Corpo de Rafael Soares, filho de Jô Soares, é velado no Rio


O único filho do apresentador morreu aos 50 anos na sexta-feira, 31. Corpo será cremado neste sábado, 1º.

Cristiane Rodriguesdo EGO, no Rio
Jô Soares no velório do filho Rafael Soares (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Jô Soares no velório do filho, Rafael Soares: "Ele veio ao mundo para nos ensinar tanta coisa" (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)
JôSoares, amigos e familiares se reuniram neste sábado, 1º, para se despedir do filho do apresentador, Rafael Soares, morto na sexta-feira, 31, aos 50 anos. A cerimônia acontece no Memorial do Carmo, na Zona Portuária do Rio, e não será aberta ao público. O corpo de Rafael chegou ao local por volta das 11h30.

Um amigo da família, que não quis se identificar, ficou emocionado e afirmou que "Therezinha está muito abalada e com o semblante irreconhecível. Já o Jô está triste, porém mais calmo. Ela chora muito. Ele está mais sereno".
Muito abalada, Therezinha, mãe de Rafael, chegou na cerimônia às 13h50. Usando óculos escuros e em uma cadeira de rodas, ela não falou com a imprensa. Jô Soares chegou em seguida, usando roupa preta e óculos escuros. Escoltado por amigos e seguranças e também não falou com a imprensa.
Mãe no Rafael Soares, filho de Jô Soares, no velório (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Mãe no Rafael Soares no velório
Semanas após perder o filho caçula, Pedro Almeida, o escritor Manoel Carlos foi abraçar o amigo Jô Soares e conversou com o EGO. "É uma amizade de 50 anos. Conheci o Rafael pequenininho. Desculpe, hoje não estou em condições de dar entrevista", falou muito emocionado e com a vozeirão baixa.
O maestro Roberto Ferreira, conhecido como "Bigode" na TV Globo, chegou bem cedo na cerimônia, ainda pela manhã. Ele, que mora em Portugal, trabalhou durante 20 anos com Jô Soares.
"É um amigo de longa data. Tenho muito carinho pelo Jô e pela Therezinha. Ela foi uma mãe exemplar e dedicou a vida inteira ao seu filho. Abandonou o mundo para cuidar do Rafa. Foi uma dedicação única. O Jô foi um pai muito cuidadoso também. Fez tudo por esse menino. Lembro das viagens para Miami, da montagem do estúdio de rádio em casa para ele se entreter. Rafael recebeu muito carinho. Ele era como um filho para mim, um menino muito carinhoso e muito inteligente. Adorava a música", contou o maestro.
A atriz Bia Nunes também falou sobre Rafael. "É uma relação de muitos anos, meus país foram padrinhos de dois casamento do Jô. Conheço o Rafa desde os dois aninhos de idade dele. Rafa sempre foi um anjinho, com os cabelos lourinhos. Sempre muito sensível e delicado. Quando ele era criança, ele gostava muito de ver o sol. Era uma pessoa iluminada, que foi muito amada por todos. O momento é de dor", afirmou a atriz.
A publicitária Flavia Junqueira Soares, que foi casada com Jô por mais de dez anos, também esteve no Memorial do Carmo para prestar sua homenagem ao ex-enteado. Com os olhos cheios de lágrimas, Flavia participou do velório.
Amigas de Jô Soares, no velório de Rafael Soares (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Carmem Verônica e amiga no velório
Carmem Verônica, amiga dos pais de Rafael Soares, falou sobre o momento de dor dos amigos e familiares. "O momento é de tristeza. Pelo menos ele está descansando agora. Após um longo sofrimento. Rafael era um gênio e tivemos sorte de conviver com ele, um menino carinhoso. Torço para que a Therezinha e Jô encontrem forças para suportar essa dor, de se despedir de um filho. Perder um filho é difícil, perder o único filho é uma dor ainda maior".
Na manhã deste sábado, 1º, o apresentador falou pela primeira vez sobre a morte do filho em comunicado enviado ao EGO: "Rafael foi um menino muito especial, que veio ao mundo para nos ensinar tanta coisa. Devido ao autismo, permaneceu um menino. Nosso menino. E, nesses 50 anos, como nos ensinou... a mim e a Teresa. Ele já estava lutando, com a serenidade dele, há mais de um ano. E agora chegou o momento da passagem. Tenho certeza que ele viveu plenamente, da forma dele, o tempo que esteve conosco".
Na tarde da sexta-feira, 31, o apresentador esteve no local onde morreu seu único filho, o hospital Samaritano, no Rio. Jô chegou com o motorista, estava sentado no banco de trás do carro, bastante abatido, e usou uma entrada alternativa para manter a privacidade. Ele foi direto para a capela ecumênica do local.

Ainda de acordo com a rádio, Rafael lutava contra um câncer no cérebro há um ano. A família não quis revelar outros detalhes sobre o falecimento. Rafael é fruto do primeiro casamento de Jô Soares com a atriz Teresa Austregésilo. Ele sofria de autismo de alto nível. Jô Soares sempre foi discreto sobre a doença do filho, mas comentou o assunto em entrevista a Rede TV.
A informação da morte de Rafael foi confirmada pela assessoria de imprensa do "Programa do Jô". Rafael estava internado no hospital Samaritano, em Botafogo, no Rio de Janeiro, e, segundo informações da rádio Globo, deu entrada no hospital na quinta-feira, 30.

Rafael Soares, ao lado do radialista Roberto Canázio (Foto: Rádio Globo/ Divulgação)Rafael Soares, ao lado do radialista Roberto Canázio
(Foto: Rádio Globo/ Divulgação)
"Eu mesmo tenho um filho que é autista, sofre de uma série de problemas que em certo momento se agravam, como se agravaram. Já é uma condição genética que ele tem e é claro que é mais difícil você se comunicar com um filho que tem dificuldade de se comunicar com você e com todo mundo. Porque o autista é isso, né? Ele vive num mundo dele, mas é uma coisa que você não pode deixar que seja o foco principal da sua vida. É também um foco tão importante quanto tudo", afirmou.
Rafael morava com a mãe, a atriz Theresa Austregésilo, no Leblon, na Zona Sul do Rio. Na última quinta-feira, 30, ele passou muito mal em casa e teve que ser levado às pressas ao hospital.

Recentemente Jô permaneceu durante 22 dias internado em função de um quadro de infecção pulmonar. A demora para a alta do apresentador gerou especulações sobre sua saúde e houve rumores de que seu estado seria grave. Os rumores foram desmentidos pelo diretor de seu programa, Willem van Weerelt, e Jô teve alta no dia 15 de agosto.
Manuel Carlos no velório de Rafael Soares, filho de Jô (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Manoel Carlos no velório de Rafael Soares, filho de Jô (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)
Mãe no Rafael Soares, filho de Jô Soares, no velório (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Mãe no Rafael Soares, filho de Jô Soares, no velório (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)

Flavia, ex-mulher de Jô Soares (Foto: Marcos Serra Lima/Ego)Flavia, ex-mulher de Jô Soares (Foto: Marcos Serra Lima/Ego)

Boni e Boninho no velório de Rafael Soares (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Boni e Boninho no velório de Rafael Soares (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)
Jô Soares no velório do filho Rafael Soares (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Jô Soares chega no velório do filho Rafael Soares (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)
Jô Soares no velório do filho Rafael Soares (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Jô Soares no velório do filho Rafael Soares (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)
Chegada do corpo de Rafael Soares, filho de Jô (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Chegada do corpo de Rafael Soares, filho de Jô (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)
  •  
Coroas de flores na capela de Rafael Soares, filho de Jô (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Coroas de flores em homenagem ao filho de Jô Soares (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)
Coroas de flores na capela de Rafael Soares, filho de Jô (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)Coroas de flores na capela (Foto: Marcos Serra Lima/EGO)

Centenas de pessoas se reúnem em Curitiba para pedir recontagem de votos das eleições


Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo
(Fotos: Danaê Bubalo – Banda B)

Centenas de pessoas se reuniram na Praça Santos Andrade, no Centro de Curitiba, em uma manifestação contra a presidente Dilma Rousseff (PT) na tarde deste sábado (1º). Segundo os organizadores do evento, o principal objetivo do ato é pedir a recontagem dos votos das eleições realizadas no último dia 26 de outubro, em que a candidata petista foi reeleita.
“Nós recebemos um alto número de denúncias de fraudes nas urnas eletrônicas de todas as regiões do Brasil no segundo turno. Esse movimento é apartidário e não discrimina regiões do país. A gente quer reforçar o pedido de auditoria para o Tribunal Superior Eleitoral”, disse um dos organizadores do ato, Mateus Souza, em entrevista à Banda B.
Segundo ele, o evento reuniu 800 pessoas. A aposentada Eli Gomes de Souza, de 78 anos, decidiu participar da ação por não estar satisfeita com o governo atual. “Quando eu ia ao mercado anos atrás, fazia a compra do mês com R$ 50. Hoje, com essa quantia, eu saio do estabelecimento sem quase nada”, afirmou. Ela mora na frente da praça e resolveu sair quando notou a movimentação.
“Eu estou aqui para pedir a auditoria das eleições, queremos recontagem de votos. Não é possível que, com todas as denúncias, nada seja feito. O TSE não tem nada a esconder”, declarou Simone Rocha, que também estava no local.
Os manifestantes cantaram o Hino do Brasil e seguraram cartazes com dizeres: “Fora Dilma, Fora PT”, “Que país é esse?”, “90% do PIB não elegeu a Dilma!”, “Impeachment já!”. Em alguns momentos, foram registrados também gritos de xingamentos contra a presidente.
O movimento aconteceu simultaneamente em diferentes cidades do país.
.

Duas mortes e uma tentativa de homicídio são registradas na Grande Curitiba em menos de 12 horas


Por Marina Sequinel e Bruno Henrique

Um homem de 28 anos foi morto com nove disparos em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, na noite desta sexta-feira (31). O caso aconteceu na Rua Teixeira Soares, no bairro São Vicente.
Os moradores da região ouviram tiros e acionaram a Polícia Militar (PM). Lucas Naldoni Cordeiro levou cinco tiros no abdômen, dois na cabeça, um no braço e outro nas nádegas.
Segundo informações da PM, o rapaz era possivelmente um usuário de drogas. O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal e a delegacia da cidade vai investigar o caso.
Curitiba
No bairro Santa Felicidade, em Curitiba, um cuidador de carro conhecido como “Rato” pelos moradores do local também foi morto a tiros na noite de ontem. Ele foi encontrado na Rua Ângelo Slompo.
Ninguém soube informar o que teria acontecido ou qual teria sido o motivo do crime. “Rato” era bem conhecido no bairro.
O caso deve ser investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da cidade.
Campo Magro
Uma tentativa de homicídio mobilizou os policiais na madrugada deste sábado (1º) em Campo Magro, na região metropolitana da capital. O fato foi registrado na Rua Siqueira Campos, no bairro Bom Pastor.
Um homem identificado apenas como Cláudio, de 46 anos, levou três tiros na cabeça e na barriga. Ele foi encaminhado em estado grave para o Hospital Evangélico. De acordo com a PM, essa é a segunda vez que ele sofre um atentado.
Os motivos dos crimes não foram esclarecidos.

Incêndio destrói loja de assistência técnica e mobiliza bombeiros em Curitiba


Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo
(Fotos: Danaê Bubalo – Banda B)

Um incêndio destruiu completamente a loja de assistência técnica Glacial, no Jardim Botânico, em Curitiba, no início da tarde deste sábado (1°). Segundo o Corpo de Bombeiros (CB), um curto-circuito pode ter provocado as chamas, já que o estabelecimento estava fechado no momento da ocorrência. O caso foi registrado na Rua Affonso Camargo.
“Ainda é cedo para confirmar, mas acreditamos nessa possibilidade, já que vizinhos informaram que o fogo começou na parte da frente do telhado. O incêndio se alastrou rápido devido aos equipamentos que estavam no local, como geladeiras e microondas, que têm forte poder inflamável”, explicou a tenente Oresya em entrevista à Banda B.
Segundo o proprietário da loja, o expediente encerrou às 12h e todo mundo saiu normalmente do estabelecimento. O CB foi acionado por vizinhos e os bombeiros conseguiram controlar o fogo entrando pelos fundos da loja. Foram necessários três caminhões e 15 homens para apagar as chamas.
Eles continuam trabalhando no rescaldo do incêndio.”Provavelmente a estrutura terá que ser demolida, já que o fogo destruiu tudo. Felizmente, ninguém ficou ferido”, completou a tenente.
As chamas e a fumaça assustaram quem passava pela região. As ruas próximas foram bloqueadas até que o trabalho dos bombeiros seja finalizado.

Duas irmãs morrem afogadas em pedreira desativada em Curitiba


Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo

(Fotos: Danaê Bubalo – Banda B)

Duas jovens morreram afogadas em uma pedreira no bairro Butiatuvinha, em Curitiba, na tarde deste sábado (1º). Elizane Cristina dos Santos, de 18 anos, e a irmã Érica Fernandes dos Santos, de 15, estavam acompanhadas dos pais no momento da ocorrência. A pedreira fica localizada entre a capital e Campo Magro, na região metropolitana.
afogamentodentro
(Foto: Lucas Borkoski)
Segundo o tenente Wagner, do Corpo de Bombeiros (CB), uma delas teve dificuldades para nadar e começou a se afundar. “Nessa hora, a outra foi tentar salvá-la. Infelizmente, elas não conseguiram voltar para a margem e acabaram morrendo”, explicou ele em entrevista à Banda B.
As duas eram moradoras de Campo Magro e resolveram sair de casa para se banhar na pedreira, local que está desativado e não é aberto ao público. Os pais a levaram até lá e ficaram com elas, mas nada puderam fazer no momento da fatalidade. “A região é tão complicada que os bombeiros tiveram que andar dois quilômetros para chegar até a pedreira”, completou o tenente.
De acordo com ele, essa é a primeira vez que o CB atende a uma ocorrência nessa área. No local, a profundidade da água é de 20 a 50 metros. “Nós sempre recomendamos a não ir em lugares fechados, mas sim seguros, e sempre se cuidar. Se não sabe nadar, é melhor ficar em uma região onde a água vai até o joelho”, concluiu Wagner.
Os corpos das jovens foram recolhidos ao Instituto Médico Legal.

Estudante perde mochila com documentos importantes em ônibus e pede ajuda para encontrá-la


Da Redação

Um estudante de Engenharia Civil da Universidade Federal do Paraná (UFPR) pede ajuda para encontrar a mochila que perdeu dentro de um ônibus em Curitiba na última quinta-feira (30). Segundo ele, documentos importantes do trabalho e também para a conclusão do curso estavam guardados na bolsa.
urgente1
(Foto: Reprodução/ Facebook)
O caso aconteceu quando ele desembarcou no Terminal Guaraituba, saindo do ônibus da linha Guaraituba/Cabral.”Uma estudante, provavelmente do Colégio Estadual do Paraná, foi honesta e entregou a mochila para o motorista. Só que ele alega que passou a bolsa para outra pessoa, que fingiu ser o proprietário dela”, informou o estudante Éder Willian Greaff, em um cartaz de divulgação que circula pelas redes sociais.
O estudante afirmou que dados do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) dele estavam na mochila. “Preciso entregá-lo semana que vem e não tenho como conseguir esses dados novamente. Tenho também projetos oficiais do Governo, que podem acarretar na minha demissão em caso de perda, comprometendo a minha carreira profissional toda se não recuperá-los”, concluiu.
Qualquer informação que possa ajudar a encontrar a mochila pode ser repassada pelo telefone (41) 9626-1841.

Jovem sofre mal súbito no trânsito, pisa no acelerador e bate contra dois carros no Mercês


Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo
(Fotos: Danaê Bubalo – Banda B)

Um acidente entre três veículos assustou quem passava pelo cruzamento das ruas Jacarezinho com a Solimões, no bairro Mercês, em Curitiba, na manhã deste sábado (1º). A condutora de um veículo Nissan Tiida colidiu contra um Sandero, rodou pela pista sentido Vista Alegre e bateu na traseira de um Corolla que estava estacionado.
Segundo testemunhas, a jovem de 21 anos sofreu um mal súbito e desmaiou, pisando no acelerador. O cabo Neves, do Corpo de Bombeiros, informou que, após o acidente, ela foi encaminhada ao Hospital Evangélico com confusão mental. “Ela não recordava o próprio nome, a idade, e não sabia o que tinha acontecido. No hospital, uma melhor avaliação do quadro dela deve ser feita”, explicou ele em entrevista à Banda B.
Os ocupantes dos outros veículos não se feriram. Como o veículo Tiida ficou atravessado na rua, a estrada foi bloqueada nos dois sentidos. Os carros e ônibus devem desviar do local para as ruas paralelas.
.