Mais corajoso que muito deputado da situação, Requião Filho condena agressão sórdida a Fernanda Richa


unnamed
De onde menos se espera muitas vezes colhemos surpresas. O deputado Requião Filho, adversário mais aguerrido de Beto Richa na Assembleia Legislativa, teve uma atitude louvável e corajosa. Deixou de lado o confronto com Richa e saiu em defesa de Fernanda Richa, exposta à execração pública pela RPC/Globo que divulgou uma denúncia anonima contra a mulher do governador.
A emissora de TV é de propriedade dos Cunha Pereira, Guilherme e Ana Amélia, e vem sendo usada em campanha acirrada contra o governador Beto Richa, revelando posição que ultrapassa o jornalismo e, por se valer de expedientes como a denúncia anônima, se situa no campo do enfrentamento de inimigos políticos e agora pessoais.
Requião Filho, diga-se, teve mais coragem e caráter que a maioria dos deputados da base de apoio de Beto Richa que se acoelharam e não se manifestaram sobre a agressão sórdida sofrida por Fernanda Richa.
“Fernanda é secretaria de Estado, é mãe e merece pelo menos de nossa parte o mínimo de escrúpulos ao tratarmos de uma denuncia que sequer tem autores. Não é assim que devemos tratar a politica no Paraná. Esta denúncia já vem com vicio e devemos tomar todo o cuidado para que não se jogue aos quatro ventos, manchando uma imagem de Fernanda”, disse o deputado.
Segundo Requião Filho a RPC extrapolou, rompeu todos os limites. Ultrapassou uma linha que não pode ser ultrapassada. Agrediu sem provas, uma mulher, figura pública e mulher do governador sem qualquer evidência sólida de culpa. O deputado alegou que, apesar de sua posição notoriamente contrária a Richa, sentiu-se na obrigação de se solidarizar com Fernanda, até porque sua mãe, Maristela Requião, também já havia sido vítima de denúncias e acusações infundadas.
Após seu pronunciamento, Requião Filho foi cumprimentado pelo presidente da Assembleia, Ademar Traiano (PSDB), pelos deputados Hussein Bakri (PSC), Márcio Nunes (PSC) e pelo líder do governo, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB).