Mulher com mandado de prisão é detida ao pedir certidão criminal negativa na RMC


Da Redação com PRF


Um policial rodoviário federal cumpriu um mandado de prisão logo após ter saído de uma audiência judicial no Fórum de Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba. Inusitado, o episódio aconteceu no final da tarde desta terça-feira (13/1). Logo após ter deixado a sala de audiência, o policial rodoviário federal, que prestava depoimento relacionado a um outro processo, foi acionado por uma funcionária do tribunal para cumprir o mandado.
mulher
(Foto: Divulgação PRF)
A pessoa presa é uma mulher de 33 anos de idade que havia procurado o órgão do poder Judiciário para obter uma certidão criminal negativa. Ocorre que havia contra ela um mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça no último dia 11 de dezembro.
De acordo com informações dadas à PRF pela própria presa, ela teria brigado com a mãe, idosa, e foi presa em flagrante, acusada de lesão corporal, no dia 10 de dezembro. Pagou fiança de um salário mínimo e deixou a carceragem na mesma noite. No dia seguinte, sairia a decisão relativa à prisão preventiva.
A ocorrência foi encaminhada pela PRF para a Delegacia da Polícia Civil em Campina Grande do Sul.