Luiz Carlos Martins é eleito deputado estadual por diferença de 10 votos

luiz carlos martins 2
Da Banda B:
O radialista Luiz Carlos Martins (PSD) foi eleito deputado estadual e volta à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Com 100% das urnas apuradas, Martins computou 40.368 votos em todo o Estado.
Os votos foram disputados a cada apuração das urnas com o ex-delegado da Polícia Civil, Rubens Recalcatti, que teve 40.358 votos, uma diferença de apenas 10 votos. Emocionado, Luiz Carlos Martins disse, após a apuração de 100% das urnas, que pretende se pronunciar oficialmente no dia 12 de Outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil.
Luiz Carlos Martins é devoto de Nossa Senhora Aparecida há anos e quer se pronunciar diretamente da cidade de Aparecida do Norte. Ele acompanhou a apuração em casa, ao lado da família.

O que Christiane Yared pensa sobre aborto, maioridade penal, casamento gay…


Christiane_Yared_0711treze
Da Gazeta do Povo
Christiane Yared, do PTN, é a deputada federal mais votada do Paraná, com mais de 200 mil votos. No entanto, a maior parte dos eleitores aparentemente conhece a deputada eleita quase que só devido à sua luta contra a impunidade no trânsito (o filho dela morreu há cinco anos em um acidente de trânsito em Curitiba).
Em Brasília, Christiane obviamente não terá sua atuação restrita à área de trânsito. Por isso, o blog entrevistou-a para saber o que ela pensa sobre alguns temas polêmicos que poderão estar em pauta no Congresso Nacional nos próximos anos.
Saúde
Christiane diz que a saúde será sua principal bandeira, eque o trânsito faz parte disso. “Hoje, o trânsito estrangula a saúde pública brasileira. Chega-se a ocupar sete de cada dez leitos com acidentados”, afirma. Segundo ela, a sua luta será por salvar vidas, e nisso promete ter parcerias com ONGs.
Aborto
A deputada eleita, que também é pastora evangélica, diz ser absolutamente a favor da vida e contra o aborto. No entanto, diz que em geral concorda com a legislação atual, que prevê exceções como no caso de estupro. “É preciso também pensar na vida da mãe. Imagine um caso de uma adolescente estuprada, por exemplo. Temos que levar isso em consideração”, diz.
Maioridade penal
Christiane diz ser contra propostas que tentam diminuir a idade para que o indivíduo possa ser preso dentro das mesmas condições dos adultos. “O Estado não cuida do adolescente e depois vai querer encarcerá-lo? As Febens não funcionaram”, diz ela. Segundo Christiane, o caminho é educar o adolescente que comete um crime, e também orientar a família. Ela é favor principalmente de penas alternativas, mas não descarta a possibilidade de reclusão em alguns casos.
Casamento gay
A deputada diz ser contra o casamento gay. Afirma que as pessoas têm de ter liberdade e direito de ser felizes. “Cada um que faça o que quiser de sua vida, de sua liberdade”, diz. Mas quando questionada sobre a união homoafetiva lembra de sua atuação como pastora e diz que, se o tema fosse colocado em pauta, votaria contra.
Criminalização à homofobia
A deputada diz que acha que o tema não é prioritário, dadas outras urgências que deveriam ser discutidos em Brasília.
Segundo turno
Christiane Yared diz que ainda não decidiu se apoiará Dilma ou Aécio. “Trabalho a favor da vida, não a favor dos partidos.” Ainda nesta segunda, se reuniria com líderes de sua campanha para discutir o tema.

O mapa digital do Brasil nas eleições 2014, internet pode decidir 2º turno


dilma-e-aecio
Um estudo feito pela consultoria Bites revela que a estratégia digital de Dilma Rousseff e Aécio Neves deverá priorizar regiões onde o tucano venceu a disputa.
As três regiões do País onde Aécio venceu (Sudeste, Sul e Centro-Oeste) concentram 76% do acesso à internet no Brasil. A petista venceu apenas no Norte e Nordeste, que reúnem 24% desse contingente online.
São Paulo será o maior desafio da petista porque concentra 29,4% dos usuários de Internet do País e onde Dilma registrou apenas 25,8% dos votos válidos.

Pedreiro é baleado após reagir a assalto na RMC; um dos suspeitos também ficou ferido


Por Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha
sjpdentro
Pedreiro foi baleado no peito e suspeito na cabeça (Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Uma tentativa de assalto deixou duas pessoas feridas no início da tarde desta segunda-feira (6) no bairro Aristocrata, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Um pedreiro que trocava o piso de um sobrado reagiu a ação de três homens armados, foi baleado, mas conseguiu retirar a arma dos marginais e atirar contra um jovem de 21 anos, de primeiro nome André.
Segundo a Polícia Militar (PM), o pedreiro Everton José Mendes, 33, levou um tiro no tórax durante a luta corporal com André, para em seguida pegar a arma e atirar contra a cabeça dele. Dois suspeitos que estariam com André viram a confusão e resolveram fugir, roubando um Celta, placas AVL-1725, que seria do proprietário da residência. Não há a a confirmação se os fugitivos estariam armados.
O socorrista Marcelo, que é do grupo Patrulheiros da Vida, falou sobre o caso à Banda B. “Nós chegamos aqui para apoiar o Siate e já vimos que a situação dos dois feridos é grave, com risco de morte. Houve essa luta corporal durante o assalto e a vítima e o suspeito acabaram baleados”, afirmou.
Pedreiro e suspeito foram encaminhados ao Hospital do Trabalhador. A Delegacia de São José dos Pinhais investiga o caso e tenta encontrar os marginais que fugiram.

Pesquisa mostra que 42,6% dos motoristas ultrapassam velocidade permitida em Curitiba


Da SMCS


Uma pesquisa realizada durante todo o mês de agosto pela Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) constatou que muitos motoristas que trafegam pelas ruas da cidade têm excedido os limites de velocidade. Do total de veículos pesquisados, 42,6% ultrapassaram a velocidadepermitida na via. Entre os diferentes grupos de veículos (automóveis, motocicletas, ônibus, caminhões e especiais), o que possui o maior percentual de infratores é o de motocicletas. Depois aparecem os automóveis e, por último, os ônibus.
O levantamento foi realizado em condições de pista seca e molhada, com um equipamento medidor de velocidade e distância fornecido pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), por meio do projeto Vida no Trânsito. Foram escolhidos para a pesquisa pontos que são objeto de denúncias de excesso de velocidade, feitas pela população por meio do serviço 156; vias que registraram mortes no trânsito, identificadas pelo projeto Vida no Trânsito; a Via Calma da Avenida Sete de Setembro; e a faixa exclusiva da Rua XV de Novembro.
motocicleta
(Foto: Divulgação SMCS)
Além da Via Calma e da faixa exclusiva, a pesquisa foi realizada em sete outras ruas e avenidas: Rua Marechal Otávio Saldanha Mazza (Capão Raso), Rua Francisco Ratani (Capão Raso), Rua Canadá (Bacacheri), Rua Maria Lúcia Locher de Athayde (CIC), Rua Jovino do Rosário (Boa Vista), Rua Frederico Maurer (Hauer) e Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres). O limite de velocidade nessas ruas varia entre 40 km/h, 60 km/h e 70 km/h.
Os dados da pesquisa foram separados por grupos de veículos: automóveis, motocicletas, caminhões, ônibus e veículos especiais (remoção, segurança, pública, ambulâncias, etc).
Em todas as vias, o grupo com o maior número de infratores é o de motocicletas. Nas vias comuns (arteriais e coletoras), das 168 motocicletas pesquisadas, 104 (61,9%) excederam o limite de velocidade permitido na via: 54 excederam a velocidade em até 20%; 43 entre 20% e 50%; e 7 acima de 50%.
Dos 982 automóveis pesquisados, 447 (45,5% do total) cometeram infrações: 267 excederam o limite de velocidade permitido na via em até 20%; 143 ficaram entre 20% e 50% acima da velocidade; e 37 acima de 50%.
Ainda nas vias comuns, entre os caminhões, dos 91 pesquisados, 11 (12%) cometeram infrações: 9 excederam a velocidade em até 20% e 2 entre 20% e 50%. Entre os ônibus, dos 31 pesquisados, 2 (6,4%) excederam a velocidade entre 20% e 50%. Os dois veículos especiais (remoção, segurança, pública, ambulâncias, etc.) pesquisados excederam a velocidade em até 20%.
Via Calma
Na Via Calma, que tem velocidade máxima de 30 km/h, a pesquisa foi realizada antes da implantação oficial, que aconteceu em 21 de agosto. Dos 130 automóveis pesquisados, 52 (40%) cometeram infrações: 33 excederam a velocidade em até 20%, 14 entre 20% e 50% e 5 acima de 50%. Das quatro motos pesquisadas, 3 (75%) foram infratoras: uma em até 20% e duasentre 20% e 50%. Dos 39 ônibus pesquisados, apenas um excedeu a velocidade em até 20%. Dos dois veículos especiais pesquisados, um excedeu a velocidade em até 20% e outro excedeu entre 20% e 50%.
Faixa exclusiva
Na faixa exclusiva de ônibus da Rua XV de Novembro, com velocidade máxima de 50 km/h, dos 30 ônibus pesquisados, quatro (13,3%) cometeram infrações: três excederam a velocidade em até 20% da velocidade e um entre 20% e 50%. Os dois veículos especiais pesquisados excederam a velocidade entre 20% e 50%.
Cultura
“A pesquisa apenas constatou o que já verificávamos em Curitiba: muitos condutores excedem a velocidade permitida em diversos pontos da cidade”, afirma Cassiano Novo, diretor da Escola Pública de Trânsito da Setran, que comandou a pesquisa. Para ele, a cultura da velocidade já está internalizada na população em geral.
“Precisamos mudar esse hábito, pois a violência no trânsito se tornou uma questão de saúde pública, provocando a ocupação de muitos leitos de UTI, trazendo custos elevadíssimos e consequências desastrosas para as famílias que se envolvem em colisões de trânsito. Um minuto ou uma hora de ganho de tempo no trânsito não valem uma vida. O risco assumido é desproporcional”, destaca.
Radares
Como medida para coibir as infrações, a partir da segunda quinzena de outubro a Setran começará a utilizar radares estáticos na fiscalização de velocidade de veículos nas ruas da cidade. Os equipamentos já estão sendo usados em operações de fiscalização na Via Calma da Avenida Sete de Setembro e na faixa exclusiva da Rua XV de Novembro.
“A fiscalização da velocidade nas ruas é atribuição da Setran e é muito solicitada pela população curitibana. Porém, há aqueles que não obedecem e nem se sujeitam às normas de trânsito, colocando em risco todas as pessoas na cidade. Precisamos urgentemente mudar este quadro para evitar mortes e os acidentes no trânsito de Curitiba”, afirma a secretária municipal de Trânsito, Luiza Simonelli.
A Setran realizará com novas pesquisas de velocidade no trânsito nas ruas de Curitiba até o final de 2014 e reforçará as campanhas educativas relacionadas aos limites de velocidade na cidade.
Fator contributivo
Segundo dados do projeto Vida no Trânsito, em 2013 a velocidade foi fator contributivo em 25,3% dos acidentes fatais analisados na capital paranaense – principalmente naqueles que envolveram automóveis e motocicletas. A velocidade e o uso do álcool são os principais fatores de risco identificados pelo projeto. As infrações de velocidade são as mais cometidas no trânsito em Curitiba – 308.019 mil em 2012, 305.174 mil em 2013 e 151.144 mil até julho de 2014.
O artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro, após alterações da Lei nº 11.334/2006, define as seguintes penalidades para excesso de velocidade na via: quando a velocidade for superior à máxima permitida em até 20% – infração média, com perda de 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e R$ 85,12 de multa; quando a velocidade for superior à máxima permitida em mais de 20% até 50% – infração grave, com perda de 5 pontos na CNH e R$ 127,69 de multa; quando a velocidade for superior à máxima em mais de 50% – infração gravíssima, com perda de 7 pontos na carteira, R$ 574,61 de multa, suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação.
.

Justiça decide se jovem causador de acidente que matou família no Rebouças vai a júri popular


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha
acidente-tres-pessoas
(Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Justiça vai decidir, na tarde desta sexta-feira (6), se o motorista acusado de matar três pessoas em um acidente de carro em setembro do ano passado vai ou não ser julgado pelo Júri Popular. As testemunhas serão ouvidas e, até as 17h, a decisão deve ser tomada durante audiência.
Eduardo Vitor Garzuze, de 24 anos, furou o sinal vermelho no cruzamento da Avenida Silva Jardim com a Rua Alferes Polis, no bairro Rebouças, em Curitiba, por volta das 4h40. Segundo informações da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) da época, ele fugia em um Ford Ka de um acidente que havi causado minutos antes com um Palio.
gabrielle
Gabrielle foi uma das vítimas fatais do acidente. (Foto: Reprodução/Facebook)
Ele, então, furou o sinal vermelho e colidiu contra um Corsa Classic, onde estavam três pessoas: Lorena Camargo, de 47 anos, o neto dela, Igor Empinotti, de 9, e a sua filha, Gabrielle Empinotti, de 23, que era tia da criança. Os três morreram no acidente. Jacskon Adriano Ferreira,  marido de Gabrielle, foi o único sobrevivente.
“Hoje nós vamos ver se o juiz forma a convicção de enviar Eduardo ao plenário do júri popular. Nós vamos confiar no que vai acontecer para os próximos capítulos”, disse o delegado da família, Bruno Pereira em entrevista à Banda B. De acordo com ele, o que ajuda na decisão é o fato de que ele estaria embriagado no momento do acidente.
“Câmeras mostraram que Eduardo estava a 100 km/h e exames indicaram que, nove horas depois do acidente, ainda havia traços de embriaguez no sangue dele”, completou o delegado. Se o caso for levado a júri popular, Eduardo vai responder por homicídio culposo, com intenção de matar, e por lesão corporal grave, pelo único sobrevivente da tragédia.
O acidente aconteceu quando Gabrielle voltava da formatura da irmã, graduanda em Direito pela Faculdade Opet, com a mãe e o sobrinho.

Tiririca é o 2° deputado federal mais votado de SP, mas perde eleitores


tiririca - sp dp
Do G1 SP:
Segundo candidato a deputado federal mais votado nas eleições de 2014, com 1.016.796 votos, o deputado federal Tiririca foi eleito neste 5 de outubro para o próximo mandato, mas perdeu um em cada quatro eleitores na comparação com sua estreia na política em 2010.
Os 336.970 votos a menos nesta eleição representam quase 25% dos 1.353.766 que obteve há quatro anos. A participação de Tiririca no total de votos válidos também caiu de 7,26% em 2010 para 4,84% neste ano.
Em seu perfil no microblog Twitter, o deputado comparou o desempenho nas duas votações. “Em 2010 ganhei por voto de protesto e 2014 por voto consciente e o povo votou porque eu fiz valer o voto! mostrei o que um deputado faz! Obrigado, São Paulo! Vocês são uns meninos lindos!”
Como o Partido da República não fez coligação com outros partidos, a votação de Tiririca deve levar para a Câmara Federal uma lista de beneficiados que embora tenham tido votação abaixo de candidatos de outros concorrentes, acabaram beneficiados com a votação obtida pela legenda.

Tiro que matou adolescente no Santa Cândida veio de arma de policial, confirma balistíca


Da Redação


A Polícia Civil já recebeu os laudo de balística confirmando que o tiro que matou a adolescente Bárbara Alves, de 16 anos, na última quarta-feira (1), veio da arma de um policial militar. A informação foi confirmada pela Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba (DFR), que está com parte do inquérito policial do crime, que aconteceu na Rua Padre João Wislinski, no bairro Santa Cândida, em Curitiba.
barbara21
Barbara morreu na hora e amigos prometem manifestação por ela nesta terça (Foto: Reprodução Facebook)
Por conta desse laudo, o caso foi desmembrado em dois: parte dele será investigado pela DFR, para buscar a prisão dos assaltantes que supostamente trocaram tiros com os policiais; e a outra parte fica a cargo do 4° Distrito Policial (4°DP), que realiza o inquérito sobre a morte de Bárbara. Os policiais devem responder por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.
No caso dos assaltantes, a DFR promete realizar um retrato falado para tentar identificar os dois bandidos, que são considerados também responsáveis pela morte de Bárbara. Já os policiais envolvidos na situação seguem afastados das ruas pela Polícia Militar (PM) e não há a informação se eles responderão ao inquérito policial em liberdade e também se há o risco de serem expulsos da coporoção devido ao que aconteceu.
Manifestação
Amigos de Bárbara, indignados com o que aconteceu, prometem realizar uma intensa manifestação por justiça na manhã desta terça-feira (7). Se o evento de fato acontecer, a Banda Bacompanhará no local.
O caso
Bárbara Alves foi baleada nas costas em uma suposta troca de tiros entre policiais militares e assaltantes de um restaurante no bairro Santa Cândida. A garota saía da escola quando, segundo testemunhas, acabou atingida por um disparo logo após o assalto a um restaurante do bairro Santa Cândida, por volta das 12h.
Três policiais almoçavam no local quando escutaram o grito do caixa do estabelecimento, que pedia ajuda. Alguns policiais alegaram que houve uma troca de tiros, contudo testemunhas cravaram que os policiais teriam disparado antes de uma ação dos assaltantes.

O POVO DE COLOMBO DISSE NÃO PARA JOTA CAMARGO

O povo de Colombo disse um NÃO  ao ex prefeito J. Camargo.Para um cidadão que ficou por 08 anos como prefeito de uma cidade de quase 300.000 habitantes receber apenas 7.556 votos é para colocar a mão na consciência  e nunca mais se candidatar a nada. Isso foi reflexo de uma administração desastrosa e muitos desmandos e mazelas. Roubo da festa da UVA de 2011 onde a RPC TV divulgou para todo Brasil que sua irmã Maria Amélia que na época fazia parte  de sua equipe de governo organizou  e planejou o roubo da verba da bilheteria que já estava nos cofres da prefeitura. Deixou a cidade com ruas todas esburacadas pois enganou a população com um asfalto kinder ovo.  As maquinas da Secretária de Obras todas destruídas, onde ocasionou muito tempo para que fossem consertadas para manda-las para a rua novamente.

Ainda responde a vários processos na justiça por fraudes em licitações .

Graças a DEUS que o povo foi inteligente e lhe aplicou uma lição nas URNAS.

Atendente joga pedra em assaltante e gerente de panificadora é baleado


Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

panificadora
Gerente foi socorrido por funcionários ao hospital. Foto: BH/Banda B
Um assalto à mão armada terminou com um gerente de panificadora baleado na manhã desta segunda-feira (6), no bairro Bom Retiro, em Curitiba. A vítima foi ferida por dois disparos de arma de fogo que atingiram a barriga dele. O assaltante conseguiu fugir com a quantia de R$ 160.
O assalto aconteceu por volta das 10h50 na panificadora que fica na rua Carlos Pioli. O ladrão já deixava o estabelecimento, de acordo com testemunhas, com o dinheiro nas mãos quando o atendente do caixa saiu correndo para atirar uma pedra em direção ao assaltante.
Nesse momento, o bandido viu a reação do atendente, sacou a arma e atirou duas vezes na direção dele. Os disparos atingiram o gerente que vinha logo atrás. A informação sobre a identidade do gerente não foi confirmada pela Polícia Militar (PM). O primeiro nome seria Everson.
Funcionários socorreram o gerente e o levaram, em estado grave, ao Hospital Cajuru. Imagens de câmeras de segurança já estão sendo acionadas e policiais do 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM) estão em patrulhamento para procurar o suspeito.

Confira os líderes de votos nas principais cidades paranaenses nas Eleições 2014


Por Luiz Henrique de Oliveira




Confira abaixo quem liderou a votação nas principais cidades paranaenses. A Banda B traz os cinco primeiros nos cargos para deputados federal e estadual, além da porcentagem para senador, presidente e governador.
Curiosidades:
-Em Curitiba, Dilma parece não ter vez. A capital foi um dos únicos entre os principais colégios eleitorais do estado em que ela ficou atrás até de Marina Silva, com apenas 18% dos votos válidos. Por sua vez, em Fazenda Rio Grande, região metropolitana da capital, Dilma teve apenas um ponto percentual a menos que Aécio;
-Beto Richa venceu em todos os maiores colégios eleitorais, mas passou sufoco em Araucária, região metropolitana de Curitiba, onde teve apenas 2% a mais de votos válidos que Roberto Requião;
-Eleito pelo PSC, Alexandre Guimarães pode agradecer a dois fatores: Ratinho Junior, que levou vários deputados da legenda e o pai Affonso Guimarães, atual prefeito de Campo Largo. Na cidade da região metropolitana de Curitiba, Guimarães fez 26% dos votos válidos para deputado estadual;
-Deputados eleitos que se destacaram em colégios eleitorais:
Douglas Fabrício fez 40% dos votos válidos para deputado estadual em Campo Mourão;
Chico Brasileiro fez mais de 30% dos votos válidos em Foz do Iguaçu para deputado estadual;
Bernardo Ribeiro fez 33% dos votos válidos em Guarapuava para deputado estadual;
Márcio Pauliki, com 24% dos votos válidos para deputado estadual e Aliel Machado, com 35% para deputado federal, ‘mandaram’ em Ponta Grossa;
Leopoldo Meyer fez 34% dos votos para deputado federal em São José dos Pinhais, o que o ajudou e muito para a eleição;
Em Toledo, Dilceu Sperafico fez nada mais nada menos que 62% dos votos válidos para deputado federal e Schiavinato 54% para deputado estadual;
Por fim, em Umuarama Osmar Serraglio fez 49% dos votos válidos para deputado federal;
-Em Maringá, Ricardo Barros fez 23% dos votos válidos para deputado federal e a filha, Maria Vitória, 8% para estadual. Os dois comemoraram a vitória ao lado da esposa e mãe Cida Borgethi, vice-governadora de Richa;
-Os peemedebistas João Arruda e Alexandre Curi não tiveram grande destaque em um colégio eleitoral especifíco, mas fizeram a diferença por conseguirem votos em várias regiões e estão no top 5 para deputado federal e estadual respectivamente;
-Yared e Ratinho, deputados federal e estadual mais votados, fizeram a diferença em Curitiba e região metropolitana, onde conseguiram a maioria dos votos;
-Na região Oeste, Requião teve o pior desempenho, onde ficou atrás até de Gleisi. Em Cascavel e Foz do Iguaçu, Richa fez mais de 60% dos votos válidos;
-Já em Londrina, a distância foi ainda maior. Dá para dizer que lá é a “Capital Tucana” do Paraná. Richa fez 79% dos votos válidos e Aécio 61%. Além dos tucanos, quem também se destaca é a família Belinati. Marcelo Belinati fez 37% dos votos válidos, responsáveis por sua eleição para deputado federal;
-Líder em aprovação em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, o petista Luizão não transferiu seus votos para Gleisi e Dilma. A primeira ficou em terceiro lugar e a segunda perdeu para Aécio na cidade;
-Ogier Buchi e Bernado Pilotto se revezaram na 4° colocação para o Governo. Apenas em Foz do Iguaçu Túlio Bandeira apareceu entre os cinco primeiros na disputa;
-Já Luciana Genro ficou estável na quarta colocação em praticamente todos os colégios paranaenses na vaga para presidente. Por sua vez, Eduardo Jorge e Pastor Everaldo se revezaram na 5° colocação. Levi Fidelix apareceu entre os cinco primeiros uma vez, na cidade de São José dos Pinhais.
PARANÁ GERAL
Governador
Beto Richa: 55%
Requião: 27%
Gleisi: 14%
Ogier Buchi: 0,8%
Bernardo Pilotto: 0,6%
Presidente
Aécio Neves: 49%
Dilma: 32%
Marina Silva: 14%
Luciana Genro: 1,3%
Eduardo Jorge: 0,7%
Deputado Federal
Christiane Yared: 3,5%
Alex Canziani: 3,3%
Valdir Rossoni: 3,1%
João Arruda:3,1%
Takayama: 2,8%
Deputado Estadual
Ratinho Junior: 5,2%
Alexandre Curi: 1,9%
Tiago Amaral: 1,5%
Artagão Junior: 1,3%
Gilberto Ribeiro: 1,3%
Senador
Álvaro Dias: 77%
Ricardo Gomyde: 12%
Marcelo Almeida 8%

CURITIBA
Governador
Beto Richa: 52%
Requião: 30%
Gleisi: 11%
Ogier Buchi: 2%
Bernardo Pilotto: 1%
Presidente
Aécio Neves: 54%
Marina Silva: 20%
Dilma: 18%
Luciana Genro: 2%
Eduardo Jorge: 1%
Deputado Federal
Christiane Yared: 15%
Luciano Ducci: 8%
Delegado Francischinni: 6%
Takayama:4%
Rubens Bueno: 3%
Deputado Estadual
Ratinho Junior: 12%
Ney Leprevost: 5%
Gilberto Ribeiro: 3%
Mauro Moraes 3%
Tadeu Veneri: 2%
Senador
Álvardo Dias: 75%
Ricardo Gomyde: 11%
Marcelo Almeida 10%

ARAUCÁRIA
Governador
Beto Richa: 40%
Requião: 38%
Gleisi: 12%
Ogier Buchi: 1%
Bernardo Pilotto: 0,80%
Presidente
Aécio Neves: 42%
Dilma: 34%
Marina Silva: 18%
Luciana Genro: 1%
Pastor Everaldo: 1%
Deputado Federal
Takayama:9%
Christiane Yared: 7%
Delegado Francischinni: 6%
Luciano Ducci: 5%
Valdir Rossoni: 5%
Deputado Estadual
Ratinho Junior: 8%
Gilberto Ribeiro: 3%
Paulo Litro: 3%
Artagão Junior: 3%
Alexandre Curi: 2%
Senador
Álvaro Dias: 70%
Ricardo Gomyde: 15%
Marcelo Almeida 12%

CAMPO LARGO
Governador
Beto Richa: 49%
Requião: 36%
Gleisi: 12%
Ogier Buchi: 0,9%
Bernardo Pilotto: 0,5%
Presidente
Aécio Neves: 50%
Dilma: 30%
Marina Silva: 14%
Luciana Genro: 1%
Pastor Everaldo: 0,7%
Deputado Federal
Christiane Yared: 9%
Takayama:6%
Luciano Ducci: 5%
Giacobo: 4%
Delegado Francischinni: 4%
Deputado Estadual
Alexandre Guimarães: 27%
Ratinho Junior: 7%
Luiz Carlos Martins: 3%
Ney Leprevost: 2%
Pastor Edson: 1%
Senador
Álvaro Dias: 76%
Ricardo Gomyde: 11%
Marcelo Almeida 10%

CAMPO MOURÃO
Governador
Beto Richa: 52%
Requião: 29%
Gleisi: 17%
Bernardo Pilotto: 0,3%
Ogier Buchi: 0,3%
Presidente
Aécio Neves: 49%
Dilma: 34%
Marina Silva: 13%
Luciana Genro: 0,9%
Eduardo Jorge: 0,6%
Deputado Federal
Rubens Bueno: 34%
Zeca Dirceu: 6%
Giacobo: 4%
Delegado Francischinni: 2%
Ricardo Barros: 1%
Deputado Estadual
Douglas Fabrício: 40%
Marcio Nunes: 21%
Professor Lemos: 1%
Plauto: 0,7%
Pastor Edson: 0,6%
SenadorÁlvaro Dias: 77%
Ricardo Gomyde: 11%
Marcelo Almeida 6%

CASCAVEL
Governador
Beto Richa: 62%
Gleisi: 18%
Requião: 16%
Ogier Buchi: 0,8%
Bernardo Pilotto: 0,6%
Presidente
Aécio Neves: 53%
Dilma: 32%
Marina Silva: 10%
Luciana Genro: 1,4%
Eduardo Jorge: 0,7%
Deputado Federal
Hermes Frangão: 28%
Evandro Roman: 13%
Giacobo: 6%
Alexandro Kaefer: 4%
Delegado Francischinni: 1%
Deputado Estadual
Paranhos: 19%
Adelino Ribeiro: 15%
André Bueno: 14%
Marcio Pacheco: 12%
Professor Lemos: 7%
Senador
Álvaro Dias: 79%
Ricardo Gomyde: 14%
Marcelo Almeida 3%

COLOMBO
Governador
Beto Richa: 44%
Requião: 36%
Gleisi: 16%
Ogier Buchi: 1,4%
Bernardo Pilotto: 0,7%
Presidente
Aécio Neves: 42%
Dilma: 31%
Marina Silva: 21%
Luciana Genro: 1,7%
Pastor Everaldo: 1%
Deputado Federal
Takayama: 8%
Christiane Yared: 6%
Luciano Ducci: 4%
Delegado Francischinni: 3%
Valdir Rossoni: 2%
Deputado Estadual
Ratinho Junior: 10%
Gilberto Ribeiro: 5%
Luiz Carlos Martins: 2%
Pastor Edson: 2%
Gilson de Souza: 1%
Senador
Álvaro Dias: 74%
Ricardo Gomyde: 13%
Marcelo Almeida 9%

FAZENDA RIO GRANDE
Governador
Beto Richa: 48%
Requião: 28%
Gleisi: 21%
Ogier Buchi: 0,8%
Bernardo Pilotto: 0,4%
Presidente
Aécio Neves: 38%
Dilma: 37%
Marina Silva: 18%
Luciana Genro: 1,3%
Pastor Everaldo: 1,1%
Deputado Federal
Toninho: 29%
Takayama: 9%
Nelson Meurer: 5%
Delegado Francischinni: 5%
Valdir Rossoni: 5%
Deputado Estadual
Ratinho Junior: 15%
Francisco Buhrer: 13%
Gilberto Ribeiro: 4%
Luiz Carlos Martins: 2%
Pastor Edson: 2%
Senador
Álvaro Dias: 72%
Ricardo Gomyde: 19%
Marcelo Almeida 5%

FOZ DO IGUAÇU
Governador
Beto Richa: 61%
Gleisi: 22%
Requião: 12%
Ogier Buchi: 1,3%
Tulio Bandeira: 1,3%
Presidente
Aécio Neves: 47%
Dilma: 34%
Marina Silva: 14%
Luciana Genro: 1%
Eduardo Jorge: 0,8%
Deputado Federal
Giacobo: 4%
Delegado Francischinni: 1%
Valdir Rossoni: 1%
Zeca Dirceu: 1%
Takayama: 1%
Deputado Estadual
Chico Brasileiro: 32%
Cláudia Pereira: 12%
Ratinho Junior: 3%
Pastor Edson: 0,6%
Mauro Moraes: 0,5%
Senador
Álvaro Dias: 80%
Ricardo Gomyde: 14%
Marcelo Almeida 3%

GUARAPUAVA
Governador
Beto Richa: 54%
Requião: 25%
Gleisi: 19%
Bernado Pilotto: 0,3%
Ogier Buchi: 0,3%
Presidente
Aécio Neves: 45%
Dilma: 40%
Marina Silva: 10%
Luciana Genro: 1%
Eduardo Jorge: 0,7%
Deputado Federal
Valdir Rossoni: 4%
Zeca Dirceu: 2%
Evandro Roman: 2%
Christiane Yared: 1%
Edmar Arruda: 1%
Deputado Estadual
Bernardo Ribeiro: 33%
Artagão Junior: 11%
Traiano: 0,7%
Requião Filho: 0,6%
Ratinho Junior: 0,5%
Senador
Álvaro Dias: 79%
Ricardo Gomyde: 14%
Marcelo Almeida 4%

LONDRINA
Governador
Beto Richa: 79%
Requião: 11%
Gleisi: 6%
Bernado Pilotto: 0,9%
Ogier Buchi: 0,8%
Presidente
Aécio Neves: 61%
Marina Silva: 17%
Dilma: 15%
Luciana Genro: 2%
Eduardo Jorge: 1%
Deputado Federal
Marcelo Belinatti: 37%
Luiz Carlos Hauly: 14%
Alex Canziani: 10%
Takayama: 1,7%
Delegado Francischini: 0,8%
Deputado Estadual
Tercilio Turini: 10%
Ratinho Junior: 4%
Cobra Reporter: 3%
Tiago Amaral: 2%
Cantora Mara Lima: 1%
Senador
Álvaro Dias: 87%
Ricardo Gomyde: 6%
Marcelo Almeida 3%

MARINGÁ
Governador
Beto Richa: 56%
Requião: 26%
Gleisi: 15%
Ogier Buchi: 0,8%
Bernado Pilotto: 0,5%
Presidente
Aécio Neves: 52%
Dilma: 26%
Marina Silva: 17%
Luciana Genro: 1,6%
Eduardo Jorge: 0,8%
Deputado Federal
Ricardo Barros: 23%
Enio Verri: 19%
Luiz Nishimori: 12%
Edmar Arruda: 9%
Rubens Bueno: 1%
Deputado Estadual
Dr. Batista: 18%
Maria Vitória: 8%
Evandro Junior: 6%
Ratinho Junior: 1%
Pastor Edson: 0,5%
Senador
Álvaro Dias: 81%
Ricardo Gomyde: 13%
Marcelo Almeida 3%

PINHAIS
Governador
Beto Richa: 43%
Requião: 31%
Gleisi: 22%
Ogier Buchi: 1,4%
Bernado Pilotto: 0,9%
Presidente
Aécio Neves: 44%
Dilma: 30%
Marina Silva: 22%
Luciana Genro: 2%
Eduardo Jorge: 0,9%
Deputado Federal
Christiane Yared: 7%
Takayama: 6%
Luciano Ducci: 4%
Delegado Francischini: 3%
Rubens Bueno: 2%
Deputado Estadual
Ratinho Junior: 8%
Gilberto Ribeiro: 6%
Pastor Edson: 2%
Luiz Carlos Martins: 1%
Ney Leprevost: 1%
Senador
Álvaro Dias: 67%
Ricardo Gomyde: 21%
Marcelo Almeida 8%

PONTA GROSSA
Governador
Beto Richa: 59%
Requião: 20%
Gleisi: 18%
Bernado Pilotto: 0,7%
Ogier Buchi: 0,6%
Presidente
Aécio Neves: 52%
Dilma: 28%
Marina Silva: 14%
Luciana Genro: 1,7%
Eduardo Jorge: 0,9%
Deputado Federal
Aliel Machado: 35%
Sandro Alex: 25%
Takayama: 2%
Christiane Yared: 0,9%
Valdir Rossoni: 0,7%
Deputado Estadual
Marcio Pauliki: 24%
Plauto: 16%
Péricles: 14%
Pastor Edson: 1%
Ratinho Junior: 0,9%
Senador
Álvaro Dias: 77%
Ricardo Gomyde: 14%
Marcelo Almeida 6%

SÃO JOSÉ DOS PINHAIS
Governador
Beto Richa: 51%
Requião: 27%
Gleisi: 18%
Ogier Buchi: 1,5%
Bernado Pilotto: 0,8%
Presidente
Aécio Neves: 46%
Dilma: 27%
Marina Silva: 20%
Luciana Genro: 1,7%
Levy Fidelix: 0,9%
Deputado Federal
Leopoldo Meyer: 34%
Christiane Yared: 7%
Takayama: 5%
Luciano Ducci: 3%
Toninho: 2%
Deputado Estadual
Francisco Buher: 17%
Gilberto Ribeiro: 9%
Ratinho Junior: 5%
Nelson Justus: 2%
Pastor Edson: 1%
Senador
Álvaro Dias: 78%
Ricardo Gomyde: 12%
Marcelo Almeida 6%

TOLEDO
Governador
Beto Richa: 56%
Requião: 23%
Gleisi: 18%
Bernado Pilotto: 0,5%
Ogier Buchi: 0,3%
Presidente
Aécio Neves: 55%
Dilma: 32%
Marina Silva: 9%
Luciana Genro: 1,2%
Eduardo Jorge: 0,6%
Deputado Federal
Dilceu Sperafico: 62%
Zeca Dirceu: 5%
Sérgio Souza: 4%
Takayama: 1%
Giacobo: 1%
Deputado Estadual
Schiavinato: 54%
Ademir Bier: 1%
Professor Lemos: 0,5%
Elio Rusch: 0,5%
Pastor Edson: 0,5%
Senador
Álvaro Dias: 81%
Ricardo Gomyde: 12%
Marcelo Almeida 5%

UMUARAMA
Governador
Beto Richa: 52%
Requião: 24%
Gleisi: 21%
Ogier Buchi: 0,3%
Bernado Pilotto: 0,3%
Presidente
Aécio Neves: 51%
Dilma: 30%
Marina Silva: 15%
Luciana Genro: 0,9%
Pastor Everaldo: 0,5%
Deputado Federal
Osmar Serraglio: 49%
Zeca Dirceu: 20%
Alfredo Kaefer: 4%
Diego Garcia: 1%
Edmar Arruda: 1%
Deputado Estadual
Fernando Scavacana: 28%
Palozi: 17%
Marcio Nunes: 1%
Ratinho Junior: 0,9%
Tião Medeiros: 0,6%
Senador
Álvaro Dias: 80%
Ricardo Gomyde: 15%
Marcelo Almeida 2%