Parceria da Prefeitura de Colombo trará cursos técnicos integrado ao Ensino Médio em 2015


JORNALISMO PMC 4 DE DEZEMBRO DE 2014

Prefeitura e o IFPR firmam termo de cooperação para atender os jovens colombenses

Prefeita Beti Pavin assina Termo de Convênio com o Instituto Federal do Paraná para projeto de cursos técnicos profissionalizantes para a rede de ensino no município
Prefeita durante a assinatura do Termo de Convênio com o Instituto Federal do Paraná para projeto de cursos técnicos profissionalizantes para a rede de ensino no município
A Prefeita Beti Pavin assinou o termo do Convênio de Cooperação com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR) para serem desenvolvidos cursos técnicos no ano de 2015 integrados com o ensino médio. Na ocasião estavam o secretário da Indústria, Comércio, Turismo e Cultura, Antonio Ricardo Milgioransa, e os representantes do Instituto Federal do Paraná, Diretora Geral do Campus Colombo, Edilomar Leonart e o professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, da Função de Chefe de Estágios e Relações Comunitárias do Campus Londrina, Márcio Rodrigo Santos.
O objetivo do convênio é de estabelecer a cooperação mútua ampla entre o IFPR e o município, visando desenvolver em conjunto ações de ensino, pesquisa e extensão, transferência de conhecimento, formação e treinamento de recursos humanos, planejamento e desenvolvimento institucional. A partir do dia (03), data da assinatura, o termo tem validade de cinco anos, como conta a Prefeita Beti Pavin, que também descreveu sua satisfação pela parceria. “Esse projeto é bem vindo em Colombo, pois nossos jovens precisam ser trabalhados, me sinto realizada por fazer parte dessa trajetória”.
Segundo a Diretora Geral do Campus Colombo da IFPR, Edilomar Leonart, o primeiro curso ministrado em 2015 será o de Técnico de Informática integrado ao Ensino Médio, além de outros cursos oferecidos pelo Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego). “Já vínhamos trabalhando no município com os cursos oferecidos pelo Pronatec, agora é oficial através do convênio, trazendo o técnico integrado aos alunos do Ensino Médio”.
Leia mais:
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Jéssica Oliveira/PMC

Polícia prende dupla acusada de matar jovem durante Copa do Mundo em Curitiba


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

Dois rapazes foram presos nesta quinta-feira (4) acusados de participar do assassinato do jovem Guilherme Lucas da Cruz, de 21 anos. O crime aconteceu em 4 de julho, dia de jogo do Brasil na Copa do Mundo, no bairro Cajuru, em Curitiba.
dupla-homicidio-cajuru
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)
Segundo o delegado Fábio Amaro, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a vítima estava em cima de uma motocicleta, próximo a um ponto de ônibus, quando foi abordada por três homens armados com pistola e revólver. “Na ocasião, as testemunhas informaram que ouviram mais de 40 disparos. Guilherme morreu no local do crime”, disse ele em entrevista à Banda B.
Os dois suspeitos, Alisson Rafael Severo, de 21 anos, e Caíque Wesley Cândido, 19, foram capturados pela polícia. “Eles negaram a participação no homicídio, mas nós temos elementos que comprovam a participação deles. O motivo seria uma rixa que havia entre a gangue dos autores e a do irmão da vítima, um adolescente de 17 anos. O trio chegou a ver que não se tratava do alvo, mas atirou mesmo assim ‘para não perder a viagem’”, completou o delegado.
O terceiro elemento, Jeferson Samuel de Souza Pinto, 21, está foragido. De acordo com Amaro, o resultado de um exame de balística comprovou a ligação do trio ao crime. Qualquer informação sobre o paradeiro do suspeito evadido pode ser repassada para a polícia por meio do número 0800-643-1121, de forma anônima.
foragido
Jeferson Samuel de Souza Pinto está foragido. (Foto: Juliano Cunha – Banda B)






Pai e filho se ‘disfarçam’ de funcionários da Copel e furtam R$ 4 mil de idoso em Curitiba


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha
copel
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)
Dois falsos funcionários da Companhia Paranaense de Energia (Copel) foram presos após furtar R$ 4 mil de um idoso de 71 anos de idade na tarde desta quinta-feira (4). O crime aconteceu no bairro Rebouças, em Curitiba, quando pai e filho, identificados como Paulo Barbosa dos Santos, de 65 anos, e Alberto Barbosa dos Santos, de 37, chegaram na casa da vítima com crachás de uma suposta empresa ligada à Companhia.
Segundo informações da Polícia Civil, eles entraram na casa do idoso e afirmaram que uma placa do contador precisava ser trocada. A dupla cobrou R$ 350 da vítima e, em um momento de distração, um deles foi até o quarto da residência, onde encontrou R$ 4 mil em dinheiro.
Paulo e Alberto saíam do local quado o idoso percebeu o furto e parou uma viatura da Polícia Militar (PM) que passava pela rua logo após o crime. A dupla foi capturada e encaminhada para o 2º Distrito Policial, onde devem ser autuados por furto qualificado.
O pai já tem várias passagens pela polícia pelo mesmo delito em diferentes regiões do Brasil.
No Bairro Alto
Uma situação semelhante foi registrada nesta segunda-feira (1º) no Bairro Alto, em Curitiba. Os mandados de prisão e busca domiciliar foram cumpridos contra Helian José Severino Cabral, de 48 anos, e Sandro Zapella, de 42, suspeitos de furto qualificado mediante fraude.
A dupla agia do mesmo modo que Paulo e Alberto. De acordo com as investigações, no último dia 6 de novembro, ela se apresentou com um crachá de identificação da Copel para um idoso de 74 anos, morador da Rua Rio Japura. Dizendo que trabalhavam na Companhia, eles alegaram que havia um alto consumo de energia elétrica na casa da vítima e que precisavam averiguar o relógio e a geladeira da casa.

Candidato à presidência da Câmara Federal vem a Curitiba e defende aumento do salário dos deputados


Por Felipe Ribeiro e Felipe Dutra

Um dos favoritos para assumir a presidência da Câmara Federal a partir de 2014, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) esteve em Curitiba na tarde desta quinta-feira (4) e defendeu o aumento do salário dos parlamentares. De acordo com ele, a Constituição garante aos os deputados a equiparação no salário com o Poder Judiciário, no caso com os ministros do Superior Tribunal Federal (STF).
IMG-20141204-WA0009
Cunha falou com a imprensa no Aeroporto do Bacacheri (Foto: Felipe Dutra – Banda B)
“Eu não quero agradar ninguém, o que eu busco é o cumprimento do regimento, que prevê a equiparação”, afirmou Cunha. Se aprovada, a proposta faria com que os salários dos deputados, R$ 26,7 mil para R$ 29,8 mil. Mas em caso de um reajuste, o aumento poderia ser ainda maior. Hoje a Câmara já estuda uma proposta que aumenta o salário dos ministros para R$ 35,9 mil.
Em conversa com a imprensa, o candidato ainda afirmou que sua candidatura é baseada em uma vontade de independência para o Congresso Nacional. “Temos que ter um parlamento que possa ser independente, que não esteja a qualquer serviço da oposição ou submissa à vontade do executivo. Meu partido está na base do governo Dilma, mas não vamos aceitar entregar a Câmara a nenhum tipo de instituição”, garantiu.
Cunha desembarcou no Aeroporto do Bacacheri acompanhado do deputado paranaense João Arruda. Ambos seguiram para um encontro com a bancada peemedebista no Paraná. O candidato já recebeu o apoio do Solidariedade e do PSC. PTB e PR também devem declarar o apoio nos próximos dias.
Outros três candidatos
O PT já anunciou que pretende ter candidato próprio e o deputado Júlio Delgado (PSB-MG) conseguiu deve tentar viabilizar a candidatura. O líder do PDT, Félix Mendonça Júnior (BA), também articula PROS e PCdoB a formação de um bloco para concorrer à vaga.

Bebê internada em Curitiba consegue marca-passo na justiça, mas Estado doa para outra criança


Da Redaçã

A bebê Isabelly Vitória, que havia conseguido uma decisão judicial para receber um marca-passo de R$ 500 mil do Governo do Estado, teve uma surpresa que não agradou a família na tarde de quarta-feira (3). De acordo com reportagem publicada pelo Portal Bonde, o aparelho que seria entregue para a menina de um ano e três meses foi entregue para outra criança internada no Hospital Pequeno Príncipe. Moradora da Rolândia, na região metropolitana de Londrina, a bebê só pode voltar para casa com o respirador artificial de R$ 500 mil. Isabelly agora deve permanecer internada no Hospital de Clínicas até que um novo aparelho seja adquirido.
Isabelly está internada no Hospital de Clínicas. (Foto: Reprodução Facebook)
Isabelly está internada no Hospital de Clínicas. (Foto: Reprodução Facebook)
Ao Portal Bonde, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) informou que Isabelly não pode, no momento, realizar a cirurgia para a colocação do marca-passo. “A criança receberá o aparelho, mas ainda não está apta a realizar o procedimento cirúrgico, segundo a equipe médica que a atende, visto que recebeu transplante de medula recentemente e precisa estar estabilizada para a cirurgia”, explicou a secretaria.
A Sesa garantiu ainda que a decisão por atender a outra criança foi baseada em “ato médico”. “A paciente em questão já tinha todos os exames realizados e estava apta a realizar a cirurgia, que havia sido previamente marcada, antes mesmo da demanda judicial em favor”. A secretaria afirma que já fez o pedido de adiamento do prazo para adquirir um novo marca-passo para Isabelly.
Pelo Facebook, a família da menina questionou o novo prazo, já que não há uma garantia de que o aparelho será comprado. “O fato é que irá demorar meses até chegar outro e a Isabelly não tem esse tempo”, diz o relato.
Decisão
De acordo determinação da 2.ª Vara de Fazenda Pública de Londrina, o Estado deveria fornecer para o marca-passo em até dez dias, prazo que venceu no último dia 1°.
A pequena Isabelly apresentou problemas de saúde dias logo após o nascimento, ao apresentar imunodeficiência primária celular combinada grave. Ela passou por uma cirurgia de doação de medula, retirada da mãe, no mês de setembro e, desde então, foram várias foram as tentativas de retirá-la da ventilação mecânica. De acordo com a família, a situação aconteceu após a cirurgia o cérebro da pequena Isabelly passar a não responder à respiração enquanto dorme.
No Sistema Único de Saúde (SUS), a resposta era sempre a de que o equipamento não poderia ser adquirido em razão do alto custo. Sem condições de pagar pela compra e pela cirurgia, a família da criança entrou na Justiça nesta semana pedindo para que o Governo do Paraná fornecesse o marca-passo.
Doações
Para aqueles que puderem fazer doações para a família, os valores podem ser depositados na seguinte conta:
Caixa Econômica Federal:
Agência 0380
Poupança 013.00125.089-1 Wagner Roberto Mello, pai da pequena Isabelly.

MPF pede condenação de Costa, Youssef e de mais sete envolvidos na Lava Jato


Da Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça Federal que condene por lavagem de dinheiro e organização criminosa nove suspeitos de envolvimento com o esquema investigado pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF). Entre eles estão o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e o doleiro Alberto Youssef, beneficiários de acordos de delação premiada.
costa
Foto: Agência Brasil
Ao justificar o pedido, apresentado ontem (3), os procuradores federais que integram a força-tarefa do MPF alegam ao juiz federal Sérgio Moro que Costa e Youssef comandavam uma das “organizações criminosas” que fraudavam contratos da Petrobras, usando empresas reais ou de fachada para “lavar” o dinheiro obtido ilicitamente. Ao negociar o acordo de delação premiada com o qual espera atenuar uma eventual punição, Costa admitiu ter recebido suborno. Ele ocupou a diretoria da estatal petrolífera entre maio de 2004 e abril de 2012.
O MPF também pediu a condenação do sócio da empresa Sanko-Sider, Márcio Andrade Bonilho; do dono da MO Consultoria, Waldomiro Oliveira; do contador das empresas RCI Software e Empreiteira Rigidez, Antônio Almeida Silva; dos sócios da Labogen Leonardo Meirelles, Leandro Meirelles e Esdra de Arantes Ferreira; e do sócio da Piroquímica Pedro Argese Júnior. Os procuradores pediram que Murilo Tenio Barros, sócio da Sanko-Sider, seja absolvido.
Nas alegações, os procuradores afirmam que já foram encontrados elementos de que os acusados “constituíram e integraram organizações criminosas com o objetivo de obter vantagens econômicas, mediante a prática de diversas infrações penais, notadamente crimes financeiros e de lavagem de dinheiro”. A “complexa organização criminosa”, segundo os procuradores, tinha “tentáculos nacionais e internacionais” que lhes permitiram movimentar grandes quantias em dinheiro ilícito.
As investigações indicam que boa parte do valor desviado saiu dos contratos para a construção da Refinaria Abreu e Lima, em fase final de construção em Ipojuca, região metropolitana do Recife. O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou indícios de sobrepreço e superfaturamento na obra e, segundo o MPF, parte dos valores pagos a mais foi repassada aos integrantes do esquema.
Os procuradores afirmam que Costa se valia de sua influência na Petrobras para obter das empresas contratadas pela estatal, sobretudo de grandes construtoras, o pagamento de propinas. As empresas, por sua vez, recebiam diversos benefícios, incluindo a garantia de não serem posteriormente prejudicadas por futuras decisões do ex-diretor ou de funcionários a ele subordinados. Outros benefícios eram a prorrogação de contratos e a celeridade no recebimento dos serviços prestados.

Adolescente é morto a tiros e, assustada, família diz que ele era ‘de boa índole’


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha
homicidio-capao-raso
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Um adolescente de 17 anos foi morto a tiros no bairro Capão Raso, em Curitiba, na tarde desta quinta-feira (4). Wagner Pereira de Almeida estava em uma praça com os amigos, na Rua São Judas Tadeu, quando pelo menos dois ocupantes de um carro Astra vermelho passaram e dispararam contra ele.
Segundo testemunhas, Wagner tentou fugir, mesmo baleado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Chocados com a ocorrência, familiares do adolescente afirmaram que ele não tinha envolvimento com nenhum tipo de crime.
homicidio-capao-raso2
Vítima estava em uma praça com os amigos no momento do crime. (Foto: Juliano Cunha – Banda B)
“Ele era um rapaz tranquilo, de boa índole, que não tinha problemas com ninguém. Nós não fazemos ideia do que aconteceu. Ele não trabalhava no momento, mas era muito sossegado”, disse uma das parentes da vítima à Banda B.
O corpo de Wagner foi recolhido ao Instituto Médico Legal e a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deve investigar o caso.
.

Motorista alterada entrega direção a garota de 14 anos e, após batida, ‘dá show’ dizendo que é neta de juiz


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

parolin-dentro
Motorista foi encaminhada ao Dedetran por estar embriagada e dar direção para a adolescente. Foto: AN/Banda B

A motorista de um Peugeot 207 foi detida no início da manhã desta quinta-feira (4) completamente embriagada no bairro Parolin, em Curitiba. Ela entregou a direção do veículo a uma adolescente de apenas 14 anos, que colidiu contra um Passat que estava parado. A dona do carro estava transtornada e dizia ser neta de juiz e irmã de advogado.
A confusão teria começado por volta das 5 horas quando a motorista foi até a favela do Parolin buscar a adolescente de 14 anos para dar uma volta. Embriagada, cedeu a direção do veículo, de acordo com informações da Polícia Militar (PM), para essa garota que, na esquina da rua Gastão Poplave com a João Parolin, colidiu contra um carro que estava parado.
parolin
Dono do Passat estava dormindo e é coletor de materiais recicláveis. Foto: An/Banda B
“Elas estavam na subida e a dona do carro puxou o freio de mão. O carro começou a voltar e atingiu esse Passat estacionado. Quando chegamos aqui notamos que a mulher estava transtornada e embriagada. Ela será detida por dirigir assim e também por liberar o carro para uma adolescente”, contou o policial militar Reis, da Unidade do Paraná Seguro (UPS) Parolim, à Banda B.
O dono do carro estacionado, o coletor de materiais recicláveis Edilson da Silva, estava dormindo e saiu assustado ao ouvir o escândalo que a mulher fazia em frente a casa dele. A Polícia Militar (PM) foi acionada em meio aos berros de ‘sou filha de juiz e irmã de advogado’. Ela dizia que processaria o dono do Passat pelo fato de o carro estar estacionado na rua.
Policiais do Batalhão de Polícia de Trânsito (Bptran) estiveram no local para encaminhá-la a Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), onde seria submetida ao teste do bafômetro.

Tiros são disparados e em menos de uma hora dois homens são assassinados na Grande Curitiba


Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

crimes
Poucas informações foram repassadas para a PM. Foto: DB/Banda B
Em menos de uma hora, duas pessoas foram assassinadas na noite desta quarta-feira (3) na região metropolitana de Curitiba. Uma vítima está sem identificação e a outra é Ronaldo de Melo, 43 anos, que morreu próximo a um local de uso de drogas. A Polícia Civil investiga os crimes.
Por volta das 23 horas, em Fazenda Rio Grande, na avenida Venezuela, no bairro Nações, um homem de aproximadamente 38 anos foi baleado. Segundo testemunhas, passageiros de um veículo Kadet passaram atirando em direção à vítima. “Não sabemos a motivação, nem a autoria desse crime. Poucas informações foram colhidas no local”, disse o tenente Cason do 17º BPM à Banda B.
Uma equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), do Corpo de Bombeiros, esteve no local, mas o homem morreu na hora. O crime aconteceu em frente a um comércio, mesmo assim, poucas pessoas falaram com a Polícia Militar (PM).
crimes2
Família confirmou que vítima tinha envolvimento com as drogas. Foto: DB/Banda B
Pouco tempo depois, moradores foram surpreendidos por estampidos de arma de fogo em Araucária, também na região metropolitana. O segundo crime aconteceu na rua Zacarias Lemos, no Jardim Iguatemi. A Polícia Militar (PM) foi acionada e encontrou a vítima, identificada como Ronaldo de Melo, 43 anos. Ele estava caído próximo de algumas latas de cerveja. “A família confirmou que esse homem estava envolvido com as drogas há algum tempo”, contou o tenente Cason.
Melo foi atingido por diversos tiros e também morreu na hora. Moradores do local comentaram que onde o homem foi assassinado um grupo de amigos costuma se reunir para beber e consumir drogas. Ambos os corpos foram recolhidos ao Instituto Médico Legal de Curitiba e aguardam identificação oficial.

Prefeita Beti recebe prêmios no 2º Gestor Público Paraná


JORNALISMO PMC 2 DE DEZEMBRO DE 2014

Dois programas de Colombo foram destaque: Caminhar Juntos e Nosso Idoso

A Prefeita com os dois prêmios para Colombo na cerimônia de premiação da 2ª edição do Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR)
A Prefeita com os dois prêmios para Colombo na cerimônia de premiação da 2ª edição do Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR)
Por iniciativa do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná – SINDAFEP – foi realizada nesta segunda-feira (1º), no Plenário da Assembleia Legislativa, a cerimônia de premiação da segunda edição do Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR), que visa reconhecer e contemplar o desenvolvimento de boas práticas administrativas e projetos de administração pública que resultaram em benefícios para as cidades, estimulando seu crescimento social e econômico.
O município de Colombo, representado pela Prefeita Beti Pavin recebeu dois prêmios na categoria Certificado de Reconhecimento e Menção Honrosa, um pelo Programa Nosso Idoso e outro pelo Caminhar Juntos. “Me sinto muito honrada em receber esta homenagem e representar os nossos servidores que lá na ponta executam estes programas que atendem bem a nossa gente, e é isso que vale, a nossa população sendo bem assistida e assim todo mundo sai satisfeito”, pronunciou a Prefeita parabenizando todo a sua equipe.
Nesta ocasião, Beti Pavin esteve acompanhada do secretário de Planejamento, Cezar Bittencourt Júnior que aproveitou o momento e anunciou a participação do município na próxima edição do Prêmio. “Colombo tem importantes programas que beneficiam os moradores e que merecem este reconhecimento, por isso, no ano que vem estaremos inscrevendo a cidade através destes projetos que são realidade e que estão no dia a dia dos colombenses”, disse.
Já o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), enalteceu a importância do evento: “Fico muito orgulhoso de termos colaborado com a iniciativa. Sei que eles darão bons frutos, com este prêmio. Espero que eles continuem a render e trazer novas ideias, para que não haja nenhum tipo de retrocesso no caminho que abrimos”, afirmou.
A mesa de honra dos trabalhos foi presidida pelo 2º vice-presidente do Legislativo, deputado Douglas Fabrício (PPS), e integrada pelo secretário-chefe da Casa Civil, Cesar Silvestri (PPS); pelo 1º vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Vasconcelos; pelo presidente do SINDAFEP, José Carlos Carvalho; pelo coordenador geral do Prêmio, Laerzio Chiesorin Júnior; pelo diretor de Contas Municipais do Tribunal de Contas do Estado, Akichide Ogasawara; e pelos deputados Tercílio Turini (PPS) e Doutor Batista (PMN).
Beti Pavin recebe homenagens na categoria Certificado de Reconhecimento e Menção Honrosa; município concorreu com 133 projetos
Beti Pavin recebe homenagens na categoria Certificado de Reconhecimento e Menção Honrosa; município concorreu com 133 projetos
Participantes
Os projetos selecionados passam a fazer parte de um banco de dados acessível aos gestores públicos para que possam ser multiplicados em todos os municípios do estado. Nesta edição participaram 61 prefeituras, com 133 projetos nas mais diversas áreas de atuação, ultrapassando os números do ano passado, quando se inscreveram 49 municípios com 89 projetos. As premiações se distribuíram nas categorias Prêmio Especial, Prêmio Destaque Saúde, Prêmio Administração Tributária, Prêmio Tecnologia da Informação e Comunicação, Prêmio Gestor Público, Certificado de Reconhecimento e Menção Honrosa.
Após longo processo de avaliação por um comitê técnico, avaliação de campo e pela comissão julgadora, foram selecionados 36 finalistas provenientes de 30 municípios considerados detentores dos melhores projetos desenvolvidos no Paraná. “Saúde: direito do cidadão, responsabilidade do Estado” foi o tema escolhido como incentivo aos governos municipais para o desenvolvimento de políticas públicas integradoras, mas foram aceitas também promoções em qualquer área das funções de governo previstas na Portaria nº 42/99 do então Ministério de Orçamento e Gestão (MOG), como agricultura, assistência social, administração, cultura, educação, gestão ambiental, segurança pública, entre outras.
Os premiados
Foram premiados os municípios de Assaí (Formando Agentes Mirins de Saúde), Barracão (Programa de Fortalecimento da Economia Local), Bom Jesus do Sul (Programa de Fortalecimento da Economia Local), Campo Largo (Projeto Pescô e Inclusão Social de Catadores de Materiais Recicláveis), Carambeí (Alternativa de Economia Solidária e Mobilização Social), Castro (Equoterapia como Prestação de Serviço à Comunidade), Cianorte (Protocolo de Assistência aos Portadores de Feridas Crônicas – Curativos Especiais e Agroindústrias Familiares), Colombo (Caminhar Juntos e Nosso Idoso), Curitiba (Consultório na Rua: Devolvendo sorrisos, promovendo equidade, semeando possibilidades; Porto Seguro; e Serviço de Atenção Domiciliar), Fazenda Rio Grande (Procondev – Programa Contra Drogas e Violência), General Carneiro (Conjunto Habitacional Bairro Novo São João), Guairaçá (O Produtor Planta e Todos Colhem), Guarapuava (Programa Materno Infantil Mamãe Guará), Ipiranga (Ipiranga Sustentável), Ivaiporã (Programa Intersetorial de Enfrentamento às Situações de Violências), Mandaguari (Projeto Cataman – Inclusão Social, Geração de Renda e Desenvolvimento Sustentável), Marialva (O Desenvolvimento Artístico e a Promoção Cultural), Maringá (Implantação do Portal Saúde: Acesso do Cidadão ao Cartão Saúde), Nova Aurora (ÔNIBUS Digital – Inclusão Digital, Cultural e Educacional), Pinhais (Inclusão Através do Estímulo Feminino), Ponta Grossa (Trânsito: Educar para a Vida e Segurança e Prevenção nas Unidades Escolares –Brigadas de Incêndio), Rolândia (Projeto Khan Academy), Santa Mariana (Projeto de Reestruturação do Sistema Municipal de Saúde: Atendimento Médico Hospital e Atenção Básica), São Jorge do Ivaí (Centro de Atendimento e Proteção ao Idoso –CAPI), São Pedro do Paraná (Unidade de Conservação: Cuidar da Biodiversidade é Assegurar a Vida e os Direitos das Futuras Gerações), Sarandi (Projeto Eu Cuido), Santa Terezinha do Itaipu (A implantação da tecnologia dos Tablets no trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde –ACS – nos domicílios), Santo Antonio da Platina (Projeto Intervenha), Telêmaco Borba (Programa de Atenção aos Estomizados) e Wenceslau Braz (Projeto Construindo e Reconstruindo). Também foram contemplados os municípios de Dionísio Cerqueira, em Santa Catarina (Programa de Fortalecimento da Economia Local) e Bernardo Irigoyen, da Argentina (Programa de Fortalecimento da Economia Local).
O 2º PGP-PR conta com a participação especial da Assembleia Legislativa, com o patrocínio da Agência de Fomento do Paraná e da Companhia Paranaense de Gás – COMPAGÁS – e o apoio da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná –AERP, da Associação Nacional do Ministério Público de Contas – AMPCON, do Conselho Regional de Economia do Paraná –CORECON-PR, do Conselho Regional de Administração do Paraná –CRA-PR, da Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná –CELEPAR, da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB-PR, da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFA) e do Tribunal de Contas do Estado –TCE/PR.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal/PMC

Plano Diretor Municipa de Colombol começa a ser revisto e atualizado


JORNALISMO PMC 3 DE DEZEMBRO DE 2014

Serão estabelecidas e discutidas as novas diretrizes para o crescimento sustentável da cidade para os próximos anos

Da esq p/ dir.: Secretário da Fazenda, Marcio Strapasson, da Indústria e Comércio, Antonio Ricardo Milgioransa, a Prefeita Beti Pavin, do Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Mara Tosin, da Administração, Luiz Gilberto Pavin, da Agricultura e Abastecimento, Marcio Toniolo e do Planejamento, Cezar Bittencourt Junior durante reunião no gabinete da Prefeita
Da esq p/ dir.: Secretário da Fazenda, Marcio Strapasson, da Indústria e Comércio, Antonio Ricardo Milgioransa, a Prefeita Beti Pavin, do Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Mara Tosin, da Administração, Luiz Gilberto Pavin, da Agricultura e Abastecimento, Marcio Toniolo e do Planejamento, Cezar Bittencourt Junior durante reunião no gabinete da Prefeita
Aconteceu na manhã desta quarta-feira, 03, no gabinete da Prefeita Beti Pavin a primeira reunião da equipe de profissionais que irá revisar e atualizar o Plano Diretor Municipal de Colombo. Sob a coordenação da secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tania Mara Tosin, o grupo tem como trabalho estabelecer as novas diretrizes para o crescimento sustentável da cidade para os próximos anos.
Para a Prefeita Beti Pavin, que em 2004, quando também era prefeita de Colombo, elaborou o Plano Diretor, esta revisão será de extrema importância. “As necessidades e as prioridades se transformaram, foram alteradas, cresceram e portanto este momento significa que temos que prospectar o município em uma nova época, com crescimento socioeconômico para os tempos atuais e futuros, em comum acordo com as leis”, disse Beti.
Segundo a secretária e coordenadora Tania, a partir da revisão e atualização das diretrizes do Plano feitas por este grupo de trabalho e demais servidores, acontecerão as discussões com a sociedade por meio de audiências públicas. “Vamos levar para a população todas estas questões para serem amplamente discutidas, inclusive com a participação do Ministério Público, organizações não governamentais, entre outras instituições de classe”, informou.
Entre os temas que serão amplamente debatidos nestes estudo são o uso e a ocupação do solo, sustentabilidade, mobilidade urbana dos vários modais, plano de drenagem urbana, que de acordo com a coordenadora, será todo revisto respeitando o Aquífero Karst. “Precisamos continuar organizando e planejando para preservar esta grande área do Karst que temos em Colombo e que também abrange outros municípios”, pontuou Tania Mara.
Prefeita Beti e a coordenadora do grupo de trabalho, a secretária Tania Mara Tosin deliberam as primeiras ações para realizar a revisão e atualização do Plano Diretor Municipal
Prefeita Beti e a coordenadora do grupo de trabalho, a secretária Tania Mara Tosin deliberam as primeiras ações para realizar a revisão e atualização do Plano Diretor Municipal
Estas ferramentas legais, ou seja, o Plano Diretor Municipal e as leis são importantes instrumentos para fomentar a zona rural e a urbana de Colombo. E todo este trabalho interno de pesquisa e levantamento de dados será levado ao conhecimento do grande público através de reuniões/audiências públicas para um amplo debate durante todo o ano de 2015 para então ser encaminhado à Câmara de Vereadores para votação.
Fazem parte do grupo de estudos os secretários: de Planejamento, Cezar Bittencourt Júnior;  da Fazenda, Marcio Strapasson; da Agricultura e Abastecimento, Marcio Toniolo; de Meio Ambiente, José Carlos Moretes do Amaral; da Administração, Luiz Gilberto Pavin; da Indústria, Comércio, Turismo e Cultura, Antonio Ricardo Milgioransa e a Procuradora, Eliane Clara Tosin.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal/PMC

Renato Duque, ex-diretor da Petrobras, deixa carceragem da PF


Imagem: Reprodução/ G1
reprodução - g1
Do G1:
O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato de Souza Duque deixou a carceragem da Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, às 12h40, desta quarta-feira (3). Ele estava preso desde novembro, quando policiais federais cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão, da sétima fase da Operação Lava Jato, que investiga, entre outras coisas, formação de cartel para licitações, pagamento de propina e desvios milionários da Petrobras. Ele saiu acompanhado pelos advogados e não falou com a imprensa. A revogação da prisão foi concedida na terça-feira (2) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki.
Duque é suspeito de integrar um esquema de corrupção, com o envolvimento de donos de empreiteiras que tem contato com a Petrobras. De acordo com o doleiro Alberto Youssef e com o ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa, Duque era um dos beneficiados com a fraude, que resultava em formação de cartel, superfaturamento de contratos e desvio de recursos. O dinheiro, segundo as investigações, era destinado a partidos políticos e agentes públicos.
O advogado que representa Duque, Roberto Brzenzinski, afirmou que tinha confiança de que a liberdade do cliente era uma questão de tempo. “Até porque ele se encontra afastado da Petrobras há vários anos e o principal fundamento da prisão seria evitar um risco de fuga”, disse. O ministro Teori Zavascki determinou também que o ex-diretor entregue o passaporte e não deixe o país. A Justiça Federal recebeu nesta quarta-feira dois passaportes. Um deles estava vencido, e o outro tem validade de março de 2018.
No último dia 18, o juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal no Paraná, tinha convertido em preventiva (sem prazo determinado) a prisão temporária (por cinco dias, prorrogável por mais cinco) do ex-diretor da Petrobras e mais cinco presos.
Na ocasião, o juiz afirmou que havia risco de fuga para o exterior. Ele argumentou que Duque mantém uma “verdadeira fortuna” em contas bancárias fora do país. “Dispondo de fortuna no exterior e mantendo-a oculta, em contas secretas, é evidente que não pretende se submeter à sanção penal no caso de condenação criminal […]”, justificou o juiz.
No dia 20 de novembro, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com sede em Porto Alegre, havia negado um habeas corpus para Duque. Na ocasião, o desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator do pedido, rejeitou o pedido de liberdade sob o argumento de que havia “risco de reiteração criminosa”.
Segundo depoimento à Justiça Federal do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, que está em prisão domiciliar depois de ter feito acordo de delação premiada, Renato Duque foi indicado para ocupar a Diretoria de Serviços pelo ex-ministro José Dirceu, condenado pelo Supremo no julgamento do mensalão do PT.
Duque foi apontado por Costa e pelo doleiro Alberto Youssef, como participante do esquema de desvio de dinheiro e de distribuição de propinas na Petrobras. Segundo os delatores, a Diretoria de Serviços cobrava propinas de até 3% sobre o valor total de uma obra, recursos supostamente repassados para o PT e para operadores do esquema.
Ex-diretor nega acusações
Em depoimento prestado à Polícia Federal no dia 20, Duque negou participação no esquema e também disse desconhecer caso de corrupção na Petrobras. Ele duvidou das afirmações de Paulo Roberto Costa.
Em outro momento, confirmou ter recebido R$ 1,6 milhão da construtora UTC, mas disse que o valor era referente a pagamentos por serviços de consultoria que prestou após deixar a Petrobras.
O ex-diretor também negou ter conhecimento de que um subordinado dele na estatal, Pedro Barusco, tivesse recebido propina ou mesmo que mantivesse contas bancárias no exterior. Barusco assinou um acordo de delação premiada no qual se compromete a devolver mais de US$ 100 milhões.
Sobre o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, ele disse que o conhece e que esteve com ele algumas vezes. Afirmou ainda que tem empatia com o tesoureiro, mas negou que o tivesse visto na sede da Petrobras. O tesoureiro do PT foi apontado como receptador dos recursos que supostamente abasteceram o caixa do partido. Vaccari também nega ter cometido irregularidades.
O esquema investigado pela Operação Lava Jato teria movimentado cerca de R$ 10 bilhões e provocou desvio de recursos da Petrobras, segundo investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.
A sétima fase da operação, que prendeu Duque foi apelidada de “Juízo Final” e levou à prisão executivos e funcionários de nove grandes empreiteiras cujos contratos com a Petrobras somam R$ 59 bilhões.

Francischini diz que sua prioridade será o combate ao crime organizado

Fernando Francischini (04)
Anunciado por Beto Richa como novo secretário de Segruança Pública, o deputado federal Fernando Francischini afirmou que sua prioridade maxima será o combate ao crime organizaado, a quem atribui todas as mazelas, inclusive os problemas na area prisional. Sua declaração é a que segue:
“Primeiramente agradeço o convite e a confiança que o governador Beto Richa está depositando em mim. Depois de quatro anos em Brasília, como deputado federal, retorno ao Paraná tendo como uma das prioridades o combate ao crime organizado e a valorização dos profissionais de Segurança Pública. Sei da responsabilidade de comandar a Secretaria de Segurança e venho para somar ao trabalho das Polícias do Paraná”.
Fernando Francischini.

Consulado quer que angolanos cegos deixem o Brasil faltando um ano para a formatura


Por Marina Sequinel
angolanos-cegos
Jovens vieram ao Brasil em 2000, quando ainda eram crianças. Eles ficaram cegos em decorrência de uma guerra civil na Angola. (Foto: Colaboração/ Banda B)

Um grupo de dez jovens angolanos cegos pede ajuda para permanecer no Brasil depois de receber uma intimação do Consulado para voltar ao país de origem ainda neste mês de dezembro. Eles estudam no Centro Universitário Uninter, em Curitiba, e, para alguns, falta apenas um ano para o término do curso e a formatura.
“Eles vivem na capital desde o ano 2000 e foram trazidos pelo governo da Angola por meio da já extinta Fundação Eduardo Santos. Na época, eles viviam no Instituto Paranaense de Cegos. Há quatro anos, quando saíram de lá, passaram a receber uma espécie de tutela do Consulado, que os mantém financeiramente no Brasil”, explicou a professora Leomar Marchesini, da Uninter, em entrevista à Banda B na tarde desta quarta-feira (3).
Segundo ela, o problema é que eles têm o visto concedido pelo Itamaraty que os retém na condição de estudantes e, por isso, são impedidos de trabalhar. “O grupo é praticamente refém do Consulado. Em novembro, de uma hora para outra, eles receberam o aviso de que têm que voltar para a Angola, sem nenhum motivo ou possibilidade de diálogo. Eles estão com muito medo. Como vieram crianças para cá, não têm família lá e não sabem como vão viver”, completou Leomar.
Nesta segunda-feira (1º), eles receberam uma carta com a lista dos quatro primeiros a embarcarem, que incluiu três jovens que vão se formar em Direito e Pedagogia no ano que vem e uma mulher internada em um hospital psiquiátrico. “O tratamento e a medicação dela serão interrompidos. Isso é completamente desumano”, disse a professora. De acordo com ela, o grupo é admirado pelos docentes, coordenadores e colegas de curso da universidade.
Um abaixo-assinado com mais 230 assinaturas da Uninter pede a permanência deles em Curitiba. O grupo de angolanos deseja conseguir um visto de permanência que não o impeça de trabalhar para se sustentar na capital.
“Nós queremos ficar”
Prudencio Zumbica, de 24 anos, é um dos jovens cegos intimado a sair do Brasil. Estudante de Jornalismo da Uninter, ele chegou em Curitiba com apenas 10 anos de idade. “A vontade de todo o grupo é de ficar aqui. Nós recebemos mensagens da Angola dizendo que o país não possui uma boa estrutura e políticas para pessoas cegas, diferente do que encontramos aqui no Brasil. Nós fizemos amizades, criamos laços e agora eles querem tirar isso da gente”, declarou ele.
Segundo Isabel Tchicoco Dumbo, outra estudante da universidade, o Consulado deixou de pagar as mensalidades dos alunos há alguns meses e agora exige a volta deles de uma maneira injusta. “Eles alegam que nós não conseguimos concluir os nossos cursos, mas a culpa é deles, que pararam de financiar a nossa permanência. Estamos desesperados”.
Imbróglio
A professora Leomar Marchesini foi com os angolanos até a Polícia Federal na tarde de hoje. A corporação afirmou que não poderia resolver a situação e que ela deve procurar a Defensoria Pública. “Eu estou praticamente sozinha, pedindo ajuda do Ministério Público, da Vice Governadoria do Paraná, do Chefe da Imigração, de todo mundo. Agora preciso arrumar os documentos dos jovens para pedir a permanência junto ao Conselho Nacional de Imigração do Ministério da Justiça. Eu e o grupo corremos contra o tempo, porque não sabemos quando o Consulado vai chegar para tirar os jovens daqui”, concluiu ela.
O outro lado
A Banda B entrou em contato com o Consulado da Angola em Brasília por volta das 16h10 desta quarta-feira. A reportagem foi informada que o setor responsável pelo caso só funciona até as 16h e orientada a ligar novamente para o local na manhã desta quinta-feira (4). A instituição informou que não poderia dar detalhes sobre a situação.

Bandidos aterrorizam família em assalto e acabam presos após rastreador de celular levar PM até eles


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Dois bandidos foram presos na manhã desta quarta-feira (3) após aterrorizarem uma família durante um assalto a uma residência próxima ao Parque da Ciência, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com o capitão Mendes, da Polícia Militar, o celular de uma das vítimas entregou a localização dos assaltantes, que ainda tentaram fugir durante a abordagem.
“Assim que recebemos a informação do assalto, já iniciamos a busca que terminou na residência de um deles em Pinhais. Um veículo roubado estava abandonado próximo, mas percebemos a tentativa de fuga que terminou na prisão deles”, disse o capitão.
Na residência, a polícia encontrou aproximadamente 1 quilo de maconha, um revólver 38 reconhecido pelo uso do assalto.
Kawan Guilherme Cordeiro de Oliveira e Jorge da Silva Júnior, ambos de 18 anos, foram encaminhados à Delegacia de Pinhais.