Delegado descarta estupro e afirma que Júlia foi morta por vingança de alguém conhecido


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

JULIA
Júlia foi morta em um matagal e crime sexual está descartado. Foto: Reprodução/Banda B

A adolescente de 12 anos morta com diversas facadas há dois meses em um matagal próximo ao Zoológico de Curitiba, no bairro Alto Boqueirão, foi assassinada por uma pessoa conhecida. Júlia Souza da Silva foi espontaneamente até o matagal e a hipótese de qualquer estupro ou crime sexual foram descartadas. Essas são as conclusões da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que comanda as investigações. O delegado Fábio Amaro confirmou à Banda B na manhã desta quarta-feira (15) que a motivação teria sido uma vingança contra a garota, que tinha histórico escolar problemático.
Familiares, amigos, professores, colegas e, até mesmo, rapazes com quem Júlia teria envolvimento foram ouvidos desde o crime, que aconteceu no dia 14 de agosto. De acordo com o delegado, as investigações estão bem adiantadas e toda a equipe trabalha com afinco nas investigações. “Mais de 30 pessoas foram ouvidas no caso da menina Júlia e precisamos esperar pedidos judiciais e alguns laudos. Sabemos que o suspeito ou os suspeitos são pessoas próximas à garota”, revelou.
As investigações apontaram que houve briga e agressões entre a garota e o assassino. Nas unhas de Júlia, o Instituto de Criminalística colheu resquícios biológicos que vão auxiliar no confronto de materiais. “Está descartado estuprador ou algo assim. Aquele matagal era conhecido entre os estudantes e ela foi até lá de livre espontânea vontade, não foi arrastada até lá. Sabemos que ela estava na companhia de alguém conhecido”, cravou o delegado.
Júlia levou várias facadas, inclusive no pescoço, e lutou para sobreviver, de acordo com a perita Clarice Kraveltz, que prestou os primeiros atendimentos no local de morte. As investigações sobre a vida da garota apontam que ela tinha um histórico problemático na escola onde frequentava. “Brigas, falta de disciplina, ameaças e problemas de comportamento foram fatores encontrados no histórico escolar”, disse Amaro.
Passos
De acordo com o delegado, no dia do crime a adolescente foi até a escola, mas não entrou para as aulas. “Ela estava de uniforme, mas não teria entrado na escola. Gazeou e foi até esse matagal. Ela não retornou para casa e a família começou a buscar informações sobre ela”, descreveu.
A família procurou a Banda B na manhã do dia seguinte para divulgar a foto da garota. O tio conversava com a reportagem no momento em que o pai o avisou sobre o corpo de Júlia. A mãe precisou de atendimento médico. Júlia morava no bairro Ganchinho com a família.
Alunos da escola onde a garota estudava contaram à Polícia Civil que o matagal, onde o corpo de Júlia foi encontrado, era frequentado por estudantes que gazeavam aula. “Todos sabem que, para fugir dos olhares dos diretores e dos professores, os alunos iam para esse matagal”, conta o delegado. Para a polícia, a prisão é uma questão de tempo.

Cabos eleitorais que dizem ter trabalhado para Requião e Almeida protestam contra falta de pagamento


Por Felipe Ribeiro e Danaê Bubalo
Foto: Danaê Bubalo - Banda B
Foto: Danaê Bubalo – Banda B

Cabos eleitorais que dizem ter trabalhado nas campanhas de Roberto Requião ao Governo do Estado e Marcelo Almeida ao Senado, protestaram na tarde desta quarta-feira (15), em Curitiba, contra a falta de pagamentos. A manifestação acontece exatos dez dias após o primeiro turno das eleições onde ambos os candidatos do PMDB acabaram derrotados. As assessorias de ambos os candidatos, por sua vez, negam a responsabilidade pelo local.
De acordo com um porta-voz do grupo, identificado apenas como Valmir, os pagamentos deveriam ter ocorrido no dia 3, antes mesmo das eleições, mas agora temem até um possível calote. “Não é passado nada para nós, hoje estamos há três horas esperando e nada é falado. A gente trabalhou aqui e queremos receber pelo serviço”, disse.
Outro representante do grupo disse que trabalhava como motorista para a campanha e a teve a promessa de que até o quinto dia útil do mês receberia o dinheiro, o que não aconteceu até o momento.
O comitê em questão fica localizado na Rua Fernandes de Barros, no bairro Alto da XV, e contou com a presença de cerca de 70 pessoas na tarde desta quarta.
Banda B entrou com as assessorias de ambos os candidatos envolvidos, mas de acordo com a de Requião, o comitê do senador ficava localizado no Ahú e já foi desmontado. Já a campanha de Almeida, disse que o comitê do ex-candidato fica até próximo do local, ma Rua Itupava, mas que não foi à campanha dele quem contratou os cabos eleitorais que estão em protesto.

Justiça autoriza reabertura da Santa Casa de Colombo


WEBMASTER 15 DE OUTUBRO DE 2014

Prefeitura Municipal e Governo do Estado serão parceiros da casa hospitalar

Prefeita Beti Pavin e o governador Beto Richa em esforço conjunto para reabertura da Santa Casa
Prefeita Beti Pavin e o governador Beto Richa em esforço conjunto para reabertura da Santa Casa
Com anuência do Ministério Público, a justiça assinou a autorização para que a Santa Casa de Colombo firme convênios e possa reabrir. O procedimento foi deferido nesta semana e a partir de agora, uma empresa irá administrar a casa hospitalar com parceria da Prefeitura Municipal e do Governo do Estado. “Após diversos impasses judiciais, finalmente podemos afirmar que a Santa Casa voltará a atender a nossa gente com a parceria de pessoas de bem,” anunciou a Prefeita Beti Pavin.
De acordo com a Prefeita, o Governo do Paraná fará um aporte financeiro para a instituição, o que será essencial para sua reabertura e funcionamento. “Somente com esta união de forças entre o poder público, iniciativa privada, a comunidade, muito trabalho e vontade é que estamos devolvendo a Santa Casa para os colombenses”, afirmou. Neste convênio o governo irá repassar R$ 1 milhão para aquisição de equipamentos médico hospitalares e R$ 200 mil mensais para o custeio de despesas.
A Santa Casa de Misericórida de Colombo existe há mais de 50 anos e está fechada desde janeiro de 2012
A Santa Casa de Misericórida de Colombo existe há mais de 50 anos e está fechada desde janeiro de 2012
Até o próximo mês, os atendimentos ambulatoriais de clínica médica começarão a ser realizados, e gradativamente os demais, como a realização de exames e cirurgias, conforme explicou o secretário da Saúde de Colombo, Fernando Aguilera. “Estas consultas com especialistas serão encaminhadas através das Unidades de Saúde. Os atendimentos de urgência e emergência ainda não estarão disponíveis neste primeiro momento.”
Nova Ala
Após o retorno completo das atividades, seja das consultas eletivas até a ocupação dos 75 leitos, e o recredenciamento junto ao Sistema Único de Saúde – SUS, também há a programação entre os parceiros de viabilizar a construção de uma nova ala de atendimento, oferecendo assim serviços de alta complexidade. Para chegar nos dias de hoje, a Santa Casa passou por uma completa reforma, recuperação financeira e encaminhamentos da situação dos funcionários.
Inicialmente a instituição irá oferecer atendimentos ambulatoriais de clínica médica e exames
Inicialmente a instituição irá oferecer atendimentos ambulatoriais de clínica médica e exames
A Santa Casa de Misericórdia de Colombo, existe há mais de 50 anos e está fechada desde janeiro de 2012. É uma instituição filantrópica privada sem fins lucrativos e funcionará contando com doações e parcerias. No convênio com a Prefeitura de Colombo, o município irá comprar os serviços disponíveis ali para oferecer à população.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal/PMC

Polícia não descarta latrocínio em caso de jovem morto na saída de academia no Portão


Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo

A Polícia Civil não descarta caso de latrocínio (roubo seguido de morte) no assassinato de umjovem de 18 anos no bairro Portão, em Curitiba, na noite desta terça-feira (14). Gustavo Henrique Peixer estava com fones de ouvido e saía da academia na rua Caetano Marchesini quando foi atingido por dois tiros.
gustavo
Gustavo saía da academia quando foi abordado por ocupantes de um Corsa. (Foto: Reprodução/ Facebook)
Segundo uma testemunha, um veículo Corsa preto parou ao lado do rapaz e dois homens armados desceram do carro e atiraram contra ele. Os disparos atingiram o dorso e o tórax do jovem, que morreu na hora.  Ela ainda relatou que é possível que a dupla tenha parado para assaltar Gustavo e que, ao ver que a vítima não respondia por estar distraída, efetuou os disparos.
“Algumas pessoas que viram a ocorrência estão sendo ouvidas e logo teremos a identificação dos suspeitos. Nós já estamos investigando e não podemos descartar a hipótese de latrocínio”, afirmou o delegado Danilo Zarlenga, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Curitiba (DHPP), em entrevista à Banda B.  “Precisamos apurar os detalhes antes de qualquer coisa”, concluiu.
A DHPP é responsável por cuidar do caso.

Aécio mantém 51%, ante 49% de Dilma, diz Datafolha

Para o Datafolha, a 11 dias do segundo turno, a disputa presidencial continua acirrada, mostra pesquisa Datafolha feita na terça-feira (14) e nesta quarta (15). O senador Aécio Neves (PSDB) tem 51% dos votos válidos, a presidente Dilma Rousseff (PT) alcança 49%.
14288477
É um empate técnico, com exatamente os mesmos percentuais de voto válido da primeira pesquisa Datafolha do segundo turno, feita nos dias 8 e 9 deste mês. Nos dois casos, a margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.
Em votos totais, Aécio tem 45%; Dilma, 43%. Na rodada anterior, cada um tinha um ponto percentual a mais. Os eleitores dispostos a votar nulo ou em branco oscilaram de 4% para 6%. Os indecisos continuam sendo 6%.
O instituto investigou ainda o grau de decisão dos eleitores. Aécio e Dilma também estão empatados na taxa de convicção: 42% afirmam intenção de votar nele “com certeza”, o mesmo valor para Dilma.
O Datafolha ouviu 9.081 eleitores em 366 municípios. O nível de confiança do levantamento é 95% (em 100 pesquisas com a mesma metodologia, os resultados estarão dentro da margem de erro em 95 ocasiões). O registro do estudo no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR 01098/2014.

Márcia Fruet flagrada fazendo campanha por Dilma na hora do expediente


primeira-dama-650x450
O blog da Joice Hasselmann faz importante revelação sobre desmandos na campanha eleitoral pela reeleição de Dilma Russeff em Curitiba. A assim chamada primeira dama de Curitiba, Marcia O. Fruet, que é Presidente da FAS, Fundação Social de Curitiba, acompanhada da secretária da Mulher, Roseli Isidoro (PT), mobilizaram servidores da FAS para uma reunião, durante horário de expediente, para fazer campanha por Dilma Rousseff. Isso tudo, condenável, enquanto seu marido, Gustavo Fruet, batia à porta do tucanato nativo para salvar a pele. A foto é de uma servidora que se sentiu insultada ao ser tratada como massa de manobra da primeira-dama Fruet.
Veja, no Leia Mais, o que saiu na blog da Joice.
Marcia Fruet (PDT), primeira dama de Curitiba e presidente da FAS, e Roseli Isidoro, secretária da Mulher, durante o expediente, reuniram servidores da FAS para mobilizá-los a trabalhar na campanha de Dilma Rousseff (PT) na sexta-feira, 17, e no final da semana. Uma servidora, injuriada, não gostou, fez o registro no celular e postou no Facebook.

Ibope: Aécio Neves 51%, Dilma Rousseff 49%


aécio e dilma ibope
A margem de erro é de 2%. Os dois estão empatados tecnicamente de acordo com a margem de erro. O Ibope ouviu 3.010 eleitores entre os dias 12 e 14 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa, encomendada pela TV Globo, está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01097/2014.

Aécio venceu Dilma no debate da Band


Na opinião dos internautas, em enquete da UOL, Aécio Neves (PSDB) venceu o debate da Band TV, na noite de Ontem (terça-feira, 14) sobre Dilma Rousseff (PT). Até o momento, com 181.845 votos, 80,5% afirmam que Aécio se saiu melhor no debate.
Acesse, aqui, a enquete.

Rebelião chega ao fim e presos começam a se entregar em Guarapuava


rebeliao catve
Da CATVE:
Os presos rebelados na Penitenciário Industrial de Guarapuava (PIG) começaram a se entregar por volta das 10h05 desta quarta feira (14) e a Policia Militar iniciou o processo de tomada do prédio.
Os rebelados anunciaram o fim da rebelião do telhado da Penitenciária, onde avisaram aos familiares que a rebelião havia terminado. Após o anúncio, eles desceram e entraram na parte interna da Penitenciária e permitiram pacificamente a entrada dos policiais.
Neste momento, a polícia está tomando o prédio e verificando a situação do local. Os nove agentes mantidos como reféns ainda estão no interior e a saída deles está sendo aguardada. Eles receberão avaliação e atendimento médico e seguirão para o Fórum de Guarapuava para prestar depoimentos.
informações Rede Sul de Notícias.

PF realiza operação contra pedofilia no Paraná e outros 16 estados


Da Redação com assessoria


A Polícia Federal realiza na manhã desta quarta-feira (15) uma operação contra pedofilia na internet. A Operação Darknet tem por objetivo confirmar a identidade dos suspeitos e buscar elementos que comprovem os crimes de armazenamento e divulgação de imagens e abuso sexual de crianças e adolescentes. Estão sendo cumpridos mais de 100 mandados de busca, de prisão e de condução coercitiva em 17 estados, entre eles o Paraná.
A Operação Darknet foi deflagrada simultaneamente por 44 unidades da Polícia Federal nos estados do Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal. As informações obtidas durante as investigações que envolvem suspeitos de outros países foram repassadas para autoridades de Portugal, Itália, Colômbia, México, Venezuela.
darknet
Operação Darknet também acontece no Paraná (Foto: Divulgação PF)
Pela primeira vez em operações de combate à pornografia infantil, a Polícia Federal rastreou o ambiente conhecido como Deep Web (www.ebc.com.br/tecnologia/2013/08/deep-web-riscos-e-usos-possiveis), considerado um meio seguro para que usuários da internet divulguem anonimamente conteúdos variados.A arquitetura desse ambiente impossibilita a identificação do ponto de acesso (IP), ocultando o real usuário que acessa a rede.
Através de metodologia de investigação inédita e ferramentas desenvolvidas, os policias federais conseguiram quebrar esse paradigma e identificar, na Operação Darknet, mais de 90 usuários que compartilham pornografia infantil. Até o momento, somente as polícias dos Estados Unidos e da Inglaterra realizaram investigações de crimes praticados através da Deep Web.
No decorrer da investigação iniciada há um ano, pelo menos seis crianças foram resgatadas de situações de abuso ou do iminente estupro, em diversos locais do Brasil. Em um dos casos, um pai relatava que iria abusar da filha assim que ela nascesse. Nesses episódios, policiais federais agiram e evitaram que as crianças permanecessem ou se tornasse vítima, prendendo quatro investigados.
Há pesquisa que indica que entre os homens presos por posse de pornografia infanto-juvenil, 85% admitiram o contato sexual com crianças.

Diarista é assaltada, pede ajuda a policial de folga e assaltantes acabam presos


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento
ladroescentro
Dupla foi presa em flagrante logo após o crime por policial de folga (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Uma diarista de 29 anos foi assaltada por dois homens armados com faca na manhã desta quarta-feira (15) na Av. Visconde de Guarapuava com a Rua Nunes Machado, no Centro de Curitiba. Os suspeitos foram presos em flagrante logo após o crime, devido à presença de um policial militar de folga nas proximidades.
O soldado Dexchepmer, da Polícia Militar (PM), falou sobre o caso à Banda B. “Os ladrões levaram o celular da mulher e ela, logo em seguida, pediu ajuda ao policial que estava de folga em um posto de combustíveis. O policial então foi atrás dos dois e conseguiu alcançá-los. A nossa equipe chegou em apoio para fazer o flagrante”, descreveu.
Os suspeitos seriam velhos conhecidos da PM e contam com ficha criminal. Um deles tem passagem até pelo crime de homicídio. Os dois foram encaminhados ao 1° Distrito Policial (1°DP)

Mulher dá uma surra no marido após ele chegar bêbado em casa e tentar agredí-la; homem foi parar no hospital


Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

marido
Homem teve ferimentos na cabeça. Foto: DB/Banda B
Um homem 56 anos ficou ferido depois de levar uma surra da mulher na noite desta terça-feira (14). A confusão aconteceu na casa da família, na Cidade Industrial de Curitiba, quase limite com o bairro Campo Comprido, na rua João Dembinski. A mulher teria ficado brava com o marido após ele chutar uma lata de tinta.
A Polícia Militar (PM) foi acionada por volta das 19h30. Segundo informações de testemunhas, o homem estaria embriagado e discutiu com a esposa porque queria escutar som, em alto volume. A esposa dela, que pintava a casa, pediu que o homem abaixasse o volume do rádio. Ele teria chutado uma lata de tinta e a confusão teria começado.
Aos socorristas, o homem contou que partiu para cima da esposa, que revidou as agressões, de maneira mais intensa. O homem teve diversos ferimentos, principalmente na região do rosto.
“Ele está com ferimento na cabeça e não contou como teria sido agredido, só de que a confusão foi a esposa mesmo, dentro de casa. Ele queria som alto, ela não concordou e ele foi para a cima dela e ela revidou, segundo o que foi apurado. Os dois podem representar contra o outro”, explicou o soldado Elias, do Corpo de Bombeiros.
Vizinhos contaram que o casal tem discussões frequentes, mas não há Boletim de Ocorrência sobre nenhuma dessas brigas. O marido foi atendido pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e encaminhado ao Hospital do Trabalhador. Ele passa bem e prometeu conversar – em paz – com a esposa, assim que chegar em casa.
.

Com fones de ouvido, jovem não escuta chamado e é morto a tiros voltando da academia no Portão


Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

jovem-academia-dentro
Jovem estava distraído quando foi morto. Nada foi levado da vítima. Foto: DB/Banda B

Um jovem de 20 anos que voltava da academia na noite desta terça-feira (14) foi assassinado no meio da rua no bairro Portão, em Curitiba. Gustavo Henrique Pixer estava com fones de ouvido e caminhava pela rua Caetano Marchesini quando foi atingido por dois disparos de arma de fogo. A mãe do garoto estava desesperada e ficou debruçada sobre o corpo do filho. Nada foi levado da vítima.
O crime aconteceu por volta das 23 horas quando Pixer andava pela rua, fumando um cigarro e escutando música com fones de ouvido. De acordo com uma testemunha, o jovem estava distraído quando um veículo Corsa, de cor preta, parou ao lado e dois homens armados desceram do carro e atiraram contra ele. Os disparos atingiram o dorso e no tórax do jovem, que morreu na hora. O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado, mas o rapaz já estava morto.
Segundo o guarda municipal Pickler, a testemunha viu que o carro parou ao lado da vítima e eles tentaram abordá-lo. “Ele foi abordado por esses dois homens que estavam em um Corsa, é possível que tenham parado para assaltá-lo e, ao ver que a vítima não respondia, por estar distraída, eles efetuaram o disparo. É cedo, é preciso investigar”, disse.
Ao lado do corpo do jovem, tênis, mochila intacta, celular no bolso e os fones de ouvidos não foram mexidos, indicando que nada foi levado da vítima.
Desespero
A família do jovem esteve no local e a mãe, completamente transtornada, ficou debruçada sobre o corpo do filho. O pai, também abalado, amparou a esposa que só queria abraçar o jovem. Os suspeitos de terem atirado contra Pixer fugiram sentido rua João Bettega. O corpo da vítima foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) e a Polícia Civil investiga o caso.

Curitiba terá radares móveis a partir desta quinta; saiba as vias campeãs de velocidade


Redação



A partir desta quinta-feira (16) os motoristas que costumam desacelerar apenas nos pontos de radares fixos, já bastante conhecidos, e acelerar logo em seguida, poderão ter surpresas. É que a prefeitura de Curitiba vai começar a utilizar radares móves nas vias consideradas mais críticas em relação ao excesso de velocidade. De acordo com a Secretaria de Trânsito (Setran) será feito um rodízio com os radares que atuam na fiscalização na Av. Sete de Setembro e Rua XV de Novembro em outros pontos da cidade.
As primeiras noves vias que devem receber os radares móveis, em dias e horários desconhecidos, são: Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres), Rua Marechal Otávio Saldanha Mazza (Capão Raso), Rua Francisco Ratani (Capão Raso, Rua Maria Lúcia Locher de Athayde (CIC), Rua Jovino do Rosário (Boa Vista), Rua Frederico Maurer (Hauer), ), Rua Canadá (Bacacheri), além da Via Calma (Sete de Setembro) e a da via exclusiva da Rua XV de Novembro.
Estes pontos foram definidos com base em uma pesquisa feita pela Setran, que apontou os maiores excessos de velocidade na capital.
Os radares móveis são instalados em tripés. Os motoristas não vão saber em quais locais os equipamentos estarão fiscalizando as vias.
Curitiba possui quase 200 radares móveis que já multaram mais de 150 mil motoristas por excesso de velocidade, de acordo com a Setran, o que contribuiu com pelo menos 25% dos acidentes de trânsito na capital com vítimas fatais em 2013. Cerca de 42% dos motoristas ultrapassam em pelo menos 20% os limites de velocidade. As motocicletas lideram as infrações, com 61,9% dos condutores acima do limite.
.

‘Pegaria a Thammy Miranda’, diz a ex-BBB Francine Piaia no Paparazzo


'Ela é mais homem do que muito homem e tem atitude', conta Fran, em ensaio sensual que vai ao ar nesta sexta-feira, 17.


Paparazzo Francine making of (Foto: Paparazzo)A ex-BBB Francine Piaia  em ensaio para o Paparazzo que vai ao ar nesta sexta-feira, 17 (Foto: Alexandre Campbell/Paparazzo)
Francine Piaia garante que seu  negócio é homem e que nunca se envolveu com mulher. Porém, abriria uma exceção para Thammy Miranda. O jeito cheio de atitude da filha da cantora Gretchen é o que mais atrai a ex-BBB, que posou para o Paparazzo, em ensaio que entrará no ar nesta sexta-feira, 17.
Em uma noitada, embalada pelo álcool, Francine diz que a atriz não a escaparia. “Thammy para mim é um homem. Se eu estivesse numa balada, tomando umas tequilas, pegava ela. Thammy é mais homem do que muito homem e tem atitude. Dá para notar que ela tem uma atitude bacana”.

SAIBA
 MAIS
Elas nunca foram apresentadas, mas a única vez que Francine viu Thammy ficou encantada com a filha de Gretchen. “A encontrei uma vez na padaria. É uma fofa! É mais bonita como homem do que como mulher”, conta a ex-BBB.
E entre Thammy e Tereza Brant, a mineira que se transforma em homem, quem Francine aponta como a melhor? “Tereza Brant é linda como homem, mas prefiro a Thammy. E olha que não gosto de homens com olhos claros. Mas ela gosta das gostosonas, ? Faço outro estilo”.
  •  
Making of Francine Piaia no Paparazzo (Foto: Alexandre Campbell / Paparazzo)Francine Piaia em seu segundo ensaio sensual para o Paparazzo - o primeiro foi em 2009, após participar do "BBB 9" (Foto: Alexandre Campbell / Paparazzo
)

'Perdi minha princesinha', diz mãe de criança que morreu de câncer


Sara Dantas morreu na madrugada desta segunda-feira (13).
Ela aguardava o transplante de medula; a mãe está com câncer de mama.

Fernanda ZauliDo G1 RN
sara e denilsa (Foto: Arquivo pessoal/Denilsa Dantas)Sara aguardava transplante de medula óssea, mas morreu na madrugada desta segunda (13). A mãe, Denilsa, está com câncer de mama (Foto: Arquivo pessoal/Denilsa Dantas)
Denilsa e Sara. Mãe e filha batalhavam juntas na luta contra o câncer. Nesta segunda-feira (13), a pequena Sara, aos 9 anos de idade, morreu no Hospital Infantil Varela Santiago. Enfrentando "a maior dor que já sentiu", Denilsa tenta encontrar forças para continuar lutando contra o câncer de mama. "Eu perdi minha princesinha, mas vou continuar lutando, por ela vou continuar lutando", disse.
A história de mãe e filha foi matéria do G1 em agosto deste ano. A pequena Sara Dantas, de apenas 9 anos de idade, foi diagnosticada com leucemia – câncer no sangue – em setembro de 2013. Em junho deste ano, a mãe, durante o tratamento da filha, descobriu que estava com câncer de mama. A família é de Currais Novose se mudou para Natal para ficar mais próximo dos hospitais onde Sara se tratava e aguardava um doador de medula óssea compatível para a realização do transplante.
Ainda em agosto foram localizados 12 doadores compatíveis com Sara. Um deles foi selecionado, passou por todo o procedimento de perparação para o transplante - que envolve a realização de uma bateria de exames - e já estava apto a doar. Mas, quando o doador ficou apto, Sara já estava internada com um quadro de pneumonia e precisava se recuperar para se submeter ao transplante. Ela morreu na madrugada desta segunda (14).
"A dor é muito grande. Tá sendo muito difícil, muito difícil", disse Valmir Dantas, pai de Sara. Durante o tratamento, Sara e a mãe gravaram um CD de música gospel que seria vendido para arrecadar recursos para o tratamento das duas. O CD chama-se "Não pare de lutar". A mensagem que a mãe precisa agora para continuar a batalha contra o câncer.
Sepultamento
O sepultamento de Sara Dantas foi acompanhado por milhares de pessoas na tarde desta segunda-feira (13) em Currais Novos. A multidão acompanhou o carro que levava o corpo da menina pelas ruas da cidade até o cemitério Nossa Senhora de Fátima. Antes disso, o corpo foi velado no Palácio dos Esportes Cortez Pereira.
Durante o velório, a mãe da menina cantou a música 'Meu Barquinho' em homenagem à filha. A música está no CD gravado pelas duas.
Diagnosticada com câncer, mãe de Sara canta no velório da filha em Currais Novos (Foto: João Bezerra/G1)Diagnosticada com câncer, mãe de Sara canta no velório da filha em Currais Novos (Foto: João Bezerra/G1)

Diarista é impedida de assumir cargo público por ser considerada obesa


Mulher passou em concurso, mas foi impedida de assumir cargo. 
Prefeitura de Buritama (SP) informou que pediu explicações para o médico.

Do G1 Rio Preto e Araçatuba
Diarista Josiani Alves Nicolete foi impedida de assumir cargo  (Foto: Reprodução/ TV TEM)Josiani Alves Nicolete foi impedida de assumir cargo (Foto: Reprodução/ TV TEM)
Uma diarista de Buritama (SP), aprovada em concurso público feito em 2013 para a vaga de agente de serviços gerais em uma creche, foi impedida de assumir o cargo na semana passada por ser considerada acima do peso, após passar por exame médico. Josiani Alves Nicolete, de 35 anos, pesa 125 kg e tem 1,62 m de altura. Ela foi informada pelo médico de uma empresa contratada pelo município que tem obesidade mórbida e, por isso, não seria admitida.
O médico que fez o laudo foi procurado pela reportagem da TV TEM, mas a clínica estava fechada. A prefeitura de Buritama informou que pediu explicações para o médico sobre o motivo de a candidata ter sido reprovada no exame admissional e que o caso vai ser analisado.
A diarista conta que pagou R$ 30 pela inscrição para mais de 250 vagas em vários setores da prefeitura. Quando fez a inscrição, nenhuma exigência de peso foi alertada. Ela passou para o cargo que prestou e aguardava ser chamada.
Após a nomeação, no último dia 4, pediu demissões nas residências onde prestava serviço e, dois dias depois, foi submetida a um exame médico onde ouviu do profissional que era gorda demais e não tinha condições de trabalhar na prefeitura. "Ele viu que era o pedido da prefeitura e disse que não iria me passar porque eu estava muito gorda", afirma.

Josiane trabalha em loja de produtos agropecuários, onde ela faz limpeza do local. O chefe garante que nunca teve problemas com a funcionária. Para o engenheiro agrônomo Jan Marcel dos Santos, Josiani está sendo vítima de preconceito. “Ela nunca faltou, fez o serviço dela, nunca teve problema nenhum de saúde ou físico”, diz
.Trabalhando quase todos os dias com limpeza, o salário que ela ganha mensalmente é quase o mesmo que receberia na prefeitura – cerca de R$ 900 – mas com a segurança de um trabalho fixo. "Na hora que saiu o concurso não tinha o perfil para o cargo, era uma taxa de R$ 30 e eu paguei, fiz a prova, fui convocada e o médico me impediu de trabalhar”, diz.
Bruna passou em segundo lugar no concurso da Secretaria de Educação (Foto: Marcos Lavezo/G1)Bruna passou em segundo lugar no concurso da
Secretaria de Educação (Foto: Marcos Lavezo/G1)
Outro caso
Em março do ano passado, a professora de sociologia Bruna Giorjiani de Arruda, de 28 anos, moradora de São José do Rio Preto(SP), foi impedida de lecionar no Estado de São Paulo após ser considerada obesa mórbida por um perito.
Quando estava inapta para assumir o cargo, Bruna pesava 110 quilos e media 1,65m, números que ela passou na primeira perícia, sem ser pesada ou medida pelo médico. Quando os exames chegaram à capital, o perito a considerou inapta, já que o IMC (Índice de Massa Corporal) era de 40,4, que é considerado como obesidade mórbida pela OMS (Organização Mundial da Saúde), cujo limite é de 40.
Depois de pedir novas perícias para o Estado e emagrecer seis quilos, Bruna conseguiu a aprovação. Nesta última perícia em São Paulo, ela foi realmente medida com 1,62 de altura e 104 quilos, com IMC 39.
Na época, o Departamento de Perícias Médicas do Estado de São Paulo (DPME), se defendeu dizendo que “o exame tem o objetivo de avaliar não apenas a capacidade laboral no momento da perícia, mas sim fazer um prognóstico de sua vida funcional, de forma a ingressar numa carreira que dura, em média, 30 anos”. Ainda segundo a nota enviada, a obesidade, por si só, não é considerada fator impeditivo para o ingresso na carreira pública. Já no caso da obesidade mórbida (classificação OMS), faz-se necessária uma avaliação mais detalhada por causa de doenças oportunistas.
Bruna assumiu o cargo de professora na escola Genaro Domarco, em Mirassol (SP). "Desde quando fui considerada inapta, batalhei para assumir o meu cargo e consegui. Apesar de achar que não deveria fazer isso, não emagreci para conseguir o emprego, fiz isso por mim. Vou continuar lutando pelas professoras que ainda sofrem com este problema", afirmou a professora, na época.