Beto Richa prorroga concurso da PM-PR

unnamed
O governador Beto Richa (PSDB) mandou prorrogar por mais um um ano o concurso para contratação de mais policiais militares da Polícia Militar do Paraná. O concurso teve mais de 120 mil inscritos. A primeira turma chamada (2.633 policiais militares) tem formatura em setembro. Os policiais finalizam a etapa de formação com estágio operacional supervisionado em todos os núcleos da PM e na Academia Policial Militar do Guatupê.
Outros 2.600 militares, que compõem a segunda fase do concurso, já foram convocados e estão em fase seletiva, ou seja, passando por exames psicossocial, de saúde e físico e apresentando documentação, entre outros procedimentos necessários para a contratação.

Alvaro põe Requião em saia justa


alvaro
Do Cícero Cattani
O senador Alvaro Dias, querendo ou não, deixou o senador Roberto Requião numa tremenda saia justa ao revelar que deixará o Senado no período de campanha. Nesse tempo, assume o suplente Wilson Matos, dono da Cesumar, um complexo de ensino baseado em Maringá. Roberto Requião havia anunciado que permaneceria no Senado. Com isso, manteria a estrutura da Rua Carlos Pioli e o pessoal pago pelo Senado a sua disposição, independentemente do escritório que está sendo montado em um palacete na Rua Alberto Foloni, com recursos da campanha.
O suplente de Requião é o empresário Francisco Simeão, coordenador financeiro. “Não quero ouvir que estou recebendo e usando a estrutura do gabinete para fazer campanha”, justifica o tucano. Alvaro Dias já havia aberto mão da verba de gabinete, que inclui assessores, passagens aéreas e outras mordomias até o limite de R$ 80 mil reais/mês. Aliás, Requião foi flagrado usando o site oficial do Senado fazendo lincagem para material de campanha do filho, Maurício Thadeu, candidato a deputado estadual, o que foi proibido pelo TRE que lhe aplicou uma multa de cinco mil reais.

Curitiba recebeu 214 mil turistas e maioria contou nas redes sociais o que achou daqui


SMCS

turistas-ctba
O gasto médio diário por turista em junho de 2014 foi de R$ 594,07. Foto: SMCS

Um balanço ainda parcial da movimentação provocada pela Copa do Mundo em Curitiba mostra que a cidade recebeu apenas no mês de junho 214.505 turistas, dos quais 95.854 estrangeiros. Com gasto médio diário superior ao dobro do registrado em Curitiba em 2013, os visitantes movimentaram a economia deixando aqui cerca de R$ 427 milhões, e levaram uma ótima impressão da cidade. Uma pesquisa realizada pelo Departamento de Turismo da UFPR, em parceria com o Instituto Municipal de Turismo (Ctur), revela que mais de 95% dos turistas consideraram que Curitiba atendeu ou superou as expectativas que tinham antes de chegar. Dos estrangeiros, 82% pretendem voltar à cidade, e dos brasileiros, 96%.
A pesquisa foi realizada na Fan Zone (área montada pela Fifa em frente à Arena da Baixada) e nos Postos de Informação Turística montados pelo CTur em vários pontos da cidade. Foram ouvidos 513 turistas (275 brasileiros e 238 estrangeiros). Dos estrangeiros, 93% visitavam Curitiba pela primeira vez. Entre os brasileiros, só 24% ainda não conheciam a cidade.
“Tivemos uma grande movimentação em parques e outros pontos turísticos, no comércio, na Rodoviária e no aeroporto. Sem dúvida, a Copa deixou um saldo muito positivo para a cidade, não apenas durante o período do torneio, mas levando em consideração que esses turistas vão divulgar nossa cidade em muitos lugares do Brasil e do exterior”, disse o presidente do Ctur, Paulo Colnaghi.
Um dado importante da pesquisa é que 78% dos entrevistados compartilharam sua experiência em redes sociais. Isso torna ainda mais relevante a informação de que, para 60% dos entrevistados, Curitiba atendeu às expectativas; 35,5% consideraram que as expectativas foram superadas.
Convidados a destacar características da cidade, 21,7% dos turistas disseram que é planejada e organizada. Também foram citados a qualidade de vida (12,2%), cidade dos parques (11,4%) e cidade ecológica (8,7 %). “Cabe ressaltar que em muitos casos as expectativas com relação à cidade já eram altas, principalmente para os brasileiros e para aqueles que já conheciam Curitiba”, diz o coordenador da pesquisa, José Manoel Gândara, que é professor do Departamento de Turismo da UFPR e trabalhou com os professores Marcia Massukado-Nakatani e Braulio Oliveira.
Áreas verdes
O aspecto de Curitiba que mais impressionou os turistas foram as áreas verdes – item que recebeu a maior nota na avaliação de aspectos relacionados à infraestrutura, serviços urbanos e turísticos. Também se destacaram a qualidade de vida da população local, bares, restaurantes, hospitalidade da população local, atenção dos voluntários, meios de hospedagem, Fan Fest, fornecimento de energia elétrica, limpeza pública, atendimento no aeroporto e no comércio.
Aspectos como qualidade do ar, conservação das áreas públicas, transporte coletivo, atendimento na rodoviária, segurança pública, informações turísticas, atendimento das agências de receptivo, acessibilidade para deficientes, qualidade das estradas de acesso, serviços de táxis, sinalização da Copa FIFA, informações turísticas ficaram também com avaliações acima da média.
Os pontos mais visitados pelos turistas foram o Jardim Botânico, o bairro de Santa Felicidade, Ópera de Arame/Pedreira Paulo Leminski, Museu Oscar Niemeyer, Centro Histórico, Parque Barigui e Parque Tanguá.
Procedência
Dados da pesquisa e de outros registros do Ctur mostram que a Copa trouxe a Curitiba visitantes de 73 países – e 93% disseram que indicariam a capital paranaense para futuros visitantes. Entre os países de origem, destaque para Equador (18.134), Austrália (10.648), Estados Unidos (7.260), Rússia (6.788), Colômbia (6.424), Argélia (4.984), Argentina (3.762), Honduras (3.410), Espanha (2.882) e Irã (2.464). A cidade também recebeu turistas do Pèru, França, Inglaterra, México, Alemanha, Chile, Venezuela, Canadá, Nigéria e Holanda, entre outros países.
Dos visitantes brasileiros, a maior parte (42.486) veio de outras cidades do Paraná. Depois aparecem São Paulo (31.347), Santa Catarina (25.906), Rio Grande do Sul (6.477) e Rio de Janeiro (2073), seguidos por outros estados.
O gasto médio diário dos turistas foi de R$ 594,07 – mais que o dobro do gasto médio diário dos visitantes que passaram pela cidade no ano passado (R$ 221,87).
Números do turismo na Copa em Curitiba
· Turistas estrangeiros em junho: 95.854
· Turistas brasileiros em junho: 118.651
· Gasto médio diário por turista – junho/2014: R$ 594,07
· Gasto médio diário por turista – junho/2013: R$ 221,87
· Montante movimentado pelos turistas em Curitiba – junho/2014: R$ 427 milhões
· Público na Arena da Baixada: 157.011 (Fonte: FIFA)
· Público na Fan Fest: 111.614
· Fluxo de passageiros na Rodoviária: 437.288
· Fluxo de passageiros no Aeroporto: 621.568 (Fonte: Infraero)
· Fluxo de passageiros Aeroporto/Rodoviária: 1.058.856
· Mais de 1 milhão de passageiros no Aeroporto e Rodoviária
.

Atiradores emparelham carro com caminhonete e executam dois homens em Campo Magro


Por Elizangela Jubanki e Juliano Cunha

campo-magro
Carro das vítimas marcado por disparos de arma de fogo. Fotos: Blog do Lobão
Dois homens foram assassinados no fim da tarde desta terça-feira (15) no bairro Jardim Boa Vista, no município de Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba. Eles foram atingidos por cerca de dez tiros dentro do carro de um deles, Clodoaldo Marques de Almeida, 43 anos, que morreu na hora. O passageiro não foi identificado.
As vítimas estavam em uma caminhonete F250, com placas de Bandeirantes, na Avenida Norte Sul quando outro carro emparelhou e abriu fogo contra a dupla. Há suspeita de que os atiradores tenham usado metralhadora ou fuzil.
De acordo com o tenente Emerson, Almeida teve envolvimento com o tráfico de drogas há cerca de 10 anos. “Ele tem passagens pela polícia e esse envolvimento no passado pode ter sido a motivação desse duplo homicídio”.
A Delegacia de Almirante Tamandaré investiga o caso. Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Fonte: Banda B

Para ficarem mais lindas, moças tentam furtar casacos em shopping de Curitiba driblando detector


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

A tentativa de renovar o guarda-roupa com casacos de inverno terminou com três jovens indiciadas por furto qualificado na noite desta segunda-feira (14). Tudo começou quando as moças passeavam pelo Shopping Palladium, no bairro Portão, em Curitiba, e resolveram levar casacos de uma rede de lojas. O detalhe é que elas não queriam pagar pelos produtos. Logo, pensaram que furtar seria a melhor forma de levá-los. Puro engano.
Uma ficou do lado de fora da loja, no corredor, com a bolsa das duas amigas, que entraram na loja para escolher os casacos. O plano era passar as peças mais transadas e lindas – segundo o Boletim de Ocorrência – por cima do detector de metal, e assim não acioná-lo.
Com três casacos de R$ 199,90 já nas mãos, o trio ainda queria mais um. Talvez para dar de presente. Foi nesse momento de ganância que elas foram pegas. Seguranças cercaram a amiga do lado de fora que tentou justificar: “Estou apenas segurando para elas”. Não teve jeito e ela foi parar na delegacia.
O delegado José Sudário disse que o planos das jovens não deu certo e as três foram autuadas. “Elas resolveram fazer um tour estratégico pelo shopping, mas o trabalho todo foi pego. Passavam os casacos por cima e pensaram que ninguém fosse ver”, disse à Banda B.
As outras duas conseguiram fugir, mas logo acabaram identificadas, afinal, a amiga detida estava com as bolsas e todos os documentos das companheiras. Esqueceram de planejar esse detalhe. As jovens foram indiciados por furto qualificado.
.

Prefeitura Informa: Inscrições abertas para cursos de qualificação profissional


WEBMASTER 15 DE JULHO DE 2014
Prefeitura Informa: Inscrições abertas para cursos de qualificação profissional

Carro encosta na traseira de moto, jovem se desequilibra e estado de saúde é grave


Por Elizangela Jubanski e Juliano Cunha

moto-jovem
Jovem teve traumatismo craniano e foi socorrido em estado grave. 

Um jovem ficou gravemente ferido ao se desequilibrar e cair da motocicleta na tarde desta terça-feira (15) no Contorno Leste, próximo a Ceasa. Alexandre Trevek Neto, 24 anos, estava em uma Honda Bis quando um carro encostou na traseira da moto, ocasionando a queda. O traumatismo craniano foi detectado na hora e os socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) solicitaram a presença de um médico.
A queda aconteceu na pista sentido São José dos Pinhais por volta das 14h30 e testemunhas afirmam que, logo após encostar o carro na moto, o motorista fugiu. Não há informações sobre marca ou modelo do veículo. O jovem sofreu traumatismo craniano e foi encaminhado em estado grave ao Hospital Trabalhador.
“O jovem foi entubado, está estabilizado, mas o capacete está bastante destruído. O problema do traumatismo é que ele tem dificuldade em respirar e pode até aspirar o vômito, mas apesar de o trauma ser grande, ele é jovem e não tem outras fraturas graves”, contou o médico Mizael do Corpo de Bombeiros.
A pista foi parcialmente bloqueada até o encaminhamento do jovem ao hospital. Houve registro de trânsito intenso, mas o Contorno foi liberado após cerca de uma hora.

Polícia estoura bar que vendia anabolizantes e abortivos em Curitiba


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha
anabolizantes
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)

O proprietário do bar do Careca, localizado no bairro Xaxim, em Curitiba, foi preso por vender produtos de uso proibido no Brasil na tarde desta terça-feira (15). Sandro Luiz de Oliveira comercializava anabolizantes, estimulantes sexuais, remédios abortivos e também para emagrecimento.
anabolizantes2
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)
Segundo a delegada Araci Costas Vargas, da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Saúde (Decrisa), para ludibriar a lei, as mercadorias eram compradas no Paraguai e vendidas de forma ilegal no país. “Na verdade, o estabelecimento era um bar, não uma loja. E ele oferecia dois anabolizantes que contêm um componente proibido no país”, explicou ela em entrevista à reportagem.
Sandro era bastante conhecido na região, principalmente por frequentar academias nas imediações e estar ligado a atividades esportivas. “Nós entendemos a atuação dele como prejudicial para a coletividade e para a saúde pública”, completou ela.
Além dos anabolizantes, foram apreendidos no local medicamentos com a venda permitida no país, mas que eram repassados aos clientes de forma ilegal, sem nenhum farmacêutico responsável. No estabelecimento havia ainda viagra, remédios abortivos e até mesmo munições.
O dono do bar foi preso e autuado em flagrante pela comercialização de produtos proibidos no Brasil.
Fonte: Banda B
.

Executivo suspeito de chefiar venda ilegal de ingressos da COPA se entrega à Justiça


O diretor da empresa Match, Raymond Whelan, se apresentou na tarde de hoje (14) à 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O executivo era considerado foragido da Justiça e será levado para a Polícia Interestadual e de Capturas (Polinter). Whelan ainda passará por um exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal.

O britânico é acusado de participar de um esquema de venda ilegal de ingressos da Copa do Mundo. A Match é uma empresa autorizada pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) a comercializar os bilhetes.

No último dia 10, a Justiça do Rio acatou o pedido de denúncia do Ministério Público (MP) do Rio de Janeiro e decretou a prisão de 11 acusados no esquema de venda ilegal de ingressos, entre eles Whelan. A polícia fez buscas para prender o diretor, que não foi encontrado e passou a ser considerado foragido. Policiais da 18ª Delegacia de Polícia foram ao hotel Copacabana Palace, mas não encontraram Whelan.

De acordo com o Ministério Público, os acusados vão responder por organização criminosa, cambismo, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e sonegação fiscal.

Homem é coberto com gasolina de moto que tinha roubado e tem corpo carbonizado; imagem forte


Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

carbonizado
Homem está sem identificação. 

Um corpo carbonizado foi encontrado na manhã desta terça-feira (15) na localidade de Queimado, em Mandirituba, na região metropolitana de Curitiba. O homem está sem identificação e foi queimado embaixo de uma motocicleta na rua Sirlei Dranka Palu. O dono da moto foi quem encontrou o homem carbonizado. Segundo ele, a motocicleta foi roubada na noite de ontem.
A vítima está com parte do corpo queimado e ainda não teve a identidade confirmada. O tanque de gasolina da motocicleta estáava com a tampa aberta e, provavelmente, foi usado para incendiar o corpo e a moto. A versão apresentada pelo dono da moto está sendo investigada pela Polícia Civil.
Segundo ele, dois homens o abordaram para roubar a motocicleta dele. Após muitas agressões, o dono da moto contou que eles fugiram conseguindo levar o veículo. Hoje pela manhã, a vítima – que mora na região – viu a moto e o homem carbonizados no meio da rua e acionou a Guarda Municipal.
Entretanto, o dono da moto, de acordo com a polícia, está em condicional respondendo por assalto à mão armada. Ele possui outras passagens pela polícia e, por isso, a versão apresentada por ele será investigada. O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba para realização de exames complementares.

Doleiro pagou voo de Vargas, diz empresário


Em resposta por escrito ao Conselho de Ética, Bernardo Tosto confirma que foi Youssef quem custeou viagem




Brasília - O empresário Bernardo Tosto, sócio e administrador da Elite Aviation, empresa dona do jatinho emprestado pelo doleiro Alberto Youssef para o deputado André Vargas (sem partido-PR) viajar com a família em férias, confirmou que foi o doleiro quem custeou a viagem feita em janeiro deste ano. No entanto, ele afirma que uma empresa de aviação foi quem fez o contrato para a realização do voo. O empresário disse ainda que foi emitida nota fiscal, mas alegou não poder identificar a empresa. A informação foi dada por Tosto ao Conselho de Ética da Câmara, que investiga Vargas por quebra de decoro parlamentar devido ao seu envolvimento com o doleiro, preso desde março e acusado de comandar um esquema bilionário de lavagem de dinheiro.

O empresário foi arrolado como uma das oito testemunhas indicadas pelo relator do caso, deputado Júlio Delgado (PSB-MG). No entanto, Tosto não aceitou depor pessoalmente no colegiado e respondeu por escrito a 12 perguntas enviadas por deputados.

Questionado sobre se Vargas já havia utilizado a aeronave em questão ou outras de sua propriedade com custos pagos por Youssef, Tosto respondeu: "Pelo que sei, aquela foi a única vez. Não há registro na empresa de que ele tenha feito outro uso".

Em março, a Folha de S.Paulo revelou que Vargas viajou no jatinho emprestado pelo doleiro para passar férias em João Pessoa, Paraíba, com sua família. Em resposta ao jornal, o deputado afirmou na ocasião conhecer o doleiro há mais de 20 anos e disse ter pedido o avião porque voos comerciais estavam muito caros no período, mas alegou ter pago o combustível do jato Learjet 45. No entanto, no dia seguinte à publicação, ele mudou sua versão e disse que Youssef havia custeado as despesas com o voo e afirmou só ter aceitado embarcar porque imaginou que se tratava de uma "carona". Segundo ele, quando soube que era um frete exclusivo, pediu à sua secretária para reembolsar Youssef das despesas de combustível, estimadas por ele em R$ 20 mil. "Entretanto, a proposta de reembolso foi negada", afirmou sua assessoria em nota na época, acrescentando que o deputado teria sido informado dessa recusa no dia em que o caso foi revelado.

Na resposta enviada ao Conselho de Ética, Tosto confirma que foi feito um voo comercial em 2 de janeiro de Londrina, Paraná a João Pessoa, Paraíba, e afirma que uma nota fiscal foi emitida para o serviço prestado. O frete, segundo o empresário, era de ida e volta, mas ele não esclarece quando teria ocorrido o retorno do deputado. Ainda segundo Tosto, uma outra empresa de aviação não identificada por ele foi quem fez o contrato com a Elite Aviation. Tosto negou conhecer Youssef e Vargas e disse ter ficado sabendo do uso de seu avião apenas pela imprensa.

Ele disse também não ter tido conhecimento sobre uma tentativa de Vargas pagar os gastos oriundos do uso da aeronave.

Questionado sobre se Youssef já havia custeado o uso de aeronaves para outros parlamentares ou outras pessoas, Tosto afirmou apenas que em "relação à empresa Elite, informo que o senhor Alberto Youssef não custeou a aeronave para parlamentares nem para outras pessoas".

Vargas também responde ao processo por suposto envolvimento na negociação de contratos entre o laboratório Labogen e o Ministério da Saúde. De acordo com investigações da Polícia Federal na Operação Lava Jato, a Labogen teria sido usada para lavar US$ 37 milhões (R$ 85 milhões) oriundos dos negócios de Youssef ao simular importações. Vargas teria auxiliado o doleiro a conseguir um contrato no ministério para o laboratório no valor de R$ 31 milhões. Em uma das mensagens interceptadas pela PF, Vargas e o doleiro aparecem conversando sobre a Labogen e tratam o negócio como a oportunidade de "independência financeira". A suspeita da polícia é de que o doleiro seja o verdadeiro dono do laboratório.

Desde que as denúncias contra Vargas começaram a ser publicadas, ele renunciou ao cargo de vice-presidente da Câmara e pediu licença por 60 dias. Ele retomou o mandato em 14 de maio para se defender no conselho. No entanto, o PT, seu antigo partido, entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral pedindo a perda do mandato de Vargas por infidelidade partidária. O autor do pedido é o advogado do PT, Marcio Silva. Delgado afirmou ontem que deseja concluir a instrução do processo dentro do prazo de 40 dias, que se completam em 29 de julho caso a Câmara não entre em recesso.

R$ 800 milhões em investimentos para o Paraná





Finalmente, assinamos um dos contratos de financiamento para o Paraná. Hoje cedo, na sede do Banco Mundial, em Brasília, formalizamos o empréstimo de US$ 350 milhões, quase 800 milhões de reais, voltado para a área social – educação, saúde e meio ambiente. Com esses recursos poderemos incrementar, por exemplo, o programa Mãe Paranaense, que já obteve resultados bastante expressivos e reconhecidos pelo Ministério da Saúde e que agora será fortalecido.
O Paraná é o estado com a menor taxa de mortalidade materna do país, 41%, e nós ainda conseguimos atingir o menor índice de mortalidade infantil da história do Paraná. Outro foco do empréstimo é voltado para o enfrentamento de desastres naturais. Temos visto cada vez com mais frequência e maior intensidade os fenômenos climáticos. O Paraná tem vários projetos e investimentos nesta área e poderá intensificar essas ações.
Com os investimentos – aquisição de bases móveis e fixas, estações meteorológicas e vários outros equipamentos, vamos ampliar para três dias a previsão de riscos e de desastres ambientais. Isso é inédito no país – hoje, no Brasil, a previsão é feita com apenas um dia de antecedência. Identificando o perigo três dias antes, será possível organizar as ações, preparar as regiões a serem atingidas e mobilizar a nossa equipe, especialmente a Defesa Civil. Isso vai salvar vidas e também bens materiais.

Receita paga hoje segundo lote de restituição do IR 2014


Agência Brasil




A Receita Federal paga hoje (15) o crédito referente ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2014. Serão contemplados 1.060.473 contribuintes, somando R$ 1,6 bilhão.
Serão depositados também valores de seis lotes residuais (declarações que estavam retidas na malha fina) de exercícios entre 2013 e 2008. Com isso, o valor total a ser liberado chegará a R$ 1,8 bilhão e abrangerá 1.122.154 contribuintes.
Além de acessar a página da Receita para saber se a restituição foi liberada no segundo lote, o contribuinte pode também ligar no Receitafone, número 146. Na consulta à internet, no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC), é possível ter acesso ao extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento.
A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate no prazo, deverá requerê-la pela internet, por meio do Formulário Eletrônico Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Portal e-CAC.

Pai de família é morto a tiros dentro do carro e suspeitos fogem a pé




umbara
Homem era usuário de drogas, de acordo com a família. 
A ida a um posto de combustível foi o último passeio de Moisés Alves de Souza, 34 anos. A vítima foi morta a tiros no meio da rua, dentro do próprio carro, na rua Manoel Chimentão, no bairro Umbará, em Curitiba, na noite desta segunda-feira (14). Dois atiradores estão sendo procurados, mas a polícia não sabe o paradeiro deles.
O crime aconteceu por volta das 19 horas quando Souza saiu de casa, que fica na mesma rua onde tudo aconteceu, para ir a um posto de combustível encher o pneu do carro, um Fiat Uno, com placas de São Paulo. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima não tinha passagens pela polícia e foi surpreendida por dois homens armados que estavam a pé. “Esses dois homens fizeram a vítima parar no meio da rua. Há informações de que houve discussão. Ele é um pai de família e as pessoas estão falando, inclusive a família, de que ele era usuário de drogas”, completou o tenente Correia do 13º BPM.
O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado, mas ele morreu na hora. A família confirmou que Souza era usuário de drogas, mas não tinha brigas com ninguém, nem estava sendo ameaçado. A vítima era pai de duas filhas – 1 e 3 anos. A PM informou que os dois suspeitos do crime fugiram no sentido Contorno Leste. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.
Fonte: Banda B

Taxistas do aeroporto acampam em protesto contra suspensão de permissões




acampados
Taxistas passaram a noite acampados em frente ao aeroporto Afonso Pena – Foto: Bruno Henrique/

Cerca de 125 taxistas de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, estão acampados desde a noite desta segunda-feira (14) em frente ao Aeroporto Afonso Pena. Eles protestam contra uma decisão da Vara de Justiça que suspendeu a licença provisória dos motoristas. Todos estão impedidos de trabalhar e estão obrigados, inclusive, a descaracterizar os veículos por ordem judicial até esta terça-feira (15). Os taxistas atuavam no Aeroporto Afonso Pena.
Os motoristas estão dormindo em barracas e aguardam uma decisão do Tribunal de Justiça do Paraná, que deve sair nesta terça-feira (15), sobre o pedido de suspensão da decisão.
acampamento
Os motoristas armaram barracas em protesto
Desde o dia 10 de julho os 125 motoristas estão impedidos de prestar o serviço de transporte por uma decisão da Vara da Fazenda Pública de São José dos Pinhais. O juiz Juan Daniel Pereira Sobreiro suspendeu as licenças provisórias acatando um pedido feito pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), que alega que a prefeitura distribuiu licenças provisórias para atuar na cidade sem o devido procedimento licitatório. A alegação do MP-PR é que isso pode favorecer antigos permissionários que não conseguiram se habilitar no último processo licitatório para permissões de táxi em 2012. Na época, foram concedidas 470 permissões.
Os motoristas rebatem os argumentos e dizem que entregaram toda a documentação de forma correta. “Tenho 25 anos de profissão e entreguei todos os documentos. Daí por causa de um espaçamento a mais na grafia do meu nome cancelaram minha licença. É um absurdo. Estão privilegiando quem tem diploma e deixando de lado trabalhadores que estão há anos nas ruas”, desabafou o taxista Sebastião Leite à Banda B. Uma das exigências da licitação é a comprovação de curso superior.
“O que vou fazer da minha vida? Tudo o que tenho e o meu sustento vem do meu táxi. Fiz tudo que pediram, até paguei seis meses de INSS atrasado, como exigiram, e pra quê? Para perde meu ganga pão?”, questiona o motorista de táxi Marcelo Caetano.
A prefeitura de São José dos Pinhais informa que as licenças provisórias foram emitidas para atender a demanda da Copa do Mundo.

Fonte: Banda B
.