Filha de Whitney Houston é encontrada inconsciente na banheira, diz site


D UOL, em São Paulo*

  • Reprodução
    Bobbi Kristina Brown, filha de Whitney Houston
    Bobbi Kristina Brown, filha de Whitney Houston
A filha de Whitney Houston, Bobbi Kristina, 21 anos, foi encontrada inconsciente na banheira de sua casa na Geórgia, nos Estados Unidos, neste sábado (31). Segundo fontes próximas da família, a jovem está em coma induzido por conta de um edema cerebral. As informações são do site TMZ.
Bobbi Kristina estava de bruços na banheira quando foi encontrada nesta manhã. A polícia revistou a casa atrás de drogas, mas nada foi encontrado, segundo informou o site. Detetives estão apurando as causas do acidente.
O marido da jovem, Nick Gordon, e um amigo do casal teriam localizado o corpo de Bobbi e tentado reanimá-la. Assim que a polícia e os paramédicos chegaram, eles reanimaram a jovem e a levaram para um hospital de Atlanta. Ainda não se sabe o motivo pelo qual Bobbi estava desacordada. 
Lisa Holland, porta-voz do departamento de polícia de Atlanta, afirmou que Bobbi está viva. "Neste momento, ela ainda está viva no hospital", afirmou.
A mãe da cantora Whitney Houston, Cissy, teria dito que tinha medo de que a neta morresse como a cantora, usando drogas e sob más influências. Cissy pretendia impedir a neta de ter acesso aos milhões de dólares que herdaria de Whitney. As informações também são do site TMZ.
Fontes próximas a Cissy dizem que ela acha que Bobbi está rodeada por inúmeras influências negativas, incluindo seu marido Nick Gordon  e o pai, o músico Bobby Brown. 
Em fevereiro de 2012, o corpo de Whitney Houston foi encontrado nua e de bruços na banheira de um hotel em Beverly Hills. A cantora  morreu afogada após ingerir um coquetel de drogas e álcool, informaram os médicos forenses de Los Angeles. 
*Com informações da Associated Press

Políticos na berlinda


unnamed
Merval Pereira
À medida que vai se aproximando a hora da divulgação da lista dos políticos envolvidos no escândalo do petrolão, é interessante notar o cuidado com que o Ministério Público trata a questão. Além de ter resguardado o máximo possível as denúncias contra dos parlamentares e atores políticos de maneira geral, deixando para a última parte da operação a revelação da atuação de cada um, no seu blog pioneiro, onde explica a origem da operação e dá os detalhes, inclusive com gráficos, de como funcionava o esquema debelado pelo que consideram “a maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro que o Brasil já teve”, o Ministério Público atribui a organização do esquema às empreiteiras, e não ao governo, como as empreiteiras acusam.
Seguindo esta mesma linha, em ofício ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) o juiz federal Sérgio Moro, que conduz todas as ações da Operação Lava Jato, disse que “a única alternativa eficaz” à prisão, para afastar o risco à ordem pública, seria suspender todos os contratos das empreiteiras envolvidas no escândalo com a Petrobrás e com todas os outros setores da administração pública. Mas os empreiteiros decidiram partir para o ataque, enquanto pensam se fazem ou não a delação premiada. Suspeito de fazer parte do que os
Promotores estão chamando de “clube do cartel”, o vice-presidente da Mendes Júnior, Sérgio Cunha Mendes, alega que foi montado um “esquema de achaque” na estatal. Também o vice-presidente da empreiteira Engevix, Gerson de Mello Almada falou em “compra da base aliada do governo” a partir dos desvios feitos.Segundo ele, “a antes lucrativa sociedade por ações, a Petrobras, foi escolhida para geração desses montantes necessários à compra da base aliada do governo e aos cofres das agremiações partidária”. O “esquema de achaque” também foi citado na defesa de Erton Medeiros Fonseca, da Galvão Engenharia.
Os Procuradores também informam que o esquema dura “pelo menos dez anos”, o que o coloca dentro dos governos petistas a partir de 2005, ano justamente em que o mensalão, outra maneira de financiar partidos políticos da base aliada do governo, foi denunciado. Mas não fazem a ligação entre os casos e tratam do financiamento de partidos políticos como uma consequência, e não como o objetivo central do esquema.
Na avaliação dos Procuradores, o volume de recursos desviados dos cofres da Petrobras está na casa de bilhões de reais, mas a operação tem alcance intangível de peso, ou seja, “a expressão econômica e política dos suspeitos de participar do esquema de corrupção que envolve a companhia”. O “imenso esquema criminoso de corrupção envolvendo a Petrobras” é descrito como tendo à frente “grandes empreiteiras (como Engevix, Mendes Júnior, OAS, Camargo Corrêa, UTC e Galvão Engenharia) (que) pagavam propina para altos executivos da estatal e para outros agentes públicos”.
A propina era paga para superfaturar contratos e obter outros benefícios, e segundo o relato dos Procuradores, “um dos principais modos de operação do esquema investigado nessa segunda etapa era o superfaturamento de contratos por um cartel de empreiteiras que cooptou funcionários do alto escalão da Petrobras, pagando-os por meio dos operadores financeiros”.
Segundo a definição oficial, as empreiteiras se cartelizaram em um “clube” para substituir uma concorrência real por uma concorrência aparente, com “o preço, inflado em benefício privado e em prejuízo dos cofres da estatal”. Os funcionários “cooptados” não só se omitiam em relação ao cartel, do qual tinham conhecimento, mas o favoreciam, restringindo convidados e incluindo a ganhadora dentre as participantes, em um jogo de cartas marcadas.
As empreiteiras pagavam propinas para funcionários do alto escalão da Petrobras de 1% a 5% do valor dos contratos, dinheiro que era repartido entre os funcionários, partidos políticos, membros do Congresso Nacional e operadores. As empreiteiras e operadores disfarçaram o pagamento da propina na forma de pagamento por serviços a empresas de fachada.
Tendo sido achacadores de empreiteiras ou cooptados por elas, o fato é que os políticos que receberam dinheiro do esquema começarão a ser denunciados nos primeiros dias de fevereiro, quando justamente começa a nova Legislatura e estarão eleitos os novos presidentes da Câmara e do Senado. Há uma boa chance de que eleitos para a nova direção da Câmara e do Senado apareçam na lista do Ministério Público a ser apresentada pelo Procurador-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal.
Aí começará realmente o problema político para o governo.

Ovacionado em pesagem, Anderson Silva se emociona: "Essa é a minha vida"


Spider bate peso, assim como Nick Diaz, e luta deste sábado está confirmada. John Lineker e Kelvin Gastelum ficam acima do limite de suas divisões na pesagem

Por Las Vegas
Anderson Silva foi ovacionado pelo grande público brasileiro presente na pesagem do UFC 183, na tarde desta sexta-feira em Las Vegas (noite no Brasil). O Spider cumpriu sua obrigação, bateu o peso dos médios no limite para lutas em que não há cinturão em jogo (84,4kg) e confirmou o duelo contra Nick Diaz, que marcou 83,9kg. O ex-campeão da categoria contou com o apoio dos torcedores, que o embalaram aos gritos de "O campeão voltou!", e subiu na balança com os olhos aparentemente marejados.
- Estou muito feliz. Quebrei minha perna um ano atrás, e minha família disse para eu não voltar. Mas essa é a minha vida. Amanhã vou lutar e fazer um grande combate para todo mundo aqui. obrigado a todos, quero agradecer a todos vocês - disse o brasileiro.
encarada, Anderson Silva, UFC 183 (Foto: Evelyn Rodrigues)Anderson ficou, aparentemente, com os olhos marejados durante a pesagem (Foto: Evelyn Rodrigues)

Nick Diaz, outro queridinho dos fãs, também foi bastante aplaudido, mas ouviu o famoso "Uh! Vai morrer!". Após se pesarem, os dois fizeram uma encarada tranquila, assim como todas as anteriores entre eles, com direito até a um abraço antes de deixarem o palco.
O ponto negativo da pesagem do lado verde-amarelo foi a nova falha de John Lineker na missão de bater peso. Ele marcou 59kg, cerca de 2kg acima do limite dos moscas sem valer título, e foi multado em 30% de sua bolsa. Seu adversário, Ian McCall, ficou no limite (57,1kg) e o provocou na hora da encarada. Lineker reagiu, os dois discutiram e foram separados por Dana White, presidente do Ultimate. O brasileiro terá duas horas para perder o peso extra.

Além do "Mão de Pedra", mais um lutador não bateu o peso, e foi por muito: Kelvin Gastelum. O americano bateu 81,6kg na balança e ficou cerca de 4kg acima do limite dos meio-médios (77,5kg). O detalhe é que Gastelum teve de ir ao hospital horas antes da pesagem após se sentir mal. Tyron Woodley, que vai enfrentá-lo, marcou 77,3kg e fez sua parte. O duelo foi confirmado mesmo assim, e Gastelum perdeu 30% da bolsa.
Outro brasileiro surpreendeu na pesagem, mas de forma diferente. Podendo chegar até 66,2kg, limite dos penas, Diego Brandão marcou apenas 64,4kg e motivou caras espantadas de Dana White, do matchmaker Joe Silva e do apresentador Joe Rogan.

No duelo de brasileiros, Rick Monstro e Ildemar Marajó se cumprimentaram a princípio, mas fizeram dura encarada e deixaram o palco em clima tenso. Rafael Sapo e Tom Watson tiveram de ser separados por Dana White. Por outro lado, Thiago Alves e Jordan Mein, assim como Thales Leites e Tim Boetsch, todos do card principal, mostraram bastante respeito no cara a cara e não deram trabalho ao chefão do evento.

O UFC 183 ocorre neste sábado e terá transmissão ao vivo do Combate a partir de 21h30 (de Brasília). O Combate.com fará o acompanhamento de todos os detalhes em Tempo Real, incluindo programa especial ao vivo sobre a volta de Spider com a participação dos lutadores convidados Vitor Miranda e Elias Theodorou e do treinador Sérgio Cunha.
UFC 183
31 de janeiro, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL
Peso-médio (até 84,4kg): Anderson Silva (84,4kg) x Nick Diaz (83,9kg)
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Kelvin Gastelum (81,7kg*) x Tyron Woodley (77,3kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Joe Lauzon (70,8kg) x Al Iaquinta (70,8kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Thales Leites (84,4kg) x Tim Boetsch (84,1kg)
Peso-meio-médio (até 84,4kg): Thiago Alves (77,6kg) x Jordan Mein (76,9kg)
CARD PRELIMINAR
Peso-galo (até 61,7kg): Miesha Tate (61,5kg) x Sara McMann (61,5kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Ed Herman (84,4kg) x Derek Brunson (84,4kg)
Peso-mosca (até 57,2kg): Ian McCall (57,2kg) x John Lineker (59kg*)
Peso-médio (até 84,4kg): Rafael Natal (84,1kg) x Tom Watson (84,4kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Diego Brandão (64,4kg) x Jimy Hettes (66,2kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Ildemar Marajó (83,9kg) x Rick Monstro (84,1kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Thiago Marreta (84,1kg) x Andy Enz (84,4kg)

Em concurso, vice não aceita derrota e arranca coroa de Miss Amazonas


Sheislane Hayalla criticou vitória de Carol Toledo: 'Ela não mereceu!', disse.
Campeã evitou falar sobre ocorrido e comemorou vitória.

Marcos DantasDo G1 AM
A edição 2015 do concurso Miss Amazonas terminou em confusão na noite de sexta-feira (30). Ao ouvir o resultado, que deu a vitória à Carol Toledo, a segunda colocada, Sheislaine Hayalla, arrancou a coroa da vencedora. A reação da vice causou tumulto e corre-corre no Centro de Convenções Vasco Vasques - Zona Centro-Oeste de Manaus -, onde foi realizado o concurso. VEJA A GALERIA DE FOTOS DO MISS AMAZONAS
Ao G1, Sheislane disse que não aceitou o resultado. "Simplesmente, em Manaus, é o dinheiro que manda e eu estou mostrando para o povo amazonense que o dinheiro não manda aqui. Ela não mereceu!", reclamou a concorrente.
Antes da confusão, campeã e vice aguardaram o resultado de mãos dadas (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)Antes da confusão, campeã (de azul) e vice (de vermelho) aguardaram o resultado de mãos dadas (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)
A reportagem chegou a procurar a organização do concurso, que não quis falar sobre o ocorrido e nem sobre uma possível punição a Sheislane. As finalistas do segundo ao quinto lugar devem participar de concursos ao longo do ano.
Vitoriosa, Carol não fala sobre "coroa arrancada"
A vencedora não quis comentar a confusão e preferiu falar sobre a vitória. "É uma emoção inexplicável. Eu não tenho palavras para descrever o que estou sentindo. É um frio na barriga muito gostoso. É uma honra poder representar o meu estado no Miss Brasil. Eu vou honrar com toda a garra e o povo amazonense vai ter muito orgulho de mim", garantiu.
Carolina Toledo foi a grande vencedora do Miss Amazonas 2015 (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)Carolina Toledo foi a grande vencedora do Miss Amazonas 2015 (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)
Aos 20 anos, Carol deve representar o Amazonas na versão nacional do concurso. Em entrevista, ela disse que deve começar logo a preparação para ser escolhida a mulher mais bonita do Brasil. "Uma Miss não pode ter só beleza. Além do carisma, ela tem que ter uma representação ativa na sociedade e é por isso que estou aqui. Não sou só um rostinho bonito. Quero me engajar em muitas causas sociais, mas o primeiro passo é comemorar com a minha família. Eu não estaria aqui se não fosse por eles", enfatizou.
*Colaborou Clayton Pascarelli, da TV Amazonas
Sheislane Hayalla no desfile com traje de gala (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)Sheislane Hayalla não aceitou ter tirado o segundo lugar no concurso (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)

Confusão em presídio do Recife deixa um detento morto e quatro feridos


Preso morreu após dar entrada em hospital da Zona Oeste da capital.
Tumulto neste sábado ocorreu devido à demora na entrada das visitas.

Do G1 PE
Uma confusão no Complexo Prisional do Curado (antigo Aníbal Bruno), na Zona Oeste do Recife, neste sábado (31), deixou um detento morto e quatro feridos, conforme a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres). O secretário Éden Vespaziano informou que será aberto um inquérito para apurar as circunstâncias da morte do preso. A vítima foi David Bezerra dos Santos, 20 anos, interno do Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (Pjallb), que morreu ao dar entrada no Hospital Otávio de Freitas, na mesma região. A unidade de saúde também recebeu outros dois feridos, Alisson Avelino da Silva, 21, e Diogo Santos de Lima, 20, que vão passar por cirurgia. Mais dois detentos foram atendidos na enfermaria do próprio complexo, com ferimentos leves.
Detentos protestam contra demora na entrada das visitas (Foto: Luna Markman/G1)Detentos protestaram contra demora na entrada das visitas
(Foto: Luna Markman/G1)
Revoltadas com a demora para o início das visitas íntimas, muitas mulheres começaram a gritar e provocar tumulto na frente do portão do Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros, que faz parte do conjunto. A revolta incentivou os detentos a se rebelarem, iniciando uma confusão na manhã deste sábado (31). Os presidiários jogaram pedras contra parte da guarda interna, que revidou com gás de pimenta, bombas de efeito moral e balas de borracha.

O tumulto começou por volta das 7h30 e foi contido no fim da manhã, pelos próprios agentes penitenciários. O Batalhão de Choque da PM foi acionado, mas não precisou entrar na unidade. A Cioe também foi chamada. A equipe chegou a entrar no presídio, no entanto, segundo o secretário, não realizou nenhuma atividade.
"Nós tivemos um movimento causado pela demora na entrada dos familiares. Infelizmente, nós tivemos um óbito e quatro feridos, sendo dois atendidos na nossa enfermaria e dois que seguiram para o Otávio de Freitas. Está sendo feito o levantamento no hospital sobre a causa da morte, mas deve ter sido durante a contenção", disse o secretário.

A demora na entrada das visitas ocorre porque os agentes penitenciários iniciaram a Operação 100% Legal neste sábado. Eles estão cumprindo as regras para revistas de visitantes como determina a legislação, como início das visitas às 8h30 e proibição da entrada de comida levada pelos parentes. A restrição revoltou visitantes e detentos.
PMs da Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe) entraram na unidade no fim da manhã para fazer uma revista (Foto: Luna Markman/G1)PMs da Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe) entraram na unidade no fim da manhã (Foto: Luna Markman/G1)
"Desde 2011 existe um acordo coletivo firmado entre o governo e sindicato de que, pela quantidade reduzida de agentes penitenciários, a entrada das visitas seria às 8h30. O secretário [Pedro Eurico, de Justiça] prometeu uma coisa que a gente não poderia cumprir: a entrada às 7h. Com a demora, as mulheres começaram a gritar e a balançar o portão. Aí os presos começaram a jogar pedras e teve início a confusão", explicou o vice-presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores no Sistema Penitenciário do Estado de Pernambuco (Sindasp-PE), João Carvalho.
A decisão da categoria de iniciar a Operação 100% Legal foi tomada após assembleia realizada na última quinta (29), no bairro da Boa Vista, área central do Recife. A assessoria de imprensa do Sindasp-PE informou que ela será mantida no domingo (1º).
'Operação intransigente'
Segundo Vespaziano, a entrada das visitas neste domingo será realizada a partir das 7h. "Nós estamos em um momento de emergência no sistema prisional, e a portaria que estabelece a entrada a partir das 8h30 é do secretariado, que, inclusive, ontem [sexta], já foi mudada para que a entrada seja às 7h. Nós estamos em um momento de crise, que nos força a agilizar a entrada e contamos com o apoio do sindicato. A operação padrão é, de certo modo, intransigente", disse.
Sobre a informação do sindicato que havia apenas 3 a 4 agentes de plantão para coordenar a entrada das visitas, o secretário assegurou que o plantão tinha seis agentes e estava reforçado com agentes do setor administrativo e homens da Goes, totalizando 10 pessoas.
O secretário informou que a contenção do tumulto foi necessária para evitar fugas, mas o que foi usado neste controle ainda será apurado. Há informações que os agentes usaram gás lacrimogêneo, bombas de efeito moral e balas de borracha.
Após confusão na manhã deste sábado, toldos começaram a ser montados para abrigar os visitantes (Foto: Luna Markman/G1)Após confusão na manhã deste sábado, toldos começaram a ser montados para abrigar parentes de detentos (Foto: Luna Markman/G1)

Emergência no sistema penitenciário
Na última quarta (28), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), declarou estado de emergência no sistema penitenciário e determinou intervenção do Centro Integrado de Ressocialização de Itaquitinga, que está com as obras paradas há cerca de um ano e meio. O decreto com as medidas foi publicado no Diário Oficial da sexta (30). Em nota, o Executivo Estadual destacou que “tais medidas se dão em face à atual situação de tensão vivenciada no sistema prisional”.

Na semana passada, o Complexo de Presídios do Curado (antigo Aníbal Bruno), o maior de Pernambuco, situado na Zona Oeste do Recife, registrou uma rebelião que durou três dias, deixando o saldo de três mortos e dezenas de feridos. Um sargento da PM foi assassinado durante o motim e um dos detentos foi decapitado. Os três presídios do Curado têm capacidade para 1.800 presos, mas atualmente abrigam 7.000.
PMs de batalhões especiais foram acionados e estão em frente ao complexo de presídios, no Recife (Foto: Luna Markman/G1)PMs de batalhões especiais foram acionados para o complexo de presídios no Recife (Foto: Luna 

Em noite de muito samba, Curitiba elege o Rei Momo e as Rainha do Carnaval 2015


Da FCC

Em uma noite de muito samba na Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio, a comunidade carnavalesca da cidade escolheu na sexta-feira (30), Rubens Marques da Silva e Rosângela Amaral Gonçalves como Rei e Rainha do Carnaval 2015. Embalados pela bateria do Mestre Divino, da Escola Imperatriz da Liberdade, 10 candidatos disputaram a coroa de Rei Momo e 7 concorrentes desfilaram pelo título de Rainha do Carnaval de Curitiba.
carnaval
Foto: Divulgação
Com muita simpatia, desenvoltura e samba no pé, Rubens, 36 anos, ganhou a preferência dos dez jurados e será o representante máximo do Cortejo Real em 2015. “Estou muito feliz! Espero estar a altura do grande carnaval que a cidade organizou”, disse o paulistano que já foi Rei Momo de Curitiba em 2013.
Concorrendo pela primeira vez, a passista da Imperatriz da Liberdade, Rosangela Amaral Gonçalve desfilará nos eventos oficiais do Carnaval 2014 ao lado das princesas Paula Carolina Mello Galvão e Mayara Eustachio Jorge. “É o melhor dia da minha vida. Vou me empenhar ao máximo para fazer bonito na Marechal”, revelou a paranaense de Ivaiporã.
O presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli, comemorou o sucesso do evento e trabalho da FCC em resgatar as raízes e tradições carnavalescas. “Ano pasado voltamos para a Marechal, este ano escolhemos o cortejo aqui Sociedade 13 de Maio, o segundo clube negro do Brasil, berço do samba de Curitiba. Com muita energia e diversidade estamos mostrando que Curitiba tem Carnaval sim senhor”.
A escolha do Cortejo Real foi apenas o primeiro evento do carnaval curitibano deste ano. Agora, o Rei Momo, a Rainha e as Princesas passam a representar o carnaval da cidade, animando os ensaios das escolas de samba, os bailes populares e o desfile das escolas de samba de Curitiba Marechal Deodoro que acontecerá no dia 14 de fevereiro na Marechal Deodoro.
Apoios
O Carnaval de Curitiba 2015 é uma realização da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC). Tem patrocínio da Fusion e apoio cultural da Rádio Banda B, RPCTV, Club Vibe, AIMEC, Paleteria Mexicana e Jornal Batucada. A programação do Carnaval 2015 está sujeita a alterações. Acompanhe o site da FCC (www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br) para saber mais detalhes e outras atualizações.

Acidente envolvendo 20 veículos deixa 11 pessoas feridas em rodovia em SP


Apesar do acidente, não há lentidão na rodovia graças à desvio.
Equipes de resgate estão no local prestando socorro às vítimas.

Do G1 Santos
Acidente com 20 veículos na Cônego Domenico Rangoni deixou feridos (Foto: Roberto Strauss/G1)Acidente com 20 veículos na Cônego Domenico Rangoni deixou feridos (Foto: Roberto Strauss/G1)
Um acidente envolvendo 20 veículos na Rodovia Cônego Domenico Rangoni, na altura de Cubatão (SP), no sentido Guarujá deixou 11 pessoas feridas na tarde deste sábado (31). De acordo com a Ecovias, responsável pela administração da rodovia, 14 carros, uma moto e cinco caminhões se envolveram no acidente, que aconteceu no km 262. As 11 vítimas foram encaminhadas ao Pronto Socorro Central do município.
Inicialmente, um engavetamento envolveu nove carros, uma moto e três caminhões. Na sequência, outros cinco carros e três caminhões não conseguiram frear e também se acidentaram.
De acordo com a Prefeitura de Cubatão, 10 das vítimas 11 foram encaminhadas ao PS Central com ferimentos leves e uma delas passa por exames médicos. Segundo a Ecovias, não há trânsito no local por conta de um desvio pouco antes do trecho onde aconteceu o acidente.
Acidente da Cônego Domênico Rangoni deixa ao menos seis feridos (Foto: Roberta Figueiroa dos Santos/VC no G1)Acidente da Cônego Domênico Rangoni deixa ao 11 feridos (Foto: Roberta Figueiroa dos Santos/VC no G1)
Acidente com 20 veículos na Cônego Domenico Rangoni deixou feridos (Foto: Roberto Strauss/G1)Acidente com 20 veículos na Cônego Domenico Rangoni deixou feridos (Foto: Roberto Strauss/G1)
Acidente com 20 veículos na Cônego Domenico Rangoni deixou feridos (Foto: Roberto Strauss/G1)De acordo com a Ecovias, acidente não gerou trânsito na rodovia (Foto: Roberto Strauss/G1)
Acidente deixou seis pessoas feridas em rodovia (Foto:  Roberta Figueiroa dos Santos/VC no G1)Acidente deixou 11 pessoas feridas em rodovia (Foto: Roberta Figueiroa dos Santos/VC no G1)

Estado Islâmico divulga vídeo com execução de jornalista japonês


Não foram divulgadas informações sobre o refém jordaniano. 
Os governos do Japão e da Jordânia ainda não se pronunciaram.

O


grupo extremista Estado Islâmico divulgou uma gravação, na internet, com a execução do jornalista japonês Kenji Goto.
Na gravação, o terrorista, que fala em inglês com sotaque britânico, afirma que o Ocidente e o governo japonês são os responsáveis pela morte do jornalista Kenji Goto.
As imagens foram divulgadas em páginas ligadas a grupos extremistas.

Nessa sexta-feira (30), venceu um prazo dado pela milícia para que uma iraquiana, condenada à morte na Jordânia por participação em atos terroristas, fosse libertada.
Em troca, o grupo prometia libertar Goto e um piloto jordaniano, capturado no ano passado. Não há informações sobre o piloto.
Os governos do Japão e da Jordãnia ainda não se pronunciaram. O governo dos Estados Unidos diz que ainda está confirmando a autenticidade do vídeo, mas já expressa solidariedade ao governo do Japão, e exige a libertação de todos os reféns do Estado Islâmico.

Jovem detido por morte de GCM em SP confessa crime em vídeo da polícia

Crime aconteceu na manhã de quarta-feira (28), na Avenida Nordestina.
'Disparei 5 tiros. Não sei quantos ela tomou', afirmou o rapaz de 14 anos.


VEJA O VÍDEO clique aqui
Do G1 São Paulo





O adolescente de 14 anos apreendido nesta sexta-feira (30) por suspeita de matar a guarda-civil metropolitana Ana Paola Teixeira, de 38 anos, confessou o crime, como mostrou a reportagem do SPTV neste sábado (31). O rapaz afirmou, em depoimento gravado pela polícia, que disparou cinco tiros na vítima e não no filho dela, que também estava no carro. “Não atirei na criança, não. Atirei nela só, que fez o disparo em mim”, disse.
De acordo com o jovem, o disparo feito por Ana Paola quase acertou seu rosto. “Nós estávamos passando com o carro e a gente avistou um carro que estava estacionado com o vidro fechado. A gente parou o carro na outra rua. Assim que eu desci, a vítima já tinha aberto o vidro. Eu já estava chegando, ela sacou a arma, fez um disparo e quase acertou na minha cara. Eu fiz os outros disparos nela. Eu disparei cinco tiros. Dei cinco, não sei quantos ela tomou.”
A polícia encontrou uma arma escondida na casa da mãe do adolescente. Outro homem também foi preso nesta sexta-feira (30) por suspeita de participação no crime, que aconteceu na manhã de quarta-feira (28) na Avenida Nordestina, Zona Leste de São Paulo. 
O adolescente vai ser levado para a Vara da Infância e da Juventude na segunda-feira. Ele já esteve preso na Fundação Casa por roubo e furtos. Guardas municipais também descobriram que o mesmo grupo roubou uma moto dia antes do crime. O adolescente foi reconhecido pela vítima, segundo a polícia.
Criminoso dispara em guarda-civil na Zona Leste de São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo)Criminoso dispara em guarda-civil na Zona Leste de São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo)
O crime
Câmeras de segurança de uma empresa registraram o assassinato da guarda-civil. Às 6h35, ela encostou o carro no estacionamento de uma loja na frente da casa dela. O menino estava no banco de trás do automóvel. Ana Paola esperava o transporte escolar e depois iria trabalhar.
As imagens mostram que um homem se aproximou e sacou uma arma. Houve uma troca de tiros. O criminoso saiu correndo e depois voltou. O ladrão colocou metade do corpo dentro do carro, pegou a arma de Ana Paola e fez novos disparos. O menino saiu do carro e pediu ajuda. Dois homens pararam para socorrer.
O marido de Paola chegou correndo. Ele viu a mulher baleada e, no desespero, chegou a cair. "Eu escutei os disparos, olhei na porta da sacada e vi meu filho João com os braços erguidos", contou o marido, José Roberto da Silva. Ele a levou para o Hospital Tide Setúbal, em São Miguel Paulista, também na Zona Leste, onde Ana Paola acabou falecendo.
O filho não foi atingido. A polícia suspeita que, ao avistar o uniforme da Guarda Civil Metropolitana, o criminoso disparou. A guarda-civil trabalhava na corporação havia 14 anos. Além do menino, de 7 anos, ela tinha uma filha de 3 anos.