Filha afirma que Blatter está aliviado após anunciar saída: “Homem livre”


Corinne Blatter acusa mídia e diz que pai está interessado em proteger sua família

Por Zurique, Suíça
Corinne Blatter em entrevista na BBC (Foto: Reprodução BBC)Corinne Blatter defendeu o pai (Reprodução BBC)
A filha de Joseph Blatter, Corinne, afirmou que o ainda presidente da Fifa está aliviado depois de anunciar a sua saída. O suíço entregou o cargo e convocou novas eleições na última terça-feira, mas permanecerá no comando até o novo pleito. Para ela, a mídia é uma das culpadas pela “perseguição” ao pai.

- Ele está aliviado. É algo que lhe convém bem. Desde que assumiu a decisão, ele está muito aliviado. Não está feliz, mas é um homem livre. Estava pesando sobre ele o que todos o acusavam, não sei o quê, coisas que não eram verdadeiras. Isso machuca. E, acima de tudo, a mídia nunca parou. Ele quer proteger sua família. Esse é o seu problema, porque eles começaram a atacar sua família. E agora isso para. Ele pode lidar com o que acontece no futebol, pois fez isso por 40 anos. Mas se sua família é atacada, isso torna as coisas difíceis para ele – disse à rádio “RMC”.
> Filha de Blatter diz que pai é vítima de conspiração e que não teme ser preso

Corinne afirmou ainda que Blatter nunca aceitou suborno e não pode escolher as pessoas com quem trabalha – e o acusam neste momento.

- Meu pai nunca pegou dinheiro. Ele ganhou todo o seu patrimônio trabalhando. Ele é um presidente que trabalha, e muitas pessoas não entendem isso. É difícil, pois as pessoas que o acusam são pessoas com as quais ele tem que trabalhar. Ele não pode escolhê-las. Elas são eleitas por diferentes congressos nas confederações. Ele precisa trabalhar com elas, então não pode ser responsável.