Dissidentes do PMDB distribuem cópias do holerite da aposentadoria de Requião


aposentadoria gif
O refrega entre os dissidentes do PMDB e o senador Roberto Requião (PMDB) teve mais um round neste sábado (6) na Boca Maldita de Curitiba. Os dissidentes, capitaneados por Doático Santos, secretário-geral do partido em Curitiba, distribuíram 100 mil cópias do contracheque da aposentadoria especial de Requião. Numa tacada só, no mês de agosto, Requião recebeu R$ 452,6 mil de atrasados. “Neste domingo e hoje (segunda-feira), estamos distribuindo mais 500 mil cópias nas cidades do litoral do Estado. E nos próximos dias, vamos forrar a região metropolitana com um milhão de cópias do holerite da vergonhosa e safada aposentadoria de Requião”, disse Doático Santos. Amanhã cedo, a partir das 6h da manhã, os dissidentes prometem distribuir cópia do holerite no terminal da Praça Rui Barbosa.
O holerite, ou contra-cheque, da aposentadoria especial de Requião pode ser acessado no portaldatransparencia.pr.gov.br. No portal, basta um clique no ícone pessoal na coluna à esquerda e em pensões especiais. Depois, uma busca é aberta na qual tem digitar o nome do senador (não esqueça, requiao, sem til), clica em cima do nome, aparece “remuneração”, digite um CPF e depois um outro clique em remuneração. A última, depositada na conta de Requião, é de R$ 452.667,63, referente os atrasados da sua aposentadoria especial que custa R$ 29 mil mensais aos cofres públicos.

Petrolão: Gilberto Carvalho quer aproveitar escândalo para garantir ainda mais privilégios a seu partido


De Reinaldo Azevedo, Veja:
Sempre que Gilberto Carvalho fala, o mundo, o Brasil em particular e, muito especialmente, a política se tornam menos pudorosos, menos decentes, menos inteligentes e inteligíveis, menos sensatos, menos honrados. É impressionante a capacidade que este senhor, que é secretário-geral da Presidência, tem de penetrar no terreno do grotesco, do absurdo e do asqueroso. Neste domingo, algum figurão do Planalto tinha de vir a público para tentar dar uma resposta às graves acusações que Paulo Roberto Costa, o engenheiro da Petrobras que está preso, fez em depoimentos à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal. Ora, para tarefa tão espinhosa, só mesmo alguém da, digamos, estatura de Carvalho.
Segundo Paulo Roberto, as empreiteiras que faziam negócios com a Petrobras pagavam uma comissão a um grupo de políticos que incluía três governadores de Estado, seis senadores, um ministro, um ex-ministro, 25 deputados e o tesoureiro de um partido. É o petrolão. O esquema fraudulento funcionou nos oito anos do governo Lula — que, afirma Paulo Roberto, sempre soube de tudo — e estava a pleno vapor na gestão Dilma, até ser desbaratado pela Polícia Federal. A denúncia atinge em cheio três partidos: PP, PMDB e, muito especialmente, o PT.
A candidata Dilma Rousseff falou sobre o assunto — o que deixo para outro post. Carvalho se manifestou, reitero, como a voz do governo. E não viu mal nenhum em falar uma penca de barbaridades, que indicam o buraco no qual o país pode estar a se meter caso Dilma Rousseff seja reeleita.
Gilberto Carvalho, acreditem, para escândalo da lógica, do bom senso e da vergonha na cara, disse o seguinte: “Enquanto houver financiamento empresarial de campanha, e as campanhas tornarem-se o momento de muita gente ganhar dinheiro e de se mobilizarem muitos recursos, eu quero dizer: não há quem controle a corrupção enquanto houver esse sistema eleitoral. Isso é com todos os partidos. Não há, infelizmente, nenhuma exceção”. O que Carvalho está dizendo é o seguinte: “Nós, do PT, somos corruptos, sim, mas todos são”.
Ora, o que o financiamento privado de campanha tem a ver com o antro em que se transformou a Petrobras? Digamos que o dinheiro do estado financiasse os partidos. Será que a empresa estaria protegida contra larápios? A resposta, obviamente, é “não”. Ao contrário: no dia em que o financiamento privado for proibido, aumentará o volume de caixa dois nas campanhas, e as estatais estarão ainda mais sujeitas ao assalto.
Para lembrar: a lista dos que receberiam propina do Petrolão inclui, entre outros, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, que morreu num acidente aéreo no dia 13 de agosto, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), e Sérgio Cabral, ex-governador do Rio (PMDB). Paulo Roberto acusa ainda Edison Lobão, atual ministro das Minas e Energia, e atinge o coração do Congresso: estão no rol o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e o do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). PT, PMDB e PP seriam os três beneficiários do esquema, que teria também como contemplados os senadores Ciro Nogueira (PP-PI) e Romero Jucá (PMDB-RR), e os deputados João Pizzolatti (PP-SC) e Candido Vaccarezza (SP), além de João Vaccari Neto, tesoureiro do PT.
Carvalho tentou, adicionalmente, desqualificar a acusação, como se tudo não passasse de uma tramoia da oposição. Até parece que Paulo Roberto Costa procurou a sede do PSDB para fazer sua denúncia. Errado! Ele já gravou 42 horas de depoimentos à Polícia Federal e ao Ministério Público.
Um dos principais ministros de Dilma, vejam vocês, quer aproveitar mais um escândalo que pega em cheio o PT como pretexto para fazer uma reforma política que privilegiaria o seu partido e ainda elevaria exponencialmente o volume de caixa dois nas campanhas, o que deixaria as estatais ainda mais sujeitas à sanha dos companheiros.

Rua estreita vira fuga de trânsito para motoristas e moradores temem pelo pior


Por Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha
ruadentro
Na rua estreita a calmaria reinou nesta segunda, mas só porque era feriado (Foto: Juliano Cunha – Banda B)
Antes usada para crianças brincarem e idosos tomarem banho de sol, a Rua Visconde Cairu, nobairro Seminário, em Curitiba, se tornou um temor para os moradores. Segundo eles, devido ao aumento do número de carros na capital, motoristas usam a rua estreita e sem calçada para fugir dos engarrafamentos nas Avenidas Iguaçu e Silva Jardim.
“Não há respeito por parte dos motoristas. Eles vem com velocidade altíssima e não temos mais sossego. A Prefeitura de Curitiba poderia colocar uma lombada ou aumentar a fiscalização, antes que aconteça até um acidente grave”, afirmou à Banda B, nesta segunda-feira (8), o motoboy Eduardo, que há décadas mora na rua.
mapa
Rua tem apenas duas quadras e é usada para desviar trânsito (Foto: Google Maps)
Outra reclamação é com relação aos fundos de um mercado, que está instalado na Av. Iguaçu.
“Os caminhões usam como ponto de carga e descarga e ninguém faz fiscalização. Eles estacionam no meio da rua e às vezes nem tem como manobrar para entrar em casa”, descreveu a moradora Márcia, que precisou aumentar a entrada da garagem para conseguir estacionar.
Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba para saber da possibilidade da instalação de lombadas e recebeu o seguinte retorno:
Os moradores precisam pedir um projeto para a regional responsável, que é Santa Felicidade. Pode ser via 156 ou nas audiências da Lei Orçamentária Anual. Assim, a regional pede um estudo pra Setran (Secretaria de Trânsito), que diz se há necessidade de instalar algum equipamento redutor de velocidade.


Jovem tira foto irônica com Malafaia em avião e vira sucesso na web


selfie-malafaia
Do Extra:
No último dia 05 de setembro, em um voo da Gol, a jovem Murielle Facure encontrou o pastor Silas Malafaia e aproveitou para registrar o encontro de maneira inusitada. Com uma plaquinha com os dizeres “Abra sua mente, gay também é gente” – refrão de uma música do grupo Mamonas Assassinas – a imagem já foi compartilhada milhares de vezes nas redes sociais. Na legenda escolhida para a foto, a jovem lembrou a campanha de Malafaia contra o casamento gay. “Fui tirar um selfie e olha quem tava atrás, Ops! (Gente que quer poder casar)”.
Usuários comemoraram o feito e parabenizaram Murielle “por ter levado uma mensagem de tolerância a Malafaia”, cujas opiniões sobre os direitos LGBT têm causado polêmica na internet.
Na imagem, Malafaia aparece ao lado da esposa, Elizete. Pelo semblante do pastor, ele não gostou nada do registro. Em seu perfil no Instagram, Murielle contou como foi a aproximação. Ela afirma que depois que o pastor se deu conta da mensagem da plaquinha, chamou a moça de “estúpida”.
“Ele falou que eu sou estúpida, que eu podia ter pedido pra tirar foto com ele e ele tiraria de boa! Mas aí depois teve um longo diálogo. Aí eu falei “vamos tirar” e eles ficaram ironizando e rindo de mim, falando “depois a gente é que é ignorante”. Aí eu falei “eu não sou a ignorante aqui. Pelo menos não fico impedindo a felicidade das pessoas.” Aí ele falou que não impedia a felicidade de ninguém, ele tinha uma posição. Aí ele ficou resmungando e ironizando, eu deixei pra lá, porque a mulher dele começou a tipo dar aqueles tapinhas de ironia em mim, tipo ‘senta lá Claudia’ e eu fiquei meio p… com isso”.

Em dia de calor, mulher de casaco chama a atenção da PF na Ponte da Amizade e suspeitas se confirmam


Redação com PF

drogas mulher1
Mulher usava um colete com a droga – Foto: PF
Fez muito calor em Foz do Iguaçu na sexta-feira (5) e, exatamente por isso, policiais federais desconfiaram de uma mulher de casaco pesado na garupa de uma moto na Ponte da Amizade, fronteira entre brasil e Paraguai. Na abordagem, as suspeitas se confirmaram. Por baixo do casaco, a mulher usava um colete com 2,1 kg de haxixe.
Policiais federais realizavam uma fiscalização na aduana da Ponte, por volta das 18h, quando desconfiaram da mulher. Os policiais abordaram a passageira e uma servidora da Receita Federal realizou uma vistoria na mulher, momento em que encontrou tabletes de droga presos à cintura da mesma. Em seus pertences também foram encontrados comprimidos de ecstasy e pontos de LSD.
Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante a mulher, 27 anos, que afirmou que levaria as drogas para São Paulo/SP. A presa e as drogas foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

Foto de rapaz em cima de viatura da Polícia Militar revolta internautas no Facebook


Redação

sem-nocao
Foto postada por um internauta revoltado já tem 735 compartilhamentos. Foto: Reprodução Facebook

A foto postada por um internauta na semana passada está causando um reboliço na rede social Facebook. Um rapaz foi flagrado em cima de uma viatura da Polícia Militar fazendo gestos com as mãos, em um ato de zombaria aos policiais.
Não há informação sobre onde a foto foi tirada, no entanto, como a viatura pertence ao 22º Batalhão da Polícia Militar, que tem sede em Colombo, pode se tratar de um município da região metropolitana.
Um internauta postou a foto no dia 2 de setembro com a legenda: “Vamos pegar esse mala”. A imagem já tem cerca de 735 compartilhamentos e todos os usuários demonstram revolta com a atitude do rapaz. Um deles menciona: “Olha aí o fututo ‘peço perdão pelo vacilo’ kkkkk”.
Caso seja identificado, o rapaz pode responder por danos ao patrimônio público e também retratação.

Caminhoneiro com nome predestinado, escapa ileso de grave acidente no Contorno Leste; fotos


Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

(Fotos: Marcel Mercúrio/Banda B)
Um caminhoneiro com um sobrenome predestinado saiu ileso de um acidente grave na manhã desta segunda-feira (8) no Contorno Leste, na BR-116, na altura do bairro Umbará, em Curitiba. Aparecido Felizardo, 47 anos, não teve ferimento nenhum, embora a carreta que ele dirigia tenha ficado completamente destruída. Felizardo recusou atendimento médico.
De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhoneiro se perdeu na pista, sentido Contorno Sul, por volta das 7horas, próximo ao Centro de Treinamento (CT) do Caju. Ele bateu contra uma das câmeras da concessionária e, logo após, em placas de sinalização. A carreta ficou destruída, mas Felizardo teve sorte e escapou sem ferimentos.
O caminhão estava carregado com bobinas de alumínio, o que pode ter ajudado no acidente por causa do peso. O Contorno Leste não chegou a ser totalmente bloqueado, mas o trânsito ficou intenso no local. A carreta já foi rebocada.
Morte
A Polícia Rodoviária Federal  (PRF) confirmou que às 11 horas um motorista se envolveu em um acidente e morreu na hora. O acidente aconteceu no quilômetro 111, na pista sentido Curitiba. Luiz Cesar Gonçalves Blasi, 62 anos, se envolveu em um acidente com uma carreta, rodou na pista e ainda colidiu contra uma árvore. O filho dele está em estado grave e sem identificação oficial. Ele foi socorrido ao Hospital Cajuru.
Poucos minutos antes, a PFR atendeu outro acidente, no quilômetro 97, entre dois veículos em uma colisão traseira. Um motorista ficou ferido e encaminhado ao hospital.

Delação de ex-diretor da Petrobras vai MOVIMENTAR eleições??

Mary Zaidan
Eleições costumam empolgar torcidas, mexer com corações e mentes. Mas o turbilhão de emoções de 2014 parece imbatível, com enredo de fazer inveja ao melhor dos ficcionistas.
A morte trágica de um candidato jovem, que mesmo com poucas chances de disputar as primeiras posições despontava como promessa sólida de liderança, e uma coadjuvante que com um único gesto rouba a cena dos protagonistas, já garantiriam sucesso à trama. Mesmo antes da inclusão de um capítulo policial.
A delação do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, sobre a corrupção deslavada que imperava – e talvez ainda impere – na estatal aparelhada pelo PT mostra que as operações têm motivação e DNA semelhantes aos do mensalão.
Desviam-se recursos públicos, procede-se a lavagem do dinheiro e o distribui entre aliados para assegurar o apoio. Mas os valores envolvidos – fala-se em algo em torno de R$ 10 bilhões em quatro anos – deixariam o esquema anterior no chinelo.
Até agora, Costa acrescentou poucos nomes à lista dos suspeitos de sempre. Lá estão os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), o líder do governo Romero Jucá (PMDB-RR), o ministro Edison Lobão, o presidente nacional do PP, Ciro Nogueira (PI), além dos petistas Cândido Vacarezza (SP) e João Pizzolatti (SC), ambos já conhecidos da Polícia Federal.
Todos da base governista – bombas no colo da candidata Dilma Rousseff.
O rol incluiria ainda a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB) e o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), figuras carimbadas em investigações.
A novidade é a citação do ex-governador Eduardo Campos (PSB-PE), substituído por Marina Silva na disputa presidencial. Não que a ex-ministra esteja envolvida, mas o delator lança suspeição no quintal da candidata, obrigando-a a gastar tempo e tutano na defesa do parceiro morto.
Dilma preferiu a tática de que nada é oficial, o que a liberaria de, como presidente, fazer qualquer consideração. Caminho perigoso, mas talvez o único que possa livrá-la parcialmente do enrosco até o fechamento das urnas, em 5 de outubro.
Já para Aécio Neves, a delação, com nome e sobrenome, é uma espécie de tábua de salvação. Apostará tudo e um pouco mais nela.
Seria leviano prever o quanto as denúncias influenciarão no pleito. Talvez em nada interfiram.
De imediato, dificultam a repetição da estratégia petista, usada com êxito contra Geraldo Alckmin em 2006, de apelar para o nacionalismo barato, acusando a aposição de querer privatizar a Petrobras.
O PT preferiu cotizá-la entre amigos.
E volta ao centro da fogueira como único beneficiário do crime. De novo, arde em chamas.

Receita libera consulta ao 4º lote de restituição do IR; saiba se você caiu na malha fina


Agência Brasil

A Receita Federal libera hoje (8), a partir das 9h, a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2014. Ao todo, serão contemplados 2.020.902 contribuintes, totalizando mais de R$ 2,2 bilhões. No lote estão também incluídos contribuintes que caíram na malha fina entre 2008 e 2013.
O crédito bancário para 2.056.114 contribuintes será feito no dia 15 de setembro, totalizando R$ 2,4 bilhões. Desse total, R$ 168.078.903,86 são destinados a contribuintes idosos. Têm prioridade ainda as pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.
As consultas podem ser feitas no site da Receita.
Contribuinte pode saber se caiu na malha fina
A Receita Federal lembra que os contribuintes que entregaram o IR 2014, ano-base 2013, e caíram na malha fina já podem corrigir eventuais pendências ou inconsistências em sua declaração.
Para conferir a situação da declaração e resolver possíveis problemas, os contribuintes devem entrar no site da Receita Federal na internet e buscar pelo e-CAC (Centro Virtual de Atendimento) do órgão. O sistema exige o uso de um código de acesso gerado na própria página da Receita, ou um certificado digital emitido por autoridade habilitada. Veja o passo a passo do extrato do IR.
O acesso ao extrato também permite conferir se as quotas do IR estão sendo quitadas corretamente, além de identificar e parcelar eventuais débitos em atraso, entre outros serviços.
Caso as declarações tenham problemas, elas entram na malha fina do órgão, ou seja, ficam retidas, e não aparecem nos lotes de restituição até que tudo seja resolvido.
Veja o calendário de pagamentos das restituições do IR 2014:
- 1° lote, em 16 de junho de 2014
- 2° lote, em 15 de julho de 2014
- 3° lote, em 15 de agosto de 2014
- 4° lote, em 15 de setembro de 2014
- 5° lote, em 15 de outubro de 2014
- 6° lote, em 17 de novembro de 2014
- 7° lote, em 15 de dezembro de 2014

Caminhão sem controle derruba postes e fios, deixa moradores sem luz e foge


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento


Um caminhoneiro perdeu o controle da direção na manhã desta segunda-feira (8) e derrubou um poste de iluminação em frente a uma residência no bairro Tatuquara, em Curitiba. O poste e vários fios de luz ficaram no chão, dentro do quintal da casa, e o caminhoneiro fugiu. Moradores conseguiram anotar a placa do veículo. Várias casas estão sem luz e equipes da Companhia Paranaense de Energia (Copel) estão no local.
De acordo com a família que mora na residência, que fica na rua Cezar Perneta, nas Moradias Ludovica, o barulho foi alto, mas assim que saiu para ver o que estava acontecendo, o caminhoneiro fugiu. “Eu já estava acordada e eu escutei um barulho, corri para ver. Acidente é comum aqui na esquina, mas quando olhei vi a surpresa. Nosso poste caído com um monte de fio de luz no chão. Graças a Deus ninguém está machucado, mas o prejuízo foi grande”, disse Maria Ramos à Banda B.
O marido de Maria, Rodrigo Ramos, disse que conseguiu falar com o caminhoneiro. “Ele gritou dizendo que ia entregar a máquina (que estava na carga do caminhão) e voltaria. Mas, olha, não voltou mais. Ainda bem que consegui pegar a placa. Agora vou atrás dele”, contou o auxiliar de serviços gerais.
Outras casas também estão sem luz e o emaranhado de fios pode ser perigoso por causa da alta tensão. A Polícia Militar (PM) está no local e a informação repassada por eles é que o caminhão possui débitos junto ao Departamento de Trânsito do Paraná (Detran). Equipes da Copel trabalham para restabelecer a luz.