COLOMBO PARK SHOPPING FOI EVACUADO PELA DEFESA CIVIL APENAS POR MEDIDA DE SEGURANÇA






Nossa equipe de reportagem esteve alguns minutos atrás no Colombo Park Shopping verificando a informação que recebemos que parte do shopping tinha desabado e ainda existia perigo de haver outros desabamentos. Na verdade o que ocorreu foi que uma adutora da SANEPAR que passa na Rua São Pedro rompeu e houve um deslocamento do solo. O Corpo de Bombeiros e uma equipe da Defesa Civil do município foi até o local e pediu que o shopping fosse evacuado apenas por questão de prevenção. Duas famílias que moram em duas casas  de alvenaria que fica ao lado da construção da parte nova do shopping também que tiveram que desocupar sua casas porque a adutora passa do lado dessas residencias e naquele local o perigo de desabamento existe. O vereador Gil Gera do PSDB, esteve no local e disse que logo que amanhecer o dia retornaria ao local para pessoalmente acompanhar as autoridades competentes para avaliar a real situação.

Nossa equipe durante o dia trará novas informações.

Empresário é levado em sequestro relâmpago e três adolescentes são apreendidos


Por Felipe Ribeiro e Luiz Henrique de Oliveira

Três adolescentes foram apreendidos e um jovem foi preso no final da tarde desta quinta-feira (20) após praticarem um sequestro relâmpago contra um empresário no bairro Hauer, em Curitiba.
De acordo com o soldado Ortiz, da Polícia Militar, uma mulher percebeu o empresário sendo colocando no banco de trás pelo grupo, o que a fez acionar o 190 imediatamente. “Na Rua Francisco Derosso demos de encontro com o Audi A3 e encontramos uma arma de brinquedo que foi utilizada para ameaçar a vítima. Aparentemente ele seria levado até uma agência bancária para realizar algum saque”, disse.
A Polícia Civil agora investiga o caso.

Neste sábado o Programa Nosso Bairro chega ao Monte Castelo em Colombo

JORNALISMO PMC 18 DE NOVEMBRO DE 2014

Ações concentradas da Prefeitura e de instituições parceiras acontecem no Colégio Estadual Vinícius de Moraes

Evento do Programa Nosso Bairro no Monte Castelo acontecerá neste dia 22, das 9 às 16h
Evento do Programa Nosso Bairro no Monte Castelo acontecerá neste dia 22, das 9 às 16h
O sábado será de atividades do Programa Nosso Bairro no bairro Monte Castelo e região neste dia 22, das 9 às 16h. Durante todo dia, das 9 às 16h, os moradores desta localidade vão poder ter a Prefeitura Municipal e instituições parceiras perto de casa em um dia acessível para muitas famílias que durante a semana têm outros comprometimentos.
Este trabalho concentrado irá acontecer no Colégio Estadual Vinícius de Moraes e terá as secretarias municipais realizando diversos atendimentos, encaminhamentos e esclarecimento de dúvidas. “Estamos realizando este evento para oferecer mais momentos de cidadania para a população”, disse a Prefeita Beti Pavin que lembrou as ações já realizadas no Roça Grande/Osasco e no Guaraituba, uma em julho e outra em agosto, respectivamente.
O presidente da comissão organizadora do evento, o secretário da Indústria, Comércio, Turismo e Cultura, Antonio Ricardo Milgioransa, destacou os serviços que estarão disponíveis. “Teremos todos os departamentos do município realizando serviços diversos junto aos moradores e ainda apresentações culturais, atividades de lazer e entretenimento para as crianças”, informa Milgioransa.
Serviços
Durante todo dia serão oferecidos os seguintes serviços:legalidade da empresa, como abrir um negócio ou ampliar, linhas de crédito, seguro desemprego, cadastro do trabalhador, vagas de emprego e estágios e cursos profissionalizantes.
Os moradores vão poder levar gratuitamente mudas de olerículas e receberão orientações sobre como montar hortas suspensas e hortas em geral. Também aproveitarão para averiguar questões como alvará de licença, cadastro imobiliário, IPTU/Dívida Ativa, ITBI, ISSQN, nota fiscal eletrônica e demais serviços disponibilizados no portal.
Diversos serviços, atendimentos e orientações estarão à disposição dos moradores, entre eles o corte de cabelo
Diversos serviços, atendimentos e orientações estarão à disposição dos moradores, entre eles o corte de cabelo
Ainda haverá a consulta sobre orçamentos para o Programa de Pavimentação Comunitária. Os moradores vão contar com orientações sobre o programa de coleta seletiva, sobre os pontos de entrega voluntária de resíduos especiais junto ao caminhão da coleta seletiva (pilhas, baterias, medicamentos vencidos, lâmpadas, eletrônicos) entre outras questões relativas ao meio ambiente.
Atendimentos       
 Dentro dos atendimentos acontecerão orientações sobre: saneamento ambiental, sistema de tratamento de efluentes/esgotos; prevenção a doenças como dengue, leptospirose, loxoceles; controle da população de cães, zoonoses e guarda responsável, além de aferição da pressão arterial, glicemia capilar, cantinho da amamentação e orientações gerais sobre a saúde do homem, do idoso, sobre o câncer e as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST).
A ação ainda terá espaço para contação de histórias, modelagem com massinha, pintura em guache, desenho, exposição, apresentação de teatro e de danças. Na parte esportiva acontecerão atividades de ginástica aeróbica, mini futsal, mini vôlei/badminton, xadrex, tênis de mesa entre outras atividades recreativas e de lazer.
As questões sociais serão tratadas por meio da atualização do CADÚnico, serviço de manicure e cabeleireiro. Também serão passadas orientações para os mutuários sobre o Fundo da Habitação e cadastro da demanda habitacional. A manutenção de ruas, calçadas, limpezas e trabalhos na região foram feitos antecipadamente e continuarão durante e após a ação.
Para completar, os alunos do Colégio irão promover uma feira do conhecimento com o tema: Meio Ambiente e Sustentabilidade. Esta iniciativa é uma ação da Prefeitura Municipal e contou com o apoio do Colégio Estadual Vinícius de Moraes, da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Sanepar e Copel.
Confira o cronograma cultural:
9h30 – abertura com a Fanfarra Municipal
9h45 – Teatro da Sanepar
10h15 – Show do “Mais Cultura” – professora Simone
11 às 12h – Esporte – atividade de dança e ginástica
13h – Enquetes de Paulo Leminski – Projeto oficina de teatro
13h30 – Contos africanos – Lua Branca
14 às 15h – Troca de faixas Taekwondo
15h – Teatro Sanepar
15h30 – Peça de Shakspeare – Cena 2 – Jardim dos Capuletos
15h45 – Declamação de poemas de Paulo Leminski
16h – Rap dos Sonhos
Serviço:
Evento do Programa Nosso Bairro no Jardim Parque Monte Castelo
Data: 22/11 (sábado) – das 9h às 16h
Local: Escola Estadual Vinicius de Moraes
Endereço: Rua das Rosas, 662

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Fotos: João Senechal/PMC

Curitibana organiza festa beneficente para comprar marca-passo de R$ 500 mil para bebê


Por Elizangela Jubanski

isabelly-dentro
Isabelly está internada no Hospital de Clínicas e a família veio de Rolândia para acompanhar tratamento. Foto: Reprodução Facebook
A difícil trajetória de uma bebê de apenas 1 ano e três meses que está internado no Hospital de Clínicas, em Curitiba, desde o ano passado, está comovendo muitas famílias a ajudar no tratamento. Isabelly Vitória precisa de um marca-passo diafragmático, avaliado em R$ 500 mil, após ter passado por uma cirurgia de doação de medula. A curitibana Hammynnie Mousse se sensibilizou com a história da pequena Isabelly e resolveu organizar um evento beneficente para ajudar a família, que é de Rolândia, mas passou a viver na capital desde o início do tratamento.
O evento vai acontecer neste domingo (23) no Restaurante Maggiore, no Parque Barigui, e cerca de 6 mil pessoas foram convidadas a participar (Para confirmar a presença no evento clique aqui). “Temos vários parceiros e pessoas ajudando com o que podem. Um dá o espaço, outro a luz, brinquedos, comidas. Incrível ver como as pessoas se mobilizaram em prol dessa causa. Tenho certeza que vamos conseguir ajudar porque as mensagens chegam o tempo todo”, disse, em entrevista à Banda B, na manhã desta quinta-feira (20).
Mãe de uma menina de 1 ano e 2 meses, Hammynnie confessa que se sensibilizou ao imaginá-la na mesma situação da mãe da criança, Dieid Daiane Mello, 21. “Não a conheço pessoalmente. Nos falamos para que eles autorizassem esse evento e tudo mais, mas, infelizmente, não conheço a família. Descobri sobre a Isa em um grupo de orações de mãe no Facebook. Soube que ela precisava desse aparelho, me coloquei no lugar dessa mãe e pensei que pudesse fazer algo. Acordei em uma segunda-feira disposta a ajudar essa família e a pequena Isa”, lembra.
face-isabelly.jpj
Capa do evento organizado pela curitibana. Foto: Reprodução Facebook
A pequena Isabelly apresentou problemas de saúde dias após o nascimento, ao apresentar imunodeficiência primária celular combinada grave. Ela passou por uma cirurgia de doação de medula, retirada da mãe, no mês de setembro. Desde lá, várias foram as tentativas de retirá-la da ventilação mecânica, já que, de acordo com a família, após a cirurgia o cérebro da pequena Isabelly passou a não responder à respiração enquanto dorme. No SUS, a resposta é que o equipamento não pode ser adquirido em razão do alto custo.
Evento
A partir das 10 horas, cerca de cinco barracas montadas dentro do Restaurante Maggiore, no Parque Barigui, vão oferecer doces, churros, crepes, pipoca, algodão doce, tortas, salgados. Além também de brincadeiras como piscina de bolinha, cama elástica, brinquedos infláveis. Toda a arrecadação do evento será destinada à família para a compra do marca-passo.
Inicialmente, o evento beneficente seria realizado no Parque Barigui. No entanto, a Secretaria do Meio Ambiente negou que o espaço pudesse ser utilizado. A Prefeitura de Curitiba, em nota enviada à Banda B, afirmou que está se sensibilizado com o caso da menina Isabelly Vitória, porém existe um decreto (número 652), de 2008, que criou o Plano de Manejo do Parque Barigui e disciplina o uso do espaço. A Secretaria Municipal da Saúde está intercedendo junto à Secretaria Estadual de Saúde no caso da criança.
Para acessar a página do evento no Facebook clique aqui e saiba mais informações sobre os produtos que serão oferecidos na festa beneficente.
Doações
Para aquelas pessoas que não poderão comparecer ao evento, mas querem fazer doações para a família, os valores podem ser depositados na seguinte conta:
Caixa Econômica Federal:
Agência 0380
Poupança 013.00125.089-1 Wagner Roberto Mello, pai da pequena Isabelly.

Idosa cai no Bilhete Premiado, saca mais de R$ 4 mil da poupança e entrega para casal


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento


Uma idosa de 73 anos foi vítima do golpe do bilhete premiado na região do bairro Cajuru, em Curitiba, na tarde desta quinta-feira (20). Ela entregou para dois marginais R$ 4,6 mil que tinha na poupança, por achar que ganharia R$ 100 mil em troca.
“Eu estava no terminal e encontrei uma moça que disse que estava lá para procurar por um cara que devia dinheiro. Ela disse que estava com um bilhete premiado no valor de R$ 1,9 milhão. Depois outro rapaz chegou e fingiu que ligou para a lotérica confirmando que o bilhete era premiado, só que ele era comparsa da moça”, explicou a idosa.
A vítima também descreveu que o rapaz entregou um pacote com dinheiro em troca do bilhete e pediu para ela fazer o mesmo. “Eu acabei indo de carona com eles até uma agência da Caixa sacar o dinheiro, porque ela falou que me daria R$ 100 mil. Então na volta paramos em frente a uma padaria, onde eles disseram para eu descer comprar água. Eu fui e quando voltei os dois fugiram”, destacou.
A idosa chorava bastante durante a entrevista à Banda B. “Eu sou do interior e vim até Curitiba para o aniversário da minha irmã, não achava que era um golpe”, lamentou.
A Polícia Militar (PM) realizou Boletim de Ocorrência do caso, que será investigado pela Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas

Caminhão faz conversão proibida e acaba atingido por biarticulado no Portão


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
Foto: Antônio Nascimento - Banda B
Foto: Antônio Nascimento – Banda B

Uma conversão proibida terminou em tombamento na tarde desta quinta-feira (20) no cruzamento da Rua Eduardo Carlos Pereira com a Avenida Santa Bernadete, no bairro Portão, em Curitiba.
De acordo com o soldado Serafim, do Batalhão de Polícia de Trânsito (BpTran), um biarticulado da linha Circular Sul seguia no sentido Fanny quando o caminhão Hyundai HR, carregado com sobremesas, fez a conversão em local proibido.
Como o guincho demorou para atender a situação, por cerca de 40 minutos o cruzamento precisou ficar parcialmente bloqueado.
Ninguém teve ferimentos graves.
.

Carro fura bloqueio da PRF e bate contra socorristas que atendiam acidente na BR-376

Publicado em 20 de novembro de 2014,15:36

Por Felipe Ribeiro

Três pessoas ficaram feridas no final da manhã desta quinta-feira (20) após um veículo Nissan furar um bloqueio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e bater contra um veículo da Autopista Litoral Sul, em Guaratuba, no litoral do estado. De acordo com informações da concessionária, o acidente aconteceu durante o atendimento ao tombamento de um caminha no quilômetro 668 da BR-376.
fila376
Foto: Colaboração Luiz Henrique Besck
Segundo a Autopista, o primeiro acidente aconteceu por volta das 11 horas e, como é procedimento padrão da PRF, houve o fechamento da rodovia alguns quilômetros antes para a retirada da carga de polietileno. Durante o atendimento, os socorristas acabaram surpreendidos com a invasão do bloqueio, que terminou no segundo acidente.
Na primeira situação, o motorista foi socorrido ao Hospital São José de Joinville, mas passa bem. Na segunda, três pessoas ficaram feridas, sendo o motorista do Nissan e dois funcionários da Autopista. O motorista do carro passa bem e os dois funcionários ficaram em estado mais grave. Um foi encaminhado ao Hospital São José de Joinville e o outro ao Hospital Trabalhador de Curitiba.
A pista sentido Curitiba não chegou a ser bloqueada, enquanto a sentido Joinville foi liberada por volta das 14h50. A lentidão por volta das 15h30 chegava aos 18 quilômetros.

Homem tenta abrir passagem e morre eletrocutado na frente de criança em obra RMC


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
Foto: Antônio Nascimento - Banda B
Foto: Antônio Nascimento – Banda B

Um homem ainda não identificado morreu eletrocutado no final da tarde desta quinta-feira (20) após tentar retirar cabos de alta tensão que haviam caído na Rua Adalberto de Andrade, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com a Polícia Militar, uma equipe da Prefeitura de Pinhais realizava um serviço de retirada de entulhos quando acidentalmente derrubou o poste, mas a vítima acabou ignorando a orientação de um dos servidores.
Segundo testemunhas, a vítima informou que compraria cigarro e saiu com o filho de colo. No local, ele acreditou que os fios já estavam desligados e tentou retirar, vindo a morrer eletrocutado na frente de uma criança de colo que o acompanhava.
De acordo com o secretario de Governo de Pinhais, Lukalas Nóbrega, logo após o primeiro choque, a criança tentou correr em direção ao adulto, mas foi impedida por um servidor da prefeitura. “Mesmo orientado, ele deixou a criança no chão e tentou retirar os cabos, infelizmente acabou morrendo”, comentou.
Segundo o secretário, a área é de litígio, já que o Ministério Público já determinou a transferência dos moradores para Piraquara. “Aquela é uma área de invasão na qual os moradores já estão sendo levados para Piraquara. Hoje a prefeitura tirava os entulhos de uma casa já demolida quando o poste foi derrubado. Infelizmente o transformador da Copel não desligou”, disse.
A Prefeitura de Pinhais lamentou a situação e garantiu que irá prestar todo o apoio possível para a vítima.

Número de voo da TAM muda no dia de acidente aéreo citado em premonição


Vidente previu que avião da TAM pode cair perto da Av. Paulista no dia 26.
Site de vendas da companhia mostra código de voo diferente para a data.

Do G1 São Paulo
 (Foto: Reprodução)Reprodução mostra números de voos da TAM SP-Brasília nos dias 25, 26 e 27 de novembro (Reprodução/TAM)
O voo da TAM que sai do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, às 8h30 em direção a Brasília (DF) teve o número mudado em 26 de novembro, data citada na premonição do vidente Jucelino Nóbrega da Luz sobre um acidente aéreo envolvendo a companhia. Consultada, a TAM não se manifestou sobre o motivo da mudança até esta publicação.
Uma consulta ao site de venda de passagens da companhia aérea revela que a companhia deixou de usar, na escala válida para 26 de novembro, o número JJ 3720 para o voo. Na data e horário, o mesmo voo tem o número JJ 4732. No dia anterior e no dia posterior à data, o número volta a ser JJ3720, de acordo com as informações disponíveis na página na internet da empresa na quarta-feira (19) (veja reprodução acima).  


O vidente registrou em um cartório de São Paulo que em 26 de novembro o voo JJ3720 sairá de Congonhas em direção a Brasília, apresentará problemas em uma das turbinas e se chocará com um prédio na Avenida Paulista, perto do cruzamento com a Alameda Campinas.
O Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo (SRPV), da Aeronáutica, informou, no entanto, que nenhuma aeronave comercial que decola de Congonhas para Brasília tem como rota sobrevoar a Paulista. Pilotos ouvidos pelo G1 também relataram que, após a decolagem, os aviões seguem para o sul, em rota sentido Interlagos.
Alerta a condôminos
Um  aviso sobre a premonição foi distribuído na terça-feira (18) pelo síndico do Edifício Barão de Serro Azul, Severino Alves de Lima, de 67 anos. O prédio fica na Avenida Paulista, próximo ao local relatado pelo vidente da suposta queda. Lima contou que tomou a iniciativa de escrever o comunicado para informar funcionários e locatários das salas comerciais do prédio, onde funcionam escritórios e consultórios.
“Quando houve aquele incidente com o avião do Eduardo Campos eu fiquei sabendo que ele tinha previsto uma série de situações. Umas ocorreram e outras não. Eu fui no cartório, peguei uma cópia da carta que ele havia registrado em cartório e guardei. Agora achei conveniente divulgar para os condôminos", disse o síndico. No aviso, ele deixa ao cuidado de cada um a responsabilidade de liberar ou não os funcionários na data da premonição.
  •  
Edifício Barão de Serro Azul, o prédio no qual o síndico Severino Lima enviou o comunicado sobre o vidente que disse que um avião irá cair próximo ao local na próxima quarta (26) (Foto: Olivia Florência/ G1)Síndico Severino Lima enviou alerta sobre premonição
de acidente aéreo em SP (Foto: Olivia Florência/G1)
Premonição
O vidente Jucelino Nóbrega da Luz afirmou que registrou no 8º Cartório de Títulos e Documentos de São Paulo, em 24 de outubro de 2014, um documento em que alerta sobre a possibilidade de o voo TAM JJ 3720 Congonhas-Brasília apresentar problemas em uma das turbinas e chocar-se contra um prédio da Avenida Paulista às 9h do dia 26 de novembro de 2014.
Nóbrega da Luz explicou que essa previsão apareceu para ele durante um sonho premonitório em julho de 2005 e disse que desde então envia cartas à companhia sobre o fato. "O avião sairia às 8h30 de Congonhas indo para Brasília. Esse voo tem problemas nas turbinas. Pedimos para a empresa amigavelmente para que se retirasse esse avião e fizesse uma vistoria para localizar o defeito. Foram feitos vários contatos. A empresa respondeu e também tem uma notificação via cartório", relatou.
Segundo o vidente, pessoas que compraram passagens mostraram para ele cópias do cancelamento do voo. No documento com detalhes da suposta tragédia, ele diz que espera estar errado e pede que sejam tomadas providências imediatas. "O prejuízo maior será esse acidente tornar-se realidade", afirmou, defendendo que o o cancelamento do voo evitaria a uma "catástrofe".
O acidente, ainda segundo ele, provocado por pane seria evitável porque não é um fato natural. "Quando a gente fala fato natural é aquele que você não tem como alterar, como um terremoto, um furacão. Um fato destes, como é mecânico, você tem como alterar. Não é uma ficção como mostra um filme de premonição. A morte não vai seguir ninguém. É só naquele dia. Se não acontecer naquele dia, provavelmente não vai acontecer mais", disse.
A TAM informou, em nota, que segurança é um valor imprescindível em todas as suas operações e em razão disso, considerou o alerta e permanecerá atenta às operações no período citado.  A companhia disse ainda que realiza manutenções preventivas com regularidade em toda a sua frota e que as operações aéreas da empresa estão certificadas pelas principais autoridades aeronáuticas do mundo, que exigem o cumprimento de rigorosos requisitos de segurança.
Comunicado enviado aos condôminos do Edifício Barão de Serro Azul sobre a premonição da queda de avião no dia 26 de novembro (Foto: Olivia Florência/ G1)Comunicado enviado a condôminos do Edifício Barão de Serro Azul sobre premonição (Foto: Olivia Florência/G1)

Homem morre após ser atacado por enxame de abelhas em Andradas, MG


Vítima praticava escalada com amigo na zona rural do município. 
Bombeiros encontraram homem com mais de 100 picadas pelo corpo.

Do G1 Sul de Minas

Um homem de 42 anos morreu após ser atacado por um enxame de abelhas enquanto praticava escalada na Pedra do Pântano, na zona rural de Andradas (MG), nesta quarta-feira (19). Segundo o Corpo de Bombeiros de Poços de Caldas (MG),  Davi Augusto Marski Filho estava acompanhado por um amigo, de 58 anos, que mesmo após ser atacado, conseguiu percorrer dois quilômetros de mata fechada até chegar à estrada e pedir ajuda.
De acordo com os bombeiros,  quando Marski foi encontrado, já estava morto. A escuridão e o acesso complicado dificultaram os trabalhos dos bombeiros, que precisaram usar técnicas de escalada para chegar ao local. O corpo estava pendurado a uma altura de cerca de 12 metros e tinha uma fratura no crânio, além de mais de cem picadas de abelhas pelo corpo. Os militares acreditam que ele tenha  caído de uma altura de cerca de oito metros e batido a cabeça ao tentar fugir do ataque dos insetos. Na mochila dele, foi encontrado um antialérgico injetável.
Em uma rede social, Marski revela a paixão pela aventura. Na terça-feira (18), ele publicou uma foto dos equipamentos e comentou que no dia seguinte, bem cedo, partiria para Andradas.
O corpo dele foi removido e levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Poços de Caldas, onde a necropsia constatou que ele morreu em decorrência de choque anafilático e asfixia provocados pelo veneno das abelhas.
Já o amigo da vítima foi socorrido para o pronto-socorro de Andradas e em seguida encaminhado para a Santa Casa de Poços de Caldas. Segundo informações da assistência social do hospital, ele permanece internado em observação, mas sem risco de morte. Os dois são de Hortolândia(SP).
Rapaz fazia escalada na Pedra do Pântano quando foi atacado por abelhas em Andradas (Foto: Corpo de Bombeiros)Rapaz fazia escalada na Pedra do Pântano quando foi atacado por abelhas em Andradas (Foto: Corpo de Bombeiros
)

Morre em São Paulo o ex-ministro Márcio Thomaz Bastos seu velório acontece na Assembleia de SP


Bastos foi internado na terça (18) para tratamento de fibrose pulmonar.
O ex-ministro morreu no Hospital Sírio-Libanês aos 79 anos.

Roney Domingos e Olívia FlorênciaDo G1 São Paulo

Está previsto que o velório seguirá até as 8h desta sexta-feira (21). Em seguida, seguirá para o Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, Grande São Paulo, onde será cremado ainda no início da manhã.
O corpo do advogado e ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos, de 79 anos, é velado na Assembleia Legislativa de São Paulo na tarde desta quinta-feira (20). A caixão chegou à Assembleia pouco antes das 15h.
Márcio Thomaz Bastos morreu na manhã desta quinta-feira (20) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.Bastos foi internado na terça-feira (18) para tratamento de descompensação de fibrose pulmonar, segundo boletim médico divulgado pelo hospital.
A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto informou que a presidente Dilma Rousseff viajou para São Paulo para participar do velório. O vice-presidente, Michel Temer, esteve no velório logo no começo da cerimônia.
Corpo de Márcio Thomaz Bastos é velado em São Paulo (Foto: Roney Domingos/G1)Corpo de Márcio Thomaz Bastos é velado em São Paulo (Foto: Roney Domingos/G1)
No velório, amigos lamentam
O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, esteve no velório e foi um dos amigos que lamentaram a morte de Márcio Thomaz Bastos. "O Márcio sabia ouvir e captar um pouco a alma dos clientes", disse Kakay.
Já o advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira relembra os embates com o amigo durante julgamentos, sobretudo no caso do jornalista Pimenta Neves. Segundo Mariz, era um oponente duro. "Tanto que eu perdi", afirma o advogado, que atuou como defensor do réu.
O sobrinho e também companheiro de profissão José Diogo Bastos Neto diz que Bastos trabalhou até mesmo do hospital. "Mesmo lá combalido na cama, na máscara de oxigênio, ele ligava para os advogados para irem lá pra ele dar orientação. Nunca perdeu a lucidez e estava preocupado com seus clientes, que foi a marca dele a vida inteira", conta o sobrinho.
Márcio Thomaz Bastos, defensor de José Roberto Salgado, ex-diretor do Banco Rural, no julgamento do mensalão, em 8 de agosto de 2012 (Foto: Nelson Jr./SCO/STF)Márcio Thomaz Bastos, defensor de José Roberto Salgado, ex-diretor do Banco Rural, no julgamento do mensalão, em 8 de agosto de 2012 (Foto: Nelson Jr./SCO/STF)
Trajetória
Um dos advogados criminalistas mais influentes do país, Bastos foi convidado pelo ex-presidenteLuiz Inácio Lula da Silva para compor a equipe do primeiro mandato. Comandou o  Ministério da Justiça entre 2003 e 2007.
Mesmo depois de deixar o ministério, continuou em evidência ao atuar em casos de grande repercussão nacional. Atuou, por exemplo, no julgamento do processo do mensalão, no Supremo Tribunal Federal, em 2012. Na ocasião, defendeu o ex-vice-presidente do Banco Rural, José Salgado.

Durante o período do julgamento, entrou com reclamação contra o então presidente do STF, Joaquim Barbosa, questionando o fato de Barbosa não ter levado pedidos da defesa dos réus para análise do plenário do tribunal.
Também foi o responsável pela defesa do bicheiro Carlinhos Cachoeira, que responde a processo por suspeita de participação em esquema de jogos ilegais.
Bastos atuou ainda na defesa do médico Roger Abdelmassih, condenado a 278 anos de prisão por 48 ataques sexuais a 37 vítimas.
A acusação dos assassinos de Chico Mendes, do cantor Lindomar Castilho e do jornalista Pimenta Neves são outros trabalhos de repercussão nacional no currículo do ex-ministro. Em 2012, Bastos foi contratado pelo empresário Eike Batista para defender o filho Thor Batista, que respondia por um atropelamento.
Nos últimos dias, articulava também as defesas das empresas Odebrecht e Camargo Correa dentro do processo da Operação Lava Jato.
Em 7 de setembro de 1976, Márcio Thomaz Bastos atua como advogado de defesa do detetive Massaro Honda, acusado da prisão e assassinato de três ladrões, no Fórum da cidade de Queluz , interior de São Paulo (Foto: Solano de Freitas/Estadão Conteúdo)Em 7 de setembro de 1976, Márcio Thomaz Bastos atua como advogado de defesa do detetive Massaro Honda, acusado da prisão e assassinato de três ladrões, no Fórum da cidade de Queluz , interior de São Paulo (Foto: Solano de Freitas/Estadão Conteúdo)
Perfil de Márcio Thomaz 
Márcio Thomaz Bastos era paulista da cidade de Cruzeiro. Formou-se em 1958 na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).
Entre os anos de 1983 e 1985 presidiu a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em São Paulo. Neste período, foi ligado ao movimento Diretas Já, que reivindicava voto direto para presidente da República.
Em  1990, após a eleição do presidente Fernando Collor, integrou o governo paralelo instituído pelo Partido dos Trabalhadores como encarregado do setor de Justiça e Segurança.  Em 1992, participou ao lado do jurista Evandro Lins e Silva da redação da petição que resultou no impeachment de Collor.
É fundador do movimento Ação pela Cidadania, juntamente com Severo Gomes, Jair Meneghelli e Dom Luciano Mendes de Almeida. É fundador do Instituto de Defesa do Direito de Defesa.

Fundador das Casas Bahia, Samuel Klein morre aos 91 anos em SP


Empresário estava internado no Hospital Albert Einstein.
Klein morreu de insuficiência respiratória.

Do G1 São Paulo

Samuel Klein em dezembro de 2004, O proprietário e fundador das Casas Bahia, Samuel Klein (d), na abertura da 'Super Casas Bahia', no Pavilhão do Anhembi, Zona Norte de São Paulo (Foto: Eduardo Nicolau/Estadão Conteúdo/Arquivo)Klein em dezembro de 2004. (Foto: Eduardo
Nicolau/Estadão Conteúdo/Arquivo)
Samuel Klein, o fundador da rede de lojas de departamento Casas Bahia, morreu na manhã desta quinta-feira (20) em São Paulo. Ele estava internado há 15 dias no Hospital Albert Einstein. O corpo foi velado no Cemitério Israelita do Butantã, onde o enterro ocorreu no começo desta tarde.
Samuel Klein havia completado 91 anos em 15 de novembro. Polonês naturalizado brasileiro, ele deixou a Europa durante a Segunda Guerra Mundial e se estabeleceu em São Caetano do Sul, no ABC.
Nascido em Lublin em 1923, ele foi o terceiro de nove irmãos. Chegou a ser preso aos 19 anos pelos nazistas e enviado com o pai para o campo de concentração em Maidanek, na Polônia, enquanto a mãe o cinco irmãos foram exterminados no campo de Treblinka.

Na década de 1950, Samuel Klein começou a vender roupas de cama, mesa e banho de porta em porta pelas ruas de São Caetano do Sul. Em 1957, ele comprou sua primeira loja na cidade, e a batizou de Casas Bahia em homenagem aos imigrantes nordestinos (Foto: Divulgação/Casas Bahia)Ele relatava que, no campo de trabalhos forçados, sobreviveu graças às habilidades de carpinteiro. Samuel conseguiu fugir durante uma transferência de presos em 1944. Depois, foi para Munique em busca do pai. Após um período vendendo artigos para as tropas aliadas, se mudou em 1951 para a América do Sul.
Na década de 1950, Samuel Klein começou a vender roupas de cama, mesa e banho de porta em porta pelas ruas de São Caetano do Sul. Em 1957, ele comprou sua primeira loja na cidade, e a batizou de Casas Bahia em homenagem aos imigrantes nordestinos (Foto: Divulgação/Casas Bahia)
A riqueza do pobre é o nome. O credito é uma ciência humana, não exata. Não importa se o cliente é um faxineiro ou um pedreiro, se ele for bom pagador, a Casas Bahia dará credito para que ele resgate a cidadania e realize seus sonhos"
Samuel Klein
Seu primeiro destino no continente foi a Bolívia. Ao Brasil, chegou em 1952 trazendo a mulher Ana e o filho Michael, então com dois anos e que tinha nascido na Alemanha.
Em São Caetano começou a atuar como mascate revendendo roupas de cama, mesa e banho de porta em porta usando uma charrete. À época, segundo relato da família, já adotava a possibilidade de pagamentos parcelados, cuja contabilidade era executada pela mulher.
A primeira loja foi adquirida em 1957 e ficava no Centro de São Caetano, no número 567 da Avenida Conde Francisco Matarazzo. Ela recebeu o nome de Casa Bahia em homenagem aos nordestinos que se deslocaram para o ABC para atuar na indústria. Com a ampliação para outras unidades, o nome da primeira loja ganhou o plural, Casas Bahia, e batizou o empreendimento.
Ontem foi ontem, já passou. Hoje é hoje e é o que nos importa. Amanhã, o futuro, a Deus pertence"
Samuel Klein
Pensamentos
No livro “Samuel Klein e Casas Bahia – Uma Trajetória de Sucesso”, lançado em novembro de 2003, Samuel Klein registrou suas memórias.
Veja abaixo alguns de seus pensamentos:
"Acredito no ser humano. Caso contrário, não abriria as portas das minhas lojas todos os dias. O que ajuda a me manter vivo é a confiança que tenho no próximo.”
"Em nossa vida profissional, não podemos falhar. São justamente nossos erros que estragam nossos acertos."
"Ontem foi ontem, já passou. Hoje é hoje e é o que nos importa. Amanhã, o futuro, a Deus pertence.”
De um bom namoro sai um bom casamento. Da boa conversa, sai um bom negócio."
Samuel Klein
“Que país abençoado esse Brasil. O povo também é pacato e acolhedor. O Brasil é um país que dá oportunidades para quem quer trabalhar e crescer na vida. Cresci junto com o Brasil. Não fiquei parado vendo o país crescer.”
“De um bom namoro sai um bom casamento. Da boa conversa, sai um bom negócio.”
“O segredo é comprar bem comprado e vender bem vendido.”

"A riqueza do pobre é o nome. O credito é uma ciência humana, não exata. Não importa se o cliente é um faxineiro ou um pedreiro, se ele for bom pagador, a Casas Bahia dará credito para que ele resgate a cidadania e realize seus sonhos.”
Meu lema é confiar. Confiar no freguês, nos fornecedores, nos funcionários, nos amigos e, principalmente, em mim"
Samuel Klein
"Temos que amar o País em que vivemos. A palavra crise não existe no meu dicionário. Eu sempre comprei por 100 e vendi por 200.”
“Meu lema é confiar. Confiar no freguês, nos fornecedores, nos funcionários, nos amigos e, principalmente, em mim”.
“Eu vivo e deixo os outros viverem”
O empresário Samuel Klein e seu filho Michael Klein durante a inauguração do Centro de Tecnologia da Organização, em São Caetano do Sul, região metropolitana de São Paulo, em novembro de 2005 (Foto: Sebastião Moreira/Estadão Conteúdo/Arquivo)O empresário Samuel Klein e seu filho Michael Klein durante a inauguração do Centro de Tecnologia da Organização, em São Caetano do Sul, região metropolitana de São Paulo, em novembro de 2005 (Foto: Sebastião Moreira/Estadão Conteúdo/Arquivo)
Negócios
Em 2009, o Grupo Pão de Açúcar anunciou que havia fechado um acordo de fusão com as Casas Bahia. Segundo comunicado divulgado ao mercado na ocasiaão, o contrato visava a integração dos seus negócios no setor de varejo e de comércio eletrônico. Com isso, a associação uniu as operações do Ponto Frio (Globex), das Casas Bahia e do Extra Eletro (Grupo Pão de Açúcar) em uma única e nova sociedade.
De acordo com a nota, a empresa resultante da operação teria, na época, 1.582 lojas, em 337 municípios, incluindo super e hipermercados. As unidades estão em 18 estados e no Distrito Federal. O faturamento anualizado da Companhia em 2008 com Ponto Frio e Casas Bahia estava ao redor de R$ 40 bilhões.
No site da Via Varejo, a informação atual é de que a rede tem mais de 56 mil funcionários e 620 lojas e está presente em 17 estados (SP, RJ, ES, MG, GO, MT, MS, BA, SC, PR, SE, CE, TO, PE, RN, AL e PB), além do Distrito Federal. A marca Casas Bahia foi avaliada em US$ 420 milhões e é considerada a 6ª marca de varejo mais valiosa da América Latina e a 2ª do Brasil, segundo ranking “Best Retail Brands”, divulgado pela consultoria Interbrand.
Empresa ressalta empreendedor
Em comunicado divulgado à imprensa, a a empresa lamentou o falecimento do fundador e ressaltou seu "espírito empreendedor", destacando sua contribuição para o desenvolvimento do varejo brasileiro.

"Foi a visão e o pioneirismo de Samuel Klein na oferta de crédito às camadas populares da população que possibilitou a realização dos sonhos de milhões de famílias brasileiras", informa a nota.
Samuel Klein nasceu em Lublin, na Polônia, em uma família judaica. Aos 19 anos, foi enviado pelos nazistas a um campo de concentração. Após a guerra, viveu na Alemanha e Bolívia, até chegar a São Caetano do Sul, no Grande ABC (Foto: Divulgação/Casas Bahia)Samuel Klein nasceu em Lublin, na Polônia, em uma família judaica. Aos 19 anos, foi enviado pelos nazistas a um campo de concentração. Após a guerra, viveu na Alemanha e Bolívia, até chegar a São Caetano do Sul, no Grande ABC (Foto: Divulgação/Casas Bahia)
Samuel Klein, em imagem de destaque na página que traz seu perfil no site das Casas Bahia (Foto: Divulgação)Samuel Klein, em imagem de destaque na página que traz seu perfil no site das Casas Bahia (Foto: Divulgação)
Samuel Klein, executivo fundador das Casas Bahia (Foto: Divulgação)Samuel Klein, executivo fundador das Casas Bahia (Foto: Divulgação)
  •  
O fundador das Casas Bahia, Samuel Klein (dir.), posa com o ator e garoto propaganda da marca, Fabiano Augusto, durante a abertura da 'Super Casas Bahia', em São Paulo, em dezembro de 2004 (Foto: Eduardo Nicolau/Estadão Conteúdo/Arquivo)O fundador das Casas Bahia, Samuel Klein (dir.), posa com o ator e garoto propaganda da marca, Fabiano Augusto, durante a abertura da 'Super Casas Bahia', em São Paulo, em dezembro de 2004 (Foto: Eduardo Nicolau/Estadão Conteúdo/Arquivo
)