Esposa de homem preso por abusar de crianças durante carona diz que caso é armação


 

Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

A esposa do homem preso por abuso no Centro de Curitiba, Elaine Haiz Moreira, defendeu o marido em entrevista nessa nesta terça-feira (29) e afirmou que o caso é uma armação. De acordo com ela, o marido sempre tratou muito bem as crianças com que conviveu e nunca faria isso com ninguém. Ivan Vanderlei Vaz, de 39 anos, foi preso em flagrante no último dia 24 após ser acusado de abusar das filhas de um amigo durante uma carona.
suspeitoabuso
Foto: Bruno Henrique – 
Segundo Elaine, a notícia da prisão caiu como uma bomba na família e eles encontram dificuldades até para saber quais passos tomar. “Nós não temos dinheiro para pagar advogado, mas mesmo assim estamos arcando com um e com essa calúnia. Meu marido está todo machucado na prisão, foi agredido no dia e o cara que o acusou está nas ruas como se nada tivesse acontecido”, comentou.
Vaz foi preso em uma quadra de futebol sintético após um jogo seguido de um churrasco. De acordo com a acusação do amigo, ele viu o suspeito abusando das duas filhas, de um e sete anos.
Em entrevista à Banda B, a delegada Sabrina Alexandrino, Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), disse que o inquérito está em andamento e a menina mais velha confirmou a acusação. “A menina de sete anos conversou com o setor de psicologia e disse que o Ivan passou a mão na região genital por cima da roupa e tentou passar por baixo, além de tentar beijar a boca da menor. Os pais são testemunhas presenciais, viram a situação e continuam mantendo a versão”, afirmou.
Elaine contou à reportagem que quando se casou com Vaz, ele já possuía quatro filhos. “Ele é um homem muito bom e agora está sofrendo com essa situação, temos certeza que ele é inocente”, concluiu.
O Nucria segue investigando o caso.

Menina de seis anos é morta pela mãe durante ritual religioso no Paraná


 

Da Redação com Catve.tv

O corpo de uma menina de seis anos, que estava desaparecido desde o mês de fevereiro em Cascavel, na região oeste do estado, foi encontrado pela Polícia Civil nesta terça-feira (29). De acordo com as investigações, Maria Clara Zortea Ramalho foi morta pela mãe e uma amiga durante um ritual religioso na cidade. O corpo foi encontrado em uma propriedade rural, localizada próximo a BR-277.
meninamortacascavel2
Foto: Reprodução Catve
De acordo com a polícia, o pai da menina, Jeferson Zortea Ramalho, já desconfiava que o pior pudesse ter acontecido ainda em fevereiro, mas só procurou a 15ª Subdivisão Policial e o Conselho Tutelar em março. Ramalho estava separado da mulher há cinco anos, sempre conviveu bem com a ex e visitava a menina regularmente, mas percebeu que o relacionamento mudou no início do ano. “A gente se dava bem, mas no início do ano quando ela conheceu essa mulher tudo mudou, passou a ser um inferno”, afirmou.
Ossos e um pedaço de pano foram resgatados para a perícia. Os investigadores escavaram com bastante cuidado. Durante o trabalho as acusadas negavam o crime. “Eu não fiz nada”, disse a mãe.
Primeiro a mãe da menina, Vanessa Aparecida Ramos do Nascimento, que já tinha confessado o crime à polícia, indicou onde a filha estava enterrada. Em seguida a amiga, Giulia Albuquerque afirmou que elas faziam orações no local, mas nada fizeram com a menina.
A 15ª Subdivisão segue investigando o caso.

Samu terá medicamento que pode reduzir em 17% mortes por infarto


Da Agência Brasil

As ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) passarão a contar com medicamentos trombolíticos, que podem diminuir em até 17% o número de mortes por infarto agudo do miocárdio. A portaria que incorpora o tenecteplase deverá ser publicada nos próximos dias.
SAMU
Foto: Banda B
O ministro da saúde, Arthur Chioro, que assinou ontem (28) a nova norma, ressaltou que as doenças do sistema circulatório são as que mais matam no Brasil. Segundo o coordenador-geral de Média e Alta Complexidade do Ministério da Saúde, José Eduardo Fogolin Passos, o tenecteplase é um medicamento aplicado de forma muito simples. Mesmo assim, as equipes serão treinadas.
“O infarto é a obstrução, o entupimento da artéria coronária, a artéria do coração. A partir do momento em que a artéria entope, o músculo do coração para de funcionar, o coração para de funcionar e a pessoa pode ter uma parada cardíaca. Com esse medicamento, o trombo se dissolve na hora, e o coração volta a ter circulação e não há parada cardíaca”, explicou Fogolin.
Segundo Fogolin coordenador, se o sistema de atendimento levar menos de uma hora para desobstruir a artéria do paciente, há 15% de risco de morte. Caso a desobstrução ocorra em até duas horas, o risco de morte pode dobrar. Fogolin citou estudos segundo os quais cidades que usam esse medicamento no sistema móvel de atendimento podem reduzir em até 17% o número de mortes por infarto.
Quando o paciente escapa da morte depois de um infarto, ele ainda pode ficar com sequelas, como insuficiência cardíaca, devido à perda de um músculo cardíaco, situação que o trombolítico também pode evitar. “Ter esse medicamento faz a diferença entre a vida e a morte e o prognóstico do paciente que tem o infarto, porque aquele que não não vai a óbito tem depois uma melhoria de qualidade de vida muito grande. Fica com menos sequelas, menos complicações”, frisou o ministro.
Todas as ambulâncias do Samu que tenham médicos, e até mesmo embarcações e o atendimento aéreo da rede pública de municípios que aderirem ao sistema receberão verba para comprar o medicamento. Algumas prefeituras já usam o tenecteplase, mas, com a publicação da norma no Diário Oficial, o Ministério da Saúde é que vai financiar o uso para as secretarias de Saúde que aderirem.
De acordo com Fogolin, as equipes do Samu passarão por treinamento para uso do medicamento. A partir da publicação da portaria, que pode acontecer ainda esta semana, as prefeituras já poderão aderir e receber a verba para a compra do trombolítico.
Em 2012, foram registradas 84.157 mortes por infarto agudo do miocárdio. O Ministério da Saúde espera que, com o medicamento, o Samu possa salvar até 8.368 pessoas por ano.
O custo do medicamento para todo o Brasil está estimado em R$ 8,5 milhões.

Programa Mesa Redonda ao Vivo no Youtube

Criança espancada pelo padrasto morre em Curitiba um dia antes de completar dois anos


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento


A criança um ano e onze meses, agredida pelo padrasto em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, morreu nesta segunda-feira (28) no Hospital do Trabalhador (HT), em Curitiba.
Detalhe no caso é que a Maria Eduarda Flora completaria dois anos justamente nesta terça-feira (29), quando será enterrada. Maria Eduarda sofreu uma perfuração no esôfago e não resistiu aos ferimentos. Ela ficou por semanas internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HT.
O acusado do crime foi preso no início deste mês. Ele mantinha uma relação com a mãe da menina há quatro meses.

Plano é descoberto e tentativa de fuga é evitada em delegacia superlotada


 

Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

Policiais do 11º Distrito e o Controle de Operações Policiais Especiais (Cope) descobriram um plano de rebelião na delegacia, na Cidade Industrial de Curitiba, nesta terça-feira (29). No local, há 165 detentos, mas a capacidade é de apenas 38.
11-distrito
(Foto: Divulgação/ Sinpol)
Durante a madrugada de hoje, os carcereiros perceberam uma agitação nas celas e pediram pelo apoio do Cope para controlar a situação. Uma revista completa foi realizada e os policiais encontraram estoques de ferros retirados das próprias paredes, que seriam utilizados como armas para render os agentes.
Os presos traçaram um plano de fuga em massa e já haviam feito um buraco na região externa da cela. Durante a tarde, o caso foi controlado pelos policiais. A informação é de que ninguém foi removido para outras unidades há pelo menos 15 dias.
O delegado-titular do 11º Distrito Policial não falou sobre a situação, devido ao período eleitoral, com medo de perseguição política e represálias.

PMs acusados de matar família em chacina se entregam, mas negam os crimes


Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

soldados-suspeitos-chacina
Os soldados Alisson e Michel, com o advogado, prestes a se entregar na DHPP. Foto: BH/Banda B

Os dois policiais militares que foram apontados pelas investigações como acusados da chacina que matou quatro pessoas da mesma família, em junho desse ano no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, se apresentaram na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) no final da manhã desta terça-feira (29). Antes, os soldados Alisson dos Santos Cszulik, 23 anos, e Michel Diel, 31 anos, conversaram com jornalistas no escritório do advogado e rebateram todas as acusações. “Somos inocentes. Somos policiais e zelamos pela segurança da sociedade. Isso é um absurdo e vamos provar”, disseram.
De acordo com as investigações, a dupla – que trabalha junta na região – teria ido até a residência da família na tarde do crime com uma viatura caracterizada. Eles estariam fardados. Nas imagens usadas pela Polícia Civil, de acordo com o advogado da dupla Cláudio Dalledone, um carro para em frente a casa da família, três homens, usando balaclava, descem do veículo e invadem o local. O inquérito que aponta a acusação dos policiais diz que eles usaram drogas com as vítimas antes do crime e cobravam valores mensais de traficantes da região para fazer ‘vistas grossas’.
Os soldados rebateram as acusações afirmando que trabalham há pouco tempo juntos e que jamais participariam de uma atrocidade como a chacina. “Fiquei espantado quando recebi uma ligação falando que eu era suspeito disso. Estão tentando me incriminar de algo horrível que eu não cometi. Essas testemunhas que basearam as investigações são de traficantes. Disseram que a gente foi até a casa cheirar cocaína, mas cadê isso no vídeo? Por que não usam a mesma câmera para ver se essa informação é verdadeira?”, indaga o soldado Alisson.
Já o policial Michel alega que estava de plantão na região do bairro Pinheirinho, mas no período diurno. “Entrei às 7h e sai às 19h. Levei um choque quando soube disso, minha esposa está grávida, está difícil pra gente. Estou sendo acusado de uma atrocidade. À noite, depois do expediente, fomos jogar carteado e jantar, como fazíamos sempre com outros colegas. Essa acusação é um absurdo”.
Para os soldados, a imagem é rústica e de baixa qualidade. “Não tem como ver e identificar dessa forma. A gente atendia ocorrências e agia de forma preventiva, disse Michel. Eles negaram que soubessem de qualquer informação sobre um tráfico de drogas na casa das vítimas.
Na chacina foram executados: Jaqueline Garcia, 33 anos, que estava grávida de 6 meses; os dois irmãos adolescentes, Kauane Garcia Dias de Farias, 17 anos, e Ailton Augusto Dias de Farias, 14; e o alvo da execução identificado como Jonathan Pereira Veloso, 29 anos. Uma criança de 5 anos, filha do casal, foi poupada e encontrada pelas ruas gritando por socorro.
A Polícia Civil informou em uma coletiva de imprensa que o caso segue sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e está sob segredo de Justiça.

Polícia ‘caça’ homem que compartilha foto de curitibanas sem roupas; namorados são iscas


Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento

O Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber), da Polícia Civil, investiga a divulgação de mais de cem fotos de adolescentes curitibanas nuas, seminuas ou em poses sensuais por meio de perfis em redes sociais. O perfil no Twitter e uma página com o mesmo nome no Facebook pediam para que os internautas enviassem as imagens e as compartilhavam.
Nesta segunda-feira (28), os policiais ouviram sete garotas que tiveram as imagens vazadas. O próximo passo agora é rastrear o responsável pelas contas e quem enviou as fotos. “O sujeito começou a pedir imagens dessa natureza para todo mundo e, em seguida, criou os perfis para a divulgação. Quando alguém denuncia, ele tira a página do ar e vai migrando de site em site”, explicou o delegado do Nuciber, Demétrius Gonzaga de Oliveira.
Segundo ele, nos perfis mais recentes, o responsável faz também montagens com rostos de autoridades sem roupa e posta na web. “Agora nós pedimos a quebra de sigilo para ter acesso às informações e já abrimos inquéritos para a investigação do caso”.
A maioria das fotos são tiradas voluntariamente pelas adolescentes a pedidos dos namorados, que as enviam para o dono dos perfis. “Nesses casos, nós pedimos para os pais terem muito cuidado na hora de disponibilizar qualquer tipo de tecnologia para os filhos”, alertou o delegado.
O responsável pelas páginas pode ser enquadrado em diferentes crimes, dependendo da situação. Há a difamação, por meio dos comentários feitos por ele e pelos internautas que participavam da rede, e ainda por divulgação de imagens pornográficas envolvendo menores. A pena para este último ato infrator é de 3 a 6 anos de reclusão. “Nós vamos tentar enquadrá-lo em todos os casos em que a lei permitir, assim que o localizarmos”, concluiu Gonzaga.
Não apenas quem mantém as páginas, mas também quem repassou fotos pode ser responsabilizado pelo crime.
.

Paraná: o 3º estado mais competitivo do Brasil


Gilmar Mendes Lourenço. Foto Roberto Corradini-SECS
(*) Gilmar Mendes Lourenço
Estudo preparado pela empresa de Consultoria Britânica Economist Intelligence Unit (EIU), com a cooperação do Centro de Liderança Pública (CLP), entidade brasileira, apurou que o Estado Paraná suplantou o Rio Grande do Sul e Minas Gerais em clima de negócios e capacidade de atração de investimentos, entre 2011 e 2013, passando da quinta para a terceira posição no ranking nacional, ficando atrás apenas de São Paulo e do Rio de Janeiro.
A mais recente pesquisa, efetuada entre abril de 2013 e abril de 2014, consistiu em uma avaliação dos aspectos gerais ligados à competitividade de cada unidade federativa do País, com ênfase para os cenários político e econômico, as condições infraestruturais e de regulação, o estoque e fluxo de recursos humanos, além de indicadores de criminalidade, inovação e sustentabilidade.
De acordo com o trabalho, o Paraná teria exibido avanços nas vendas internacionais do agronegócio, na renda per capita, nos dispêndios realizados pelo setor privado com pesquisa e desenvolvimento e nos estímulos fiscais direcionados às políticas ambientais.
Na verdade, em contraposição ao panorama desanimador, em âmbito nacional, embora esteja longe de representar o papel de uma ilha de prosperidade num oceano de instabilidade, o Paraná perseguiu, intransigentemente, no intervalo de tempo compreendido entre 2011 e julho de 2014, a recuperação, de modo sincronizado entre governo e atores privados, de um conjunto de mecanismos e instituições capazes de, ao mesmo tempo, produzir defesas em períodos cadentes da economia brasileira e assumir funções de autênticas molas propulsoras em estágios de reativação da rota do crescimento.
É fácil perceber que a base econômica regional vem atravessando uma etapa de intensificação da diversificação de sua matriz produtiva, fruto da preparação e execução de um arranjo institucional, alicerçado na participação ampla e efetiva da maioria dos entes representativos da sociedade paranaense, mirando a montagem de um programa de desenvolvimento para o Estado.
Daí a formação da carteira de mais de R$ 35,0 bilhões em projetos de investimentos industriais privados, nacionais e multinacionais, atraídos pelo Programa Paraná Competitivo, entre fevereiro de 2011 e julho de 2014. Trata-se do maior portfolio do País, quanto cotejada a amplitude econômica do Paraná com a dos outros espaços subnacionais.
A atmosfera local favorável, que ocorre em contraste à dramática desindustrialização brasileira, pode ser ainda melhor entendida a partir da observação das estatísticas correntes. Aliás, a cesta de dados e informações econômicas relativas ao interregno 2011-2013 expõe maior qualidade e consistência do que a edificada nos oito anos anteriores, caracterizados por uma espécie de represamento da demanda por investimentos, quando o Paraná afugentava potenciais interessados.
O produto interno bruto (PIB) paranaense cresceu 4,1% a.a., ante o acréscimo de apenas 2,0% a.a. para o País, entre 2011 e 2013, revertendo a trajetória dominante entre 2003 e 2010, quando o Estado cresceu menos que o Brasil (3,8% a.a. versus 4% a.a.).
Na avaliação do setor secundário, a produção industrial do Estado avançou a uma taxa de 2,5% a.a., no triênio 2011-2013, o melhor resultado entre os estados da região sul e sudeste, contrapondo-se ao decréscimo de -0,3% a.a. da produção da indústria nacional no mesmo período. O contingente de trabalhadores no setor fabril paranaense progrediu 2,6% a.a. no último triênio, enquanto os postos de trabalho mantidos pelo setor manufatureiro brasileiro declinaram -0,5% a.a.
No setor de serviços, o comércio varejista vem experimentado elevação significativa do volume de vendas. O crescimento médio anual do faturamento real do setor foi de 8,1%, acima da expansão nacional de 6,1% e superando as variações anotadas pelos demais Estados do Sul e do Sudeste, entre 2011 e 2013.
Ademais, dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), revelam saldo positivo de 366.168 empregos formais no Paraná entre 2011 e junho de 2014, com 69,9% das vagas contabilizadas no interior do Estado, contra 60,8% entre 2003 e 2010, o que sinaliza que o desenvolvimento econômico e social do Paraná, a partir de 2011, foi direcionado para a desconcentração e diversificação das atividades produtivas.
No que tange à desconcentração regional, o PIB per capita, indicador produzido pelo IPARDES e IBGE, aponta crescimento de 45 para 55, do número de municípios com renda maior que a média nacional, e de 37 para 44, dos que superaram a média do Estado, entre 2010 e 2011.
Em resumo, o Paraná atravessa um estágio bastante privilegiado de transformação de sua fisionomia econômica e social, com reduzido paralelo no País, que encontra precedentes na história regional apenas na revolução infraestrutural da década de 1960, na modernização agrícola e industrial e implantação da Cidade Industrial de Curitiba (CIC) e da Refinaria da Petrobras em Araucária, nos anos 1970, e no ciclo de diversificação, liderado pelas montadoras, entre 1995 e 2002.
Mais precisamente, nos últimos três anos e meio, a sociedade paranaense resgatou o desejo do desenvolvimento e o governo, de forma conversada e transparente, restaurou os instrumentos para o suprimento dessa vontade coletiva, transmitida pelas urnas em fins de 2010 e plenamente absorvida pelo Plano de Metas, do governo Richa, cobrindo o intervalo 2011-2014.
O evento também expressa o resultado da manifestação social da preocupação com a construção de um modelo de desenvolvimento regional diversificado e distribuído de forma mais equânime espacialmente, reforçada pelas múltiplas e pulverizadas incursões da Fomento Paraná e pela inserção e presença financeira do Banco Regional de Desenvolvimento da Região Sul (BRDE).
Os vetores expansivos do novo ciclo foram a recuperação da renda do agronegócio, movida pelas elevadas cotações internacionais das commodities primárias, a crescente ascensão da produção e produtividade setorial e a atuação verticalizadas e pulverizada das cooperativas, a vitalidade do mercado de trabalho regional e a maturação dos investimentos hospedados pelo Programa Paraná Competitivo.
(*) Gilmar Mendes Lourenço é economista e Diretor Presidente do Ipardes.

Ney quer estacionamento emergencial diante de hospitais


unnamed
O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania, apresentou na Assembleia Legislativa do Paraná projeto de lei propondo a criação de vagas especiais de estacionamento para os casos de emergência em frente a todos os hospitais públicos do Paraná, para pacientes ou acompanhantes durante o atendimento médico. O número de vagas que serão destinadas para os casos de emergência deverá ser de no mínimo 20% da metragem da frente do terreno do hospital ou instituição pública de saúde.
Segundo Leprevost “a finalidade da lei é evitar que pessoas que precisam de atendimento médico emergencial ou que estão apenas acompanhando um paciente em estado grave tenham dificuldades na hora de estacionar o veículo, causando atraso no atendimento. A agilidade na hora de estacionar é importante, existem situações em que a pessoa precisa ser atendida com a máxima urgência e para isso é necessário rapidez nesse momento”, afirmou Ney.
As vagas especiais de trânsito deverão ser utilizadas pelos acompanhantes ou pelos próprios pacientes somente durante o atendimento médico de emergência, após a utilização, caso abordado por autoridade de trânsito, o motorista deverá comprovar que utilizou a vaga para atender uma pessoa em situação de risco.

Secretaria da Saúde realiza prévia da Semana do Aleitamento Materno


WEBMASTER 26 DE JULHO DE 2014

Unidade de Saúde do Quitandinha reuniu gestantes e mães para o orientações sobre saúde dos bebês e amamentação

Enfermeiras da Unidade de Saúde do Quitandinha e as futuras mamães durante evento de incentivo à amamentação
Enfermeiras da Unidade de Saúde do Quitandinha e as futuras mamães durante evento de incentivo à amamentação
Durante a manhã da sexta-feira profissionais da enfermagem, odontologia e nutrição se uniram para um evento prévio das atividades da Semana do Aleitamento Materno que será realizada pela Prefeitura Municipal de Saúde entre os dias 01 e 07 de agosto em Colombo.
Realizado no formato de palestras, o encontro promovido pela coordenação da Unidade de Saúde do Quitandinha contou com a presença de várias das gestantes e mães atendidas naquela Unidade. A enfermeira Tatiana e a coordenadora Suzana Rabelo, que também é enfermeira destacaram os cuidados com o período gestacional, o comparecimento em todas as consultas agendadas e a realização dos exames e enfatizou a novidade no serviço de saúde do estado o “Teste da Maezinha” que diagnostica o traço falciforme que determina a probabilidade da criança vir a desenvolver uma forma de anemia mais severa.
Os aspectos nutricionais, a importância do aleitamento materno, as técnicas de amamentação e como tratar crianças durante este período, foram apresentados pela nutricionista Ana Paula da Secretaria da Saúde.
A dentista Raquel Silva Lacerda demonstra a importância do aleitamento no desenvolvimento facial e da dentição
A dentista Raquel Silva Lacerda demonstra a importância do aleitamento no desenvolvimento facial e da dentição
Já a dentista Raquel Silva Lacerda, que atua na Unidade de Saúde do Atuba, falou sobre a importância do acompanhamento por um profissional da odontologia durante a gestação, reforçando também o papel do aleitamento no desenvolvimento facial e da dentição, além dos cuidados com os bebês durante a limpeza da cavidade oral mesmo antes da dentição.
A Semana da Amamentação tem como principal objetivo incentivar o aleitamento materno e desenvolverá ações em todas as unidades através dos profissionais da saúde em várias áreas de atuação.
Fotos: João Le Senechal

Secretaria da Saúde realiza evento no Dia Mundial de Contra a Hepatite


WEBMASTER 28 DE JULHO DE 2014

A data foi antecipada para realizar ações durante as atividades do Programa Nosso Bairro no Jardim Osasco e Região

Em Colombo a campanha contra a hepatite é desenvolvida através do Programa Municipal DST/AIDS
Em Colombo a campanha contra a hepatite é desenvolvida através do Programa Municipal DST/AIDS
A Secretaria Municipal de Saúde através do Programa Municipal DST/AIDS realizou no último sábado as ações da campanha do dia mundial de combate as Hepatites Virais. O evento aconteceu em conjunto com o Programa Nosso Bairro da Prefeitura Municipal de Colombo na região do Osasco e durante todo o dia, foram realizados 160 exames rápidos para diagnósticos das Hepatites B e C.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou 28 de julho como o Dia Mundial contra a Hepatite. A finalidade desta data é conscientizar à população que a hepatite virótica é um problema de saúde pública de alcance mundial, já que é uma das doenças infecciosas mais frequentes no mundo e assim, proporcionar uma oportunidade para concentrar esforços em ações para o fortalecimento da prevenção e controle desta patologia.
A Hepatite é uma inflamação do fígado sendo que existem cinco tipos de hepatites causadas por vírus. As Hepatites Virais mais comuns são a Hepatite A, Hepatite B e a Hepatite C. A Hepatite A é causada por alimentos ou água contaminados, e em geral sua evolução é benigna. Já a Hepatite B e a Hepatite C, são consideradas doenças sexualmente transmissíveis, pois podem ser transmitidas pelo sexo sem o uso de preservativo, mas as pessoas também podem se infectar com elas ao compartilhar seringas contaminadas (drogas injetáveis), alicates e pinças não esterilizadas em serviços de manicure, na realização de tatuagens ou colocação de piercing sem processo adequado de esterilização de materiais, sangue e derivados, e objetos contaminados.
Durante o dia profissionais da Secretaria da Saúde se revezaram na realização dos exames que detectam a presença das hepatites B e C
Durante o dia profissionais da Secretaria da Saúde se revezaram na realização dos exames que detectam a presença das hepatites B e C
Para a Hepatite B o SUS disponibiliza a vacina, que é ofertada para todas as pessoas com idade de zero até 49 anos nas unidades de saúde. Já para a Hepatite C não existe vacina. Ambas podem ser tratadas e se descobertas antecipadamente o prognóstico (evolução da doença) é mais favorável. Em virtude disto a campanha em Colombo vem se realizando com o tema “sem perceber, você pode ter”, através do Programa Municipal DST/AIDS de Colombo, de acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde, realiza estes exames gratuitamente e com resultado em no máximo 30 minutos.
Qualquer pessoa pode realizar os exames de hepatites B e C durante esta semana no Programa DST/AIDS – CTA, situado na Rua José Maria da Silva Paranhos, 513 no Jardim Planalto. Os exames podem ser agendados pelo telefone: 36060730, sendo que a pessoa deve portar documento com foto para passar por avaliação e aconselhamento prévios ao exame.
Fotos: João Le Senechal
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG – colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br

Programa Nosso Bairro realiza atendimentos no Roça Grande/Osasco

WEBMASTER 28 DE JULHO DE 2014

Moradores aproveitaram o sábado para participar e solicitar serviços junto a Prefeitura

Serviços gratuitos de cabeleireiro estavam à disposição dos moradores
Serviços gratuitos de cabeleireiro estavam à disposição dos moradores
Atividades recreativas, esportivas, de lazer, confecção de documentos, prestação de serviços, entre outras, foram algumas das diversas ações realizadas durante todo o sábado, 26, no evento do Programa Nosso Bairro, no Roça Grande/Osasco, que levou a estrutura da Prefeitura Municipal mais perto do cidadão.
“Este será o primeiro de vários eventos desta natureza, pois a nossa população trabalha e muitos não podem comparecer na prefeitura e nas regionais durante os dias da semana. Desta forma facilitamos a vida da nossa gente e acompanhamos e damos encaminhamentos às suas solicitações”, disse a prefeita Beti Pavin.
Para aproveitar os serviços, os moradores do Jardim Osasco passaram pela Regional Administrativa, Ginásio Municipal, Colégio Estadual Julia Cavassin e no Cras Osasco para participar do evento e também para solicitar benefícios. Este foi o caso jovem Henrique da Silva, 17 anos, que agradeceu o trabalho e reivindicou melhorias para o seu bairro.
Colégio Estadual Júlia Cavassin foi um dos pontos do Programa Nosso Bairro
Colégio Estadual Júlia Cavassin foi um dos pontos do Programa Nosso Bairro
“O nosso bairro está mais cuidado, recebemos mais atenção. Agora começamos a ter limpeza, uma nova pracinha no lugar de um lixão aqui no Vila Nova, assim as crianças estão tendo um lugar para brincar. O córrego está limpo, não alaga mais, se continuar deste jeito vai ficar muito melhor, todos estão de parabéns”, falou jovem Henrique.
Serviços
Na Regional Osasco/Roça Grande foram realizadas as seguintes ações: Confecção de carteira de identidade e de trabalho, alvará de licença, cadastro imobiliário, contribuição de melhoria, IPTU/Dívida Ativa, ITBI, nota fiscal eletrônica e ISSQN.
No Colégio Estadual Julia Cavassin o público recebeu orientações sobre: legalidade da empresa, como abrir um negócio ou ampliar, linhas de crédito, seguro desemprego, cadastro do trabalhador, vagas de emprego e estágios, cursos profissionalizantes.
Entre as atividades recreativas, esportivas e culturais o grande público pode aproveitar e participar do momento da leitura com livros de histórias e gibis, exposição de Lixo Arte, lançamento do livro Contos da Inconsciência de Jean Di Santi, apresentação de grupos de dança, cama elástica, apresentação da Fanfarra, de kung fu e teatro.
Prefeita e os alunos das escolas da região realizam o plantio de árvores nativas
Prefeita e os alunos das escolas da região realizam o plantio de árvores nativas
Ainda teve espaço para contação de histórias, modelagem com massinha, pintura em guache, desenho, brinquedoteca mesa de tênis, pebolim, jogos de tabuleiro, queimada, badminton, mini vôlei e gol, aula de dança, caminhada e campeonato de futebol de salão.
Os moradores realizaram consultas sobre orçamentos para o Programa Asfalto Comunitário, receberam orientações a respeito do sistema de esgoto individual, saneamento e visita as residências. Exames rápidos de HIV, Sífilis e Dengue também foram feitos aliados a promoção e a prevenção da saúde do homem e da mulher.
Alunos
Com a participação dos alunos das escolas da região, aconteceu o plantio de árvores nativas para recompor a mata ciliar do afluente do Rio Atuba. Neste mutirão, os moradores puderam levar resíduos como pilhas, baterias, medicamentos vencidos, lâmpadas, eletroeletrônicos, entre outros, no caminhão da Coleta Seletiva. Foi feito ainda a distribuição de mudas e hortaliças, orientação sobre hortas suspensas e compostagem.
O setor de Obras e Viação esteve desde junho promovendo a manutenção das ruas, limpeza, roçada e poda de árvores. Também foi realizado o levantamento da demanda habitacional, a identificação de famílias em áreas de risco e de proteção ambiental e orientação jurídica referente as moradias em ocupação irregular.
E para completar, a Ação Social realizou a atualização do CADÚnico, fez a pesagem do bolsa família, serviço de manicure e cabeleireiro, oficina de biscuit e exposição e venda de artesanato. Esta iniciativa foi uma ação da Prefeitura Municipal e contou com o apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Sanepar e do Colégio Estadual Julia Cavassin.
             
Foto: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
BLOG -colombopmc.blogspot.com.br; FACEBOOK:facebook.com/pmdecolombo: TWITTER: @ColomboPMC e no site oficial: www.colombo.pr.gov.br