Rua Luiza Guarise Tosin no Belo Rincão pronta para receber o ASFALTO


A Rua Luiza Guarise Tosin no Belo Rincão já está pronta para receber o asfalto com investimento de R$ 400.900,67 a Construtora Alberti Furuya Ltda esta executando mais uma obra do programa Asfalto Comunitário. Essa obra conta com calçadas e paisagismo e toda drenagem necessária para o escoamento da água das chuvas. A prefeita Beti Pavi disse para nossa reportagem que essa e outas ruas também vão estar recebendo o asfalto conforme conograma do programa.











Morre, filho do VELHO GUERREIRO CHACRINHA


Ele estava internado desde setembro. Velório começa às 17h desta quinta-feira no cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro.

Juliana Guterresdo EGO, no Rio
José Renato Barbosa de Medeiros, filho de Chacrinha (Foto: Instagram / Reprodução)José Renato Barbosa de Medeiros
(Foto: Instagram / Reprodução)

O velório de Nanato Barbosa está marcado para as 17h no Cemitério São João Batista, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Ele era irmão gêmeo de Leleco Barbosa, produtor e apresentador de televisão.
José Renato Barbosa de Medeiros, filho de Chacrinha, morreu na manhã desta quinta-feira, 6. A informação foi confirmada pelo Hospital Barra D'Or, onde Nanato Barbosa, como era conhecido pelos amigos, estava internado havia dois meses. Ele ficou paraplégico em 1971, após um acidente de carro, e morava com a mãe, Florinda Barbosa, de 94 anos, no Rio.
"O sr. José Renato Barbosa Medeiros, 63 anos, estava internado no Hospital Barra D’Or desde o dia 1º de setembro de 2014 em Unidade de Terapia intensiva, tendo apresentado complicações respiratórias e cardiológicas, evoluindo para óbito às 6h15 do dia 6 de novembro de 2014".
Familiares lamentam na web
Pelo Instagram, Ana Paula Barbosa, sobrinha e afilhada de Nanato, falou sobre a morte do tio, que ela definiu como "uma pessoa maravilhosa, alegre e humana".
"Não sei nem como começar a escrever. Essa noite não dormi nem direito, e acabo de receber essa notícia de que meu tio e padrinho Nanato Barbosa acabou de falecer, depois de dois meses de CTI, várias operações. Ele estava forte, só que a cada dia alguma coisa se agravava. Estou muito triste e sofrendo, pois já estamos nessa batalha há dois meses. Uma pena uma pessoa maravilhosa, alegre e humana. Fique em paz! (...) Obrigada a todos que oraram conosco e nos apoiaram", escreveu Ana Paula.
Andre Barbosa, outro sobrinho de Nanato, também fez sua homenagem no Facebook: "Descanse em paz! Uma pessoa maravilhosa que todos que conhecia amavam. Tio, irei lembrar sempre de você, estará sempre guardado no meu coração. Sem palavras para dizer o carinho que tinha por você. Uma pessoa MARAVILHOSA! Estou de coração partido. Te amo. Beijo eterno do seu sobrinho".
José Renato Barbosa de Medeiros, filho de Chacrinha (Foto: Reprodução / Facebook)Wanderléa e Nanato em foto antiga postada pela
cantora (Foto: Reprodução / Facebook)
Ex-mulher Wanderléa se manifesta
No Facebook, Wanderléa, que foi casada com Nanato Barbosa durante 9 anos, prestou sua última homenagem. "Tchau, meu herói, meu amor, descanse em paz. Obrigada por tantos momentos felizes que vivemos juntos e por tudo que contigo aprendi. Nossas lembranças estarão sempre guardadas em meu coracão", disse a cantora, que também postou diversas fotos antigas ao lado de Nanato.
José Renato Barbosa de Medeiros, filho de Chacrinha (Foto: Reprodução / Facebook)José Renato Barbosa de Medeiros, Chacrinha e Wanderléa em foto antiga (Foto: Reprodução / Facebook)

'Desabafo' contra governo, diz mulher flagrada nua em Porto Alegre


Mulher tirou a roupa em uma das avenidas mais movimentadas da cidade. 
Na semana passada, outra mulher foi detida por nudez em parque.

Manoel SoaresDa RBS TV
Pela segunda vez em uma semana, uma cena inusitada se repetiu nas ruas de Porto Alegre. No fim da tarde desta quinta-feira (6), em meio à chuva, uma mulher resolveu tirar a roupa e caminhar completamente nua pela Terceira Perimetral, uma das mais movimentadas da capital gaúcha.
Ao ser questionada por um repórter da RBS TV que passava pelo local, ela se identificou como Betina e disse que estava fazendo um "desabafo" ao andar nua pela cidade e que a atitude era "natural" (veja a entrevista no vídeo acima).
Pelada Mulher Porto Alegre Rio Grande do Sul RS (Foto: Arquivo Pessoal/G1)Mulher foi flagrada caminhando nua pela Terceira
Perimetral (Foto: Arquivo Pessoal/G1)
"Eu não estou sem roupa, estou natural. O que não é natural é a gente não ter saúde. O que não é natural é uma atleta se tornar prostituta para sobreviver. O que não é natural é uma prostituta que devia ser rica virar sem-teto", afirmou ao G1. "Eu acho normal sair sem roupa porque eu sou saudável, sou bonita".
Betina disse que era lutadora de MMA. "É um desabafo. No MMA, eu tinha oportunidade de revidar, porque eu estou preparada para estar lá. Eu sei o que vai vir pela frente. Agora, quando eu não tenho a mínima condição de contar com o meu governo. Sem segurança, sem alimento, sem moradia. Então, eu queria fazer um protesto pedindo para a presidente Dilma. Eu não sei. Eu peço que ela peça a nossa ajuda para a gente fazer a coisa melhor", afirmou.
De acordo com a Brigada Militar, a mulher foi abordada na Plínio Brasil Milano, quando caminhava em direção à Avenida Carlos Gomes. Segundo a corporação, ela foi abordada por policiais e conduzida até um posto de atendimento médico no Bairro IAPI para ser submetida a uma avaliação psicológica. A polícia foi alertada por moradores e motoristas que passavam pelo local.

Na quinta-feira passada (30), o mesmo fato já havia ocorrido no Parque Moinhos de Vento, o Parcão. Outra jovem chegou a ser detida pela Brigada Militar após correr nua no parque e foi levada para uma clínica psiquiátrica. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, a família da jovem disse que ela tem problemas psicológicos e já conta com acompanhamento médico.  
Mulher nua é flagrada em Porto Alegre (Foto: Manoel Soares / G1)Mulher nua é flagrada em Porto Alegre (Foto: Manoel Soares/RBS TV)

Drogas são apreendidas na cabeceira de pista do Aeroporto Tom Jobim


Segundo o Bope, foram encontradas 3 toneladas de material.
Apreensão é desdobramento de ação na Baixada Fluminense.

Do G1 Rio
Drogas estavam escondidas no meio da mata na Ilha do Governador  (Foto: Divulgação/Bope)Drogas estavam escondidas no meio da mata na Ilha do Governador (Foto: Divulgação/Bope)
Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) apreenderam pelo menos 3 toneladas de drogas próximo ao Aeroporto Internacional do Antonio Carlos Jobim (Galeão), na tarde desta quinta-feira (6). Segundo a PM, as drogas estavam escondidas em uma área de mata, enterrada na cabeceira 10 do aeroporto, na área do Terminal 2. Também foram encontrados cinco fuzis apreendidos e um notebook. A operação foi um desdobramento da operação do 3º Comando de Policiamento de Área, em Caxias, na Baixada Fluminense.
Segundo a RioGaleão, que administra o aeroporto, a área onde aconteceu a apreensão fica "fora da área operacional do aeroporto, delimitada por uma cerca que separa a pista do mangue, onde foram encontradas as drogas, próximo à Baía de Guanabara".
Drogas foram apreendidas na Ilha do Governador na tarde desta quinta-feira (6) (Foto: Divulgação/Bope)Drogas foram apreendidas na Ilha do Governador na
tarde desta quinta-feira (6) (Foto: Divulgação/Bope)
A Polícia Militar acredita que a droga apreendida pertence à facção que atua em áreas da Baixada Fluminense e que ela seria redistribuída entre comunidades como Beira Mar e Parque das Missões.
Drogas foram encontradas por policiais do Bope (Foto: Divulgação/Bope)Drogas foram encontradas por policiais do Bope
(Foto: Divulgação/Bope)
A droga que estava perto do aeroporto foi encontrada através de um trabalho da inteligência do Bope e, segundo um major da corporação, o local foi escolhido pelo tráfico por ser de difícil acesso e por conta da cobertura vegetal.
Apesar do material estar enterrado numa área que pertence ao Galeão, o Bope acredita que o material ilícito não desembarcava em aviões. O local, que margeia a Baía de Guanabara, seria o ponto de redistribuição da droga para abastecer diversas cidades da Baixada Fluminense e até mesmo a capital. Até 17h, a operação estava em ancdamento.
A apreensão foi encontrada em toneis e numa casamata camuflada, que seria de difícil acesso, segundo o Batalhão de Operações Especiais. Como o local é uma área de influência do aeroporto, que é federal, tudo o que for recolhido será levado para a sede da Polícia Federal.
Desdobramento de ação na Baixada
Na parte da manhã, cerca de 150 agentes do 15º BPM (Duque de Caxias), em parceria com o Comando de Operações Especiais (COE), Batalhão de Choque (BPChq) e do Ações com Cães (BAC),  além do Grupamento Aeromóvel, iniciaram uma operação para coibir o tráfico de drogas em diversas comunidades de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo a polícia, até as 7h15 não havia registro sobre confrontos, prisões ou apreensões.

Fruet confirma aumento da tarifa de ônibus em Curitiba e RMC


fruet - ônibus
O prefeito Gustavo Fruet (PDT) confirmou hoje (quinta-feira, 6) na Band News que a tarifa de ônibus de Curitiba vai aumentar. O aumento pode ser ainda este ano. Na opinião de Fruet, a tarifa de ônibus está congelada há dois anos e já no começo do próximo ano a tarifa técnica paga às empresas que operam o sistema vai sofrer reajuste e repassar para os usuários do sistema de transporte coletivo. Atualmente, a tarifa de R$ 2,70 é garantida por meio de subsídio do governo do Estado — de R$ 7,5 milhões por mês — e de R$ 4,5 milhões da Prefeitura, também mensal. A tarifa técnica está em R$ 3,18. O último acordo sobre o subsídio do Estado vai até 31 de dezembro.
“A gente vai ter que ter alguma medida de curto prazo, que será anunciada até o fim de semana ou na semana que vem”, disse Fruet que está com o caixa em baixa. A secretária de Finanças, Eleonora Fruet, revelou em uma audiência pública em setembro que a arrecadação de Curitiba neste ano estava R$ 150 milhões abaixo do esperado.

Homem com sinais de embriaguez é agredido após mexer com moradores do Bairro Alto


Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento
agredido-bairro-alto2
(Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Um homem de 37 anos, com sinais de embriaguez, foi agredido no Bairro Alto, em Curitiba, na tarde desta quinta-feira (6). Ele mexia com as pessoas na Rua Epaminondas Santos quando invadiu uma casa e acabou caindo dentro do terreno.
Segundo o cabo Borba, do Siate, os ferimentos encontrados indicam que o homem teria apanhado de alguém antes da queda. “Ele estava completamente transtornado, mexendo com todo mundo. Quando nós viemos socorrê-lo, ele começou a nos xingar”, relatou ele em entrevista à Banda B.
Nenhum morador ou pedestre que passava pelo local quis falar sobre o caso. O Homem foi encaminhado com ferimentos leves para o Hospital Cajuru.

‘Família da Pesada’ vai junta para a cadeia após operação em Araucária


Da Polícia Civil


araucaria
(Foto: Polícia Civil)
Policiais civis do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) prenderam, na última terça-feira (4), quatro pessoas, três delas da mesma família, e uma outra por diversos crimes na cidade de Araucária, Região Metropolitana de Curitiba (RMC).
Depois de investigação, investigadores do Cope se deslocaram até o Bairro Capela Velha, em Araucária, e prenderam Solange Maria Miranda de Paula, 49 anos, e Douglas de Paula, 29 anos, mãe e filho, respectivamente, pois havia contra eles mandados de prisão preventiva.
Ainda no local, os Investigadores prenderam em flagrante Fabrício Silva Ramos, 25 anos, já com passagens por roubo, e Rodrigo de Paula, 31 anos, filho de Solange, por estarem portando uma pistola calibre .40 (uso restrito), com diversas munições, com numerações suprimidas.
Rodrigo e Fabrício foram presos em flagrante pela prática dos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e receptação, já que há fortes indícios de que a arma e as munições são da Polícia Civil, o que será posteriormente confirmado mediante perícia.

Casal faz ‘maldade de amor’ em frente a escola estadual e PM precisa ser chamada


Da Redação


A Polícia Militar foi acionada para conter a ação de um casal que não conseguiu controlar as emoções durante a tarde desta quinta-feira (6), no Centro de Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba. A ‘maldade de amor‘ aconteceu em frente a um colégio estadual e perto de uma igreja, para tornar o ‘pecado’ ainda mais grave.
Segundo o apurado pela Banda B, o casal estava próximo ao muro de uma escola em beijos para lá de calientes, quase chegando as ‘vias de fato’. Pessoas que passavam pelo local, preocupadas com a cena, chamaram a PM. Neste momento, os policiais se deslocam ao endereço, tentando chegar a tempo de não permitir cenas ‘mais graves’.
O caso por enquanto não é investigado por ninguém, até porque peças de vestimenta ainda eram verificadas nos meliantes.“Como pode com tanto calor não encontrarem um local com ventilador. Ficam aqui na rua, dá licença”, disse uma moradora que não quis se identificar.

Família faz campanha para doação de medula a advogado em tratamento há três meses


Por Marina Sequinel e Geovane Barreiro

“Você pode ajudar a salvar a vida do Tiago”. Essa é uma das frases da campanha que busca mobilizar as pessoas a doar medula óssea para o transplante do advogado Tiago Rodrigues, de 32 anos, que sofre com leucemia. O diagnóstico foi descoberto no dia 19 de setembro e, desde então, a vida dele mudou completamente.
“Nessa época, ele começou a apresentar alguns sintomas não relacionados e, como os tratamentos não adiantaram, ele teve que ser internado para uma investigação mais profunda. Com os exames de sangue, descobriram a leucemia”, relatou a médica e irmã do rapaz, Rita Hofstätter Saul, em entrevista à Banda B na tarde desta quinta-feira (6). Moradora dos Estados Unidos, ela voltou para o Brasil quando soube do caso.
tiago-061114-bandab
(Foto: Reprodução/ Facebook)
Após o diagnóstico, Tiago ficou 23 dias internado e, depois de liberado, passou mais 17 dias em casa. “Não foi nada fácil receber uma notícia como essa, nem para a família, amigos, e muito menos para o próprio paciente. Apesar do susto, ele se dispôs a lutar desde o começo e nós o apoiamos, o incentivando a ficar sempre positivo. A gente acredita que vai dar tudo certo”, completou Rita.
Inicialmente, o jovem fez uma quimioterapia com medicação forte para ajudar a combater a doença. Apesar do tratamento, os médicos já alertaram que apenas esse processo não será suficiente e que Tiago precisa do transplante. “Eu coloquei na cabeça, então, que nós vamos encontrar esse doador, ele está em algum lugar por aí. Por isso resolvi fazer a campanha no Facebook. Muitos estão compartilhando e ajudando”, disse Rita.
Ela fez o exame para ver se poderia doar a medula para o irmão, mas o resultado deu apenas 50% de compatibilidade. “Esse foi um dos fatores que me motivou a pedir ajuda. Eu escolhi a foto do Tiago sorrindo para publicar, porque essa imagem passa que ele quer seguir em frente”.
Antes do diagnóstico, Tiago, advogado formado em 2005, passava os dias estudando para um concurso da Defensoria Pública. “Esse era o maior sonho dele. Agora, o que ele deseja é sobreviver”, concluiu a irmã.
Como ajudar
Quem quiser realizar a doação, pode se dirigir a qualquer unidade do Hemepar de sua cidade com o documento de identidade. Em Curitiba, Rita sugere o hemocentro na Travessa João Prosdócimo, 145, no Alto da XV. Em seguida, é realizado o cadastro no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), com a coleta de 5 ml de sangue – como um exame de sangue comum.
“Se o doador for chamado, todas as despesas necessárias são pagas e o procedimento é bem simples, com duração de cerca de 40 minutos. Há a retirada da medula com uma agulha na região acima das nádegas, com anestesia, que não acarreta nenhum risco ao doador. É importante lembrar que, se a medula não for compatível com a do meu irmão, pode ser para outras pessoas que precisam”, explicou Rita.

Carro capota no Campo Comprido e dispositivos de segurança salvam mãe e filha


Da Redação
capotamentodentro
Mãe e filha estavam no carro no momento do acidente (Foto: Gisele Cristina)

Um capotamento de um carro na Rua Eduardo Sprada com a Pedro Viriato Parigot de Souza, nobairro Campo Comprido, em Curitiba, deixou o trânsito lento na tarde desta quinta-feira (6). Ninguém ficou ferido, principalmente devido ao uso dos dispositivos de segurança.
Segundo a leitora Gisele Cristina, que registrou o acidente, estavam no Gol vermelho uma mulher de 30 anos e afilha dela de quatro. “O que salvou elas de ferimentos graves é que uma estava com cinto de segurança e a outra na cadeirinha”, relatou à Banda B.
O Siate do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado para atender o acidente, mas não deve acontecer encaminhamento ao hospital. Gisele não soube dar detalhes do que teria ocasionado o acidente.

Polícia procura “Morena Linda” que passa notas falsas para comerciantes de Curitiba; foto


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
morenacajuru
Foto: Reprodução

Apontada por comerciantes como uma “Morena Linda”, a membro de uma quadrilha de Curitiba é procurada pela polícia na tarde nesta quinta-feira (5) após passar várias notas falsas em pequenos estabelecimentos da cidade.
De acordo com a Polícia Militar, foram pelo menos duas tentativas de golpe apenas nesta quinta. No primeiro, ela e os demais membros que aguardavam no carro, conseguiram fugir do bairro Boqueirão. Já no segundo, próximo ao limite dos bairros Capão da Imbuia e Cajuru, a tentativa de golpe foi descoberta em uma farmácia, mas novamente conseguiram fugir.
Na segunda situação, porém, câmeras de segurança registraram o momento em que a morena tenta comprar medicamentos. “Na semana passada, um homem conseguiu deixar R$ 100 em nota falsa aqui e levou os produtos, hoje percebemos antes, mas mesmo assim ela conseguiu fugir”, comentou uma das vítimas.
Testemunhas acreditam que a quadrilha tenha fugido em um Siena preto da Rua Luiz França.
A Polícia Militar realiza buscas na região e a Delegacia de Estelionatos e Desvio de Cargas deve investigar o caso. Denúncias podem ser repassadas à Polícia Civil pelo telefone 3261-6600.

Gaievski é condenado a mais 10 anos e 6 meses de prisão


dilma, gleisi, gaievski
Em mais uma sentença, o ex-prefeito de Realeza e ex-assessor da Casa Civil durante a gestão de Gleisi Hoffmann (PT) à frente da pasta, Eduardo André Gaievski (PT) foi condenado nesta terça-feira, 4, a mais 10 anos e seis meses de prisão. Gaievski responde a 17 processos por estupro de vulnerável. Somada a sentença anterior proferida pela juíza Janaina Monique Zanellato Albino, de 15 de setembro, as penas de Gaievski já somam 28 anos e sete meses de reclusão em regime fechado.
“Por todo o exposto e considerando o que mais dos autos consta, julgo procedente o pedido formulado na denúncia para condenar o réu Eduardo André Gaievski, como incurso nas sanções previstas nos artigos 217-A, por duas vezes, nos termos do artigo 71, todos do Código Penal. Penas: privativa de liberdade, 10 anos e 6 meses em regime inicial fechado”, diz o resumo da sentença do juiz Christian Reny Gonçalves da comarca de Realeza, no Sudoeste do Paraná.
Os crimes praticados por Gaievski ocorreram durante a gestão do petista na prefeitura de Realeza, entre 2005 e 2012. Em alguns casos, Gaievski prometia cargos públicos em troca de favores sexuais, segundo a denúncia apresentada pelo Ministério Público. O advogado Natalício Farias, que defende oito vítimas, disse que “a verdade está prevalecendo e Justiça sendo feita” para mais uma das adolescentes abusadas por Gaievski. Farias acredita que nos próximos meses outros processos sejam julgados. Todos os processos, por envolverem menores, correm em segredo de Justiça. O MP prevê que as condenações cheguem de 250 a 300 anos de prisão.
Farias afirma que mais esta condenação continua desconstruindo a linha de defesa adotada por Gaievski, de perseguição política. O ex-prefeito, que está preso desde agosto do ano passado, sempre classificou as denúncias como “trama diabólica”. Escutas telefônicas, depoimentos das vítimas e outros flagrantes, no entanto, fundamentam o caso.

Eis o empresário que entregou R$ 1 milhão para Gleisi do desvio da Petrobras


mi
O jornal Folha de S. Paulo, na edição desta quinta-feira, 6, revelou que o empresário Michel Gelhorn (foto), dono do shopping Total de Curitiba, foi o intermediário na entrega de R$ 1 milhão para Gleisi Hoffmann (PT) utilizar na sua campanha ao Senado em 2010. O uso do dinheiro não está na prestação de contas da campanha da petista. Segundo o jornal, o doleiro Alberto Youssef disse em depoimento ao Ministério Público Federal que deu R$ 1 milhão à campanha que elegeu Gleisi ao Senado.
Segundo o doleiro, o montante foi entregue em quatro parcelas, em espécie, a Michel Gelhorn. Três das parcelas foram entregues no próprio shopping, de acordo com Youssef. O depoimento do doleiro foi prestado aos procuradores que atuam na Operação Lava Jato, no acordo de delação premiada que ele fez.
O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa já havia citado em sua delação que a campanha de Gleisi recebera R$ 1 milhão. Costa confirmou que uma anotação que havia num de seus cadernos apreendidos pela Polícia Federal (“P.B., 0.1″) era uma referência cifrada a essa doação.
Ainda de acordo com Costa, P.B era Paulo Bernardo, marido de Gleisi. Em 2010, quando foi feita a anotação pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Bernardo era o ministro do Planejamento do governo Lula. Em 2011, com a posse de Dilma Rousseff, assumiu a pasta das Comunicações.
Para ter uma pena menor, Youssef assinou um acordo de delação no qual se compromete a revelar o que sabe sobre o esquema de suborno da Petrobras.
O doleiro corria o risco de ser condenado a mais de cem anos de prisão. Ele é acusado de comandar um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões, com desvios na estatal e ramificações em partidos como PP, PT e PMDB.
A senadora Gleisi Hoffmann diz em nota que as contas de sua campanha foram aprovadas pela Justiça eleitoral sem qualquer ressalva. Ela disse que não conhece o doleiro nem o ex-diretor da Petrobras. Segundo a senadora, seus advogados estão estudando o que fazer no caso já que ela não teve acesso aos depoimentos prestados após o acordo de delação.
Paulo Bernardo negou ter pedido qualquer contribuição ilícita a Costa. Ele disse conhecer o dono do shopping, mas negou que a campanha de sua mulher tenha recebido recursos ilegais.
A Folha de S. Paulo não conseguiu localizar o empresário.

Prefeitura de Colombo Informa: Capa asfáltica e sinalização são realizadas em ruas do município


WEBMASTER 5 DE NOVEMBRO DE 2014
Rua Cerro Azul, no Jardim Paloma recebe capa asfáltica
Rua Cerro Azul, no Jardim Paloma recebe capa asfáltica
A Prefeitura Municipal de Colombo por meio da secretaria de Obras e Viação informa aos pedestres e motoristas que passam pelas ruas do município que realiza durante esta semana as seguintes obras:
Pavimentação:
Rua Enemézio do Rosário Junior – Execução de sinalização
Rua Maria de Lurdes dos Santos – Execução de sinalização
Avenida Portugal – Drenagem e serviços de pavimentação (Alargamento de pista) assentamento de meio fio e regularização de base
Rua Cerro Azul – Drenagem e serviços de pavimentação (Alargamento de pista) relocação capa asfáltica
Rua Araribóia- Drenagem e serviços de pavimentação (Alargamento de pista), assentamento de meio fio
Rua Santa Maria – Obras de Drenagem
Rua Luiza Guarise Tosin – Regularização de base do passeio e colocação de capa asfáltica
Rua David Rausis – Regularização de sub Base e base
Rua Francisco Tanner – Regularização de sub Base e base
Rua Raimundo Correia – Execução de drenagem, muro de contenção e terraplanagem
Rua Caracas – Complementação da capa asfáltica
Rua Verginia Betinardi Dalpra – Execução de drenagem (execução das alas das aduelas)
Rua Etelvina de Souza Crozeta – Execução do passeio
Para tanto é preciso atenção redobrada dos condutores em função de ter homens e máquinas nestes locais realizando os serviços.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal/PMC

Em três meses, Secretaria da Saúde do Paraná registra 274 casos de dengue


Da AEN-PR


A Secretaria Estadual da Saúde divulgou nesta quarta-feira (5) um novo boletim sobre asituação da dengue nos últimos três meses no Paraná. Desde agosto, 274 casos da doença foram confirmados no Estado, sendo 258 autóctones e 25 importados. Os municípios que concentram a maioria dos casos estão nas regiões de Paranavaí, Londrina, Maringá, Toledo e Cornélio Procópio.
De acordo com o levantamento, Itaúna do Sul e Paranapoema, ambos no Noroeste, são os dois únicos municípios que atingiram situação de epidemia neste novo período. Com 52 e 39 casos, respectivamente, as cidades alcançaram este patamar porque têm populações inferiores a 3,5 mil habitantes. Como são municípios com pequeno número de habitantes, a incidência da doença causa maior impacto.
dengue
(Foto: Divulgação AEN-PR)
O superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, explica que o momento é de reforçar as ações de controle da doença para que o número de casos não cresça, já que o verão se aproxima. “Já enviamos o fumacê a Itaúna do Sul e Paranapoema com o intuito de combater o mosquito adulto nestas cidades. Contudo, o mais importante é evitar que o mosquito transmissor se crie, eliminando todo e qualquer recipiente que possa acumular água em casa e nos quintais”, explicou.
RISCO – Nesta semana, o Ministério da Saúde informou que dois municípios paranaenses também apresentam alto risco para a ocorrência de epidemia de dengue. Iretama e Matelândia registram índices de infestação do Aedes aegypti superiores a 4%, o que significa que a cada 100 residências visitadas, quatro tinham focos do mosquito.
Apesar disso, Iretama e Matelândia ainda não têm casos confirmados da doença neste novo período. “Isso mostra que ainda não há circulação do vírus, mas o ambiente está propício para ocorra uma epidemia”, disse a coordenadora do Programa Estadual de Controle da Dengue, Themis Buchmann.
CHIKUNGUNYA – Outra doença com características semelhantes à dengue e que está deixando as autoridades sanitárias em alerta é a febre chikungunya. O Paraná tem três casos importados da doença, que é transmitida através da picada dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus.
O último caso importado foi confirmado nesta terça-feira (04). Trata-se de uma mulher de 33 anos, moradora de Bituruna, que deve ter contraído a doença na Venezuela. A paciente retornou da viagem internacional em 8 de outubro e apresentou os primeiros sintomas três dias depois. A mulher passa bem e está sendo acompanhada pela equipe de saúde municipal.
Em junho de 2014, o Estado já havia confirmado outros dois casos importados de Chikungunya. Os pacientes, residentes de Maringá, tiveram sintomas da doença após retornarem de viagem ao Haiti.
Segundo Sezifredo Paz, a dengue e o chikungunya representam um risco duplo com a chegada do verão. “A melhor forma de se proteger é manter suas casas livres de criadouros de mosquito. É importante que a população destine pelo menos um momento de sua semana para vistoriar suas casas”, concluiu.
.

Viatura do Bope capota e dois policiais ficam feridos no Lindóia


Da Redação


Uma viatura do Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar (Bope) capotou no fim da manhã desta quinta-feira (6) na Rua Brigadeiro Franco com a Av. Pres. Wenceslau Braz, no bairro Lindóia, em Curitiba. Informações iniciais dão conta que dois policiais ficaram feridos.
Banda B confirmou a ocorrência com a sala de imprensa da PM. Segundo o apurado, os ferimentos dos policiais não são considerados graves e eles devem ser encaminhados a hospitais de Curitiba.
No local do acidente, parte da quadra foi fechada para o atendimento aos policiais. A PM não confirmou se a viatura estava em perseguição e também não passou dados sobre a dinâmica do acidente.
.

Casal esconde drogas em parachoque de Celta e cai nas mãos da Polícia no meio da viagem pela BR-277


Por Denise Mello e Bruno Henrique

prisão celta
Carro estava com droga no parachoque – Foto: Bruno Henrique/Banda B
Um casal foi preso em flagrante no início da manhã desta quinta-feira (6) na BR-277, próximo à praça de pedágio de São Luiz do Purunã, acusado de tráfico de drogas. Marido e mulher levavam escondidos no parachoque de um Celta 15 quilos de maconha, três quilos de crack e um quilo de cocaína. Eles foram abordados por policiais do centro de Operações Especiais (Cope) e não resistiram à prisão.
A abordagem aconteceu por volta das 6h30. Policiais haviam recebido uma denúncia e já esperavam o casal com a droga escondida no carro. No veículo, a polícia também encontrou uma banana de dinamite. Marcos Luiz Ribeiro e a esposa Tassiane Ribeiro Leal vinham de Foz do Iguaçu e traziam a droga para Curitiba.
Após a prisão, a polícia acompanhou o casal até a casa dos dois no bairro Boqueirão, na capital, já com a suspeita de que haveria mais drogas na casa. Na residência, os policiais encontraram um revólver, munições, balança de precisão e uma pequena quantidade de maconha. Um jovem de 27 anos estava na casa cuidando do filho do casal de 7 anos. Ele também foi preso.
Os três foram encaminhados para a sede do Cope e o menino foi levado ao Conselho Tutelar