Motorista bate carro e polícia encontra corpo no porta-malas


Condutor foi preso; segundo a PM, carro que fazia cobertura fugiu do local.
Vítima levou tiro na cabeça e estava com mãos e pés amarrados, diz DH.

Do G1 Rio
Homem bate carro na Zona Oeste do Rio e PM encontra corpo no porta-malas (Foto: Matheus Rodrigues / G1)Homem bate carro na Zona Oeste do Rio e PM encontra corpo no porta-malas (Foto: Matheus Rodrigues / G1)
Um corpo foi encontrado com as mãos e os pés amarrados dentro do porta-malas de um corsa preto, na manhã deste domingo (7), na altura do número 113 da Avenida Nelson Cardoso, na Taquara, Zona Oeste do Rio. Segundo a Polícia Militar, os agentes foram acionados por causa da colisão do veículo em um posto de gasolina.
De acordo com o delegado-adjunto da Divisão de Homicídios (DH/Capital) André Leiras, responsável pela investigação, a vítima também apresentava marca de tiro na cabeça. O motorista Daniel Maia de Araújo, que conduzia o veículo roubado, segundo a polícia, foi detido no local.
Suspeito que conduzia veículo foi preso no local (Foto: Matheus Rodrigues / G1)Suspeito que conduzia veículo foi preso no local
(Foto: Matheus Rodrigues / G1)
"O suspeito foi preso e será autuado em flagrante por receptação e ocultação de cadáver. Comparando com o depoimento das testemunhas, a versão dele [suspeito] não é verossímil. Além de dar continuidade nas investigações, vamos abrir um inquérito paralelo para apurar o homicídio", disse o delegado André Leiras ao G1.
O homem, que foi levado à DH para prestar depoimento e também foi preso por posse de munição de uso restrito, negou o crime aos policiais militares no local do acidente e afirmou que não sabia dirigir.
A PM informou, contudo, que um outro carro preto que fazia a cobertura do suspeito fugiu, e que o motorista escapava à pé quando a polícia chegou.
Segundo a Polícia Civil, a perícia foi realizada no local e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para identificação. Foi instaurado inquérito para apurar a autoria do homicídio.
DH realiza perícia no local (Foto: Matheus Rodrigues / G1)DH realiza perícia no local (Foto: Matheus Rodrigues / G1)

Em Imperatriz, juiz dá ordem de prisão a funcionários da TAM


Magistrado tentava embarcar em voo para Ribeirão Preto.
Três funcionários foram conduzidos ao plantão central da cidade.

Do G1 MA
Três funcionários da empresa TAM Linhas Aéreas de Imperatriz foram mandados ao plantão central da Polícia Civil, após receberem ordem de prisão de um juiz. Segundo depoimento prestado pelos funcionários na delegacia, o magistrado teria ordenado a prisão dos funcionários ao ser impedido de entrar em uma aeronave, minutos após os procedimentos de embarque serem encerrados.
O episódio aconteceu na noite de sábado (6), quando o juiz tentou embarcar em um voo para Ribeirão Preto, em São Paulo. O magistrado, então, teria ordenado as prisões e chamado a Polícia Militar, no momento em que foi comunicado que não poderia entrar no avião por causa do atraso. Após as conduções à delegacia, o juiz conseguiu o embarque, mas em uma aeronave de uma outra empresa.
G1 não conseguiu contato com o juiz. O delegado regional de Imperatriz, Francisco de Assis Ramos, informou que não vai se pronunciar sobre o assunto até esta segunda-feira (8), quando pretende apurar melhor o caso. Delegado de plantão no momento do episódio, Marcelo Fernandes informou também não querer falar a respeito e não confirmou se os funcionários da empresa foram detidos.
Em nota, a TAM informou “que está colaborando e prestando todos os esclarecimentos às autoridades”. Leia abaixo a íntegra da nota:
Leia abaixo a íntegra da nota:
A TAM informa que segue todos os procedimentos de embarque regidos pela Legislação do setor.
A empresa informa ainda que está colaborando e prestando todos os esclarecimentos às autoridades.

Casa é tomada por incêndio e fica completamente destruída em poucos minutos


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
Fotos: Antônio Nascimento – Banda B

Uma casa de madeira ficou completamente destruída na manhã deste domingo (7) após ser tomada por um incêndio na Rua Antônio Duarte Velloso, no bairro Bom Retiro, em Curitiba. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o inquilino da casa é feirante e havia deixado os filhos na casa da sogra antes de seguir para trabalhar no Largo da Ordem.
Como ninguém estava em casa no momento do início das chamas, ainda não se sabe o que teria causado o fogo.
A casa tinha mais de 60 anos e foi destruída rapidamente. Os bombeiros no local só puderam fazer um trabalho de isolamento, para evitar que o incêndio se alastrasse para outras casas e principalmente para a gráfica dos fundos.
Ninguém se feriu.

Bandidos tentam explodir caixas eletrônicos na RMC, mas vão embora sem nada


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Uma falha nos explosivos evitou uma nova explosão de caixas eletrônicos no começo da manhã deste domingo (7) em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba.
caixaeletronicocl
Foto: Reprodução Google Street View
De acordo com a polícia, eles invadiram a agência da Caixa na região central e armaram tudo para fugir com o dinheiro, mas os explosivos falharam, o que os fez desistir da ação.
Após descobrir a situação, a Polícia Militar iniciou uma busca pela região e encontrou um veículo Tucson abandonado com os explosivos.
A Polícia Federal investiga o caso.

Entre atleticanos, coxas-brancas e paranistas, 800 casais se casam na Arena neste domingo


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
Fotos: Antônio Nascimento - Banda B
Fotos: Antônio Nascimento – Banda B

Divididos entre atleticanos, coxas-brancas e paranistas, 800 casais formalizam na Arena da Baixada a união civil estável neste domingo. Enquanto do lado rubro-negro encontramos casais que se gabam por estar casando “em Casa”, do lado alviverde e tricolor a brincadeira é com o financiamento do BNDES, na qual afirmam que “a Casa é de todos”. Outro ponto curioso é a divisão de alguns dentro do próprio casal, promovendo até verdadeiros Atletibas na Arena, com uma saudável provocação.
Foto: Antônio Nascimento - Banda B
Foto: Antônio Nascimento – Banda B
“Olhe que lugar maravilhoso para a gente se casar amor, a casa atleticana”, dizia uma noiva. O noivo, por sua vez, retrucava afirmando que conhece bem o “salão de festas”, em referência ao número de vitórias coxas-brancas em Atletibas no estádio.
Além de Curitiba, outros nove municípios da Região Metropolitana são atendidos pela ação: Almirante Tamandaré, Araucária, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Colombo, Fazenda Rio Grande, Pinhais, Piraquara e São José dos Pinhais.
A celebração do casamento coletivo, com direito à benção ecumênica, encerra as atividades de 2014 do projeto Justiça no Bairro – Sesc Cidadão. A cerimônia tem a participação da Camerata Antiqua de Curitiba, regida pelo Maestro André e pelo Coral do Ministério Público e por  Músicos do Projeto Crescer – projeto social que atende crianças de Arapongas em situação de vulnerabilidade.
A celebração é presidida pela desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) e coordenadora do projeto Justiça no bairro, Joeci Machado Camargo.
A expectativa é que o evento reúna na Arena da Baixada um público aproximado de 12 mil pessoas entre noivos, convidados, colaboradores das entidades envolvidas, autoridades e imprensa. Para a entrada, também foram oferecidos à população ingressos gratuitos por ordem de chegada.
“Uma honra”
Entre os casais atleticanos, dois chamaram a atenção da reportagem da Banda B. Alexandre Zhor, de 22 anos, é atleticano e irá conhecer a Casa rubro-negra pela primeira vez no casamento. “É uma emoção muito grande, sou Furacão e moro até que perto, na Vila Parolin. Espero que o lugar nos traga muita felicidade”, disse. A noiva é Bruna, que logo ganhará o mesmo sobrenome de Alexandre.
Ariel Fernandes de Oliveira, de 34 anos, e Fabiana Aparecida Mendes, de 33, também são rubro-negros e definiram o momento como “honra”. “Estamos juntos há nove meses e agora só queremos planejar a nossa lua de mel”, disse Ariel.
.

Vigia de prefeitura é assassinado em centro poliesportivo e adolescente é apreendido pelo crime


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Um vigia da Prefeitura de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, foi assassinado no começo da noite deste sábado (6) em um centro poliesportivo do Jardim Weissópolis. De acordo com o supervisor Marcelo, da Guarda Municipal da cidade, um adolescente de 17 anos foi apreendido pelo crime.
“Ainda não sabemos o que motivou o crime, já que ele apenas confessou participação. Aparentemente a vítima era muito querida aqui no centro, mas infelizmente foi morto a facadas”, disse.
O corpo de Fakai Lee Junior, de 36 anos, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal. A Delegacia de Pinhais investiga o caso.
Almirante Tamandaré
Em Almirante Tamandaré, também na região metropolitana, Jefferson dos Santos Tibilier foi morto no Monte Santo. Segundo o cabo Damásio, da Polícia Militar, a vítima possuía um ferimento no abdômen. “Assim que chegamos no local, a vítima já estava morta, agora cabe a Polícia Civil verificar”, disse.
A delegacia da cidade investiga o caso.

Adolescente é morto a tiros e tem corpo colocado em trilho de trem para simular atropelamento


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

trilhotrem
Foto: Antônio Nascimento – Banda B
Um adolescente de 16 anos foi encontrado morto no começo da manhã deste domingo (7) em um trilho de trem do Jardim Santa Mônica, em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com o soldado Fabrício, da Polícia Militar, o condutor do trem conseguiu frear a tempo e evitou um atropelamento.
“A vítima a princípio era moradora da região e foi vítima de arma de fogo. Ainda não sabemos o que pode ter acontecido e se tinha rixa com alguém, então o caso fica agora com a Polícia Civil”, disse.
Como a vítima foi morta a tiros, acredita-se que possa ter sido colocada ali na tentativa de simular um atropelamento.
O corpo de Lucas Machado Koppen foi encaminhado ao Instituto Médico Legal. A Delegacia de Piraquara investiga o caso.

PGR revela que 11 executivos serão denunciados à Justiça Federal


Rodrigo Janot falou com exclusividade ao Jornal Nacional sobre a Operação Lava Jato.

O Ministério Público Federal vai receber, na próxima terça-feira (9), os depoimentos que o doleiroAlberto Youssef prestou ao Ministério Público Federal, no Paraná.
Em entrevista ao Jornal Nacional, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, revelou que onze executivos de seis empreiteiras serão denunciados à Justiça Federal por pelo menos cinco crimes.
Segundo informações obtidas pelo Jornal Nacional, na delação premiada o doleiro Alberto Youssef acrescentou novos nomes de políticos envolvidos no esquema de propina da Petrobras. Até agora, o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, que também fez acordo, mencionou cerca de 30 políticos, entre senadores, deputados e líderes de partidos.
Em entrevista ao Jornal Nacional, o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, disse que vai verificar se Youssef deu informações suficientes para obtenção de provas dos crimes praticados pelos envolvidos. Depois disso, vai pedir a homologação, a aprovação, do acordo de delação de Youssef, ao ministro do Supremo Teori Zavascki.
Até agora, só a delação premiada de Paulo Roberto Costa foi homologada. Além dessas duas delações, outras cinco - de lobistas e servidores da empresa - estão sendo analisadas pelo Ministério Público Federal no Paraná.

Na semana que vem, o Ministério Público vai oferecer denúncia à Justiça Federal contra onze executivos de seis empreiteiras, presos há 22 dias na Polícia Federal em Curitiba. Eles devem ser acusados pelos crimes de corrupção ativa, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, fraude a licitação e formação de cartel. Os procuradores ainda analisam se vão denunciá-los por organização criminosa.

O procurador-geral da República explicou que advogados dos executivos das empreiteiras o procuraram para verificar a possibilidade de um acordo. Foram três reuniões. Mas a defesa não concordou com o primeiro passo a ser dado nessa situação: os executivos teriam que reconhecer que praticaram crimes.
"Os crimes praticados por agentes econômicos e políticos estão sendo investigados e vão ser levados à Justiça. Essa investigação, no que se refere à parte penal, ela irá até o fundo e até as últimas consequências. Nós estamos seguindo o dinheiro e nós vamos alcançar a todos esses infratores. Que são delinquentes”, afirmou o procurador-geral da República.

Depois de terem ido à Suíça em busca de parte do dinheiro desviado, os procuradores da Lava Jato irão aos Estados Unidos para ter acesso à investigação feita pela Securities and Exchange Commission. A SEC americana equivale à Comissão de Valores Mobiliários aqui do Brasil e está investigando a Petrobras.

Irmãos adolescentes são baleados em Colombo e um deles morre na hora; outro de 14 também morreu


Por Denise Mello e Danaê Bubalo
morto colombo
Adolescente de 17 anos morreu baleado. Irmão foi socorrido em estado grave – Foto: Banda B

Dois irmãos adolescentes de 16 e 17 anos foram baleados na Rua Jacob Bertolim, no bairro São Gabriel, em Colombo, região metropolitana de Curitiba, na noite desta sexta-feira (5). Um deles morreu na hora e o outro, mais novo, foi socorrido consciente para o hospital. Ele disse que eram irmãos, mas não deu detalhes à polícia sobre o que teria ocorrido.
O crime aconteceu por volta das 22h30. Um taxista viu os dois jovens baleados na rua e acionou uma equipe da Guarda Municipal, que patrulhava o bairro. Ao chegar ao local, a equipe encontrou um adolescente de 17 anos já sem vida e o irmão dele, também adolescente de 16 anos, baleado com um tiro no ombro e outro na cabeça.
Uma equipe do Siate, do Corpo de Bombeiros, esteve no local e socorreu o adolescente em estado grave ao Hospital Cajuru. A principal hipótese é de acerto de contas porque há a possibilidade dos dois terem sido levados até o local para serem mortos.
A Guarda Municipal de Colombo patrulhou a região, mas não conseguiu encontrar os autores.  O corpo do adolescente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal e aguarda a identificação oficial.
adolescente xaxim1
Adolescente de 14 anos foi morto a tiros no Xaxim – Foto: Danaê Bubalo/Banda B
 Morte de adolescente
Já na madrugada de sábado (6), outro adolescente foi assassinado em Curitiba. Gabriel Schonato Luciano, de 14 anos, foi morto a tiros enquanto bebia em um bar com amigos no bairro Xaxim.
O crime aconteceu por volta das 4 horas. Dois homens armados chegaram no bar e atiraram apenas contra Gabriel. Ele morreu com seis tiros.
Familiares estiveram no local e informaram que ele já tinha sido preso por tráfico de drogas e o crime pode estar relacionado a um acerto de contas.
.

Desesperado, homem invade Unidade com irmão baleado nos braços e implora por socorro


Por Denise Mello e Danaê Bubalo

baledo tamndare
Momento em que ambulância chega com ferido no Hospital Evangélico – Foto: Danaê Bubalo/Banda B
Uma cena de desespero foi registrada por volta das 5h30 deste sábado (6), na Unidade de Saúde Cachoeira, em Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba. Um homem invadiu a Unidade aos gritos, levando nos braços o irmão baleado com três tiros e sangrando muito. A equipe médica prestou os primeiros socorros e acionou o Siate, do Corpo de Bombeiros para a transferência a um centro hospitalar.
O jovem foi identificado como Jairo Machado. Ele foi baleado com três tiros sendo duas balas transfixaram o peito e uma ficou alojada no corpo. Ele foi internado em estado gravíssimo no Hospital Evangélico de Curitiba.
O irmão não disse nada sobre como Machado foi baleado. A polícia foi acionada e investiga o caso.
.

Adolescente é morto a tiros e tem corpo colocado em trilho de trem para simular atropelamento


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

trilhotrem
Foto: Antônio Nascimento – Banda B
Um adolescente de 16 anos foi encontrado morto no começo da manhã deste domingo (7) em um trilho de trem do Jardim Santa Mônica, em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com o soldado Fabrício, da Polícia Militar, o condutor do trem conseguiu frear a tempo e evitou um atropelamento.
“A vítima a princípio era moradora da região e foi vítima de arma de fogo. Ainda não sabemos o que pode ter acontecido e se tinha rixa com alguém, então o caso fica agora com a Polícia Civil”, disse.
Como a vítima foi morta a tiros, acredita-se que possa ter sido colocada ali na tentativa de simular um atropelamento.
O corpo de Lucas Machado Koppen foi encaminhado ao Instituto Médico Legal. A Delegacia de Piraquara investiga o caso.

Carro fura preferencial e dois ficam gravemente feridos após acidente com ônibus em Curitiba


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
Carro ficou destruído (Foto: Antônio Nascimento - Banda B)
Carro ficou destruído (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Dois homens ficaram gravemente feridos no começo da manhã deste domingo (7) após um acidente entre um ônibus da linha Interbairros III e um veículo Gol no Bairro Alto, em Curitiba. De acordo com a polícia, o ônibus seguia pela Rua Albino Kaminski sentido terminal, quando acabou atingido pelo carro que furou a preferencial na Rua Epaminondas Santos.
Duas mulheres ficaram levemente feridas no ônibus
Duas mulheres ficaram levemente feridas no ônibus
Segundo o motorista do ônibus, Joelson Pontes, ele não viu o carro se aproximando e apenas sentiu o impacto. “O ônibus estava com cerca de vinte passageiros e só ficou com duas mulheres feridas levemente”, comentou.
Os dois ocupantes do Gol foram levados ao pronto-socorro em estado gravíssimo.
O Batalhão de Polícia de Trânsito (BpTran) seguia no local até cerca de 9 horas.

Operação para combater drogas em famosa festa rave termina com 60 pessoas na delegacia


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
Foto: Antônio Nascimento - Banda B
Foto: Antônio Nascimento – Banda B

Sessenta pessoas foram encaminhadas à delegacia na madrugada deste domingo (7) após uma operação da Polícia Militar realizada na entrada de uma famosa festa rave de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com o tenente Fábio Alessandri, assim que a polícia soube desse festival, iniciou uma grande operação na Estrada do Ganchinho, já que é rotineiro grandes apreensões de drogas nesses locais.
“Assim que tivemos conhecimento da festa, o serviço reservado da Rotam iniciou esse bloqueio e as abordagens. Encontramos uma grande quantidade de entorpecentes e todos eles agora irão responder”, comentou.
Entre os 60 levados para a delegacia, 27 foram presos por tráfico de drogas, 30 assinaram termos circunstanciados e três adolescentes terminaram apreendidos. A pessoa que mais chamou a atenção da polícia foi uma mulher que escondeu quatro tubos de lança perfume no órgão genital para tentar não ser descoberta. Como o festival é bastante famoso, os presos vieram de várias partes do Paraná e de Santa Catarina.
Com eles, a polícia totalizou uma apreensão de 780 ml de clorofórmio, mais de 200 comprimidos de ecstasy, 37 lança-perfumes, 100 cigarros de maconha (214g), 21 buchas de cocaína e 76 papelotes de LSD, além de uma porção de haxixe.
Dos dois adolescentes apreendidos, dois estavam com documentos falsos.