de 23 anos, foi encaminhada estado grave ao Hospital Trabalhador, no bairro Portão. O subtenente do Corpo de Bombeiros Scrock disse a garota está em estado grave. “Ela foi levada ao hospital e o estado é grave. Em princípio soubemos que a moto estava trafegando em alta velocidade, mas é preciso checar tudo isso”, finalizou.
A avenida ficou bloqueada por cerca de uma hora, mas não afetou o trânsito. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.
Atropelamento
José Francelino Alves, 51 anos, foi atropelado e morto na noite deste domingo (13) na BR-277, por volta das 20 horas. O acidente aconteceu no quilômetro 101, na pista sentido Campo Largo, no bairro Orleans. Ele e a esposa tentavam atravessar a rodovia para pegar um ônibus do outro lado, depois de passarem o dia na casa de parentes. O veículo atropelador fugiu, sem prestar atendimento à vítima. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e o atropelamento será investigado pela Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran).

Copa do Mundo acaba e violência explode em Curitiba e Região – “Cadê a polícia?”




O reflexo da volta dos policiais militares ao interior do Paraná já começou a provocar reflexos na violência em Curitiba e Região Metropolitana. Com o fim da Copa do Mundo, os números da violência voltaram a crescer. O balanço oficial do Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba registrou que, neste fim de semana, 18 pessoas foram assassinadas. Nos fins de semana durante o trabalho ostensivo da Polícia Militar para os jogos do mundial em Curitiba, Curitiba e região ocorriam, em média, 6 assassinatos nos fins de semana.
Do total de 24 mortes violentas, das 18 horas de sexta-feira (11) até as 6 horas de hoje (14), foram 18 assassinatos – cinco somente em Araucária, na região metropolitana de Curitiba; quatro pessoas vítimas de acidente de trânsito, uma pessoa morreu devido a queda e um ficou na dependência de exames complementares.
Violência
Em Araucária, cinco pessoas foram assassinadas neste fim de semana. Entre os crimes, dois adolescentes de apenas 16 anos. O primeiro crime aconteceu às 22 horas deste domingo. Jean Carlo de Amorin foi executado com vários tiros quando estava em frente a uma residência na rua Emílio Vos, no Jardim Alvorada. Testemunhas contaram que o atirador se aproximou, conversou com o adolescente e logo depois efetuou vários tiros.
O outro adolescente também foi morto a tiros próximo a invasão do Jardim Shangai, no início da madrugada desta segunda-feira (14). De acordo com a polícia, o adolescente foi morto com 11 tiros. “O local é aberto, não tem muitas informações. Por enquanto, sem motivação esclarecida”, disse a tenente Tonelli. Um dos moradores ouvidos no local desabafou: “Cadê a polícia? Sumiram todos os policiais. Na Copa a gente cruzava com polícia o tempo todo e agora como a gente fica?”, questionou o morador.
Em Curitiba, no bairro Umbará, dois moradores de rua foram assassinados a tiros. Elizeu Silva de Oliveira, 40 anos, e Sandro Silva Santos, 37 anos, foram mortos às 23 horas na rua Nicola Pelanda em frente a uma farmácia. O cunhado de uma das vítimas esteve no local e disse que a família tentou ajudá-lo. “Ele não queria ir para casa. Às vezes que ele voltava, de repente, sumia e ia para as ruas de novo. A família fez de tudo”, contou.
No bairro Cajuru, dois homens encapuzados invadiram uma residência e assassinaram André Roberto Fernandes Batista, 38 anos, na frente da mulher e do filho. De acordo com o policial civil Lima, a dupla arrentou o muro da residência e, fortemente armados, atiraram contra ele. “A vítima já tem passagem pela polícia e os vizinhos contaram que ele tinha envolvimento com as drogas. A mulher contou que não viu o rosto dos atiradores porque estavam encapuzados”, contou.
Em Colombo, um homem não identificado, que tem cerca de 25 anos, foi morto a tiros na rua Francisco Baggio, no Jardim Nossa Senhora de Fátima, no fim da noite deste domingo (13). Há poucas informações, mas a vítima também teria sofrido agressões antes da morte, já que as mãos estavam amarradas.