Assédio a mulher casada teria motivado chacina em evento de motociclistas


do site aRede

chacina-pg
Chacina deixou três mortos – Reprodução aRede
As autoridades do setor policial investigam a chacina registrada no Moto Clube de Ponta Grossa durante a madrugada de domingo (12). De acordo com informações oficias da Polícia Militar (PM), a confusão teria começado depois que um dos suspeitos dos assassinatos assediou sexualmente a mulher de uma das vítimas fatais na confusão.
Segundo o relatório da PM, o marido da mulher assediada questionou o rapaz sobre a atitude. O suspeito de assédio teria sido expulso da festa – o rapaz pertenceria a um Moto Clube de Curitiba. Horas depois, já perto das 04h, o homem que foi expulso da festa voltou ao local com outros dois rapazes, todos usando máscaras balaclava, e efetuou vários disparos.
Os tiros atingiram quatro pessoas, duas delas morreram no hospital e outra faleceu durante a madrugada desta segunda-feira (13) na Santa Casa de Misericórdia. A cena do crime foi isolada até a chegada da Polícia Criminalística – uma pistola .9 milímetros teria sido utilizada no crime.
As vítimas fatais foram identificadas como Thiago de Andrade, 31 anos de idade, e Marcelo Elias, 33, morador de Ponta Grossa – ambos morreram ainda no local – e João Paulo França Stoll, que morreu no hospital