Boas Práticas na manipulação de alimentos foi tema de capacitação em Colombo


 

WEBMASTER 15 DE SETEMBRO DE 2014

Com apresentações teatrais, reflexões e requisitos para melhorar o desempenho o evento reuniu as merendeiras de Colombo na última semana

Na abertura a Prefeita Beti Pavin destacou avanços conquistados pela categoria na remodelação do Plano de Cargos e Salários
Na abertura a Prefeita Beti Pavin destacou avanços conquistados pela categoria na remodelação do Plano de Cargos e Salários
O processo de formação continuada dos profissionais que atum na Rede Municipal de Educação em Colombo teve sequência na última semana com a realização de mais um encontro para as merendeiras que atuam em escolas e CMEI’s do município.
Tendo como de realização o Auditório da Regional Maracanã o evento foi dividido em dois momentos para grupos distintos, o que não afetou a oferta da merenda nos estabelecimentos de ensino, vez que nas escolas houve o revezamento das profissionais.
Durante a abertura da capacitação, a Prefeita Beti Pavin, fez uma análise dos esforços que sua gestão vem realizando para garantir cada vez mais, melhor qualidade na alimentação ofertada para os estudantes e destacou que no mesmo compasso, acontece a busca pelas melhores condições de trabalho e valorização da categoria, inclusive com a correção salarial. Já a Secretária Municipal da Educação Aziolê Maria Cavalari Pavin, aprofundou a análise detalhando o papel e a importância das merendeiras no dia a dia nas escolas e CMEIS.
Divididas em dois grupos as profissionais da merenda escolar assistiram com atenção as atividades propostas para a capacitação
Divididas em dois grupos as profissionais da merenda escolar assistiram com atenção as atividades propostas para a capacitação
Uma das atividades que mais chamou a atenção durante a capacitação foi a apresentação de uma peça teatral que tratava dos temas diários nas cozinhas e através da qual, eram repassadas de forma didática com a participação dos profissionais nutricionistas da Empresa Blumenauense que atuaram como atores na encenação.
Também foi lançado durante o encontro, o desafio de receitas criativas e que levem em consideração aspectos nutricionais, economicidade, apresentação e palatabilidade. Segundo representantes da empresa contratada, nos próximos dias, acontecerão visitas às escolas e CMEI’s para maiores esclarecimentos sobre este concurso.
Com a apresentação da peça teatral buscou-se a melhor didática para tratar de temas relacionados ao condicionamento e preparo de alimentos
Com a apresentação da peça teatral buscou-se a melhor didática para tratar de temas relacionados ao condicionamento e preparo de alimentos
Todo o encontro foi pensado com caráter informativo, educativo e com foco principal na orientação para a adoção de boas práticas na manipulação de alimentos. Durante o evento foram realizados sorteios de brindes.
Fotos: João Le Senechal
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
facebook.com/pmdecolombo

Colombo melhora a educação e aumenta em 23.4% sua nota no IDEB


WEBMASTER 15 DE SETEMBRO DE 2014

Com o anúncio do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica foi possível constatar o grande salto na qualidade da educação no Município

Realizada no mês de Novembro de 2014 a Prova Brasil é o principal instrumento de avaliação para a educação nos municípios brasileiros
Realizada no mês de Novembro de 2014 a Prova Brasil é o principal instrumento de avaliação para a educação nos municípios brasileiros
Na última semana o Ministério da Educação divulgou os resultados da Prova Brasil que realizada em todos os municípios brasileiros é a principal ferramenta de análise do desenvolvimento da educação básica no País. Resultado de um grande trabalho realizado por gestores e educadores o IDEB em Colombo registrou números expressivos e refletem o engajamento do setor para melhorar significativamente a qualidade na educação nas séries iniciais em toda a rede municipal de educação.
Comparando os dois últimos índices o aumento obtido nesta última edição foi de 23.4% um recorde de crescimento, jamais registrado em Colombo. Antes, desde 2005 a 2011, a cidade acumulou um crescimento de algo próximo a 12%. O que torna o feito obtido em 2013, ainda maior.
Em Colombo, todas as escolas participantes superaram as metas estipuladas com base em desempenhos anteriores. E ainda, várias escolas ao se sobressaírem com médias acima das preconizadas pelo MEC contribuíram decisivamente para o aumento nas médias de avaliação da educação no Estado e no País.
Para a Secretária Municipal da Educação Aziolê Maria Cavalari Pavin, o mais importante neste momento, é destacar que em Colombo os números que posicionaram com destaque a cidade entre as melhores da Região Metropolitana, representam uma conquista coletiva e reflete a atitude corajosa dos gestores e educadores que acreditaram na capacidade de conquistar posições maiores nas avaliações propostas. “Ficou claro o quanto nossos educadores acreditam no potencial que temos para educar com qualidade e este é o grande compromisso que assumimos diariamente. Em todas as escolas tivemos um salto significativo no desempenho. Há uma homogeneização no processo ensino e aprendizagem. Esta é a conquista e é resultado de muito trabalho.” Disse Aziolê.
Desde o primeiro mês de 2013, a Secretaria Municipal da Educação passou a tratar com relevância a avaliação do IDEB. Os professores das séries envolvidas participaram de oficinas preparatórias. A elaboração de material específico através de apostilas serviram de suporte para os professores e até mesmo nos laboratórios de informática, estes materiais foram disponibilizados para o trabalho de preparação dos alunos.
A realização de provas simuladas com objetivo de dar um diagnóstico e um balizamento das ações preparatórias para a Prova Brasil que finalmente, foi aplicada pelo Ministério da Educação no mês de Novembro. Em Colombo, das 41 escolas da Rede Municipal de Colombo, apenas duas não participaram por não terem número mínimo de alunos matriculados.
O que é o Ideb
O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB reúne em um só indicador, dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações. Ele agrega ao enfoque pedagógico dos resultados das avaliações em larga escala do Inep a possibilidade de resultados sintéticos, facilmente assimiláveis, e que permitem traçar metas de qualidade educacional para os sistemas. O indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Saeb – para as unidades da federação e para o país, e a Prova Brasil – para os municípios.
Foto: João Le Senechal
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
facebook.com/pmdecolombo

Colombo recebe oficina de Desenvolvimento Regional


WEBMASTER 15 DE SETEMBRO DE 2014

Em sua Décima Sétima Edição discutiu oportunidades de negócios na área do desenvolvimento industrial e investimentos para a região

Autoridades da Região Metropolitana acompanham o Secretário de Estado da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul no evento
Autoridades da Região Metropolitana acompanham o Secretário de Estado da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul no evento
O município de Colombo sediou na última quarta-feira, 10/09 a XVII Oficina Regional de Desenvolvimento Industrial e Comercial. O evento, que foi realizado na Associação Comercial, Industrial, Agronegócio e Serviços de Colombo (ACIC), busca mobilizar e sensibilizar lideranças da Região Metropolitana de Curitiba sobre os instrumentos de apoio ao desenvolvimento industrial e comercial, além de debater com entidades e segmentos representativos as oportunidades de negócios e investimentos municipais/regionais.
Durante a abertura do evento a prefeita, Beti Pavin, comentou a importância da realização da Oficina. “Discussões como as que ocorreram aqui são imprescindíveis para o desenvolvimento da Região Metropolitana como um todo. E é com esse intuito que ferramentas vêm sendo criadas e desenvolvidas em Colombo, sempre buscando o crescimento do município”, destacou Beti.
Na sequência o evento foi dividido em cinco painéis: Perfil econômico da Região Metropolitana, Organização de Sistemas Produtivos Locais, Instrumentos Públicos Estadual para o Desenvolvimento Regional, Casos de sucesso e, para finalizar, Oportunidades regionais frente aos Instrumentos Públicos Estaduais.
A Oficina vem sendo realizada em várias regiões do Paraná e, faz parte da continuidade a dinamização do programa Paraná Competitivo e é realizada pela Secretária de Estado da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul (SEIM). Também participaram o Secretário de Estado da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Horácio Monteschio, o Presidente da ACIC, Gilberto Strapasson, o secretario da Indústria, Comércio, Turismo e Cultura, Antonio Ricardo Milgioransa. Além de representantes de entidades governamentais: Fomento Paraná, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Secretaria de Estado da Fazenda, Secretaria do Trabalho, Emprego e Economia Solidária.
Foto: Osni Mendes
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em: FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Prefeitura de Colombo doa áreas para implantação de um Corpo de Bombeiros e uma Delegacia Cidadã


WEBMASTER 15 DE SETEMBRO DE 2014

Áreas totalizam 6.600 mil m² e somam investimentos de R$ 1.950.000 milhão; espaços serão construídos no São Dimas e no Santa Terezinha

Prefeita Beti Pavin assina escritura de doação de duas áreas para o Governo do Estado
Prefeita Beti Pavin assina escritura de doação de duas áreas para o Governo do Estado
A Prefeitura Municipal de Colombo na pessoa da prefeita Beti Pavin assinou no dia 11, a escritura de doação para o Governo do Estado, de dois terrenos na cidade. Um é para a instalação do Segundo Aquartelamento do Corpo de Bombeiros e outro para a construção de uma Delegacia Cidadã. As duas iniciativas somam investimentos de R$ 1.950.000 milhão.
Para a construção do Segundo Aquartelamento do Corpo de Bombeiros, a área repassada foi de 3.600 mil m², na região do bairro São Dimas, na Planta Industrial Guaraituba I. Já para a implantação da Delegacia Cidadã, a área doada foi de 3 mil m², no Parque Residencial Santa Terezinha II. “São dois importantes momentos, nos quais a nossa população é prioridade”, disse a prefeita no ato da assinatura da escritura de doação.
A previsão do início destas duas obras é para o começo de 2015, até que se cumpram os trâmites de elaboração dos projetos e de concorrência pública para a realização do processo licitatório. “Com estes dois novos serviços vamos oferecer mais segurança às vítimas de violência através da Delegacia e a diminuição do tempo resposta no atendimento às ocorrências por parte dos Bombeiros”, destacou Beti Pavin.
Corpo de Bombeiros
O município de Colombo conta atualmente com um Quartel do Corpo de Bombeiros, localizado no bairro São Gabriel, o qual atende toda cidade com uma equipe formada por 45 profissionais entre Bombeiros Militares e agentes de Defesa Civil. No local, além do atendimento de urgência e emergência são realizados trabalhos de vistoria, atendimento ao público e administrativo.
“Com este novo aquartelamento vamos reduzir o tempo de atendimento por conta dos deslocamentos, onde estaremos mais próximos dos locais que geram maior número de ocorrências no município. E o espaço físico dos dois quartéis será melhor dividido e aproveitado, além do aumento do efetivo para atender os dois locais”, informou o Subcomandante do Corpo de Bombeiros, Tenente Nikolas representando o Comandante Nascimento.
Desta forma, o quartel do São Gabriel ficará com atendimento operacional, caminhão e ambulância para emergência. Já o quartel do São Dimas passará a ter também ambulância para emergência, serviços administrativos, vistorias e atendimento ao público.
Delegacia Cidadã
A Delegacia Cidadã é um novo modelo de atendimento em delegacias no Paraná, com espaços reservados para separar vítimas de agressores e possibilidade de auxílio de assistentes sociais e psicólogos, quando necessário. Com ambientes diferenciados para o primeiro atendimento ao cidadão e áreas específicas para confecção dos boletins de ocorrência, as Delegacias Cidadãs são planejadas para preservar a identidade das pessoas que precisarem recorrer ao local.
A proposta das Delegacias Cidadãs abrange o desenvolvimento de três tipos de padrões de construção, a serem utilizados conforme o porte do município ou densidade populacional. O objetivo é que as construções se tornem referência em atendimento de qualidade, transformando a imagem das delegacias de polícia.
Para o município de Colombo, será o Padrão II, em que a Delegacia possuirá uma área construída de 1.200m², divididos em 02 pavimentos, a um custo aproximado de R$4.500.000. De acordo com a Prefeita Beti Pavin, “o município estava carente deste tipo de serviço que trata-se de um novo modelo de acolhimento e de auxílio à população agredida”, enfatizou a prefeita.
Foto: João Senechal/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
facebook.com/pmdecolombo

Colombo participa do Torneio Cobrinhas em Almirante Tamandaré


WEBMASTER 16 DE SETEMBRO DE 2014

Evento realizado para categoria infantil atraiu um público de cerca de 300 pessoas

Equipe de Colombo sagrou-se campeã do torneio; time comemora o artilheiro da competição e o goleiro menos vazado
Equipe de Colombo sagrou-se campeã do torneio; time comemora o artilheiro da competição e o goleiro menos vazado
Na tarde do último domingo, 14, Colombo participou no município de Almirante Tamandaré do Torneio de Futebol Cobrinhas na categoria infantil, para jovens de até 14 anos. O evento reuniu em torno de 300 crianças no campo Sete de Setembro e contou com a participação das equipes de Colombo e Almirante Tamandaré e também de Bocaiúva do Sul, Itaperuçu, Campo Largo e Curitiba.
Os jogos foram disputados através de eliminatória simples e o campeão do torneio foi a equipe da Prefeitura Municipal de Colombo, que teve como artilheiro o jogador Marlon e também o goleiro menos vazado João. O destaque também foi para Rossano Santana que levou o prêmio de melhor treinador do torneio.
Jovens de até 14 anos participaram do tradicional evento de futebol Torneio Cobrinhas, em Almirante Tamandaré
Jovens de até 14 anos participaram do tradicional evento de futebol Torneio Cobrinhas, em Almirante Tamandaré
O vice-campeão foi a equipe de Itaperuçu e a terceira colocação ficou com Almirante Tamandaré. Os dois primeiros colocados foram premiados com troféus e o melhor artilheiro, goleiro e treinador foram homenageados com medalhas.
Esta iniciativa é realizada há mais de 40 anos, e tem o objetivo de incentivar a iniciação das crianças e jovens no esporte. O torneio também tem gerado frutos ainda melhores, segundo os organizadores, que é a revelação de grandes atletas. Organizado por Leônidas Dias da Rádio Cultura o evento teve o apoio do departamento de Esportes de Colombo.
Foto: Depto Esportes/PMC
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em: FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Colombo apoia campanha que incentiva Registro Civil de Nascimento


WEBMASTER 16 DE SETEMBRO DE 2014

Colombo foi escolhida para o lançamento da campanha do TJPR; iniciativa visa garantir direito básico e zerar os índices de crianças sem documento

Por apresentar índices acima da média estadual, Colombo foi escolhida para o lançamento da campanha
Por apresentar índices acima da média estadual, Colombo foi escolhida para o lançamento da campanha
A certidão de nascimento é o primeiro ato civil do cidadão, mas infelizmente, algumas vezes esse direito é negligenciado. São diversos os motivos que fazem com que as mães não registrem seus filhos imediatamente após seu nascimento: a espera do reconhecimento paterno de seus filhos, o custo de deslocamento, o desconhecimento sobre a importância do registro e ausência de cartórios em algumas regiões.
E é justamente para garantir esse direito básico que com o apoio da Prefeitura Municipal de Colombo foi lançada no último dia 13, no Fórum Civil do município, a campanha do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), “Toda criança tem o direito ao registro civil de nascimento”.
Foto: pri_0070. jpg A prefeita Beti Pavin acompanhou o lançamento da campanha, que tem por objetivo zerar índices de crianças sem registro civil no Paraná
Foto: pri_0070. jpg
A prefeita Beti Pavin acompanhou o lançamento da campanha, que tem por objetivo zerar índices de crianças sem registro civil no Paraná
A campanha tem por objetivo zerar os índices de crianças sem registro civil no Paraná e, Colombo foi a cidade escolhida para o lançamento da campanha por ter apresentado índices acima da média estadual. É importante lembrar que, no Paraná, a incidência de sub-registros, casos em que o nascido não é registrado no mesmo ano do nascimento ou até o terceiro mês do ano seguinte, chega a ser praticamente nula.
“Além de ser um direito básico, a certidão de nascimento é o documento que oficializa a existência do indivíduo e através dela estão garantidos os seus direitos como cidadão”, disse a Prefeita Beti Pavin durante a solenidade de lançamento da campanha.
No Paraná a incidência de sub-registros é praticamente nula
No Paraná a incidência de sub-registros é praticamente nula
A iniciativa conta com o apoio da Associação dos Notários e Registradores do Estado do Paraná (Anoreg-PR), do Fundo de Apoio ao Registro Civil de Pessoas Naturais (Furnarpen) e com a coordenação do Instituto de Registro Civil das Pessoas Naturais do Paraná (Irpen).
Fotos: Priscilla Fiedler(TJPR)
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em: facebook.com/pmdecolombo

'Ele me tirou a virgindade', diz vítima de Eduardo Gaievski VÍDEO 2


OS ESTARRECEDORES DEPOIMENTOS DAS VÍTIMAS DE GAIEVSKI

As vítimas de Eduardo Gaievski(PT), ex-prefeito de Realeza, acusado de estuprar dezenas de menores, relatam detalhes dos horrores que sofreram nas relações com o pedófilo.




‘Ele gostava de ser chamado de papai’, diz vítima Eduardo de Gaievski - VÍDEO 1


Os estarrecedores depoimentos das vítimas de Gaievski

As vítimas de Eduardo Gaievski(PT), ex-prefeito de Realeza, acusado de estuprar dezenas de menores, relatam detalhes dos horrores que sofreram nas relações com o pedófilo.





Viatura com sirene ligada bate em motociclista que fica gravemente ferido


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha
acidente-viatura-160914-bandabdentro
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Um acidente assustou quem passava pela Avenida Victor Ferreira do Amaral, no Bairro Alto, em Curitiba, na tarde desta terça-feira (16). Segundo testemunhas, uma viatura da Polícia Militar(PM), com o giroflex e sirene ligadas, ultrapassou o sinal vermelho e acabou atingindo um motociclista que não viu o veículo.
A viatura seguia pela rua Paulo Kissula para atender uma ocorrência e, no cruzamento, colidiu contra a moto. O piloto, de 29 anos, foi encaminhado ao Hospital Cajuru com fraturas graves nas pernas. Os dois policiais militares que estavam no automóvel não quiseram se pronunciar sobre o caso.
Banda B entrou em contato com a PM e aguarda retorno sobre a ocorrência.

Adolescente de 17 anos acusa ex-patrão de estuprá-la enquanto trabalhava como doméstica


Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento

Uma adolescente de 17 anos acusa um empresário de estuprá-la na casa dele, onde trabalhava como doméstica há um ano, em Porto Amazonas, a cerca de 60 km de Curitiba. Segundo a mãe da menina, o suspeito, de aproximadamente 50 anos, a agarrou enquanto ela arrumava a cama do quarto dele.
“Já fazia tempo que ele a assediava e oferecia propostas para ela. Queria que ela largasse o namorado, com quem ela está há dois anos, e ficasse com ele, porque ele lhe daria muito dinheiro. Mas a minha filha sempre recusou esse tipo de coisa e nunca contou para ninguém por medo”, explicou a mãe da vítima em entrevista à Banda B na tarde desta terça-feira (16).
De acordo com ela, um dia, a adolescente chegou para trabalhar e começou a ser assediada novamente. Quando ela foi para o quarto do casal arrumar a cama, ele teria entrado com as calças já abaixadas e a violentado. “A minha filha está em choque, à base de calmante e consulta com psicólogo, e eu estou gastando o que eu não tenho para deixá-la bem. Eu não quero dinheiro nem nada, só quero que ele seja preso. Ele acabou com a nossa vida”, completou ela.
Um Inquérito Policial foi instaurado para a investigação do caso. O juiz disse para a mãe da vítima que, dependendo das apurações, o empresário poderá responder em liberdade. “Hoje, nós recebemos o laudo de conjunção carnal, que será decisivo para a investigação. Nós já ouvimos várias pessoas, mas temos apenas indícios, já que o acusado negou o crime, mas se recusou a fornecer material genético”, explicou o delegado Plinio Gomes Filho, da Delegacia de Palmeira, responsável pelo caso.
O suspeito é casado e tem uma filha de 10 anos. A ocorrência vai ser apurada e deve ser encaminhada para a Justiça se necessário.

Advogada é presa ao tentar extorquir ganhador da Mega-Sena em Campo Largo


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha

Uma advogada foi presa em flagrante na tarde desta terça-feira (16) após tentar extorquir um ganhador da Mega-Sena já dentro de uma agência bancária de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com o secretario Municipal de Segurança da cidade, Juscelino Bayer, a Guarda Municipal foi acionada pela família da vítima, que teria percebido uma coação por parte de três homens contra o ganhador pouco antes da situação.
“A Guarda Municipal foi até o local para atender um suposto sequestro e lá já encontrou ele pronto para transferir R$ 50 mil para a conta da suspeita. A advogada alegou que estava defendendo a vítima de um mandado em aberto, mas isso não justifica tão alto valor”, disse.
A vítima ganhou cerca de R$ 7 milhões há aproximadamente um mês e responde por estelionato. Como a Guarda encontrou um mandado em aberto contra ele, o ‘sortudo’ também acabou preso e encaminhado à Delegacia de Campo Largo. Mesmo milionário, não poderá sair da cadeia, já que o crime já foi julgado.
Segundo o secretario, é possível que este grupo soubesse que a vítima era foragida e tentou tirar dinheiro para evitar uma denúncia à polícia. “Segundo a família, três homens tentaram coagir o rapaz antes, então é possível que estavam tentando ganhar um dinheiro fácil”, concluiu.
Tanto a advogada, quanto a vítima agora ficam à disposição da justiça.

Richa lidera em todas as simulações de segundo turno, diz Radar


bem parana - segundo turnoInfográfico: Bem Paraná
O instituto Radar entrevistou 1199 eleitores em 45 municípios do Paraná, entre os dias 09 e 13 de setembro. A margem de erro de 2,9 pontos percentuais para mais ou menos. O nível de confiança é de 95,5%, ou seja, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 os resultados estariam dentro da margem de erro de 2,9 pontos. O registro da pesquisa no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) é PR-00034/2014. A pesquisa foi contratada pelo Portal Bem Paraná ao custo de R$ 48,5 mil.

Requião perde 45 segundos na TV por invadir horário de candidatos a deputado


requiao perde 45 seg
O senador Roberto Requião (PMDB) perdeu mais duas inserções de 15 segundos da propaganda eleitoral na RIC TV por invadir os horários destinados aos candidatos a deputado. É a quarta decisão que retira tempo de TV de Requião pelo mesmo motivo. Na semana passada, a propaganda de Requião perdeu outras 23 inserções de 15 segundos porque teria invadido o horário destinado às campanhas proporcionais.

Presos iniciam nova rebelião na Penitenciária Estadual de Piraquara II


rebeliao - foto gazeta
Presos da Penitenciária Estadual de Piraquara II (PEP II) iniciaram uma nova rebelião por volta das 7h45 desta terça-feira (16). Segundo a Polícia Militar (PM), 60 detentos participam do motim e mantêm dois agentes penitenciários como reféns. Por volta das 10h50, os amotinados tomaram conta do telhado da unidade.
O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) informou que o movimento ocorre no terceiro bloco da penitenciária, o mesmo onde aconteceu a última rebelião na unidade, na sexta-feira (12) e que durou até a tarde de sábado (13). Desta vez, o motim, que toma conta das galerias 9 e 10, começou na hora da entrega do café da manhã, na 9ª galeria. Os presos conseguiram abrir algumas das celas e detiveram os agentes quando estes entraram para entregar as refeições.
Inicialmente a Secretaria de Estado de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju) tinha descartado a possibilidade de que os agentes foram detidos durante o café, porque a revolta teria começado fora do horário da refeição. Contudo, o órgão voltou atrás e disse que os agentes podem ter sido reféns enquanto entregavam os alimentos.
O movimento envolveria presos do chamado seguro, onde ficam detentos como ex-policiais condenados e estupradores, o que ainda não foi confirmado oficialmente.
Em entrevista concedida à imprensa no local, o major Adonis Nobor Furuushi, porta-voz da PM, declarou que “a Polícia Militar e Polícia Civil já estão com ações coordenadas e estão controlando a situação”. Furuushi disse também que os detentos estão aceitando as condições impostas pelas polícias, apesar de não saber informar qual é a pauta de reivindicação dos rebelados.
Um dos caminhões utilizados pela Polícia Militar do Paraná para garantir a segurança de Curitiba durante a Copa do Mundo está sendo deslocado para a PEP II. A tecnologia implantada no interior do veículo será usada para monitorar em vídeo a situação da penitenciária, que, conforme a PM, está totalmente cercada.
A última rebelião na PEP II foi há quatro dias. Na última sexta-feira, cerca de 160 presos rebelados, também pertencentes ao bloco 3 da penitenciária, fizeram nove reféns: dois agentes penitenciários e sete presos, todos liberados sem ferimentos. Não houve mortos e nem feridos nesta rebelião, que durou 25 horas.
A insurreição desta terça-feira acontece um dia depois do fim da reunião promovida pelo governo do estado para tentar acabar com as rebeliões no sistema penitenciário do Paraná. Por motivos de segurança, a secretaria decidiu não revelar as medidas que serão adotadas e informou que as ações só serão anunciadas nas próximas semanas, depois de implantadas.
No sábado (13), o governador Beto Richa (PSDB) disse estar “muito preocupado” com os conflitos e insinuou que é “muita coincidência” que as rebeliões estejam acontecendo em ano eleitoral. “Estamos tentando encontrar uma razão para essas rebeliões em série. Isso não é coincidência. É coisa programada”, afirmou.
Superlotação
Com 1.108 vagas, a PEP II tem atualmente 1.037 detentos, segundo sistema de contagem da Seju. Apesar de os números não apresentarem superlotação, o Sindarspen afirma que esta é mais uma unidade que sofre com falta de vagas.
Conforme o sindicato, a capacidade inicial da penitenciária era de 960 vagas e, quantidade que foi aumentada com a publicação de uma resolução em 2013. “Uma verdadeira irresponsabilidade. Sem ter estrutura nenhuma para receber essa quantidade de presos que foram aumentadas. Logicamente que assim fica fácil defender que não há superlotação”, contestou o presidente do Sindarspen, Antony Johnson, por meio de nota encaminhada à imprensa.
Questionada sobre o fato, a Seju reiterou que a PEP II não apresenta problemas de superlotação. De acordo com a secretaria, não foram feitas readequações nas celas comuns que já possuíam mais de um preso, e sim nas celas de isolamento, onde apenas uma pessoa fica detida. Alguns destes espaços foram readaptados para funcionarem como celas comuns, permitindo a ampliação no quadro de vagas. O órgão não soube informar quantas celas de isolamento foram reestruturadas, mas disse que ainda há celas solitárias na unidade.
18º caso do ano
O motim na PEP II iniciado nesta manhã é o 18º caso do ano nas penitenciárias do Paraná. A revolta mais violenta ocorreu no fim do mês passado, na Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC), que terminou depois de 45 horas, com cinco presos mortos, e também registro de feridos e desaparecidos. Na maioria dos casos, a reivindicação envolvia pedidos de transferências e melhores condições para os presos.
Histórico recente
No dia 9 de setembro, três agentes penitenciários foram mantidos como reféns por um grupo de 14 presos na cadeia pública de Guarapuava, na região Centro-Sul do Paraná. Os detidos concordaram em liberar os funcionários da prisão depois de acertar a transferência de 74 presos para outras penitenciárias do estado. O motim terminou sem feridos nem mortos.
Na semana passada, 77 presos foram transferidos da Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (PECO), no Noroeste do Paraná, depois de um motim de 18 horas. Foram 13 reféns, sendo 12 presos e um agente penitenciário.

Confira as outras rebeliões do ano:

09 de janeiro de 2014 – Um agente penitenciário foi mantido refém por presos da Penitenciária Estadual de Piraquara II (PEP II), na Região Metropolitana de Curitiba. Os presos pediam transferência para penitenciárias de Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná.
5 de janeiro de 2014 – Dezoito presos se amotinaram na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Piraquara. Durante uma hora eles negociaram transferência para o interior do estado. Um agente foi mantido refém pelos presos.
15 de janeiro de 2014 – Após três horas de motim, presas do Centro de Regime Semiaberto Feminino (Craf) de Curitiba libertaram duas agentes penitenciárias que foram feitas reféns. As detentas pediam melhorias em higiene e limpeza, além de tratamento semelhante ao que ocorre na Colônia Penal Agrícola (CPA), em Piraquara.
16 de janeiro de 2014 – Um agente penitenciário foi mantido refém durante 16 horas na PCE, em Piraquara. Os presos pediam transferências para Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu.
10 de fevereiro de 2014 – Vinte e quatro presos, que pediam transferência para outros presídios do estado, mantiveram um agente penitenciário como refém na PEP II. O agente foi libertado após cinco horas de negociações.
06 de março de 2014 – Presos que reivindicavam transferências para Londrina e Francisco Beltrão mantiveram por 15 horas dois agentes penitenciários como reféns na PEP I. As negociações duraram poucas horas, mas os presos se recusaram a viajar de noite, o que fez com que o motim terminasse somente após 15 horas.
10 de março de 2014 – Na PEP II, durante quatro horas um agente penitenciário ficou nas mãos de seis presos que pediam transferências para Guarapuava. Os presos foram transferidos e o agente liberado após negociação.
19 de março de 2014 – Dois agentes carcerários que escoltavam presos foram dominados pelos detentos na PEP I. Os presos libertaram os agentes após conseguirem transferência para cidades de origem. Foram 15 horas de negociação.
19 de março de 2014 – Também na PEP I, durante uma hora um agente foi dominado por presos que pediram transferência para Maringá, no Noroeste do Paraná.
16 de abril de 2014 – No Presídio Hildebrando de Souza, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, foram oito horas de negociação até que os detentos libertaram um agente penitenciário. Os motivos da rebelião não foram informados, mas o presídio sofre com falta de vagas.
01 de maio de 2014 – Em Santo Antônio da Platina, no Norte Pioneiro, presos da Cadeia Pública do município se rebelaram e pediram transferência. Alguns deles foram colocados em liberdade, pois já haviam cumprido pena.
14 de julho de 2014 – Três agentes carcerários foram feitos reféns na cadeia pública de Telêmaco Borba. O motim durou cerca de 17 horas. Antes do motim, houve tentativa de fuga.
17 de julho de 2014 – Por 16 horas, presos da PEP II realizaram um motim. Quatro presos pediam transferência para Londrina. Um agente na penitenciária foi mantido sob domínio dos presos.
22 de julho de 2014 – Quatro presos se rebelaram e mantiveram um agente refém na PCE. Eles pediam transferência para outras unidades prisionais do Complexo Penitenciário de Piraquara (CCP).
22 de julho de 2014 – Na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu I (PEF I), no Oeste do Paraná, dois agentes foram mantidos sob domínio de dezesseis presos por seis horas. A exigência também era de transferência para outras unidades prisionais do estado.

Guarda é acusado de agredir paciente dentro de UPA; versão dada à polícia é outra; assista

Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

Uma confusão generalizada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pinheirinho, em Curitiba, na noite desta segunda-feira (15), causou medo em pacientes e funcionários. Testemunhas acusam guardas municipais de agredirem um paciente dentro da unidade. Uma das pessoas que estavam na UPA gravou alguns segundos da confusão, antes de ter o celular tomado dos guardas municipais. Os guardas envolvidos na confusão dão outra versão e alegam que tiveram que agir para conter uma briga entre pacientes. Assista abaixo um trecho da briga abaixo no vídeo que a Banda B teve acesso.
Por volta das 18 horas, segundo informações de pacientes que aguardavam atendimento, guardas municipais foram acionados na Unidade para apartar uma briga entre dois homens. Eles teriam discutido por causa de uma cadeira na sala de espera da unidade. A primeira informação de testemunhas é de que um dos guardas teria usado um cacetete para bater no paciente e provocado uma fratura exposta. Depois, a informação dos socorristas é de que o homem agredido pelos guardas teria um corte na cabeça também devido a ação de um dos guardas. Testemunhas que presenciaram os fatos, denunciaram que a força empregada pelos guardas municipais foram desnecessárias e que eles teriam sido arrogantes e truculentos.
Um homem que registrou Boletim de Ocorrência no Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul) contra a ação dos guardas conversou com a Banda B. “Eles chegaram agredindo os homens em vez de separar. Inclusive bateram em crianças, mulheres que estavam lá. Um deles agrediu um rapaz que estava tentando ajudar o homem que estava caído no chão, que tinha apanhado deles”, descreveu a testemunha.
Ele registrou um vídeo (abaixo) dentro da Unidade do momento da confusão. As imagens mostram uma equipe de socorristas dentro da UPA atendendo o homem agredido e, logo em seguida, mostram um guarda arrancando o celular da mão desse paciente. “Ele tomou o celular da minha mão, jogou no chão e ameaçou sacar a arma para mim. Teve abuso de autoridade desses homens”, disse, indignado.
Outra versão
A versão da Guarda Municipal apresentada à polícia é que eles foram acionados para conter uma briga e um dos homens resistiu à abordagem. Segundo a Guarda, um homem de 32 anos teria agredido uma mulher que estava com uma criança no colo. A confusão teria começado pela disputa de uma cadeira em um dos corredores da UPA. O marido dessa mulher investiu contra o agressor e, para apartar a briga, eles foram acionados. Durante a confusão, um guarda municipal – já identificado – teria usado uma única vez o bastão contra o agressor. Nesse momento, esse homem sofreu o corte na cabeça.
Um outra pessoa envolvida na briga também teve que ser contida pelos guardas e, como resistiu à prisão inclusive chutando e quebrando a porta de vidro da UPA, teve que ser contida com mais força pelos agentes, segundo a versão apresentada na delegacia.
Guarda Municipal
A direção da Guarda Municipal disse que vai investigar o caso e, se realmente for constatada a agressão, serão tomadas as medidas cabíveis. Os guardas envolvidos podem receber desde advertência até serem exonerados do cargo. Segundo a Guarda, o uso da força não faz parte da doutrina da corporação.

Assista ao vídeo registrado pela testemunha:





Desaparecimento de engenheiro Brandão completa três anos; mulher mantém esperança de revê-lo


Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique
miriamdentro
Miriam ainda tem esperança de reencontrar o marido (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

No último sábado, dia 13 de setembro, completou-se três anos do desaparecimento doengenheiro Renato Moreira Brandão, então com 54 anos. Brandão saiu de casa no bairro Ahú, em Curitiba, e não foi mais visto. A única pista encontrada foi a bicicleta em que ele estava, abandonada na Estrada da Graciosa, em Morretes, litoral do Paraná.
Em entrevista à Banda B, na manhã desta terça-feira (16), Miriam Weiss Brandão, esposa do engenheiro, afirmou que ainda tem esperança de encontrá-lo vivo. “Não há corpo, não há nada que comprove que algo aconteceu. Enquanto eu puder, terei esperança de revê-lo, mas com o tempo vai ficando mais difícil”, afirmou.
brandao19092013
Montagens de como Brandão pode estar agora (Foto: Divulgação Polícia Civil)
De acordo com Miriam, algumas pistas sobre o desaparecimento surgiram, mas sempre eram alarmes falsos. “Falaram que ele estava em São Paulo ou em Maringá, mas nada foi comprovado. A única pista de verdade foi a bicicleta. O Ministério Público arquivou o processo, mas quem tiver informação pode ligar na Delegacia de Vigilâncias e Capturas (DVC)”, disse.
O telefone da DVC é o 3815-3000. Relembre nas notícias relacionadas abaixo algumas notícias feitas pela Banda B sobre o caso: